CIDADE FRIA – HISTÓRIAS DE CURITIBA

Cidade Fria – histórias de Curitiba” é um projeto criado por Christiano Carstensen Neto (baterista, arte educador e ilustrador) e Daniel Gonçalves (vocalista, tatuador e ilustrador). Trata-se de uma compilação impressa de contos, ilustrações e histórias em quadrinhos ambientadas nas ruas de Curitiba.

Os trabalhos retratam personagens e o ambiente urbano da capital paranaense, tendo o underground como principal articulador. Música, violência, injustiça, fúria, loucura, terror, suspense, fantasia e ficção são algumas sugestões de caminhos a serem explorados.

O projeto “Cidade Fria – histórias de Curitiba” será disponibilizado via financiamento coletivo pela plataforma Kickante. A iniciativa não possui fins lucrativos e o propósito é de ampliar a visibilidade de artistas locais, beneficiando a cena independente de forma geral. A maior parte dos exemplares será destinada aos financiadores do projeto e outra parte ao acervo de bibliotecas, centros culturais e demais locais fomentadores da cultura.

Neste link (kickante) você pode colaborar com o projeto  e conferir a apresentação da proposta pelos próprios criadores e as recompensas disponíveis para os financiadores. As colaborações podem ser feitas até o dia 02 de novembro.

Os valores variam entre R$15 e R$1.000,00.  As recompensas para quem colaborar com Cidade Fria: Histórias de Curitiba vão desde festa de lançamento particular com banda, camiseta, poster, tatuagens, adesivos, bottons, e várias outras. Para contribuir, os interessados devem realizar o cadastro na plataforma e escolher o valor de acordo com a recompensa. 

Confiram todos os artistas confirmados:
Fulvio Pacheco, Christiano C.Neto, Danihell Golçalvez, Marcos Vinicius, Fernando Nishijima, Klaus Koti, Marcela Machado, Lucian Araujo, Leonardo Lotowski, Eliederson (Eli), Gege Valentino, Sergio Souza (Servejão), Thomas Emanuel, João Ferreira, Malu Vallentine, Maria Paraguaya, Ulisses Rodrigues, Maxwell Alves, Lucas Ruteski, Wilson Juslayer, Romvlvs, Karina D’Alessandre, Mazi, Tais D’Albuquerque, larissa Lrss, Carlos Panhoca, Thalita Medeiros, Regina Walger, Beer, Luciano Popa, Pedro Alkimista, Gabi Spree, Tiago, Rafael Valore, Israel dali, G lerm Rubini, Zacarias Nepomuceno, Vulcanis (Aranha), Jyudah Ichiban, Ananda Kuhn, Oneide Diedrich, Benett, Glauco Caruso, Giovanni Caruso, Nicole, Joice Mqf, Sisie, Fabio Vermelho, Bruno Marafigo, Marcelo Amado, Matheus Franas (praia podre), Ottavio lourenço, Pedro Furlan, laura Marafante, Lee Khanti, Pietro Luigi, Juanitcha (Mary Jane), Camila Zawadzki, Luiz Pacheco, Alexandre Buhler.

Mais informações:
Facebook: www.facebook.com/cidadefria/
Instagram: @cidadefriacwb

FESTIVAL PELA VIDA DAS MULHERES É NESTA SEXTA E SÁBADO

Evento está sendo organizado por movimentos sociais de Curitiba em parceria com movimentos de outras cidades do Brasil.

CURITIBA – Neste fim de semana acontece o Festival Pela Vida das Mulheres, um evento que está sendo organizado nacionalmente por movimentos sociais. Na sexta-feira, 27, a programação começa às 16h, na Boca Maldita, com shows de artistas mulheres, intervenções artísticas, slam, bloca feminista, além de falas e informações sobre direitos sexuais reprodutivos. das pessoas que estiverem por lá. No dia 28, o projeto percussivo Baque Mulher, juntamente com a organização do festival, promovem um bate-papo, yoga e maracatu, dentro da Comunidade Escola no Parolin, a partir das 13h30. Todo o evento está sendo organizado por mulheres. 

