NOVAS FORMAS DE EDUCAÇÃO E METODOLOGIAS SÃO MAIS EFETIVAS EM UM MUNDO CONECTADO

Sistema Fiep traz palestra sobre Educação 4.0 e EdTechs. Evento é gratuito e acontece em Curitiba no dia 16 de abril

Você já ouviu falar em Educação 4.0? O termo está relacionado com a nova revolução industrial e com as formas de ensinar em uma sociedade globalizada, conectada e que prepara profissionais para a indústria 4.0. “O mundo está mudando e a educação também. Os profissionais da área devem estar preparados e atualizados para lidar com uma geração que tem novas formas de pensar e aprender”, explica Rafael Cury, gerente do Campus da Indústria do Sistema Fiep.

A aliança entre a educação e a tecnologia, trouxe um novo olhar para o ensino e o aprendizado. “Salas de aula tradicionais, onde os alunos ficam enfileirados na maior parte do tempo, não são mais eficazes. A educação no estilo Learning By Doing, ou seja, aprender fazendo, promove algumas soft skills como por exemplo: empatia, criatividade e a autonomia dos estudantes”, explica José Motta Filho, consultor especialista em metodologias ativas de ensino. Para dialogar e compartilhar experiências sobre essa temática, o Sistema Fiep convidou José Motta Filho para conduzir o evento “A Educação 4.0 e as EdTechs Emergentes” realizado pelo programa Café & Gestão, no próximo dia 16 de abril, no Campus da Indústria. Os assuntos principais do evento são: educação disruptiva, inovação, realidade virtual, inteligência artificial, entre outras formas e metodologias ativas de ensino para promover uma educação 4.0.

As novas formas de ensino
EdTechs são tecnologias educacionais e metodologias ativas que incentivam a cultura maker, ou seja, estimulam os alunos a produzirem suas pesquisas, produtos e projetos. Estas novas metodologias podem ser aplicadas em toda a jornada de ensino, desde educação infantil, até o ensino superior. “As tecnologias educacionais são um meio para potencializar estratégias e práticas de ensino de vanguarda. Engloba um grande elenco de equipamentos, aplicativos e portais que podem ser usados em processos educacionais. Dentre essas tecnologias podemos citar: realidade virtual e aumentada, inteligência artificial, drones, gamificação, robótica, impressão 3D e incontáveis aplicativos e ambientes virtuais de aprendizagem”, explica o palestrante.

A entrada é gratuita e interessados podem se inscrever no em www.ielpr.com.br

Serviço:
Café & Gestão: A educação 4.0 e as EdTechs emergentes
Palestrante: José Motta Filho
Data: 16/04
Horário: 8h45 às 11h
Local: Auditório II – Campus da Indústria | Av. Comendador Franco, 1341, Jardim Botânico, Curitiba
Entrada gratuita e inscrições: www.ielpr.com.br

Sobre o palestrante
José Motta Filho é engenheiro Civil pela Universidades Federal do Paraná, especialista em Gestão Escolar pela FAE Business School e especialista em Principles of Technology – Cord International – USA. Tem MBA em Gestão Empresarial – FAE & Baldwin Wallace – USA e é Mestre em Tecnologias Emergentes em Educação na Must University, USA.

Atua como consultor especialista em metodologias ativas de ensino e é Head of EdTech na Beenoculus e Head of Active Learning na Beetools, startups que promovem e utilizam Realidade Virtual, Inteligência Artificial, Big Data, Gamificação e Adaptative Learning na Educação.

SOBRE O SISTEMA FIEP
O Sistema Fiep é composto pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). As instituições trabalham integradas em prol do desenvolvimento industrial. Com linhas de atuação complementares, realizam a interlocução com instâncias do poder público, estimulam o fomento de negócios nacionais e internacionais, a competitividade, a inovação, a tecnologia e a adoção de práticas sustentáveis, e oferecem serviços voltados à segurança e saúde dos trabalhadores, à educação básica de crianças, jovens e adultos, à formação e aperfeiçoamento profissional, à formação de nível superior, além de capacitação executiva. Sistema Fiep: nosso i é de indústria.

fonte

1ª SEMANA DA DIVERSIDADE DE CURITIBA

ISAE Escola de Negócios promove semana da diversidade! 

“Vamos falar sobre diversidade?
Em um evento aberto ao público e gratuito, nós iremos tratar de assuntos fundamentais para o combate da discriminação, preconceitos e exclusão social. De 15 a 17 de abril, você é o nosso convidado para a 1ª Semana da Diversidade de Curitiba.

