NA-NU NA GIBITECA DE CURITIBA

Comemorando dois anos de blog e vinte anos do lançamento do NA-NU original, dia 19 de maio, o NA-NU promove uma grande festa com ENTRADA GRATUITA na Gibiteca de Curitiba, em nome do quadrinho, da arte e da cultura local. Com show do duo Naome Rita e Allan Yokohama de Mattos, feira de quadrinhos e arte local e bate papo sobre a produção atual de HQs.

PALCO PORTAL DAS PERCEPÇÕES – Shows com:
– NAOME RITA
– ALLAN YOKOHAMA (Tocando Terminal Guadalupe, Humanish, Yokohama Café entre outros)

EXPOSITORES CONFIRMADOS:
– CHICO FELIX (Quadrinhos, artes e prints)
– DW RIBATSKI (Quadrinhos, artes e prints)
– ESTRONHO (Livros e quadrinhos)
– FLAVIO ANTUNES RAMOS (Pinturas)
– JOÃO FERREIRA (Quadrinhos, artes e prints)
– MARIO DE ALENCAR (Colagens, quadrinhos, artes e prints)
– MÁ MATIAZI (Livros, quadrinhos, artes e prints)
– MARCIO GARCIA (Quadrinhos, artes e prints)
– O.I.T.C. (Quadrinhos Artes e Prints)
– REH DESENHA (Pôsters, artes e prints)
– REVISTA PÉ DE CABRA (quadrinhos)
– URSEREIA (Quadrinhos, artes e prints)

BATE PAPO – com os autores:
– AMANDA BARROS
(Editora Ursereia, Cassandra & The Flaming Puppies)
– CHICO FELIX
(Autor de zines como Gente Feia na TV e Crü, participou de revistas como MAD e Frauzio)
– DW RIBATSKI
(Prêmio Jabuti na categoria Ilustração pela HQ Campo em Branco, prêmio Abril de Jornalismo na categoria Ilustração em 2016. Autor de HQs como La Naturalesa, Veículo e Olhos de Bicho)
– MÁ MATIAZZI
(Autora de livros como Três e da série O Feiticeiro, além de HQs como O Abismo, Morte Branca e A Loira Fantasma de Curitiba)

MOSTRA DE FILMES

Serviço:
NA-NU na Gibiteca de Curitiba
Local: Gibiteca de Curitiba Rua Presidente Carlos Cavalcanti 533, Centro de Curitiba.
Data: Sábado, 19 de maio, das 14:00 às 19:00
ENTRADA GRATUITA
Mais informações, aqui
Página do evento, aqui

MOSTRA DE CINEMA PELA DEMOCRACIA

Entrada gratuita, em Curitiba. De 30 de abril a 6 de maio.

“Como você pode ser um artista e não refletir os tempos? Essa pra mim é a definição de ser artista.” Nina Simone

A arte é historicamente um campo de resistência.

Vamos inflar um telão junto dos coletivos que compõem o acampamento Lula Livre para somarmos (mais uma vez) às forças de resistência pela democracia incessantemente golpeada neste país.

Iremos resistir com arte, lutar nas ruas e nas telas!
Agir na disputa de narrativas que se trava no Brasil sob golpe legislativo, jurídico e midiático.

Nos dias 30, 2 e 3 estaremos juntos com Teatro, Circo e Música na Praça Santos Andrade! E nos dias 4, 5 e 6 projetaremos nossas imagens de Brasil no acampamento Lula Livre, sempre às 19h. Em defesa da democracia e contra a prisão política do presidente Lula.

A Mostra de Cinema pela Democracia tem a organização de produtores, cineastas, distribuidores, técnicos e artistas em uma organização coletiva e horizontal, unidos na luta pela democracia em todos os âmbitos, e contra os retrocessos que vêm sendo incessantemente impostos.

O grande Telão inflável está viajando do Acre à Curitiba de ônibus, carregando todo o simbolismo da vigília pela democracia que cruza o país!

