BRASEIRO CONVIDA NELSON SARGENTO PARA SHOW EM CURITIBA

O projeto Sesi Música promove ação para amantes do samba e do choro 

O Sesi Música, iniciativa do Sesi Cultura Paraná, promove o show “Braseiro convida Nelson Sargento” no dia 26 de outubro, às 20h horas, no Teatro Campus da Indústria, em Curitiba.

No show “O samba de Nelson Sargento”, o grupo curitibano Braseiro convida o multiartista carioca Nelson Sargento para participar de um encontro inesquecível no qual darão destaque às composições do sambista.

A banda curitibana Braseiro é formada por amantes do Samba e do Choro. A proposta do grupo é defender as composições de sambistas da cena local, sem deixar de lado os compositores consagrados que permeiam as rodas de vários locais do Brasil. Valorizando a identidade da raiz, o grupo formado por Jonas Lopes (cavaquinho e bandolim), Luiz Ivanqui (violão 7 cordas), Otávio Augusto (sopros), Ricardo Salmazo (percussão) e Otto Lenon (percussão), nesta edição conta também com a participação de Roseana Santos (voz) e Luís Rolim (percussão) e tem por intuito buscar a sonoridade do samba mais tradicional, como a dos regionais que fizeram história na música brasileira em outros tempos. Os integrantes são ativos dentro da cena do samba em Curitiba e contribuem com a disseminação do estilo musical, buscando propagar a filosofia do samba, em especial, na capital paranaense.

O carioca Nelson Sargento faz parte da história viva do samba brasileiro, juntamente com Riachão (BA) e Hermínio Bello de Carvalho (RJ), seu Nelson está entre os consagrados sambistas da velha guarda que ainda encontra-se vivo. Além de ser considerado um dos maiores nomes da escola de samba carioca da Mangueira.

Nascido em 1924, Nelson Sargento é um multiartista, atuante até os dias de hoje. Cantor, compositor, escritor, pintor, músico, ator, artista plástico e pesquisador, ele já participou de longas e curtas-metragens, escreveu e lançou dois livros, desenvolve seu trabalho como artista plástico por meio dos conhecimentos adquiridos em seu trabalho de pintor e pedreiro, ofício que exerceu por muitos anos, além de compor e musicar canções que ficaram consagradas nacional e internacionalmente.

Nelson Sargento mudou-se para o morro da Mangueira quando tinha aproximadamente dez anos e, morando lá, conheceu Cartola e Nelson Cavaquinho – que o ensinaram a tocar violão e que, no futuro, seriam seus parceiros de composição. Entrou para a ala de compositores da Mangueira e compôs canções como “Falso Amor Sincero”, “Vai dizer a Ela” (com Carlos Marreta), “Nas Asas da Canção” (com Dona Ivone Lara) entre outros. Sua composição de maior sucesso, “Agoniza Mas Não Morre”, foi gravada por Beth Carvalho e tornou-se um hino de resistência da cultura do samba carioca. Em 2017 teve seu show “Nelson Sargento com Vida” eleito como melhor show nacional por votação popular, segundo o Guia da Folha de São Paulo.

SERVIÇO
SESI MÚSICA APRESENTA:
Braseiro convida Nelson Sargento
Data: 26 de outubro
Horário: 20h
Duração: 60 minutos
Classificação: livre
Valor: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)
Local: Teatro Campus da Indústria
Endereço: Av. Com. Franco, 1341 – Jardim Botânico, Curitiba
Página do evento, aqui

Mais informações:
www.sesipr.com.br/cultura /
www.facebook.com/sesiculturapr

SESI CULTURA – Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2017, mais de um milhão de espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 8,4 mil ações culturais realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de uma forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro.

CIDADE FRIA – HISTÓRIAS DE CURITIBA

Cidade Fria – histórias de Curitiba” é um projeto criado por Christiano Carstensen Neto (baterista, arte educador e ilustrador) e Daniel Gonçalves (vocalista, tatuador e ilustrador). Trata-se de uma compilação impressa de contos, ilustrações e histórias em quadrinhos ambientadas nas ruas de Curitiba.

