BAIXO SÃO FRANCISCO: IMPULSOS DE UMA (RE)OCUPAÇÃO URBANA

Livro BAIXO SÃO FRANCISCO: IMPULSOS DE UMA (RE)OCUPAÇÃO URBANA. Autora: Selma Baptista. Documentário: Jessica Candal. Fotografias: Shigueo Murakami, Lucas Pereira Nery e Alice Pizzaai Goltz. Textos adicionais: Jaques Brand, Renata Carvalho Rodrigues Souza. Curitiba. 2020. Produtora Transpira. 194 p. Preço: DISTRIBUIÇÃO GRATUITA.

Sinopse:
O livro é resultado de uma ampla pesquisa com viés etnográfico, balizado por pesquisas de campo, bibliografia antropológica, histórica e arquitetônica. O projeto “BAIXO SÃO FRANCISCO” debruçou-se sobre o icônico bairro curitibano e, através de uma perspectiva antropológica, convidou a cientista social Selma Baptista e a cineasta Jessica Candal para criarem produtos culturais, cada qual com seu olhar e perspectiva sobre o bairro. Selma Baptista escreveu o livro e Jessica Candal coordenou e dirigiu o documentário HIP HOP no corre no baixo, co-dirigido com Camila Macedo, KBU, Mano Jhow.

Sobre a Autora:
Selma Baptista é Pós-doutora em Antropologia pela USP, Doutora em Ciências Sociais pela UNICAMP e Mestre em Antropologia Social pela mesma universidade.Foi professora titular do departamento de Antropologia da UFPR, onde se aposentou. Atualmente produz pesquisas, orientações e assessorias na área de crítica cultural.

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA: O livro na versão impressa está disponível para distribuição gratuita em locais parceiros do projeto: BAR MÃE, Rua Treze de Maio, 512, bairro São Francisco. GALERIA SOMA, R. São Francisco, 179, bairro São Francisco. BICICLETARIA CULTURAL, R. Presidente Faria, 226, Centro. COLETIVO SFco179, R. São Francisco, 179, São Francisco. Endereços em Curitiba.

FICHA TÉCNICA
Autora do Livro: Selma Baptista
Documentário: Jessica Candal – Direção: Camila Macedo / Jessica Candal / KBU / Mano Jhow
Pesquisa: Alice Pizzaia / Caroline Blum
Designer Gráfico: Lucas Pereira Nery
Coordenação Geral: Jonas Prates
Incentivo: Caixa / Lei de incentivo cultura / Fundação Cultural de Curitiba / Prefeitura de Curitiba / Realização: Transpira. 

CANAIS OFICIAIS DO PROJETO
SITE: www.baixosaofrancisco.com.br
INSTAGRAM: www.instagram.com/baixo_sao_francisco/
FACEBOOK: www.facebook.com/BaixoSaoFranciscoCuritiba/
YOUTUBE:  www.youtube.com/channel/UCKmHQk0yUQcmF_Ml_EyNYXg

Sobre o FILME
Núcleo coordenado pela cineasta Jessica Candal, o documentário segue o cotidiano de dois personagens cativos no bairro, que transitam pela cena HIP HOP curitibana: Mano Jhow e KBU. Com direção coletiva, o documentário tem uma linguagem crua da realidade de diversas ocupações por jovens que povoam a ebulição cultural e social do bairro pela ótica do movimento Hip Hop.

Jessica Candal é Bacharela em Audiovisual (ECA-USP) e especialista em Poéticas Visuais (EMBAP). Como diretora realizou os curtas Ainda Ontem; Bárbara na Cidade; Teia e O Espelho de AnA. Como roteirista, escreveu os longas Horizonte; Ferrugem, com Aly Muritiba; Tão Longe do Centro da Terra, com Aarón Fernández; O Espanto, com George Walker; e foi uma das co-autoras de Eduardo e Mônica. Atualmente está escrevendo A Rua é Noiz, cinebiografia de Emicida, junto dele, Aly Muritiba e Toni C.