Sessão de abertura:
O golpe em 50 cortes ou a corte em 50 golpes, de Lucas Campolina
Poesia na guerra, de Fernando Salinas e Guilherme Fernandez


O Processo, de Maria Augusta Ramos

Demais filmes confirmados:
Alana, de Sérgio Carvalho
Alma no olho, de Zózimo Bulbul
Chico, dos Irmãos Carvalho
Escolas em luta, de Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques e Tiago Tambelli
Joaquim, de Marcelo Gomes
Linha de montagem, de Renato Tapajós
Martírio, de Vincent Carelli
Na missão, com Kadu, de Aiano Bemfica, Kadu Freitas e Pedro Maia de Brito
Nóis por nóis, de Aly Murutiba e Jandir Santin
Peripatético, de Jéssica Queiroz

Em breve anunciaremos a programação completa aqui na página do evento!

Colaboram com a realização desse evento: Aggeo, Alexandre Barros,​ Alonso Pafyeze, Antônio Jr., Guilherme Aguiar, ​Janaína Oliveira, João Castelo Branco, João Vieira Jr., ​Julia Couto, Lis Kogan, Mariana Campos Carvalho, Patricia Fróes, Ricardo Alves Jr., Rodrigo Campos e Sérgio Carvalho.

Confira a página do evento, aqui

Organizado por Mostra de Cinema pela Democracia

O2 FILMES PROCURA ATORES NEGROS

imagem do site da 02 filmes

02 Filmes procura atores negros para série. O processo envolve gravação de cenas (que podem ser gravadas com celular) e devem ser enviadas até o dia 31 de março.

“Um dos temas centrais da série é o racismo ou o preconceito que um jovem negro talentoso tem que enfrentar para encontrar seu lugar na sociedade. Claro que para este papel precisamos especialmente de jovens atores negros. Portanto, se você tem entre 17 e 32 anos a bola está quicando.”

Confira todos os detalhes aqui

PROGRAMAÇÃO DO MIS-PR NAS DUAS ÚLTIMAS SEMANAS DE JANEIRO

 

A entrada das atrações é gratuita

Ao longo desta semana e da próxima, o Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR) oferece diversas atrações para o seu público. Um pocket show e filmes infantis da Sessão Criança compõem a programação. A entrada é gratuita.

Dia 26/01, sexta-feira, O Poderoso Chefinho entra em cartaz na Sessão Criança. A narrativa é sobre um bebê falante que usa terno e carrega uma maleta misteriosa. Ele une forças com seu irmão mais velho para impedir que um inescrupuloso executivo acabe com o amor no mundo. A missão é salvar os pais, impedir a catástrofe e provar que o mais intenso dos sentimentos é uma poderosa força. Classificação: livre.

O filme Turma da Mônica: Uma Aventura no Tempo será exibido no dia 31 de janeiro e mostra a história do cientista mirim Franjinha, que está trabalhando na construção de uma máquina do tempo e que só funcionará quando ele  conseguir reunir moléculas dos quatro elementos básicos da natureza: ar, água, fogo e terra. Porém, em meio aos trabalhos, seu laboratório é invadido por Cebolinha e Cascão, que estão fugindo da Mônica. O coelhinho Sansão é atirado nos garotos, mas acaba batendo no aparelho. O choque faz com que os elementos sejam enviados cada um para uma época distinta. Classificação: livre.

Serviço:

Exibição do filme “O Poderoso Chefinho”
Dia 26 de janeiro
Horários: 10h e 15h
Local: Miniauditório do Museu da Imagem e do Som do Paraná

Exibição do filme “Turma da Mônica: Uma Aventura no Tempo”
Dia 31 de janeiro
Horários: 10h e 15h
Local: Miniauditório do Museu da Imagem e do Som do Paraná
Entrada gratuita

Museu da Imagem e do Som do Paraná
Rua Barão do Rio Branco, 395 – Centro. Curitiba/PR
Visitação: terça a sexta-feira das 9h às 17h
Sábado, domingo e feriado das 10h às 16h
Informações: (41) 3232-9113
www.mis.pr.gov.br

1ª MOSTRA DA PRESERVAÇÃO AUDIOVISUAL CINEMATECA/UNESPAR

1ª Mostra da Preservação Audiovisual Cinemateca/Unespar. Entrada gratuita. Em Curitiba.

