PARANAMBUCO REALIZA PRIMEIRA MINITEMPORADA DO PROJETO ORUN AYÊ ESTA SEMANA, NO PORTÃO CULTURAL

Paranambuco. Crédito HAI studio

Grupo desenvolve série de oficinas e shows gratuitos em Curitiba para fortalecer a identidade cultural brasileira por meio da música

A partir deste mês, o projeto Paranambuco apresenta: Orun Ayê desenvolve uma série de ações com entrada gratuita para aproximar o público curitibano de ritmos tradicionais brasileiros. Serão promovidas três oficinas seguidas de pocket shows, além de seis shows do Paranambuco com participações especiais. A primeira minitemporada acontece esta semana, entre sexta-feira e domingo (dias 23, 24 e 25), no Auditório Antônio Carlos Kraide, no Portão Cultural.

Criado em 2010, o Paranambuco é formado pelo pernambucano Matheus Braga, a paranaense Jô Nunes, o paranaense Bruno Klammer, o mineiro Fred Pedrosa e o catarinense José Navarro. O trabalho autoral surgiu a partir do estudo da musicalidade tradicional brasileira, sendo parte dele dedicada aos Orixás cultuados na Umbanda.

“Toda manifestação cultural tem o objetivo de fazer permanecer uma história. Então, ao reunir e apresentar diferentes regionalidades, nossa intenção é fortalecer a identidade do Brasil. Por meio de ritmos brincantes e da interação com a plateia, queremos propor que a diversidade do nosso país seja valorizada”, conta Matheus. 

Programação:
A primeira minitemporada começa nesta sexta (23), às 14h, com a oficina Brincando Coco e um pocket show. Os participantes terão contato com a história do coco, além de aprender a tocar alguns instrumentos e fazer uma roda de dança. Com duração de 1h30, a oficina é aberta a públicos de todas as idades e não requer inscrição prévia.

No dia 24, o show ocorre às 20h; e, no dia 25, às 19h. O grupo traz o repertório do álbum Orun Ayê, com ritmos como baião, coco, samba, maracatu e xote, além de ijexá, toruá, barravento, puxada de rede e jongo. As apresentações também terão a presença do rabequeiro e percussionista Carlos Ferraz, uma das principais referências da cultura popular e da capoeira angola em Curitiba.

Carlos já integrou o grupo Mundaréu e atuou no espetáculo Rosa Armorial. O artista fez turnês pela Europa com o grupo Forró de Rabeca e fundou a Orquestra de Berimbaus, do grupo Capoeira Angola Resistência e Arte. Também criou o primeiro Festival de Forró de Curitiba e executou o trabalho autoral Carlinhos Ferraz e Forró de Rabeca.

Serviço: 
Paranambuco apresenta: Orun Ayê | 1ª minitemporada

23/2, sexta-feira
14h: Oficina “Brincando Coco” + pocket show

// 24/2, sábado
20h: Show Paranambuco – part. Carlos Ferraz

// 25/2, domingo
19h: Show Paranambuco – part. Carlos Ferraz

// Local: Auditório Antônio Carlos Kraide, no Portão Cultural 
// Endereço: Avenida República Argentina, 3.430 , Portão, Curitiba
// Entrada: gratuita, para públicos de todas as idades

UNDERGROUND ILUSTRADO: A ARTE VISUAL DA CENA MUSICAL CURITIBANA

Underground Ilustrado: A Arte Visual Da Cena Musical Curitibana. Entrada gratuita. Na Gibiteca de Curitiba,  de 9 de fevereiro.

“Uma das funções da arte é trazer novas perspectivas de uma dada realidade. Dito isso, não é raro nos depararmos com artistas se reinventando, explorando diferentes linguagens, problematizando realidades. A exposição “Underground Ilustrado: a arte visual da cena musical curitibana” representa uma partícula desta busca do artista pela reinvenção. Estabelecendo um diálogo entre notas e traços e tendo como foco o universo punk e metal, evidencia-se novas e pitorescas cenas do underground curitibano. Underground este, que com uma lógica própria e uma estética peculiar, fundamenta o principal objetivo desta exposição, trazer à tona um olhar acerca desta realidade tão ruidosa quanto pictórica, independentemente da linguagem.

