CURITIBA CUSTOM DAY 2018


Neste final de semana, dias 10 e 11 de novembro, acontece a terceira edição do Curitiba Custom Day no Bosque São Cristóvão, em Curitiba.

Os ingressos antecipados para pedestres são limitados e dão direito ao copo oficial no valor de R$15, para um dia e R$20, para dois dias. A camiseta oficial do evento está a venda pelo site. Para expositores de carros o valor é de R$ 50 para os dois dias, com direito a um acompanhante. Para motos o valor é R$ 25 para os dois dias (sem acompanhante). Para inscrever seu carro ou moto basta preencher o formulário, aqui.

Programação de shows:

dia 10 (sábado):
Iron Ladies, TNShe e Jack Vermouth

dia 11 (domingo):
Blindagem, Old Chevy, Tony Caster Blues Band e Museos Rock Band.

O local também conta com a discotecagem Kombination, espaços gastronômicos, chopes artesanais, bazar, espaço kids e outras atrações como tatuadores e barbearias.

A edição 2017 reuniu público de 5,2 mil pessoas. Não perca a edição de 2018.

Serviço: 
Curitiba Custom Day 2018
Data: 10 e 11 de novembro, a partir das 10h
Local: Bosque São Cristovão Santa Felicidade, R. Margarida Ângela Zardo Miranda, 366 – Santa Felicidade
Confira a página do evento, aqui

O Curitiba Custom Day 2018 é uma produção da The Mill Eventos!

UYARA TORRENTE LANÇA SINGLE SOLO

Vocalista da ‘A Banda Mais Bonita da Cidade’ mistura regionalismo, pop e dub.

“Cabelo moderno e coração de jacu”. É assim que Uyara Torrente descreve a si e ao seu primeiro trabalho solo,“A Temperança”.  O single da intérprete mistura instrumentos regionais e orientais às batidas do dub e foi composto através da dança. Conforme Uyara reagia aos beats apresentados, a música ganhou forma. “Eu me salvo dançando. Quero que a minha música seja a minha salvação através do corpo”, conta.

Após 10 anos como frontwoman da A Banda Mais Bonita da Cidade, onde continua firme e forte, a cantora sentiu a necessidade de ter seu próprio discurso, com uma via estética diferente da banda. Foi nos silêncios da chácara em que mora ao pé da Serra do Mar, que a composição da multiartista Maria Lalla Cy Aché, “A Temperança”, se apresentou como a canção que deveria ser a primeiro do seu trabalho solo.

A letra lúdica carrega singeleza e força, ganhando nova roupagem quando misturada a texturas orgânicas, como o pau de chuva no lugar do tradicional chimbal da bateria. A influência das batidas eletrônicas do dub vieram do  artista, parceiro de banda e também diretor do single, Marano Ailum. “Ele me apresentou umas coisas que eu gostava de dançar. As batidas entravam em mim. O disco dele já tem essa pegada, que eu gosto muito. Outra artista que me sinalizou caminhos foi Luiza Lian, quando vi seu show, percebi estava no caminho certo”, comenta Uyara e reforça que mesmo a música não falando diretamente sobre o feminismo, ela vem carregada da reconstrução do seu próprio feminino.

Sobre a direção, Marano explica que a música é uma mistura regional e oriental dentro da estrutura pop. “Os sons do harmônio e cítara se misturam ao da rabeca e tambores. O dub aparece descontruíndo a estrutura pop da música, apresentando um trabalho original e diferente. Acho que o resultado é um tipo de world music à brasileira”. Desconstrução possível graças às mãos e ouvidos afiados de Buguinha Dub que redesenha a canção.

Jean Machado, da banda Tuyo, participou da pré-produção, em seguida Du Gomide assumiu a produção ao lado de Marano, gravando também alguns instrumentos da faixa. Du produziu o álbum Ailum, do Marano, Karla Pereira, Itaercio Rocha, entre outros artistas. A masterização também é do Buguinha Dub.