Neste fim de semana acontece na Cinemateca de Curitiba a 1ª. Mostra da Preservação Audiovisual Cinemateca/Unespar. A mostra é organizada pelos alunos da disciplina Cultura da Preservação Audiovisual, do Curso de Cinema e Audiovisual da FAP/Unespar, sob a orientação do professor da disciplina, o cineasta Fernando Severo, ex-diretor do Museu da Imagem e do Som do Paraná e membro da ABPA-Associação Brasileira de Preservação Audiovisual.

No sábado, dia 16/12, será realizada uma sessão em homenagem ao pesquisador Paulo José da Costa, que tem realizado com recursos próprios um importante trabalho de busca, restauro, preservação e compartilhamento de documentos históricos, fotografias antigas e filmes raros. Na ocasião vai acontecer a estreia do documentário “Crônicas de um Memorialista”, dirigido por Vanessa Leal à frente de uma equipe formada por alunos, que aborda o importante trabalho de Paulo na preservação da memória audiovisual brasileira. Também nessa sessão serão exibidos diversos filmes na bitola 16mm do acervo do colecionador, realizados por Arnaldo Lippmann e Eugênio Hauer Kwasinski, que mostram cenas raras do Paraná e Santa Catarina nas décadas de 1940 e 1950.

No domingo, 17/12, a mostra prossegue com diversos filmes preservados no acervo da Cinemateca de Curitiba a partir de sua fundação em 1975. São filmes realizados por pioneiros do cinema paranaense como Annibal Requião, J. B. Groff e Hermes Gonçalves, e pela produtora Botelho Filmes. Dois filmes importantes que não são exibidos há décadas também fazem parte do programa. “Sensibilize-se”(1980), tem direção coletiva e aborda o trabalho inovador de Guido Viaro, o primeiro pintor paranaense a registrar em sua obra cenas da periferia de Curitiba. “Na Santa Felicidade” (1979) foi dirigido pelo idealizador da Cinemateca e seu primeiro diretor, Valêncio Xavier, e registra costumes, tradições e tipos populares entre os descendentes dos imigrantes italianos que se instalaram no bairro Santa Felicidade. A mostra recebeu a assessoria técnica do cineasta Marcos Sabóia, responsável pelo acervo da Cinemateca. A instituição terá seus filmes exibidos em suas bitolas originais, em película 35mm e 16mm. A classificação indicativa é livre, a entrada gratuita e o início das sessões acontece às 19h30.

Serviço:
1a. Mostra da Preservação Audiovisual Cinemateca/Unespar
Data: 16 e 17 de dezembro
Horário: 19h30
Local: Cinemateca de Curitiba
Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174
Classificação indicativa: Livre
Entrada gratuita

PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

16/12 – Sábado – 19h30

CRÔNICAS DE UM MEMORIALISTA – direção de Vanessa Leal
Documentário sobre o pesquisador Paulo José da Costa

FILMES EM 16MM DO ACERVO DE PAULO JOSÉ DA COSTA:

MOSTRA ARNALDO LIPPMANN

PRAIAS DOS PARANÁ (1952, 9′)
Cenas de famílias paranaenses nas cidades de Matinhos, Guaratuba e Caiobá.

PRAIAS DO PARANÁ E PRAÇA CARLOS GOMES(1951, 11′)
Cenas de cotidiano; Praça Carlos Gomes; Caiobá, pescaria e mergulho.

CASAMENTO DE SIRLEI MALUCCELLI E LOURIVAL LIPPMANN (1949, 9′)
Saída com carros; Praça Rui Barbosa; Rua Marechal Floriano; Festa.

MOSTRA EUGÊNIO HAUER KWASINSKI

VIAGEM A SANTA CATARINA (1944, 9′)
Estrada; Carro à gasogênio; Joinville; Balsa Cabeçudas; Praia dos Amores; Orquídea na Praia Brava e pescadores.

EXCURSÃO A VILA VELHA (1947/48, 9′)
Rio dos papagaios; Garimpo; Tropeiros na estrada; Ponta Grossa; Vila Velha; Acampamento.