BAIXO SÃO FRANCISCO: IMPULSOS DE UMA (RE)OCUPAÇÃO URBANA

O projeto “BAIXO SÃO FRANCISCO” debruçou-se sobre o icônico bairro curitibano e, através de uma perspectiva antropológica, convidou a cientista social Selma Baptista e a cineasta Jessica Candal para criarem produtos culturais, cada qual com seu olhar e perspectiva sobre o bairro. Selma Baptista escreveu o livro BAIXO SÃO FRANCISCO: IMPULSOS DE UMA (RE)OCUPAÇÃO URBANA e Jessica Candal coordenou e dirigiu o documentário HIP HOP no corre no baixo. Esses dois produtos foram o resultado de um longo período de pesquisa e observação da dinâmica social e histórica que compõem o ethos particular da região.

Palco de inúmeras polêmicas, tensões históricas e sociais, o “Baixo”- como foi carinhosamente apelidado pela equipe – demonstrou um rico cenário para avaliar a construção identitária da urbanidade curitibana. Além de fornecer uma ampla gama de fatos históricos, que contribuem para um entendimento do contexto contemporâneo, o bairro funciona como palco para manifestações culturais, políticas e sociais.

FICHA TÉCNICA
Autora do Livro: Selma Baptista
Documentário: Jessica Candal – Direção: Camila Macedo / Jessica Candal / KBU / Mano Jhow
Pesquisa: Alice Pizzaia / Caroline Blum
Designer Gráfico: Lucas Pereira Nery
Coordenação Geral: Jonas Prates
Incentivo: Caixa / Lei de incentivo cultura / Fundação Cultural de Curitiba / Prefeitura de Curitiba /
Realização: Transpira

LIVRO
O livro é resultado de uma ampla pesquisa com viés etnográfico, balizado por pesquisas de campo, bibliografia antropológica, histórica e arquitetônica.

A autora do livro tem um vasto caminho no campo das ciências sociais. Selma Baptista é Pós-doutora em Antropologia pela USP, Doutora em Ciências Sociais pela Universidade de Campinas e Mestre em Antropologia Social pela mesma universidade.

Foi professora titular do departamento de Antropologia da UFPR, onde se aposentou. Atualmente produz pesquisas, orientações e assessorias na área de crítica cultural, com foco nos temas: culturas populares, narrativas orais, antropologia da performance, teatro experimental, políticas públicas de cultura e etnografia da ciência.

FILME
Núcleo coordenado pela cineasta Jessica Candal, o documentário segue o cotidiano de dois personagens cativos no bairro, que transitam pela cena HIP HOP curitibana: Mano Jhow e KBU. Com direção coletiva, o documentário tem uma linguagem crua da realidade de diversas ocupações por jovens que povoam a ebulição cultural e social do bairro pela ótica do movimento Hip Hop.

Jessica Candal é Bacharela em Audiovisual (ECA-USP) e especialista em Poéticas Visuais (EMBAP). Como diretora realizou os curtas Ainda Ontem; Bárbara na Cidade; Teia e O Espelho de AnA. Como roteirista, escreveu os longas Horizonte; Ferrugem, com Aly Muritiba; Tão Longe do Centro da Terra, com Aarón Fernández; O Espanto, com George Walker; e foi uma das co-autoras de Eduardo e Mônica. Atualmente está escrevendo A Rua é Noiz, cinebiografia de Emicida, junto dele, Aly Muritiba e Toni C.

LANÇAMENTO
Os produtos finais – livro e filme – serão lançados oficialmente em formato on-line, nos canais oficiais do projeto, dia 15 de dezembro às 20 horas. O livro na versão impressa estará disponível para distribuição gratuita em locais parceiros do projeto e inseridos dentro do Baixo São Francisco, a partir do dia 16 de dezembro. São eles MÃE, bar localizado na Rua Treze de maio, 512, Galeria SOMA com endereço na Rua São Francisco, 179, BICICLETARIA CULTURAL, situada na rua Presidente Faria, 226 e por fim o espaço coletivo SFco179, também endereçado na Rua São Francisco, 179.