Lucas Ruteski

ABERTURA:
Dia: 09 de Fevereiro. As 19 horas. Na Gibiteca de Curitiba.
Com show das bandas Repelentes e Rabo de Galo. (o show inicia pontualmente 20 horas).
Local:

…em cartaz até 30 de março de 2018.

Reunimos vários artistas da cidade de Curitiba, que apresentam um estilo completamente diferente, tanto musical quanto ilustrativo.
Será exposto cartazes, capas de álbuns, fanzines, pinturas, ilustrações e esculturas, de pessoas que participam do underground, principalmente com a música, mas que tem na arte visual mais uma forma de contribuir com a cena alternativa da cidade.
Vamos homenagear também o grande amigo e artista Magoo, que muito contribuiu e ajudou bandas, eventos e artistas da cidade.
VAMO AI…

Curadoria:
Christiano C. Neto e Daniel Gonçalves

APOIO:
WAY BEER
LADO B BAR
GIBITECA DE CURITIBA

Confira a página do evento, aqui

PROGRAMA CURITIBA DÁ SAMBA ESTREIA NOVA TEMPORADA

Lucas Cabaña / foto: Carla Cabaña

Apresentado todo domingo, às 14h, na Rádio Cultura de Curitiba, o programa anuncia novo momento durante o carnaval

A primeira temporada do programa Curitiba Dá Samba foi uma das grandes surpresas para o cenário musical da cidade. Com 21 programas exibidos entre 2017 e 2018, na Rádio Cultura de Curitiba, nesta semana, o apresentador, jornalista, produtor e movimentador cultural, Lucas Cabaña, realiza a estreia da nova temporada do seu projeto, neste domingo (04), a partir das 14h.

“O Curitiba dá Samba é um projeto que teve início em 2011, enquanto eu cursava a faculdade de jornalismo. No ano seguinte, realizamos um documentário como projeto de conclusão de curso que será lançado online ainda neste semestre. E em 2012, o projeto se tornou coluna na extinta revista O Rato. E desde 2017, firmamos esta parceria com a Rádio Cultura que deu muito samba”, explica Cabaña.

O Curitiba Dá Samba lançou ao longo da primeira temporada, com exclusividade, diversos artistas da cidade que até então, não tinham espaço para apresentar seus trabalhos no cenário musical. Além de ter realizado o intercâmbio de produções musicais de diversas regiões do país com entrevistas, dicas e diversas curiosidades sobre o samba.

“Em Curitiba temos muitos compositores, arranjadores, histórias, e diversas contribuições na história do samba. Mas, no programa a música é o nosso grande abre-alas. Ter feito o lançamento de grupos como o Tô Que Tô e Pagode Pra Valer, mostrar o samba produzido em outras regiões do país, entrevistar o novo cenário, rememorar os clássicos, receber os amigos, e democratizar as possibilidades que advém do samba, é um badauê que vai muito além na segunda temporada”, revela.

Léo Fé, Edimar do Salgueiro, Alcione, Jô Nunes, Maytê Corrêa, Luedji Luna, Anastácia Monteiro, Barbara Murden, entre outros, foram algumas das personalidades que marcaram presença na primeira temporada. “Das novidades, vamos ter novos quadros com muita interação online com o público durante a gravação. Em todos os programas vamos ter convidados ao vivo, diversos sorteios, e claro, muitas outras surpresas que vamos revelar ao longo das edições”.

A Rádio Cultura de Curitiba foi fundada em junho de 1954, onde a sua concessão foi assinada pelo então Presidente da República, Getúlio Vargas. Sob nova administração desde 2017, uma nova gestão está sendo implantada, com novos olhares para a programação, e resgate da essência, originalidade, com muita cultura e informação.

