MOSTRA DE TEATRO DA UFPR SERÁ REALIZADA NO TEUNI

De 14 a 17 de dezembro, PalavrAção encena três espetáculos com entrada gratuita, em Curitiba

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) apresenta ao público de Curitiba a Mostra de Teatro. Serão quatro dias, de 14 a 17 de dezembro, e três peças encenadas no TEUNI, todas as sessões com entrada gratuita. A recomendação etária é de 12 anos para “Casos Particulares” e “Sociedade dos Ratos”, e de 16 anos para “Fim de Festa”, que contém cenas de nudez. O teatro está no Prédio Histórico da Universidade, localizado na Praça Santos Andrade, centro de Curitiba (PR).

A mostra é uma realização da Pró-reitoria de Extensão Universitária e Cultura (PROEC) e da PalavrAção Companhia de Teatro da UFPR. E as três montagens são os resultados dos trabalhos e pesquisas da Cia. voltados para a formação e preparação de atores; que, ao longo de 2017, organizou e fez dois cursos de Extensão Universitária, ciclos de debate, ensaios abertos, entre outras ações.

Para abrir os trabalhos no dia 14, quinta-feira, às 20h, os participantes do Curso de Extensão Arte Dramática II apresentam “Fim de Festa”. O texto é de Paula Butture e Celso Landolfi, inspirado na obra do escritor estadunidense Charles Bukowiski, e a direção do espetáculo é de Sergius Ramos, professor da turma. Um bar, um quarto e uma escrivaninha são os espaços cênicos paras as pessoas se apaixonarem, se desapaixonarem. Nessas idas e vindas, os olhares se cruzam, as bocas se encontram os corpos se satisfazem e a alma sorri. Mulheres e homens em busca da felicidade, do prazer e do sexo permeiam esse universo de realidades. Fim de Festa mostra as relações de forma livre, sublime e a maioria das vezes superficial.

Já na sexta-feira, dia 15, às 20h, será a vez dos participantes do Curso de Extensão Arte Dramática I. Eles vão apresentar a peça “Casos Particulares”, de Roberto Inocente, que também dirige a montagem. O autor e diretor é do Grupo Arte da Comédia. Grupo este que ministrou em parceria com a PalavrAção as aulas dessa turma. “Casos Particulares” sopra um ar surrealista de uma Europa pós-guerras. São contadas diferentes histórias por personagens presos em chamadas telefônicas cruzadas. Qual história você contaria se ninguém soubesse quem era ou nunca viesse a conhecer?

As duas montagens serão reencenadas no dia 16, sábado. “Fim de Festa”, às 15h; “Casos Particulares”, às 20h.

“Sociedade dos Ratos” fechará a mostra no domingo, dia 17, às 19h. Escrito e dirigido por Marcelo Leonel Felczak, o espetáculo é uma “fábula-crítica”. Em um laboratório de pesquisas, o líder Amo Supremo sobre seu domínio a disseminação de informações, os atos e hábitos dos ratos lá viventes. Para exercer seu poder, ele conta com animais leais. Mas tudo pode fugir do controle quando a Ratazana e o Rato de Esgoto começam a divulgar ideias revolucionárias e libertárias às cobaias.

Cabe ainda ressaltar que a Mostra será realizada no TEUNI; um palco privilegiado para criação, experimentação e debate sobre as Artes, em especial, o TEATRO e o papel do ATOR, dentro de uma perspectiva formativa.

Mostra de Teatro da UFPR
14/12 – Fim de Festa – 20h
15/12 – Casos Particulares – 20h
16/12 – Fim de Festa – 15h
Casos Particulares – 20h
17/12 – Sociedade dos Ratos – 19h

Local: TEUNI – Prédio Histórico – Praça Santos Andrade – Curitiba (PR)
Chegar com uma hora de antecedência aos espetáculos para retirada de ingresso.

