APÓS CALOROSA EXIBIÇÃO NO HISTÓRICO TEATRO AMAZONAS, DOCUMENTÁRIO “O RIO NEGRO SÃO AS PESSOAS” ESTREIA NA CINEMATECA DE CURITIBA


A coprodução Paraná/Amazonas revela a dinâmica da vida da comunidade ribeirinha da região do baixo Rio Negro, no entorno do Parque Nacional de Anavilhanas, na Amazônia. A exibição do filme será seguida de bate-papo com a equipe de criação.

Filmado em 2018, o documentário “O Rio Negro São As Pessoas”, dirigido por João Tezza Neto e Juliana Barros, irá estrear na Cinemateca de Curitiba no dia 18 de junho, com entrada gratuita. A exibição será seguida de debate com os convidados José Álvaro da Silva Carneiro, Mary Allegretti e Natalie Unterstell. A programação também conta com o lançamento do livro fotográfico “O Rio, As Pessoas, O Filme” do fotógrafo Maringas Maciel e da fotógrafa Bárbara Umbra – que será vendido no dia do evento com valor promocional de R$ 30,00.

As duas obras apresentam personagens e situações em comunidades e cidades ribeirinhas, num recorte geográfico abrangendo a região do baixo rio Negro, no entorno do arquipélago de Anavilhanas. O livro e o documentário são resultados de uma coprodução entre Ave Lola Espaço de Criação (PR) e Árvore Alta (AM).

O projeto teve a sua estreia nacional no dia 01 de junho no Teatro Amazonas para um público de 500 pessoas – incluindo a ilustre presença da maioria dos personagens do filme na plateia – e logo em seguida seguiu para o lançamento na cidade de Novo Airão, comunidades Renascer e Tumbira. No dia 11 de junho, a estreia acontece na Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, às 19h.

No lançamento em Curitiba, estará presente na plateia a personagem Graziela Santos. Com apenas 23 anos, a arqueira indígena amazonense Graziela Santos, da etnia Karapana, ocupa o 1º lugar  ranking brasileiro de arquearia e neste mês competirá no Mundial de Tiro com Arco da Holanda, que servirá de etapa classificatória para os Jogos Olímpicos de Tokyo, em 2020.

O Rio Negro São As Pessoas é resultado da profunda investigação do diretor curitibano João Tezza Neto, que há dez anos vive na região trabalhando em projetos para geração de renda e contenção do desmatamento na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro.

“Essas comunidades são do interior, mas tem forte relação com Manaus e isso estabelece uma dinâmica social específica e uma cultura própria, revelando valioso patrimônio imaterial. O processo foi construído com muita paciência, tranquilidade e delicadeza por todos os envolvidos. Espero que de algum modo contribua para a sociedade em geral valorizar o modo de vida simples e típico dessas comunidades. O papel deles é crucial para conservar a biodiversidade e eles precisam ser reconhecidos e fortalecidos. Quem sabe, de algum modo, essa obra ajude a sociedade a entender melhor esse contexto de riqueza humana e material que tanto precisa ser valorizado.”, diz João Tezza Neto.

Para codirigir o filme, Tezza convidou a diretora acreana Juliana Barros: “O filme revela os Brasis, dentro de um país continental, tão pouco conhecido para maioria. ‘O Rio Negro São As Pessoas’ é um mergulho nessas águas escuras, de histórias profundas dessa gente.”

Sobre o projeto
Conhecer a Amazônia brasileira e as pessoas que nela habitam é uma forma de compreender a pluralidade cultural existente neste país de dimensões continentais e realidades tão distintas. Por esse motivo, este projeto nasceu com o intuito de registrar de uma forma sensível as pessoas que vivem às margens do Rio Negro, um cotidiano que tanto se mistura aos mitos amazônicos quanto se distancia do imaginário comum dos que  estão mais afastados da Floresta.