Os trabalhos retratam personagens e o ambiente urbano da capital paranaense, tendo o underground como principal articulador. Música, violência, injustiça, fúria, loucura, terror, suspense, fantasia e ficção são algumas sugestões de caminhos a serem explorados.

O projeto “Cidade Fria – histórias de Curitiba” será disponibilizado via financiamento coletivo pela plataforma Kickante. A iniciativa não possui fins lucrativos e o propósito é de ampliar a visibilidade de artistas locais, beneficiando a cena independente de forma geral. A maior parte dos exemplares será destinada aos financiadores do projeto e outra parte ao acervo de bibliotecas, centros culturais e demais locais fomentadores da cultura.

Neste link (kickante) você pode colaborar com o projeto  e conferir a apresentação da proposta pelos próprios criadores e as recompensas disponíveis para os financiadores. As colaborações podem ser feitas até o dia 02 de novembro.

Os valores variam entre R$15 e R$1.000,00.  As recompensas para quem colaborar com Cidade Fria: Histórias de Curitiba vão desde festa de lançamento particular com banda, camiseta, poster, tatuagens, adesivos, bottons, e várias outras. Para contribuir, os interessados devem realizar o cadastro na plataforma e escolher o valor de acordo com a recompensa. 

Confiram todos os artistas confirmados:
Fulvio Pacheco, Christiano C.Neto, Danihell Golçalvez, Marcos Vinicius, Fernando Nishijima, Klaus Koti, Marcela Machado, Lucian Araujo, Leonardo Lotowski, Eliederson (Eli), Gege Valentino, Sergio Souza (Servejão), Thomas Emanuel, João Ferreira, Malu Vallentine, Maria Paraguaya, Ulisses Rodrigues, Maxwell Alves, Lucas Ruteski, Wilson Juslayer, Romvlvs, Karina D’Alessandre, Mazi, Tais D’Albuquerque, larissa Lrss, Carlos Panhoca, Thalita Medeiros, Regina Walger, Beer, Luciano Popa, Pedro Alkimista, Gabi Spree, Tiago, Rafael Valore, Israel dali, G lerm Rubini, Zacarias Nepomuceno, Vulcanis (Aranha), Jyudah Ichiban, Ananda Kuhn, Oneide Diedrich, Benett, Glauco Caruso, Giovanni Caruso, Nicole, Joice Mqf, Sisie, Fabio Vermelho, Bruno Marafigo, Marcelo Amado, Matheus Franas (praia podre), Ottavio lourenço, Pedro Furlan, laura Marafante, Lee Khanti, Pietro Luigi, Juanitcha (Mary Jane), Camila Zawadzki, Luiz Pacheco, Alexandre Buhler.

Mais informações:
Facebook: www.facebook.com/cidadefria/
Instagram: @cidadefriacwb

IMPERADOR SEM TETO | LADO A | CAPÍTULO 02: SEMANINHA BOIA-FRIA


Letra: Igor Kierke
Harmonia: Yuri Vieira (NEB)

Arranjo: Gabriel Muller, Atha Yunoki

Imperador Sem Teto

Produção Musical: Gabriel Muller, Atha Yunoki Mix/Master: Atha Yunoki @capitalmonkey

Hoje eu vou trabalhar, se é pra isso que estudei. Se alguém perguntar o que é vida… Não sei bem. Mas eu vou trabalhar pra enriquecer alguém.

LETRA:
*Esta letra foi composta com frases recolhidas dentro dos ônibus públicos de Curitiba.