VIAGENS (década de 1940, 11′)
Curitiba; Praia; Antonina; Rio de Janeiro; Campos Gerais.

VIAGEM PELO RIO IVAÍ (1949, 10′)
Rio abaixo; Encontro com indígenas.

17/12 – Domingo – 19h30

FILMES EM 35MM DO ACERVO DA CINEMATECA DE CURITIBA:

L’ETAT DU PARANÁ (Botelho Film, década de 1910/20, 7′)
Estrada de Ferro Paranaguá-Curitiba – Maria Fumaça, túneis, paisagens da Serra do Mar, vista de Paranaguá, Porto de Paranaguá. Estrada da Graciosa, transporte com balsa e barco pelos rios Paranapanema, Tibagi, Ivaí, Iguaçu, Paraná. Vista da Cidade de Guaíra. Fábrica de sacos, construção de barcos.

O QUE É O PARANÁ (Botelho Film, década de 1910/20, 12′)
Viagem de trem pela Serra do Mar salientando aspectos da natureza local.

CIDADES DO PARANÁ – direção de J. B. Groff (1936, 20′)
Documentário sobre aspectos gerais e o desenvolvimento de sete cidades paranaenses – Antonina, Paranaguá, Curitiba, Ponta Grossa, Palmeira, Lapa e Rio Negro.

FILMES EM 16MM DO ACERVO DA CINEMATECA DE CURITIBA:

CARNAVAL EM CURITIBA – direção de Annibal Requião (1920, 7′)
Desfile de carnaval no centro de Curitiba, analisando aspectos do corso carnavalesco. Imagens de Fido Fontana e Ildefonso Serro Azul no seu luxuoso automóvel Benz 45HP.

USOS E COSTUMES DOS COLONOS POLONESES – direção de Hermes Gonçalves (1952, 11′)
As tradições dos imigrantes poloneses no Paraná. Casamento típico, colheita e festa do trigo.

NA SANTA FELICIDADE – direção de Valêncio Xavier (1979, 17′))
Costumes, tradições e tipos populares entre descendentes dos imigrantes italianos que se radicaram no bairro Santa Felicidade

SENSIBILIZE-SE – direção coletiva (1980, 10′)
Evocação da passagem do pintor Guido Viaro pela periferia de Curitiba

APRESENTAÇÃO DAS SESSÕES: Agnan Siqueira

VISÃO CURATORIAL
Stefano Lopes
Natália Teraoka
Yasmin dos Reis
Manoelle Fuzaro

A preservação audiovisual tem se tornado um tema crescente e persistente nos ambientes que atravessam o Cinema nacional. Não por acaso: toda a história da nossa cultura audiovisual é, cada vez mais, parte integrante da grandeza do patrimônio cultural brasileiro. Nesse sentido, para além dos contextos de desenvolvimento estratégico e de disseminação teórico-metodológica, a 1ª Mostra da Preservação Audiovisual Cinemateca/Unespar, realizada por alunos do quarto semestre do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual do Paraná – campus de Curitiba II/Faculdade de Artes do Paraná sob a orientação do professor e cineasta Fernando Severo, propõe o debate e a reflexão sobre o tema através do contato direto do público com os resultados de projetos de preservação audiovisual.

Para mostrar o resgate histórico e cultural de filmes antigos de arquivo e a importância de preservá-los, a mostra terá como tema os estados do Paraná e Santa Catarina. Serão exibidos filmes que mostram a arquitetura e estilo de vida de cidades paranaenses em décadas passadas e revelam imagens de algumas locações catarinenses. Dentre os filmes exibidos teremos um que foi produzido no final da década de 1970 por Valêncio Xavier, fundador e diretor da Cinemateca do Museu Guido Viaro (atual Cinemateca de Curitiba), que conduziu uma equipe na realização do documentário “Na Santa Felicidade”. Rodado na bitola 16mm com negativo colorido, o filme registra costumes, tradições e tipos populares entre descendentes dos imigrantes italianos que se radicaram no bairro Santa Felicidade, um dos mais antigos de Curitiba. “Sensibilize-se”(1980), tem direção coletiva e aborda o trabalho inovador de Guido Viaro, o primeiro pintor paranaense a registrar em sua obra cenas da periferia de Curitiba.