CLIPE
Além da música, Uyara lança também o clipe, o que oferece mais corpo a canção. A direção, fotografia e montagem é do Rosano Mauro Jr. As projeções fractais psicodélicas foram criadas pelo artista Luiz Abreu, que também assina a finalização do clipe. “Essa música é muito íntima, diz muito sobre mim. Foi um desafio cantar meu single, olhando diretamente para a câmera”, conta Uyara.

SOBRE UYARA
Uyara Torrente nasceu em Paranavaí, noroeste do Paraná. Aos 17 anos se mudou para Curitiba, onde cursou Artes Cênicas, na Faculdade de Artes do Paraná. Desde de 2005 trabalha com teatro, cinema e música. Há 10 anos está à frente da A Banda Mais Bonita da Cidade, circulando pelos principais festivais e eventos do Brasil – Abril Pro Rock, Festival Timbre, Breve Festival, Levada, Psicodália – e de fora: Vodafone Mexefest Lisboa, Fiesta del Libro y la Cultura (Medellín, Colômbia), Festival Aquel Abrazo (Montevidéu – Uruguai), entre outros. Uyara cantou ao lado da banda em um evento oficial das Olimpíadas 2016 e fizeram turnês por Portugal, Espanha, França, Argentina, Colômbia, Uruguai, Venezuela e Argentina.

A TEMPERANÇA (clipe)
FICHA TÉCNICA:
Música Voz: Uyara Torrente
Backing Vocal: Larissa Tomass
Direção: Marano/Uyara Torrente
Produção: Du Gomide/ Marano
Pré Produção: Machado/ Marano/ Uyara Torrente
Mixagem: Buguinha Dub
Masterização: Buguinha Dub
Composição: Maria Lalla Aché
Vídeo Produção: Selecta Studio
Direção: Rosano Mauro Jr.
Concepção: Rosano Mauro Jr / Uyara Torrente
Dir. de Fotografia e Montagem: Rosano Mauro Jr.
VFX: Luiz Abreu
Maquiagem: Isabela Japiassú
Produção de Set: Lívia Milhomem

SINGLE
A arte de capa do single: Jaime Silveira.
Ouça nas plataformas de streaming:
Spotify: http://bit.ly/spotifyuyara
Deezer: http://bit.ly/deezeruyara
Google Play: http://bit.ly/gpuyara
Itunes: http://bit.ly/itunesuyara
Baixe: www.uyaratorrente.com

SEXTA AUTORAL PROMOVE SHOWS GRATUITOS NO SESI SÃO JOSÉ

Banda The Shorts

Três bandas locais prometem muito rock’n’roll, country , blues e rock alternativo

Notório por dar espaço e visibilidade aos artistas do estado, o Sesi Cultura Paraná desenvolve em São José dos Pinhais o projeto Sexta Autoral. A ação valoriza as bandas locais com produções próprias e independentes promovendo shows desses talentos na Região Metropolitana de Curitiba. Na edição de junho, três bandas vão se apresentar gratuitamente no dia 29, sexta-feira, levando uma pluralidade de sonoridades ao palco do Teatro Sesi São José dos Pinhais. O público pode esperar muito rock’n’roll, country, blues e rock alternativo. Saiba mais sobre a programação abaixo.

Banda The Shorts
The Shorts é uma banda curitibana formada pelas musicistas Natasha Durski (voz e sintetizadores), Andreza Michel (baixo e backing vocal), Taís D’Albuquerque (guitarra) e Babi Age (bateria). Sua atual formação também agrega Matheus Reinert na segunda guitarra. A sonoridade evocada pela banda mistura elementos do rock alternativo, shoegaze, ambiências etéreas e noise, com um vocal que dá o tom sensual e hipnótico da banda.

