BE.CAUSE: CAMPANHA DE AJUDA HUMANITÁRIA

Foto: Brunno Covello

BE.CAUSE é evento de ajuda humanitária: arrecadação de material escolar (aqui em Curitiba, NESTE SÁBADO, 16 de fevereiro ) para crianças refugiadas e captação de recursos para atendimento aos refugiados do Paraná e Roraima. É um projeto de ajuda humanitária criado através da parceria Asteroide, Os Samaritanos e Linyon Global Workers e do apoio da Editora Collaborativa.

O objetivo é a arrecadação de material escolar para crianças refugiadas de várias nacionalidades e também arrecadação de fundos para custear a logística e atendimento dos refugiados que estão chegando no Brasil pela fronteira com a Venezuela.

Para aproximar diversas culturas através da arte, no dia 16 de fevereiro, a sede da Asteroide irá conectar performance, artes visuais, música, gastronomia e bate-papo em um único evento.

Nesta data, todo o material escolar doado será reunido para que na semana seguinte seja realizada a distribuição nas comunidades que o projeto abrange.
Ainda nesta oportunidade, obras de arte serão colocadas a venda e todo o valor arrecadado será revertido para a campanha.

Como posso ajudar?
– Você pode entregar sua doação nos pontos de coleta (informações em andamento);
– Adquirindo uma obra da exposição;
– Comprando um dos pratos vendidos no evento. (Todo valor arrecadado será revertido para a campanha.)
– Divulgando o evento/campanha!
– Sendo voluntário no dia do evento!

Contato pelo whats 41 99581 3018 – Ana Rivelles

Programação do evento:
Programação do evento:

Sábado, 16 de fevereiro de 2019, das 15h às 22h.
15:00 – Abertura da Exposição
Artistas:
Atelier Vinco (instalação)
Bruno Santos (fotografia)
Brunno Covello (fotografia)
Deise Dias (pintura)
Isabelle Mesquita (instalação)
Marlon Anjos (pintura)
Ricardo Durski (litografia)
Tales Costa (desenho arquitetônico)
Vivien Zanlorenzi (pintura)
16:00 – Livro de Esboço, performance musical de Angelo Esmanhotto
17:00 – Pocket Show do Trio Alma Síria
17:30 – Show Acústico com Berthony Pierre (Haiti)
18:30 – Performance Circense com Rivas Sulbaran (Venezuela)
19:00 – Fechamento do evento com Show da Banda Perna Leiga

*Comidinhas por Yasmin Comida Árabe
**Durante todo o evento serão exibidos filmes (longas e curtas) selecionados pela curadoria de Rayat O’Haylle
***A Loja das Pulgas estará comercializando livros e discos a preços especiais.

*Evento Gratuito*

***PERGUNTAS FREQUENTES***

– Para participar é preciso doar em grandes quantidades?
Não! Toda (toda mesmo!) ajuda é bem vinda! Você pode doar uma caneta e seremos igualmente gratos.

– O evento é gratuito?
Sim! Totalmente gratuito e todxs são muito bem vindxs!

– O que é estar refugiado?
Refugiados são pessoas que se encontram fora do seu país devido a fundado temor de perseguição por motivos de raça, religião, nacionalidade, opinião política ou participação em grupos sociais e que não possa ou não queira voltar para casa.
Também são considerados refugiados aqueles que fogem de seu país de origem por causa de conflitos armados, violência generalizada e violação massiva dos direitos humanos.

– Por que ajudar crianças refugiadas e não os crianças brasileiras que tanto precisam?
Entendemos que não há distinção entre brasileiros e não-brasileiros. Todos formamos uma única raça – a raça humana. Acreditamos que a diversidade é uma força quando todos se unem por um mesmo objetivo. Acolher quem está refugiado não se resume a aceitá-los no nosso país, mas compartilhar histórias, culturas, música, gastronomia, arte e visões diferentes de um mesmo mundo.
Aceitar é acolher e acolher é o contrário de marginalizar. Aceitá-los, fala sobre quem somos, e que projetos temos para a nossa sociedade, pois, reafirmamos, não existe o “nós” e o “eles”. Acolher forma laço e não muro, é sinal de força, do que se faz em solidariedade, sentimento, gesto, aquilo que não tem fronteiras e que une corações.

