TRANSEMPREGOS

O site TRANSEMPREGOS tem abrangência nacional e visa facilitar a colocação de travestis, mulheres transexuais e homens trans no mercado de trabalho, e possibilitar que as empresas contratem essas pessoas que muitas vezes não podem demonstrar todo o talento que tem unicamente por causa do preconceito.

O site foi relançado com visual mais clean, informações e muitas curiosidades. Logo, logo ele terá um novo sistema de cadastramento de currículos para facilitar tudo para você. “Esperamos continuar crescendo, para um dia, não haver necessidade de existirmos.”

Visite em www.transempregos.com.br

TEATRO, DANÇA E PERFORMANCE SÃO ATRAÇÕES DA MOSTRA NOVOS REPERTÓRIOS 2018

Pálidos – CiaSenhas. Foto Elenize Dezgeniski

Programação eclética e gratuita reúne 16 espetáculos produzidos em Curitiba. As apresentações acontecerão de 17 a 26 de agosto.

Quem estiver na capital paranaense, entre os dias 17 e 26 de agosto, terá a oportunidade de prestigiar as produções artísticas mais expressivas do teatro, da dança e da performance de Curitiba, durante a 11ª edição da Mostra Novos Repertórios. Além de eclética a Mostra também é gratuita.

O evento, que vem crescendo a cada ano, está definitivamente consolidado e possibilita ver e tornar visível o que de mais potente se produz por aqui. A satisfação do público em relação à qualidade e diversidade dos espetáculos nas últimas edições garantiram a presença do evento no calendário cultural da cidade.

“Fundamentalmente a Mostra foi criada para dar mais visibilidade às nossas produções. Houve uma evolução no conceito, mas como o nome diz, queremos apresentar um recorte do que há de mais novo na cidade – em linguagem, pesquisa, repertório etc. Queremos que os curitibanos e os que moram aqui frequentem mais os espaços culturais da cidade e valorizem o que é produzido aqui, pois nossas produções são de altíssimo nível”, declara Michele Menezes, idealizadora e diretora de produção do projeto.

A programação deste ano privilegia a multiplicidade de linguagens artísticas e irá ocupar os palcos dos teatros Guairinha (Auditório Salvador de Ferrante), Miniauditório (Glauco Flores de Sá Brito) e Teatro Novelas Curitibanas, além de realizar apresentações ao ar livre (em lugares públicos como praças e terminais de ônibus) e nas sedes das companhias locais.

Entre os destaques, a estreia do novo trabalho de Maikon K, Neblina Canibal, tido como o maior nome atual na performance brasileira. O artista, em seu trabalho anterior, ficava nu em uma bolha no trabalho DNA de DAN e foi preso de forma violenta, no ano passado, em Brasília, enquanto se apresentava em frente ao Museu Nacional da República. O espetáculo Pálidos, a última montagem da CiaSenhas, companhia curitibana que vem conquistando reconhecimento nacional. Primavera Leste da Minha Nossa Companhia de Teatro, que tem desenvolvido pesquisas importantes e promovido o intercâmbio entre artistas de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Curitiba. O musical tem direção de Dimis Jean Sores a partir da dramaturgia de Diogo Liberano (RJ).

“O maior destaque, na verdade, é o ecletismo das produções. No ano passado já tivemos uma programação para gostos bem variados, mas este ano verticalizamos. Também resolvemos retomar mais um dos conceitos da Novos Repertórios, que é apresentar novos talentos. Com isso, teremos na programação jovens artistas, mas que já conquistam espaço com trabalhos importantes”, ressalta Michele.

“O evento simboliza também uma tentativa de resistência artística, de unir forças enquanto pensadores da arte e da sociedade e nos darmos um momento do ano para olharmos para nossa criação, a Mostra proporciona este encontro mediado pela cidade e por olhares de profissionais externos como críticos e curadores”, conta a atriz, produtora e tradutora Giovana Soar da companhia brasileira de teatro, responsável pela direção artística da Mostra.

A gestora cultural, Sonia Sobral (SP) já confirmou presença nesta edição, bem como críticos renomados como Valmir Santos (Teatro Jornal/SP), Danielle Avila Small (Questão de Crítica/RJ) e Michele Rolim (Agora/RS). Espera-se também a presença de curadores de importantes festivais do país.

A relação dos espetáculos com a cidade, com o público e o corpo na cena como posicionamento político norteou o processo de escolha da equipe de curadores, que nesta edição conta com a produtora cultural, Loa Campos, com o ator Rodrigo Ferrarini e com o diretor e professor da UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Henrique Saidel. “Tentamos desenhar uma programação que contemplasse, na medida do possível, as diferenças. Costuramos, assim, uma grade com espetáculos em espaços fechados (palco italiano, caixa preta, espaços alternativos) e na rua (praças, terminais de ônibus, orelhões etc.). Uma grade com trabalhos de teatro, teatro musical, dança, cabaré, performance. Uma grade com obras que abordam – cada qual à sua maneira – questões identitárias, sociais, raciais e de gênero, sobre lugares de fala. Uma grade composta por artistas já experientes e por artistas que estão iniciando suas carreiras. Uma grade, portanto, em sintonia com o que tem pulsado na cidade e nos corpos, com a cena que construímos juntos, todos os dias, nesses tempos sombrios e estranhos em que estamos vivendo”, destaca Loa Campos.

Propor a discussão do fazer artístico e dos caminhos que o futuro aponta para as artes cênicas é também um dos propósitos da Mostra que inclui ainda na programação encontros, conversas e debates com o intuito de promover trocas e reflexões entre artistas locais, artistas convidados de outras cidades, críticos, pensadores, criadores, programadores de festivais e público.

