INDIEBOOKDAY: EVENTO MUNDIAL DE LITERATURA INDEPENDENTE MOVIMENTA CENÁRIO LITERÁRIO CURITIBANO NO PRÓXIMO DIA 16

Foi na Alemanha, na cidade de Hamburgo, que uma editora teve a ideia de criar um evento que valorizasse e celebrasse a produção das editoras independentes de livros, surgindo assim o Indiebookday, que movimentou inicialmente a cena alemã e se espalhou por países como Reino Unido, Holanda, Itália, Brasil e Portugal.

Ocorrido sempre no dia 16 de março simultaneamente em diferentes cidades pelo mundo, a data é a ocasião perfeita para se discutir e promover a produção de editoras que trabalham fora da esfera poderosa dos grandes grupos editoriais. Os desafios, a seleção editorial, produção gráfica, distribuição, como é o dia a dia de uma editora independente no Brasil?

Nesta edição, a Editora e Livraria Arte & Letra promove um evento amplo em Curitiba, com a presença de Bárbara Tanaka, da Editora Telaranha, e Alessandro Andreola, da Editora Barbante, conversando sobre suas experiências como editores independentes com mediação de Thiago Tizzot (Arte & Letra), além de uma programação de descontos progressivos e uma mesa de recomendações do livreiro com os destaques na livraria.

Serão diversas editoras com 10% de desconto na compra de 1 livro e 15% para 2 livros ou mais adquiridos durante o evento. Além dessa boa notícia, adquirindo um livro no evento, o comprador ganha ainda um vale-
desconto de 30% na próxima compra de um livro da editora da Arte & Letra.


SERVIÇO: 
Indiebookday
Data: 16 de março de 2024
Funcionamento da livraria: 10h às 19h
Conversa entre Bárbara Tanaka (Editora Telaranha) e Alessandro Andreola (Editora Barbante): início 16h. 
Livraria e Café Arte e Letra. Rua Desembargador Motta, 2011, Centro, Curitiba. 
Entrada: gratuita

JORNAL RELEVO PROMOVE FESTA DE 13 ANOS DE EXISTÊNCIA E LANÇA CHOCOLATE PREMIUM

1ª RelevOFest também contará com stands de empreendedores locais, além do lançamento de uma edição de colecionador do periódico.

Para comemorar os 13 anos de circulação mensal ininterrupta, o impresso literário RelevO (@jornalrelevo), fundado pelo jornalista, editor e professor Daniel Zanella, juntou-se à chocolateria Utopia Tropical, do franco-suíço Julian Caron-Lys, para produzir o Chocolate RelevO e promover a 1ª RelevOFest. O evento acontece neste sábado, 7 de outubro, a partir das 14h, no multiespaço Sfco179 (@sfco179), na Rua São Francisco, 179, no Centro Histórico de Curitiba. A entrada é gratuita.

Além do lançamento do Chocolate RelevO, a festa receberá estandes de empreendedores locais, discotecagem do coletivo Voodoo (@xbvoodoo), exposições artísticas, chope fornecido pela Maniacs Brewing (@maniacsbrew) e cardápio exclusivo de drinks. Entre os expositores, o evento terá a presença da Abuela Atelier de Plantas (@abuelaplantas), dos carimbos Burocrata (@burocratacarimbos), do vermute Gargalo (@vermutegargalo) e da Tabacaria Varadero. O RelevO também lançará uma edição de colecionador do periódico e uma linha de ecobags desenvolvida pela artista visual Marceli Mengarda.

O chocolate RelevO-Utopia Tropical (@utopia_tropical) tem edição limitada e contém uma embalagem personalizada, desenhada pelo designer Bolívar Escobar (@bolivar_escobar), além de adesivos de capas históricas do Jornal. A barra do chocolate foi recentemente condecorada com a medalha de prata no International Chocolate Awards de 2023, realizado em Nova York.

Para os entusiastas do chocolate premium, trata-se de um chocolate bean-to-bar (da amêndoa à barra) com 72% de cacau e matéria-prima originária do Rio Tocantins, no Pará. O chocolate custa R$30, e pode ser reservado pelo Instagram do periódico (@jornalrelevo) ou por e-mail: contato@jornalrelevo.com 
/ Também é possível adquirir presencialmente no dia do evento, a depender do estoque.