As atividades culturais são um convite para que mulheres conheçam melhor o seus direitos. Tanto na praça, como na comunidade escola, haverão psicólogas e advogadas explicando sobre o que fazer nos casos de violência sexual, onde ir e como conseguir o aborto legal, permitido por lei, nos casos de estupro, risco de morte da mãe e fetos anencéfalos. 

As ações integram a chamada da Frente Nacional Pela Legalização do Aborto, feita durante a 3ª Plenária Nacional realizada em agosto, em Brasília. A proposta é que os movimentos sociais se mobilizem no Dia Latino-americano e Caribenho de Luta Pela Descriminalização do Aborto e incluam a data no calendário de lutas pelos direitos das mulheres. São Paulo, Recife, Rio de Janeiro, Florianópolis e demais cidades do Brasil terão atividades nestas datas. 

PROGRAMAÇÃO
::::27 de setembro | BOCA MALDITA:::::
16h00 – Discotecagem com Dani Black
16h20 – Show Amanda Lyra
17h00 – Show Horrorosas Desprezíveis 
17h40 – Show Maria Isabel Corrêa 
18h00 – Teatro com Gabriela Grigolom Silva
18h30 – Poesia Falada com Slam das Gurias Cwb
18h45 – Show Day Paixão
19h30 – Bloca Ela Pode, Ela Vai
20h20 – Bicicletada – Saia de bici
+ intervenções artísticas.

::::28 de setembro | CONVERSA DE COMADRE | PAROLIN::::
13:30 – Acolhimento
14:00 – Documentário ‘Tentei’, Laís Melo
14:30 – Rodas de Conversa sobre Saúde da Mulher e Violência Doméstica
16:00 – Yoga
16:20 – Maracatu com Grupo Baque Mulher
+ Atividades para crianças.

SERVIÇO
FESTIVAL PELA VIDA DAS MULHERES
Data: 27 de setembro, sexta
Hora: 16h às 20h30
Local: Boca Maldita, centro de Curitiba
Evento gratuito.
Página do evento, aqui

BAQUE MULHER PROMOVE CONVERSA COMADRE
Data: 28 de setembro, sábado.
Hora: 13h30 às 17h.
Local: Escola Municipal Professora Nansyr Cecato Cavichiolo – Rua Francisco Parolin, 930, Curitiba.
Evento gratuito.
Página do evento, aqui

Fonte: Cliteriosa Comunicação

FLIBI, A FESTA LITERÁRIA DA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ

A Biblioteca Pública do Paraná realiza entre os dias 22 e 26 de outubro a terceira edição da Flibi, a Festa Literária da Biblioteca. Dalton Trevisan é o autor homenageado do evento, que neste ano conta com mais de 40 convidados e 50 atrações gratuitas — entre palestras, debates, oficinas, exposições, sessões de cinema, atividades para crianças e apresentações de música e teatro. Pela primeira vez, as ações acontecem também fora da BPP, nos espaços culturais de Curitiba mantidos pelo Governo do Estado e em outros cinco municípios do Paraná (Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Cascavel e Foz do Iguaçu). Marçal Aquino, Eliane Robert Moraes, Paulo Cesar de Araújo, Luci Collin e André Sant’Anna são alguns dos convidados já confirmados na festa.

Serviço
Flibi 2019
De 22 a 26 de outubro, na Biblioteca Pública do Paraná e em diversos espaços culturais de Curitiba, Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Cascavel e Foz do Iguaçu
Entrada franca
Mais informações: (41) 3221-4911

Saiba mais: https://bit.ly/2kSGQk8

fonte: Jornal Cândido

BAZAR “DUVIDO VC COMPRAR UM LIVRO”

Livros barateza! A partir de 2 reais nesta SEXTA (8/9) e SÁBADO, a partir das 19h,  no Bazar “DUVIDO VC COMPRAR UM LIVRO” na Erva Doce Doceria Bar, Rua Paula Gomes, 380, centro de Curitiba – quase esquina com rua Duque de Caxias.