“Espero que além de repetir o sucesso de público do ano passado, que a Mostra renda bons frutos para as companhias e artistas. Queremos movimentar Curitiba durante os dias de evento e atrair cada vez mais olhares para a nossa cidade”, conclui Menezes.

Pão com linguiça. Foto: Paulinha Kozlowski

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

Dia 17 (sexta)
(15h) – CONVERSA com Sonia Sobral (SP) – Casa 4 Ventos
(21h) – PRIMAVERA LESTE / Minha Nossa Companhia de Teatro – Guairinha
(23h) – SHOW LADY INCENTIVO E AS CONTRAPARTIDAS/Ave Lola – Sede Ave Lola

Dia 18 (sábado)
(12h) – RADIO ATALAIA / Filhas da Fruta e Catarina – Passeio Público
(19h) – NEBLINA CANIBAL (*Estreia) / Maikon K – companhia brasileira de teatro (21h) – P DE PALHAÇO / Cena Hum – Guairinha
(22h) – FESTA / Breguenaits – Jokers (*pago: R$40 e R$20)

Dia 19 (domingo)
(15h) – CONVERSA (Danielle Avila, Edson Bueno, Michele Rolim e Francisco Mallmann) – Estúdio Delírio
(17h) – CABARET VOLTEI / Selvática Ações Artísticas e O Estábulo de Luxo – Guairinha

Dia 20 (segunda-feira)
(19h) – PROJETO QUEER / Rainha de 2 Cabeças – Mini Guaíra
(21h) – PÃO COM LINGUIÇA / Entretantas Conexões em Dança – Guairinha

Dia 21 (terça-feira)
(19h) BILLIE / Dezoito Zero Um Cia de Teatro – Mini Guaíra
(21h) – LEVANTE / Fernando de Proença e Renata Roel – Guairinha

Dia 22 (quarta-feira)
(12h) – AGORA VOCE OUVIRÁ / Henrique Saidel – Mercado das Flores
(19h) – ENTRE CABOCLOS E BAIANAS / Leo Cruz – Teatro Novelas Curitibanas
(21h) – CABARET DAS DIVINAS DIVAS / Ruído Companhia de Teatro – Guairinha

Dia 23 (quinta-feira)
(12h) – O ESCREVEDOR DE HISTÓRIAS/ Marcel Szymanski – Praça Rui Barbosa
(15h) CONVERSA com Valmir Santos (Crítico do Site Teatro Jornal) – Casa 4 Ventos
(19h) – ENTRE CABOCLOS E BAIANAS / Leo Cruz – Teatro Novelas Curitibanas

Dia 24 (sexta-feira)
(12h) – O ESCREVEDOR DE HISTÓRIAS/ Marcel Szymanski – Praça Rui Barbosa
(19h) – <CORPATROZ.EXE> / Cia Corpa – Teatro Novelas Curitibanas
(21h) – OS PÁLIDOS / CiaSenhas – Sede Cia Senhas

Dia 25 (sábado)
(19h) – <CORPATROZ.EXE> / Cia Corpa – Teatro Novelas Curitibanas
(21h) – OS PÁLIDOS / CiaSenhas – Sede Cia Senhas

Dia 26 (domingo)
(15h) – BALANÇO FINAL – Teatro Novelas Curitibanas
(17) – FESTA DE ENCERRAMENTO – Ornitorrinco

A realização deste projeto é da Pró Cult e conta com o incentivo da Ademilar e do Banco do Brasil, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e apoio da Fundação Cultural de Curitiba.

Obs.: Os ingressos são gratuitos e serão distribuídos uma hora antes dos espetáculos, nos locais das apresentações. Sujeito à lotação dos espaços.

Confira a programação completa:
www.novosrepertorios.com.br
Facebook: @novosrepertorios
http://procultbr.com/

Endereços:
Guairinha (Rua XV de Novembro, 971 – Centro / Telefone: 41 3304 7900).
Mini Guaíra (Rua Amintas de Barros, s/n – Centro / Telefone: 41 3304 7900).
Teatro Novelas Curitibanas (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1.222 – São Francisco / Telefone: 41 3321 3358).
Ave Lola (Av. Mal. Deodoro, 1227 – Centro / Telefone: 41 2112 9924).
CiaSenhas (Rua São Francisco, 35 –  São Francisco / Telefone: 41 3222 0355).
companhia brasileira de teatro (Rua José Bonifácio, 135 – sala 01 – Largo da Ordem / Telefone: 41 3223 7996).
Casa 4 Ventos (Rua da Paz, 51 – Alto da XV / Telefone: 41 3040-3322).
Passeio Público (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, s/n – Centro / Telefone: 41 3350 9940).
Estúdio Delírio (R. Saldanha da Gama, 69 – Centro / Telefone: 41 3016 3769).
Mercado das Flores (Praça Generoso Marques, s/n).
Ornitorrinco (R. Benjamin Constant, 400 – Centro / Telefone: 41 3121 2334).
Jokers (R. São Francisco, 164 – Centro / Telefone: 41 3324 2351).

Neblina Canibal – Foto Amanda Vicentini

3ª FEIRA DE LIVROS E DISCOS ERVA DOCE DOCERIA BAR

Na próxima sexta-feira, dia 10 de agosto, a partir das 16h, a Erva Doce Doceria Bar promove sua 3ª Feira de Livros e Discos! Com livros e discos a partir de R$3,00. A feira começa às 16h e vai até às 23h30 (ou mais!). A música ao vivo (com a incrível banda A POLTRONA) rola a partir das 20h30. A ENTRADA É GRATUITA!!! E a Erva Doce Doceria Bar fica na rua Paula Gomes, 380, Centro de Curitiba.

Venha curtir com a gente e aproveitar nossos mega descontos!!!