O Projeto “O Rio Negro São As Pessoas”, filme e livro, foi financiado pela Lei de Incentivo à Cultura e é uma realização da Ave Lola Espaço de Criação e Governo Federal por meio do Ministério da Cidadania e da Secretaria Especial da Cultura. Foi coproduzido pela Árvore Alta Realizações Artísticas e tem como instituição beneficiada o Hospital Pequeno Príncipe.

Sobre o filme
O Rio Negro São As Pessoas – 2019 (52’)
Documentário
Direção: João Tezza Neto e Juliana Barros
Sinopse: Na região do baixo rio Negro, no entorno do Parque Nacional de Anavilhanas, o documentário O Rio Negro São As Pessoas procura revelar a dinâmica da vida ribeirinha: o que é crescer livre, nadando num rio imenso e escuro; o que é a necessidade de partir, o desejo esquecido de voltar e a escolha por ficar. São gerações que resistem em terras que foram conquistadas antes mesmo do Brasil e que, ainda hoje, o Brasil pouco conhece.

Programação
18 de junho de 2019
18h30 às 19h30 | Lançamento do livro O Rio, As Pessoas, O filme e autógrafos;
19h30 às 20h30 | Exibição do filme O Rio Negro São As Pessoas;
20h30 às 21h30 | Debate com João Tezza Neto, José Álvaro da Silva Carneiro, Mary Allegretti e Natalie Unterstell.
Local: Cinemateca de Curitiba (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco, em Curitiba)
Classificação Indicativa: Livre
Tipo: Audiovisual / Cinema
Ingressos: Entrada franca
Facebook: @orionegrosaoaspessoasa
Instagram: @orionegrosaoaspessoas
Site: www.orionegrosaoaspessoas.com.br


NA-NU NA GIBITECA DE CURITIBA

Segunda edição do evento do NA-NU na Gibiteca de Curitiba

Programação completa:
14h : Início do evento
16h: Bate-papo com Allan Ledo: Sangrando até Morrer e a obra de Eder S. Rodrigues
17h: Bate-Papo com editores de HQ e poesia: Confirmados: Carlos Panhoca (Revista Pé-de-Cabra), Amanda Barros e Ariel Morais da Cunha (Ursereia), L-Dopa Publicações
18h: Show de LETRASH
19h: Show com Estrela Leminski e Téo Ruiz
20h: Encerramento do evento

Pintura ao vivo com Ganço

Feira de arte e quadrinhos:
(confirmados:)
Revista Pé-de-Cabra
Celina Pacheco
Flavia Scheremetta
Delírios Urbanos
Hasegawa Teixeira Fabiola
Ursereia
Mário de Alencar
João Ferreira
Marcio R. Garcia
Aracne Ambientes Criativos
Lucas Loiola
L-Dopa Publicações
Welington Lima
Amaury Filho
TerraTundra
– Zine Tentáculos Feministas
Ismália Siqueira

Exposições:
Ganço (Pintura)
Flavio Antunes Ramos (Pintura)
Sangrando Até Morrer (Quadrinhos)

Estande do NA-NU:
– Obras da Café Espacial, Ganço, Lucas Fernandes, Carlon Hardt, Cookies & Memories – bolachas artesanais, Editora Estronho além de prints, zines, brindes, livros, quadrinhos, LPs e CDs, novos e usados

Acompanhe para mais novidades:
www.nanu.blog.br/
www.facebook.com/NANUzine/

A Gibiteca fica no Solar do Barão, Rua Presidente Carlos Cavalcanti 533, centro da cidade.
Sábado, 23 de março, das 14:00 às 20:00.

NESTE SÁBADO ::: BE.CAUSE: CAMPANHA DE AJUDA HUMANITÁRIA

Foto: Brunno Covello

BE.CAUSE é evento de ajuda humanitária: arrecadação de material escolar (aqui em Curitiba, NESTE SÁBADO, 16 de fevereiro ) para crianças refugiadas e captação de recursos para atendimento aos refugiados do Paraná e Roraima. É um projeto de ajuda humanitária criado através da parceria Asteroide, Os Samaritanos e Linyon Global Workers e do apoio da Editora Collaborativa.

