ESTUDANTES DE JORNALISMO DA PUCPR VALORIZAM MANIFESTAÇÃO AFRO-BRASILEIRA EM TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

O enredo é formado por dois grupos, o do Rei do Congo e o da Rainha da Ginga e remonta o período da escravidão. Foto por: Julia Favaro

O projeto tem como objetivo registrar jornalisticamente os aspectos históricos da manifestação afro-brasileira da Congada Ferreira da Lapa

Uma pesquisa realizada pelos estudantes da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) Ema Cristina, Giovanna Rell, Hanna Siriaki, Igor Arendt e Julia Favaro identificou que a manifestação afro-brasileira da Congada Ferreira da Lapa é desconhecida por 61% dos respondentes em uma amostra de 383 participantes de diversas regiões do país.

A Congada Ferreira está localizada na Lapa-PR e é composta principalmente pela própria família Ferreira, justamente pelo fato dessa tradição ser passada de geração a geração. Atualmente ela é formada por mais de 40 integrantes, composto pelo grupo da dança e músicos. Não se sabe ao certo a data efetiva de seu início, mas estima-se que em 2020 a Congada complete 200 anos.

Giovanna Rell, uma das integrantes do grupo, explica que a escolha do tema surgiu após a realização de outros trabalhos relacionados à temática da cultura negra durante a graduação. “Identificamos o quanto esse tema não tem a representatividade que deveria e por isso, decidimos trabalhar com a congada e lutar por sua valorização”, afirma.

“Para valorizar a Congada estamos realizando uma produção jornalística transmídia que refere-se a um processo de narrativa construído através de diversas plataformas e múltiplos canais. Cada uma delas tem como propósito acrescentar algo de novo à narrativa da plataforma principal, contribuindo com novos elementos e tornando o enredo mais rico. Para tornar nosso projeto uma narrativa transmídia elaboramos um fotolivro, documentário fragmentado, ação na ONG De Mãos Unidas, infográfico 360º e interação via Instagram”, explica Hanna Siriaki, integrante da equipe.

Segundo o atual Embaixador e representante da Congada Ferreira da Lapa, Ney Ferreira, participante desde os seus seis anos de idade a tradição é passada de geração em geração: “Tudo começou com meus bisavós, avós, pais, irmãos mais velhos e hoje eu, um dos mais novos a assumir o grupo. Eu era Conguinho quando virei Embaixador e logo após passei a gerenciar tudo, mesmo tendo todos os outros irmãos mais velhos que não quiseram assumir”.

De acordo com o historiador Geraldo Silva é importante ressaltar que a congada surgiu em um período em que havia o controle dos portugueses católicos, o que justifica a presença de São Benedito, que recebe homenagens na apresentação.

“O elemento central é o santo católico, mas convém observar que há uma junção de elementos culturais, como o vestuário, coroas e demais acessórios, remetem à representação das cortes europeias e por isso, há no processo todo uma mistura”, afirma.

A Congada e seu rico enredo foi muito prestigiada por toda a população da Lapa e cidades no entorno. Após o momento de auge e encanto passar, os representantes ficaram por 17 anos longe de suas tradições. Graças aos esforços dos membros do último reinado a Congada voltou a se reunir e deu continuidade às encenações.

É possível acompanhar o desenvolvimento do projeto no Instagram @herdeirosdocongo, Facebook e no site www.herdeirosdocongo.com

DEPOIS DO NÃO: PROJETO TRANSMÍDIA DISCUTE O ASSÉDIO CONTRA MULHERES JORNALISTAS EM CURITIBA

Um produto realizado por estudantes de jornalismo da PUCPR tem como foco combater o assédio

Depois do não é assédio, é violência, não se cale! Para empoderar mulheres jornalistas, fortalecer a representatividade feminina na mídia e combater o assédio no mercado de trabalho, o projeto Depois do Não é uma Grande Reportagem Transmídia (GRT) que reúne relatos de mulheres jornalistas que sofreram assédio no exercício de sua profissão e superaram tal violência. O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) foi produzido pelos estudantes de Jornalismo, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Erica Hong, Mateus Bossoni, Sarah Lima, Thais Camargo e Yasmin Soares, com orientação da professora Criselli Montipó.

