ROSEANE SANTOS LANÇA “GUELRAS”, CANÇÃO DO INÉDITO FRONTEIRIÇA, SEU PRIMEIRO ÁLBUM

Roseane Santos por Luciano Faccini

A artista dá início à sua própria abertura enquanto compositora e letrista

Está disponível nas plataformas digitais a canção “Guelras”, parceria de Roseane Santos com Luciano Faccini que inicia a sequência de lançamentos de músicas do álbum Fronteiriça — em seguida vêm “A Sereia e a Fiandeira” dia 1º e “Ancestralidade” em 8/7.

Guelras é assinada por Leonardo Gumiero e Luciano na produção musical, assim como as outras faixas do disco, e conta com participação de Klüber no piano. As artes de capa (single e álbum) são de Thalita Sejanes, também criadora do lyric vídeo que conduz a música no YouTube, com desenho feito por Roseane.

“O texto foi construído a partir de um diálogo que tive. Deixei isso em um caderno com escritos que muitas vezes nem volto a ler, em outras leio muito tempo depois. Neste caso, em 2018, mostrei algumas anotações para o Luciano Faccini, que mais tarde apareceu com a ideia da música tirada dali. Ainda passei por um certo processo interno ao me despedir do texto enquanto texto, e encarar a canção, que no fim chegou a este resultado que me agrada muito”, explica Roseane.

Novo momento
Com mais de 16 anos de carreira, Roseane Santos é reconhecida como uma das vozes mais marcantes da cena curitibana e intimamente ligada aos universos do samba e ritmos afro-brasileiros. Tem passagens marcantes por projetos como Serenô, Orquestra Maria Faceira, grupo vocal Noivas de Allfreddo.

A nova faixa é o único samba de Fronteiriça, ainda que a construção do arranjo o coloque em contato com outras linguagens escolhidas ao longo dos encontros de gestação do álbum.

Ficha técnica de Guelras:
Voz: Roseane Santos
Bateria: Daniel D’Alessandro
Violão de 6: André Garcia
Percussão: Gabriela Bruel e Matê Magnabosco
Baixo: Vic Vilandez
Piano: Klüber
Pandeiro e tamborim: Raphael Araujo
Produção Musical: Leonardo Gumiero e Luciano Faccini
Direção Artística: Roseane Santos e Luciano Faccini
Gravação, edição, mixagem e masterização: Leonardo Gumiero
Produção Executiva: Moira Albuquerque
Coro: Alisson Santos, André Amorim, Caroline Casagrande, Daniel D’Alessandro, Dayane Battisti, Desireé dos Santos, Gabriela Bruel, Guilherme Mendes Muniz, Klüber, Leonardo Gumiero, Luciano Faccini, Má Ribeiro, Moira Albuquerque, Monique Portela, Nati Bermúdez e Thalita Sejanes.

Arte: Thalita Sejanes

Ouça Guelras agora: 
Spotify – https://spoti.fi/2Bd20Sd 
Deezer – https://bit.ly/2VlGSjz 
Apple Music – music.apple.com/us/artist/roseane-santos/1489426767 
Youtube – www.youtube.com/watch?v=K76UOAF_EPI 

Ouça as já lançadas Pedras e Escritos e Não Obedeço e faça pré-saves de A Sereia e a Fiandeira e Ancestralidade: linktr.ee/Fronteirica 

COM FESTA-SHOW NO ORNITORRINCO, ROSEANE SANTOS BRINDA SEU PRIMEIRO ÁLBUM

A cantora se apresenta no bar Ornitorrinco (Benjamin Constant, 400, Centro de Curitiba) sexta 27 de setembro, acompanhada do Bailinho Perdido, com repertório variado e muitas surpresas; festa marca o final da campanha de financiamento coletivo de Fronteiriça, em fase de finalização.

Quem é fã de música brasileira tem um convite duplo para este final de setembro: na próxima sexta-feira, a cantora Roseane Santos comanda o baile no palco do Ornitorrinco e ainda chama amigxs, admiradoras e admiradores para colaborarem na reta final da campanha de financiamento do seu álbum Fronteiriça, que se encerra na próxima segunda-feira, dia 30. 