CANAIS OFICIAIS DO PROJETO
SITE: www.baixosaofrancisco.com.br
INSTAGRAM: www.instagram.com/baixo_sao_francisco/
FACEBOOK: www.facebook.com/BaixoSaoFranciscoCuritiba/
YOUTUBE:  www.youtube.com/channel/UCKmHQk0yUQcmF_Ml_EyNYXg

TRAILER DO FILME

SERVIÇO:
BAIXO SÃO FRANCISCO: IMPULSOS DE UMA (RE)OCUPAÇÃO URBANA
LANÇAMENTO ON-LINE GRATUITO DO LIVRO/FILME:
15 de dezembro 2020 às 20 horas nos canais oficiais do projeto
www.baixosaofrancisco.com.br
DISTRIBUIÇÃO GRATUITA DO LIVRO IMPRESSO
A partir do dia 16 de dezembro de 2020
BAR MÃE – Rua Treze de Maio, 512 – São Francisco, Curitiba -PR
GALERIA SOMA – Rua São Francisco, 179 – São Francisco, Curitiba-PR
BICICLETARIA CULTURAL – Rua Presidente Faria, 226 – Centro, Curitiba – PR
COLETIVO SFco179 – Rua São Francisco, 179 – São Francisco, Curitiba – PR

RODA DE QUINTAL DO LAB SECRETO BLACK MONEY

Rimon Guimarães. Foto de Pretícia Jerônimo

Em sua terceira edição, evento homenageia a fotógrafa curitibana Fernanda Castro e se alia a iniciativas geridas por pessoas negras como o brechó das pretas e o SABÃO MESSIAS e ganha como presente a fachada do artista visual Rimon Guimarães.

O Lab Secreto abre suas portas no domingo, dia 15 de dezembro para a terceira edição de sua Roda de Quintal – BLACK MONEY. Em parceria com o Núcleo Periférico (Centro Cultural Periférico), busca a emancipação e autonomia da população através da criação de alianças e do próprio investimento. A homenageada desta edição é a fotógrafa Fernanda Castro, primeira mulher a trabalhar com carteira assinada como fotojornalista em Curitiba. 

Entre os trabalhos de Fernanda, destacam-se os registros realizados nas comunidades quilombolas do Paraná. Para esta edição, a fotógrafa apresenta em uma exposição um recorte de fotos produzidas durante toda sua trajetória. 

Além disso, o Lab convida o Brechó das Pretas, rede de mulheres negras que administra uma loja localizada na rua São Francisco, para expor suas peças de roupas; a empreendedora Luciana Tavares idealizadora da Tuttan, primeira agência de modelos majoritariamente negra, o artista curitibano Rimon Guimarães para grafitar a fachada do espaço; o empreendedor Rodrigo de Melo com sua marca de SABÃO MESSIAS, produzidos a partir do dendê, argila verde, carvão, arruda e coco e a DJ Dani Black para tocar seu set especial no evento. 

O Lab Secreto é um laboratório de fotografia analógica e um ateliê de processos históricos e alternativos idealizado pela fotógrafa e laboratorista Pretícia Jerônimo. Para o Laboratório, a fotografia é um meio de compartilhar aprendizados e alcançar outras formas de percepção do mundo ao nosso redor. 

Desde a sua criação em 2016, o Lab abre suas portas para a comunidade experimentar e desenvolver estudos com fotografia analógica e processos históricos e alternativos de impressão como a cianotipia, marrom Van Dyke, papel salgado, goma bicromatada. Filmes são revelados com diferentes métodos, como caffenol e outras fórmulas. 

Em datas especiais, a laboratorista Pretícia abre o quintal do Lab Secreto para transformá-lo em um espaço livre para conversas e trocas de diferentes áreas artísticas. Assim, a partir da fotografia analógica o Lab Secreto se constitui como um espaço de vivência possível de trocar conhecimentos e a partir de suas criações, produz agendas, bolsas e obras em papel que estão a venda no espaço, buscando compartilhar com o público formas de gerir esse espaço que é construído coletivamente. 