De acordo com dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2010, as mulheres tendem a receber salários menores e a serem excluídas dos cargos de maior prestígio e remuneração. Na pesquisa Mulheres no Jornalismo Brasileiro, realizado pela Gênero e Número e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), dentre as entrevistadas, 65% declararam haver mais homens em cargos de poder. “Elas não tinham cargos importantes, faziam o cafézinho ou atendiam na recepção”, relata uma das personagens da GRT.

De acordo com informações dos Relógios da Violência, do Instituto Maria da Penha, a cada um segundo uma mulher é assediada no Brasil. A pesquisa nacional do DataFolha Assédio sexual entre as mulheres, de 2017, aponta ainda que 42% das mulheres entrevistadas declararam já haverem sido vítimas de assédio sexual. Nas redações, a situação não é diferente, 73% das mulheres entrevistadas também pela pesquisa Mulheres no Jornalismo Brasileiro afirmaram já ter escutado comentários ou piadas de natureza sexual sobre uma mulher ou mulheres no seu ambiente de trabalho.

Campanhas como #JornalistasContraoAssédio e #DeixaElaTrabalhar trouxeram o tema do assédio à tona, inclusive o fato de que as mulheres jornalistas relatam sobre esses casos, mas não os que acontecem com as próprias profissionais. “É uma coisa horrível. Te envergonha e você não sabe do porquê acontece. Me questiono até hoje, poderia ter feito várias coisas, contado, denunciado, pedido ajuda, mas não consegui. Hoje peço para que todas denunciem, mas não sei se teria coragem. Na teoria é uma coisa, na prática, quando você passa por uma situação dessas, é outra totalmente diferente”, declara J. C., personagem do projeto.

Os dados apontam a urgência e a importância do tema. “É preciso combater o assédio contra as mulheres em todas as profissões. O Depois do Não busca apresentar o relato das vítimas como forma de manifesto e compartilhar histórias entre as profissionais para incentivar o empoderamento, além de influenciar para que outras jornalistas possam ser ouvidas e denunciem seus casos”, afirma Sarah Lima, uma das estudantes que integra a equipe do TCC.

Serviço:
Site: www.depoisdonao.com.br 
Instagram: www.instagram.com/depoisdonao/   
Facebook: www.facebook.com/depoisdonao/  
Youtube: www.youtube.com/channel/UCI85Y0p1ci1Uq1aSwmEr0Dg  
Evento: Roda de Conversa: “O seu não: assédio contra mulheres jornalistas no mercado de trabalho”
Data: 20 de novembro de 2018
Horário: 9h às 11h
Local: PUCR-PR, Auditório Newton Stadler (Bloco 5 – Vermelho)
Endereço: Rua Imaculada Conceição, 1155, Prado Velho, Curitiba – PR
Entrada: Franca

PROFESSOR PESQUISADOR – PROCESSO SELETIVO – PUCPR

O Programa de Pós-gradução em Gestão Urbana (PPGTU), da Escola de Arquitetura e Design da PUCPR, abre processo seletivo para contratar Professor Pesquisador. 

requisitos:  doutorado em áreas afins da gestão urbana, em perspectiva interdisciplinar, que lhe habilite a orientar/conduzir pesquisas na área de Planejamento Urbano e Rural com foco em pesquisa.

Dentre outros requisitos, confira aqui

Classe: Adjunto.
Carga horária: 40 horas semanais.

A inscrição é isenta de custo e será efetivada mediante envio de documentos de identificação pessoal e profissional para o e-mail gestaourbana@pucpr.br ou na secretaria da PPGTU, R. Imaculada Conceição, 1155 – Prado Velho, Curitiba – PR, Bloco 2, 2º Andar.  Fone: (41) 3271-2623. Inscrições até às 17h do dia 10 de agosto de 2018.