De acordo com o fundador do periódico, Daniel Zanella, a festa do Jornal celebra a persistência do periódico e a busca por novas formas de manutenção do projeto. “Já imprimimos 173 edições. Sabemos das dificuldades e dos divertimentos de manter um jornal impresso nos tempos atuais. É um desafio interessante”, define. “Somos muito gratos à nossa comunidade de assinantes e anunciantes, que nos manteve nestes 13 anos. Entendemos que agora é o momento de aumentar, gradualmente, o nosso portfólio de produtos”, completa. Além de vender assinaturas anuais do impresso a partir de R$ 70, o jornal conta com assinantes em sua base do Substack.

Por enquanto, os chocolates premium da parceria RelevO-Utopia Tropical podem ser adquiridos apenas em Curitiba e Região Metropolitana: o envio se torna possível para todo o Brasil a partir da compra de dez barras.

SERVIÇO
1ª RelevOFest
Sábado, 7 de outubro, a partir das 14h
Multiespaço Sfco179
Rua São Francisco, 179, Centro Histórico de Curitiba
www.jornalrelevo.com
Chocolate RelevO a R$30, a unidade
Entrada gratuita

SEMANA LITERASTO – (RE)ENCONTRO COM A LEITURA ::: COLÉGIO ERASTO GAERTNER

De 28/agosto a 01/setembro nosso Sebinho participa da Semana Literasto – (Re)encontro com a Leitura no Colégio Erasto Gaertner, no bairro Boqueirão, em Curitiba-PR. 

A organização da semana literária é da equipe de língua portuguesa do colégio. O evento tem na programação: aulas especiais, apresentação de trabalho dos alunos, além da feira de livros. Sexta-feira será o dia do cosplay de literatura: os alunos e professores (e nós do Sebinho) iremos caracterizados de personagens e/ou escritores. O objetivo da semana é estimular o hábito da leitura entre crianças e jovens.

Serviço:
Semana Literasto – (Re)encontro com a Leitura
Data: 28/agosto (segunda-feira) a 01/setembro (sexta-feira), 8h30 às 13h.
Local: Colégio Erasto Gaertner. Rua Pastor David Koop, 189 – Boqueirão, Curitiba-PR. Obs.: O público da Semana literária são os alunos do EFII e EM do Colégio Erasto Gaertner, assim o evento será restrito ao público do Colégio.

Serviço:
Semana Literasto – (Re)encontro com a Leitura
Data: 28/agosto (segunda-feira) a 01/setembro (sexta-feira), 8h30 às 13h.
Local: Colégio Erasto Gaertner. Rua Pastor David Koop, 189 – Boqueirão, Curitiba-PR. Obs.: O público da Semana literária são os alunos do EFII e EM do Colégio Erasto Gaertner, assim o evento será restrito ao público do colégio. 

Gostou da ideia de estimular a leitura?
Convide nosso Sebinho! Podemos expor livros e discos de vinil em seu colégio, empresa, faculdade e/ou em algum evento específico. Podemos inclusive pensar este evento a partir do zero, em parceria.

Nossa equipe é guerreira e tenta participar dos mais variados eventos em Curitiba e região. Basta mandar o convite/proposta/ou ideia e combinar com o Leandro através do whats mesmo: 41 99745-5294.

SESC PARANÁ LANÇA EDITAL PARA SELEÇÃO DE LIVRARIAS E DISTRIBUIDORAS DE LIVROS

Sesc Paraná lança edital para seleção de pessoas jurídicas, com ou sem fins lucrativos, como livrarias, distribuidoras de livros e sebos (comércio de livros usados), interessadas em participar da 42ª SEMANA LITERÁRIA SESC PARANÁ E FEIRA DO LIVRO 2023, evento que acontecerá entre os dias 04 e 08 de Outubro (de quarta até Domingo) no Museu Oscar Niemeyer, na Rua Mal. Hermes, 999 – Centro Cívico, em Curitiba.

Inscrições abertas até 24 de julho de 2023, via formulário on-line. Obs.: Tem edital para participar do evento na capital e edital para participar em cidades da RMC e do interior.

Confira o Edital de Seleção de Livrarias e Distribuidoras de Livros – Curitiba, aqui

Confira o Edital de Seleção de Livrarias e Distribuidoras de Livros – Cidades do Interior do Paraná, aqui

Obs.: o edital vale para sebos também.

