TRANSEMPREGOS

O site TRANSEMPREGOS tem abrangência nacional e visa facilitar a colocação de travestis, mulheres transexuais e homens trans no mercado de trabalho, e possibilitar que as empresas contratem essas pessoas que muitas vezes não podem demonstrar todo o talento que tem unicamente por causa do preconceito.

O site foi relançado com visual mais clean, informações e muitas curiosidades. Logo, logo ele terá um novo sistema de cadastramento de currículos para facilitar tudo para você. “Esperamos continuar crescendo, para um dia, não haver necessidade de existirmos.”

Visite em www.transempregos.com.br

TEATRO, DANÇA E PERFORMANCE SÃO ATRAÇÕES DA MOSTRA NOVOS REPERTÓRIOS 2018

Pálidos – CiaSenhas. Foto Elenize Dezgeniski

Programação eclética e gratuita reúne 16 espetáculos produzidos em Curitiba. As apresentações acontecerão de 17 a 26 de agosto.

Quem estiver na capital paranaense, entre os dias 17 e 26 de agosto, terá a oportunidade de prestigiar as produções artísticas mais expressivas do teatro, da dança e da performance de Curitiba, durante a 11ª edição da Mostra Novos Repertórios. Além de eclética a Mostra também é gratuita.

O evento, que vem crescendo a cada ano, está definitivamente consolidado e possibilita ver e tornar visível o que de mais potente se produz por aqui. A satisfação do público em relação à qualidade e diversidade dos espetáculos nas últimas edições garantiram a presença do evento no calendário cultural da cidade.

“Fundamentalmente a Mostra foi criada para dar mais visibilidade às nossas produções. Houve uma evolução no conceito, mas como o nome diz, queremos apresentar um recorte do que há de mais novo na cidade – em linguagem, pesquisa, repertório etc. Queremos que os curitibanos e os que moram aqui frequentem mais os espaços culturais da cidade e valorizem o que é produzido aqui, pois nossas produções são de altíssimo nível”, declara Michele Menezes, idealizadora e diretora de produção do projeto.

A programação deste ano privilegia a multiplicidade de linguagens artísticas e irá ocupar os palcos dos teatros Guairinha (Auditório Salvador de Ferrante), Miniauditório (Glauco Flores de Sá Brito) e Teatro Novelas Curitibanas, além de realizar apresentações ao ar livre (em lugares públicos como praças e terminais de ônibus) e nas sedes das companhias locais.

Entre os destaques, a estreia do novo trabalho de Maikon K, Neblina Canibal, tido como o maior nome atual na performance brasileira. O artista, em seu trabalho anterior, ficava nu em uma bolha no trabalho DNA de DAN e foi preso de forma violenta, no ano passado, em Brasília, enquanto se apresentava em frente ao Museu Nacional da República. O espetáculo Pálidos, a última montagem da CiaSenhas, companhia curitibana que vem conquistando reconhecimento nacional. Primavera Leste da Minha Nossa Companhia de Teatro, que tem desenvolvido pesquisas importantes e promovido o intercâmbio entre artistas de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Curitiba. O musical tem direção de Dimis Jean Sores a partir da dramaturgia de Diogo Liberano (RJ).

“O maior destaque, na verdade, é o ecletismo das produções. No ano passado já tivemos uma programação para gostos bem variados, mas este ano verticalizamos. Também resolvemos retomar mais um dos conceitos da Novos Repertórios, que é apresentar novos talentos. Com isso, teremos na programação jovens artistas, mas que já conquistam espaço com trabalhos importantes”, ressalta Michele.

“O evento simboliza também uma tentativa de resistência artística, de unir forças enquanto pensadores da arte e da sociedade e nos darmos um momento do ano para olharmos para nossa criação, a Mostra proporciona este encontro mediado pela cidade e por olhares de profissionais externos como críticos e curadores”, conta a atriz, produtora e tradutora Giovana Soar da companhia brasileira de teatro, responsável pela direção artística da Mostra.

A gestora cultural, Sonia Sobral (SP) já confirmou presença nesta edição, bem como críticos renomados como Valmir Santos (Teatro Jornal/SP), Danielle Avila Small (Questão de Crítica/RJ) e Michele Rolim (Agora/RS). Espera-se também a presença de curadores de importantes festivais do país.

A relação dos espetáculos com a cidade, com o público e o corpo na cena como posicionamento político norteou o processo de escolha da equipe de curadores, que nesta edição conta com a produtora cultural, Loa Campos, com o ator Rodrigo Ferrarini e com o diretor e professor da UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Henrique Saidel. “Tentamos desenhar uma programação que contemplasse, na medida do possível, as diferenças. Costuramos, assim, uma grade com espetáculos em espaços fechados (palco italiano, caixa preta, espaços alternativos) e na rua (praças, terminais de ônibus, orelhões etc.). Uma grade com trabalhos de teatro, teatro musical, dança, cabaré, performance. Uma grade com obras que abordam – cada qual à sua maneira – questões identitárias, sociais, raciais e de gênero, sobre lugares de fala. Uma grade composta por artistas já experientes e por artistas que estão iniciando suas carreiras. Uma grade, portanto, em sintonia com o que tem pulsado na cidade e nos corpos, com a cena que construímos juntos, todos os dias, nesses tempos sombrios e estranhos em que estamos vivendo”, destaca Loa Campos.

Propor a discussão do fazer artístico e dos caminhos que o futuro aponta para as artes cênicas é também um dos propósitos da Mostra que inclui ainda na programação encontros, conversas e debates com o intuito de promover trocas e reflexões entre artistas locais, artistas convidados de outras cidades, críticos, pensadores, criadores, programadores de festivais e público.

“Espero que além de repetir o sucesso de público do ano passado, que a Mostra renda bons frutos para as companhias e artistas. Queremos movimentar Curitiba durante os dias de evento e atrair cada vez mais olhares para a nossa cidade”, conclui Menezes.

Pão com linguiça. Foto: Paulinha Kozlowski

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

Dia 17 (sexta)
(15h) – CONVERSA com Sonia Sobral (SP) – Casa 4 Ventos
(21h) – PRIMAVERA LESTE / Minha Nossa Companhia de Teatro – Guairinha
(23h) – SHOW LADY INCENTIVO E AS CONTRAPARTIDAS/Ave Lola – Sede Ave Lola

Dia 18 (sábado)
(12h) – RADIO ATALAIA / Filhas da Fruta e Catarina – Passeio Público
(19h) – NEBLINA CANIBAL (*Estreia) / Maikon K – companhia brasileira de teatro (21h) – P DE PALHAÇO / Cena Hum – Guairinha
(22h) – FESTA / Breguenaits – Jokers (*pago: R$40 e R$20)

Dia 19 (domingo)
(15h) – CONVERSA (Danielle Avila, Edson Bueno, Michele Rolim e Francisco Mallmann) – Estúdio Delírio
(17h) – CABARET VOLTEI / Selvática Ações Artísticas e O Estábulo de Luxo – Guairinha

Dia 20 (segunda-feira)
(19h) – PROJETO QUEER / Rainha de 2 Cabeças – Mini Guaíra
(21h) – PÃO COM LINGUIÇA / Entretantas Conexões em Dança – Guairinha

Dia 21 (terça-feira)
(19h) BILLIE / Dezoito Zero Um Cia de Teatro – Mini Guaíra
(21h) – LEVANTE / Fernando de Proença e Renata Roel – Guairinha

Dia 22 (quarta-feira)
(12h) – AGORA VOCE OUVIRÁ / Henrique Saidel – Mercado das Flores
(19h) – ENTRE CABOCLOS E BAIANAS / Leo Cruz – Teatro Novelas Curitibanas
(21h) – CABARET DAS DIVINAS DIVAS / Ruído Companhia de Teatro – Guairinha

Dia 23 (quinta-feira)
(12h) – O ESCREVEDOR DE HISTÓRIAS/ Marcel Szymanski – Praça Rui Barbosa
(15h) CONVERSA com Valmir Santos (Crítico do Site Teatro Jornal) – Casa 4 Ventos
(19h) – ENTRE CABOCLOS E BAIANAS / Leo Cruz – Teatro Novelas Curitibanas