Confira todos os requisitos e informações no edital, aqui

Fonte: Escritório Verde Utfpr

GRUPO MARISTA CONTRATA ANALISTA DE MARKETING SR (SEGUNDA VAGA)


Grupo Marista contrata Analista de Marketing SR (SEGUNDA VAGA). Vaga para trabalhar em Curitiba, na Educação Superior.

atividades:
– Contribuir com a definição das métricas a serem acompanhadas para alcance dos resultados projetados para a PUCPR;
– Monitorar os acessos ao Portal PUCPR e identificar, analisar e interpretar informações sobre indicadores relevantes, tais como dados de acesso via campanhas e navegação, com o objetivo de identificar oportunidades de melhoria nas estratégias digitais da Universidade;
– Contribuir com a composição da matriz de conteúdo digital da Universidade, por meio do direcionamento baseado na análise dos dados de navegação, métricas e resultados para direcionar a criação de novas estratégias;
– Acompanhar as métricas e KPIs para avaliação do sucesso do trabalho de web, alinhando as iniciativas às metas e resultados desejados pela Universidade, preparando relatórios e análises em que se estabelece a correlação entre os acessos ao Portal PUCPR e os ganhos em captação e retenção, evidenciando assim o retorno sobre o investimento;
Construir um dashboard para visualização dos relatórios de site, mídias sociais e e-mail marketing em tempo real.

requisitos:
– Superior Completo em áreas de Negócios ou Comunicação Digital. Desejável Pós-Graduação;
– Conhecimentos avançados: Métricas e softwares para mensuração de resultados na web. Google Analytics. Análise de dados de social media e e-mail marketing. Mensuração de resultados em campanhas de Google Adwords e mídia de performance. Tratamento de bases de dados. Business Intelligence.
– Conhecimentos intermediários: Word, PowerPoint, Excel.
– Desejável inglês avançado.

HORÁRIO DE TRABALHO:
Segunda a sexta-feira das 9h às 18:48.

SETOR: Relacionamento.

Interessados cadastrem-se através deste link

fonte: Vagas Grupo Marista

GRUPO MARISTA CONTRATA ANALISTA DE MARKETING SR

Grupo Marista contrata Analista de Marketing SR. Vaga para trabalhar em Curitiba, na Educação Superior.

atividades:
– Desenvolver o layout e a criação de páginas internas no Portal PUCPR, landing pages, hospedagem de HTML e telas de acesso aos sistemas, de modo a contribuir com a comunicação da Universidade com seus diferentes públicos;
– Contribuir com a gestão do Portal PUCPR, respeitando as normas para a criação de novas páginas, bem como as melhores práticas de SEO e UX, de modo a garantir o contínuo alinhamento do conteúdo disponível no Portal às prioridades estratégicas da Universidade;
– Contribuir com a melhoria contínua da estratégia de presença digital da PUCPR e com a composição da matriz de conteúdo digital da Universidade, por meio da proposição de assuntos a serem abordados para a execução da estratégia de web, informações importantes a serem divulgadas, formatos (imagem, texto, infográfico, vídeo entre outros) e frequência de produção/ativação; realizar o upload de arquivos e postagem de conteúdos relevantes para a Universidade e que devem estar disponíveis aos diversos públicos, seja por demanda legal, seja por necessidade de melhorar a comunicação;
– Contribuir com o projeto de implementação do Aplicativo PUCPR.

requisitos: Superior Completo em Design Digital ou áreas afins. Desejável Pós-Graduação. Desejável inglês avançado; Conhecimentos avançados: domínio de web design, técnicas de SEO e princípios de UX. WordPress; Conhecimentos intermediários: Word, PowerPoint, Excel. Análise de dados.

HORÁRIO DE TRABALHO: Segunda a sexta-feira das 9h às 18:48h.

SETOR: Relacionamento.