Haiti, Port Au Prince. Foto: Brunno Covello

Serviço:
Be.Cause: Campanha de Ajuda Humanitária
Local: Asteroide, Rua Flávio Dallegrave, 2661, Hugo Lange, Curitiba
Data: Sábado, 16 de fevereiro de 2019, das 15h às 22h.
Entrada gratuita
Confira a página do evento, aqui

BRECHÓ SOLIDÁRIO NA MARRYAHN

Nesse domingo, dia 20 de janeiro,  traga seu sorriso e sua beleza, venha celebrar o amor e a solidariedade no BRECHÓ SOLIDÁRIO NA MARRYAHN – Evento para arrecadar fundos pra reconstrução das casas na Comunidade 29 de Março e Dona Cida. Vítimas de um incêndio que destruiu centenas de casas em Dezembro de 2018.

Brechó super barateza com várias apresentações culturais ao longo do dia.

Música
Dani Baldissera & Lucas Sequinel – Forró, Baião, Samba e MPB
Willi Dinamite – Blues e Soul
Thom Krefta – Rock Brazuca
Luiz Lobo – Autoral
Loren & Giuliano Bompeixe – clássicos do rock

Gabriela Carneiro – Poesia
Felipe Chapeleiro – Poesia
Renata Resistência – Poesia
03 grupos de Rap
Thaísa Xavier & Natã Xavier – Dança

Outros artistas a confirmar, atualizo na sequência

Início: Bar abre às 12 hs e as apresentações rolam a partir das 13
Super promoção: 03 cevas 600 ml : R$ 25 moedas ( Amstel, Budweiser, Original, Serramalte e Stela Artois)

Entrada:
Ingresso solidário e voluntário de qualquer valor
Ou doação de alimentos não perecíveis, Leite, brinquedos, material escolar, produtos de higiene pessoal entre outras.

Vambora nessa campanha de solidariedade e afeto com nossos irmãos e irmãs do CIC

Serviço:
BRECHÓ SOLIDÁRIO NA MARRYAHN 
Local: Marryahn Tabacaria Bar, Rua Nilo Peçanha, 14, São Francisco, Curitiba – próximo a praça do gaúcho (skate)
Data: 20 de janeiro, domingo,  das 12h às 23h59
Página do evento, aqui

CAVERNA

Movimentação subterrânea na bicicletaria cultural (em Curitiba) com evento independente para desestabilizar o que está fixado

Na sexta feira, 23 de novembro a partir das 19h no espaço cultural Bicicletaria Cultural acontece a primeira edição da Caverna, híbrido de arte, festa e performance. O evento é uma iniciativa independente de artistas residentes em Curitiba buscando construir um espaço para que realizadores da cidade possam mostrar seus trabalhos.

Com foco na construção de música eletrônica ao vivo e discotecagem performática, a Caverna apresenta propostas em Live P.A, experimentações, luz, imagem e uma mostra de videoarte para artistas LGBTQI. A convocatória para enviar o material em videoarte está aberta até o domingo, dia 18 de novembro.

A escolha da Bicicletaria Cultural como espaço para a realização da primeira edição da Caverna se deu pela localização central de fácil acesso, próximo a estação Central de ônibus. Os artistas Paola Ramos (PIPOCA) (UK), Camila Vanucci (CWB) e Tiago Rubini (SP) foram convidados para apresentar suas pesquisas em diferentes formatos e propostas.

O evento conta com a realização de FLASH TATTOO  pelo valor de R$100, com a artista visual Fran Helene, de matinhos, e da exposição da publicação CONSERVA das artistas Daniele Cristyne e Anna Carolina Azevedo. Para a divulgação do evento foram impressos flyers em formato de zine com textos das artistas Agnes Ignácio e Maiara Barros.