As vagas são limitadas e o evento será no auditório do ISAE, em Curitiba. Av. Visc. de Guarapuava, 2943, Centro, Curitiba.

Programação:
Dia: 15/04 (segunda-feira) – Trabalho decente e crescimento econômico: as empresas e a diversidade.
Horário: das 18h30 às 21h.
Inscrições neste link

Dia: 16/04 (terça-feira) – Paz e Justiça.
Horário: das 18h30 às 21h. 
Inscrições neste link

Dia: 17/04 (quarta-feira) – Redução das desigualdades.
Horário: das 18h30 às 21h.
Inscrições neste link

fonte: Isae Brasil

IMPOSTO DE RENDA: FAE INICIA ATENDIMENTOS GRATUITOS PARA QUEM NÃO SABE FAZER A DECLARAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

Crédito: imagem do site Pixabay

O projeto Amansando o Leão, que atende gratuitamente a comunidade e auxilia no preenchimento e no envio da declaração do Imposto de Renda, terá 10 encontros, nas cidades de Curitiba, São José dos Pinhais e Araucária.

A Receita Federal já está recebendo as declarações de Imposto de Renda do exercício 2018 e, como em todos os anos, este é um período de muitas dúvidas. Para atender pessoas nessa condição e, principalmente, aquelas que não têm como contratar profissionais especializados, a fae Centro Universitário promove, há mais de 10 anos, o projeto educativo Amansando o Leão. São mutirões gratuitos para tirar dúvidas e, na maioria das vezes, concluir o envio da declaração do IRPF no mesmo dia do atendimento. A primeira ação será no dia 30 de março, no Shopping Água Verde, e será repetida outras nove vezes, em locais diferentes, nas cidades de Curitiba, São José dos Pinhais e Araucária. Todos os horários, datas e locais de atendimento podem ser consultados em www.fae.edu/eventos.

Para ser atendido pelo Amansando o Leão, o declarante deve ter em mãos a cópia da declaração do IRPF do ano anterior e os informes de rendimentos obtidos em 2018. O prazo de entrega da declaração é dia 30 de abril. Os contribuintes que quiserem gravar a sua declaração devem levar um pen drive no dia do atendimento.

Os atendimentos são gratuitos, mas quem desejar poderá contribuir com a doação de 1kg de alimento não perecível, que será encaminhado a uma instituição beneficente parceira da FAE.

Atendimentos gratuitos para declaração do Imposto de Renda:

Shopping Água Verde
Datas: 30 e 31 de março
Horários: das 9h às 19h (dia 30) e das 13h às 19h (dia 31)
Endereço: Av. República Argentina, 1927 – Água Verde

Shopping Ventura
Datas: 6 e 7 de abril
Horários: das 10h às 22h (dia 6) e das 12h às 20h (dia 7)
Endereço: R. Itacolomi, 292, Portão – Curitiba/PR

FAE Centro Universitário – Campus São José dos Pinhais
Data: 6 de abril
Horário: das 9h às 17h
Local: Núcleo de Prática Jurídica da FAE SJP
Endereço: Avenida Rui Barbosa, 9551 – São José dos Pinhais/PR
Agende horário pelo telefone: 0800 727 4001

FAE Centro Universitário – Campus Araucária
Data: 13 de abril
Horário: das 10h às 17h
Endereço: Rua São Vicente de Paulo, 1060 – Araucária/PR
Agende horário pelo telefone: 0800 727 4001

FAE Centro Universitário – Campus Curitiba
Datas: 17 e 24 de abril
Horário: das 9h às 17h
Endereço: Rua 24 de Maio, 135, Centro – Curitiba/PR
Agende horário pelo telefone: 0800 727 4001

Shopping Cidade
Datas: 27 e 28 de abril
Horários: das 10h às 20h (dia 27) e das 14h às 20h (dia 28)
Endereço: Av. Marechal Floriano Peixoto, 4984, Hauer – Curitiba/PR

NA-NU NA GIBITECA DE CURITIBA

Segunda edição do evento do NA-NU na Gibiteca de Curitiba

Programação completa:
14h : Início do evento
16h: Bate-papo com Allan Ledo: Sangrando até Morrer e a obra de Eder S. Rodrigues
17h: Bate-Papo com editores de HQ e poesia: Confirmados: Carlos Panhoca (Revista Pé-de-Cabra), Amanda Barros e Ariel Morais da Cunha (Ursereia), L-Dopa Publicações
18h: Show de LETRASH
19h: Show com Estrela Leminski e Téo Ruiz
20h: Encerramento do evento