Além de livros, teremos discos de vinil, suculentas e vasinhos de cimento!  Se pá, teremos roupas y otras cositas más. Uma oportunidade de você escolher um presente para a alma do seu pai! Sem falar nas comidinhas maravilhosas da doceria!!! Pizza margherita! Coxinhas veganas! Chope gelado! E cerveja também! A feira de sexta começa às 19h e vai até de madrugada! Venha!

Vamos contar uma novidade:
O blogue FATO Agenda tá com o SEBO FATO agenda.  Uma sala, um sebinho, na Erva Doce Doceria Bar, no centro de Curitiba. Será um jeito da  gente financiar nossas atividades. Então, se vc gosta do trabalho do FATO Agenda, bora prestigiar! 

Livros
Livros de todos os tipos: literatura brasileira, universal, coletâneas, livros técnicos, livros infantis em inglês, revistas e gibis. Livros a partir de R$2, pra todo mundo sair carregado de livros do bazar!

Discos
Mais de 800 discos de vinil. Bons descontos. Discos de rock, samba, mpb, música erudita, discos compactos.

Erva Doce Doceria Bar
Uma doceria charmosa no centro boêmio da cidade! Com doces, pizzas, chope artesanal e bebidinhas doces. A doceria tem agora (dentro dela) o SEBO FATO Agenda. Um lugarzinho lindo! Com jardim! Vale a pena conhecer!

Serviço:
DUVIDO VC COMPRAR UM LIVRO
Data: sex (8/9) e sábado, a partir das 19h – até a madrugada
Local: Erva Doce Doceria Bar, Rua Paula Gomes, 380, São Francisco, Centro de Curitiba
Entrada gratuita!
Página do evento, aqui
Informações sobre o bazar: (41) 99745-5294 / leandro.hammer@gmail.com

PROGRAMA CURITIBANEANDO COM DANIEL D’ALESSANDRO E FRANCO DAS CAMÉLIAS

Ouça aqui o programa Curitibaneando (da  Radio Cultura de Curitiba) com Daniel D’Alessandro e Franco das Camélias. Gravado dia 01 de agosto de 2019. Apresentação: Barbara Kirchner

“Dentre as canções escolhidas estão algumas do disco Ao Vivo no Ampli do Infinito e, especialmente, parcerias do Franco com o Luís Vaz de Camões. Em uma conversa sensacional, ele nos conta como nasceram algumas músicas a partir de Os Lusíadas em um impulso do amigo Gabriel Dória Rachwal.

Abraços especiais para Os Monges da Lapa nas figuras de Leandro Hammerschmidt e ao Evilásio Hammerschmidt, à tudo o que acontece através da FAP e, também, àqueles que apareceram nas memórias do nosso encontro: Roseane Santos, André Carvalho e sua guitarra, Thai Borges, Cacau e os Farrapos e à turma do Ireno no Kelvin de Souza e Matheus Mantovani.”

Ouça https://francodascamelias.wordpress.com

Uma hora inteirinha com os compositores que têm raízes na capital dos pinheirais só na Rádio Cultura de Curitiba, a mais livre de todas!

Sintonize a AM930 ou ouça de qualquer lugar do planeta no
www.cultura930.com.br/curitibaneando

#curitibaneando #cultura930 #FATOagendaCultural

CONCURSO DE HAICAI / TEMA: ABELHA

O tema do 1º Concurso de Haicai “Professor José Maria Orreda” é “abelha”. Esta palavra deve constar, obrigatoriamente, em um dos versos do haicai.

Para os efeitos deste concurso, entende-se por haicai o poema, sem título, estruturado em três versos de aproximadamente 5, 7, 5 pés métricos. Os trabalhos devem ser escritos em língua portuguesa.

Definição de Categorias:
– Infantojuvenil: participantes com idade inferior a 15 anos
– Adulto: maiores de 15 anos

Premiação e Divulgação:
Todos os classificados terão a publicação dos poemas selecionados na obra RIO DE MEL – Antologia de Haicai

O prazo para entrega dos trabalhos encerra-se no dia 31 de outubro de 2019, valendo como prova de cumprimento de prazo o carimbo dos Correios.

