ONÇA DISCOS APRESENTA #27: ESPECIAL 2 ANOS DE SELO!

Nessa sexta-feira maravilhosa do dia 09/11 nosso querido ONÇA DISCOS, selo de música independente, completa 2 anos de existência, tempo em que foram produzidos mais trinta eventos e gravados, produzidos e/ou lançados mais de vinte trabalhos – entre singles, EPs, trilhas sonoras e álbuns completos – de diversos artistas da cidade… e de alguns de fora também!

Pra comemorar dale festão com duas bandas! Abrindo o salão teremos Ireno, com suas belas misturas de ritmos dançantes, e pra fazer todo mundo dançar até o chão levaremos ao palco a quentíssima Orquestra Friorenta!

E ainda tem mais! Discotecagem antes e depois dos shows com Lambida & Dedada (Náira Debértolis & Bernardo Bravo) e bazar com comidinhas, docinhos, roupas descoladas, discos de vinil, histórias em quadrinhos, prints e cadernos artesanais! Contaremos até com o tradicional Arremesso de Gibis promovido pela rainha das novelas gráficas, a Mitie da Itiban Comic Shop!

Tudo será registrado através do olhar do fotógrafo que nos acompanha desde o primeiro evento: Tárcilo Pereira com sua Pentax analógica!

E essa arte linda da capa ficou por conta do Rômolo D’Hipólito!

Só vem!

Ireno é Kelvin de Souza nos teclados, Matheus Mantovani na guitarra e na voz, Acácio Guedes no baixo e na voz, Daniel D’Alessandro na bateria e Thai Borges na percussão.

Orquestra Friorenta é Amanda Pacífico na voz, Melina Mulazani na voz e na percussão, Du Gomide na guitarra, Naíra Debértolis no baixo, Bernardo Bravo na percussão e Denis Mariano na percuteria.

Serviço:
Abertura com as bandas Ireno & Davi Kalo
Showzão com a Orquestra Friorenta
Discotecagem por Lambida & Dedada (Naíra Debértolis & Bernardo Bravo)

Bazar:
Altos Pano Daoras – roupas lindas e descoladas
Itiban Comic Shop – histórias em quadrinhos
Revista Pé-de-Cabra – histórias em quadrinhos
Kintsugi – cadernos artesanais
Hasegawa & Amanda – ilustrações & gravuras
Hammer Discos – discos de vinil
Dona Zani – comidinhas (com opções veganas)
Morada Doce – cupcakes & outros quitutes

Serviço:
Festa de Aniversário: 2 Anos de Onça Discos!
Data: Sexta-feira 09/11 a partir das 21h!
Local: Sociedade Operária Beneficente 13 de Maio, Rua Desembargador Clotário Portugal, 274, São Francisco, Curitiba
Ingressos: Pelo Sympla: Promocional R$15 / Antecipado R$20
Na hora: R$25
Página do evento, aqui

ONÇA DISCOS APRESENTA #27: ESPECIAL 2 ANOS DE SELO!

Nessa sexta-feira maravilhosa do dia 09/11 nosso querido ONÇA DISCOS, selo de música independente, completa 2 anos de existência, tempo em que foram produzidos mais trinta eventos e gravados, produzidos e/ou lançados mais de vinte trabalhos – entre singles, EPs, trilhas sonoras e álbuns completos – de diversos artistas da cidade… e de alguns de fora também!

Pra comemorar dale festão com duas bandas! Abrindo o salão teremos Ireno, com suas belas misturas de ritmos dançantes, e pra fazer todo mundo dançar até o chão levaremos ao palco a quentíssima Orquestra Friorenta!

E ainda tem mais! Discotecagem antes e depois dos shows com Lambida & Dedada (Náira Debértolis & Bernardo Bravo) e bazar com comidinhas, docinhos, roupas descoladas, discos de vinil, histórias em quadrinhos, prints e cadernos artesanais! Contaremos até com o tradicional Arremesso de Gibis promovido pela rainha das novelas gráficas, a Mitie da Itiban Comic Shop!

Tudo será registrado através do olhar do fotógrafo que nos acompanha desde o primeiro evento: Tárcilo Pereira com sua Pentax analógica!

E essa arte linda da capa ficou por conta do Rômolo D’Hipólito!

