ESPETÁCULO SOLO DE DANÇA-TEATRO BASEADO NA OBRA “THE HAMLETMACHINE”, DE HEINER MÜLLER, ESTREIA NESTE DOMINGO (04) NA MOSTRA SOLAR 2018

The Hamletmachine. Fotografia: Larissa de Lima

Com concepção e direção do bailarino Fábio Tavares, “Amanhã foi cancelado” propõem um estudo social e político de um corpo confuso e aflito lutando pela sobrevivência nos tempos modernos.

Nos dias 04 e 09 de novembro às 19h, a programação da Mostra Solar 2018 recebe o espetáculo de dança-teatro “Amanhã foi cancelado”, do renomado bailarino Fábio Tavares, artista curitibano que nos últimos 20 anos consolidou a sua carreira na cidade de Nova York. A entrada para as apresentações é franca e os ingressos serão distribuídos 1h antes na bilheteria da Casa Hoffmann (R. Dr. Claudino dos Santos, 58 – São Francisco).

Inspirado na obra “The Hamletmachine”, do escritor alemão Heiner Müller (1929 – 1995), “Amanhã foi cancelado” é um estudo social e político de um corpo confuso e aflito lutando pela sobrevivência nos tempos modernos. “Por se tratar de uma dramaturgia crua, brutal e trágica, essa obra despertou o meu interesse como artista do corpo em falar de um fenômeno tão evidente na contemporaneidade: essa ideia de um corpo ausente, máquina, automático”, considera Fábio Tavares – que assina a concepção e direção geral do espetáculo.

Com direção coreográfica de Andrea Lerner e direção dramatúrgica de Ana Rosa Tezza, o solo de dança-teatro também se debruça sobre a figura icônica da Ofélia – personagem que se revolta diante de um universo de opressão e abuso. “Nesta obra, a Ofélia retrata uma imagem de todos aqueles indivíduos que precisam lutar por igualdade, respeito e liberdade”, ressalta Fábio Tavares.

Sobre a Mostra Solar 2018
Com o objetivo de lançar luz sobre os artistas e a linguagem da dança, a Mostra Solar 2018 composta por solos de dança de 7 artistas da cidade e um artista convidado de Santa Catarina que vive em Paris dança em festivais pelo mundo. A programação acontece de 27/10 a 11/11 de 2018.

Sinopse da obra:
Espetáculo baseado na obra “The Hamletmachine” do escritor Heiner Müller. Um estudo social e político de um corpo confuso e aflito lutando pela sobrevivência nos tempos modernos. A obra é dedicada a todas as Ofélias do planeta.

Sobre o artista:
Fabio Augusto Tavares é ator, bailarino, acrobata e coreógrafo radicado em NYC há mais de 19 anos. Seus trabalhos coreográficos já foram apresentados na St.

Marks Church, La Mama Theater, The Clemente, BRIC, Triskelions Arts, Streb at SLAM , Susan Klein School of Movement and Dance e no festival “Not a Festival “ no Brooklyn. Professor graduado na Técnica de Alexander pelo American Center for the Alexander Technique em NYC, professor formado em Klein Technique™ pela própria Susan Klein e terapeuta certificado no sistema de integração estrutural e energética do corpo chamado de Zero Balancing. Também foi integrante e Diretor Artístico Associado da companhia de teatro físico STREB-EXTREME ACTION por 14 anos; fez parte do corpo docente da Universidade PACE de Nova York de 2014-2017, onde ministrava aulas de movimento consciente para jovens atores.

Ficha técnica:
Concepção e Direção geral: Fábio Tavares
Direção Coreográfica: Andrea Lerner
Direção Dramatúrgica: Ana Rosa Tezza
Direção Musical: Béco Dranoff
Objetos Esculturais: Marcos Rosales
Figurino: Eduardo Giacomini
Iluminação: Beto Bruel
Comunicação e Registro Audiovisual: Larissa de Lima
Produção executiva: Laura Tezza
Produção: Dara Van Doorn
Realização: Ave Lola e as Meninas Produções Artísticas.

“PROJETO REALIZADO COM O APOIO DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA E DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA”

Serviço:
The Hamletmachine

Data da apresentação: 04 e 09 de novembro às 19h
Local: Casa Hoffmann (R. Dr. Claudino dos Santos, 58 – São Francisco, Curitiba)
Ingressos: Entrada franca | distribuídos 1h antes do espetáculo na bilheteria do teatro
Classificação Indicativa: 16 anos

Confira a programação completa da Mostra Solar 2018, aqui

ÍMPETO ::: HOJE, TERÇA-FEIRA, ÀS 21H. EM CURITIBA, NA CASA HOFFMANN!