Dúvidas e informações adicionais podem ser enviadas para eventos.culturais@sescpr.com.br 

PRÊMIO CAROLINA MARIA DE JESUS

O Governo Federal, através do Ministério da Cultura, lança o maior edital literário exclusivo para mulheres, o Prêmio Carolina Maria De Jesus (de literatura). O concurso irá selecionar 40 livros inéditos de ficção escritos por mulheres. Cada autora selecionada receberá 50 mil reais. Ao todo, 2 milhões de reais em premiação.

As categoria do concurso são: Romance, Conto, Crônica, Roteiro de teatro, Poesia e História em quadrinho*.  Cada autora poderá se inscrever em apenas uma categoria. A obra precisa ser inédita; redigida em português do Brasil e segundo o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (Decreto n. 6.583/2008); estar em formato PDF (deverá ser anexado ao formulário de inscrição); e ter, no mínimo, 49 (quarenta e nove) páginas, sem contar com a capa e a folha de rosto, se existirem.

A comissão de seleção do concurso será toda feminina, formada por seis especialistas. Das 40 obras premiadas,  serão destinadas 20% para mulheres negras, 10% para mulheres indígenas, 10% para mulheres PcD (Pessoa com Deficiência), 5% para ciganas e 5% para mulheres quilombolas.

As inscrições abrem quarta-feira, dia 12 de abril de 2023, e seguem abertas por 90 dias. 

Confira  todos os detalhes no edital, aqui

As inscrições são gratuitas (abrem dia 12 de abril) e serão feitas através deste link, aqui

A intenção do edital é promover, valorizar e difundir a literatura brasileira feita por mulheres, incentivar novas escritoras e estimular a formação de leitores. Esta é a primeira edição do concurso que leva nome em homenagem a Carolina Maria de Jesus, escritora, compositora e poetisa brasileira, mais conhecida por seu livro Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada, publicado em 1960 com o auxílio do jornalista Audálio Dantas. O livro teve tiragem inicial foi de dez mil exemplares e esgotou-se em uma semana. Fez tanto sucesso que foi traduzido em catorze línguas. 

A autora viveu boa parte de sua vida na favela do Canindé, na Zona Norte de São Paulo, sustentando a si mesma e seus três filhos como catadora de papéis. Ao mesmo tempo em que trabalhava como catadora, registrava o cotidiano da sua comunidade em cadernos que encontrava no material que recolhia –  mais de vinte cadernos. E um destes, um diário que havia começado em 1955,  deu origem a seu livro mais famoso.

Entre seus livros publicados, também estão: Casa de alvenaria: diário de uma ex-favelada; Provérbios; Pedaços da fome e Diário de Bitita. Sua obra e vida permanecem objetos de diversos estudos, tanto no Brasil quanto no exterior. Em 1975, a televisão alemã West Germans gravou um documentário protagonizado pela própria Carolina. O filme Favela: A vida na pobreza continuava inédito no Brasil quando foi exibido pela primeira vez na ocasião do centenário de nascimento da escritora, em 14 de março de 2014, no Instituto Moreira Salles. Dos livros escritos acerca da autora, destacam-se Cinderela negra: a saga de Carolina Maria de Jesus (1994), de José Carlos Meihy e Robert Levine; Muito Bem, Carolina!: Biografia de Carolina Maria de Jesus (2007), de Eliana Moura de Castro e Marília Novais de Mata Machado; Carolina Maria de Jesus – Uma Escritora Improvável (2009), de Joel Rufino dos Santos; A Vida Escrita de Carolina Maria de Jesus, de Elzira Divina Perpétua; e Carolina: uma biografia (2018) de Tom Farias.

Carolina de Jesus atualmente é reconhecida uma das mais importantes escritoras do país.

Fonte: Ministério da Cultura e Wikipédia

* História em quadrinho: narrativa gráfica cuja história é contada através de arte sequencial (banda desenhada ou quadrinhos, em cor ou em preto e branco) e a duração é similar à da prosa (romance ou novela).

“OLHOS DE PIXEL”: AUTOR PARANAENSE GANHA PRÊMIO JABUTI COM CURITIBA FUTURISTA E ENGAJAMENTO SOCIAL

Vencedor na categoria Romance de Entretenimento, Lucas Mota cria ficção científica singular e se consolida como uma das vozes mais originais do gênero.

Vencedor na categoria Romance de Entretenimento, Lucas Mota cria ficção científica singular e se consolida como uma das vozes mais originais do gênero.