Dia 24 (sexta-feira)
(12h) – O ESCREVEDOR DE HISTÓRIAS/ Marcel Szymanski – Praça Rui Barbosa
(19h) – <CORPATROZ.EXE> / Cia Corpa – Teatro Novelas Curitibanas
(21h) – OS PÁLIDOS / CiaSenhas – Sede Cia Senhas

Dia 25 (sábado)
(19h) – <CORPATROZ.EXE> / Cia Corpa – Teatro Novelas Curitibanas
(21h) – OS PÁLIDOS / CiaSenhas – Sede Cia Senhas

Dia 26 (domingo)
(15h) – BALANÇO FINAL – Teatro Novelas Curitibanas
(17) – FESTA DE ENCERRAMENTO – Ornitorrinco

A realização deste projeto é da Pró Cult e conta com o incentivo da Ademilar e do Banco do Brasil, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e apoio da Fundação Cultural de Curitiba.

Obs.: Os ingressos são gratuitos e serão distribuídos uma hora antes dos espetáculos, nos locais das apresentações. Sujeito à lotação dos espaços.

Confira a programação completa:
www.novosrepertorios.com.br
Facebook: @novosrepertorios
http://procultbr.com/

Endereços:
Guairinha (Rua XV de Novembro, 971 – Centro / Telefone: 41 3304 7900).
Mini Guaíra (Rua Amintas de Barros, s/n – Centro / Telefone: 41 3304 7900).
Teatro Novelas Curitibanas (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1.222 – São Francisco / Telefone: 41 3321 3358).
Ave Lola (Av. Mal. Deodoro, 1227 – Centro / Telefone: 41 2112 9924).
CiaSenhas (Rua São Francisco, 35 –  São Francisco / Telefone: 41 3222 0355).
companhia brasileira de teatro (Rua José Bonifácio, 135 – sala 01 – Largo da Ordem / Telefone: 41 3223 7996).
Casa 4 Ventos (Rua da Paz, 51 – Alto da XV / Telefone: 41 3040-3322).
Passeio Público (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, s/n – Centro / Telefone: 41 3350 9940).
Estúdio Delírio (R. Saldanha da Gama, 69 – Centro / Telefone: 41 3016 3769).
Mercado das Flores (Praça Generoso Marques, s/n).
Ornitorrinco (R. Benjamin Constant, 400 – Centro / Telefone: 41 3121 2334).
Jokers (R. São Francisco, 164 – Centro / Telefone: 41 3324 2351).

Neblina Canibal – Foto Amanda Vicentini

LIVRO INFANTIL DESTACA A CONTRIBUIÇÃO INDÍGENA À LÍNGUA PORTUGUESA FALADA NO BRASIL

O lançamento de “Que Pira é Essa?”, com entrada franca, contará com a presença do autor, oficina e preço promocional dos livros.

No dia 26 de agosto, às 10h, no Museu Paranaense, acontece o lançamento do livro infantil “Que Pira é Essa?”, de José Álvaro Carneiro. O evento contará com a presença do autor para autógrafos e oficina de carimbos gigantes, ministrada por Carla Irusta. A entrada é franca e os livros serão vendidos a preço promocional.

Diversos são os termos indígenas que dão nome aos nossos animais, montanhas, rios, cidades… e pessoas! Pirambóia, piracicaba, piracema, pirarucu, Iracema, Inaiê – você sabe o que estas palavras significam? Partindo do vocábulo pira, termo de origem tupi-guarani que significa peixe, o livro infantil “Que Pira é Essa?” convida a conhecer a diversidade dos povos indígenas presentes no Brasil, procurando despertar o interesse pelo tema de forma lúdica.

A partir do encontro da menina Inaiê com um peixe, a obra apresenta informações atuais sobre os povos indígenas do Brasil, com foco na contribuição indígena à língua portuguesa que falamos por aqui. Pira e diversos outros termos estão presentes na nossa língua. O curioso – e triste! – é que muita gente usa essas palavras no dia a dia sem saber o que significam e de onde vieram.