Banda Êta Nóis
A música de raíz americana é a inspiração da Banda Êta Nóis. Folk, Country, Rock e Blues se misturam na interpretação de Fábio Elias, Renato Ximú, Deiwerson de Lima e Antônio Carlos Paraná. O quarteto, que já é conhecido por outros projetos musicais na capital paranaense, apresenta um show carismático e contagiante.

Banda Sete Sangrias
Sete Sangrias tem em sua formação Sergião Rodrigues (vocais/contra-baixo), Dinho Peruscello (guitarra/backing vocal) e Heitor Eduardo (bateria). Com repertório autoral, a banda faz um som inspirado no rock nacional e internacional de diferentes épocas. As letras em português abordam temas variados, dosando romantismo, bom humor, loucuras e poesia.

Serviço:
O Sesi Cultura Paraná apresenta
Sexta Autoral
Data: sexta-feira, dia 29 de junho
Horário: às 19 horas (duração de 180 minutos)
Valor: ingresso solidário – doação de 1kg de alimento não perecível
Classificação indicativa: livre
Local: Teatro Sesi São José dos Pinhais
Endereço: Rua Quinze de Novembro, 1800 – Centro de Sesi São José dos Pinhais-PR
Observação: retirar ingresso com 1 hora de antecedência (sujeito a lotação)

Mais informações:
www.sesipr.com.br/cultura/ 
www.facebook.com/sesiculturapr/

SESI CULTURA
Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2017, mais de um milhão de espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 8,4 mil ações culturais realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de uma forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro.

RASGO #1

RASGO #1
DOMINGO, 3 do 6, em Curitiba, na Casa Tangente

Dunas, Ímã, Veenstra

“Um rasgo num esquema que se apega a você, esquema de deixar as coisas acontecerem e só reagir, sem agir do próprio gosto.

Coletivo atlas, Casa Tangente, bandas e os colantes ajudam Lorenzo a recuperar suas percus roubadas, sem as quais o guri não faz seu trampo patusqueiro.

rango vegano do Seite Handa

15 pilas

A Casa Tangente abre 14h. 19h é a hora que acaba o som, mas quem quiser pode continuar por lá

Local: Casa Tangente, R. Pref. Ângelo Lopes, 1653, Hugo Lange, Curitiba
Data: DOMINGO, 3 de junho

Organizado por Coletivo Atlas, Dunas, Ímã, Veenstra

Confira a página do evento, aqui

DO ERUDITO AO POPULAR: MÚSICA DE CONCERTO PARA TODOS OS GOSTOS

 

O conjunto Sopro5 Quinteto estreia em abril temporada inédita de concertos temáticos de música instrumental

O tradicional conjunto de música instrumental Sopro5 Quinteto estreia dia 24 de abril às 19h30 em Curitiba, no Portão Cultural – Auditório Antônio Carlos Kraide, temporada inédita de concertos temáticos, com repertório variado e enfoque nos compositores brasileiros. Os ingressos custam R$5,00 (meia entrada) e R$10,00 (inteira).

Cada apresentação terá um tema diferente, percorrendo os mais diversos estilos e arranjos, desmistificando a música de câmara. A ideia é levar um novo público aos teatros e auditórios para apreciar essa manifestação milenar e ainda atual.

O conjunto nasceu em 2015 e é formado por músicos paranaenses que, aliando suas experiências em orquestras e música de câmara, buscam apresentar obras originais e adaptações para divulgar e incentivar a criação de novas composições para o gênero.

A instrumentação atual do quinteto de sopros reúne flauta, oboé, clarineta, fagote e trompa.

Marcelo Oliveira / clarinete

Temporada 2018
O projeto estabelece um novo padrão de divulgação da música de câmara, uma vez que o Sopro5 Quinteto é o único conjunto de Curitiba e um dos poucos do Brasil a divulgarem uma temporada de concertos com temáticas distintas, seguindo o exemplo das grandes e tradicionais instituições de arte e música – museus, ballets, casas de ópera e orquestras ao redor do mundo.