ah! outra semana, relógio, rotina
guerra com a cama
botina, pernada, esquina:
memo programa.
todo o trajeto as faladera só reclama, mas
fone de ouvido, botão de play e rima insana!
bonde lotado, a distraída é pelo vidro riscado
flagrando a ideia da fala de cada muro pichado
já tá rezado pro dia não ser arrasto
que é complicado viver de correria!
periferia tua verdade é na verdade uma ironia
se eu não dissesse com certeza alguém diria
tua mão-de-obra sempre foi mercadoria só que
barateada por tua morna rebeldia
“bom dia”, “bom dia” – os boia-fria responde
e aquela conversinha de que “não mora, se esconde” “
o microondas no cartão, só 1 + 12”
pai de família, a classe média é cu de bronze!
pose serviçal, destino final é parada central e segue o corre matinal
o frenesi já é normal, burro de cargo passa mal e tal, por que?
porque chefia desse o pau!
moleza, deslizo na destreza, que a vida é uma beleza
e pra quem não tem certeza de nada, nada moleza
desisto da tristeza que a vida é incerteza pra ter que firmeza
danada, dá nada não.
é curioso, não? ninguém enxerga o próprio estado
sujeito é assalariado, estudado e por que?
só pra servir de mão de obra!
se dobra e desdobra do jeitinho que o mercado cobra
eu vejo cada manobra: a educação condicionada
a gurizada ensinada pra ter carteira assinada,
cilada! pesada!
rapaziada é carimbada em um novo lote de gente
e gente pronta a ser mandada!
é um lote, loque
sala de aula é um estoque com único enfoque:
de que tu nunca se toque! mas só que
melhor que nem se revolte
de revolta em revolta, vence o pelotão de choque!
moleza, deslizo na destreza, que a vida é uma beleza
e pra quem não tem certeza de nada, nada moleza
desisto da tristeza que a vida é incerteza pra ter que firmeza
danada, dá nada não.

#kremariarecords #imperadorsemteto #semaninha

Canal: Kremaria Records

Videoclipe produzido por alunos do curso de Cinema e Audiovisual da UNESPAR

FESTIVAL PELA VIDA DAS MULHERES É NESTA SEXTA E SÁBADO

Evento está sendo organizado por movimentos sociais de Curitiba em parceria com movimentos de outras cidades do Brasil.

CURITIBA – Neste fim de semana acontece o Festival Pela Vida das Mulheres, um evento que está sendo organizado nacionalmente por movimentos sociais. Na sexta-feira, 27, a programação começa às 16h, na Boca Maldita, com shows de artistas mulheres, intervenções artísticas, slam, bloca feminista, além de falas e informações sobre direitos sexuais reprodutivos. das pessoas que estiverem por lá. No dia 28, o projeto percussivo Baque Mulher, juntamente com a organização do festival, promovem um bate-papo, yoga e maracatu, dentro da Comunidade Escola no Parolin, a partir das 13h30. Todo o evento está sendo organizado por mulheres. 

As atividades culturais são um convite para que mulheres conheçam melhor o seus direitos. Tanto na praça, como na comunidade escola, haverão psicólogas e advogadas explicando sobre o que fazer nos casos de violência sexual, onde ir e como conseguir o aborto legal, permitido por lei, nos casos de estupro, risco de morte da mãe e fetos anencéfalos. 

As ações integram a chamada da Frente Nacional Pela Legalização do Aborto, feita durante a 3ª Plenária Nacional realizada em agosto, em Brasília. A proposta é que os movimentos sociais se mobilizem no Dia Latino-americano e Caribenho de Luta Pela Descriminalização do Aborto e incluam a data no calendário de lutas pelos direitos das mulheres. São Paulo, Recife, Rio de Janeiro, Florianópolis e demais cidades do Brasil terão atividades nestas datas. 

PROGRAMAÇÃO
::::27 de setembro | BOCA MALDITA:::::
16h00 – Discotecagem com Dani Black
16h20 – Show Amanda Lyra
17h00 – Show Horrorosas Desprezíveis 
17h40 – Show Maria Isabel Corrêa 
18h00 – Teatro com Gabriela Grigolom Silva
18h30 – Poesia Falada com Slam das Gurias Cwb
18h45 – Show Day Paixão
19h30 – Bloca Ela Pode, Ela Vai
20h20 – Bicicletada – Saia de bici
+ intervenções artísticas.

::::28 de setembro | CONVERSA DE COMADRE | PAROLIN::::
13:30 – Acolhimento
14:00 – Documentário ‘Tentei’, Laís Melo
14:30 – Rodas de Conversa sobre Saúde da Mulher e Violência Doméstica
16:00 – Yoga
16:20 – Maracatu com Grupo Baque Mulher
+ Atividades para crianças.