Só vem!

Ireno é Kelvin de Souza nos teclados, Matheus Mantovani na guitarra e na voz, Acácio Guedes no baixo e na voz, Daniel D’Alessandro na bateria e Thai Borges na percussão.

Orquestra Friorenta é Amanda Pacífico na voz, Melina Mulazani na voz e na percussão, Du Gomide na guitarra, Naíra Debértolis no baixo, Bernardo Bravo na percussão e Denis Mariano na percuteria.

Serviço:
Abertura com as bandas Ireno & Davi Kalo
Showzão com a Orquestra Friorenta
Discotecagem por Lambida & Dedada (Naíra Debértolis & Bernardo Bravo)

Bazar:
Altos Pano Daoras – roupas lindas e descoladas
Itiban Comic Shop – histórias em quadrinhos
Revista Pé-de-Cabra – histórias em quadrinhos
Kintsugi – cadernos artesanais
Hasegawa & Amanda – ilustrações & gravuras
Hammer Discos – discos de vinil
Dona Zani – comidinhas (com opções veganas)
Morada Doce – cupcakes & outros quitutes

Serviço:
Festa de Aniversário: 2 Anos de Onça Discos!
Data: Sexta-feira 09/11 a partir das 21h!
Local: Sociedade Operária Beneficente 13 de Maio, Rua Desembargador Clotário Portugal, 274, São Francisco, Curitiba
Ingressos: Pelo Sympla: Promocional R$15 / Antecipado R$20
Na hora: R$25
Página do evento, aqui

ONÇA DISCOS APRESENTA #27: ESPECIAL 2 ANOS DE SELO!

Nessa sexta-feira maravilhosa do dia 09/11 nosso querido ONÇA DISCOS, selo de música independente, completa 2 anos de existência, tempo em que foram produzidos mais trinta eventos e gravados, produzidos e/ou lançados mais de vinte trabalhos – entre singles, EPs, trilhas sonoras e álbuns completos – de diversos artistas da cidade… e de alguns de fora também!

Pra comemorar dale festão com duas bandas! Abrindo o salão teremos Ireno, com suas belas misturas de ritmos dançantes, e pra fazer todo mundo dançar até o chão levaremos ao palco a quentíssima Orquestra Friorenta!

E ainda tem mais! Discotecagem antes e depois dos shows com Lambida & Dedada (Náira Debértolis & Bernardo Bravo) e bazar com comidinhas, docinhos, roupas descoladas, discos de vinil, histórias em quadrinhos, prints e cadernos artesanais! Contaremos até com o tradicional Arremesso de Gibis promovido pela rainha das novelas gráficas, a Mitie da Itiban Comic Shop!

Tudo será registrado através do olhar do fotógrafo que nos acompanha desde o primeiro evento: Tárcilo Pereira com sua Pentax analógica!

E essa arte linda da capa ficou por conta do Rômolo D’Hipólito!

Só vem!

Ireno é Kelvin de Souza nos teclados, Matheus Mantovani na guitarra e na voz, Acácio Guedes no baixo e na voz, Daniel D’Alessandro na bateria e Thai Borges na percussão.

Orquestra Friorenta é Amanda Pacífico na voz, Melina Mulazani na voz e na percussão, Du Gomide na guitarra, Naíra Debértolis no baixo, Bernardo Bravo na percussão e Denis Mariano na percuteria.

Serviço:
Abertura com as bandas Ireno & Davi Kalo
Showzão com a Orquestra Friorenta
Discotecagem por Lambida & Dedada (Naíra Debértolis & Bernardo Bravo)

Bazar:
Altos Pano Daoras – roupas lindas e descoladas
Itiban Comic Shop – histórias em quadrinhos
Revista Pé-de-Cabra – histórias em quadrinhos
Kintsugi – cadernos artesanais
Hasegawa & Amanda – ilustrações & gravuras
Hammer Discos – discos de vinil
Dona Zani – comidinhas (com opções veganas)
Morada Doce – cupcakes & outros quitutes

Serviço:
Festa de Aniversário: 2 Anos de Onça Discos!
Data: Sexta-feira 09/11 a partir das 21h!
Local: Sociedade Operária Beneficente 13 de Maio, Rua Desembargador Clotário Portugal, 274, São Francisco, Curitiba
Ingressos: Pelo Sympla: Promocional R$15 / Antecipado R$20
Na hora: R$25
Confira a página do evento, aqui

CHARUTOS DE VILLA-LOBOS, COMPOSIÇÕES DE F. DAS CAMÉLIAS

O cantor e compositor Franco das Camélias apresenta suas canções no show Charutos de Villa-Lobos, que acontece no dia 5 de outubro (sexta-feira), às 20h, no Centro Cultural Sesi Heitor Stockler de França. Os ingressos custam R$5 e R$10.