Reta final >
O disco reúne 10 canções, dentre textos escritos pela própria artista e parcerias com amigas e amigos artistas da música, teatro, literatura e dança (como Luciano Faccini, Leonarda Glück, Ary Giordani, Francisco Mallmann, Bia Figueiredo e Ana Modesto). A banda tem André Garcia no violão, guitarra e arranjos-base, Gabriela Bruel na percussão, Daniel D’Alessandro na bateria, Victoria Vilandez no contrabaixo e Luciano Faccini no clarinete, violão, efeitos, ambientações, direção artística — ao lado da própria Rose — e produção musical em parceria com Leonardo Gumiero, além de várias participações especiais. Quem assina a arte é Thalita Sejanes e a produção executiva é de Moira Albuquerque. 

Com apoio do Colégio Medianeira em suas fases iniciais, o projeto encerra na próxima segunda-feira (30) a campanha de financiamento coletivo para contemplar despesas finais de mixagem, masterização, lançamento e remuneração da equipe (12 profissionais, entre músicos, designer e produtores). 

Ainda dá tempo!
As contribuições partem de R$ 15 e oferecem diversas recompensas, como ingressos para shows de FRONTEIRIÇA, download de faixas exclusivas antes do lançamento oficial e convites para o evento de audição das músicas com toda a equipe. 

> confira a página da campanha do Benfeitoria www.benfeitoria.com/fronteiricaroseanesantos 

> saiba mais sobre a música de Roseane Santos: 
www.soundcloud.com/roseane-santos/ 

O baile da Rose >
Na festa de sexta, Rose estará à frente do Bailinho, com Kelvin de Souza, Luciano Faccini, Acácio Guedes, Daniel D’Alessandro, Gabriela Bruel e Má Ribeiro, além da convidada mais que especial, Victoria Vilandez. Uia! No repertório, canções autorais – mas o material do disco fica para o lançamento  –, muito Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga, João do Vale, Chico César, Gilberto Gil, Efigênia Rolim e ainda um monte de surpresas. Compareça! O baile começa a partir das 20h. 

Serviço: 
Roseane Santos + Bailinho Perdido no Ornitorrinco!
Sexta-feira, 27 de setembro 
Das 20h às 00h
Ornitorrinco Bar > Rua Benjamin Constant, 400, Centro 
Entrada > R$ 10 
Página do evento, aqui

FRONTEIRIÇA, O PRIMEIRO ÁLBUM DE ROSEANE SANTOS

Roseane Santos. Crédito foto: Luciano Faccini

Com mais de quinze anos de carreira, Roseane Santos brinda esse novo tempo com disco solo estreando como compositora e convida todos a participarem. O novo trabalho está em fase de finalização e conta com financiamento coletivo na plataforma Benfeitoria para custear suas últimas etapas

Fronteiriça, primeiro álbum da cantora Roseane Santos reúne 10 canções, dentre textos escritos pela própria artista e parcerias com amigas e amigos artistas da música, teatro, literatura e dança (como Luciano Faccini, Leonarda Glück, Ary Giordani, Francisco Mallmann, Bia Figueiredo e Ana Modesto), e resulta de uma vasta bagagem de vida e música.

Reconhecida como uma das vozes mais marcantes da cena curitibana e intimamente ligada aos universos do samba e ritmos afro-brasileiros (com passagens marcantes por projetos como Serenô, Orquestra Maria Faceira, grupo vocal Noivas de Allfreddo e muitos outros), Roseane Santos agora deseja compartilhar com o mundo um novo diálogo com suas próprias origens.

“Lançar esse trabalho é como mostrar ao mundo um cruzamento de regiões da minha própria existência. São anos de pesquisa na minha caminhada entre a música tradicional e a canção contemporânea revelados ali. O disco tem um pouco de cada coisa que fiz ao longo da minha história e não é experimental no sentido de buscar algo que nunca fiz. Me assumir como compositora é a ruptura mais importante para mim neste momento, meu divisor de águas”, conta.

O novo trabalho conta com André Garcia no violão, guitarra e arranjos-base, Gabriela Bruel na percussão, Daniel D’Alessandro na bateria, Victoria Vilandez no contrabaixo e Luciano Faccini no clarinete, violão, efeitos, ambientações, direção artística — ao lado da própria Rose — e produção musical em parceria com Leonardo Gumiero. Quem assina a arte é Thalita Sejanes e a produção executiva é de Moira Albuquerque. O álbum também traz várias participações especiais que estão sendo preparadas.