SERVIÇO
FESTIVAL PELA VIDA DAS MULHERES
Data: 27 de setembro, sexta
Hora: 16h às 20h30
Local: Boca Maldita, centro de Curitiba
Evento gratuito.
Página do evento, aqui

BAQUE MULHER PROMOVE CONVERSA COMADRE
Data: 28 de setembro, sábado.
Hora: 13h30 às 17h.
Local: Escola Municipal Professora Nansyr Cecato Cavichiolo – Rua Francisco Parolin, 930, Curitiba.
Evento gratuito.
Página do evento, aqui

Fonte: Cliteriosa Comunicação

COM FESTA-SHOW NO ORNITORRINCO, ROSEANE SANTOS BRINDA SEU PRIMEIRO ÁLBUM

A cantora se apresenta no bar Ornitorrinco (Benjamin Constant, 400, Centro de Curitiba) sexta 27 de setembro, acompanhada do Bailinho Perdido, com repertório variado e muitas surpresas; festa marca o final da campanha de financiamento coletivo de Fronteiriça, em fase de finalização.

Quem é fã de música brasileira tem um convite duplo para este final de setembro: na próxima sexta-feira, a cantora Roseane Santos comanda o baile no palco do Ornitorrinco e ainda chama amigxs, admiradoras e admiradores para colaborarem na reta final da campanha de financiamento do seu álbum Fronteiriça, que se encerra na próxima segunda-feira, dia 30. 

Reta final >
O disco reúne 10 canções, dentre textos escritos pela própria artista e parcerias com amigas e amigos artistas da música, teatro, literatura e dança (como Luciano Faccini, Leonarda Glück, Ary Giordani, Francisco Mallmann, Bia Figueiredo e Ana Modesto). A banda tem André Garcia no violão, guitarra e arranjos-base, Gabriela Bruel na percussão, Daniel D’Alessandro na bateria, Victoria Vilandez no contrabaixo e Luciano Faccini no clarinete, violão, efeitos, ambientações, direção artística — ao lado da própria Rose — e produção musical em parceria com Leonardo Gumiero, além de várias participações especiais. Quem assina a arte é Thalita Sejanes e a produção executiva é de Moira Albuquerque. 

Com apoio do Colégio Medianeira em suas fases iniciais, o projeto encerra na próxima segunda-feira (30) a campanha de financiamento coletivo para contemplar despesas finais de mixagem, masterização, lançamento e remuneração da equipe (12 profissionais, entre músicos, designer e produtores). 

Ainda dá tempo!
As contribuições partem de R$ 15 e oferecem diversas recompensas, como ingressos para shows de FRONTEIRIÇA, download de faixas exclusivas antes do lançamento oficial e convites para o evento de audição das músicas com toda a equipe. 

> confira a página da campanha do Benfeitoria www.benfeitoria.com/fronteiricaroseanesantos 

> saiba mais sobre a música de Roseane Santos: 
www.soundcloud.com/roseane-santos/ 

O baile da Rose >
Na festa de sexta, Rose estará à frente do Bailinho, com Kelvin de Souza, Luciano Faccini, Acácio Guedes, Daniel D’Alessandro, Gabriela Bruel e Má Ribeiro, além da convidada mais que especial, Victoria Vilandez. Uia! No repertório, canções autorais – mas o material do disco fica para o lançamento  –, muito Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga, João do Vale, Chico César, Gilberto Gil, Efigênia Rolim e ainda um monte de surpresas. Compareça! O baile começa a partir das 20h. 

Serviço: 
Roseane Santos + Bailinho Perdido no Ornitorrinco!
Sexta-feira, 27 de setembro 
Das 20h às 00h
Ornitorrinco Bar > Rua Benjamin Constant, 400, Centro 
Entrada > R$ 10 
Página do evento, aqui

LIBÉLULA FESTIVAL, A MELHOR OPÇÃO PARA A VIRADA DO ANO

Evento será em uma área de preservação ecológica na Serra do Mar, entre Paraná e Santa Catarina.