Fundamentalismo religioso. Governo autoritário. Violência como linguagem estatal. Discurso do ódio como retórica social. LGBTQIA+fobia. Pode parecer o Brasil de 2022, mas são alguns dos elementos que contornam o debate e a crítica proposta pelo escritor paranaense Lucas Mota em Olhos de pixel (e-book, Plutão Livros), vencedor do Prêmio Jabuti, a mais importante premiação literário do país, na categoria Melhor Romance de Entretenimento. Misturando a análise atenta do presente à estética da ficção científica, o autor construiu um livro inteligente singular – que segue os passos de Philip K. Dick, Ursula K. Le Guin e Isaac Asimov –, mas tem um universo bastante próprio e original.

Ambientado em uma Curitiba futurística, Olhos de pixel é um reflexo das inquietações de Mota. São a sua leitura e interpretação de mundo e, ao mesmo tempo, uma maneira de exorcizar as questões mais urgentes. Não à toa, o escritor mergulha em sua própria intimidade para propor uma discussão de altíssimo nível, sem abrir mão de uma literatura acessível e instigante, capaz de levar o leitor pelas mãos da primeira à última página. “Eu fui criado no meio religioso, me considero cristão até hoje, mesmo não tendo qualquer relação com igrejas ou instituições religiosas, por isso senti que eu tinha alguma coisa pra dizer sobre aquilo que incomodava”, explica o escritor. “Ao lado disso teve a parte de criar um cenário futurista, que foi mais divertida, mais leve. Criar universos ficcionais é sempre uma experiência agradável pra mim, me divirto muito fazendo”

Na trama, uma espécie de cyberpunk dos trópicos, a heroína queer Nina Santtelles, uma mercenária habitante do underground, luta para se reconectar física e espiritualmente com seu filho, e assim conseguir uma passagem só de ida para a colônia espacial Chang’e – um éden de neon –, entretanto, tudo muda quando acaba presa pela polícia. Nesse xadrez político e social, Nina precisa comprar a liberdade se aliando à polícia, e ajudando nas buscas por um hacker, inimigo da maior igreja-corporação do país. O dilema começa quando o hacker faz à protagonista a mesma oferta – a viagem para Chang’e –, porém, sem que Nina vá contra seus ideais.

Romance de entretenimento
Quando o Jabuti criou a categoria de Romance de Entretenimento, há alguns anos, houve quem a viu como um contraponto ao Romance Literário, entretanto, segundo Lucas Mota, a literatura está além das nomenclaturas e classificações. Olhos de pixel, como boa parte das obras de ficção científica, principalmente as clássicas, orbita entre a cultura pop e o engajamento social e, portanto, tentar colocar o livro em uma caixinha que o defina por completo pode se tornar apenas uma estratégia reducionista.

Isso, no entanto, não é algo que preocupe ou incomode o escritor. “O mercado literário funciona como qualquer outro mercado, o objetivo são os números de vendas, a sustentabilidade financeira da coisa. A literatura simplesmente não se importa com isso, o interesse é o texto, as palavras, os gêneros literários, seja em um estilo tradicional e consolidado ou em algo completamente experimental e inusitado”, comenta Mota. “Alguns profissionais do mercado percebem isso e tentam alinhar os interesses do mercado com os da literatura. Às vezes conseguem.”

O certo é que, independentemente de qualquer classificação, o Prêmio Jabuti é uma chancela importante para a divulgação de escritores de diferentes gêneros literários, sobretudo para aqueles que, como Lucas Mota, trilham um caminho independente ou não integram os grupos de grande editoras. Acima de tudo, é uma oportunidade de chegar a novos leitores. “O prêmio me trouxe uma avalanche de novos leitores. Eu sabia que algo desse tipo poderia acontecer, mas o resultado tem superado muito as minhas expectativas”, analisa Lucas.

Voz original
O Jabuti de Olhos de pixel é a consolidação de um projeto literário coeso. Desde a sua estreia com Todos os mentirosos (2016), Lucas Mota se firma como uma voz original e sólida. Seja no romance Boas meninas não fazem perguntas (2018) ou nos contos da série Soundtrack – Desintegrado (2018), O Destino de Ayra (2018), A Terra dos homens-tigre (2019) e Algoritmia (2020) – a literatura do escritor paranaense se mostra em um diálogo constante entre o clássico e o novo modo de fazer ficção científica.