Neste show, F. das Camélias toca guitarra e conta com a parceria de Daniel D’Alessandro, um dos bateristas mais versáteis da cidade. O repertório mistura rock e MPB, trazendo músicas dos álbuns Franco das Camélias e os Lusíadas (2017) e Ao vivo no ampli do infinito (2016).

O público também ouvirá composições mais recentes, como “Charutos de Villa-Lobos”. Sua letra trata sobre a urgência da liberdade e da coragem: “Aos 47 do segundo tempo, não tenho medo, só cabelos brancos/ E um cartão vermelho ganhei no Natal/ Foste um bom menino, seja velho igual/ Piano toco com martelo/ Canto nas ruas e vou por aí/ Por onde anda aquele velho?/ Que fuma charutos de Villa-Lobos…”.

Franco Das Camélias
Artista parnanguara, radicado em Curitiba, Das Camélias começou a compor em 2012, no grupo Monges da Lapa. Lançou os álbuns Franco das Camélias e os Lusíadas (2017) e Ao vivo no ampli do infinito (2016), disponíveis no blog www.francodascamelias.wordpress.com

Serviço:
Charutos de Villa-Lobos, composições de F. das Camélias
Data: Sexta, 5 de outubro de 2018, das 20:00 a 21:00
Local: Centro Cultural Heitor Stockler De França, Av. Mal. Floriano Peixoto – Centro, Curitiba.
Ingressos · R$ 5 – R$ 10
Confira a página do evento, aqui!

CHARUTOS DE VILLA-LOBOS, COMPOSIÇÕES DE F. DAS CAMÉLIAS

O cantor e compositor Franco das Camélias apresenta suas canções no show Charutos de Villa-Lobos, que acontece no dia 5 de outubro (sexta-feira), às 20h, no Centro Cultural Sesi Heitor Stockler de França. Os ingressos custam R$5 e R$10.

Neste show, F. das Camélias toca guitarra e conta com a parceria de Daniel D’Alessandro, um dos bateristas mais versáteis da cidade. O repertório mistura rock e MPB, trazendo músicas dos álbuns Franco das Camélias e os Lusíadas (2017) e Ao vivo no ampli do infinito (2016).

O público também ouvirá composições mais recentes, como “Charutos de Villa-Lobos”. Sua letra trata sobre a urgência da liberdade e da coragem: “Aos 47 do segundo tempo, não tenho medo, só cabelos brancos/ E um cartão vermelho ganhei no Natal/ Foste um bom menino, seja velho igual/ Piano toco com martelo/ Canto nas ruas e vou por aí/ Por onde anda aquele velho?/ Que fuma charutos de Villa-Lobos…”.

Franco Das Camélias
Artista parnanguara, radicado em Curitiba, Das Camélias começou a compor em 2012, no grupo Monges da Lapa. Lançou os álbuns Franco das Camélias e os Lusíadas (2017) e Ao vivo no ampli do infinito (2016), disponíveis no blog www.francodascamelias.wordpress.com

Serviço:
Charutos de Villa-Lobos, composições de F. das Camélias
Data: Sexta, 5 de outubro de 2018, das 20:00 a 21:00
Local: Centro Cultural Heitor Stockler De França, Av. Mal. Floriano Peixoto – Centro, Curitiba.
Ingressos · R$ 5 – R$ 10
Confira a página do evento, aqui!