Também teremos uma programação especial com Paulo José da Costa, proprietário da Livraria Fígaro, que pessoalmente procura e resgata filmes históricos, em sua maioria nas bitola 16 mm e Super 8. Enriquecendo a mostra com relatos pessoais e exibindo filmes de seu acervo, Paulo será homenageado através do documentário “Crônicas de Um Memorialista”, realizado especialmente para a mostra.

Além do resgate histórico e cultural da sociedade paranaense, a mostra propiciará ao público a oportunidade de assistir as obras projetadas em película de 35mm e 16mm, sendo essa uma forma cada vez mais rara de vivência cinematográfica, pois as películas vem perdendo cada vez mais seu espaço para o cinema digital.

No sábado, a programação conta com filmes amadores das décadas de 40 e 50 que mostram não só as cidades paranaenses como também a cultura que atravessava essas cidades, a vivência das pessoas nesses lugares, sobretudo pelo olhar de dois grandes nomes da história do estado: Arnaldo Lippmann e Eugênio Hauer Kwasinski.

Domingo, a mostra contempla o acervo de películas em nitrato da Cinemateca de Curitiba, como os filmes silenciosos da Botelho Films do Rio Janeiro, mostrando a importância da região paranaense nas décadas 1920 a 1970. O trabalho de restauração foi feito principalmente pelo Laboratório de Restauro da Cinemateca Brasileira.

EQUIPE DE CRÔNICAS DE UM MEMORIALISTA – Vanessa Leal, Luiz Alberto Bonin, Elisa Pocai, Matheus Carneiro

RESPONSÁVEIS TÉCNICOS – Higor Casagrande, Gabriel Chemin, Fernando Macedo, Odair Rodrigues

ARTE – André Carneiro, Thayana Andreatta, Taís Armani

FICHA CATALOGRÁFICA – Helena Volani, Pedro Monte Kling

Local: Cinemateca de Curitiba. Rua Carlos Cavalcanti, 1174, São Francisco, Curitiba
Data: 16 e 17 de dezembro, das 19:30 às 22h

Confira a página do evento, aqui

MISTÉRYOS – FILME DE BETO CARMINATTI E PEDRO MEREGE


O filme Mistéryos (2008) de Beto Carminatti e Pedro Merege foi inspirado em obras do escritor Valêncio Xavier. Mistéryos foi filmado entre dezembro de 2006 e janeiro de 2007 em Curitiba e região metropolitana. Dentre seus prêmios conquistou o de melhor direção no 3º Festival do Paraná de Cinema Brasileiro Latino. Esse filme tem um clima bem interessante! Vale a pena conferir!

Sinopse: Série de histórias misteriosas, como bem define o título, entrecortadas pela narrativa do personagem VX (Carlos Vereza), um homem evidentemente perturbado pelas coisas inexplicáveis do mundo. A primeira história é sobre um casal, Jucélia Ramos (Sthefany Brito) e Astolfo Dagoda (Leonardo Miggiorin), que, durante um passeio no Trem Fantasma de um parque de diversões, passa por uma situação bem peculiar: ela some misteriosamente, sem deixar rastros. Num outro segmento, VX encontra quatro das oito latas de filme de uma produção erótica, feita em 1922. Ele divaga sobre os motivos de seu realizador, o pintor Crispin Carmoro (Beto Carminatti), ter feito aquele filme. Mesmo conseguindo ver somente pequenos trechos da produção, sobre o amor entre belas mulheres, uma delas, a musa que acompanha o personagem em todos os segmentos, vivida por Sthefany, VX fica obcecado pelo filme. Num último segmento, o personagem encontra um mágico misterioso. Entre todos os segmentos, principalmente na conclusão do longa, o protagonista caminha à noite pelas soturnas ruas de Curitiba, encontrando as mais estranhas manifestações naturais e sobrenaturais.