Pintura ao vivo com Ganço

Feira de arte e quadrinhos:
(confirmados:)
Revista Pé-de-Cabra
Celina Pacheco
Flavia Scheremetta
Delírios Urbanos
Hasegawa Teixeira Fabiola
Ursereia
Mário de Alencar
João Ferreira
Marcio R. Garcia
Aracne Ambientes Criativos
Lucas Loiola
L-Dopa Publicações
Welington Lima
Amaury Filho
TerraTundra
– Zine Tentáculos Feministas
Ismália Siqueira

Exposições:
Ganço (Pintura)
Flavio Antunes Ramos (Pintura)
Sangrando Até Morrer (Quadrinhos)

Estande do NA-NU:
– Obras da Café Espacial, Ganço, Lucas Fernandes, Carlon Hardt, Cookies & Memories – bolachas artesanais, Editora Estronho além de prints, zines, brindes, livros, quadrinhos, LPs e CDs, novos e usados

Acompanhe para mais novidades:
www.nanu.blog.br/
www.facebook.com/NANUzine/

A Gibiteca fica no Solar do Barão, Rua Presidente Carlos Cavalcanti 533, centro da cidade.
Sábado, 23 de março, das 14:00 às 20:00.

SACOLÃO DOS LIVROS, UM EVENTO PARA APROXIMAR OS LEITORES DA PRODUÇÃO INDEPENDENTE DE CURITIBA

Neste sábado, dia 9 de março, teremos a terceira edição da Sacolão dos Livros – A Trilogia – no pátio da reitoria da UFPR, Rua XV de Novembro, 1299, centro de Curitiba. Das 10h às 17h. O espaço é aberto. A entrada é gratuita! 

“Sabe aquele ditado que diz: Se você quer algo bem feito, faça você mesmo?

Foi pensando como autores independentes e como amantes de livros que quisemos dar um passo adiante na dura jornada de publicação e vendas literárias da nossa cidade (e do nosso país).

Surgiu assim a ideia de criar um evento.

Mas vamos mesmo fazer um evento?
Sinceramente, junto com essa pergunta surgiu ansiedade. Não tínhamos feito nada parecido antes, então como seria arrumar um lugar, público e convidar os autores e artistas? Mas numa época em que o ramo das artes e da educação são constantemente ameaçados, a necessidade de divulgar não apenas livros, mas ideias, foi maior e sabíamos que era possível organizar um evento voltado a esse tema, sim.

Evento, era uma palavra forte, já que acabávamos de sair da Megacon (mais especificamente do Literatiba 2018) quando surgiu a ideia de reunir autores independentes para promover e vender seus materiais. Chamar de feira, seria uma boa ideia, mas novamente nos deparamos com o tamanho das outras “feiras” que haviam na cidade e como era a PRIMEIRA vez que produzíamos algo do tipo, não queríamos que o nome atribuísse uma expectativa tão alta para algo que só começava.

Foi então que esprememos nossos cérebro e vasculhamos sinônimos até chegamos a um termo agradável. Surgia assim o Sacolão dos Livros. É, sabe? como a feira do verdurão que sempre rola nas cidades, por ai. Nossa ideia não era agregar, show, comida ou outras coisas que não fossem exclusivamente o comércio e contato entre os próprios produtores da cidade, com seus leitores.

Ao pesquisar, descobrimos que as pessoas teriam uma facilidade imensa de chegar a um querido lugar dessa cidade, a Reitoria da UFPR (O que não poderia ser mais conveniente até pelo nome, porque, sabia que lá sempre rola um verdurão toda quarta feira? rs). Uma localização central, aberta e de fácil acesso ao público. E no dia 08 de dezembro realizamos o 1º Sacolão dos livros, com uma participação MUITO legal de expositores e público.

Mas afinal o que é o Sacolão dos Livros e pra que serve?
O sacolão dos livros é um pequeno evento/feira iniciado em 2018 com intuito de oferecer aos autores e editoras independentes um espaço para venda de livros e outros materiais relacionados como itens de papelaria, zines, agendas e etc. Centralmente nossa preocupação era que pudéssemos criar um evento de baixo custo e que ocorresse mensalmente, de modo que a venda e a divulgação dos nossos colaboradores fosse constante.

A primeira edição que ocorreu no fim do ano passado foi a primeira empreitada e consideramos um teste. Os expositores presentes continham os mais variados materiais de fantasia, história e até literatura infantil. Muitos também estavam ali com intuito de renovar as prateleiras de casa e a coleção pessoal, revendendo livros, revistas e realizando trocas. Com o sucesso de vendas e um fluxo de público excelente, decidimos continuar com o sacolão ao longo do ano de 2019.