A terceira edição da feira de livros e discos é uma parceria entre a doceria mais charmosa do centro de Curitiba, Loja das Pulgas, Amigo Animal, Cia. Contágio (de teatro), e as marcas: vintage shop for sale, augusta est. chockers e o blogue FATO Agenda.


Livros
Livros de todos os tipos: literatura brasileira, universal, coletâneas, livros técnicos, livros infantis em inglês, revistas e gibis. Livros a partir de R$3,00, pra todo mundo sair carregado de livros da feira!
 

Discos
No acervo, mais de 800 discos de vinil com até 30% em descontos. Três caixas de “3 discos por R$10,00”. Discos de rock, samba, mpb, música erudita, discos compactos.Vale lembrar que a Loja das Pulgas comercializa as doações da Amigo Animal – associação sem fins lucrativos que abriga mais de 1000 cachorros resgatados (em Curitiba e região) e os encaminha vacinados, castrados e desverminados para adoção responsável. Então as vendas das feiras vão contribuir com esse trabalho!
 

Música ao vivo com a banda A Poltrona
Música confirmada na 3ª Feira!!! Uma duo banda surpreendente, A POLTRONA – com Wes Ventura – violão e voz / Abelha Lima – percussão e voz. Apresentação a partir das 20h30.


vintage shop for sale + augusta
A doceria Erva Doce também será palco para um bom garimpo vintage e se você também é gamada em chockers, ecobags e oversized t-shirts, não pode deixar de conhecer a nova coleção da marca, lançada logo após o editorial hotter than ever, disponível na vitrine online: www.instagram.com/vintageshopforsale. A augusta traz o slow pra perto e garantia de 30 dias em todas as peças metalizadas, veja mais em www.instagram.com/augustaest. Peças de R$ 5 a R$50. Chockers a partir de R$10.


Local: Erva Doce Doceria Bar

Uma doceria charmosa no centro boêmio da cidade! Com doces, pizzas, chope artesanal e bebidinhas doces. A doceria tem um teatro dentro ainda, um lugar que vale muito a pena conhecer!

Serviço:
3ª FEIRA DE LIVROS E DISCOS ERVA DOCE DOCERIA BAR
Datas: 10 de agostos, sexta-feira, das 16h às 23h30
Local: Erva Doce, Rua Paula Gomes, 380, São Francisco, Centro de Curitiba
Informações sobre a feira: (41) 99745-5294 / leandro.hammer@gmail.com
Confira a página do evento, aqui

Parceria
Erva Doce Doceria Bar: www.facebook.com/ervadoce.doceriabar/
Loja Das Pulgas: www.facebook.com/lojadaspulgas/
Associação do Amigo Animal: www.amigoanimal.org.br
vintage shop for sale: www.facebook.com/goforsale
augusta est. chockers: www.facebook.com/augustaest
A poltrona: www.facebook.com/pg/aPoltrona
Cia. Contágio: www.facebook.com/contagio6/

CIRCUITO CULTURAL ÁRABE

Nos dias 04, 05, 11 e 12 de agosto, o Memorial de Curitiba recebe o 1º Circuito Cultural Árabe, com diversas atrações gratuitas para a população curitibana.

O evento estimula e valoriza as tradições árabes através de exibições artísticas e integração entre os participantes, assim como, o incentivo para troca de experiências entre antigos e novos talentos a fim de manter viva a tradição dos povos árabes na capital.

O Circuito Cultural Árabe terá em sua programação palestras, apresentações culturais e exposições sobre a cultura árabe.

O palco externo do Memorial receberá as apresentações dos três maiores estúdios de danças árabes de Curitiba, que são: Estúdio Hathor, cuja a coreógrafa e bailarina Linda Hathor é premiada internacionalmente; Estúdio Flor de Lotus, coordenado por Suzi Ribeiro e Kadosh Arte e Movimento, sob a orientação de Shara Kadosh, que levarão ao público dança do ventre, dança com véus, dança com espadas, dabke, khalije, shaabi, said, entre outras.

As palestras acontecerão no auditório do Memorial, Teatro Londrina, e são abertas ao público bastando somente inscrição no local. Os temas são os seguintes: ‘’A Beleza e o Encanto do Trajes Árabes, ministrada por Alessandra Amid; ‘’Acolhimento aos Refugiados Árabes’’, pelo professor Marcos Stier Calixto, ‘’Hábitos e Costumes da Cultura Árabe’’, pelo professor Gamal Fouad El Oumairi e ainda a Oficina de Caligrafia Árabe, ministrada pelo libanês Moafak Mohamed Did Heilaihel.

Teremos ainda stands decorados com exposição de obras literárias, exposição de indumentária e acessórios que compõem a vestimenta dos povos árabes, e exposição de culinária, objetos e curiosidades sobre cultura e costumes e tradições.

As atividades serão totalmente gratuitas e irão chamar a atenção pela diversidade de elementos que enriquecem e contribuem para reforçar a memória e identidade cultural árabe em Curitiba.

O projeto está sendo realizado através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Curitiba, com incentivo da Ademilar. A produção é de Angela Meschino. Realização Fátima Esper.

Serviço:
Circuito Cultural Árabe
04,05,11 e 12 de agosto no Memorial de Curitiba- Largo da Ordem
Informações: (41) 98511-9934 whats e circuitoculturalarabe@gmail.com
A programação completa pode ser conferida no blog www.circuitoculturalarabe2018.blogspot.com e no facebook Circuito Árabe, aqui.

Programação:

04\08 SÁBADO
14h00- Abertura para visitação dos Expositores
14h30- Apresentação Cultural na Praça Iguaçu – Estúdio Kadosh
15h30- Palestra (Teatro Londrina) – Professora: Alessandra Amid
Tema: “A beleza e o encanto dos trajes árabes ”
17h00- Encerramento para visitação

05\08 DOMINGO
10h00- Abertura para visitação dos Expositores
10h00- Apresentação Cultural na Praça Iguaçu – Estúdio Flor de Lótus
11h00- Palestra (Teatro Londrina) – Professor: Marcos Stier Calixto
Tema : “Acolhimento aos refugiados árabes na grande Curitiba”
14h30- Apresentação Cultural na Praça Iguaçu – Estúdio Flor de Lótus
15h10- Palestra (Teatro Londrina) – Professor: Gamal Fouad El Oumairi
Tema : “Hábitos e costumes na cultura árabe”
17h00- Encerramento para visitação

11\08 SÁBADO
13h00- Abertura para visitação dos Expositores
13H30 – OFICINA e Palestra de CALIGRAFIA Árabe – Professor: Moafak Mohamed Dib Helaihel
14h30- Apresentação Cultural na Praça Iguaçu – Estúdio KADOSH
15h30- Palestra (Teatro Londrina) – Professora: ALESSANDRA AMID
Tema: “A beleza e o encanto dos trajes árabes ”
17h00- Encerramento para visitação

12\08 DOMINGO
10h00- Abertura para visitação dos Expositores
10h00- Apresentação Cultural na Praça Iguaçu – Estúdio Hathor
11h00- Palestra (Teatro Londrina)- Professor: Marcos Stier Calixto
Tema : “Acolhimento aos refugiados árabes na grande Curitiba”
14h30- Apresentação Cultural na Praça Iguaçu – Estúdio Hathor
15h10- Palestra (Teatro Londrina) – Professor: Gamal Fouad El Oumairi
Tema : “Hábitos e costumes na cultura árabe”
17h00- Encerramento para visitação

III FEIRA CULTURAL E DO AFROEMPREENDEDORISMO 2018

Entrada gratuita, neste domingo, 22 de julho, em Curitiba.

A Feira Cultural e de Afroempreendedorismo tem a finalidade de evidenciar a representatividade da população negra, elevando a sua auto-estima, quanto ao seu pertencimento, sua raça, sua cor, sua ancestralidade, incentivando políticas públicas, ações afirmativas e atitudes positivas através de práticas que fortaleçam o étnico empreendedorismo como forma de desenvolver atividades que visem implementar a renda familiar e consequentemente melhorar a qualidade de vida estimulando a auto valorização, buscando compreender que a desigualdade social pode ser passível de mudança.

Congregar seus pares e a sociedade na sua amplitude a fim de valorizar, conhecer e expressar suas intervenções culturais, considerando e respeitando suas tradições, diferenças e sua historicidade.
Reconhecer que as desigualdades sociais contribuíram e contribuem para a exclusão de uma grande parcela da população afrodescendente porém não aceitar isso como verdade.
Compreendemos que as atividades culturais são de suma importância visto que a cultura negra brasileira vem implementada de riqueza, diversidade e talentos. Este evento é em Homenagem ao Dia Internacional das Mulheres Negras, Latino-americanas e Caribenhas, realizado em conjunto com “O JULHO DAS PRETAS” que é a união de vários coletivos de Mulheres Negras da Capital e interior do Estado.

Será realizada uma Oficina com a Professora Silvia Nogueira, Corpo, Voz e Movimento, vamos ter um Desfile de Mulheres Negras com acessórios da própria Feira, muita musica, muita animação.

Todas as ações, são desenvolvidas para contribuir na construção da personalidade dos afrodescendentes incluindo todos os setores da população, para uma sociedade mais democrática, que valorize a igualdade racial, respeitando as diferenças e garantindo a cidadania multirracial.

Serviço:
III Feira Cultural e do Afroempreendedorismo 2018

Data: 22 de julho, domingo, das 13:00 às 18:00
Local: Praça Zumbi dos Palmares
Rua Lothário Boutin, 72, Pinheirinho, Curitiba
Entrada gratuita
Confira a página do evento, aqui

A BIENAL (TE) PUBLICA!

Participe da Bienal de Quadrinhos de Curitiba, confira todas as informações na fonte, aqui

BIENAL DE QUADRINHOS DE CURITIBA

O maior evento de quadrinhos do sul do país retoma as atividades neste ano. Entre os dias 6 e 9 de setembro, no Museu Municipal de Arte (MuMA), acontece a 5ª edição da Bienal Internacional de Quadrinhos de Curitiba, com palestras, debates, feira de HQs, sessão de autógrafos, oficinas e exposições simultâneas. Todas as atividades serão gratuitas.

Sob o tema “A Cidade em Quadrinhos”, mais de 30 convidados locais, nacionais e internacionais apresentam palestras, oficinas e exposições.

A curadoria é de Mitie Taketani, proprietária da loja Itiban Comic Shop, reduto dos leitores e amantes da nona arte em Curitiba que há 29 anos debate, divulga e movimenta a arte na cidade e de Érico Assis, jornalista especializado em quadrinhos e tradutor de HQs como “Retalhos” e “Habibi”, de Craig Thompson, “O Escultor”, de Scott McCloud, “Meu Amigo Dahmer”, de Derf Backderf , “Aqui”, de Richard McGuire, e muitas outras.

A Bienal de Quadrinhos de Curitiba conta com Incentivo de Sanepar, Divesa e Elejor através da Lei Rouanet – Ministério da Cultura, Governo Federal, parceria da Fundação Cultural de Curitiba e Secretaria de Estado da Cultura do Paraná.

Serviço:
Bienal de quadrinhos de Curitiba
Local: Museu Municipal de Arte, Avenida República Argentina 3.430, Portão, Curitiba.
Data: Entre os dias 6 e 9 de setembro
Entrada gratuita
Página do evento no facebook, aqui

Dica do incrível artista Fábio Biondo (biondo artwork)

COMBO DRAG WEEK

VEM AÍ A 1a COMBO DRAG WEEK!
oficinas / conversa / cinema / feira / happyhour / festas

PROGRAMAÇÃO

17DEJULHO / 3AFEIRA – Casa Quatro Ventos
19h-22h Oficina Drag Queen com Dalvinha Brandão e Juana Profunda
19h-22h Oficina Drag King com Rubão (Ruby Hoo)

22h Happy Hour Delas

18DEJULHO / 4AFEIRA – Casa Quatro Ventos
19h-22h Oficina Drag Queen com Dalvinha Brandão e Juana Profunda

19h-22h Oficina Drag King com Rubão (Ruby Hoo)
22h Happy Hour Delas

19DEJULHO / 5AFEIRA – Ginger Bar
20h Festa Kings of the Night

20DEJULHO / 6AFEIRA – Casa Quatro Ventos
16h-22h Feira Drag com venda e troca de produtos
16h-19h Mostra de Cinema
19h-20h Roda de Conversa
20h Sopão da meia da Juana
22h Happy Hour Delas com Drag Shows

21DEJULHO / SÁBADO – Basement Cultural
22h-04h Festa de Encerramento com O Maravilhoso Cabaré das Divinas Divas – Especial PsicoDrags

VALORES
Oficina $150
6a feira – entrada franca
Festa Kings of the Night $20
Festa de Encerramento $30
* ENTRADA FREE PARA DRAGS NAS FESTAS!

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES OFICINAS: ruidocwb@gmail.com

CASA QUATRO VENTOS – Rua da Paz, 51
GINGER BAR – Rua Saldanha Marinho, 1220
BASEMENT CULTURAL – Rua Benvindo Valente, 260

REALIZAÇÃO Juana Profunda / Kings of the Night / Ruído Cwb

Serviço:
Local: Casa Quatro Ventos
Rua da Paz, 51, Curitiba
Data: 17 a 21 de julho, das às 18:00 às 23:00
Confira a página do evento, aqui

O PROJETO NARRATIVAS ITINERANTES INCENTIVA A LEITURA E A NARRAÇÃO DE TEXTOS LITERÁRIOS EM ESPAÇO PÚBLICOS DE CURITIBA

Serão 20 oficinas, 4 saraus e mais 350 encontros de contações de histórias promovidas pelo Circuito Cultural Ademilar

As crianças moradoras da periferia são o foco principal do projeto Narrativas Itinerantes, promovido pelo Circuito Cultural Ademilar, com oficinas, contações de histórias e saraus que passarão por todas as regiões de Curitiba. A primeira delas, o encontro de contação de histórias começa no próximo dia 07 de julho, na Casa da Leitura Wilson Bueno no Portão Cultural e vai até 24 de novembro, sempre aos sábados. A classificação é livre e a entrada é gratuita.

O projeto entende a contação de histórias como uma ponte que aproxima as pessoas da literatura. De fácil acesso e baixo custo, é um estímulo para que a comunidade se mobilize para compartilhar histórias e movimentar as Casas da Leitura de Curitiba.

Contação de Histórias
As contações de histórias utilizam três abordagens diferentes: o livro em mãos, a história decorada e o reconto ー a reconstrução oral de um texto já existente. Ao término o participante tem a oportunidade de levar consigo os livros apresentados, que serão emprestados nas Casas de Leitura.

Os encontros duram cerca de uma hora e, segundo a idealizadora do projeto, Fabiane de Cezaro, os contos selecionados foram escolhidos a partir da versatilidade literária: “A curadoria de histórias foi realizada por profissionais com vasta experiência no trabalho de incentivo à leitura, dentro de Curitiba e em outras cidades do Paraná”, afirma Cezaro. Foram indicados autores como Luís da Câmara Cascudo, Malba Tahan e Ricardo Azevedo, entre outras versões e releituras de contos populares.

Os mais de 350 encontros de contação serão divididos entre as 10 regionais de Curitiba. Além disso, 5 deles acontecerão dentro de Casas de Leituras: espaços públicos que visam aumentar o índice de leitura em crianças, jovens e adultos.

Até o dia 24 de novembro, durante todos os sábados acontecerão contações na Casa da Leitura Wilson Bueno, no Portão Cultural. Todas abertas ao público.

Saraus
Organizados pela Inominável Companhia de Teatro, serão realizados quatro saraus literários, que têm como objetivo democratizar o acesso a literatura e divulgar o trabalho dos artistas das comunidades. Logo após as apresentações programadas, o espaço fica aberto para quem quiser compartilhar suas próprias narrativas.

Os saraus acontecerão nas regionais Matriz, Portão, Santa Felicidade e Boa Vista, todos abertos à comunidade.

Oficinas
O projeto Narrativas Itinerantes conta ainda com a realização de 20 oficinas, que têm a finalidade de explorar a arte da narrativa por meio da contação de histórias.

A proposta das oficinas é possibilitar os meios práticos para explorar a palavra como forma de se aproximar do ouvinte. Segundo Fabiane de Cezaro, uma das ministrantes da oficina, a ação é importante pois cria uma familiaridade entre o contador e a narrativa. “Isso possibilita uma apresentação mais sincera e orgânica, que permite alcançar o público mais intimamente”, explica.

As oficinas serão ministradas pelas contadoras de histórias Lilyan de Souza e Fabiane de Cezaro, têm duração de 4 horas e são destinadas a professores e pessoas interessadas em aprender a arte da contação de histórias.

Circuito Cultural Ademilar
Narrativas Itinerantes é uma das apostas da segunda edição do Circuito Cultural Ademilar, uma iniciativa que fomenta a cena artística da cidade e incentiva cerca de 20 projetos de música, arte, teatro e dança. O projeto foi viabilizado via Lei do Mecenato Municipal pela Ademilar, uma das maiores incentivadoras da área privada de Curitiba.

Serviço:
Contação de História – Narrativas Itinerantes
De 07 de julho a 24 de novembro
Horário: 15h
Local: Casa da Leitura Wilson Bueno – Portão Cultural
Entrada gratuita

2º FESTIVAL INTERNACIONAL DE PERCUSSÃO DE CURITIBA (FIP)

Festival volta a cidade para diversas ações relacionas ao campo da percussão. Projeto conta com ações formativas gratuitas e shows com entrada a R$2,00 (inteira) e R$1,00 (meia entrada)

Curitiba recebe, a partir do dia 16 de julho, a segunda edição do Festival Internacional de Percussão, o FIP Curitiba.

Ao longo de 7 dias, o público terá acesso a palestras, masterclasses, oficinas e shows ligados à música e ao universo da percussão.  Todas as ações formativas são gratuitas. Os concertos, que acontecem no Teatro Londrina (Memorial de Curitiba), custam R$2,00 (inteira) e R$1,00 (meia entrada).

O 2º FIP Curitiba é uma ação cultural que objetiva levar à cidade, um festival de música singular, absolutamente representativo para o Sul do Brasil, seguindo o formato de importantes festivais de música do mundo. O Festival mescla em suas atividades o ensino, a performance, a pesquisa e a formação de plateia. 

A segunda edição do FIP Curitiba, conta com uma programação composta por  importantes músicos do mundo, a fim de exibir um recorte do panorama mundial da música, através da percussão.

O palco do Teatro Londrina receberá todos os dias, a partir das 19h30, sete concertos com músicos exponenciais: Na primeira noite, o  Festival apresenta o Duo Desvio; no dia 17 de julho, sobe ao palco o projeto Pandeirada Brasileira, trazendo como solistas os músicos Marcos Suzano, Caíto Marcondes e Vina Lacerda. A terceira noite fica a cargo do concerto do duoUM2UO. Dia 19, é a vez do Duo Clavis, formado pelos músicos paranaenses Marcello Casagrande (vibrafone) e Mateus Gonsales (piano); na sexta- feira, 20 de julho, o show fica por conta do Grupo de Percussão da Patagônia (Argentina); dia 21 de Julho é a vez  de integrantes do grupo estadunidense  Hands On`semble, um dos maiores grupos de percussão do mundo, se apresentar no Teatro Londrina. E no dia 22 de julho, 12h00, o último show do Festival é do grupo curitibano Manoa Mano Trio. Os ingressos custam R$2,00 (inteira) e R$1,00 (meia entrada).

Os cursos, palestras e masterclasses acontecem no Conservatório de Música Popular Brasileira e no Teatro Londrina e são regidos por músicos que integram a programação do FIP e instrumentistas convidados da cidade. A entrada para as ações formativas é gratuita.

O FIP também promove, a fim de descentralizar suas ações, seis concertos e duas oficinas nas regionais de Curitiba, espalhando música por toda a cidade. Os concertos serão feitos pelo grupo Lapercutório Coletivo, grupo formado por importantes percussionistas curitibanos eas oficinas serão ministradas por Denis Mariano e Carlos Ferraz.

Em sua segunda edição, o Festival Internacional de Percussão de Curitiba, pretende alargar questões sobre a percussão e espalhar a todos os públicos música de qualidade, com acesso popular.

Este Projeto, uma idealização de Vina Lacerda com produção de Design Próprio, é realizado com o Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

SERVIÇO:
2º FIP Curitiba
CONCERTOS:

DUO DESVIO
16/07, às 19h30 no Teatro Londrina (rua Claudino dos Santos – s/n – Memorial de Curitiba, PR). Ingressos 2,00 (inteira) 1,00 (meia entrada)

Formado pelos músicos Leonardo Gorosito e Rafael Alberto, DESVIO desenvolve um trabalho autoral dedicado à música brasileira, mesclando as influências populares ao pensamento erudito. Em parceria com Pedro Durães, músico especializado na
criação e performance musical com recursos eletrônicos, apresentam o formato ” work in progress” da peça encomendada pelo Savassi Festival para o projeto Música Nova, a ser oficialmente estreada em agosto de 2018 em Belo Horizonte.

PANDEIRADA BRASILEIRA
17/07, às 19h30 no Teatro Londrina (rua Claudino dos Santos – s/n – Memorial de Curitiba, PR). Ingressos 2,00 (inteira) 1,00 (meia entrada)

Pandeirada Brasileira coloca em um mesmo palco, os percussionistas Vina Lacerda, Marcos Suzano e
 Caíto Marcondes ao lado de um grupo formado por importantes músicos da cena musical curitibana. O projeto expõe o pandeiro além do choro, na modernidade da música instrumental brasileira, pelo ritmo de seus percussionistas. Passeando  além do choro, também pelo repertório solo dos percussionistas Caito Marcondes e Marcos Suzano e Vina Lacerda, o concerto se dedica a obra “Concerto Pandeiros e Orquestra de Cordas”, de Tim Rescala.  A obra conta com  arranjo para 3 pandeiros e grupo,  formado pelo músicos  André Prodóssimo, violão de 7 cordas, Gabriel Schwartz, sopros, Rodrigo Marques, contrabaixo, Julião Boêmio, cavaquinho e André Ribas, acordeon. 

CONCERTO UM2UO
18/07, às 19h30 no Teatro Londrina (rua Claudino dos Santos – s/n – Memorial de Curitiba, PR). Ingressos 2,00 (inteira) 1,00 (meia entrada)

UM2UO (Um Duo) é formado por Luís Fernando Diogo, percussionista formado na Escola de Música e Belas Artes do Paraná e Vinícius Portes, atual graduando do mesmo curso. Amigos na vida e na música há mais de dez anos, entre os festivais, trabalhos acadêmicos e profissionais em que atuam juntos, trazem ao público o repertório de percussão duo e solo através do projeto UM2UO, abrindo espaço à música nova e aos seus ´clássicos`.

DUO CLAVIS
19/07, às 19h30 no Teatro Londrina (rua Claudino dos Santos – s/n – Memorial de Curitiba, PR). Ingressos 2,00 (inteira) 1,00 (meia entrada)

Duo Clavis é formado pelos músicos paranaenses Marcello Casagrande (vibrafone) e Mateus Gonsales (piano).  Com um repertório autoral, arranjos-releituras próprias e trabalho camerístico, caminham com liberdade entre a música popular, a música contemporânea, o jazz e a livre improvisação. A sintonia da parceria musical de alto nível vem recebendo elogios e aplausos do púbico em geral e do meio musical por suas intensas e sensíveis performances. Trabalham no sentido de incentivar a criação e divulgação da música instrumental brasileira e a sua formação instrumental pouco convencional.

ENSEMBLE DE PERCUSIÓN DE FUNDACIÓN CULTURAL PATAGONIA (ARG)
20/07, às 19h30 no Teatro Londrina (rua Claudino dos Santos – s/n – Memorial de Curitiba, PR). Ingressos 2,00 (inteira) 1,00 (meia entrada)

Criado em 1999 por Angel Frette o grupo se dedica a abordar o repertório de música de câmara para percussão com foco nas obras de compositores argentinos. Mantido pela Fundación Cultural Patagonia e sediado no Instituto Universitário Patagónico de Artes, o grupo já realizou concertos com grandes nomes da percussão mundial. Entre suas principais apresentações destacam-se  concertos no Teatro Cólon (Buenos Aires), Festival de Percussão de Montevideo (Uruguai), PASIC 2010 (EUA), Festival de Cajón Peruano (Peru), Festival de grupos de percussão da Costa Rica, Festival Tamborimba (Colômbia), Tamborimbando (Portugal) além de concertos na Croácia e Espanha. Em 2005 registrou seu primeiro CD com obras de compositores argentinos.  

HANDS ON`SEMBLE – RANDY GLOSS  E AUSTIN WRINKLE (EUA)
21/07, às 19h30 no Teatro Londrina (rua Claudino dos Santos – s/n – Memorial de Curitiba). Ingressos 2,00 (inteira) 1,00 (meia entrada)

Randy e Austin, Califórnia (EUA),fazem um concerto que mistura parte do repertório dos artistas com o trabalho que desenvolvem junto ao Hands On`Semble, grupo fundado pelo renomado percussionista John Bergamo e considerado um dos mais interessantes e inovadores grupos de percussão da atualidade, fundindo diversos instrumentos da percussão mundial em uma abordagem inovadora. 

CONCERTO MANO A MANO TRIO
22/07, às 12h00 – Teatro Londrina (Rua Claudino dos Santos, s/n, Memorial de Curitiba) entrada R2,00 (inteira) R$1,00 (meia entrada)

O grupo de música instrumental brasileira Mano a Mano Trio desenvolve um trabalho que valoriza a música brasileira através de um repertório de obras reconhecidas do cancioneiro popular e das vertentes modernas da música. Formado por Sérgio Albach (clarinete),Glauco Sölter (contrabaixo) e Vina Lacerda (percussão), o grupo apresenta uma formação não usual de sonoridade peculiar, distinguindo-se pelos arranjos elaborados mesclados a improvisação. Com dois CDs lançados o grupo já se apresentou ao lado de importantes artistas nacionais e excursionou em países da América Latina e Europa. 

AÇÕES FORMATIVAS E ATIVIDADES PARALELAS
***Todas as ações são gratuitas

16/07/2018
Workshop Marcos Suzano, às 10h00 no Conservatório de Música Popular Brasileira (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Workshop Caíto Marcondes, às 14h30 no Conservatório de Música Popular Brasileira (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

17/07/2018
Workshop Duo Desvio,às 10h00, no Teatro Londrina (Rua Claudino dos Santos, s/n, Memorial de Curitiba). Entrada Franca

Concerto com o grupo de percussão Lapercutório Coletivo,às 14h30, no Conservatório de Música Popular Brasileira (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Palestra Luciano Candemil, às 17h00, , no Conservatório de Música Popular Brasileira (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

18/07/2018
Palestra Aglaê Frigeri, 10h,  no Conservatório de Música Popular Brasileira (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Palestra Jorge Fálcon (ARG/BR), 14h30, no Conservatório de Música Popular Brasileira  (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Workshop Marcello Casagrande, 17h00, no Teatro Londrina (Rua Claudino dos Santos, s/n, Memorial de Curitiba). Entrada Franca

19/07/ 2018
Workshop Angel Frette (ARG) 10h00, no Conservatório de Música Popular Brasileira  (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca – CMPB

Mesa Redonda“O choro no CMPB” com Sérgio Albach, Ana Paula Peters e Lucas Mello, 14h30, no Conservatório de Música Popular Brasileira (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Roda de Choro, 17h00, no Conservatório de Música Popular Brasileira  (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca – CMPB

20/07/2018
Workshop Ensemble de Percusión de Fundación  Patagônia (ARG), 10h, no Conservatório de Música Popular Brasileira  (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Workshop Hands On`Semble (USA) – Randy Gloss e Austin Wrinkle (USA),14h30,no Conservatório de Música Popular Brasileira  (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca 

21/07/2018
Roda de Pandeiro com Vina Lacerda, 11h,  , no Conservatório de Música Popular Brasileira  (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Oficina Coletivo Nós em Traço “Corpo com som”(atividade para crianças)  16h,  Memorial de Curitiba (rua Claudino dos Santos s/n) Entrada Franca