Confira o regulamento, aqui

BATATINHA, POETA DO SAMBA


Sinopse: Um dos mais importantes sambistas do Brasil, o baiano Oscar da Penha, o Batatinha (1924 -1997), é visto aqui sob a perspectiva de seus nove filhos. São eles que vão atrás das memórias do pai, investigam a sua vida, história e obra e se encontram com familiares, amigos e músicos. Seus filhos, ao reunir os fragmentos que revelam a história do pai, acabam conhecendo mais sobre ele, estabelecendo também elos fraternais importantes entre a própria família.

Ficha técnica:
Brasil | 2008 | cor |
Direção: Marcelo Rabelo
Fotografia: Nicolas Hallet
Montagem: Iris de Oliveira Som: Simone Dourado
Produção: Eliana Mendes, Marcelo Rabelo e Vanessa Salles
Contato: bendego@gmail.com

NA-NU NA GIBITECA DE CURITIBA

Segunda edição do evento do NA-NU na Gibiteca de Curitiba

Programação completa:
14h : Início do evento
16h: Bate-papo com Allan Ledo: Sangrando até Morrer e a obra de Eder S. Rodrigues
17h: Bate-Papo com editores de HQ e poesia: Confirmados: Carlos Panhoca (Revista Pé-de-Cabra), Amanda Barros e Ariel Morais da Cunha (Ursereia), L-Dopa Publicações
18h: Show de LETRASH
19h: Show com Estrela Leminski e Téo Ruiz
20h: Encerramento do evento

Pintura ao vivo com Ganço

Feira de arte e quadrinhos:
(confirmados:)
Revista Pé-de-Cabra
Celina Pacheco
Flavia Scheremetta
Delírios Urbanos
Hasegawa Teixeira Fabiola
Ursereia
Mário de Alencar
João Ferreira
Marcio R. Garcia
Aracne Ambientes Criativos
Lucas Loiola
L-Dopa Publicações
Welington Lima
Amaury Filho
TerraTundra
– Zine Tentáculos Feministas
Ismália Siqueira

Exposições:
Ganço (Pintura)
Flavio Antunes Ramos (Pintura)
Sangrando Até Morrer (Quadrinhos)

Estande do NA-NU:
– Obras da Café Espacial, Ganço, Lucas Fernandes, Carlon Hardt, Cookies & Memories – bolachas artesanais, Editora Estronho além de prints, zines, brindes, livros, quadrinhos, LPs e CDs, novos e usados

Acompanhe para mais novidades:
www.nanu.blog.br/
www.facebook.com/NANUzine/

A Gibiteca fica no Solar do Barão, Rua Presidente Carlos Cavalcanti 533, centro da cidade.
Sábado, 23 de março, das 14:00 às 20:00.

SCHË LANÇA SEU PRIMEIRO SINGLE “AS CORES”


SCHË é uma cantora e compositora curitibana que lançou sua primeira música agora dia 21 de fevereiro, uma quinta-feira, em uma live em seu perfil do Facebook, e em seu perfil do Instagram: @sche_cantante.

Seu primeiro single intitulado “As Cores” foi concebido de rascunhos que tinha escrito há anos que se encaixaram em perfeita harmonia na melodia. O refrão ela escreveu no estúdio em alguns pares de minutos, surgiu, como dizem, do nada. A letra não narra uma sequência de acontecimentos, são fragmentos de experiências e constatações que juntas formam uma amálgama de sentimentos e sensações. A letra tem profundidade, poesia, fala de esperança, fala de amor de uma maneira não óbvia, o que dá a ela várias interpretações dependendo do interlocutor. Mas mesmo sendo poética e profunda ainda é pop pela sua sonoridade. Este single foi produzido pelo Amadeus de Marchi e Gustavo Schirmer e teve masterização do Nico do Nico’s Studio onde foi gravado.