O livro será vendido a preços populares e toda a renda será revertida ao Hospital Pequeno Príncipe. A iniciativa é parte do projeto “Que Pira é Essa?” que, além da publicação, realizou uma série de oficinas com a temática das culturas indígenas, voltadas para os pacientes do internamento da instituição. Viabilizado pela Lei Rouanet, o projeto tem como proponente José Álvaro da Silva Carneiro que é diretor Corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, tendo também longa trajetória como ambientalista, bem como livros publicados com conteúdos voltados principalmente para questões socioambientais.

“O Hospital Pequeno Príncipe atende crianças e adolescentes do Brasil inteiro, incluindo indígenas. Temos um cuidado para que cada um dos nossos pacientes reconheça-se culturalmente durante o período que fica hospitalizado. E o projeto Que Pira É Essa? vem como mais uma ação de identidade para estes pequenos índios, além de estímulo ao reconhecimento e acolhimento da diversidade para as crianças com outras ascendências”, explica o autor e diretor do Complexo Pequeno Príncipe.

Sobre o Hospital Pequeno Príncipe
O Pequeno Príncipe é o maior hospital de alta e média complexidade exclusivamente pediátrico do Brasil. Destina 70% de sua capacidade de atendimento a crianças e adolescentes provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS). A instituição tem 390 leitos, sendo 62 nas quatro UTIs, oito salas cirúrgicas, cerca de 2 mil colaboradores. Por ano, realiza em média 314 mil atendimentos ambulatoriais, 19 mil cirurgias e mais de 24 mil internações. Com cuidado humanizado e integral, garante condições para que 17 mil familiares acompanhem pacientes atendidos via SUS durante a internação.

Sobre o projeto Que Pira é Essa?
Viabilizado pelo Ministério da Cultura por meio da Lei Rouanet, o projeto tem como proponente José Álvaro Carneiro. Os patrocinadores são as empresas Andali Operações Industriais S/A, Nipponflex, Ciapetro, Grupo Comtrafo, Agrícola Horizonte, Metisa, Nórdica, Tratornew S/A, Tintas Vergínia, Aços Continente, Gemu, Grupo Pergoraro e  Ravato.

Serviço:
Lançamento do livro infantil “Que Pira é Essa?”, de José Álvaro Carneiro
Dia 26 de agosto, às 10h.
No Museu Paranaense (R. Kellers, 289 – Alto São Francisco, Curitiba)
Entrada Franca
Que Pira é Essa? – valor dos livros
R$10,00 (preço promocional no lançamento)
R$20,00 (preço normal)
*renda revertida para o Hospital Pequeno Príncipe

Mais informações no Facebook do projeto, aqui

ROBERTA SÁ APRESENTA “DELÍRIO NO CIRCO” PELO SESI MÚSICA

Roberta Sá por Daryan Dornelles

Show do mais recente álbum da cantora reúne canções que marcaram a sua trajetória

Com Ney Matogrosso participando logo de seu primeiro trabalho, em 2004, e com indicações ao Grammy Latino pelo segundo álbum em 2007, Roberta Sá mostrou para que veio já em seus primeiros anos de carreira profissional. No final de 2011, já havia ultrapassado a marca de 200 mil discos vendidos, ganhando prêmios populares e sendo elogiada pela crítica especializada. Em Curitiba, ela traz o show “Delírio no Circo”, sucesso no Brasil e no exterior. A ação do projeto Sesi Música acontece no dia 18 de agosto, no Teatro Sesi Campus da Indústria.

Roberta já subiu ao palco e trabalhou com artistas de peso como Martinho da Vila, Chico Buarque, Alcione, Maria Rita, Lenine, Diogo Nogueira, entre outros. Realizou turnê em Londres, Amsterdã, Paris, Madri, Lisboa, Nova York e Montevidéu. Em novembro, foi indicada novamente ao Grammy Latino pelo DVD “Delírio no Circo”, gravado no Rio de Janeiro, no Circo Voador.