SERVIÇO 
RODA DE QUINTAL – BLACK MONEY 
15 de dezembro 
14h às 21h 
LAB SECRETO – Rua José Antoniassi, 247, no bairro Vista Alegre em Curitiba. (no final da Rua Teffé) 
Página do evento, aqui
redes sociais: 
instagram: @lab_secreto

Foto de Fernanda Castro

10ª FEIRA NACIONAL CURITIBA VINIL

Neste sábado, 7 de dezembro, das 9h às 18h, aconteceu a Décima Edição da Feira Nacional Curitiba Vinil. Com entrada gratuita!

– 30 Expositores de Vinil de outros Estados, Curitiba e Região, incluindo o Sebinho FATO Agenda!
– Camisetas Temáticas.
– Arte e Bazar
– Muito chopp de qualidade.
– Comidas e Sobremesas.
– Lugar Central de Fácil acesso com 2 estacionamentos.
Entradas:
 A Travessa:
– Entrada Rua São Francisco, 232 – Centro
– Entrada Rua 13 de Maio, 439 – Centro

Página do evento, aqui

Organização: Curitiba Vinil

p.s.: Aqui (no link) já temos alguns lps do sebinho, aqui

#discos #discosdevinil #seboevinil #cwb #curitiba #curitibavinil #sebinho #sebinhofatoagenda #FATOagenda #entradagratuita #FATOagendaCultural

4.º GARIMPAGEM – ENCONTRO DE BRECHÓS E PRODUTOS SUSTENTÁVEIS

O 4° edição do Garimpagem acontece sábado, 06/07/2019, no coração de Curitiba.

O Garimpagem é um evento coletivo de brechós de Curitiba e região, reunindo mais de 20 expositores no mesmo espaço físico, dando a oportunidade para que o público conheça e tenha variedade de escolha. A iniciativa busca o crescimento individual, a valorização do empreendedorismo feminino e a força do trabalho em coletivo. Nossos participantes são jovens, mulheres e empreendedoras que, através de garimpos de roupas que caíram no (des)uso, levam a sustentabilidade ao alcance de todos os públicos.

Nesta 4° edição estamos de casa nova: na Galeria A Travessa (Rua Treze de Maio, 451, Centro de Curitiba), com espaço pet friendly e workshop de dança, além das nossas expositoras. Todos são bem vindos!

**A organização do evento não possui nenhum fim lucrativo. O coletivo surgiu da ideia de três amigas que gostariam de ter um coletivo para expor sem pagar taxas abusivas e abrir espaço para outras mulheres também ter local para a venda de seus produtos**

Serviço:
4.º Garimpagem – Encontro de Brechós e produtos sustentáveis
Local:  A travessa, Rua Treze de Maio, 451, Centro de Curitiba
Data:  6 de junho, sábado, das 12:00 às 18:00
Entrada gratuita!

Links do evento:
FACE: www.facebook.com/events/464632394299052/
INSTA: www.instagram.com/garim.pagem/?hl=pt-br
SYMPLA: www.sympla.com.br/4-garimpagem—encontro-de-brechos__563450

6ª FEIRA NACIONAL CURITIBA VINIL

Em Curitiba, nA Travessa. Entrada gratuita!

– 30 Expositores de outros Estados, Curitiba e Região.
– Camisetas Temáticas.
– Chopps Especiais, Comidas e Sobremesas.
– Lugar Central de Fácil acesso com 2 estacionamentos.

Serviço:
6ª Feira Nacional Curitiba Vinil
Data: Sábado, 8 de dezembro de 2018, das 10:00 às 19:00
Local: A Travessa, Rua Treze de Maio, 439, centro de Curitiba, ou vc pode entrar através da rua São Francisco, 232,
Organização: Curitiba Vinil
Confira a página do evento, aqui

Nossos patrocinadores, a LOJA DAS PULGAS, estarão Feira. Prestigie!