O objetivo é a arrecadação de material escolar para crianças refugiadas de várias nacionalidades e também arrecadação de fundos para custear a logística e atendimento dos refugiados que estão chegando no Brasil pela fronteira com a Venezuela.

Para aproximar diversas culturas através da arte, no dia 16 de fevereiro, a sede da Asteroide irá conectar performance, artes visuais, música, gastronomia e bate-papo em um único evento.

Nesta data, todo o material escolar doado será reunido para que na semana seguinte seja realizada a distribuição nas comunidades que o projeto abrange.
Ainda nesta oportunidade, obras de arte serão colocadas a venda e todo o valor arrecadado será revertido para a campanha.

Como posso ajudar?
– Você pode entregar sua doação nos pontos de coleta (informações em andamento);
– Adquirindo uma obra da exposição;
– Comprando um dos pratos vendidos no evento. (Todo valor arrecadado será revertido para a campanha.)
– Divulgando o evento/campanha!
– Sendo voluntário no dia do evento!

Contato pelo whats 41 99581 3018 – Ana Rivelles

Programação do evento:
Programação do evento:

Sábado, 16 de fevereiro de 2019, das 15h às 22h.
15:00 – Abertura da Exposição
Artistas:
Atelier Vinco (instalação)
Bruno Santos (fotografia)
Brunno Covello (fotografia)
Deise Dias (pintura)
Isabelle Mesquita (instalação)
Marlon Anjos (pintura)
Ricardo Durski (litografia)
Tales Costa (desenho arquitetônico)
Vivien Zanlorenzi (pintura)
16:00 – Livro de Esboço, performance musical de Angelo Esmanhotto
17:00 – Pocket Show do Trio Alma Síria
17:30 – Show Acústico com Berthony Pierre (Haiti)
18:30 – Performance Circense com Rivas Sulbaran (Venezuela)
19:00 – Fechamento do evento com Show da Banda Perna Leiga

*Comidinhas por Yasmin Comida Árabe
**Durante todo o evento serão exibidos filmes (longas e curtas) selecionados pela curadoria de Rayat O’Haylle
***A Loja das Pulgas estará comercializando livros e discos a preços especiais.

*Evento Gratuito*

***PERGUNTAS FREQUENTES***

– Para participar é preciso doar em grandes quantidades?
Não! Toda (toda mesmo!) ajuda é bem vinda! Você pode doar uma caneta e seremos igualmente gratos.

– O evento é gratuito?
Sim! Totalmente gratuito e todxs são muito bem vindxs!

– O que é estar refugiado?
Refugiados são pessoas que se encontram fora do seu país devido a fundado temor de perseguição por motivos de raça, religião, nacionalidade, opinião política ou participação em grupos sociais e que não possa ou não queira voltar para casa.
Também são considerados refugiados aqueles que fogem de seu país de origem por causa de conflitos armados, violência generalizada e violação massiva dos direitos humanos.

– Por que ajudar crianças refugiadas e não os crianças brasileiras que tanto precisam?
Entendemos que não há distinção entre brasileiros e não-brasileiros. Todos formamos uma única raça – a raça humana. Acreditamos que a diversidade é uma força quando todos se unem por um mesmo objetivo. Acolher quem está refugiado não se resume a aceitá-los no nosso país, mas compartilhar histórias, culturas, música, gastronomia, arte e visões diferentes de um mesmo mundo.
Aceitar é acolher e acolher é o contrário de marginalizar. Aceitá-los, fala sobre quem somos, e que projetos temos para a nossa sociedade, pois, reafirmamos, não existe o “nós” e o “eles”. Acolher forma laço e não muro, é sinal de força, do que se faz em solidariedade, sentimento, gesto, aquilo que não tem fronteiras e que une corações.