HOJE, terça-feira, às 21h. Em Curitiba, na Casa Hoffmann!

ÍMPETO
SINOPSE:
A partir de trechos poéticos, o espetáculo procura a verdade por trás das palavras, enquanto no mundo lá fora o que acontece é ação em si, da forma mais visceral e violenta. A peça que se segue é baseada em fragmento real de violência doméstica. Não é apenas um ato de consciência, mas de liberdade e coragem.

FICHA TÉCNICA:
Texto: Caroline Amantino
Direção: Joel Leitte
Com: Caroline Amantino e Liz Martins
Produção: Liz Martins
Concepção artística: PENUMBRA teatro laboratório
Iluminação: Joel Leitte
Maquiagem: Juliana Martins
Design gráfico: Muniz
Videomaker: Daniel Santoro
 
TEMPO DE DURAÇÃO:
30 minutos
 
INGRESSOS:
R$10 (inteira) e R$5 (meia)
 

LOCAL: Casa Hoffmann, Rua Claudino Dos Santos, 58, São Francisco, Largo da Ordem, Curitiba

DATAS E HORÁRIOS:
Dia 01 de abril de 2018 (domingo), 12h
Dia 03 de abril de 2018 (terça-feira), 21h
Dia 05 de abril de 2018 (quinta-feira), 16h

Confira a página do evento, aqui

ÍMPETO

ÍMPETO estreia no Festival de Teatro de Curitiba 2018 na mostra Fringe Curitiba no dia 01 de abril as 12h no Casa Hoffmann

SINOPSE:
A partir de trechos poéticos, o espetáculo procura a verdade por trás das palavras, enquanto no mundo lá fora o que acontece é ação em si, da forma mais visceral e violenta. A peça que se segue é baseada em fragmento real de violência doméstica. Não é apenas um ato de consciência, mas de liberdade e coragem.

FICHA TÉCNICA:
Texto: Caroline Amantino
Direção: Joel Leitte
Com: Caroline Amantino e Liz Martins
Produção: Liz Martins
Concepção artística: PENUMBRA teatro laboratório
Iluminação: Joel Leitte
Design gráfico: Muniz
Videomaker: Daniel Santoro

DATAS E HORÁRIOS:
Dia 01 de abril de 2018 (domingo), 12h
Dia 03 de abril de 2018 (terça-feira), 21h
Dia 05 de abril de 2018 (quinta-feira), 16h

TEMPO DE DURAÇÃO:
30 minutos

INGRESSOS:
R$10 (inteira) e R$5 (meia)

Local: Casa Hoffmann, Rua Claudino Dos Santos, 58, São Francisco, Curitiba
Data: De 1 a 5 de abril, das 12h às 16h

Confira a página do evento, aqui

ÍMPETO

ÍMPETO estreia no Festival de Teatro de Curitiba 2018 na mostra Fringe Curitiba no dia 01 de abril as 12h no Casa Hoffmann

SINOPSE:
A partir de trechos poéticos, o espetáculo procura a verdade por trás das palavras, enquanto no mundo lá fora o que acontece é ação em si, da forma mais visceral e violenta. A peça que se segue é baseada em fragmento real de violência doméstica. Não é apenas um ato de consciência, mas de liberdade e coragem.

FICHA TECNICA:
Texto: Caroline Amantino
Direção: Joel Leitte
Com: Caroline Amantino e Liz Martins
Produção: Liz Martins
Concepção artística: PENUMBRA teatro laboratório
Iluminação: Joel Leitte
Design gráfico: Muniz
Videomaker: Daniel Santoro

DATAS E HORÁRIOS:
Dia 01 de abril de 2018 (domingo), 12h
Dia 03 de abril de 2018 (terça-feira), 21h
Dia 05 de abril de 2018 (quinta-feira), 16h

TEMPO DE DURAÇÃO:
30 minutos

INGRESSOS:
R$10 (inteira) e R$5 (meia)

Local: Casa Hoffmann, Rua Claudino Dos Santos, 58, São Francisco, Curitiba
Data: De 1 a 5 de abril, das 12h às 16h

Confira a página do evento, aqui

LAB_

foto: Mariana Lopes

Mostra apresenta o resultado final dos processos criativos de 14 artistas multiáreas da cidade

Curitiba recebe, de 7 a 10 de dezembro, na Casa Hoffmann, a 14a edição do LAB_, ação final do Projeto IMP – Investigação do Movimento Particular, núcleo de pesquisa em dança que se centra no estudo do movimento e que, neste ano, abriga 14 artistas de diversas áreas como teatro, dança, performance, música e artes plásticas. Durante 4 dias, os artistas apresentarão os resultados de suas pesquisas, com entrada franca.

