NA-NU NA GIBITECA DE CURITIBA

Sábado é dia de Gibiteca! Amanhã a Gibiteca de Curitiba recebe uma programação super especial em comemoração aos 20 anos do fanzine e dois do blog NA-NU.

O encontro é gratuito e contará com shows, feira de quadrinhos, arte local e muito mais!

Serviço:
Comemoração de 20 anos do fanzine e de dois anos do blog NA-NU na Gibiteca de Curitiba
Local: Gibiteca de Curitiba – Rua Presidente Carlos Cavalcante, 533, Centro de Curitiba.
Data: 19 de maio (sábado), das 14h às 19h
Entrada franca
Confira a programação do evento, aqui

fontes: FCC

NA-NU NA GIBITECA DE CURITIBA

Comemorando dois anos de blog e vinte anos do lançamento do NA-NU original, dia 19 de maio, o NA-NU promove uma grande festa com ENTRADA GRATUITA na Gibiteca de Curitiba, em nome do quadrinho, da arte e da cultura local. Com show do duo Naome Rita e Allan Yokohama de Mattos, feira de quadrinhos e arte local e bate papo sobre a produção atual de HQs.

PALCO PORTAL DAS PERCEPÇÕES – Shows com:
– NAOME RITA
– ALLAN YOKOHAMA (Tocando Terminal Guadalupe, Humanish, Yokohama Café entre outros)

EXPOSITORES CONFIRMADOS:
– CHICO FELIX (Quadrinhos, artes e prints)
– DW RIBATSKI (Quadrinhos, artes e prints)
– ESTRONHO (Livros e quadrinhos)
– FLAVIO ANTUNES RAMOS (Pinturas)
– JOÃO FERREIRA (Quadrinhos, artes e prints)
– MARIO DE ALENCAR (Colagens, quadrinhos, artes e prints)
– MÁ MATIAZI (Livros, quadrinhos, artes e prints)
– MARCIO GARCIA (Quadrinhos, artes e prints)
– O.I.T.C. (Quadrinhos Artes e Prints)
– REH DESENHA (Pôsters, artes e prints)
– REVISTA PÉ DE CABRA (quadrinhos)
– URSEREIA (Quadrinhos, artes e prints)

BATE PAPO – com os autores:
– AMANDA BARROS
(Editora Ursereia, Cassandra & The Flaming Puppies)
– CHICO FELIX
(Autor de zines como Gente Feia na TV e Crü, participou de revistas como MAD e Frauzio)
– DW RIBATSKI
(Prêmio Jabuti na categoria Ilustração pela HQ Campo em Branco, prêmio Abril de Jornalismo na categoria Ilustração em 2016. Autor de HQs como La Naturalesa, Veículo e Olhos de Bicho)
– MÁ MATIAZZI
(Autora de livros como Três e da série O Feiticeiro, além de HQs como O Abismo, Morte Branca e A Loira Fantasma de Curitiba)

MOSTRA DE FILMES

Serviço:
NA-NU na Gibiteca de Curitiba
Local: Gibiteca de Curitiba Rua Presidente Carlos Cavalcanti 533, Centro de Curitiba.
Data: Sábado, 19 de maio, das 14:00 às 19:00
ENTRADA GRATUITA
Mais informações, aqui
Página do evento, aqui

OPORTUNIDADE PARA ILUSTRADORES VOLUNTÁRIOS – PROJETO DE EXTENSÃO VINCULADO AO CNPQ

O projeto “Educação e Monitoramento Para a Valorização da Sociobiodiversidade no PARANÁ dos Campos Gerais e Entorno”, aprovado na Chamada CNPq/ICMBio/FAPs nº18/2017, trabalha com Educação Ambiental orientada à Floresta com Araucária e ao Parque Nacional dos Campos Gerais.

Um dos objetivos do projeto é a criação de materiais de comunicação e educativos para serem utilizados como recursos educacionais abertos, disponíveis aos professores das redes municipais e estadual da região.

Seriam produtos como flyers, HQs e livros, a depender das possibilidades discutidas com a equipe, que hoje é composta por profissionais de Letras, Informática e Biologia. Faltaria, então, um profissional de Design, um ilustrador.