6º SARAU PERIFÉRICO TRAZ A BANDA INQUÉRITO A CURITIBA NESTE SÁBADO

No próximo dia 15 de setembro, quem gosta de rap nacional, hip-hop, poesia e apoia a luta por moradia, educação e respeito aos direitos das populações periféricas tem encontro marcado na Vila Sabará, Cidade Industrial de Curitiba! O Sarau Periférico, com entrada gratuita, apresenta os shows do grupo Inquérito e de representantes da cena local: Rel Firma Zica, Lipe Oliveira, Poesia Periférica e Arquivo Negro.

O Sarau é uma ação do Núcleo Periférico, coletivo que atua em regiões carentes da capital e tem como pautas principais a busca por moradia digna, fim da violência policial e da criminalização da pobreza e valorização de expressões culturais periférico-populares, dentre outras questões representativas da população marginalizada.

O evento começa às 12h deste sábado, na Ocupação Dona Cida (localizada no final da Estrada Velha do Barigui) e busca incentivar a reflexão e o debate nas comunidades sobre a Consciência Negra e os problemas que afetam a periferia e o cenário político atual, tendo como pontos centrais as questões da sobrevivência e da liberdade no país que mais mata e encarcera pessoas negras e pobres no mundo.

O puro rap nacional
Com mais de 18 anos de carreira, o Inquérito vem do estado de São Paulo até a Vila Sabará após o lançamento do álbum Tungstênio e promete mandar alguns clássicos, como Dia Dos Pais, Meu Super-Herói, dentre outras músicas. Além das apresentações de Lipe Oliveira e Banda, Arquivo Negro e Rel Firma Zica, haverá também microfone aberto para declamação de poesias.

Como chegar
No Terminal do Caiuá > linha de ônibus MARIO JORGE > descida no ponto final. Sem chance pro erro!
Pra quem vai do Centro: Praça Rui Barbosa > linha de ônibus CAIUÁ/FAZENDINHA/CENTRO (que vai direto pro Caiuá) > descida no ponto final

O espaço é aberto e coletivo, todos são bem-vindos.

E o melhor: é de graça!

Confira a página do evento, aqui

#SarauPeriférico
#RevoluçãoDosHumildes
#HipHopResistência
#15deSetembro

INOMINÁVEL CIA DE TEATRO: ÚLTIMAS APRESENTAÇÕES NESTA TEMPORADA DO ESPETÁCULO DO CÃO FEZ-SE O DIA

Grupo sobe ao palco do Teuni – UFPR, praça Santos Andrade, em curitiba – nos dois próximos finais de semana(5 e 6, 12 e 13 de maio)

Chegou a vez  do Teuni (Teatro Experimental da UFPR) receber o espetáculo Do cão fez-se o dia! Criada como resultado do estudo das obras do escritor português Valter Hugo Mãe, a peça trata de dificuldades e tragédias da alma humana em um país em guerra, buscando um canto de esperança em um contexto de conflitos.

Um garoto que encontra nos livros uma maneira de lidar com a dor, uma mãe e seu desespero, a partida do pai e o peso da ausência e uma filha rejeitada cuja infância se molda devido à guerra são alguns dos elementos da história contada com traços autobiográficos pelos atores Fabiane de Cezaro, Lucas Buchile, Rafael diLari e Lilyan de Souza, que também assina a direção.

Serviço:
DO CÃO FEZ-SE O DIA NO TEUNI
5, 6, 12 e 13 de maio às 20h (UFPR Câmpus Histórico – Praça Santos Andrade, Centro de Curitiba)
INGRESSOS: R$ 20 e 10
Mais informações:
www.facebook.com/InominavelCompanhia

Ficha técnica:
Do cão fez-se o dia, livremente inspirado nas obras de Valter Hugo Mãe
Dramaturgia: Marcelo Bourscheid
Direção: Lilyan de Souza
Elenco: Fabiane de Cezaro, Lilyan de Souza, Lucas Buchile e Rafael diLari
Participação especial: Jossane Ferraz (Namorada Francesa)
Direção de produção: Lilyan de Souza
Assistente de Produção: Igor Augustho
Iluminação: Lucas Mattana
Cenário e figurinos: Manu Assini
Diretor Musical: Bruno Leão
Criação sonora/música original: Bruno Leão, Daniel D’Alessandro e Pedro Sasamoto
Direção de vídeo: Alana Rodrigues
Cinegrafista: Tania Gazola Baes
Edição de vídeo: Felipe Aufiero
Designer gráfico: Ricardo Braga
Projeções: Lucas Mattana
Assessoria de Imprensa: Daniel D´Alessandro

ATORES, MÚSICOS E DRAG QUEENS CELEBRAM O BREGA EM SHOW MUSICAL

Simone Magalhães. Crédito da foto: Luizo Cavet 

O que torna uma coisa brega? É ser popular? É ser exagerada? Sentimental? Tudo que é popular é brega?

O certo é que a cultura popular e a erudita sempre se alimentaram uma da outra. A gente vê isso na moda, quando, por exemplo, um designer renomado usa tecidos ou estampas que são de gosto popular, isso vira tendência nas revistas e desfiles por uma estação, e pouco tempo depois as mesmas estampas e tecidos estão de novo nos camelôs e shoppings populares. Na música, a gente também vê o tempo todo certos ritmos e estilos sendo reinventados passando do gosto popular pra grupos mais restritos, e depois serem novamente reinventados pela cultura popular. Isso aconteceu com o funk, com o soul, o hip hop, o samba, e com o próprio brega – que também é um estilo musical.

Reunindo 15 artistas em cena, entre atores, músicos e drag queens, Breguenaits propõe uma celebração da cultura brega num show que mistura música, teatro e humor. No repertório, sucessos de Wanessa Camargo, Fafá de Belém, Nelson Ned, Molejo, Sula Miranda, entre vários outros.

“A gente partiu dos artistas com quem tínhamos vontade de trabalhar. Falamos com as pessoas e vimos o que elas tinham vontade de fazer, que músicas elas tinham vontade de interpretar em cena”, conta Luciano Faccini, músico e compositor que surgiu com a proposta e também produz o evento. “A etapa seguinte foi tentar organizar com isso um repertório que passasse por diversos estilos e épocas, com foco na música brasileira e latino-americana, e que fosse engraçado, envolvente, emocionante”, complementa Dalvinha Brandão, que é drag queen e também produtora dessa noite.

Segundo Luciano, o processo de ensaios trouxe várias descobertas. “Todo mundo ficou muito empolgado com a ideia. Cada um carrega consigo uma ideia do é brega, e essa celebração também é uma relação afetiva que estende por coisas como onde cada um nasceu ou cresceu e como era esse ambiente musical”. Ele continua: “A gente foi vendo que, ao mesmo tempo em que tinha uma vontade grande de tocar essas músicas, lá no fundo às vezes tinha uma resistência, uma vergonhinha. Mas a banda foi criando uma sintonia tão forte, e os músicos já se conhecem e tocam junto há tempos, então tudo foi fluindo de um jeito muito tranquilo”.

Sobre o público, eles esperam reunir uma grande diversidade de pessoas. “É o tipo de show que qualquer pessoa pode gostar, tanto faz a idade, profissão, gênero, se é rico, pobre, todo mundo lá no fundo conhece essas músicas de cor e adora cantar junto. E o espaço, o Basement, também é um lugar que recebe as pessoas muito bem”, comenta Luciano. E Dalvinha completa: “Pode convidar o pai, a avó, o colega de trabalho, a professora, a vizinha, que todo mundo vai se divertir, estamos garantindo”.

Para o restante da noite, a dupla garante que ninguém volta pra casa tão cedo. “Uma das várias parcerias felizes que a gente teve foi com os DJs André Cardoso (Gosmma) e o Gui Jaccon, que fazem a Festa das Excluídas e a Laquê 80. Os dois pesquisam muito essas vertentes da música brasileira e vão trazer música pra gente dançar até ficar sem pé”, conta Dalvinha.