Serviço:
Caverna
Dia 23 de novembro a partir das 19h
Bicicletaria Cultural  – Rua Presidente Faria, 226, Centro de Curitiba – PR
Entrada: R$5,00
Confira a página do evento, aqui
Mais informações:
Fanpage @caverna
instagram @cavernaunderbrasil

 

CHAMADA PARA REPRESENTAÇÃO NACIONAL E INTERNACIONAL

A AIREZ GALERIA seleciona artistas visuais para representação durante o prazo de dois anos, com inserção no mercado nacional e internacional, bem como, a criação de produtos artísticos e culturais com artistas selecionado(a)s.

O projeto prevê uma taxa de inscrição convertida em: impressão fine art, catálogo, exposição, montagem, convites, coquetel, assessoria de imprensa, eventos para assessoria de vendas e produção. 

A taxa é única e apenas para o(a)s selecionado(a)s. Portanto, a inscrição é gratuita. 

O pagamento de referida taxa é a única maneira de viabilizar tamanha produção, e também de remunerar de forma garantida a galeria, posto que, a AIREZ é uma galeria de artistas independentes e não exige exclusividade por parte dos artistas, pelo contrário, fazer os artistas venderem e se tornarem conhecidos é o nosso principal objetivo.

Apenas artistas visuais serão selecionado(a)s.  A seleção se dá por análise completa do portfólio e bio do artista. Cada caso será selecionado conforme sua especificidade pois, uma vez que trabalharemos juntos por dois anos consecutivos, o trabalho do artista precisa estar de acordo com a linha curatorial da galeria. 

Artistas de todas as nacionalidades podem se inscrever e não há limite de idade.

Line-up da produção AAA 18-20:
–  Representação pela galeria AIREZ nacionalmente através de nosso escritório em Curitiba e internacionalmente através de agência baseada em Paris e Londres;
– Apresentação dos trabalhos e trajetórias através da revista (Z)AIRE_ ®;
– Atendimento/representação para vendas através do nosso site loja e de nosso escritório em horário comercial;
– Elaboração de catálogo em formato livro arte com tiragem numerada;
– Impressão de uma cópia fine art em pequeno formato;
– Exposição coletiva na AIREZ Galeria, em Curitiba no mês de agosto;
– Apresentação de material para marchands e colecionadores;
– Criação de campanhas de marketing com o material dos artistas;
– Divulgação do catálogo impresso nas principais feiras de livro arte do país.
– Assessoria de imprensa nacional;
– Seleção para entrevista exclusiva na R.NOTT revista virtual de arte e cultura;
–  Eleição para bolsa acompanhamento na AIREZ em Curitiba.

Mais informações: aqui

OZZ EXPERIMENTAÇÕES CULTURAIS

Sábado, dia 21 de abril, será lançado em Curitiba o projeto Ozz Experimentações Culturais! E você está convidadíssimo!

“Saca só a pira! Um ciclone atingirá a casa verde e irá leva-la para outro mundo!! Mas antes que alguém se sinta órfão deste role… NÃO SE PREOCUPEM!! A turma do Mágico de Oz vai chegar para levantar o astral de todos!

Assim como o universo de Oz, rico em histórias e fantasias, teremos diversas atrações iradas para vocês:

– Música ao vivo e no Toca-Disco!
Franco Das Camélias (www.francodascamelias.wordpress.com.)
VINYL Rap (www.facebook.com/vinylcwb/)
Banda Freeling (www.facebook.com/freeling.music/)

– Record Store Day, Feira de Vinil e Livrozz

– Culinárias (rangos veganos e não veganos, docess, tortas, muita coisa)
Sorvetes (www.facebook.com/QuebraGeloSorveteria/)

– Expozzições (ilustrações, fotos, pinturas)
Lucas Chierigatti (www.facebook.com/lchierigatti)
Ana Carolina Marinho (www.facebook.com/anacwbb)
Caliel Hauffe (www.facebook.com/caliel.hauffe – instagram @peaceflow.artes)

– Bazar de Roupas
Mayara Mamede (www.facebook.com/mayara.correa.3705)

– Flash de Tattoo
Eloiza Montanha (www.facebook.com/eloteeeee)

– Massagista (isso mesmo que você leu!)
Pedro Wistuba (www.facebook.com/pedro.wistuba)

– Intervenções malucas

-Bera geladíssima e outrozz goles irados! (inclusive um especial feito para a ocasião)

*** Ao longo dos dias anunciaremos os artistas e colaboradores do evento, fiquem ligados!
*** Tragam seus copos e canecas para preservarmos pelo meio ambiente!
*** Cangas e cadeiras também serão bem vindas, sintam-se em casa!
*** O melhor amigo do homem está mais do que convidado também! Tragam seus pets!! (dogs, calopsitas, gatos, peixes, répteis)

Serviço:
Chalakazam! Adiós Casa Verde
Local: Piazinho BAR, Rua Nicaragua , 1319, Bacacheri, Curitiba
Data: 21 de abril (sábado)
Valores:
R$10,00 – Confirmando presença e nome no mural do evento!
R$15,00 – Na hora, sem confirmar presença.
Organização: Ozz Experimentações Culturais

Confira a página do evento, aqui

COOLRITIBA FOMENTA SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIAL

Festival vai além da música e da arte com ações que protegem o meio ambiente e deixam um legado para a cidade

Os grandes eventos musicais, levam aos shows milhares de pessoas que se emocionam ouvindo os seus ídolos. Apesar de todos os benefícios que a música traz, muitos desses fãs não sabem que para a realização desses espetáculos, existe uma série de atividades que causam impactos ao meio ambiente e à comunidade ao seu redor. Pensando nisso, o Festival Coolritiba investe em ações de sustentabilidade e responsabilidade social, fomentando o engajamento dos jovens e deixando um legado permanente para as futuras gerações.

Compensação de gases
A Seven Entretenimento firmou uma parceria com a ORMA, empresa especializada que elaborou o inventário de emissões de gases de efeito estufa durante a preparação e o dia do festival. Foram contabilizadas as emissões dos deslocamentos terrestre e aéreo dos artistas e produção, acomodações, veículos de apoio, energia elétrica, geradores, resíduos orgânicos e efluentes. As emissões serão compensadas com a aquisição de créditos de carbono de projetos socioambientais, que através dos recursos dos créditos, viabilizaram a redução das emissões de gases de efeito estufa. Com isso, o Coolritiba é um dos únicos eventos de grande porte que possui 100% dos gases compensados.

Esta iniciativa é uma oportunidade para o festival demonstrar o seu compromisso para uma economia de baixo carbono. O Coolritiba não está apenas se comprometendo em calcular e compensar as suas emissões de gases de efeito estufa, mas também a sensibilizar o público e a comunidade sobre a importância do tema, encorajando a todos a introdução de melhores práticas no seu dia a dia.

Para garantir a sustentabilidade do evento, a organização adota ainda uma série de medidas, entre elas: reciclagem do lixo gerada no evento, disponibilização de lixeiras adequadas para a separação do lixo, cenografia feita com material reciclado e copos e utensílios sustentáveis. Para completar, a água no festival é gratuita, diminuindo o consumo de garrafas e galões plásticos, além de garantir a hidratação de todos!

Por um mundo melhor
Com forte apelo social o festival retoma as práticas de doações adotadas na primeira edição: os visitantes serão convidados a doar um livro na entrada da Pedreira Paulo Leminski, para o projeto da Freguesia do Livro, bem como agasalhos para a campanha Espalhe Calor, da Provopar.

Seguindo o conceito de promover atitudes que mudam o mundo, o Coolritiba contará com ações especiais para deixar um legado para a cidade. Uma delas será em prol da organização internacional TETO, que atua para garantir o direito à moradia nas favelas do país, por meio de programas sociais que geram soluções concretas de melhorias das condições de moradia e habitat. O festival também terá um espaço para divulgação da organização.

Parte da renda dos ingressos da área VIP também será revertido para contribuir com a revitalização das fachadas de prédios históricos da cidade com o apoio da Prefeitura de Curitiba e de artistas locais, uma forma de incentivar o engajamento social antes, durante e depois do evento.

BIENAL DE ARTE DIGITAL REALIZA ÚLTIMA PALESTRA GRATUITA NESTA SEXTA

Sayuri Kashimura Bridge Gallery Bangcok

A The Wrong – New Digital Art Biennale realiza bate papo com artistas do cenário da arte digital em Curitiba, no EBANX

Nesta sexta-feira (19), a partir das 19h30, a The Wrong – New Digital Art Biennale considerada uma das maiores e mais diversificadas bienais de arte e cultura digital apresenta a palestra “Como a arte e tecnologia se desenvolvem na educação e na economia criativa?”. A entrada é gratuita mas os ingressos devem ser emitidos pela plataforma Sympla a partir neste link

Participam da mesa, a doutora em Comunicação Social e artista multimídia, Ana Lesnovski, o comunicador e designer gráfico, Castro Pizzano, aIdealizadora e head de comunicação do Festival Subtropikal de criatividade urbana, Bruna Calegari, com a mediação da mestranda na área de Mediações e Culturas do Programa de Sociedade e Tecnologia da UTFPR, Shana Lima

O evento faz parte da Bienal que está em cartaz na Galeria AIREZ onde estão expostas as obras de dez artistas nacionais e internacionais, entre eles estão, Leandro Catapam, Sayuri Kashimura, Guilherme Zawa, Hebert Baioco, Livenoistupi, Dina Karadžić, Adam Pizurny, Mattis Dovier, Looping Lovers e Connor Sherlock.

Serviço:
Data: 19 de janeiro
Hora: 19:30
Local: EBANX – Rua Mal. Deodoro, 630 – Centro, Curitiba – PR
Entrada Gratuita mediante retirada de ingresso no Sympla: aqui
Informações: thewrong@subli-me.org

JANINE MATHIAS DISPONIBILIZA FAIXA BÔNUS DO NOVO DISCO

“Pérola Negra” está disponível em todas as plataformas com lançamento exclusivo pelo Spotify

Janine Mathias lançou o single “Pérola Negra”. A faixa vem como bônus do seu primeiro disco, “Dendê”, previsto para o primeiro semestre de 2018. Com trechos como “E me ver, caminhar por aí, pela rua. Ostentando, minha cor, minha alma, nua”, a música fala de auto estima e da força da mulher negra.

“Pérola negra é uma faixa bônus do meu disco ‘Dendê’ que está sendo produzido e dirigido pelo meu irmão de axé Eduardo Brechó, em parceria com Renato Parmi. A música chegou como um presente dado pela Val Andrade e representa a força de uma voz que eu aprendi a escutar e a propagar com um único objetivo, transformar a vida das pessoas para melhor. Pérola negra também é a questão mais poderosa da ancestralidade, ela vem pela oralidade, ela não é pra você, ela passa adiante por gerações”, conta a cantora.

Val Andrade é a compositora da música e, em recente depoimento, ela disse que compôs Pérola Negra há três anos, e sabia que não seria ela quem cantaria. “Sabia, no meu coração, que essa música tinha uma dona certa. Poucos dias depois conheci a Janine, ela estava no palco, iluminada, energizada. Empoderada. Era ela! Eu soube na hora!”, desabafa.

A produção da música foi uma parceria entre Dia e Renato Taime. Dia é conhecido por trabalhar com artistas renomados, e é ele o responsável pela direção musical de “Pérola Negra”. “Pérola Negra” já está disponível nas principais plataformas via ONErpm.