O que podemos oferecer em troca? Além do nome em publicações vinculadas ao projeto (com chancela do CNPq, do ICMBio, do IFPR e de outras tantas instituições parceiras, como UFPR, UEPG, UNESP, UEL etc.), certificados de participação, que, podem enriquecer portfólios-currículos e serem validadas em Atividades Complementares nas Universidades.

Interessados podem enviar e-mail para andrius.roque@ifpr.edu.br ou mensagem (41) 98829-2177.

CAIXA CULTURAL CURITIBA APRESENTA A MOSTRA MUNDO GIRAMUNDO

A “Mostra Mundo Giramundo” coleta e expõe materiais diversos para criar uma visão ampla e multifacetada sobre o processo de trabalho e a trajetória do Giramundo, um dos maiores grupos de teatro de bonecos do Brasil

A CAIXA Cultural traz a Curitiba a “Mostra Mundo Giramundo”, uma coleção de peças de conteúdo lúdico e educativo que busca revelar o modo de trabalho e o processo criativo do Giramundo, nacionalmente conhecido por atuar com o universo do teatro de bonecos. O acervo não se limita à exibição convencional de uma coleção de bonecos, o que normalmente enfatiza apenas dimensões estéticas, representadas pela forma escultórica, pela pintura, figurino e acabamento. Muito mais do que isso, a mostra revela as dimensões construtivas, mecânicas e cinéticas das marionetes, que priorizam o movimento e seus mecanismos.

Outro fator distintivo da mostra está na exibição organizada do processo de planejamento e construção de marionetes, suas etapas, ferramentas e abordagens, ou, em outras palavras, aquilo que pode ser qualificado como “acervo imaterial” do Giramundo, representado por seu know-howligado ao design de bonecos. Nesse campo, destaca-se a rara exibição da coleção de desenhos, estudos e projetos para teatro de marionetes de Álvaro Apocalypse, criador do Giramundo e um dos grandes mestres mundiais desta expressão artística.

A dimensão histórica é representada na mostra por meio de cenas selecionadas dos principais espetáculos do grupo, de 1970 a 2014, com o intuito de compor uma trajetória visual das transformações pelas quais passaram as pesquisas da companhia. Essa dimensão pragmática é ressaltada por meio da apresentação dos espetáculos previstos para o mês de junho (“Pedro e o Lobo”e “A Bela Adormecida”), no Teatro da CAIXA Cultural Curitiba e, ainda, através de uma palestra que irá demonstrar o processo de montagem dos espetáculos do Giramundo, também programada para junho. Os espetáculos e a palestra têm o propósito de aproximar o espectador do ofício do marionetista e de sua realidade prática. O principal objetivo da “Mostra Mundo Giramundo” é a formação de plateia e criação de um espaço de reflexão crítica sobre a o teatro de bonecos através de atividades multidisciplinares.

Serviço:
Artes Visuais: “Mostra Mundo Giramundo”
Local: CAIXA Cultural Curitiba, Rua Conselheiro Laurindo, 280, Curitiba-PR  – Galeria do Mezanino
Abertura: 15 de maio (terça-feira)
Visitação: de 16 de maio (quarta) a 12 de agosto (domingo)
Horário: terça a sábado, das 10h às 20h; e domingo, das 10h às 19h.
Ingressos: Entrada franca
Informações: (41) 2118-5111
Classificação etária: Livre para todos os públicos

Informações e entrevistas:
Maria Celeste Corrêa – (41) 9 9995 0169 / 9 8786 4465
fernandezcorreamc@gmail.com
maria.correa@grupoinforme.com.br

LIVRO TREASURES OF DISNEY ANIMATION ART INGLÊS / LOJA DAS PULGAS

Livro ilustrado. Em inglês. 319 páginas. Frete grátis. Editora: Artabras. R$199,00 para os leitores do FATO Agenda. Você pode ver o anúncio do MercadoLivre, aqui

Editor: walton rawls.
Designer: howard morris.

Medidas: 40 cm de comprimento. 31 cm se altura. 3,5 cm de espessura. Livro grande compare com um normal, veja a ultima foto.