Fernanda Fuchs. Fotografia: Luizo Cavet

Serviço:
Breguenaits
DATA/HORA: 13 de abril, às 21h.
LOCAL: Basement. R. Des. Benvindo Valente, 260. São Francisco, Curitiba, PR.
INGRESSOS: R$40 e R$20 reais (meia entrada).
Antecipados: aqui
Página do evento: aqui
Facebook: www.facebook.com/breguenaits/

Etruska Waters. Fotografia: Luizo Cavet

FICHA TÉCNICA
Concepção e Produção: Luciano Faccini e Dalvinha Brandão
Elenco: Jo Mistinguett, André Garcia, Amira Massabki, Luciano Faccini,
Simone Magalhães, Leo Fressato, Etruska Waters, Daniel D’Alessandro,
Juana Profunda, Fernanda Fuchs, Amira Massabki, Acácio Guedes, Melina Mulazzani, Barbie Égua, Patrícia Cipriano, Darlene Lepetit.
Direção de cena: Cândida Monte
Preparação vocal: Roseane Santos
Fotos (Divulgação): Luizo Cavet
Vídeos (Divulgação): Carol Winter

Dalvinha Brandão. Crédito foto: Luizo Cavet

Contato imprensa: Gustavo Bitencourt. E-mail: gustavobits@gmail.com / Tel.: 41 99848 4900.

Luciano Faccini. Crédito foto: Luizo Cavet

COM ENTRADA LIVRE, INOMINÁVEL CIA DE TEATRO APRESENTA “DO CÃO FEZ-SE O DIA” NA LAPA E LEVA VOCÊ GRATUITAMENTE NESTE PASSEIO

Contando com apoio da Copel, grupo curitibano se apresenta no Teatro São João em 6 E 7 de Dezembro Às 20h

Criado como resultado do estudo das obras do escritor português Valter Hugo Mãe, o espetáculo “Do cão fez-se o dia” trata de dificuldades e tragédias da alma humana em um país em guerra, buscando um canto de esperança em um contexto de conflitos.

Um garoto que encontra nos livros uma maneira de lidar com a dor, uma mãe e seu desespero, a partida do pai e o peso da ausência e uma filha rejeitada cuja infância se molda devido à guerra são alguns dos elementos da história contada com traços autobiográficos pelos atores Fabiane de Cezaro, Lucas Buchile, Rafael diLari e Lilyan de Souza, que também assina a direção.

Após receber três indicações ao 35º Troféu Gralha Azul (um dos maiores prêmios do teatro paranaense), a peça foi contemplada pelo Edital de circulação do PROFICE da Secretaria Estadual da Cultura do Estado do Paraná e, com apoio da Copel, já foi apresentada nos palcos de Pato Branco e Francisco Beltrão. Após passar pela Lapa, o grupo segue para União da Vitória, Castro, Rio Negro, Campo Mourão e Telêmaco Borba em 2018.

CARAVANA INOMINÁVEL
Se você é de Curitiba, a Inominável oferece transporte de ida e volta! Mande e-mail com seu nome, a data em que deseja assistir ao Cão (6 ou 7 de dezembro) e seu telefone para igoraugustho@gmail.com  /  A caravana sairá na data de maior preferência.

BATE-PAPO COM OS ATORES e RODA DE LEITURA
Logo após a apresentação do dia 6 (quarta-feira), os atores farão um bate-papo sobre o trabalho no teatro. Já na quinta, às 17h (antes do espetáculo), acontecerá uma roda de leitura das obras de Valter Hugo Mãe com o pessoal do grupo. Você está convidado!

Serviço:
DO CÃO FEZ-SE O DIA NO TEATRO SÃO JOÃO – LAPA/PR
6 E 7 DE DEZEMBRO, ÀS 20H (Rua Amintas de Barro, 26)
Mais informações:
www.facebook.com/InominavelCompanhia/

Ficha técnica:
Do cão fez-se o dia, livremente inspirado nas obras de Valter Hugo Mãe
Dramaturgia: Marcelo Bourscheid
Direção: Lilyan de Souza
Elenco: Fabiane de Cezaro, Lilyan de Souza, Lucas Buchile e Rafael diLari
Participação especial: Jossane Ferraz (Namorada Francesa)
Direção de produção: Lilyan de Souza
Assistente de Produção: Igor Augustho
Iluminação: Lucas Mattana
Cenário e figurinos: Manu Assini
Diretor Musical: Bruno Leão
Criação sonora/música original: Bruno Leão, Daniel D’Alessandro e Pedro Sasamoto
Direção de vídeo: Alana Rodrigues
Cinegrafista: Tania Gazola Baes
Edição de vídeo: Felipe Aufiero
Designer gráfico: Ricardo Braga
Projeções: Lucas Mattana
Assessoria de Imprensa: Daniel D´Alessandro