Profícuo, Mota já tem na manga novidade. “Eu já tenho alguns outros textos inéditos esperando apenas uma oportunidade para chegar aos leitores. Não posso dizer exatamente em que ordem eles serão lançados ainda, mas podem esperar material novo de ficção científica, fantasia, realismo mágico e algumas surpresas”, revela.

Sobre o livro
Olhos de pixel
Lucas Mota
Plutão Livros | 296 p.
Compre aqui: https://amzn.to/3FtSLex

Sobre o autor
Lucas Mota nasceu em Umuarama, no Paraná, e vive em Curitiba. É escritor, vencedor do Jabuti 2022 com Olhos de pixel (Plutão Livros, 2021). Também escreveu Boas meninas não fazem perguntas (financiamento coletivo, 2018) e Todos os mentirosos (Amazon, 2016). É autor dos contos Desintegrado (2018), O Destino de Ayra (2018), A Terra dos homens-tigre (2019) e Algoritmia (2020), todos publicados na Amazon. Lucas Mota produz o podcast Suposta leitura.

MIRÓ DA MURIBECA


João Flávio Cordeiro da Silva, sob o pseudônimo de Miró da Muribeca, viveu de poesia. Performático, Miró tornou-se referência na poesia urbana. Publicou 15 livros, alguns com mais de 3 mil exemplares vendidos – livros que ele mesmo vendia, como conta neste vídeo da Trip TV.

O poeta pernambucano faleceu no último domingo, 31 de julho de 2022, vítima de câncer descoberto em 2020. Miró deixa filho e neto.


“Nesse podcast, Renan Inquérito faz uma viagem a Pernambuco, para falar um pouquinho sobre o poeta, alegrista Miró: Miró da Muribeca. Apelidado em 1960 de João Flávio Cordeiro da Silva, mas que adotou para si o nome que dizia de onde vinha, bairro de Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana de Recife.

Poeta preto, periférico, nordestino, autodenominava-se “cronista do cotidiano”, fazia poesia urbana, lírica, falava do lado caótico da vida e da cidade: violência, desamor, depressão.

FICHA TÉCNICA
Pesquisa Roteiro e Apresentação: Renan Inquérito
Projeto e Produção Cultural: Gabriela Castilho Guimarães
Produção musical, edição e finalização: Pop Black | Black Beats Music
Projeto realizado com recursos do PROAC

REDES SOCIAIS
www.souinquerito.com.br
www.facebook.com/inquerito
www.twitter.com/renan_inquerito
www.instagram.com/renaninquerito
LOJA
www.loja.souinquerito.com.br
loja@souinquerito.com.br
SHOWS E PALESTRAS
contato@souinquerito.com.br

fonte / texto: Renan Inquérito

PROSAS DE UMA TERRA ILUMINADA

Programa de Incentivo à Leitura contempla cerca de 10 mil alunos da rede pública de ensino de municípios da Região Metropolitana de Curitiba com contação de histórias, rodas de leitura e oficinas voltadas aos professores.

Promover encontros para que as crianças vivenciem a literatura de forma lúdica e cativante. Fazer com que elas se encantem pelos livros e sintam-se estimuladas a ler e a frequentar as bibliotecas são os principais objetivos do projeto Prosas de uma Terra Iluminada que irá levar aos alunos e professores da rede pública de ensino dos municípios de Quatro Barras, Contenda, Bocaiúva do Sul e Balsa Nova: 120 sessões de contação de histórias, 120 rodas de leitura e oito oficinas literárias. Em um esforço para democratizar o acesso à literatura, a expectativa é atender cerca de 10 mil crianças e 1 mil educadores até setembro deste ano.

A iniciativa é da Travessia – Arte e Educação que há mais de 10 anos tem se dedicado à criação de conteúdos artísticos para crianças visando o estimulo à leitura. Todas as ações do projeto serão gratuitas e irão atender tanto o público das escolas urbanas quanto rurais. Cerca de 50% da população de Balsa Nova, Contenda e Bocaiúva do Sul vivem no campo.

