“DEIXA ELA EM PAZ” CHEGA EM CURITIBA PARA OFICINA COM MULHERES

Coletivo feminista realiza, pela primeira vez na cidade, oficinas sobre a relação das mulheres com o espaço urbano

O Paraná registra 62 casos de violência física ou moral contra a mulher por dia, com uma média de cinco casos a cada duas horas. Neste cenário, Curitiba registra uma taxa de 98 ocorrências de violência contra a mulher a cada 100 mil habitantes. Remodelar as políticas de segurança, conscientizar a população e empoderar as mulheres em prol dos seus direitos têm sido as estratégias adotadas para transformar essa realidade. É na 3ª parte dessa estratégia que atuam coletivos como o Deixa Ela Em Paz, que aporta em Curitiba-PR para a realização do Circuito de Enfrentamento Urbano – CEU para Mulheres, laboratório criativo de intervenções urbanas dedicado ao empoderamento das mulheres em sua relação com o espaço público.

Entre os dias 17, 18 e 19 de novembro, o coletivo realiza uma oficina gratuita para repensar a realidade cotidiana das mulheres e suas experiências e usar a cidade como plataforma de comunicação. O encontro acontece em dois momentos, uma roda de conversa aberta ao público às 19h da sexta-feira, no Veg Veg Empório Vegetariano (Visconde de Nacar, 655, Centro, Curitiba); e dois dias de oficina no Edf. Anita – Rua Cândido Lopes, 304, Curitiba-PR. A oficina dura o dia todo e será realizada em parceria com o grupo Fabulosas. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas através do preenchimento do formulário disponível neste link

Traçar estratégias de enfrentamento de diversos contextos de violência faz parte do cotidiano da maioria das mulheres desde muito jovens e o resultado disso é uma experiência completamente específica em relação às cidades. A ocupação da rua é uma das principais formas de luta pela equidade de gênero e garantir às mulheres condições de mobilidade e vivência dos espaços públicos com segurança, respeito e autonomia seria uma forma de transformar essa realidade. “A cidade é também um espaço de atuação política e o planejamento urbano insensível à presença feminina é um obstáculo permanente à liberdade das mulheres”, afirma Milena Times, uma das integrantes do coletivo..

A ideia é realizar oficinas em cada região do país e Curitiba será a cidade representativa da região Sul. O projeto foi financiado coletivamente com a ajuda de mais de 520 pessoas e fez parte do canal Mulheres de Impacto, uma alternativa para incentivar projetos de liderança feminina, possibilitada por uma parceria entre o site de financiamento coletivo Benfeitoria, a ONG Think Olga e a ONU Mulheres. O projeto passou recentemente por Vitória-ES (Fotos de Divulgação do CEU em Vitória – crédito das fotos: Nunah Alle).

No primeiro momento, a proposta é dialogar com as moradoras da cidade e mapear necessidades e contextos. A partir disso será elaborada, conjuntamente, uma intervenção que aborde as questões mais sensíveis a elas. “Realizar ações de intervenção urbana proporciona, além do contato com outras mulheres e com as questões feministas, a dimensão simbólica da reapropriação do espaço urbano como algo que também é nosso por direito”, comenta Manuela Galindo, uma das integrantes do coletivo. O CEU vai mobilizar mulheres a refletirem sobre essa realidade e a construir intervenções artísticas que despertem a atenção para essas questões.

O Deixa Ela em Paz traz para o espaço público os discursos que muitas mulheres não conseguem expressar. Sua estratégia é estampar as ruas com mensagens que traduzem o direito delas de se relacionar com a cidade com liberdade e autonomia. É uma forma de transformar as causas das mulheres em fenômeno visual acessível a todos, incentivando que homens também acessem e questionem esse contexto de discriminação.

Deixa Ela Em Paz – Formado por mulheres pernambucanas, o coletivo feminista que atua em Recife e no Rio de Janeiro começou em 2015 com a colagem de lambe-lambes com a frase que lhe dá nome em várias cidades no Brasil. Hoje a ação também está no exterior e já usa técnicas diferentes, como stencil, stickers, carimbos, panfletos, ensaios fotográficos e vídeo. O grupo também aposta no ativismo digital e atua nas redes sociais com uma página com mais de 28 mil seguidores, além de construir espaços de diálogo também off line, com a realização de oficinas, palestras e encontros.