MUSICAL LES MISÉRABLES É APRESENTADO NESTA SEXTA-FEIRA NO TEATRO SESI PORTÃO

O espetáculo narra um clássico da literatura, escrito pelo
autor francês Victor Hugo no século XIX

O Núcleo de Atividades Complementares do Colégio Marista Santa Maria, inspirado em um clássico da literatura, apresenta nesta sexta-feira (15), no Teatro SESI Portão, em Curitiba, o musical Les Misérables. A apresentação, com início às 19h, narra a jornada de Jean Valjean, um homem que após ter roubado um pão para a sobrevivência de sua família é condenado a dezenove anos de prisão.

Inspirado no romance homônimo Les Misérables, escrito pelo autor francês Victor Hugo (1802-1885), e com trilha sonora ao vivo, o espetáculo retrata um período contundente da França no século XIX, em que a luta pela liberdade é uma temática expressiva. O público acompanhará uma história fascinante, de sonhos, amor, paixão e sacrifício. É um convite para refletir sobre justiça e igualdade, acompanhado da história de personagens que lutaram por redenção e pela revolução.

Serviço:
O SESI Cultura Paraná apresenta
Musical Les Misérables
Data: 15/12 (sexta-feira) Horário: 19h00
Valor: R$20,00 (inteira) R$10,00 (meia)
Classificação indicativa: Livre
Local: Teatro SESI Portão
Endereço: Rua Padre Leonardo Nunes, 180 – Portão, Curitiba
Observação: Sujeito a lotação

Mais informações:
www.sesipr.com.br/cultura/
www.facebook.com/sesiculturapr/

SESI CULTURA – Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2016, mais de 927 mil espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 7,5 mil eventos realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de um forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro.

ESCOLAS MUNICIPAIS DO LITORAL PARANAENSE RECEBEM PROGRAMAÇÃO ESPECIAL NO FINAL DO ANO LETIVO

Crianças dos municípios de Paranaguá, Guaraqueçaba e Pontal do Paraná receberão em suas escolas a peça teatral “A Terra do Povo da Graça”, com a Cia Tripé Trip Trupe de Muitas Possibilidades, na semana de 11 a 15 de dezembro.

A peça, é uma livre adaptação do livro homônimo de Sergio Serrano, retrata um mundo em transformação abordando temas atuais, como a exploração dos recursos naturais, consumismo e sustentabilidade, traz também profundos questionamentos sobre os valores das relações humanas.

A Cia Tripé Trip Trupe de Muitas Possibilidades – criada pelas atrizes Laís e Yara Rossatto e pelo músico Gabriel Teixeira – desenvolveu o projeto ‘’ Tripé Mar Adentro’’ com o objetivo de promover o acesso à cultura em nosso litoral, que carece de novas iniciativas culturais.

“Por termos crescido em Pontal do Paraná, conhecemos de perto a realidade do litoral, e também sabemos o quão escassas são as iniciativas culturais voltadas para estas localidades. As ilhas que iremos visitar são locais de difícil acesso, muitas são pequenas vilas de pescadores… locais de muita simplicidade, e ainda assim fascinantes.” Yara Rossatto.

O projeto ‘’Tripé Mar Adentro’’ é realizado pela Semente Produções Culturais e Trento Edições Culturais, e viabilizado através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura com patrocínio das empresas BRDE e Fertipar, tendo o apoio da Unicultura – Universidade Livre da Cultura – partindo do desejo da Cia Tripé Trip Trupe de Muitas Possibilidades em promover o acesso à cultura para as comunidades litorâneas.

Programação:
11/12 – Paranaguá: Ilha do Valadares
12/12 – Guaraqueçaba: Ilha do Superagui e Ilha das Peças
13/12 – Paranaguá: Ilha do Amparo e Ilha da Eufrasina
14/12 – Pontal do Paraná: Balneário Primavera
15/12 – Paranaguá: Ilha do Mel Brasília e Encantadas

Ficha Técnica:
A Terra do Povo da Graça – Livre adaptação da obra de Sérgio Serrano
Elenco: Gabriel Teixeira, Laís Rossatto e Yara Rossatto
Direção Geral: Tripé Trip Trupe de Muitas Possibilidades
Direção Musical: Gabriel Teixeira
Direção de Produção: Laís Rossatto
Coordenação Geral: Yara Rossatto
Produção: Camila Bernini Scotão
Fotografia: Robson Reginato
Realização: Semente Produções Culturais
Design Gráfico: Trento Edições Culturais
Assessoria de Imprensa: Trento Edições Culturais