A temporada vai até novembro deste ano e faz parte do calendário do Circuito Cultural Ademilar, uma iniciativa que está viabilizando uma série de projetos culturais em Curitiba por meio da Lei do Mecenato Municipal, com recursos do ISS – Imposto Sobre Serviços. Em 2018 já são cerca de 20 projetos que fomentam a cena cultural da cidade.

Na estreia, o concerto traz a Belle Époque, período histórico que contempla o final do século XIX até o início da Primeira Guerra Mundial. O programa inclui obras originais para quinteto de sopros inspiradas neste período e com compositores nascidos na mesma época. Dentre elas estão as obras de Paul Taffanel, Jacques Ibert e Adrien Barthe e Júlio Medaglia.

A temporada segue com os concertos Choros e Canções, em 22 de maio, Música do Século 20 e 21, em 19 de junho, Suítes Brasileiras, nos dias 13 e 14 de agosto, Sopro5 em Concerto, em 23 de outubro, e fecha com Villalobiando, em 27 de novembro.

Desde as suas primeiras apresentações, em 2015, o Sopro5 Quinteto tem dedicado atenção especial à divulgação do repertório de música brasileira. Nesta temporada serão apresentadas composições nacionais em todos os concertos, em especial de compositores paranaenses e jovens acadêmicos dos cursos de composição da UNESPAR e UFPR.

Com estilo e bom gosto, o Sopro5 Quinteto mostra como dividir com o público os prazeres da boa música. Fabrício Ribeiro (flauta), Marcos Vicenssuto (oboé), Marcelo Oliveira (clarinete), João Vitor Jr. (fagote) e Fabio Jardim (trompa) compõem o grupo.

Serviço:
Concerto Belle Époque
Data: 24/04
Horário: 19h30
Local: Portão Cultural – Auditório Antônio Carlos Kraide
Avenida República Argentina, 3430 – Água Verde, Curitiba
Ingressos: R$10,00 (inteira) R$ 5,00 (meia)
Compre pelo site www.sopro5.com.br ou nos pontos de vendas:
Portão Cultural – Auditório Antônio Carlos Kraide – Av. Rep. Argentina, 3430 – Água Verde, Curitiba
Teatro Paiol – Praça Guido Viaro, s/n – Prado Velho
Capela Santa Maria – Conselheiro Laurindo, 273 – Centro

SOFAR SOUNDS TEM EDIÇÃO DEDICADA ÀS MULHERES E PREPARA ANIVERSÁRIO DE QUATRO ANOS

Presente em 400 cidades ao redor do mundo, projeto musical existe em Curitiba desde 2014 e incentiva uma nova forma de se consumir música ao vivo

O Sofar Sounds Curitiba abre a temporada de 2018 com a edição “A Voz Delas”, que reforça a presença feminina nos palcos trazendo um line-up composto por mulheres. Este é o segundo ano em que o projeto musical realiza uma edição homenageando cantoras, compositoras e instrumentistas. O evento acontece neste domingo (18) e, como de costume, as atrações e o local são secretos, divulgados aos inscritos 48 horas antes.

“Quase 50 mulheres se apresentaram nos quatro anos de Sofar Curitiba e temos observado a inserção feminina crescer em toda a esfera musical. Nossa equipe, por exemplo, é 70% formada por mulheres”, conta a curadora local do Sofar, Aline Valente. Para domingo, Aline adianta que a programação contará com a discotecagem de Estrela Leminski e Luana Angreves, além de oferecer terapias alternativas como reiki e massagem.

Apesar de as vagas desta edição já estarem esgotadas, são promovidos eventos mensais, sempre com inscrições antecipadas. Para abril, a iniciativa prepara um evento especial que marca seu aniversário de quatro anos em Curitiba. “O Sofar se consolidou como uma das maiores plataformas mundiais de música desde sua criação em Londres, em 2009. Hoje, está presente em 400 cidades ao redor do mundo e é um orgulho de representar uma delas”, destaca a curadora.