Ficha técnica:
Música: Pérola Negra
Composição: Val Andrade
Voz: Janine Mathias
Produção musical: Dia e Renato Taimes
Programação – Dia
Guitarra e Teclado: Renato Taimes
Baixo: Pizzu
Violão: Léo Pinotti.
Bateria e Percussão: Vitor Cabral
Arranjo de Metais e Metais – Joabe Reis e Sintia Piccin
Backings vocal: Val Andrade e André Barroso
Direção musical: Dia
Assistente de studio – Filipe Florido
Mix e Master: Luís Lopes.

FESTIVAL ESTOPIM DIVULGA PROGRAMAÇÃO COM LINE-UP PLURAL E DEBATES SOBRE O MERCADO MUSICAL INDEPENDENTE

Realizado de 15 a 17 de dezembro, evento surge como um espaço para agregar vivências diversas e fomentar novas conexões

Curitiba recebe a primeira edição do Festival Estopim entre os dias 15 e 17 deste mês, com a proposta de impulsionar novas movimentações no cenário artístico. Idealizado pela Arnica Cultural, o evento reúne atrações independentes e painéis sobre o mercado musical. Um dos destaques do line-up é a banda Francisco, el hombre, que foi indicada ao Grammy Latino este ano e encerra a turnê “Eita, Fudeu!” na capital paranaense.

O Estopim também terá a banda goiana Carne Doce e o quinteto pernambucano Tagore, ambos com discos aclamados pela crítica especializada e passagem por grandes festivais brasileiros. Mulamba, Tuyo e Trombone de Frutas são outros três nomes de peso que integram os shows, compondo uma programação plural e relevante para a música nacional.

“A intenção é agregar vivências diversas e proporcionar conexões intensas. Queremos que o festival seja um combustível para pensar e articular nosso lugar nesse mercado e fomentar ainda mais a cena curitibana. A ideia é que o Estopim, além de crescer em si, dê força para desdobrar outros empreendimentos”, defende a produtora Leticia Martins.

Conteúdo relevante
Para contribuir com esse propósito, os painéis discutirão três eixos: gestão de carreira e autoprodução; festivais que movimentam o Sul; e iniciativas que reinventam as cenas independentes. “O mercado se transformou, temos novas formas de produzir música. A troca de informações aprimora o trabalho artístico e incentiva essa onda maravilhosa que estamos vivendo em Curitiba”, afirma o diretor de comunicação João Taborda.

Entre os convidados, estão representantes de vários projetos significativos na música brasileira. Alguns exemplos são as iniciativas Tenho Mais Discos Que Amigos, PWR Records, Onça Discos e Água Viva Concentrado Artístico; além das bandas Cora, Machete Bomb e Carne Doce; e dos festivais Psicodália, Musicletada, Enxame e Ruído CWB.

A bagagem da Arnica
Com um espírito de autogestão, a Arnica Cultural foi inaugurada em 2016 pela banda Trombone de Frutas. Além de ter recebido artistas como Di Mello e O Terno na casa localizada no Bigorrilho, o coletivo produziu o festival Biro Biro Day Show, na rua São Francisco; e o palco Arnica, durante o Festival Coolritiba, na Pedreira Paulo Leminski.

“Nosso objetivo sempre foi profissionalizar o cenário independente, com pró-atividade e coragem para desconstruir. O Estopim, com shows e ações formativas, é um passo importante para catalisar a cultura. Também estamos trilhando novos rumos, assumindo o caráter de selo musical e estúdio”, conta Rodrigo Chavez, um dos gestores da Arnica.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

_ 15/12, SEXTA-FEIRA: PAINÉIS
LOCAL: Arnica Cultural (rua Otelo Queirolo, 237 – Bigorrilho, Curitiba)
INGRESSO: gratuito, pela plataforma Sympla

_ 18h: FAZENDO O ROLÊ | Bate-papo sobre gestão de carreira e autoprodução
Convidados: Heitor Humberto, Salma Jô e Macloys Aquino (Carne Doce), Kaila Pelisser e Katherine Zander (Cora), Vitor Salmazo (Machete Bomb)