Pra quem curte disco de vinil (e não se aguenta até a feira) fica o convite pra visitar a LOJA DAS PULGAS. Lá eles tem mais de 1000 discos selecionados: rock, mpb, samba, sertanejo, música erudita e várias coletâneas e box. A LOJA DAS PULGAS fica na Rua Pe Paulo Warkocz, 29, CIC / Orleans, Curitiba. Das 8h às 18h. Sáb. até às 13h. Contato: 41 99745-5294 (Leandro).

Clique neste link e confira alguns discos cadastrados!!! Na loja eles chegam até 20, 30% em descontos sobre esses preços.

EVILAZIO TRANSPORTES ::: CURITIBA E REGIÃO

Chame o Evilazio quando precisar fazer mudanças, fretes e/ou até pequenos transportes de cargas em Curitiba e região! Evilazio é caminhoneiro há mais de 30 anos. É gente boa, cuida muito bem da carga e ainda tem bom preço!

Se você é estudante e/ou mora no centro da Curitiba, este caminhão é o ideal para fazer sua mudança!

Evilazio monta e desmonta guarda-roupas e outros móveis (consulte!)

Também faz viagens para litoral do Paraná e Santa Catarina.

Quando precisar, ligue e faça orçamento! Sem compromisso, é claro! O preço dele é bom mesmo!!!

Evilazio Transportes / contato:
cel.: (41) 9 9990-1450 (tim) (WhatsApp) / (41) 9 8827-0837 (claro)
ponto: próximo ao Terminal do Campina do Siqueira, na canaleta, em Curitiba.

Prestigie nossos patrocinadores! 🙂

EVILAZIO TRANSPORTES ::: CURITIBA E REGIÃO

Chame o Evilazio quando precisar fazer mudanças, fretes e/ou até pequenos transportes de cargas em Curitiba e região! Evilazio é caminhoneiro há mais de 30 anos. É gente boa, cuida muito bem da carga e ainda tem bom preço!

Se você é estudante e/ou mora no centro da Curitiba, este caminhão é o ideal para fazer sua mudança!

Evilazio monta e desmonta guarda-roupas e outros móveis (consulte!)

Também faz viagens para litoral do Paraná e Santa Catarina.

Quando precisar, ligue e faça orçamento! Sem compromisso, é claro! O preço dele é bom mesmo!!!

Evilazio Transportes / contato:
cel.: (41) 9 9990-1450 (tim) (WhatsApp) / (41) 9 8827-0837 (claro)
ponto: próximo ao Terminal do Campina do Siqueira, na canaleta, em Curitiba.

Prestigie nossos patrocinadores! 🙂

EVILAZIO TRANSPORTES ::: CURITIBA E REGIÃO

Chame o Evilazio quando precisar fazer mudanças, fretes e/ou até pequenos transportes de cargas em Curitiba e região! Evilazio é caminhoneiro há mais de 30 anos. É gente boa, cuida muito bem da carga e ainda tem bom preço!

Se você é estudante e/ou mora no centro da Curitiba, este caminhão é o ideal para fazer sua mudança!

Evilazio monta e desmonta guarda-roupas e outros móveis (consulte!)

Também faz viagens para litoral do Paraná e Santa Catarina.

Quando precisar, ligue e faça orçamento! Sem compromisso, é claro! O preço dele é bom mesmo!!!

Evilazio Transportes / contato:
cel.: (41) 9 9990-1450 (tim) (WhatsApp) / (41) 9 8827-0837 (claro)
ponto: próximo ao Terminal do Campina do Siqueira, na canaleta, em Curitiba.

Prestigie nossos patrocinadores! 🙂

O MISTÉRIO DA JAPONESA – FILME DE BETO CARMINATTI E PEDRO MEREGE

“Uma cidade Grande. Um homem solitário. Um encontro com uma prostituta japonesa num hotelzinho barato de “rendez-vous”. o que teria acontecido naquele encontro que marcaria para sempre a vida daquele homem?”

O Mistério da Japonesa (2005), dirigido por Beto Carminatti e Pedro Merege, foi rodado (em 35 mm) em Curitiba – reparem nas cenas na Rua São Francisco. Baseado no livro “O Mistério da Prostituta Japonesa”, de Valêncio Xavier. Um lindo filme! Confira!!!