Loja das Pulgas, Rua Padre Paulo Warkocz, 29, CIC / Orleans – próximo ao cemitério/viaduto do Orleans e Escola Estadual Santo Antonio. Mencione que viu este anúncio no FATO Agenda, ajuda nozes! 

Mais informações:  Leandro H: (41) 99745-5294 (tim/WhatsApp)

Muito obrigado!!!

Vale lembrar que A Loja das Pulgas comercializa as doações feitas a Amigo Animal – associação sem fins lucrativos que abriga mais de 1000 cachorros resgatados (em Curitiba e região) e os encaminha (vacinados, castrados e desverminados) para adoção responsável. Conheça esse trabalho: www.amigoanimal.org.br

Confira as fotos do livro:






 

OFICINAS GRATUITAS DE MARBLING E CRÍTICA DE ARTE SÃO REALIZADAS EM CASTRO NESTE SÁBADO

Ações educativas são promovidas pela exposição Infinitos Campos Gerais com o intuito de aproximar o público da arte contemporânea

A exposição coletiva Infinitos Campos Gerais, em cartaz na Fazenda Capão Alto, promove ações educativas para aproximar o público da arte contemporânea e suas diversas linguagens. Além de visitas guiadas para grupos escolares, quatro oficinas acontecem durante o período expositivo, todas gratuitas e com materiais inclusos. As primeiras ações ocorreram no dia 21 de abril, com cerca de 30 participantes. Neste sábado (5), será realizada a “Oficina Criativa de Crítica de Arte”, além da “Oficina de Marbling – Formas e texturas dos Campos Gerais”.

A oficina inicial será ministrada pela arte-educadora Shana Lima, das 10 às 13h. As vagas são limitadas a 20 participantes, com faixa etária a partir de 18 anos. “A intenção é oferecer espaço para a construção de processos de compreensão e interpretação da arte a partir de conversas, trocas, rodas, exercícios, leituras e investigações. O encontro alterna atividades teóricas e práticas, tendo como principal objetivo ampliar a conversação sobre a crítica de arte por meio da criatividade”, explica Shana.

A segunda atividade ocorre das 14h30 às 17h30, com a arte-educadora e artista Ana Paula Luz. São 20 vagas disponíveis, para participantes acima de  13 anos. “Marbling é uma técnica turca de pintura orgânica na superfície da água através do contato das tintas com suportes como o papel e o tecido. Nesta oficina, iremos explorar as texturas presentes na vegetação e nas rochas dos Campos Gerais e reproduzir em Marbling estampas em papel”, conta Ana Paula.

Para facilitar a acessibilidade ao local, será disponibilizado transporte gratuito saindo da praça João Gualberto até a Fazenda Capão Alto, por meio de van, às 9h30 e às 14h. As inscrições devem ser realizadas pelo e-mail infinitoscamposgerais@gmail.com, informando nome, RG, telefone e se necessita de transporte. O ingresso para entrada na Fazenda Capão Alto custa R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia). As informações completas estão disponíveis no site do projeto.

Visitação
A exposição segue em cartaz até o 27 de maio de 2018, com visitação de terça a domingo, das 9h às 17h30, para públicos de todas as idades. A ocupação artística temporária apresenta obras de sete artistas visuais curitibanos: Constance Pinheiro, Fran Ferreira, Gio Soifer, Marcos Frankowicz, Maria Baptista, Ricardo Leiva e Willian Santos. Os trabalhos utilizam linguagens como pintura, instalação e intervenção.

A curadoria teve como base o conceito do site­-specific, uma abordagem em que as obras dialogam diretamente com o ambiente em que estão inseridas, seja o espaço construído, a natureza ao redor ou mesmo as camadas históricas, sociais, econômicas e simbólicas presentes no local. Segundo a coordenação do projeto, a escolha da Fazenda Capão Alto enquanto lugar específico também é um convite para se discutir a arte contemporânea em seus cruzamentos com a história, ecologia, patrimônio material e imaterial.

Infinitos Campos Gerais
Site | Instagram | Facebook