Além do Curitiba Dá Samba, atualmente a emissora conta com 10 programas: Cultura Caipira, com Oswaldo Rios; Beltramondo com o coletivo La Casa Beltramin; MPB.COM DAIO com Daio Baroni; Flamenco em Convera, com Gabriel Dela Lata; Fun Funk Statio, com Rodrigo Genaro e Flavio Jacobsen; Nossa Cultura, com Mariane Antunes; Jamaica Stylee com Marcio Tadeu; Conexão SP, com Elisia Munareto e Mastercul, com Regis Cardoso.

A segunda temporada do Curitiba Dá Samba estreia neste domingo, às 14h, por Lucas Cabaña e com produção de Mariane Antunes, na Rádio Cultura de Curitiba 930 KHZ ou pelo http://portalradiocultura.com.br/curitiba-da-samba/

BANGUÊ #12 // ANIVERSÁRIO DE 2 ANOS // DOMINGO, 21/01

BANGUÊ ##
RITMO, POESIA & CONSCIÊNCIA

A Banguê vai completar oficialmente 2 ANOS! Essa edição especial é pra comemorar junto com nossos parceiros essa caminhada. Com informação e diversão, reunindo os cinco elementos MC, DJ, Dança, Graffiti e Conhecimento.

“A mudança começa em cada um de nós até se tornar coletiva”

R$5 até 16h30 lista mural
R$15 normal // R$10 lista mural
Evento para maiores de 18 anos

>> NO LOCAL
Mostra de Dança
Graffiti (Live Painting)
Exposições de arte
Bazar e rango

>> OPEN MIC
Open Beat // TRAGA SUA TRACK
Acapella & Poesia // TRAGA SUA LETRA

>> POCKETS
Bface
Castanha
Poesia163

>> DJs
BAB5, Bface & Numa convidam Uhuru Selector

>> MESTRES DE CERIMÔNIA
Numa & Vinici

>> ARRECADAÇÃO SOLIDÁRIA
Vamos arrecadar artigos para bebês. EM MEMÓRIA DA NOSSA PARCEIRA LUANA MEDEIROS!

>> SORTEIOS
Quem contribuir com doações concorre a uma tatuagem.

LOCAL:
Basement Cultural
Benvindo Valente, 260 – São Francisco, Curitiba
(Próximo à pista do Gaúcho)
DATA: Domingo, 21 de janeiro, das 16:00 às 23:00.

REALIZAÇÃO: Banguê
APOIO: AHHEMP, Um Baile Bom e FATO Agenda

Confira a página do evento, aqui

JANINE MATHIAS REALIZA “FOLIA DA NEGA” NO QUINTAL DA MARIA NESTE SÁBADO

A cantora e compositora apresenta edição carnavalesca de sua tradicional roda de samba

Conhecida por apresentar a tradicional roda “Samba da Nega” em diversos espaços culturais da cidade, neste sábado (20) a cantora e compositora, Janine Mathias realiza a edição carnavalesca do seu projeto. A “Folia da Nega” acontece a partir das 17h, no Quintal da Maria, com a presença dos músicos, Gustavo Moro, Dualan Lima, Sergio Pires e Arthur Cipriani. E ainda haverá a presença do professor de dança, Ronald Pinheiro.

A primeira edição da “Folia da Nega” aconteceu em 2016, e desde então, Janine Mathias apresenta o formato especial durante o pré-carnaval e ao longo do mês de fevereiro. Derivado do “Samba da Nega”, projeto idealizado pela própria cantora, há três anos, do samba de terreiro ao partido alto, o grande diferencial de sua folia e a exaltação aos sambas enredos consagrados e marchinhas.

Em mais de 100 edições, o Samba da Nega já foi visto por aproximadamente 20 mil pessoas. Desde 2015, a batucada fidelizou seu próprio público que está presente em todas as edições. Janine Mathias exalta o samba ao que ela denomina ser a verdadeira voz musical da cultura brasileira. Dá herança percussiva das batucadas, dos sambas memoráveis, ao novo repertório bamba da música brasileira.

Recentemente a cantora lançou seu novo single, “Pérola Negra” música produzida por Dia e Renato Taimes e disponibilizado nas principais plataformas de streaming. Ainda neste semestre, Janine Mathias vai lançar o seu novo disco intitulado “Dendê” com produção e direção musical de Eduardo Brechó.

SERVIÇO:
Folia da Nega com Janine Mathias
Quando: Sábado (20/01)
Local: Quintal da Maria
Endereço: Av. Jaime Reis, 366, São Francisco, Curitiba
Entrada: R$15

NA-NU: ARTE, CULTURAL E ENTRETENIMENTO

Nossos parceiros, o site Na-nu, chegaram a 3 mil curtidas em sua fanpage! Estão de parabéns!!! Temos orgulho dessa parceria!!!

O trabalho deles é incrível!!! Divulgam artistas independentes, fazem apreciação de discos e livros, cobrem festivais e trazem uma agenda cultural de Curitiba!!! Entre outras coisas!!! Além disso, o Na-nu tem um acervo de quadrinhos e publicações digitalizadas – com muita coisa interessante!!!

Conheça o trabalho do Na-nu, vale muito a pena!!!
http://nanu.blog.br

BOQUEIRÃO CULTURAL 4 – EDIÇÃO DE VERÃO 27/01/18

Em Curitiba. Entrada gratuita!!!

“E vem aí a edição 4 do Boqueirão Cultural, edição de verão!

Com muita alegria mais uma vez vamos ocupar a nossa belíssima praça Menonitas, dia 27 de Janeiro de 2018 com três bandas quentes:

Pão de Hamburguer
Fourface-oficial
Abraskadabra

E pra a gente ter música o tempo todo, teremos também os Dj´s Tone RMS e PedroPe

Nossa ação social dessa edição, será uma coleta de utensílios básicos para ajudar a Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba, entramos em contato com eles, e os itens que mais fazem falta são:

Rações
Produtos de Limpeza
Balde
Vassoura
Jornais
Papelão
Cobertores
Casinhas
Rodo
Potes (água e ração)

Contamos com ajuda de todos, queremos muito ver aquela força de vontade e disposição em ajudar a causa, como foram nas edições passadas, esse evento é nosso, de todo mundo, e nós podemos fazer a diferença.

Local: Praça dos Menonitas, Rua Paulo Setúbal – Boqueirão, Curitiba
Data:
Sábado, 27 de janeiro, das 13:00 às 19:00

Confira  a página do evento, aqui

UNDERGROUND ILUSTRADO: A ARTE VISUAL DA CENA MUSICAL CURITIBANA


Em Curitiba. Entrada gratuita!

“Uma das funções da arte é trazer novas perspectivas de uma dada realidade. Dito isso, não é raro nos depararmos com artistas se reinventando, explorando diferentes linguagens, problematizando realidades. A exposição “Underground Ilustrado: a arte visual da cena musical curitibana” representa uma partícula desta busca do artista pela reinvenção. Estabelecendo um diálogo entre notas e traços e tendo como foco o universo punk e metal, evidencia-se novas e pitorescas cenas do underground curitibano. Underground este, que com uma lógica própria e uma estética peculiar, fundamenta o principal objetivo desta exposição, trazer à tona um olhar acerca desta realidade tão ruidosa quanto pictórica, independentemente da linguagem.

Lucas Ruteski

ABERTURA:
Dia: 09 de Fevereiro. As 19 horas. Na Gibiteca de Curitiba.
Com show das bandas Repelentes e Rabo de Galo. (o show inicia pontualmente 20 horas).
…em cartaz até 30 de março de 2018.
Entrada gratuita!

Reunimos vários artistas da cidade de Curitiba, que apresentam um estilo completamente diferente, tanto musical quanto ilustrativo.
Será exposto cartazes, capas de álbuns, fanzines, pinturas, ilustrações e esculturas, de pessoas que participam do underground, principalmente com a música, mas que tem na arte visual mais uma forma de contribuir com a cena alternativa da cidade.
Vamos homenagear também o grande amigo e artista Magoo, que muito contribuiu e ajudou bandas, eventos e artistas da cidade.
VAMO AI…

Curadoria:
Christiano C. Neto e Daniel Gonçalves

APOIO:
WAY BEER
LADO B
GIBITECA DE CURITIBA
Rua Presidente Carlos Cavalcanti 533, Curitiba.

Confira a página do evento, aqui