FILME QUE COMEMORA OS 300 ANOS DA MAÇONARIA SERÁ LANÇADO EM CURITIBA

“Os mais belos templos, a memória e diversidade da maçonaria no mundo é tema de documentário de premiado diretor belga

Desde a sua criação oficial em Londres, em 1717, a Maçonaria se expandiu em todo o mundo sendo influenciada por diferentes culturas locais nos cinco continentes.

Mas o que a Maçonaria representa hoje? Quem sãos os maçons? O que procuram? Quais suas crenças?

Estas são algumas das perguntas do documentário “Terra Masonica – A volta ao mundo em 80 templos”, que será lançado em Curitiba no próximo dia 14 de setembro, pela Grande Loja Unida do Paraná, no espaço cultural do Círculo de Estudos Bandeirantes, onde contará com a presença do diretor belga Tristan Boulard.

Além de passar por lugares belíssimos no mundo todo, o objetivo da obra é mostrar os maçons por trás da instituição no cotidiano compartilhando sua história e visão de um mundo em mudança.

O documentário é uma homenagem à maçonaria pelos seus 300 anos e tem a direção do belga Tristan Boulard – premiado diretor de filmes e documentários científicos e históricos em vários países-, e produção da Nexus Factory, empresa fundada por Sylvain Goldberg e Serge de Poucques, também especializada em longa-metragem, animação, séries de TV e documentários.

O documentário estará disponível em DVD para venda.
Website oficial do filme: www.terramasonica.com/
Trailer: https://youtu.be/IlR-0T3rQzs

Serviço:
Documentário “Terra Masonica – A volta ao mundo em 80 templos”

PRÉ-ESTREIA EXCLUSIVA PARA IMPRENSA:
Data: 13/09 – quarta-feira
Horário: 16h
Local: Grande Loja Unida do Paraná (GLUP)
Endereço: R Carlos Essenfelder, 2047. Boqueirão. Curitiba-PR
Confirmação de presença: (41) 99686-4144 ou alexandre.werner@directxis.com.br

ESTREIA/LANÇAMENTO AO PÚBLICO:
14 de setembro de 2017, às 19hs

Local: Círculo de Estudos Bandeirantes
Endereço: Rua XV de Novembro, n.º 1050, Curitiba – PR
Telefones: (41) 3222-5193 / 3323-6610
www.pucpr.br/circuloestudos/

Para confirmação de presença, entrevistas e informações, por favor, fale com: Alexandre Werner (41) 99686-4144 /  alexandre.werner@directxis.com.br

QUATRO E FÍNTCHY

Quatro e Fíntchy (Quarter-Twenty, short movie, super 8, 3min, 2015) da Veneno Filmes .

“Quatro amigas, vinte quilos de maconha, e apenas um desejo: vingança!”

Prêmios:
– Prêmio “Super Atuação” de Melhor Elenco no 9º Curta 8 – Festival Internacional de Cinema Super 8 de Curitiba
– Selecionado e realizado na Oficina de Tomada Única do 9º Curta 8 – Festival Internacional de Cinema Super 8 de Curitiba
– Selecionado para a Mostra do Filme Livre 2016
– Selecionado para o Chicago Feminist Film Festival 2016
– Selecionado para o International Open Film Festival 2016
– Selecionado para o 3º Super Off

Produção Curitibana!!!

Com Leonarda Glück, Maitê Schneider, Laysa Machado, Bruna Imai, Ricardo Nolasco, Marco Techio, Joacir de Lima e Otávio Stolf
Roteiro e direção: Eduardo Colgan
Direção de Produção: Kauê Persona
Direção de Fotografia: Eduardo Azevedo
Direção de Arte: Luara Lux
Captação de Som: Nikola Matevski
Trilha Sonora Original: Matheus Mantovani
Desenho de Som: Kelvin de Souza
Maquiagem e Cabelo: Amali Mussi
Assistência de Fotografia e Câmera 2: Jessie Lorena
Assistência de Direção: Carol Mira
Assistência de Fotografia: Maria Mion
Assistência de Arte: Camila Macedo
Fotografia Still: Juh Moraes
Produção: Veneno Filmes