A Cia Tripé Trip Trupe de Muitas Possibilidades surgiu do desejo pela troca e interação com as pessoas em diversas localidades, acreditando no potencial da expressão como uma ferramenta poderosa para o desenvolvimento humano. O objetivo da cia é promover por meio do teatro, da música e da simplicidade a vivencia de muitas possibilidades. “Somos uma família viajante – semeando arte e colhendo cultura!”.

Em seu histórico conta com a experiência da realização, mais de 50 espetáculos, da peça itinerante A Terra do Povo da Graça, que circulou pelo estado de MG, apresentação no Festival Internacional de Literatura de Paraty – RJ, espetáculo no Teatro Guaíra em Curitiba e participação na Caravana da Poesia, uma realização da Secretaria do Estado de Educação (SEED – PR), viajando pelo estado e escolas municipais da periferia de Curitiba.

Os artistas
Yara Rossatto é atriz, arte-educadora e contadora de histórias. Durante cinco anos viajou por países da Europa, Ásia e África trabalhando com moda. Fez parte do projeto Arranjo Educativo Local (SESI/FIEP), atuando como facilitadora, e do projeto Caravana da Poesia – Helena Kolody e Paulo Leminski (SEED – PR), como artista e oficineira. Dedica-se a elaboração de projetos culturais e a criação de espetáculos teatrais, além de intervenções e oficinas que visam as relações interpessoais. É palhaça da Trupe da Saúde, projeto que realiza visitas semanais a hospitais de Curitiba e palhaça do grupo itinerante Tripé Trip Trupe de Muitas Possibilidades. Em seus trabalhos com arte, educação e cultura, são presentes questões como sustentabilidade, consciência planetária e espiritualidade.

Gabriel Teixeira é músico com quase 30 anos de estrada e arte-educador. Nascido em uma família de artistas, viajou pelo mundo fazendo shows e experimentando diferentes culturas. Dedica-se a criação de trilhas sonoras para teatro, cinema e TV, e a produção de bandas e artistas independentes. Fez parte do projeto Arranjo Educativo Local (SESI-FIEP) como facilitador e educador ambiental, e do projeto Caravana da Poesia – Helena Kolody e Paulo Leminsk (SEED – PR). Integra inúmeras bandas e projetos artísticos, realizando e produzindo trabalhos de variados estilos e buscando uma abordagem consciente em tudo o que realiza. É parte fundamental do grupo itinerante Tripé Trip Trupe de Muitas Possibilidades, desenvolvendo-se como palhaço e músico.Laís Rossatto é arte-educadora e estudante de agroecologia. Dedica-se a pesquisa de cultura popular, música, teatro, fotografia e dança. Amante da vida, da arte e dos movimentos, busca através da vivência o conhecimento. Estudou dança na FUNCEB em Salvador e pesquisou a cultura e agricultura das comunidades litorâneas da Bahia. Foi integrante, da Caravana da Poesia – Helena Kolody (SEED – PR), como artista e oficineira. Durante dois anos atuou como eco-arte-educadora, junto a uma organização humanitária no sul de Minas Gerais, atendendo crianças e famílias carentes através de um projeto que levava arte, agroecologia e educação para o dia-a-dia das comunidades. Atualmente realiza formação acadêmica em agroecologia pelo IFPR e segue na incessante pesquisa e desenvolvimento humano, artístico e cultural.

HOJE ::: CUTELO ASSASSINO – UMA TRAGÉDIA GREGA DE ATROCIDADES NO AP DA 13

CUTELO ASSASSINO – Uma Tragédia Grega de Atrocidades

ÚNICA APRESENTAÇÃO

Amygdalota, espartana, esposa do grego Tartarian, quer reconhecimento pelos anos casada. Ela prepara o jantar: um frango é manipulado, cutelado e cozinhado em cena.