Do mesmo criador do Psicodália, chega à Região Metropolitana de Curitiba o Festival Libélula, uma imersão de seis dias em meio a mata atlântica com música, intervenções artísticas, peças de teatro, oficinas, recreação infantil e muito mais. Tudo isso na virada do ano, entre os dias 27 de dezembro e 1º de janeiro, na Reserva Ecológica Terraiz Castelhanos, uma chácara na Colônia Castelhanos, em São José dos Pinhais. As vendas dos ingressos começam dia 7 de outubro no site e quiosques do Disk Ingressos. O primeiro lote será R$200, e quem comprar nos dois primeiros dias de venda ganha um mimo. 

A ideia do Libélula é propor um espaço de trocas e evolução conjunta. A escolha de uma chácara no meio da serra do mar, em uma área de preservação foi proposital. “A imersão em uma natureza quase virgem nos coloca em uma reflexão imediata sobre o mundo, os excessos que cometemos na cidade e como podemos agir pra diminuir o impacto do consumismo no meio ambiente”, Alexandre Osiecki, que esteve na direção de 22 edições do Psicodália, o maior festival independente do país. 

Cerca de 20 bandas autorais devem se apresentar nos palcos do festival que também incentiva artistas independentes a levarem seus instrumentos e apresentarem ao público seu som no formato desplugado. Esta primeira edição não terá inscrições para atrações musicais, a seleção será mais local e voltada para bandas locais engajadas. Quem deseja ministrar uma oficina ou apresentar sua peça deve ficar ligada nas inscrições que começam dia 14 de outubro. 

O festival acolherá menos de ⅙ da quantidade de pessoas que o Psicodália recebia. Segundo o idealizador de ambos os festivais, há algum tempo as pessoas vinham relembrar o tempo em que o Psicodália era menor e pediam algo em um formato mais reduzido. 

ESTRUTURA
A Reserva Ecológica Terraiz Castelhanos possui estrutura para camping, rios de pedra e de argila medicinal, cachoeiras, trilhas e belas paisagens da Serra do Mar. Há 81 km de Curitiba, a chácara fica localizada em uma área de preservação ambiental. Os proprietários da área são produtores de alimentos orgânicos e as verduras, legumes e frutas retiradas da agrofloresta serão alguns dos ingredientes das refeições oferecidas pelo festival e também estarão à venda para o público. 

O Libélula Festival terá três palcos, sendo um deles livre. Osiecki explica que é preciso abrir espaço para artistas de rua, pessoas que tem sido repreendidas constantemente por apenas apresentarem seu som em espaços públicos. 

QUEM É O XANDE?
Alexandre trabalha a 25 anos com música e desde 2001 produz e dirige o Festival Psicodália, maior festival independente do Brasil. 

SERVIÇO
Libélula Festival
Data: 27 de dezembro a 1º de janeiro. 
Local: Reserva Ecológica Terraiz Castelhanos – São José dos Pinhais. 
Ingressos: à venda a partir do dia 7 de outubro. 
Mais informações no site: www.libelulafestival.com.br
Fanpage, aqui

Arte de Diego Perin
Fotos de Thais Penteado.
Fonte: Cliteriosa Comunicação

TRIBUTO AO LINOS BAR – 39 ANOS DE LINOS BAR

Dia 07 e 08 de setembro:
Tributo ao Lino e comemoração de 39 anos de Lino’s Bar! Em Curitiba, no Rua Linos Rock Bar, Paula Prevedello Gusso, 154 – Barreirinha / Boa Vista, Curitiba 

Dia 07 – Sábado 
Wi Fi Kills 
Ska The Man 

Dia 08 – Domingo 
Dichavaizer (SP)
Grimpha 
B.O.D.E 

Os shows serão gravados em áudio e vídeo para futuro lançamento!
Início 18h
Apareçammmmmmmm

fonte: Lino’s Bar / Cartaz by Klaus Koti

DOC “FINA CAMADA DE GELO”

Com direção de Vinicius Ferreira, a produção é um recorte sobre a cena musical autoral da capital paranaense e faz parte de um projeto maior e homônimo, cujo lançamento ocorreu em outubro de 2017, com o livro de Eduardo Mercer, “Uma Fina Camada de Gelo: O Rock Autoral e a Alma Arredia de Curitiba“.