O repertório apresentado serão os contos da literatura oral brasileira recontados e publicados por escritores de renome como Ana Maria Machado, Ruth Rocha, Henriqueta Lisboa, Câmara Cascudo, Ricardo Azevedo, entre outros. “Os contos são uma porta de entrada para o universo da leitura literária. Apresentaremos o que há de melhor em releituras de nossa rica tradição oral, trazendo questões humanas atemporais e universais. Os temas são variados, mas todos bem familiares à criança”, comenta Vinícius Mazzon, idealizador e mediador do projeto. “Nossa intenção como diz Ana Maria Machado: é que as crianças de hoje descubram o fascínio destas histórias incomparáveis, fruto da sabedoria popular acumulada em gerações de narradores anônimos que coletivamente foram criando esse fantástico patrimônio que nos coube de herança e não tem preço”, acrescenta.

A fim de que o projeto tenha um efeito multiplicador, em cada uma das cidades também será oferecida uma oficina para os professores das escolas públicas. Com formato híbrido (6 horas presenciais e 6 horas on-line), a oficina “A Tradição Oral formando leitores: da boca do contador, pela mão do escritor aos olhos e ouvidos da criança” será ministrada pelo pesquisador e professor argentino Daniel D’Andrea.

SOBRE


Prosas com Vinícius Mazzon. Foto: Lucas Rachinski.

Vinícius Mazzon (contador de histórias e curador do projeto): é ator e contador de histórias de trajetória reconhecida, atuou com companhias do Brasil e da Argentina. Tem sido convidado para os maiores eventos da narração oral no país, como o “Boca do Céu – Encontro Internacional de Contadores de Histórias” (SP) e o “Simpósio Nacional de Contadores de Histórias” (SESC – SP). Há mais de 10 anos vem criando e atuando em programas de incentivo à leitura. Em parceria com o “Curitiba Lê” (Programa Literário reconhecido pela UNESCO) realizou, desde 2009, mais de 500 sessões de contação de histórias, além de dezenas de Oficinas Literárias para educadores. Em 2010, recebeu a Bolsa FUNARTE de Circulação Literária. Em 2011 recebeu o Prêmio Nossa Onda, da Cinemateca Brasileira. Em 2013 e 2014 recebeu o Prêmio FUNARTE Myriam Muniz de Teatro. É proprietário e diretor da Travessia – Arte e Educação em parceria com Michelle Peixoto.

Michelle Peixoto (responsável pelas rodas de leitura):  é pedagoga, com especialização em Pedagogia Waldorf. Atua há mais de 10 anos como contadora de histórias, mediadora de leitura, ministrante de cursosde formação e assessorapedagógica em projetos de incentivo à leituradirecio nados ao público escolar, entre eles: Balaiode Contos; Histórias à Brasileira; Histórias à Brasileira pelo Vale do Ribeira; Roda de Enredos; Telefone sem Fio; Contos,causos e presepadas; Um passarinho me contou; Histórias dos Quatro Ventos; Livros errantes, Histórias brincantes; Passaredo – encantose enredos; Alumbramento; Onde canta o sabiá.

Daniel D´Andrea (ministrante de oficina): é professor e pesquisador da literatura oral brasileira há 40 anos. Realizou inúmeros projetos de pesquisa e difusão do nosso folclore, tornando-se um dos professores de notório saber mais reconhecido no Brasil. Como reflexo deste intenso trabalho, tem sido convidado a participar de Fóruns, Seminários e Encontros de pesquisadores e narradores por todo o Brasil.  D’ Andrea auxiliou na implantação do Museu do Folclore de São José dos Campos (SP) e é um dos principais responsáveis pela retomada e reedição em 2019 da obra de Ruth Guimarães, primeira autora negra brasileira a ter projeção nacional. Graças aos esforços de D ‘ Andrea e do Instituto Ruth Guimarães, o livro Lendas e Fábulas do Brasil foi reeditado em 2019 e está novamente disponível para admiradores e estudiosos do folclore brasileiro.

Projeto realizado com o apoio da Havan, por meio do PROFICE (Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura), da Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Paraná.

AGENDA:

– Ações em Balsa Nova-PR:
de 01 a 05 de agosto – 30 sessões de contação de histórias e 30 rodas de leitura.

– Ações em Contenda-PR:
de 12 a 20 de setembro – 30 sessões de contação de histórias e 30 rodas de leitura.