Após mais uma tentativa de dominação através da cultura, do sexo e do território de um homem sobre uma mulher, ela vira o jogo.

A linguagem é híbrida, teatro e cinema dialogam. A cena real e a cena cinematográfica, projetada, estão simultaneamente presentes para o público.

Este é voyeur do cotidiano do casal, que discutem a relação. A encenação teatral se utiliza da linguagem cinematográfica na ocupação de uma casa com a multiplicação da cena através do vídeo e do áudio, possibilitando ao público acompanhar a cena presencialmente ou assistir como em um cinema.

A dramaturgia de Leonarda Glück ironiza a tradição grega como pano de fundo para uma tragicomédia mordaz e ácida.
Ambientes se fundem ao acompanhar a última hora desse casamento.

Onde estará a Luz nas Trevas?

Edição AP. DA 13

Criadores desta Edição:
Texto – Leonarda Glück
Encenação e Atuação – Patricia Saravy e Ricardo Nolasco
Som – Jo Mistinguett
Olhos de Câmeras – Guilherme Chalegre, Renata Correa, Lais Melo
Arte do espaço – Patricia Cipriano.
Produção – Victor Hugo
Apoio e Parceria – Selvática Ações Artísticas e Casa Selvática.

Serviço:
Gênero – Tragicomédia
Classificação: 18 anos
Local – Ap. da 13 – Rua Treze de Maio, 1001, apto 01, centro de Curitiba.
Data – 05/12/2017 – terça-feira
Entrada – R$20 / R$10

Agradecimentos aos parceiros – a todxs artistas selváticxs, Leonarda Glück, Fabia Regina, Fábio Kinas, Maikon K, Karina Flor, Jeff Grochovs, Amabilis de Jesus, Gustavo Bittencourt, Luigi D’Angelo, Pedro Mansa, Bistrô da Flor, Cândida Monte, Well Guitti e Bar Ornitorrinco.

Página do evento, aqui

CASA QUATRO VENTOS

Sacada da Casa Quatro Ventos / foto: Elenize Dezgeniski

Curitiba ganha um novo espaço cultural independente, com diversas ações artísticas

A Casa Quatro Ventos, um imóvel da década de 50, localizado no Alto da XV, abre suas portas a partir do dia 2 de dezembro com uma programação diversificada e gratuita. Para a programação de abertura, Edith de Camargo, Leo Fressato, Bernardo Bravo, Luciano Faccini e Melina Mulazani apresentam seus trabalhos na série Shows na Sacada, a partir das 19h. A Casa abre às 15h.

A Casa Quatro Ventos – movimento e arte, é um espaço cultural multidisciplinar e independente que se dedica ao desenvolvimento e difusão da criação e produção artística. O espaço, além de nutrir atividades regulares para a prática artística, investigação e formação, investe numa programação que abarca todas as artes e idades.

Há alguns anos o desejo em criar e gerir um espaço cultural tem sido algo em comum entre os idealizadores da Casa Quatro Ventos, inspirados em mover para diversas direções os desejos entre a criação artística e produção cultural. Este encontro entre Augusto Ribeiro, Cindy Napoli, Diego Marchioro e Juliana Caimi fez com que a realização deste espaço viesse à tona. Almejando formar uma rede consistente de amigos, parceiros e artistas que além das afinidades estéticas possam encontrar um lugar também afetivo e pulsante para a diversidade da expressão artística na cidade.

A Casa tem como foco ser uma plataforma para artistas de diversas áreas artísticas e culturais, propõe atividades formativas no campo das artes. Investe na criação artística contemporânea.

O casarão, que era a antiga residência do iluminador teatral Beto Bruel e da atriz Regina Bastos, também abriga escritórios de produção cultural e de comunicação. Segundo os idealizadores, a Casa Quatro Ventos “É uma necessidade (r)existir espaços culturais alternativos, encontrar outras formas de criar e produzir, alcançar novos horizontes e criar redes mais fortes e resistentes. Será um lugar de convergência de artistas para o intercâmbio de experiências, ideias e saberes.”