Interessados candidatem-se através deste link.

fonte: Vagas Grupo Marista

SARAU REVOLUCIONARTE! MULHERES DE LUTA!

Em Curitiba.

Programação:
17h00 às 18h00 – Tempo para organização das exposições;
18h00 às 19h00 – Abertura do Sarau e Apresentações espontâneas;
19h00 às 20h00 – Dani Zan (MPB e autorais);
20h00 às 20h30 – Apresentações espontâneas;
20h30 às 21h00 – Dani Zan (MPB e autorais);
21h00 às 22h00 – Kauane Farias e Matheus Braga (Homenagem à Clara Nunes);
**Foram realizadas inscrições de mulheres para recitar poesias e cantar/tocar músicas
Exposições Permanentes:
*Historia de Ya Mukumby;
*Veganismo e Libertação Animal;
*Bordados referentes à mulheres.

Objetivo: Diminuir custos do XL ERESS da Região VI.

Escolas Organizadoras: PUCPR, FATEC, UniBrasil Centro UniversitárioUninter. (é estudante de Serviço Social e sua escola não está na lista? Cola com a gente e vamos juntas!)

Tem interesse em realizar apresentações? Cola com a gente em: aqui

###### INGRESSOS À VENDA ######
Ingressos antecipados: ft$10,00, Na hora: ft$15,00.
*Se quiser pegar ingressos pra vender, liga nóis!

Página do evento, aqui

fonte

O CÉU AO REDOR DO MUNDO É TEMA DE PRÓXIMA SESSÃO DO FTD DIGITAL ARENA

FTD Digital Arena / Crédito: João Borges

Atividade será realizada no próximo sábado (11) às 16h e contará com apresentação do físico João Carlos de Oliveira.

O FTD Digital Arena apresenta, no próximo sábado (11) às 16h, uma sessão sobre as diferentes visões que temos do céu nas diferentes regiões da Terra. Chamada de “O céu ao redor do mundo”, a atividade será conduzida pelo físico João Carlos de Oliveira, e abordará como se dão os movimentos em diversas posições da Terra, seja sobre o equador, nos polos ou em outro local qualquer.

Em alguns lugares noites e dias podem durar meses ou poucas horas. Em outros locais, alguns objetos celestes nunca se põem abaixo do horizonte, descrevendo círculos concêntricos no céu. Em outros, aparecem objetos que permanecem fixos num mesmo local, aparentando estarem pregados numa mesma posição e, ainda, objetos que descrevem trajetórias contrárias àquelas inicialmente esperadas”, explica o físico.

Além desta sessão, será ofertada às 14h a tradicional atividade “As Fronteiras do Sistema Solar”. Às 15h será exibido “Kaluoka’Hina – O Recife Encantado”, que conta a história de Kaluoka’hina, um recife encantado encontrado na vastidão dos oceanos. No filme, os habitantes coloridos vivem em paz até que o vulcão entra em erupção e quebra o encanto. Então, cabe ao jovem Jake e seu companheiro restaurar a magia.

Para mais informações sobre as atrações, acesse este link

Serviço:
Atividades no Planetário
Data: 11/11.

As Fronteiras do Sistema Solar
Horário: às 14h.

Apresentação filme Kaluoka’Hina – O Recife Encantado
Horário: às 15h.

O céu ao redor do mundo
Horário: às 16h.

Local: FTD Digital Arena (Rua Imaculada Conceição, 1155, Prado Velho, Curitiba – Portão 1 da PUCPR).

Informações: 3271 -6322 | www.ftddigitalarena.com.br

Valor: R$ 30,00 (inteira) | R$ 15,00 (meia-entrada) | Condições especiais para pacote família.

FTD DIGITAL ARENA PROMOVE SESSÃO SOBRE VIDA EXTRATERRESTRE

FTD Digital Arena / foto: João Borges

Atividade acontece no próximo sábado 07, às 16h

Será que existe vida inteligente em outros lugares no Universo? Se sim, será que esses seres estão tentando entrar em contato com os habitantes da Terra? Ou será que eles já estão entre nós? Essas e outras perguntas serão respondidas na próxima sessão do FTD Digital Arena, que acontecerá no próximo dia 07 às 16h.