O recente trabalho reúne canções que fazem parte da trajetória da cantora e composições de seu último CD, agora adaptadas para o palco. O show, que tem em seu repertório 20 músicas de diferentes origens, é uma miscelânea que faz parte da construção de Roberta Sá como intérprete. “É uma curadoria de tudo que eu ouvi e gostei entre um projeto e outro. Meu repertório é muito montado a partir dos encontros que acontecem na minha vida e, agora, estou muito feliz de poder lançar e apresentar este trabalho para o público”, conta Roberta.

Entre as músicas que estão no repertório do show, se encontram “Amanhã é sábado” (de Martinho da Vila), “Meu novo Ilê” e “Um passo a frente” (de Moreno Veloso). Além dessas canções, Roberta Sá apresenta também: “Me Erra” (de Adriana Calcanhoto), “Se for pra mentir” (de Cézar Mendes e Arnaldo Antunes), “Covardia” (de Ataulfo Alves e Mário Lago) e a versão de Roberta para “Gostoso Veneno”, um clássico na voz de Alcione.

O show “Delírio no Circo” realizado pelo Sesi Música no dia 18 inicia às 20h e tem ingressos a R$ 40,00 (a inteira) e R$ 20,00 (a meia). As entradas podem ser adquiridas desde já pelo Disk Ingressos: www.diskingressos.com.br

Serviço:
O SESI MÚSICA APRESENTA:
Roberta Sá em Curitiba
Data: 18 de agosto
Hora: às 20h
Local: Teatro Sesi Campus da Indústria
Endereço: Avenida Comendador Franco, 1341 – Jardim Botânico
Valor: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia)
Compra: DiskIngressos | www.diskingressos.com.br
Classificação: Livre
Duração: 60 minutos
Mais informações:
www.sesipr.com.br/cultura/
www.facebook.com/sesiculturapr/
www.diskingressos.com.br/evento/8625/18-08-2018/pr/curitiba/show-sesi-musica-roberta-sa

Confira a página do evento, aqui

SESI CULTURA
Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2017, mais de um milhão de espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 8,4 mil ações culturais realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de uma forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro.

FESTA AGOSTINA CARRARINA

Quermesse com causa nobre!!! Em Curitiba, entrada gratuita!!!

“EITA QUE AS QUERMESSE AINDA NÃO ACABARAM

Essa lindeza chamada Cursinho Capanema nasceu com a proposta de facilitar o acesso da galera da comunidade Vila Torres ao ensino superior. E como as aulas são totalmente gratuitas e os voluntários são, na sua maioria, graduandos (todos bem humildes rs), estamos organizando esta feixta pra levantar fundos pra proporcionar uma melhor experiência pros nossos alunos.

“ain mas vai ter alguma coisa de interessante?”

1º: VAI SER UMA QUERMESSE COM O TEMA DO AGOSTINHO CARRARA NÉ, CALMAÍ
2º: Pra gente sextar bunito, vai ter quentão, gummy e suquinho barateza
3º: pra nois ficar de buxim cheio, bolos e tortas salgadas
4º: vai ter barraca do beijo (uuuuuuuh), uma playlist maravilinda tocando e ainda o povo lindo da reitô e arredores VESTIDO DE AGOSTINHO CARRARA. CÊ QUER MAIS ALGUMA COISA?

Então separa as roupas mais estampadas do seu armário, o sapato mais chamativo e prepara o cabelinho de um jeito espetacular que no dia 24 a gente vai estar te esperando na escadaria da CEUC pra todo mundo sextar no melhor estilo brega taxi driver ♥

local: CEUC – Casa da Estudante Universitária de Curitiba​, Rua General Carneiro, 360, centro de Curitiba
data: 24 de agosto, sexta, das 19:00 às 01:00

Confira a página do evento, aqui

3ª FEIRA DE LIVROS E DISCOS ERVA DOCE DOCERIA BAR

Na próxima sexta-feira, dia 10 de agosto, a partir das 16h, a Erva Doce Doceria Bar promove sua 3ª Feira de Livros e Discos! Com livros e discos a partir de R$3,00. A feira começa às 16h e vai até às 23h30 (ou mais!). A música ao vivo (com a incrível banda A POLTRONA) rola a partir das 20h30. A ENTRADA É GRATUITA!!! E a Erva Doce Doceria Bar fica na rua Paula Gomes, 380, Centro de Curitiba.