_ 19h30: AMPLIFICA AÍ | Um panorama dos festivais que movimentam o Sul
Convidados: Bina Zanette, Michelle Hesketh (Musicletada e Ruído CWB), Alexandre Osiecki (Psicodália), Jonas Bender Bustince (Festival Enxame)

_ 20h: BURACOS NO TETO | Iniciativas que reinventam as cenas independentes
Convidados: Tony Aiex (Tenho Mais Discos Que Amigos), Rodrigo Chavez (Arnica Cultural), Matheus Mantovani (Onça Discos), Hannah Carvalho e Leticia Tomás (PWR Records), Luciano Faccini (Água Viva Concentrado Artístico)

_ 16/12, SÁBADO: SHOWS
LOCAL: Hermes Bar ( rua Engenheiro Rebouças, 1645 – Rebouças, Curitiba)
INGRESSO: R$ 35 por dia de show ou R$ 60 o passaporte, pela plataforma Sympla

_ 20h30: Loop Room
_ 22h: Mulamba

_ 23h30: Carne Doce
_ 1h: Trombone de Frutas
_ DJ Baqueta

_ 17/12, DOMINGO: SHOWS
LOCAL: Hermes Bar ( rua Engenheiro Rebouças, 1645 – Rebouças)
INGRESSO: R$ 35 por dia de show ou R$ 60 o passaporte, pela plataforma Sympla

_ 19h: Tuyo
_ 20h30: Tagore
_ 22h: Francisco, el hombre
_ DJ Bila Sampaio

Para saber mais:
Facebook | Instagram | Evento | Ingressos

HOJE ::: CUTELO ASSASSINO – UMA TRAGÉDIA GREGA DE ATROCIDADES NO AP DA 13

CUTELO ASSASSINO – Uma Tragédia Grega de Atrocidades

ÚNICA APRESENTAÇÃO

Amygdalota, espartana, esposa do grego Tartarian, quer reconhecimento pelos anos casada. Ela prepara o jantar: um frango é manipulado, cutelado e cozinhado em cena.

Após mais uma tentativa de dominação através da cultura, do sexo e do território de um homem sobre uma mulher, ela vira o jogo.

A linguagem é híbrida, teatro e cinema dialogam. A cena real e a cena cinematográfica, projetada, estão simultaneamente presentes para o público.

Este é voyeur do cotidiano do casal, que discutem a relação. A encenação teatral se utiliza da linguagem cinematográfica na ocupação de uma casa com a multiplicação da cena através do vídeo e do áudio, possibilitando ao público acompanhar a cena presencialmente ou assistir como em um cinema.

A dramaturgia de Leonarda Glück ironiza a tradição grega como pano de fundo para uma tragicomédia mordaz e ácida.
Ambientes se fundem ao acompanhar a última hora desse casamento.

Onde estará a Luz nas Trevas?

Edição AP. DA 13

Criadores desta Edição:
Texto – Leonarda Glück
Encenação e Atuação – Patricia Saravy e Ricardo Nolasco
Som – Jo Mistinguett
Olhos de Câmeras – Guilherme Chalegre, Renata Correa, Lais Melo
Arte do espaço – Patricia Cipriano.
Produção – Victor Hugo
Apoio e Parceria – Selvática Ações Artísticas e Casa Selvática.

Serviço:
Gênero – Tragicomédia
Classificação: 18 anos
Local – Ap. da 13 – Rua Treze de Maio, 1001, apto 01, centro de Curitiba.
Data – 05/12/2017 – terça-feira
Entrada – R$20 / R$10

Agradecimentos aos parceiros – a todxs artistas selváticxs, Leonarda Glück, Fabia Regina, Fábio Kinas, Maikon K, Karina Flor, Jeff Grochovs, Amabilis de Jesus, Gustavo Bittencourt, Luigi D’Angelo, Pedro Mansa, Bistrô da Flor, Cândida Monte, Well Guitti e Bar Ornitorrinco.

Página do evento, aqui