Os eventos proporcionam uma atmosfera intimista em locais inusitados, incentivando uma nova forma de se consumir música ao vivo. “A intenção é possibilitar experiências sonoras únicas e aproximar o público dos artistas”, afirma Aline. Na edição curitibana, já passaram nomes como Trombone de Frutas, Anacrônica, Janine Mathias, Tuyo e Machete Bomb. As próximas datas e inscrições ficam disponíveis no site www.sofarsounds.com/curitiba.

Sofar Sounds Curitiba
Site | Instagram | Facebook | YouTube

FESTIVAL ESTOPIM ACONTECE ESTA SEMANA, COM LINE-UP PLURAL E DEBATES SOBRE O MERCADO MUSICAL INDEPENDENTE

Carne Doce / Crédito: Mídia Ninja

Realizado de 15 a 17 de dezembro, evento surge como um espaço para agregar vivências diversas e fomentar novas conexões

Curitiba recebe a primeira edição do Festival Estopim esta semana, entre os dias 15 e 17, com a proposta de impulsionar novas movimentações no cenário artístico. Idealizado pela Arnica Cultural, o evento reúne atrações independentes e painéis sobre o mercado musical. Um dos destaques do line-up é a banda Francisco, el hombre, que foi indicada ao Grammy Latino este ano e encerra a turnê “Eita, Fudeu!” na capital paranaense.

O Estopim também terá a banda goiana Carne Doce e o quinteto pernambucano Tagore, ambos com discos aclamados pela crítica especializada e passagem por grandes festivais brasileiros. Mulamba, Tuyo e Trombone de Frutas são outros três nomes de peso que integram os shows, compondo uma programação plural e relevante para a música nacional.

“A intenção é agregar vivências diversas e proporcionar conexões intensas. Queremos que o festival seja um combustível para pensar e articular nosso lugar nesse mercado e fomentar ainda mais a cena curitibana. A ideia é que o Estopim, além de crescer em si, dê força para desdobrar outros empreendimentos”, defende a produtora Leticia Martins.

Conteúdo relevante
Para contribuir com esse propósito, os painéis discutirão três eixos: gestão de carreira e autoprodução; festivais que movimentam o Sul; e iniciativas que reinventam as cenas independentes. “O mercado se transformou, temos novas formas de produzir música. A troca de informações aprimora o trabalho artístico e incentiva essa onda maravilhosa que estamos vivendo em Curitiba”, afirma o diretor de comunicação João Taborda.

Entre os convidados, estão representantes de vários projetos significativos na música brasileira. Alguns exemplos são as iniciativas Tenho Mais Discos Que Amigos, PWR Records, Onça Discos e Água Viva Concentrado Artístico; além das bandas Cora, Machete Bomb e Carne Doce; e dos festivais Psicodália, Musicletada, Enxame e Ruído CWB.

A bagagem da Arnica
Com um espírito de autogestão, a Arnica Cultural foi inaugurada em 2016 pela banda Trombone de Frutas. Além de ter recebido artistas como Di Mello e O Terno na casa localizada no Bigorrilho, o coletivo produziu o festival Biro Biro Day Show, na rua São Francisco; e o palco Arnica, durante o Festival Coolritiba, na Pedreira Paulo Leminski.