Contato:
Produção: Vinícius Mazzon: 41 99622 2829 / viniciusmazzon@gmail.com

LANÇAMENTOS SEBINHO FATO AGENDA ::: 05/07/2022 :::

Receba os livros do Sebinho Fato Agenda em casa via correios. Taxa de entrega para todo país: R$10,00 (por livro). Com opção de retirada (livre de taxa) no estoque: Travessa Isaacson Chinasso, 37, bairro Orleans, em Curitiba. Entregamos toda sexta-feira (sem taxa) no centro de Curitiba, combine por whats: 41.99745.5294, com Lelê.

Títulos da foto (dia 05 de julho de 2022). Se tiver interesse nestes livros, por favor, consulte a disponibilidade  dos títulso no instagram do Sebinho, neste link


Livro 01: O DEUS DINHEIRO. Autor: Karl Marx. Ilustração: Maguma. São Paulo. Boitatá, 2018. Páginas: 22. Preço: R$34,90.


Livro 02: ESTÓRIAS ABENSONHADAS. Autor: Mia Couto. São Paulo. Companhia das Letras, 2012. 1ª Edição. Páginas: 155. Preço: R$18,90.


Livro 03: O EROTISMO : FANTASIAS E REALIDADES DO AMOR E DA SEDUÇÃO. Autor: Francesco Alberoni. São Paulo. Círculo do Livro, 1986. Páginas: 198. Preço: R$14,90.


Livro 04: DIÁRIO DE INVERNO. Autor: Paul Auster. São Paulo. Companhia das Letras, 2014. 1ª Edição. Páginas: 208. Preço: R$24,90.

Temos centenas de livros à pronta-entrega, consulte por whats. Visite nossa loja virtual do MercadoLivre, link na Bio. Em nossa loja virtual está tudo (em média) 10% mais barato em relação aos nossos produtos anunciados no MercadoLivre.

PAGAMENTO: via pix, app MercadoPago, Nubank, PicPay, boleto e/ou transferência bancária. Loja com CNPJ, se precisar, solicite nota fiscal.

Importante: só reservamos livros e discos mediante pagamento adiantado. Conto com sua compreensão.


Confira os links organizados:

– Instagram (catálogo com livros e discos):
https://instagram.com/sebinhofatoagenda

– Loja virtual de livros mais raros (do mercado livre):
https://sebinhofatoagenda.com.br/livros/

– Discos de vinil e fitas K7:
https://sebinhofatoagenda.com.br/lista/musica/

– Antiguidades:
https://sebinhofatoagenda.com.br

– Shopee (livros + baratos):
https://shopee.com.br/sebinhofatoagenda

– Fanpage:
https://facebook.com/sebinhoFATOagenda

SEBINHO FATO AGENDA – LIVROS E DISCOS DE VINIL

SEBINHO FATO AGENDA é a loja virtual de livros e discos que ajuda financiar nosso blogue FATO Agenda. O estoque fica em Curitiba, entregamos para todo Brasil por uma taxa fixa de R$10,00 por livro, e toda sexta-feira entregamos gratuitamente no centro de Curitiba, é só combinar. Temos centenas de livros e discos de vinil à pronta-entrega, consulte nosso acervo via insta e/ou whats 41.99745.5294 (com Lelê).

Confira os links organizados:

– Instagram (catálogo com livros e discos):
https://instagram.com/sebinhofatoagenda

– Loja virtual de livros mais raros (do mercado livre):
https://sebinhofatoagenda.com.br/livros/

– Discos de vinil e fitas K7:
https://sebinhofatoagenda.com.br/lista/musica/

– Antiguidades:
https://sebinhofatoagenda.com.br

– Shopee (livros + baratos):
https://shopee.com.br/sebinhofatoagenda

– Fanpage:
https://facebook.com/sebinhoFATOagenda

– Blogue de vagas:
https://fatoagenda.com.br

FRETE: Receba nossos livros em casa, via correios. Taxa de entrega: R$10,00 (por livro), válida para todo Brasil. Com opção de retirada (livre de taxa, lógico) no estoque na Travessa Isaacson Chinasso, número 37, bairro Orleans, em Curitiba (ENDEREÇO NOVO!). ATENÇÃO: toda sexta-feira entregamos (sem taxa) no centro de Curitiba, só combinar.

PAGAMENTO: Pagamento via Pix, app MercadoPago, Nubank, Caixa, PicPay, cartão crédito/débito, boleto e/ou transferência bancária. Nossa loja tem CNPJ, os livros são usados, mas podemos emitir nota fiscal, se precisar, solicite!