Haiti, Port Au Prince. Foto: Brunno Covello

Serviço:
Be.Cause: Campanha de Ajuda Humanitária
Local: Asteroide, Rua Flávio Dallegrave, 2661, Hugo Lange, Curitiba
Data: Sábado, 16 de fevereiro de 2019, das 15h às 22h.
Entrada gratuita
Confira a página do evento, aqui

BE.CAUSE: CAMPANHA DE AJUDA HUMANITÁRIA

Foto: Brunno Covello

BE.CAUSE é evento de ajuda humanitária: arrecadação de material escolar (aqui em Curitiba, NESTE SÁBADO, 16 de fevereiro ) para crianças refugiadas e captação de recursos para atendimento aos refugiados do Paraná e Roraima. É um projeto de ajuda humanitária criado através da parceria Asteroide, Os Samaritanos e Linyon Global Workers e do apoio da Editora Collaborativa.

O objetivo é a arrecadação de material escolar para crianças refugiadas de várias nacionalidades e também arrecadação de fundos para custear a logística e atendimento dos refugiados que estão chegando no Brasil pela fronteira com a Venezuela.

Para aproximar diversas culturas através da arte, no dia 16 de fevereiro, a sede da Asteroide irá conectar performance, artes visuais, música, gastronomia e bate-papo em um único evento.

Nesta data, todo o material escolar doado será reunido para que na semana seguinte seja realizada a distribuição nas comunidades que o projeto abrange.
Ainda nesta oportunidade, obras de arte serão colocadas a venda e todo o valor arrecadado será revertido para a campanha.

Como posso ajudar?
– Você pode entregar sua doação nos pontos de coleta (informações em andamento);
– Adquirindo uma obra da exposição;
– Comprando um dos pratos vendidos no evento. (Todo valor arrecadado será revertido para a campanha.)
– Divulgando o evento/campanha!
– Sendo voluntário no dia do evento!

Contato pelo whats 41 99581 3018 – Ana Rivelles

Programação do evento:
Programação do evento:

Sábado, 16 de fevereiro de 2019, das 15h às 22h.
15:00 – Abertura da Exposição
Artistas:
Atelier Vinco (instalação)
Bruno Santos (fotografia)
Brunno Covello (fotografia)
Deise Dias (pintura)
Isabelle Mesquita (instalação)
Marlon Anjos (pintura)
Ricardo Durski (litografia)
Tales Costa (desenho arquitetônico)
Vivien Zanlorenzi (pintura)
16:00 – Livro de Esboço, performance musical de Angelo Esmanhotto
17:00 – Pocket Show do Trio Alma Síria
17:30 – Show Acústico com Berthony Pierre (Haiti)
18:30 – Performance Circense com Rivas Sulbaran (Venezuela)
19:00 – Fechamento do evento com Show da Banda Perna Leiga

*Comidinhas por Yasmin Comida Árabe
**Durante todo o evento serão exibidos filmes (longas e curtas) selecionados pela curadoria de Rayat O’Haylle
***A Loja das Pulgas estará comercializando livros e discos a preços especiais.

*Evento Gratuito*

***PERGUNTAS FREQUENTES***

– Para participar é preciso doar em grandes quantidades?
Não! Toda (toda mesmo!) ajuda é bem vinda! Você pode doar uma caneta e seremos igualmente gratos.

– O evento é gratuito?
Sim! Totalmente gratuito e todxs são muito bem vindxs!

– O que é estar refugiado?
Refugiados são pessoas que se encontram fora do seu país devido a fundado temor de perseguição por motivos de raça, religião, nacionalidade, opinião política ou participação em grupos sociais e que não possa ou não queira voltar para casa.
Também são considerados refugiados aqueles que fogem de seu país de origem por causa de conflitos armados, violência generalizada e violação massiva dos direitos humanos.

– Por que ajudar crianças refugiadas e não os crianças brasileiras que tanto precisam?
Entendemos que não há distinção entre brasileiros e não-brasileiros. Todos formamos uma única raça – a raça humana. Acreditamos que a diversidade é uma força quando todos se unem por um mesmo objetivo. Acolher quem está refugiado não se resume a aceitá-los no nosso país, mas compartilhar histórias, culturas, música, gastronomia, arte e visões diferentes de um mesmo mundo.
Aceitar é acolher e acolher é o contrário de marginalizar. Aceitá-los, fala sobre quem somos, e que projetos temos para a nossa sociedade, pois, reafirmamos, não existe o “nós” e o “eles”. Acolher forma laço e não muro, é sinal de força, do que se faz em solidariedade, sentimento, gesto, aquilo que não tem fronteiras e que une corações.