“Nosso objetivo sempre foi profissionalizar o cenário independente, com pró-atividade e coragem para desconstruir. O Estopim, com shows e ações formativas, é um passo importante para catalisar a cultura. Também estamos trilhando novos rumos, assumindo o caráter de selo musical e estúdio”, conta Rodrigo Chavez, um dos gestores da Arnica.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

_ 15/12, SEXTA-FEIRA: PAINÉIS
LOCAL: Arnica Cultural (rua Otelo Queirolo, 237 – Bigorrilho, Curitiba)
INGRESSO: gratuito, pela plataforma Sympla

_ 18h: FAZENDO O ROLÊ | Bate-papo sobre gestão de carreira e autoprodução
Convidados: Heitor Humberto, Salma Jô e Macloys Aquino (Carne Doce), Kaila Pelisser e Katherine Zander (Cora), Vitor Salmazo (Machete Bomb)

_ 19h30: AMPLIFICA AÍ | Um panorama dos festivais que movimentam o Sul
Convidados: Bina Zanette, Michelle Hesketh (Musicletada e Ruído CWB), Alexandre Osiecki (Psicodália), Jonas Bender Bustince (Festival Enxame)

_ 20h: BURACOS NO TETO | Iniciativas que reinventam as cenas independentes
Convidados: Tony Aiex (Tenho Mais Discos Que Amigos), Rodrigo Chavez (Arnica Cultural), Matheus Mantovani (Onça Discos), Hannah Carvalho e Leticia Tomás (PWR Records), Luciano Faccini (Água Viva Concentrado Artístico)

_ 16/12, SÁBADO: SHOWS
LOCAL: Hermes Bar ( rua Engenheiro Rebouças, 1645 – Rebouças, Curitiba)
INGRESSO: R$ 35 por dia de show ou R$ 60 o passaporte, pela plataforma Sympla

_ 20h30: Loop Room
_ 22h: Mulamba

_ 23h30: Carne Doce
_ 1h: Trombone de Frutas
_ DJ Baqueta

_ 17/12, DOMINGO: SHOWS
LOCAL: Hermes Bar ( rua Engenheiro Rebouças, 1645 – Rebouças)

INGRESSO: R$ 35 por dia de show ou R$ 60 o passaporte, pela plataforma Sympla

_ 19h: Tuyo
_ 20h30: Tagore
_ 22h: Francisco, el hombre
_ DJ Bila Sampaio

Para saber mais:
Facebook | Instagram | Evento | Ingressos

1ª FEIRA DE VINIL DO ARMAZÉM GARAGEM

ENTRADA FRANCA
EXPOSITORES DE VINIL
CAMISETAS TEMÁTICAS
VINIL PARA DECORAÇÃO COM TEMAS
OUTROS MATERIAIS LIGADOS A BOA MÚSICA
ENCONTRO DE CARROS ANTIGOS
CHOPP & HAMBÚRGUERES ARTESANAIS

Local: O Armazém Garagem Bar fica na Br 277, número 2630 – Pista Lateral (sentido Ponta Grossa), no bairro mossunguê, em Curitiba – na entrada do conjunto Saturno, em frente a Copel.
Data: 17 de dezembro (domingo)

Organização: Curitiba Vinil

Página do evento, aqui

E pra quem curte disco de vinil fica o convite para conhecer nossos patrocinadores, a LOJA DAS PULGAS, lá eles tem mais de 500 discos selecionados:  rock, mpb, samba, sertanejo, música erudita e várias coletâneas e box. Tem de tudo!!! Venha curtir os discos da LOJA DAS PULGAS!!! Rua Pe Paulo Warkocz, 29, CIC / Orleans, Curitiba. Das 8h às 18h. Sáb. até às 13h. Clique neste link e confira alguns discos cadastrados!!! Na loja eles chegam até 20, 30% em descontos sobre esses preços 🙂

DUO DE FLAUTA E VIOLÃO NO SESI HEITOR STOCKLER DE FRANÇA

O projeto Acordes da Casa realiza apresentação gratuita no próximo sábado (26)

Formado pelo primeiro flautista da Orquestra Sinfônica do Paraná (OSP), Fabrício Ribeiro, e pelo violonista Francisco Luz, o duo Luz-Ribeiro apresenta o concerto “Na solidão, em busca de companhia”. A ação acontece no Centro Cultural SESI Heitor Stockler de França, no dia 26 de agosto, a partir das 11h, com entrada franca.