A Casa Quatro ventos abrigará: Espaço de Exposição, que acolhe exposições temporárias e demais trabalhos de artes visuais;
um circuito de filmes – mostra periódica de exibição de áudio visual;
show na sacada – atividades musicais de curta duração (pocket show) realizadas na sacada do casarão, ao final das tardes de final de semana, com entrada franca.

Também haverá programação para crianças e famílias, com conteúdos artísticos, como aulas, apresentações e oficinas.

Serviço:
Casa Quatro Ventos
Rua da paz, 51, Alto da XV, Curitiba
Informações: (41) 3040-3322
casaquatroventos@gmail.com

PROGRAMAÇÃO DE ABERTURA

02/12 SÁBADO
15h00 – A Casa abre suas portas
Shows na sacada às 19h com:
Edith de Camargo
Léo Fressato
Bernardo Bravo
Luciano Faccini e Melina Mulazani
ENTRADA FRANCA

08/12 SEXTA
Ação: FUDEU contrata (Coletivo FUDEU) – das 9h às 12h e das 13h às 18h.
ENTRADA FRANCA

09/12 SÁBADO
Lançamento do livro “Sequência de rabisco” de Egui Baldasso, às 14h.
Exibição de filmes: Curtas na Casa, às 18h.
ENTRADA FRANCA

10/12 DOMINGO
Domingo miúdo – programação para crianças das 10:30 às 11:30 e das 14h às 18h.
Oficina com Juliana Alves e Peter Abudi, contação de histórias com Moira Albuquerque da Cia Girolê e intervenção de Surian Barone/ Palhaço Goiaba Henrique.
PERÍODO DA MANHÃ: R$10,00
PERÍODO DA TARDE: R$15,00
DIA TODO: R$20,00
(valor cobrado por criança, adultos tem entrada franca)

14/12 QUINTA
Show com a banda Central Sistema de Som às 20h.
R$: 10,00

16/12 SÁBADO
Uma festa muito boa convida Misturi-C + Juana Profunda e Darlene Lepetit às 15h.
R$ 10,00

Acompanhe a programação completa na página: aqui

CAIXA CULTURAL CURITIBA TRAZ GRUPO DE TEATRO AS OLÍVIAS COM A COMÉDIA RISO NERVOSO

Com texto e direção de Michelle Ferreira, o espetáculo mostra, de um jeito divertido, situações cotidianas que tiram as pessoas do sério

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta o espetáculo “Riso Nervoso – As Olívias em 5 histórias neuróticas”, protagonizado pelo grupo As Olívias, de 08 a 10 de dezembro. A montagem faz o público rir com situações do dia-a-dia que tornam neurótica a convivência entre as pessoas: as relações com a burocracia e as instituições; a necessidade de reclamar de tudo; a competitividade e a comparação constante com os mais próximos; a pressão para que todos sejam conectados, atualizados, tenham filhos e estejam dentro de padrões de beleza e de comportamento. Com texto e direção de Michelle Ferreira, a iluminação do espetáculo é assinada por Ariene Godoy e o cenário e figurino são criações de Anne Cerutti.

No palco, Sheila Friedhofer, Renata Augusto, Marianna Armellini, Victor Bittow e Lívia Camargo dão vida a mais de 50 personagens em cinco histórias nas quais figuras comuns são levadas a situações patéticas e absurdas por conta de suas neuroses: Sheila Friedhofer interpreta uma mulher em crise com o fato de absolutamente tudo dar certo em sua vida; já a personagem de Renata Augusto se vê às voltas com um bizarro curso de treinamento para se adequar ao senso comum; Marianna Armellini dá vida a uma mulher que vive um dilema em relação à maternidade quando ganha um presente, literalmente, de grego em seu aniversário; Victor Bittow faz o papel de um homem atormentado pela comparação constante com um amigo de infância bem sucedido; e, por fim, Lívia Camargo interpreta uma mulher avessa à tecnologia que, isolada no mundo real, quer saber o que todos fazem de tão interessante nas redes sociais – e acaba viciada.