Haiti, Port Au Prince. Foto: Brunno Covello

Serviço:
Be.Cause: Campanha de Ajuda Humanitária
Local: Asteroide, Rua Flávio Dallegrave, 2661, Hugo Lange, Curitiba
Data: Sábado, 16 de fevereiro de 2019, das 15h às 22h.
Entrada gratuita
Confira a página do evento, aqui

MAMUTE#1 – A FEIRA DA PRODUÇÃO GRÁFICA–LITERÁRIA–ARTESANAL–AUTORAL

Mamute#1 – A feira da produção gráfica–literária–artesanal–autoral.

Edição #1
10.nov.2018
Entrada gratuita
Alameda Julia da Costa
Curitiba

Vem ocupar a rua e celebrar o universo gráfico-visual (do impresso e além) com muita música, gastronomia e boas conversas!

— Que paquiderme é essa? 
MAMUTE, a feira gráfica, quer aproximar público e artista, reunindo num mesmo espaço o universo da produção autoral de editoras, coletivos e artistas independentes com trabalhos embasados na experimentação gráfico–visual que extrapolam os limites do papel e exploram os mais diversos suportes. Além dos expositores, a programação contará com shows de música, oficinas, mesas redondas, lançamentos de livros, exposições artísticas e práticas gráficas.

— Onde? Quando? 
O evento acontecerá na Alameda Julia da Costa, no dia 10/11, sábado, das 11h às 20h, ocupando a rua, a Casa 102, o Soy Latino Bar e envolvendo o comércio local dos arredores.

— É open de cultura! 
A grana ta curta? Não tem problema, só vem! A entrada do evento será GRATUITA! Tudo numa rua com muita música, bares ao redor, bate papos e oficinas.

— Tem espaço pra levar os pequenos? 
Sim, a Mamutinha! Uma programação especial com um espaço todo voltado à infância. Lá os pequenos poderão conhecer e experimentar várias técnicas artísticas, como carimbos, serigrafia, gravuras, stencils e muito mais. Além disso, a programação contará com espaço de leitura e lançamentos de livro infantil. A Mamutinha, é parte da programação de abertura da Mostra Espetacular 2018, que é uma das maiores mostras de artes do Brasil para crianças. Seu filho/a vai amar ♥

— O que vou encontrar na feira? 
Produtos que transbordam criatividade, ousadia e experimentação pra você levar pra casa:
GRAVURAS 
ILUSTRAÇÕES
CARTAZES 
POSTAIS 
ADESIVOS
PÔSTERES 
PAPELARIA
ENCADERNAÇÃO
LIVROS
HQ´s
ZINES
FOTOGRAFIAS 
TATUAGEM
MODA AUTORAL
ARTE GRÁFICA PARA CRIANÇAS
( entre outras experimentações de formatos e suportes )

— Quer mais motivos ainda? ♥ 
– Bate papo
– Lançamentos de livros
– Tenda para crianças
– Discotecagem de Vinil
– Show musical 
– Chopp artesanal: Cervejaria Xamã

— Quem mais tá apoiando o rolê? ♥ ♥ ♥ 
Casa 102
Soy Latino bar
Mostra Espetacular 2018
Sociedade Operária Beneficente 13 de Maio – Curitiba

Venha conhecer artistas.
Vem comprar de quem faz.
Vem movimentar o mercado local.
Vem se divertir.
Vem ocupar a cidade.

— E depois da feira? Tem festa OFICIAL! Cola aqui:
Botequim do 13 | Candeia e granes Quilombo

Compartilhe e convide todo mundo! 

Confira a página do evento, aqui

NA-NU NA GIBITECA DE CURITIBA

Comemorando dois anos de blog e vinte anos do lançamento do NA-NU original, dia 19 de maio, o NA-NU promove uma grande festa com ENTRADA GRATUITA na Gibiteca de Curitiba, em nome do quadrinho, da arte e da cultura local. Com show do duo Naome Rita e Allan Yokohama de Mattos, feira de quadrinhos e arte local e bate papo sobre a produção atual de HQs.

PALCO PORTAL DAS PERCEPÇÕES – Shows com:
– NAOME RITA
– ALLAN YOKOHAMA (Tocando Terminal Guadalupe, Humanish, Yokohama Café entre outros)

EXPOSITORES CONFIRMADOS:
– CHICO FELIX (Quadrinhos, artes e prints)
– DW RIBATSKI (Quadrinhos, artes e prints)
– ESTRONHO (Livros e quadrinhos)
– FLAVIO ANTUNES RAMOS (Pinturas)
– JOÃO FERREIRA (Quadrinhos, artes e prints)
– MARIO DE ALENCAR (Colagens, quadrinhos, artes e prints)
– MÁ MATIAZI (Livros, quadrinhos, artes e prints)
– MARCIO GARCIA (Quadrinhos, artes e prints)
– O.I.T.C. (Quadrinhos Artes e Prints)
– REH DESENHA (Pôsters, artes e prints)
– REVISTA PÉ DE CABRA (quadrinhos)
– URSEREIA (Quadrinhos, artes e prints)

BATE PAPO – com os autores:
– AMANDA BARROS
(Editora Ursereia, Cassandra & The Flaming Puppies)
– CHICO FELIX
(Autor de zines como Gente Feia na TV e Crü, participou de revistas como MAD e Frauzio)
– DW RIBATSKI
(Prêmio Jabuti na categoria Ilustração pela HQ Campo em Branco, prêmio Abril de Jornalismo na categoria Ilustração em 2016. Autor de HQs como La Naturalesa, Veículo e Olhos de Bicho)
– MÁ MATIAZZI
(Autora de livros como Três e da série O Feiticeiro, além de HQs como O Abismo, Morte Branca e A Loira Fantasma de Curitiba)

MOSTRA DE FILMES

Serviço:
NA-NU na Gibiteca de Curitiba
Local: Gibiteca de Curitiba Rua Presidente Carlos Cavalcanti 533, Centro de Curitiba.
Data: Sábado, 19 de maio, das 14:00 às 19:00
ENTRADA GRATUITA
Mais informações, aqui
Página do evento, aqui

CINEASTA PEDRO MEREGE PARTICIPA DE BATE-PAPO NO CINECLUBE MIS

cena do filme Mesera

“O CineClube MIS recebe nesta sexta-feira (27), o cineasta Pedro Merege para um bate-papo sobre a sua produção cinematográfica “Mesera”. O encontro acontece no miniauditório do Museu da Imagem e do Som do Paraná a partir das 19h, e a entrada é gratuita.

O curta de Merege foi lançado em 2010 e conta a história de Emílio Varela, que, em seu carro, cruza a fronteira para fazer uma ‘entrega especial’. No entanto, ele acaba conhecendo Camélia, a Mesera, numa parada à beira da estrada.

Indicado pelo diretor, o filme “Jersey Boys: em busca da música” será exibido na sequência. A obra de Clint Eastwood foi lançada em 2014 e é inspirada no musical da Broadway, mostrando ao espectador a ascensão e queda do grupo The Four Seasons, de muito talento, porém coberto por uma nuvem de brigas internas e relações escusas com a máfia.

Serviço:
Data: 27 de abril (sexta-feira).
Horário: 19h.
Local: Miniauditório do Museu da Imagem e do Som do Paraná
Rua Barão do Rio Branco, 395, Centro de Curitiba
Classificação indicativa: 10 anos.
Entrada gratuita

fonte: Pravda News BR

VAMOS CONVERSAR SOBRE CINEMA?

No próximo dia 12, quinta-feira, o Nex Coworking realiza o evento Festivais Internacionais de Cinema: vivências e oportunidades, um bate-papo sobre o mercado de cinema com o Antonio Junior, produtor cinematográfico e diretor geral do Olhar de Cinema – festival curitibano que há 7 anos faz parte do cenário cultural do cinema independente paranaense e brasileiro. Você é nosso convidado!

Serviço:
O evento acontece à partir das 19h, no nosso auditório (Rua Francisco Rocha, 198, Batel, Curitiba).
Data: quinta-feira, dia 12, das 19:00 às 21:00
Local: Nex Coworking. Rua Francisco Rocha, 198, Batel, Curitiba).
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui.

Página do evento, aqui

TALK | MULHERES PENSADORAS: A INFLUÊNCIA DO PENSAMENTO FEMININO

Próxima semana (14 de fevereiro) a Harve promove bate-papo sobre mulheres na filosofia. Em Curitiba. O evento é gratuito, mas as vagas são limitadas. Confira:

“Cada vez mais estamos dialogando sobre os lugares que a mulher ocupa no mundo: nas artes, na política, nos esportes, no corporativo… E na Filosofia, você já parou para pensar?

Conheça quais são as intelectuais que mais influenciaram a história da Filosofia, quais foram as contribuições delas ao longo da história e que diálogos (sobre os mais variados temas – inclusive sobre o feminino) elas lançaram na sociedade.

Esse bate-papo sobre mulheres na filosofia é uma parceria da Harve Academy com a querida Rafize Santos.

Não perca, dia 14/02 às 19h30 aqui na Harve!
*EVENTO GRATUITO*
Cadastro através deste link
Local: Harve, Rua Nestor Victor, 160, Água Verde, Curitiba

Confira do evento, aqui

PRIMEIRA MOSTRA DE ARTES NA RUA CHEGA EM CURITIBA

AMOSTRA URBANA promove na cidade um conjunto de ações culturais que têm em comum a rua como matéria de invenção artística.

Em sua primeira edição, a AMOSTRA URBANA acontece entre os dias 7 a 19 de novembro, a programação é estruturada com apresentações artísticas; oficinas; palestras e Conversas à Mostra: bate-papo entre artistas e participantes. Realizadas em espaços públicos, essas ações têm o objetivo de promover encontros e trocas, incentivando outras formas de habitar e se relacionar com a cidade.

Com curadoria de Juliana Liconti, Ricardo Nolasco e Renata Cunali, a AMOSTRA URBANA conta com a presença de artistas convidados e artistas selecionados através de convocatória, que teve 141 trabalhos inscritos. Essa segunda etapa foi extremamente importante, por ampliar o olhar da curadoria. 

Entre artistas e coletivos que compõem a programação  da AMOSTRA URBANA estão: ERRO GRUPO, O Estábulo de Luxo, Selvática Ações Artísticas, Moira Albuquerque, Eleonora Fabião, Fernanda Eugênio, Ana Dinger, Henrique Saidel, Marina Viana, Coletivo Cartográfico, Vanilton Lakka e o quandonde intervenções urbanas em arte, Erica Storer, Projeto Corpo Tempo e Movimento, Jordi Tasso, Filhas da Fruta, Estúdio de Arte Rebelde, Minimídias Labnômades e Elilson Nascimento.

A mostra propõe as Conversas à Mostra com o intuito de compartilhar questionamentos que cercam os processos de criação dos participantes da AMOSTRA URBANA. São cinco rodas de conversa sobre temas que atravessam as investigações dos artistas que compõem a programação e que também estão em evidência na criação de ações no/para/com o espaço público.

Para conferir toda a programação da AMOSTRA URBANA acesse  www.amostraurbana.com.br

Moira Bicho / Foto: Lauro Borges

SERVIÇO:
AMOSTRA URBANA
7 A 19 DE NOVEMBRO NOS ESPAÇOS PÚBLICOS DA CIDADE
WWW.AMOSTRAURBANA.COM.BR
@AMOSTRAURBANA