Contando um pouco sobre sua história, desde muito cedo gostava de brincar afinando a voz com o piano, ficava horas ouvindo discos antigos de Jazz na casa dos pais, onde a relação com a música foi muito estreita. Quando adolescente as amizades trouxeram a mistura de gêneros como o Rock n’ Roll, Punk-Rock e Grunge. Foi quando aos 17 anos assumiu pela primeira vez o posto de vocalista, sua primeira banda chamava-se “Neo Canibalismo” e tocavam Rock Alternativo. Passou por outras bandas como “Ela e os Demais” que trouxe a influência da MPB, “The Sharons” onde cantava Rock n’ Roll autoral e “Scheila Foltran e os Jazzers” que foi seu último projeto onde reencontrou sua paixão de infância, o Jazz. Tudo isso somou muito para enriquecer sua experiência musical.

Agora, assumindo sua verdadeira identidade artística, SCHË traz uma nova sonoridade original e envolvente. Suas músicas possuem uma sonoridade moderna que mistura pop, jazz, rock experimental e alternativo, trip hop, e uma pegada eletrônica. Sua aparência e estilo são impactantes. Seus materiais sonoros e áudio visuais são muito bem produzidos. O objetivo de sua carreira é ter um lugar significativo no cenário fonográfico brasileiro. E este projeto tem como cerne a inquietação da artista, que de um ponto de vista singular vindo de sua personalidade artística, aborda temas como empoderamento, profundidade, olhar para si mesmo, auto aceitação, introspecção, sagrado feminino, amor, tudo com uma linguagem poética e um olhar único.

SCHË fez uma festa de pré-lançamento na sua casa um dia antes do lançamento oficial.

“A festa foi aqui em casa e foi maravilhoso poder estar com muito amigos e parceiros no aconchego do meu lar. Montamos um palco na sala e mudamos o conceito de entretenimento por aqui, hehehe. No show acústico fui acompanhada por Du Gomide no violão, onde tocamos minhas quatro músicas autorais incluindo a música As Cores, que foi lançada oficialmente nesta quinta em todas as plataformas digitais. Depois do show passamos o clipe no telão duas vezes e as pessoas vibraram muito, até porque muitas delas tinham participado das filmagens. Tive apoio do restaurante Bab Tuma de comida Síria, e tivemos também o apoio da cervejaria Brew Field de chop artesanal, e meu outro apoiador é o salão Tristano Peluqueria, que fez o meu cabelo. A atmosfera da festa foi de muita emoção e alegria. Tive feedbacks muito positivos, tanto do clipe quantos das outras músicas que serão lançadas nos próximos meses. Hoje sou só agradecimentos por tudo que aconteceu ontem, pela energia positiva que meus amigos e parceiros me transmitiram. E me sinto muito grata pelo apoio e pela confiança que todos eles depositam em mim.”

Sobre o Clipe
foi produzido lindamente pelo O Filme Produções, foi filmado no final de janeiro, na antiga galeria Soma que agora é Espaço de performance e etc onde fomos muito bem recebidos pelo dono do espaço Eduardo Amato. O clima das filmagens foi de total descontração, o elenco era formado por amigos convidados, e a produção também, salvo algumas pessoas que acabaram viraram amigos neste momento. O Clipe teve a participação da sua mãe, e até do gato da família, podemos ver o seu nome no elenco, Bruce Lee.

Ficha técnica do clipe Direção e Direção Fotografia Raphael Moraes Direção de Arte e Figurino Gui Almeida Assistente de Fotografia Richardyson Marafon, Nathalie Caparica e Anderson Dubaca Produção Giovanni Cosenza Montagem e Cor Raphael Moraes Roteiro Raphael Moraes, Gui Almeida, SCHË Maquiagem Jhonny Macartney Assistente de maquiagem Hiago Pinheiro Elenco em ordem alfabética. Anderson Dubaca Catarina Flor Bruce Lee Bruno Raetsch Cacau Larissa Carangi Linda Andrade Ferreira Loysi Liider Milla Elen Monah Linda Nitai Nunes SCHË Siu Foltran.