SERVIÇO:
Circuito de Enfrentamento Urbano – CEU para Mulheres
Público-alvo: exclusivo para mulheres
Data: 17 de novembro, às 19h no Veg Veg Empório Vegetariano (Visconde de Nacar, 655, Centro, Curitiba)

18 e 19 de novembro, das 9h às 17h, no no Edf. Anita – Rua Cândido Lopes, 304, Curitiba-PR

Inscrições gratuitas, aqui

Informações:
deixaelaempaz@gmail.com
facebook.com/deixaelaempaz
Joana Pires (81) 98190-5414
Manuela Galindo (21) 980329767

EXPOSIÇÃO SUBLI_ME ABRE TEMPORADA DA BIENAL DE ARTE DIGITAL THE WRONG EM CURITIBA

Em formato online e offline, entre os dias 01 de novembro e 31 de janeiro de 2018, acontece a The Wrong – New Digital Art Biennale. Considerada a maior e mais diversificada bienal internacional de arte e cultura digital, o evento apresenta jovens talentos da cena de cultura digital de todo o mundo. Em Curitiba, a exposição Subli_me acontece a partir do dia 16 de dezembro, na Galeria Airez.

Fundada pelo empreendedor cultural, escritor e artista maker espanhol, David Quiles Guilló, desde 2013, a The Wrong tem o objetivo de criar, promover e fomentar o pensamento inovador artístico. Para Flávio Carvalho, curador da exposição na cidade e que já participou de exposições renomadas do segmento tecnológico como a MADATAC em Madrid, Subtle Technologies Festival, em Toronto, BIDEODROMO, na Espanha, entre outros, o evento evoca a transformação na cidade em vários aspectos.

“Existe, uma lacuna, onde a exposição Subli_me se propõe a preencher, reunindo trabalhos locais, nacionais e internacionais. Fomentando, desta forma, a fusão entre o universo artístico, maker e tecnológico para uma reflexão e tomada de ação da cultura digital contemporânea”, propõe.

A Bienal
A bienal online acontece em pavilhões expositivos; curada em espaços virtuais, como sites e em qualquer mídia online onde os trabalhos artísticos selecionados são exibidos. A partir do dia 01 de novembro, pelo site principal www.subli-me.org vai acontecer a inauguração da exposição e, também, pelo Facebook e Instagram. Em Curitiba, a exposição física Subli_me acontece a partir do dia 16 de dezembro, na Galeria Airez.

Os artistas
Entre os destaques em Curitiba, na Galeria Airez, a artista brasileira, Sayuri Kashimura apresenta uma performance na abertura da exposição desenvolvido em suporte de realidade virtual. O jogo do canadense, Connor Sherlock apresenta a desconstrução da música “Like an Inca” do Neil Young e a reconstrói em forma de jogo com temática cyberpunk.

O LiveNoiseTupi, projeto colaborativo, criado pelo artista de São Paulo, Ricardo Palmieri, conhecido por, Vj Palm, convida o artista curitibano, compositor, performer, produtor cultural, pesquisador e professor de música e tecnologia, Alexandre Porres e apresentam uma performance multimídia colaborativa onde constroem ambientes interativos e audiovisuais imersivos com o objetivo de romper as fronteiras entre tecnologias e temáticas modernas e ancestrais, para ambientar experiências sensoriais, onde o participante pode e deve interagir para modificar as dinâmicas do espaço.

A artista croata, Dina Karadžić vai disponibilizar virtualmente o seu computador com todo seu material na nuvem, numa página de html sem design onde o usuário vai navegar em cada pasta, seus pensamentos e trabalhos artísticos em 2D e outras coisas que ela vai alimentar pela deep web. A ideia é desmistificar para o público o uso da deep web que é estereotipado como algo sempre malígno.

O mestre em design e artista curitibano, Leandro Catapam, vai realizar um workshop sobre estudos em linguagem visual com foco na expressão da colagem, pós-modernismo gráfico e imagem em movimento. Já o curitibano, Guilherme Zawa apresenta um projeto artístico em parceria com outros artistas, onde discutem a arte e censura no universo sublime da narrativa transmidiática tendo a metáfora enquanto forma estrutural capaz de estabelecer novos significados.