“Riso Nervoso” é uma comédia que apresenta uma nova faceta do grupo As Olívias. Conhecido pelo humor rápido dos esquetes, agora se aventura em uma dramaturgia mais elaborada, sem perder o olhar nonsense sobre o cotidiano que se tornou uma das marcas do seu trabalho. Para essa empreitada, o grupo convidou a autora e diretora Michelle Ferreira, um dos destaques da nova dramaturgia paulistana. “Riso Nervoso” é o segundo espetáculo do grupo, depois da “As Olívias Palitam”. O grupo também realizou diversos trabalhos para Internet e TV – entre os quais o programa “Olívias na TV”, no canal Multishow.

As Olívias
Formado nos corredores da Escola de Arte Dramática da USP (EAD), originalmente pelas atrizes Cristiane Wersom, Marianna Armellini, Renata Augusto e Sheila Friedhofer – além do ator e diretor Victor Bittow –, As Olívias são um grupo que se dedica à comédia, transformando em humor seu jeito inusitado de ver o mundo.

A estreia aconteceu em 2005, com o espetáculo “As Olívias Palitam”, em São Paulo, que trouxe à cena o humor afiado das mulheres em um universo que, em geral, é dominado pelos homens. Desde então, já foram vistas por milhares de espectadores, em diversas cidades, além de terem participado dos principais festivais de humor do país.

O grupo também ganhou espaço na internet, com a websérie “As Olívias Queimam o Filme”, lançada entre 2009 e 2010. No ano seguinte, As Olívias estrearam na televisão com o programa “Olívias na TV”, no canal Multishow, que teve quatro temporadas. Em 2014, As Olívias também chegaram à TV aberta com um quadro semanal no programa Roberto Justus +, na Rede Record.

Bate-papo com a diretora e os atores
Após o espetáculo de domingo, dia 10 de dezembro, a autora e diretora Michelle Ferreira vai conversar com o público sobre o processo de criação da peça “Riso Nervoso”. Os atores também vão participar dessa conversa. Michelle Ferreira é atriz, dramaturga, roteirista e diretora. Formada pela Escola de Arte Dramática da USP (EAD), foi integrante do Núcleo de Dramaturgia do Centro de Pesquisa Teatral (CPT), com coordenação de Antunes Filho, por oito anos. É uma das formadoras na área de Dramaturgia na SP Escola de Teatro, em São Paulo. Indicada ao Prêmio Shell de melhor autora, em 2013, por “Os adultos estão na sala”, foi duas vezes finalista do Prêmio Luso-Brasileiro de Dramaturgia e conquistou o segundo lugar do Prêmio Heleny Guariba de Dramaturgia Feminina, em 2011.

Site do grupo: www.asolivias.com.br

Riso Nervoso / foto: Evelyn Castilho

Serviço:
Teatro: Riso Nervoso – As Olívias em 5 histórias neuróticas
Local: CAIXA Cultural Curitiba. Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR).
Data: 08 a 10 de dezembro de 2017 (sexta a domingo)
Horário: sexta e sábado, às 20h; e domingo às 19h.
Bate papo com a autora e diretora da peça: domingo, dia 10, após o espetáculo.
Ingressos: vendas a partir de 02 de dezembro (sábado). R$ 10 e R$ 5 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.
Bilheteria: (41) 2118-5111 (De terça a sábado, das 12h às 20h. Domingo, das 16h às 19h.)
Classificação etária: 12 anos Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

ESTREIA HOJE, 23/11, NOVO ESPETÁCULO DA PALAVRAÇÃO CIA DE TEATRO DA UFPR “SOCIEDADE DOS RATOS” É ENCENADA NO TEUNI, A PARTIR DAS 20H30

Em um laboratório de pesquisas, o líder Amo Supremo sobre seu domínio a disseminação de informações, os atos e hábitos dos ratos lá viventes. Para exercer seu poder, ele conta com animais leais. Mas tudo pode fugir do controle quando a Ratazana e o Rato de Esgoto começam a divulgar ideias revolucionárias e libertárias às cobaias.

Com texto e direção de Marcelo Leonel Felczak, a Palavração CIA de Teatro da UFPR apresenta seu mais novo espetáculo “Sociedade dos Ratos” a partir de quinta-feira, 23 de novembro, às 20h30, no TEUNI (Teatro Experimental Universitário), localizado no prédio histórico da Universidade Federal do Paraná. A entrada é gratuita, e tem classificação etária de 12 anos. A peça fica em cartaz até 2 de dezembro, com exibições às quintas, sextas e sábados, no horário das 20h30.

Para dar vida à fábula proposta por Felczak, os atores aprofundaram suas vivências na Razão Orgânica, e em jogos teatrais, jogos de palavras, gestos ensaiados. A intenção foi utilizar do gênero cômico para a construção dos diálogos, cenas, personagens, contexto social, politico, moral, religioso, econômico e cultural dessa sociedade presa a um laboratório.

A Razão Orgânica é um conceito elaborado pelo professor da UFPR Hugo Mengarelli, ao longo de seus anos frente à Cia de Teatro, e que resultou em técnicas de desenvolvimento do ator e de criação de personagens.

O elenco conta com Ana Lúcia de Paulo Superchinski, Andressa de Lima, Arthur Firmino, Danilo Pedrosa, Edilaine Maciel, Joao Winch, Marcel Henrique Gonçalves Sobrinho, Nícolas Wolaniuk e Sabrina Marques. E tem como equipe de apoio Janaina Ferreira, Maisa Ribeiro, Mateus Viudes.

Qualquer semelhança com fatos reais da nossa sociedade será mera coincidência!

Venha nos prestigiar!!!

Serviço:
Sociedade dos Ratos
da PalavrAção Cia de Teatro da UFPR
Estréia: 23 de novembro de 2017
Temporada: de 23/11 a 2/12/2017 – às quintas, sextas e sábados
Entrada Gratuita (Retirar ingressos com uma hora de antecedência)
Classificação etária: 12 anos
Horário: 20h30
Local: TEUNI
Endereço: Praça Santos Andrade – Prédio Histórico da UFPR, 2º andar
Fotografias: Nicole Micaldi

Página do evento, aqui

COMÉDIA MUSICAL É APRESENTADA NO SESI SÃO JOSÉ COM ENTRADA FRANCA

A premiada Companhia de BifeSeco coloca em cena a sua Terrível Incrível Aventura no dia 25 de novembro

A Companhia de BifeSeco é um coletivo de artistas de diferentes regiões do país que, entre outras pesquisas, explora uma linguagem de comédia contemporânea onde a música e a plasticidade da cena são elementos primordiais na construção narrativa. Em 2016, esse trabalho resultou no espetáculo “Terrível incrível aventura – Um musical fabulesco marítimo”. A montagem fez temporada no Festival de Curitiba com excelente receptividade do público e da crítica especializada a nível nacional. No sábado (25), a peça chega ao Sesi São José dos Pinhais em única apresentação, com entrada franca.

O musical “Terrível Incrível Aventura” conta a saga de um velho cozinheiro de navio chamado Capitão Sham e de sua disputa contra Anton, um estrangeiro vindo do norte e guiado pelo amor e pela afeição da esfomeada e libidinosa Crimeia. Em suas aventuras por mares turbulentos, Sham se depara com figuras como Jean-Jacqueline, uma mulher trans e também pretendente de Crimeia. O protagonista ainda interage com outros personagens inusitados, como: Almerindo, o nordestino retirante; o tenebroso Crocodilo; Mefisto, que personifica a figura do diabo, e até com a própria morte.

A montagem deixa transparecer em suas caracterizações de personagens, no cenário, na dramaturgia, nas composições autorais e no estilo de atuação, a inspiração da companhia no trabalho do diretor norte-americano Bob Wilson e do autor e diretor brasileiro Gerald Thomas. Trata-se de uma sátira político-musical sobre o Brasil e o mundo atual, a disputa de poder e a beleza da esperança.

Serviço:
Teatro SESI São José dos Pinhais apresenta
Espetáculo “Terrível incrível aventura – Um musical fabulesco marítimo”
Data: 25/11
Horário: 20h
Valor: Gratuito. Contribuição voluntária de 1kg de alimento não perecível.
Classificação: Livre
Local: Teatro SESI São José dos Pinhais
Endereço: Rua Quinze de Novembro, 1800, Centro, São José dos Pinhais-PR
Observação: Sujeito a lotação

Mais informações:
www.sesipr.org.br/cultura/EventAgenda27805content358769.shtml
www.sesipr.com.br/cultura/
www.facebook.com/sesiculturapr/

SESI CULTURA
Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2016, mais de 927 mil espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 7,5 mil eventos realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de um forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro.

COM ENTRADA LIVRE, INOMINÁVEL CIA DE TEATRO APRESENTA “DO CÃO FEZ-SE O DIA” NA LAPA E LEVA VOCÊ GRATUITAMENTE NESTE PASSEIO

Contando com apoio da Copel, grupo curitibano se apresenta no Teatro São João em 6 E 7 de Dezembro Às 20h

Criado como resultado do estudo das obras do escritor português Valter Hugo Mãe, o espetáculo “Do cão fez-se o dia” trata de dificuldades e tragédias da alma humana em um país em guerra, buscando um canto de esperança em um contexto de conflitos.

Um garoto que encontra nos livros uma maneira de lidar com a dor, uma mãe e seu desespero, a partida do pai e o peso da ausência e uma filha rejeitada cuja infância se molda devido à guerra são alguns dos elementos da história contada com traços autobiográficos pelos atores Fabiane de Cezaro, Lucas Buchile, Rafael diLari e Lilyan de Souza, que também assina a direção.

Após receber três indicações ao 35º Troféu Gralha Azul (um dos maiores prêmios do teatro paranaense), a peça foi contemplada pelo Edital de circulação do PROFICE da Secretaria Estadual da Cultura do Estado do Paraná e, com apoio da Copel, já foi apresentada nos palcos de Pato Branco e Francisco Beltrão. Após passar pela Lapa, o grupo segue para União da Vitória, Castro, Rio Negro, Campo Mourão e Telêmaco Borba em 2018.

CARAVANA INOMINÁVEL
Se você é de Curitiba, a Inominável oferece transporte de ida e volta! Mande e-mail com seu nome, a data em que deseja assistir ao Cão (6 ou 7 de dezembro) e seu telefone para igoraugustho@gmail.com  /  A caravana sairá na data de maior preferência.

BATE-PAPO COM OS ATORES e RODA DE LEITURA
Logo após a apresentação do dia 6 (quarta-feira), os atores farão um bate-papo sobre o trabalho no teatro. Já na quinta, às 17h (antes do espetáculo), acontecerá uma roda de leitura das obras de Valter Hugo Mãe com o pessoal do grupo. Você está convidado!

Serviço:
DO CÃO FEZ-SE O DIA NO TEATRO SÃO JOÃO – LAPA/PR
6 E 7 DE DEZEMBRO, ÀS 20H (Rua Amintas de Barro, 26)
Mais informações:
www.facebook.com/InominavelCompanhia/

Ficha técnica:
Do cão fez-se o dia, livremente inspirado nas obras de Valter Hugo Mãe
Dramaturgia: Marcelo Bourscheid
Direção: Lilyan de Souza
Elenco: Fabiane de Cezaro, Lilyan de Souza, Lucas Buchile e Rafael diLari
Participação especial: Jossane Ferraz (Namorada Francesa)
Direção de produção: Lilyan de Souza
Assistente de Produção: Igor Augustho
Iluminação: Lucas Mattana
Cenário e figurinos: Manu Assini
Diretor Musical: Bruno Leão
Criação sonora/música original: Bruno Leão, Daniel D’Alessandro e Pedro Sasamoto
Direção de vídeo: Alana Rodrigues
Cinegrafista: Tania Gazola Baes
Edição de vídeo: Felipe Aufiero
Designer gráfico: Ricardo Braga
Projeções: Lucas Mattana
Assessoria de Imprensa: Daniel D´Alessandro