Crédito foto: Ana Seidel

SCHË nas redes sociais:
site: www.sche.com.br
e-mail: falecom@sche.com.br
spotify  //////  facebook  //////  instagram  //////  twitter  //////  youtube   //////

SACOLÃO DOS LIVROS, UM EVENTO PARA APROXIMAR OS LEITORES DA PRODUÇÃO INDEPENDENTE DE CURITIBA

Neste sábado, dia 9 de março, teremos a terceira edição da Sacolão dos Livros – A Trilogia – no pátio da reitoria da UFPR, Rua XV de Novembro, 1299, centro de Curitiba. Das 10h às 17h. O espaço é aberto. A entrada é gratuita! 

“Sabe aquele ditado que diz: Se você quer algo bem feito, faça você mesmo?

Foi pensando como autores independentes e como amantes de livros que quisemos dar um passo adiante na dura jornada de publicação e vendas literárias da nossa cidade (e do nosso país).

Surgiu assim a ideia de criar um evento.

Mas vamos mesmo fazer um evento?
Sinceramente, junto com essa pergunta surgiu ansiedade. Não tínhamos feito nada parecido antes, então como seria arrumar um lugar, público e convidar os autores e artistas? Mas numa época em que o ramo das artes e da educação são constantemente ameaçados, a necessidade de divulgar não apenas livros, mas ideias, foi maior e sabíamos que era possível organizar um evento voltado a esse tema, sim.

Evento, era uma palavra forte, já que acabávamos de sair da Megacon (mais especificamente do Literatiba 2018) quando surgiu a ideia de reunir autores independentes para promover e vender seus materiais. Chamar de feira, seria uma boa ideia, mas novamente nos deparamos com o tamanho das outras “feiras” que haviam na cidade e como era a PRIMEIRA vez que produzíamos algo do tipo, não queríamos que o nome atribuísse uma expectativa tão alta para algo que só começava.

Foi então que esprememos nossos cérebro e vasculhamos sinônimos até chegamos a um termo agradável. Surgia assim o Sacolão dos Livros. É, sabe? como a feira do verdurão que sempre rola nas cidades, por ai. Nossa ideia não era agregar, show, comida ou outras coisas que não fossem exclusivamente o comércio e contato entre os próprios produtores da cidade, com seus leitores.

Ao pesquisar, descobrimos que as pessoas teriam uma facilidade imensa de chegar a um querido lugar dessa cidade, a Reitoria da UFPR (O que não poderia ser mais conveniente até pelo nome, porque, sabia que lá sempre rola um verdurão toda quarta feira? rs). Uma localização central, aberta e de fácil acesso ao público. E no dia 08 de dezembro realizamos o 1º Sacolão dos livros, com uma participação MUITO legal de expositores e público.

Mas afinal o que é o Sacolão dos Livros e pra que serve?
O sacolão dos livros é um pequeno evento/feira iniciado em 2018 com intuito de oferecer aos autores e editoras independentes um espaço para venda de livros e outros materiais relacionados como itens de papelaria, zines, agendas e etc. Centralmente nossa preocupação era que pudéssemos criar um evento de baixo custo e que ocorresse mensalmente, de modo que a venda e a divulgação dos nossos colaboradores fosse constante.

A primeira edição que ocorreu no fim do ano passado foi a primeira empreitada e consideramos um teste. Os expositores presentes continham os mais variados materiais de fantasia, história e até literatura infantil. Muitos também estavam ali com intuito de renovar as prateleiras de casa e a coleção pessoal, revendendo livros, revistas e realizando trocas. Com o sucesso de vendas e um fluxo de público excelente, decidimos continuar com o sacolão ao longo do ano de 2019.

Queremos tanto continuar ajudando e participando que seguiremos com duas edições já no início do ano! Em 23 de fevereiro e 09 de março. Então se você é autor independente ou editora e deseja expor o seu trabalho pode entrar em contato pelo evento do facebook para participar! Se você é apenas um aficionado por literatura e não se importa de comprar livros usados, também temos chamada para sebistas. O evento é aberto ao público e estará montado durante os dias das 10 às 17 horas no Hall de entrada da Reitoria!

Confira a fanpage da Laboralivros no facebook e o link do evento, não deixe de vir!

fonte / texto: Laboralivros