22/07/2018
Concerto Curimba Treme Terra, 11h00, no Memorial de Curitiba (rua Claudino dos Santos s/n) Entrada Franca

Encerramento do Festival – Sarau do Julião Boêmio, 14:30  – Espaço Carmela (Rua Dr. Claudino dos Santos 72)Entrada R$10,00

SAIBA COMO PREVENIR A DEPRESSÃO EM IDOSOS

Participantes realizam atividades físicas e culturais / Foto: Rafael Danielewicz

Assunto será abordado em palestra gratuita no Hospital VITA

A falta de atividades pode se tornar um fator de risco para a saúde dos idosos e torna-los mais suscetíveis à depressão. Por isso, com o objetivo de alertar e esclarecer dúvidas sobre o assunto, o Hospital VITA, localizado no Batel, realiza neste sábado (30), a partir das 8h, palestra gratuita sobre “Prevenção da depressão em idosos”. A programação faz parte do Viver Mais VITA, programa mensal que oferece à população debates sobre assuntos relevantes à saúde e bem-estar das pessoas com mais de 60 anos.

Durante o encontro, a convidada desta edição Vanessa Granero Pereira, psicóloga, dará dicas de como prevenir, diagnosticar e tratar o problema. Dados do IBGE revelam que são os idosos que mais sofrem com a depressão no Brasil. Dos 11,5 milhões de brasileiros que sofrem com a depressão 11,1% são pessoas acima de 60 anos.

Segundo ela, o transtorno depressivo no idoso pode surgir durante o processo de envelhecimento devido aos acontecimentos recorrentes desta fase da vida que abalam as emoções e resultam em perda de qualidade de vida. Além disso, envelhecer, infelizmente, é conviver rotineiramente com perda de entes queridos, surgimento de doenças, redução de renda e muitas vezes isolamento social. Esses fatores, combinados com causas biológicas e hereditários, podem originar a depressão – doença de difícil diagnóstico, já que os sintomas frequentemente são confundidos com cansaço, preguiça e alterações de humor característicos da idade.

“Os sintomas da depressão resultam em sofrimento, além de prejuízos ocupacional e social. Por isso é indispensável recorrer a um médico assim que os sinais são identificados”, alerta a psicóloga.

Confira, abaixo, os principais sintomas:
1) Humor depressivo durante a maior parte do dia, indicado por relato do idoso ou de terceiros;
2) Diminuição drástica do interesse ou prazer em atividades antes prazerosas;
3) Aumento ou diminuição incomuns do apetite,  perda ou ganho significativos de peso;
4) Insônia ou sono excessivo;
5) Sentimentos de inutilidade, culpa excessiva e inapropriada, “complexo de perseguição” ou medo exagerado de doenças graves;
6) Redução na capacidade de concentração;
7) Fadiga ou perda de energia, agitação ou retardo psicomotor (capacidades cognitivas mais lentas).
8) Pensamentos recorrentes de morte ou suicídio.

O Viver Mais VITA inicia com exames laboratoriais, seguido de café da manhã, palestra e por atividades físicas e culturais, que têm como objetivo incentivar e melhorar os hábitos de vida dos idosos. A iniciativa conta com o apoio do Lanac – Laboratório de Análises Clínicas, que oferece exames preventivos aos 30 primeiros inscritos. Para participar da programação, que tem vagas limitadas, é necessário fazer inscrição pelo telefone (41) 3883-8414​.

Terceira idade
Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que, no Brasil, são quase 26,1 milhões de pessoas com mais de 60 anos, ou seja, 13% dos habitantes do país, mas a estimativa é que em 2060 salte para 56 milhões. No mundo, o número de idosos com idade acima dos 65 anos era de 506 milhões em 2008, segundo o Departamento do Censo dos EUA. A entidade prevê que a terceira idade represente 14% da população global até 2040.​

SERVIÇO:
Programa Viver Mais VITA
Palestra “Prevenção da depressão em idosos”, com Vanessa Granero Pereira, psicóloga
Data: sábado, 30 de junho, a partir das 8h
Local: Hospital VITA – Rua Alferes Ângelo Sampaio, 1.896 – Batel – Curitiba – PR
Informações e inscrições: (41) 3883-8414​​ 

Sobre o Hospital VITA
A primeira unidade da Rede VITA no Paraná foi inaugurada em março de 1996, no Bairro Alto, e a segunda em dezembro de 2004, no Batel. O VITA foi o primeiro hospital brasileiro a conquistar, no início de 2008, a Acreditação Internacional Canadense CCHSA (Canadian Council on Health Services Accreditation). A certificação de serviços de saúde avalia a excelência em gestão e, principalmente, a assistência segura ao paciente. Além disso, o VITA é um dos hospitais multiplicadores do Programa Brasileiro de Segurança do Paciente (PBSP). Ele visa disseminar e criar melhorias inovadoras de qualidade e segurança do paciente. Integra também o grupo de hospitais da Associação Nacional de Hospitais Privados – ANAHP. O VITA oferece atendimento 24 horas e é referência nas áreas de cardiologia, cirurgia geral, neurologia, cirurgia bariátrica, medicina de urgência, urologia, terapia intensiva, traumato-ortopedia e pediatria. Além disso, dispõe de um completo serviço de medicina esportiva, prestando atendimento a atletas de diversas modalidades; serviço de oncologia; Centro Médico e Centro de Diagnósticos. Para garantir um alto nível de qualidade nos serviços prestados aos pacientes, o VITA tem investido em ampliação da infraestrutura, tratamentos com equipes multidisciplinares, modernização dos equipamentos, humanização no atendimento, qualificação dos profissionais e segurança assistencial.