Venha curtir com a gente e aproveitar nossos mega descontos!!!

A terceira edição da feira de livros e discos é uma parceria entre a doceria mais charmosa do centro de Curitiba, Loja das Pulgas, Amigo Animal, Cia. Contágio (de teatro), e as marcas: vintage shop for sale, augusta est. chockers e o blogue FATO Agenda.


Livros
Livros de todos os tipos: literatura brasileira, universal, coletâneas, livros técnicos, livros infantis em inglês, revistas e gibis. Livros a partir de R$3,00, pra todo mundo sair carregado de livros da feira!
 

Discos
No acervo, mais de 800 discos de vinil com até 30% em descontos. Três caixas de “3 discos por R$10,00”. Discos de rock, samba, mpb, música erudita, discos compactos.Vale lembrar que a Loja das Pulgas comercializa as doações da Amigo Animal – associação sem fins lucrativos que abriga mais de 1000 cachorros resgatados (em Curitiba e região) e os encaminha vacinados, castrados e desverminados para adoção responsável. Então as vendas das feiras vão contribuir com esse trabalho!
 

Música ao vivo com a banda A Poltrona
Música confirmada na 3ª Feira!!! Uma duo banda surpreendente, A POLTRONA – com Wes Ventura – violão e voz / Abelha Lima – percussão e voz. Apresentação a partir das 20h30.


vintage shop for sale + augusta
A doceria Erva Doce também será palco para um bom garimpo vintage e se você também é gamada em chockers, ecobags e oversized t-shirts, não pode deixar de conhecer a nova coleção da marca, lançada logo após o editorial hotter than ever, disponível na vitrine online: www.instagram.com/vintageshopforsale. A augusta traz o slow pra perto e garantia de 30 dias em todas as peças metalizadas, veja mais em www.instagram.com/augustaest. Peças de R$ 5 a R$50. Chockers a partir de R$10.


Local: Erva Doce Doceria Bar

Uma doceria charmosa no centro boêmio da cidade! Com doces, pizzas, chope artesanal e bebidinhas doces. A doceria tem um teatro dentro ainda, um lugar que vale muito a pena conhecer!

Serviço:
3ª FEIRA DE LIVROS E DISCOS ERVA DOCE DOCERIA BAR
Datas: 10 de agostos, sexta-feira, das 16h às 23h30
Local: Erva Doce, Rua Paula Gomes, 380, São Francisco, Centro de Curitiba
Informações sobre a feira: (41) 99745-5294 / leandro.hammer@gmail.com
Confira a página do evento, aqui

Parceria
Erva Doce Doceria Bar: www.facebook.com/ervadoce.doceriabar/
Loja Das Pulgas: www.facebook.com/lojadaspulgas/
Associação do Amigo Animal: www.amigoanimal.org.br
vintage shop for sale: www.facebook.com/goforsale
augusta est. chockers: www.facebook.com/augustaest
A poltrona: www.facebook.com/pg/aPoltrona
Cia. Contágio: www.facebook.com/contagio6/

UYARA TORRENTE APRESENTA A CAPA DO SEU PRIMEIRO SINGLE

Vocalista da Banda Mais Bonita da Cidade lança trabalho solo em agosto.

Uyara Torrente lança a capa do seu single, “A Temperança”. O primeiro trabalho solo da cantora será lançado no dia 17 de agosto, com direito a clipe fractal com imagens sincronizadas aos instrumentos regionalistas e orientais e também as batidas adubadas e pops que envolvem o som. A arte é do designer Jaime Silveira que buscou mesclar as referências interioranas da infância da cantora, que nasceu em Paranavaí, norte do Paraná, com o experimentalismo de seu novo trabalho.

A canção “A Temperança” é da musicista e coreógrafa, Maria Lala Cy Aché. O processo de composição se realizou através da dança. Conforme o corpo da cantora reagia aos beats apresentados pelo também diretor do projeto, o multi-instrumentista e parceiro de banda, Marano Ailum.  