O núcleo de pesquisa IMP – Investigação do Movimento Particular existe desde 2007 sob a orientação da bailarina pesquisadora Juliana Adur e produção de Cindy Napoli. Tem como objetivo proporcionar à cidade um ambiente de pesquisa estimulante pautado essencialmente na experiência. Trata-se de adquirir saberes através do corpo e do movimento a partir de uma construção coletiva de interesses, porém acolhendo as particularidades de mover e criar de cada pesquisador.

O IMP também se caracteriza como um espaço que estimula a produção e difusão em dança na cidade, bem como a formação e a maturação de novos artistas criadores. Atualmente o IMP possui em seu currículo aproximadamente 30 produções em dança contemporânea (individuais e coletivas), somando mais de 50 apresentações na cidade e fora dela.

Comemorando 10 anos de existência em 2017, o projeto ofertou 14 bolsas para novos criadores e teve a participação de vários profissionais da dança de Curitiba que atuaram como ministrantes de oficina, orientadores e interlocutores dos processos criativos. Os profissionais que compuseram a equipe da Edição 2017 do IMP foram: Yiuki Doi, Janaína Matter, Pedro Almeida e Renata Roel. Gabriel Machado e Maíra Lour, que foram integrantes do IMP desde seu surgimento, integram hoje a equipe principal do projeto, também, como orientadores. Os bolsistas passaram por 5 meses de atividades de formação e laboratórios de investigação e 3 meses para o desenvolvimento de seus projetos de criação em dança. Este projeto é aprovado pelo Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura/Profice e incentivado pela Copel Distribuidora e Havan.

O Lab_
Desde o seu primeiro ano de existência, o IMP tem promovido inúmeras ações artísticas na cidade com o objetivo de fortalecer suas estruturas de trabalho e de compartilhar com a comunidade as discussões e criações realizadas pelo grupo ao longo de cada ano de pesquisa. A fim de fortalecer esta comunicação do núcleo com a comunidade, o IMP criou o LAB_. O LAB_ é um evento que proporciona aos pesquisadores do núcleo a experiência cênica e que tem como objetivo aproximar artista e público, possibilitando uma reflexão a respeito das configurações investigadas por cada um e estimulando o exercício do feedback.

Para a edição IMP 2017 foram organizadas 2 edições do LAB_, uma que já aconteceu no início de novembro para convidados, e no mês dezembro, a mostra final desses resultados será aberta ao público, na Casa Hoffmann. O LAB_ é um evento inteiramente gratuito que está em sua 14ª edição.

Sobre o IMP
O IMP nasceu em 2007 sob a orientação da bailarina pesquisadora Juliana Adur, como um desdobramento artístico no Brasil dos estudos realizados em Portugal na Formação Intensiva Acompanhada do cem – centro em movimento, em Lisboa (2005/2006). Inicialmente o IMP foi proposto no formato de um workshop de 20 dias na Casa Hoffmann – centro de estudos do movimento, para logo em seguida ser acolhido como um núcleo de pesquisa permanente em dança no Vila Arte Espaço de Dança, onde permaneceu até 2015.

Em todos esses anos de trabalho, muitas pessoas passaram pelo núcleo e pelo Vila Arte, muitas ações foram realizadas, muitas descobertas foram compartilhadas e muita dança foi impulsionada. O projeto participou na formação dediversos artistas criadores, que hoje dão a cara das atuais produções artísticas de Curitiba. No total foram 7 edições anuais do núcleo, mais de 50 IMPistas, 13 LAB_s (mostras de compartilhamentos dos processos criativos), oficinas, residências, entre outras ações tão diversas que só o dia-a-dia do IMP é capaz de revelar.

Serviço:
Quando: 07 a 10 de dezembro de 2017
quinta a domingo, às 20h00
Onde: Casa Hoffmann – centro de estudos do movimento
R. Dr. Claudino dos Santos, 58 – São Francisco, Curitiba
ENTRADA FRANCA
Foto: Eli Firmeza