 Fina camada de gelo from rock curitiba on Vimeo.

Ficha técnica:
Direção e produção – vinicius ferreira
Direção de fotografia – vinicius gennaro
Produção executiva – fabiano neves
Roteiro – manoel de souza neto
Artes gráficas – castro pizzano
Videografismo – vinicius brandão
Montagem – vinicius ferreira/matheus dutra acervomusin/orlando azevedo
Câmera – danilo custódio/matheus dutra/vinicius gennaro/vinicius ferreira
Colorista – thiado maceno
Drone – leonardo salomão
Suporte – isabela lanave/walter thons/matheus dutra
Som – luigi castel/lucas maffini/guilherme hahn
Desenho de som – eduardo alves
Pesquisa de trilha sonora – manoel de souza neto/digão duarte/vinicius ferreira
Assessoria de imprensa – de inverno comunicação/adriane perin
Mídias sociais – de inverno/marcos paulo anubis
Distribuição – etno filmes
Apoio – anotherother/mangle music/musin/casatreze studio/soy latino bar
Aagradecimentos – a todos que fazem parte dessa história
Elenco – helinho pimentel/paulo teixeira/eduardo mercer/fernando tupan
rodrigo del rei/margot brasil/marcel felipe prestes/guto dias
jr ferreira/fábio elias/adriane perin/wallace barreto
fabiano neves/victor frança/daniel azulai
manoel de souza neto/eduardo pizzato/bernardo bravo
rayssa fayet/estrela leminski/téo ruiz/léo fressato

SHOW DO POLAROID TRANSPORTA VOCÊ DE VOLTA AOS ANOS 90

O grupo curitibano Polaroid, formado por músicos e cantores paranaenses, apresenta o show “Disquete de Memórias: anos 90”, na sexta (23 de agosto), às 21h00, no Teatro Ebanx Regina Vogue show, em Curitiba.

Em única apresentação, Polaroid traz um espetáculo divertido, com muito humor e cheio de momentos nostálgicos e emocionantes. A apresentação é repleta de grandes hits, coreografias icônicas, e toda a alegria e animação características da década de 90.

A direção geral é de Maurício Vogue, direção musical de Gilson Fukushima e direção executiva de Leonardo Tanaka e Renata Furtado. 

Confira a página do evento, aqui

PROGRAMA CURITIBANEANDO COM DANIEL D’ALESSANDRO E FRANCO DAS CAMÉLIAS

Ouça aqui o programa Curitibaneando (da  Radio Cultura de Curitiba) com Daniel D’Alessandro e Franco das Camélias. Gravado dia 01 de agosto de 2019. Apresentação: Barbara Kirchner

“Dentre as canções escolhidas estão algumas do disco Ao Vivo no Ampli do Infinito e, especialmente, parcerias do Franco com o Luís Vaz de Camões. Em uma conversa sensacional, ele nos conta como nasceram algumas músicas a partir de Os Lusíadas em um impulso do amigo Gabriel Dória Rachwal.

Abraços especiais para Os Monges da Lapa nas figuras de Leandro Hammerschmidt e ao Evilásio Hammerschmidt, à tudo o que acontece através da FAP e, também, àqueles que apareceram nas memórias do nosso encontro: Roseane Santos, André Carvalho e sua guitarra, Thai Borges, Cacau e os Farrapos e à turma do Ireno no Kelvin de Souza e Matheus Mantovani.”

Ouça https://francodascamelias.wordpress.com

Uma hora inteirinha com os compositores que têm raízes na capital dos pinheirais só na Rádio Cultura de Curitiba, a mais livre de todas!

Sintonize a AM930 ou ouça de qualquer lugar do planeta no
www.cultura930.com.br/curitibaneando

#curitibaneando #cultura930 #FATOagendaCultural