Zawa que além de ser artista visual e escritor, é também psicanalista e trabalha no meio artístico a partir da arte lens-based, sobretudo a fotografia e a literatura. E é idealizador da AIREZ Galeria de Artistas Independentes onde acontece a Subli_me | The Wrong – New Digital Art Biennale.

SERVIÇO:
SUBLI_ME/THE WRONG – NEW DIGITAL ART BIENNALE

Expo Online
01/11/2017 à 31/01/2018
www.subli-me.org

Expo Offline
16/12/2017 à 31/01/2018
Galeria AIREZ
Rua Treze de Maio, 778 ap. 15, Curitiba-PR

Mais Informações, aqui

MIRUM AGENCY ABRE VAGA DE ESTÁGIO EM ESTÁGIO EM TECNOLOGIA (ENSINO MÉDIO)

Mirum Agency abre vaga de estágio em Estágio em Tecnologia (Ensino Médio). Vaga para estagiar em Curitiba.

atividades: Publicação de textos (publicação apenas, não será necessário escrever o conteúdo); Publicação de imagens (publicação apenas, tratamento de imagem não será necessário); Manutenção de conteúdos existentes;

requisitos: Estar cursando Ensino Médio Integrado; Estudar no turno da Noite; Possuir conhecimento das ferramentas do Pacote Office.

Condições: 6h/dia com bolsa auxílio de R$600,00 + VT e VR.

Nossa estrutura oferece um espaço descontraído e confortável, nossos profissionais são referências no mercado e incentivamos o crescimento e desenvolvimento profissional.

Interessados candidatem-se através deste link / código da vaga: Estágio em Tecnologia (Ensino Médio) (v1593646) / ou enviar e-mail para carla.juliao@i-cherry.com.br

Data de expiração: 16 de Novembro de 2017

Nós somos a Mirum
Um grupo de realizadores com espírito pioneiro e que acredita naquilo que faz. Juntos, formamos uma rede global de agências digitais que busca evoluir e transformar negócios utilizando um mix de inovação, estratégia, criatividade, design e tecnologia. Fazemos parte da WPP, o maior grupo de comunicação do mundo, e somamos 2.200 colaboradores em 40 escritórios, 18 países e 5 continentes. No Brasil, estamos presentes em São Paulo e Curitiba, com mais de 220 colaboradores e o objetivo de oferecer soluções excepcionais para alcançar resultados que surpreendam.

Confira diversas vagas na Mirum Agency e na I-CHERRY, aqui

obs.: oportunidade divulgada no Grupo (do facebook) “Vagas de Comunicação no PR

ESTAGIÁRIO DESIGN / CURITIBA

vaga para estagiar em Curitiba.

atividades: Auxílio na elaboração da identidade visual da empresa; Criação de textos, produção gráfica, folders, email-marketing e apresentação de anúncios; Criação e diagramação de peças off-line, como cartazes, folders, flyers, catálogos, etc.

requisitos:· Cursando a partir do 5° Período; Disponibilidade de 6 horas diárias; Organização, criatividade e proatividade; Conhecimentos em Pacote Adobe, Corel Draw, Photoshop e Pacote Office; Experiência prática com as ferramentas.

Interessados enviem currículo para recrutamento@pitlak.com.br  / com pretensão salarial e o nome da vaga no título do email. Currículos fora do perfil não serão analisados.

GAZETA DO POVO CONTRATA WEB DESIGNER I

Gazeta do Povo contrata Designer I. Vaga para trabalhar em Curitiba.

atividades: Estruturar, montar e atualizar interfaces de sites, sistemas e banners para a Gazeta do Povo.

requisitos: Superior Completo em Design ou áreas correlatas; Pré-requisitos: Essenciais:  Dominar HTML / CSS / JS;  Conhecer: Git, twig, sass, Docker; Ser autodidata (ler documentação, correr atrás da melhor solução); Saber trabalhar em equipe e compartilhar informações; Boa organização; Diferenciais: Conhecer: gulp, webpack, angular, typescript, vue, npm.

Interessados cadastrem-se através deste link

ALIENS DESIGN CONTRATA DESIGNER

Aliens Design contrata Designer. Vaga para trabalhar em Curitiba.

“Estamos procurando mais um integrante para nossa equipe! Quer trabalhar em um ambiente desafiador que te inspira diariamente? Seu lugar é na Aliens.

Vaga de Designer
Procuramos alguém criativo, dinâmico, que aprenda e contribua com a equipe.