Queremos tanto continuar ajudando e participando que seguiremos com duas edições já no início do ano! Em 23 de fevereiro e 09 de março. Então se você é autor independente ou editora e deseja expor o seu trabalho pode entrar em contato pelo evento do facebook para participar! Se você é apenas um aficionado por literatura e não se importa de comprar livros usados, também temos chamada para sebistas. O evento é aberto ao público e estará montado durante os dias das 10 às 17 horas no Hall de entrada da Reitoria!

Confira a fanpage da Laboralivros no facebook e o link do evento, não deixe de vir!

fonte / texto: Laboralivros

TEXTO SOBRE A VÍDEO INSTALAÇÃO ORGANISMO IN CYBER, MUMA

Por Diogo Woiczack

E que assim seja quando o próximo passo for o abismo. E ao invés da floresta imensa que resiste e resistirá por breve tempo talvez (ou não), veremos a ordem e o progresso dilacerando animais, humanos, terra, tudo. Plantando casas em lugares outros, com suas famílias, carros e celulares, como todas as famílias desse mundo de deus.

No Organismo in Cyber de Arícia Machado, essa cena pode acontecer – caso se consiga parar para olhar o abismo. E acuado, olhar para os índios que despertam como que de um grande porre, cercados por monitores de tubo, antigos. Mas não são indígenas naturais, são pessoas como eu e você pintados de neon. Há essa transposição entre realidades, inclusive temporais. Esse anacronismo e desencaixe entre as peças colaboram para o cenário distópico, retratado principalmente nos corpos.

São quatros filmes em looping projetados em três paredes – o que também sugere um teatro invertido, ou jaula. Cada uma das imagens obedecem, fora uma ou outra dissonância, uma única cena própria, num único plano fixo, como nos primórdios do cinema. As imagens são coloridas e possuem uma luz bem trabalhada, que acentua o brilho do fogo e do neon na noite escura.

No eixo formado pelas paredes laterais, notamos a dicotomia entre o despertar e o desfalecer. O despertar da tribo e o agonizante fim do pajé. Na projeção frontal duas cenas: 1. Um rito onde homens-índios encarnam uma dança em transe, caminhando para o primeiro plano, para o close da câmara, retirando fios de nylon de suas bocas, como tantas tartarugas no facebook. 2. Mulheres-índias e homens-índios estão corpo-a-corpo, deitados uns sobre os outros, como uma orgia filmada no bumerangue do insta, um movimento de vai e vem sem ir nem vir – por isso sem sensualidade, talvez.

Em alguns momentos esses cyber-índios nos encaram de frente, como se pudessem nos ver. Apesar do looping há uma sequência proposta, um ciclo pontuado pelo despertar e pela morte. No meio, o sagrado e o sexo, atravessado pela profusão de imagens que nos cercam, que desafiam a atenção e o entendimento. Uma entropia tão humana quanto a vivência de um mundo capturado em diferentes telas e pixels.

Essas imagem eu vi no abismo de Arícia Machado. Imagens muito bem produzidas pela sociedade mais tecnológica de todos os tempos, mas que retratam um mundo sem esperanças, conectado por redes de todos os tipos, que nos prendem em todas as partes num lento afogar. É como se estivéssemos cercados por toda nossa sucata e dejetos, condenados ao destino daqueles que exterminamos para construir o Brasil do futuro.


Serviço:
Vídeo Instalação ”Organismo In Cyber” no CACC
Data: de 27 de fev até 12 de março, das 10h às 19h
Local: Museu Municipal de Arte (MuMA) – Portão Cultural, Av. Rep. Argentina, 3.432 – Portão, Curitiba
Entrada gratuita!
Confira a página do evento, aqui

AMANHÃ , SÁBADO, TEM ENSAIO DA EX-COLA DE SAMBA UNIDOS DO BOTÃO

foto da página do Helio Leites

Ex-cola de samba Unidos do Botão.

Ensaio geral – sábado, amanhã, às 15hs, no Lilituc, Galeria TUC – Largo da Ordem – Centro de Curitiba.

Desfile – sábado – 23 de fevereiro de 2019, às 12h. Boca Maldita – é do careqa que elas gostam mais. Homenagem ao Musico Carlos Careqa.

Carnavalesco convidado Celso Parubocz. Com Helio Leites, Franco das Camélias, Katia Horn e outras pessoas maravilhosas!  É muita purpurina envolvida.

NESTE SÁBADO ::: BE.CAUSE: CAMPANHA DE AJUDA HUMANITÁRIA

Foto: Brunno Covello

BE.CAUSE é evento de ajuda humanitária: arrecadação de material escolar (aqui em Curitiba, NESTE SÁBADO, 16 de fevereiro ) para crianças refugiadas e captação de recursos para atendimento aos refugiados do Paraná e Roraima. É um projeto de ajuda humanitária criado através da parceria Asteroide, Os Samaritanos e Linyon Global Workers e do apoio da Editora Collaborativa.

O objetivo é a arrecadação de material escolar para crianças refugiadas de várias nacionalidades e também arrecadação de fundos para custear a logística e atendimento dos refugiados que estão chegando no Brasil pela fronteira com a Venezuela.

Para aproximar diversas culturas através da arte, no dia 16 de fevereiro, a sede da Asteroide irá conectar performance, artes visuais, música, gastronomia e bate-papo em um único evento.

Nesta data, todo o material escolar doado será reunido para que na semana seguinte seja realizada a distribuição nas comunidades que o projeto abrange.
Ainda nesta oportunidade, obras de arte serão colocadas a venda e todo o valor arrecadado será revertido para a campanha.

Como posso ajudar?
– Você pode entregar sua doação nos pontos de coleta (informações em andamento);
– Adquirindo uma obra da exposição;
– Comprando um dos pratos vendidos no evento. (Todo valor arrecadado será revertido para a campanha.)
– Divulgando o evento/campanha!
– Sendo voluntário no dia do evento!

Contato pelo whats 41 99581 3018 – Ana Rivelles

Programação do evento:
Programação do evento:

Sábado, 16 de fevereiro de 2019, das 15h às 22h.
15:00 – Abertura da Exposição
Artistas:
Atelier Vinco (instalação)
Bruno Santos (fotografia)
Brunno Covello (fotografia)
Deise Dias (pintura)
Isabelle Mesquita (instalação)
Marlon Anjos (pintura)
Ricardo Durski (litografia)
Tales Costa (desenho arquitetônico)
Vivien Zanlorenzi (pintura)
16:00 – Livro de Esboço, performance musical de Angelo Esmanhotto
17:00 – Pocket Show do Trio Alma Síria
17:30 – Show Acústico com Berthony Pierre (Haiti)
18:30 – Performance Circense com Rivas Sulbaran (Venezuela)
19:00 – Fechamento do evento com Show da Banda Perna Leiga

*Comidinhas por Yasmin Comida Árabe
**Durante todo o evento serão exibidos filmes (longas e curtas) selecionados pela curadoria de Rayat O’Haylle
***A Loja das Pulgas estará comercializando livros e discos a preços especiais.

*Evento Gratuito*

***PERGUNTAS FREQUENTES***

– Para participar é preciso doar em grandes quantidades?
Não! Toda (toda mesmo!) ajuda é bem vinda! Você pode doar uma caneta e seremos igualmente gratos.

– O evento é gratuito?
Sim! Totalmente gratuito e todxs são muito bem vindxs!

– O que é estar refugiado?
Refugiados são pessoas que se encontram fora do seu país devido a fundado temor de perseguição por motivos de raça, religião, nacionalidade, opinião política ou participação em grupos sociais e que não possa ou não queira voltar para casa.
Também são considerados refugiados aqueles que fogem de seu país de origem por causa de conflitos armados, violência generalizada e violação massiva dos direitos humanos.

– Por que ajudar crianças refugiadas e não os crianças brasileiras que tanto precisam?
Entendemos que não há distinção entre brasileiros e não-brasileiros. Todos formamos uma única raça – a raça humana. Acreditamos que a diversidade é uma força quando todos se unem por um mesmo objetivo. Acolher quem está refugiado não se resume a aceitá-los no nosso país, mas compartilhar histórias, culturas, música, gastronomia, arte e visões diferentes de um mesmo mundo.
Aceitar é acolher e acolher é o contrário de marginalizar. Aceitá-los, fala sobre quem somos, e que projetos temos para a nossa sociedade, pois, reafirmamos, não existe o “nós” e o “eles”. Acolher forma laço e não muro, é sinal de força, do que se faz em solidariedade, sentimento, gesto, aquilo que não tem fronteiras e que une corações.

Haiti, Port Au Prince. Foto: Brunno Covello

Serviço:
Be.Cause: Campanha de Ajuda Humanitária
Local: Asteroide, Rua Flávio Dallegrave, 2661, Hugo Lange, Curitiba
Data: Sábado, 16 de fevereiro de 2019, das 15h às 22h.
Entrada gratuita
Confira a página do evento, aqui

PALESTRA APRESENTA SOLUÇÕES PARA O NOVO MERCADO DE MARKETING

O evento “O Novo Marketing: mais disruptivo, mais criativo e mais empreendedor” acontecerá no dia 19 de fevereiro, no Campus da Indústria

O mercado atual de marketing e comunicação exige alta performance, agilidade e inovação. A palestra  “O Novo Marketing: mais disruptivo, mais criativo e mais empreendedor”, de Alceu Cruz, acontecerá no dia 19 de fevereiro, no Campus da Indústria. Nela, Alceu procura desenvolver nos profissionais a habilidade de identificar oportunidade de negócios, avaliar diferentes cenários e atuar de forma integrada nas áreas de comunicação e marketing.

Com início às 08h45 e previsão para se encerrar às 10h30, o evento é gratuito, mas as vagas são limitadas. Inscreva-se aqui.

Sobre o palestrante
Alceu Cruz é palestrante, professor e especialista em marketing e comunicação. Com mais de 15 anos de experiência, Alceu tem MBA em marketing, é especialista em branding, estudou na University of London e fez os cursos Creative Writing (2012) e Cores e Design (2013). Atualmente é mentor criativo na GAUD Branding, desenvolve projetos como Consultor para OSSEANO BrandXperience.

Serviço:
Evento: O Novo Marketing: mais disruptivo, mais criativo e mais empreendedor
Data: 19 de fevereiro de 2019
Horário: 08h45
Local: Auditório I do IEL | Campus da Indústria. Av. Com. Franco, 1341 – Jd. Botânico – Curitiba.
Inscrições: Evento gratuito, vagas limitadas, aqui

SOBRE O SISTEMA FIEP
O Sistema Fiep é composto pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). As instituições trabalham integradas em prol do desenvolvimento industrial. Com linhas de atuação complementares, realizam a interlocução com instâncias do poder público, estimulam o fomento de negócios nacionais e internacionais, a competitividade, a inovação, a tecnologia e a adoção de práticas sustentáveis, e oferecem serviços voltados à segurança e saúde dos trabalhadores, à educação básica de crianças, jovens e adultos, à formação e aperfeiçoamento profissional, à formação de nível superior, além de capacitação executiva. Sistema Fiep: nosso i é de indústria.

COLÔMBIA DE FÉRIAS DA CASA SELVÁTICA

Simone Magalhães

Coletivo curitibano propõe semana de programação com ações artísticas em sua sede localizada no bairro Rebouças

Os artistas da Casa Selvática iniciam o ano promovendo a Colômbia de Férias, uma semana de programação com oficinas, encontros performativos, apresentações, leituras dramáticas e conversas na sede do coletivo localizado no bairro Rebouças, em Curitiba. As ações acontecem entre os dias 27 de janeiro a 3 fevereiro no espaço Cultural Casa Selvática (rua nunes machado, 950).

Com o objetivo de repartir um pouco do modo de fazer cultura, arte, educação e política os artistas do coletivo abrem as portas do sobrado cor de rosa para pessoas de todas as idades numa semana divertida, afetiva e purpurinada.

A programação começa no domingo, 27 de janeiro com o SARAU DA VISIBILIDADE TRANS, uma ação do Instituto Brasileiro Trans de Educação – IBTE em parceria com a Associação Paranaense da Parada da Diversidade – APPAD e Dom da Terra AfroLGBTI.

O artista Itaercio Rocha  (foto) propõe a oficina BORDANDO MEMÓRIAS E CANÇÕES partindo de lembranças, recordações e saudades para bordar canutilhos e miçangas em veludo. Cali Ossani ministra as PRÁTICAS MATINAIS DE KUNDALINI YOGA.

Patricia Cipriano e Stéfano Belo propõem o CLUBE DO DESMONTE para interessados em montaria, desmontar cacarecos, figurinos, roupas, acessórios, ideias, jóias do 1,99 e adereços das mais diversas materialidades.

Simone Magalhães e Victor Hugo apresentam a TARDE PRETA – um espaço de compartilhamento performático e conversas, para que os artistas convidados compartilhem suas compreensões sobre as negritudes e os processos de vida que permeiam seus trabalhos.

Jo Mistinguett e Simone Magalhães dirigem as LEITURAS DRAMÁTICAS dos textos Eu que não sou aí onde estou e A Falta de Novas Receitas em um Bolo de Lata nos fez Permanecer Aqui da autoria de Semy Monastier.

A programação se encerra com a primeira turma de vedetes mirins na COLOMBINA, onde a casa abre espaço para crianças de 5 a 10 anos possam experienciar a coletividade e a criação artística em grupo através de uma programação que envolve teatro, gastronomia e contação de histórias.

As inscrições para oficinas devem ser feitas através do e-mail: colombiadeferias@gmail.com Envie seu nome completo, a ação da qual quer participar e a forma de pagamento escolhida. Os pagamentos podem ser feitos na hora. Aceitamos dinheiro e cartões de débito e crédito.

Mais informações acesse o site www.selvatica.art.br/colombiadeferias

SERVIÇO:
COLÔMBIA DE FÉRIAS DA CASA SELVÁTICA
27 de Janeiro a 3 de Fevereiro no espaço cultural Casa Selvática

APRESENTAÇÕES
A bilheteria abrirá meia hora antes das atrações.
Casa Selvática
Rua Nunes Machado, 950 – Rebouças, Curitiba-PR
Fone: (41) 9 9991-9732

PROGRAMAÇÃO
27 DE JANEIRO (domingo)

15h às 20h – SARAU DA VISIBILIDADE TRANS  
Com Instituto Brasileiro Trans de Educação – IBTE, a Associação Paranaense da Parada da Diversidade – APPAD e Dom da Terra AfroLGBTI.

28 DE JANEIRO (segunda-feira)
14h às 17h – OFICINA DE BORDADO
Com Itaercio Rocha

29 DE JANEIRO (terça-feira)
10h – PRÁTICAS DE KUNDALINI YOGA
Com Cali Ossani
14h às 17h – OFICINA DE BORDADO
Com Itaercio Rocha

30 DE JANEIRO (quarta-feira)
10h – PRÁTICAS DE KUNDALINI YOGA
Com Cali Ossani
14h às 17h – OFICINA DE BORDADO
Com Itaercio Rocha

31 DE JANEIRO (quinta-feira)
18h – CLUBE DO DESMONTE
com Stéfano Belo e Patricia Cipriano

01 DE FEVEREIRO (sexta-feira)
20h – Leitura dramática
“A Falta de Novas Receitas em um Bolo de Lata nos fez Permanecer Aqui”
Texto de Semy Monastier
Direção de Simone Magalhães

02 DE FEVEREIRO (sábado)
15h às 18h – TARDE PRETA
com Simone Magalhães e Victor Hugo
20h – Leitura Dramática
“Eu que não sou aí onde estou”
Texto de Semy Monastier
Direção de Jo Mistinguett

03 DE FEVEREIRO (domingo)
10h às 15h – COLOMBINA
com Patricia Cipriano e Simone Magalhães

Descrição dos eventos

SARAU DA VISIBILIDADE TRANS  
O Instituto Brasileiro Trans de Educação – IBTE, juntamente com a Associação Paranaense da Parada da Diversidade – APPAD e o Dom da Terra AfroLGBTI convida a todos para o sarau trans com apresentações multimídias, documentários; exposições, músicas, dança e performance, discotecagem e microfone aberto para a construção de um manifesto trans.
Dia: 27 de janeiro
Horário: 15h às 22h
Entrada Gratuita

PRÁTICAS MATINAIS DE KUNDALINI YOGA ministradas por Cali Ossani
Convido aquelxs que sentirem o chamado a uma breve imersão na sua infinitude pessoal através da prática da Kundalini Yoga, que tem como símbolo uma serpente enrolada na base da coluna vertebral, possui técnicas dinâmicas, energizantes e objetivas. Entre os benefícios, podemos destacar que ela fortalece, alonga e relaxa a musculatura e todo o metabolismo do corpo. Além disso, auxilia no sistema respiratório, aumenta o nível de vitalidade física e psíquica, estimula a harmonia do sistema nervoso e glandular e propõe um profundo mergulho na meditação, através do uso de mantras.
Dias: 29 e 30 de Janeiro
Horário: 10h às 11h
Investimento: R$ 20 reais/aula

OFICINA – BORDANDO MEMÓRIAS E CANÇÕES com Itaercio Rocha
Bordar com canutilhos e miçangas em veludo, tendo como ponto de partida lembranças, recordações e saudades! Recuperar desenhos da infância e das lembranças de bordados. Criar formas e traçados, a partir de pesquisas em antigos e novos bordados. Bordar cantando. Brincar de cantar e bordar. Brincar de inventar canções e bordados.
Vamos trans bordar!
Missangas, canutilhos, brincadeiras e remelexos!
Vamos bordar nossas fantasias e fantasiar nossos bordados!
O Bordar – Trans Bordar
O bordar vem de longe, de tempos e tempos atrás!
Vem do silêncio e da conversa prazerosa!
Vem do cantarolar sozinho e com os outros!
Bordar vem do lembrar fios de histórias e contas
Bordar é inventar trajetos, tempos e espaços
É enfeitar, colorir, dar brilho em imaginações
É parar o tempo, perder a hora, trans bordar
Bordar é ir, ponto a ponto, construindo eternidades e identidades.
Dias: 28, 29 e 30 de janeiro
Horário: 14h às 17h
Investimento: A partir de R$30

CLUBE DO DESMONTE com Patricia Cipriano e Stéfano Belo
Desmontar cacarecos, figurinos, roupas, acessórios, ideias, jóias bélicas do 1,99 e adereços das mais diversas materialidades, para que juntas vejamos erguer-se do caos visualidades exuberantes e performances desviantes.

Stéfano Belo e Patricia Cipriano montam uma fábrica de sonhos da Casa Selvática e convidam todes interessades na criação em processo, precariedade, balangandan & montaria. Drag kings e drag queens, mulheres, bichas, sapatonas, travestis, NB’s e quem mais se interessar: venham para uma noite de experiência criativa na mais alta montaria drag queer. Junte-se a nós nessa invasão dissidente pelo bairro do Rebouças!
Dia: 31 de janeiro
Horário: 18h às 22h
Investimento: R$15

TARDE PRETA com Simone Magalhães e Victor Hugo
Simone Magalhães e a Casa Selvática tem o prazer de receber na casa rosa mais resistente do Rebouças, a TARDE PRETA – um espaço de compartilhamento performático, conversas e vivências terapêuticas. Pensado para que artistas próximos(as) de nossa convivência na cidade irradiem suas compreensões sobre as negritudes e os processos de vida que permeiam seus trabalhos.
Dia: 02 de fevereiro
Horário: 15h às 18h
Entrada Gratuita

LEITURA DRAMÁTICA – ”Eu que não sou aí onde estou”
Seres purulentos dançantes tentam explicar suas ansiedades.
Texto: Semy Monastier
Direção: Jo Mistinguett
Elenco: Cali Ossani, Daniele Cristyne, Matheus Henrique, Nina Ribas e Victor Hugo
Sonoplastia: Cali Ossani
Produção: Léo Bardo e Ricardo Nolasco
Dia: 02 fevereiro
Horário: 20 horas
Entrada: R$10 reais

COLOMBINA
Por acreditarmos nas mais diversas formas de existência no mundo, este ano inauguramos a primeira turma de Vedetes Mirins dentro da programação da Colômbia de Férias. Chamamos de COLOMBINA o espaço onde as crianças inscritas protagonizarão suas próprias existências e terão a oportunidade de contar e recontar, montar e remontar suas próprias narrativas, mergulhando na coletividade do organismo Casa Selvática e exercitando entre si os novos modos de conhecimento emergidos deste novo grupo de Vedetes!

Acreditamos na esperança que há neste movimento, afinal, o exercício do pensamento crítico aliado à sensibilidade artística e criativa das crianças só pode resultar em inúmeras soluções inventivas para sermos o que quisermos, um motivo a mais para estar aqui, um motivo a mais para exercitar outras coletividades, uma aliança a mais para resistir. Colombina é jovem, é sagaz, é inventiva! Colombina é a vedete do século 21!

* Inscrições para crianças de 5 a 10 anos (10 vagas)
Investimento: R$20 por criança** Cada criança deve trazer uma sugestão de alimento para compartilhar;
*** Fiquem à vontade para usar a criatividade: caso queiram, pode trazer roupas, adereços e objetos!

Programação da Colombina:
10:00 – Recepção
10:15 – Movimento matilha
10:30 – Meu nome é, mas hoje sou… (a construção de outro eu)
11:30 – Almoço coletivo – O almoço será preparado pelas crianças, amparadas por adultos que estarão zelando por todes. Menu a definir.
12:15 – ALMOÇO
12:45 – Organização coletiva
13:15 – Contação de histórias
13:45 – Soluções Fantásticas Para Ser O Que Eu Quiser (pensar e dar vida à essa nova identidade).
15:00  – Matinê da Colombina e O Grande Desfile de Vedetes.
16:00 – Encerramento