A pré-produção é do Jean Machado da Tuyo e a produção musical é do Du Gomide, também conhecido pelo seu trabalho na Santa Rima, Karla Pereira, Itaercio Rocha, entre outros artistas. A mixagem e masterização é assinada pelo produtor musical, Buguinha Dub. 

Dia 17 de agosto de agosto o novo trabalho estará disponível em todas as plataformas de streaming e para download gratuito no site da cantora.

SOBRE UYARA
Uyara Torrente nasceu em Paranavaí, norte do Paraná. Aos 17 anos se mudou para Curitiba, onde cursou Artes Cênicas, na Faculdade de Artes do Paraná. Desde de 2005 trabalha com teatro, cinema e música. Há 10 anos está à frente da A Banda Mais Bonita da cidade, circulando pelos principais festivais e eventos do Brasil – Abril Pro Rock, Festival Timbre, Breve Festival, Levada, Psicodália – e de fora:  Vodafone Mexefest Lisboa, Fiesta del Libro y la Cultura, Festival Aquel Abrazo (Montevideu – Uruguai), entre outros. Uyara cantou ao lado da banda em um evento oficial das Olimpíadas 2016 e fizeram turnê por Portugal, Espanha, França, Argentina, Colômbia, Uruguai, Venezuela e Argentina.

SERVIÇO:
Lançamento Single Uyara Torrente
Data: 17 de agosto
Arte capa: Jaime Silveira

EVENTO SOLIDÁRIO “CARA DE UM, FOCINHO DO OUTRO “

O Cara de um, Focinho do outro, ou CUFO, é um projeto de retrato solidário que destina sua renda à castração de animais resgatados e em situação de risco.

O projeto foi criado em 2015 e já teve 3 edições em Curitiba. A quarta edição do projeto acontecerá nos dias 4 e 5 de Agosto, na Asteroide. Além dos ensaios, promovemos um evento gratuito para receber os participantes, com música e alimentação vegetariana, que fica por conta da Veg Veg e Bananika Chips. No sábado, a banda Cidrais se apresenta, e no domingo, tem discotecagem com Casa de Suingue e as gurias da Mulamba fazem um pocket show.

Realização – HAI Studio
Apoio – Asteroide Filmes e Peita
Patrocínio – Cão Véio Curitiba

Serviço:
Cara de um, Focinho do outro #4

Data: 4 e 5 de Agosto de 2018
Horário: 10h – 18h
Local: Asteroide Filmes – Rua Flávio Dallegrave, 2661 – Hugo Lange, Curitiba

Reserve seu horário pelo Sympla, aqui
Confira a página do evento, aqui
Facebook www.facebook.com/caradeum
Instagram www.instagram.com/projetocaradeum/

CONJUNTO CHORO E SERESTA RECEBE OS MÚSICOS MARCELO OLIVEIRA E HUDSON MULLER NO LARGO DA ORDEM

A apresentação, que faz parte do Circuito Cultural Ademilar, é a penúltima do Calendário Anual do Choro, que receberá ao todo mais de 20 convidados especiais

Todo primeiro domingo do mês, o conjunto Choro e Seresta leva para sua já tradicional apresentação no Largo da Ordem um novo convidado especial, e em agosto não seria diferente. Dia 5, a partir das 10h, o clarinetista Marcelo Oliveira e o saxofonista Hudson Muller farão parte da roda de chorões. O evento integra o Calendário Anual de Choro, uma das atrações do Circuito Cultural Ademilar.

Mais conhecido como “chorinho”, o choro é um gênero musical de origem popular que surgiu no século XIX, no Rio de Janeiro. Segundo registros, os conjuntos de choro se reuniam nos quintais cariocas e embalavam a tarde dos moradores. Em terras curitibanas, o gênero ganhou sua identidade e já faz parte do cotidiano, com grupos locais e um rico repertório.

O mais tradicional conjunto da cidade, o Choro e Seresta, toca na Feira do Largo da Ordem há mais de 44 anos, e desta vez se apresenta ao lado do clarinetista Marcelo Oliveira, um dos mais versáteis músicos brasileiros da atualidade, que também é multi-instrumentista, compositor e arranjador. Marcelo iniciou seus estudos musicais aos 14 anos, em Nova Friburgo (RJ), e desde 1992 é clarinetista da Orquestra Sinfônica do Paraná, sendo o primeiro músico do instrumento a integrá-la. Além disso, faz parte do Sopro5 Quinteto, importante conjunto de música instrumental de Curitiba, que este ano apresenta a Temporada 2018, mais uma atração do calendário do Circuito Cultural Ademilar.

Outro convidado especial é o saxofonista Hudson Muller, que desde a infância teve contato com a música e já participou da Banda Marcial Cidade das Crianças de Maravilha. Hudson iniciou seus estudos de saxofone erudito em 2010, assunto no qual se tornou bacharel. Já participou como músico convidado em mais de cinco orquestras e toca em grupos de choro de Curitiba desde 2009.

Conjunto Choro e Seresta
Fundado no início da década de 1970, o Choro e Seresta é um tradicional conjunto de música da cidade que procura promover e democratizar a cultura do choro. Suas apresentações são gratuitas e acontecem na Feira do Largo da Ordem. Até hoje, o grupo já realizou cerca de 2.400 apresentações na Feirinha. Além da popularização do estilo musical, o conjunto busca a valorização da música de Curitiba, reforçando a procura por uma identidade local.

O conjunto está promovendo o Calendário Anual de Choro, que integra a programação do Circuito Cultural Ademilar, uma iniciativa com cerca de 20 projetos culturais em Curitiba viabilizados por meio do Mecenato Municipal.

Calendário Anual de Choro
Clayton Silva, flautista e coordenador-geral do grupo Choro e Seresta, explica que a ideia principal do Calendário Anual de Choro é facilitar o acesso da população ao choro: “Estamos presenteando os curitibanos trazendo convidados especiais e levando interação entre a comunidade e os chorões, por meio de apresentações em palco aberto. Assim, é possível fortalecer o turismo e a cena musical, tanto na Feira quanto na cidade”, explica.

A programação receberá, de outubro de 2017 a agosto deste ano, mais de 20 convidados diferentes. Em setembro, a última apresentação contará com a participação dos músicos Everson Morais e Aquiles Morais.

Serviço
Calendário Anual de Choro
Apresentação:  das 10h às 12h
Local: Feira do Largo da Ordem
Mais informações: conjuntochoroeseresta@gmail.com
(41) 98849-1765 / (41) 99602-0407 (Clayton Silva)
Sites e fanpages:
www.facebook.com/choroeseresta
www.circuitocultural.com.br

 

10ª FEIRA VINIL VIVO / HAPPY FATHER’S DAY

A Feira Vinil Vivo chega na sua décima edição em parceria com a Nova Garagem em uma data especial: o Dia dos Pais!

Além de todo o acervo de discos e lembranças vintage da loja inteira, que vier vai poder conferir expositores de vinil do Paraná, São Paulo e Santa Catarina!

Para passar o dia comprando boa música pro seu pai e provar chopes artesanais e hambúrgueres diferentes!!!

Será na próxima semana, sábado, dia 11 de agosto, das 10:00 às 18:00, na loja Nova Garagem, Rua México, 808, no bairro Bacacheri, em Curitiba.

Nossos patrocinadores, a Loja Das Pulgas, estarão lá expondo seus discos!

Confira a página do evento, aqui

Organização: FEIRA VINIL VIVO

Quem curte disco de vinil (e não se aguenta até a feira) fica o convite para conhecer nossos patrocinadores, a LOJA DAS PULGAS, lá eles tem mais de 800 discos selecionados: rock, mpb, samba, sertanejo, música erudita e várias coletâneas e box. Tem de tudo!!! Venha curtir os discos da LOJA DAS PULGAS!!! Rua Pe Paulo Warkocz, 29, CIC / Orleans, Curitiba. Das 8h às 18h. Sáb. até às 13h. Clique neste link e confira alguns discos cadastrados!!! Na loja eles chegam até 20, 30% em descontos sobre esses preços do mercadolivre.