Necessário: Conhecimentos em design gráfico, desenvolvimento de marcas, identidades visuais e design editorial. Formação acadêmica e experiência mínima de um ano em agências de design e comunicação.
Desejável: Desenvolvimento de layouts para redes sociais.

Envie seu portfólio e currículo para:
vagas@aliensdesign.com.br

fonte

SESI CULTURA OFERECE OFICINAS ARTÍSTICAS GRATUITAS

Cursos de História da Arte e Interpretação para TV e Cinema ainda estão com inscrições abertas

O Sesi Cultura Paraná oferece nos próximos dias para a população de Curitiba e Região Metropolitana duas oficinas artísticas gratuitas. Para participar, basta fazer inscrição antecipada. Seguem mais informações sobre as ações logo abaixo.

Oficina de História da Arte – Falando sobre Bienais
A oficina será ministrada por Milena Costa de Souza e vai abordar as principais edições e curadorias das Bienais de Arte dentro do panorama nacional. A conversa vai dar destaque ao fato de as Bienais se consolidarem como espaços de grande visitação e interesse do grande público, entre elas: Bienal de Curitiba, Bienal do Mercosul e Bienal de São Paulo.

Milena Costa de Souza é Doutoranda no Programa de Sociologia na Universidade Federal do Paraná/UFPR, além de artista visual e pesquisadora do grupo Mulheres e Produção Cultural (UFPR). Realiza pesquisa em artes visuais, gênero, sexualidades e estudos culturais. No decorrer da sua carreira, realizou exposições em diversas cidades e países com destaque para o Itaú Cultural (SP), Centro de Arte Contemporânea (Quito) e MAC-Pr.

Data: 21/10/2017
Horário: 14h30 às 17h
Valor: Gratuito
Vagas: 20 vagas (inscrições pelo e-mail sesicultura.hsf@sesipr.org.br
Local: Centro Cultural SESI Heitor Stockler De França
Endereço: Av. Mal. Floriano Peixoto, 458 – Centro de Curitiba
Observação: Sujeito a lotação

Oficina de Interpretação para TV e Cinema
A Oficina de Interpretação para Cinema e TV apresenta os fundamentos da atuação cinematográfica por meio de dinâmicas, exercícios, gravações e análises realizadas em todos os encontros. A proposta é apresentar aos participantes técnicas para estarem aptos às mais variadas situações de gravação em cinema e TV, tendo como ponto de partida a relação com o colega de cena. São vários exercícios práticos que apresentam os fundamentos para uma presença coordenada diante da câmera e uma relação intensa com os parceiros de cena. Os alunos conhecerão o famoso Exercício da Repetição de Sandford Meisner, uma ferramenta poderosa, reconhecida por muitos dos principais atores do cinema.

O curso será ministrado por Marcelo Munhoz, cineasta, educador e produtor cultural. Criador e coordenador do Olho Vivo, centro de formação e produção audiovisual atuante em Curitiba entre 2003 e 2013, onde produziu e coordenou mais de duas dezenas de curtas e media-metragens – documentários e ficções. Foi coordenador geral do Núcleo de Audiovisual do SESI/PR e do Projeto Ficção Viva, que em 2012/2013 teve sua segunda edição – com a presença de diretores como Carlos Reygadas, Miguel Gomes e Lucrecia Martel, e em 2017 trouxe a Curitiba a Mostra Ficção Viva Pedro Costa & Víctor Erice, na Caixa Cultural. Diretor do longa-metragem A Grande Nuvem Cinza (2016). Foi o produtor executivo de A Última das Minas (2015), curta-metragem dirigido por Larissa Figueiredo e Rafael Urban. Foi, também, criador do Ponto de Cultura Minha Vila Filmo Eu, de oficinas e cineclubes na Vila das Torres, em Curitiba.

Data: Início a partir do dia 24/10/2017
Valor: Gratuito
Local: Sesi São José dos Pinhais
Endereço: Rua Quinze de Novembro, 1800 – Centro
Informações detalhadas: (41) 3398-4100 | fulton.nogueira@sesipr.org.br
Inscrições: aqui
Observação: Vagas limitadas

Mais informações:
www.sesipr.com.br/cultura/
www.facebook.com/sesiculturapr/

SESI CULTURA
Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2016, mais de 927 mil espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 7,5 mil eventos realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de um forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro.