DRAG QUEENS SATIRIZAM A FAMÍLIA TRADICIONAL BRASILEIRA

Jeruza, Dalvinha e Juana. Foto de Day Luiza

Música, dublagem e deboche esquentam a noite e oficina sobre arte drag prepara o ambiente

Entrando no seu terceiro ano de existência, O Maravilhoso Cabaré traz para o palco do teatro uma linguagem televisiva, com entrevistas, apresentações de dublagem, humor, dança e música ao vivo, de drag queens, drag kings, músicos e artistas burlescos – sob o comando das drags curitibanas Dalvinha Brandão e Juana Profunda.

Nessa edição – que acontece na sexta (8/2) no Espaço Fantástico das Artes – as divas do Cabaré prestam o que estão chamando de “uma homenagem à família tradicional brasileira” mas, pelo histórico do evento, já é possível imaginar uma noite cheia de deboche, ironia e forte crítica social. 

Unindo diferentes gerações e estilos do cenário das artes da noite, esse cabaré reúne jovens artistas, como as talentosíssimas Carmen Von Blue e Deborah Black e a icônica Tinna Simpson que há mais de 20 anos diverte a noite curitibana com seu humor rápido e ácido. Humor também é o foco do trabalho de Lourdes, persona do ator Bruno Lops, que mistura arte drag e palhaço.

Ainda, a noite conta com a presença de um dos nomes mais reconhecidos do burlesco no Brasil, Miss G, cocriadora do primeiro festival do gênero no país, o Yes! Nós temos burlesco. Da área da música, Jeruza Muller, drag e musicista brasileira radicada na Alemanha, criadora do show Piano Drag, e Rita Lina, persona criada pelo cantor e compositor Leo Fressato, trazem números musicais cantados e tocados ao vivo.

“Uma das principais características d`O Maravilhoso Cabaré é essa: misturar artistas que apesar de morar na mesma cidade, trabalham em circuitos muito diferentes e com estéticas muito particulares”, conta Juana Profunda. “Isso é o jeito que a gente achou de ajudar a fortalecer a cena da arte drag na cidade, que hoje conta quase que exclusivamente com esses espaços que as próprias drags criam”, completa.

A entrevistada desta vez é a militante trans Rafaelly Wiest, ex-presidente do Grupo Dignidade e do Transgrupo Marcela Prado, atual diretora administrativa da Aliança Nacional LGBTI.

Dalvinha fala da conotação política do evento: “apesar de ser um lugar para se divertir, nosso Cabaré também tem a liberdade de abordar temas espinhosos, como é da tradição dos cabarés”. E acrescenta: “Desde que surgiram no final do século 19, os cabarés eram o espaço dos artistas marginais, que não estavam na história da arte erudita, e que por isso tinham a liberdade de satirizar, debochar e criticar o que quisessem”. 

Esquentando os tamborins
Como preparação para o Cabaré, Juana e Dalvinha ministram ainda, a oficina Arte Drag, de segunda a quinta (4 a 7/2), na Casa Quatro Ventos. A oficina é prática, trazendo técnicas comumente usadas por drag queens, de maquiagem, customização de perucas e acessórios, criação de enchimentos e dicas de performance e presença de palco.

No entanto, alunos e alunas também terão acesso a conhecimentos teóricos e históricos sobre a arte drag e o transformismo no Brasil e no mundo, além de poderem criar suas personas e apresentações a partir das próprias referências e interesses.

SERVIÇO:
Oficina Arte Drag com Juana Profunda e Dalvinha Brandão
Datas: de 4 a 7 de fevereiro
Horário: 18h30 às 22h
Local: Casa Quatro Ventos. Rua da Paz, 51. Centro – Curitiba, PR. 
Preço: R$200,00
Inscrições: aqui
Página do evento no Facebook: aqui 

Dalvinha Brandão. Foto de Day Luiza

O MARAVILHOSO CABARÉ – FAMÍLIA TRADICIONAL BRASILEIRA

Elenco: Dalvinha Brandão, Juana Profunda, Déborah Black, Jeruza Muller, Rita Lina, Carmen Von Blue, Miss G, Lourdes, Tinna Simpson
Discotecagem: I.AM.WHO
Data: 8/2
Horário: a partir das 20h happy hour, 22h apresentações
Local: Espaço Fantástico das Artes. Al. Princesa Isabel, 465. São Francisco. Curitiba, PR.
Preço: R$30 e R$15 (estudantes, idosos, pessoas com deficiência, drag kings e queens montadas)
Evento no Facebook: aqui

COMBO DRAG WEEK

VEM AÍ A 1a COMBO DRAG WEEK!
oficinas / conversa / cinema / feira / happyhour / festas

PROGRAMAÇÃO

17DEJULHO / 3AFEIRA – Casa Quatro Ventos
19h-22h Oficina Drag Queen com Dalvinha Brandão e Juana Profunda
19h-22h Oficina Drag King com Rubão (Ruby Hoo)

22h Happy Hour Delas

18DEJULHO / 4AFEIRA – Casa Quatro Ventos
19h-22h Oficina Drag Queen com Dalvinha Brandão e Juana Profunda

19h-22h Oficina Drag King com Rubão (Ruby Hoo)
22h Happy Hour Delas

19DEJULHO / 5AFEIRA – Ginger Bar
20h Festa Kings of the Night

20DEJULHO / 6AFEIRA – Casa Quatro Ventos
16h-22h Feira Drag com venda e troca de produtos
16h-19h Mostra de Cinema
19h-20h Roda de Conversa
20h Sopão da meia da Juana
22h Happy Hour Delas com Drag Shows

21DEJULHO / SÁBADO – Basement Cultural
22h-04h Festa de Encerramento com O Maravilhoso Cabaré das Divinas Divas – Especial PsicoDrags

VALORES
Oficina $150
6a feira – entrada franca
Festa Kings of the Night $20
Festa de Encerramento $30
* ENTRADA FREE PARA DRAGS NAS FESTAS!

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES OFICINAS: ruidocwb@gmail.com

CASA QUATRO VENTOS – Rua da Paz, 51
GINGER BAR – Rua Saldanha Marinho, 1220
BASEMENT CULTURAL – Rua Benvindo Valente, 260

REALIZAÇÃO Juana Profunda / Kings of the Night / Ruído Cwb

Serviço:
Local: Casa Quatro Ventos
Rua da Paz, 51, Curitiba
Data: 17 a 21 de julho, das às 18:00 às 23:00
Confira a página do evento, aqui

ATORES, MÚSICOS E DRAG QUEENS CELEBRAM O BREGA EM SHOW MUSICAL

Simone Magalhães. Crédito da foto: Luizo Cavet 

O que torna uma coisa brega? É ser popular? É ser exagerada? Sentimental? Tudo que é popular é brega?

O certo é que a cultura popular e a erudita sempre se alimentaram uma da outra. A gente vê isso na moda, quando, por exemplo, um designer renomado usa tecidos ou estampas que são de gosto popular, isso vira tendência nas revistas e desfiles por uma estação, e pouco tempo depois as mesmas estampas e tecidos estão de novo nos camelôs e shoppings populares. Na música, a gente também vê o tempo todo certos ritmos e estilos sendo reinventados passando do gosto popular pra grupos mais restritos, e depois serem novamente reinventados pela cultura popular. Isso aconteceu com o funk, com o soul, o hip hop, o samba, e com o próprio brega – que também é um estilo musical.

Reunindo 15 artistas em cena, entre atores, músicos e drag queens, Breguenaits propõe uma celebração da cultura brega num show que mistura música, teatro e humor. No repertório, sucessos de Wanessa Camargo, Fafá de Belém, Nelson Ned, Molejo, Sula Miranda, entre vários outros.

“A gente partiu dos artistas com quem tínhamos vontade de trabalhar. Falamos com as pessoas e vimos o que elas tinham vontade de fazer, que músicas elas tinham vontade de interpretar em cena”, conta Luciano Faccini, músico e compositor que surgiu com a proposta e também produz o evento. “A etapa seguinte foi tentar organizar com isso um repertório que passasse por diversos estilos e épocas, com foco na música brasileira e latino-americana, e que fosse engraçado, envolvente, emocionante”, complementa Dalvinha Brandão, que é drag queen e também produtora dessa noite.

Segundo Luciano, o processo de ensaios trouxe várias descobertas. “Todo mundo ficou muito empolgado com a ideia. Cada um carrega consigo uma ideia do é brega, e essa celebração também é uma relação afetiva que estende por coisas como onde cada um nasceu ou cresceu e como era esse ambiente musical”. Ele continua: “A gente foi vendo que, ao mesmo tempo em que tinha uma vontade grande de tocar essas músicas, lá no fundo às vezes tinha uma resistência, uma vergonhinha. Mas a banda foi criando uma sintonia tão forte, e os músicos já se conhecem e tocam junto há tempos, então tudo foi fluindo de um jeito muito tranquilo”.

Sobre o público, eles esperam reunir uma grande diversidade de pessoas. “É o tipo de show que qualquer pessoa pode gostar, tanto faz a idade, profissão, gênero, se é rico, pobre, todo mundo lá no fundo conhece essas músicas de cor e adora cantar junto. E o espaço, o Basement, também é um lugar que recebe as pessoas muito bem”, comenta Luciano. E Dalvinha completa: “Pode convidar o pai, a avó, o colega de trabalho, a professora, a vizinha, que todo mundo vai se divertir, estamos garantindo”.

Para o restante da noite, a dupla garante que ninguém volta pra casa tão cedo. “Uma das várias parcerias felizes que a gente teve foi com os DJs André Cardoso (Gosmma) e o Gui Jaccon, que fazem a Festa das Excluídas e a Laquê 80. Os dois pesquisam muito essas vertentes da música brasileira e vão trazer música pra gente dançar até ficar sem pé”, conta Dalvinha.

Fernanda Fuchs. Fotografia: Luizo Cavet

Serviço:
Breguenaits
DATA/HORA: 13 de abril, às 21h.
LOCAL: Basement. R. Des. Benvindo Valente, 260. São Francisco, Curitiba, PR.
INGRESSOS: R$40 e R$20 reais (meia entrada).
Antecipados: aqui
Página do evento: aqui
Facebook: www.facebook.com/breguenaits/

Etruska Waters. Fotografia: Luizo Cavet

FICHA TÉCNICA
Concepção e Produção: Luciano Faccini e Dalvinha Brandão
Elenco: Jo Mistinguett, André Garcia, Amira Massabki, Luciano Faccini,
Simone Magalhães, Leo Fressato, Etruska Waters, Daniel D’Alessandro,
Juana Profunda, Fernanda Fuchs, Amira Massabki, Acácio Guedes, Melina Mulazzani, Barbie Égua, Patrícia Cipriano, Darlene Lepetit.
Direção de cena: Cândida Monte
Preparação vocal: Roseane Santos
Fotos (Divulgação): Luizo Cavet
Vídeos (Divulgação): Carol Winter

Dalvinha Brandão. Crédito foto: Luizo Cavet

Contato imprensa: Gustavo Bitencourt. E-mail: gustavobits@gmail.com / Tel.: 41 99848 4900.

Luciano Faccini. Crédito foto: Luizo Cavet