A apresentação é parte do primeiro CD da dupla, lançado em 2017, que empresta o nome da obra homônima de Harry Crowl, compositor e musicólogo de Belo Horizonte. As canções fazem uma homenagem a importantes compositores brasileiros dos séculos 20 e 21, reúnem repertório diverso e influenciado pela música popular brasileira, além da Música de Câmara Europeia e outras obras contemporâneas.

A dupla, formada em 2014 com foco na pesquisa e divulgação da música brasileira escrita originalmente para flauta e violão, se inspira nas composições de grandes músicos, como: Villa-Lobos, Marlos Nobre, Edino Krieger, Radamés Gnatalli, Guerra-Peixe, Edino Krieger, além de Harry Crowl.

O projeto Acordes da Casa, do Sesi Cultura Paraná, em sintonia com os instrumentistas, traz para o palco do Centro Cultural Sesi Heitor Stockler de França o prestígio e o requinte de melodias que prometem deleitar o público. A classificação é livre.

Sobre os músicos

Francisco Luz atua desde 2016 como integrante do Brazilian Guitar Quartet. Entre as suas apresentações, se destacam concertos na Frick Collection de Nova York frente à Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, na Sala São Paulo sob a regência de Marin Alsop, no Museu de Arte de São Paulo, no BNDES do Rio de Janeiro, na Série Música de Câmara da Capela Santa Maria, entre outros locais. Também já se apresentou em cidades dos EUA, México e Espanha. Em 2015, foi indicado ao prêmio Julian Bream Trust, ocasião na qual teve a oportunidade de se apresentar para o lendário violonista em sua casa em Tisbury, Inglaterra.

Fabrício Ribeiro é Mestre em Música pela Universidade Federal do Paraná. Entre 2007 e 2016 atuou como 1º Flautista da Orquestra Sinfônica do Paraná, onde se apresentou com grandes artistas da atualidade, como: Anton Witt, Gabriela Monteiro, Antônio Meneses, Sergio Tiempo, Vadin Gluzman, Zimbo Trio, Jean Luc Ponty, entre outros. Alguns de seus professores e influências artísticas foram: Curt Schroeter, Michel Debost, Rogerio Wolf e Osvaldo Colarusso. Foi premiado no Concurso Internacional de Música de Câmara Art-livre/SP, conquistando o 2º lugar em 2001 e, no Concurso Nacional de Música de Câmara de Araçatuba, obtendo o 1º lugar no mesmo ano.

Serviço:
Acordes da Casa com Duo Luz-Ribeiro
Data: 26/08/2017
Horário: 11h
Classificação: Livre
Valor: Gratuito
Local: Centro Cultural SESI Heitor Stockler De França
Endereço: Av. Mal. Floriano Peixoto, 458 – Centro de Curitiba
Contato: (41) 3322-2111
Observação: Sujeito a lotação
Mais informações:
www.sesipr.com.br/cultura/
www.facebook.com/sesiculturapr/

SESI CULTURA
Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2016, mais de 927 mil espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 7,5 mil eventos realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de um forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro. 

SEMANA DO ROCK NO ARMAZÉM GARAGEM BAR

Essa semana (do rock!) venha curtir música ao vivo no bar mais rock de Curitiba, Armazém Garagem Bar!

Entrada gratuita! Bandas ao vivo! Pessoas legais! Comidinhas maravilhosas e chope gelado!!! Tá bom né!?

Na programação deste semana: Museos Rock band, Moves Like Jagger, Esquadrão Rock Band, entres outras feras!

Local: O Armazém Garagem Bar fica na Br 277, número 2630 – Pista Lateral (sentido Ponta Grossa), no bairro mossunguê, em Curitiba – na entrada do conjunto Saturno, em frente a Copel.

Página do evento, aqui