No encontro, o físico João Carlos de Oliveira falará sobre a concepção de vida e onde seria possível encontrar vida dentro e fora do Sistema Solar. A apresentação também abordará sobre os possíveis locais onde podemos encontrar vida extraterrestre, tanto dentro do Sistema Solar quanto fora dele, nos exoplanetas.

“Essas respostas são fundamentais para compreendermos os reais perigos que corremos ao degradar as condições que mantem a vida em nosso planeta e também quais as possibilidades de um dia, a humanidade poder viver em outro planeta que não seja a nossa Terra”, explica Oliveira.

Além desta sessão, será apresentada a atividade “As Fronteiras do Sistema Solar”, que falará sobre as condições que permitem a existência da vida na Terra, às 14h. Já às 15h, será exibido o filme “BUGS! Uma aventura na Floresta Tropical”. Para mais informações, acesse www.ftddigitalarena.com.br/programacao/

Sobre o FTD Digital Arena

O FTD Digital Arena, localizado na PUCPR com entrada pelo Portão 1, é um planetário com tecnologias de um cinema digital de alta definição, tendo uma cúpula em formato semiesférico e sistema de projetores digitais.

Serviço:
Atividades no Planetário
Data: 07/10 – sábado

As Fronteiras do Sistema Solar
Horário: às 14h.

Apresentação filme BUGS! Uma aventura na Floresta Tropical
Horário: às 15h.

Vida Extraterrestre
Horário: às 16h.

Local: FTD Digital Arena (Rua Imaculada Conceição, 1155, Prado Velho, Curitiba– Portão 1 da PUCPR).
Informações: 3271 -6322 | www.ftddigitalarena.com.br
Valor: R$ 30,00 (inteira) | R$ 15,00 (meia-entrada) | Condições especiais para pacote família.

PUCPR PROMOVE EVENTO SOBRE EDUCAÇÃO ALIMENTAR

Feira Cultura de Sabores acontece na Universidade nos dias 20 e 21 de setembro e terá degustações, oficinas e workshops gratuitos

Trazer conhecimento sobre como unir a alimentação com sustentabilidade, cultura, saúde e também desenvolvimento da comunidade local é o principal objetivo da Feira Cultura de Sabores da PUCPR. O evento gratuito e aberto à comunidade acontece nos dias 20 e 21 de setembro e terá pratos preparados por estudantes de Gastronomia, degustação de alimentos, palestras e oficinas com profissionais de Nutrição, Biotecnologia, Ciência Animal e Saúde e também a comercialização de produtos orgânicos.

A Feira acontece no hall do bloco verde da PUCPR das 09h às 20h e irá promover a educação alimentar integrando conhecimentos culturais, produção de alimentos e economia local. A iniciativa auxilia na conscientização da necessidade de preservar a cozinha regional, produtos tradicionais e artesanais, assim como a produção de alimentos sem agrotóxico. Além disso, proporcionará o encontro social de pequenos produtores locais e consumidores.

“Com o evento, queremos estimular o comércio baseado nos princípios do movimento Slow Food, de produtos limpos, bons e justos. Ou seja, que a produção seja ambientalmente sustentável, que os produtos tenham excelente qualidade e que os preços praticados sejam justos, tanto para o produtor quanto ao consumidor”, explica Alexandre Dhein, coordenador do curso de Tecnologia em Gastronomia da Universidade.

No dia 20 serão realizados workshops sobre plantas alimentícias não convencionais (PANCs) e nutrição alimentar nos grandes centros urbanos, às 14h e às 15h, respectivamente.

Já no dia 21, serão ofertados workshops sobre alimentos ultraprocessados (09h45), temperos e fitoterapia (14h), e contaminação de alimentos por agrotóxicos (15h).