COLABORE COM FRONTEIRIÇA – Além de apoio do Colégio Medianeira obtido em suas fases iniciais, o projeto agora conta com o famoso financiamento coletivo para contemplar despesas de mixagem, masterização, lançamento (assessoria de imprensa, distribuição física e virtual) e melhora da remuneração da equipe (12 profissionais, entre músicos, designer e produtores)

As contribuições partem de R$ 15 e oferecem diversas recompensas, como ingressos para shows de FRONTEIRIÇA, download de faixas exclusivas antes do lançamento oficial e convites para o evento de audição das músicas com toda a equipe. Agora, você que é fã do trabalho de Roseane Santos e conhece seu repertório, aproveite a chance de ajudar esse projeto e ganhe também um vídeo gravado pela própria Rose cantando a música que escolher dedicada a você.

confira a página da campanha do Benfeitoria www.benfeitoria.com/fronteiricaroseanesantos

> saiba mais sobre a música de Roseane Santos:
www.soundcloud.com/roseane-santos/

> fanpage
www.facebook.com/cantoraroseanesantos

ATORES, MÚSICOS E DRAG QUEENS CELEBRAM O BREGA EM SHOW MUSICAL

Simone Magalhães. Crédito da foto: Luizo Cavet 

O que torna uma coisa brega? É ser popular? É ser exagerada? Sentimental? Tudo que é popular é brega?

O certo é que a cultura popular e a erudita sempre se alimentaram uma da outra. A gente vê isso na moda, quando, por exemplo, um designer renomado usa tecidos ou estampas que são de gosto popular, isso vira tendência nas revistas e desfiles por uma estação, e pouco tempo depois as mesmas estampas e tecidos estão de novo nos camelôs e shoppings populares. Na música, a gente também vê o tempo todo certos ritmos e estilos sendo reinventados passando do gosto popular pra grupos mais restritos, e depois serem novamente reinventados pela cultura popular. Isso aconteceu com o funk, com o soul, o hip hop, o samba, e com o próprio brega – que também é um estilo musical.

Reunindo 15 artistas em cena, entre atores, músicos e drag queens, Breguenaits propõe uma celebração da cultura brega num show que mistura música, teatro e humor. No repertório, sucessos de Wanessa Camargo, Fafá de Belém, Nelson Ned, Molejo, Sula Miranda, entre vários outros.

“A gente partiu dos artistas com quem tínhamos vontade de trabalhar. Falamos com as pessoas e vimos o que elas tinham vontade de fazer, que músicas elas tinham vontade de interpretar em cena”, conta Luciano Faccini, músico e compositor que surgiu com a proposta e também produz o evento. “A etapa seguinte foi tentar organizar com isso um repertório que passasse por diversos estilos e épocas, com foco na música brasileira e latino-americana, e que fosse engraçado, envolvente, emocionante”, complementa Dalvinha Brandão, que é drag queen e também produtora dessa noite.

Segundo Luciano, o processo de ensaios trouxe várias descobertas. “Todo mundo ficou muito empolgado com a ideia. Cada um carrega consigo uma ideia do é brega, e essa celebração também é uma relação afetiva que estende por coisas como onde cada um nasceu ou cresceu e como era esse ambiente musical”. Ele continua: “A gente foi vendo que, ao mesmo tempo em que tinha uma vontade grande de tocar essas músicas, lá no fundo às vezes tinha uma resistência, uma vergonhinha. Mas a banda foi criando uma sintonia tão forte, e os músicos já se conhecem e tocam junto há tempos, então tudo foi fluindo de um jeito muito tranquilo”.

Sobre o público, eles esperam reunir uma grande diversidade de pessoas. “É o tipo de show que qualquer pessoa pode gostar, tanto faz a idade, profissão, gênero, se é rico, pobre, todo mundo lá no fundo conhece essas músicas de cor e adora cantar junto. E o espaço, o Basement, também é um lugar que recebe as pessoas muito bem”, comenta Luciano. E Dalvinha completa: “Pode convidar o pai, a avó, o colega de trabalho, a professora, a vizinha, que todo mundo vai se divertir, estamos garantindo”.

Para o restante da noite, a dupla garante que ninguém volta pra casa tão cedo. “Uma das várias parcerias felizes que a gente teve foi com os DJs André Cardoso (Gosmma) e o Gui Jaccon, que fazem a Festa das Excluídas e a Laquê 80. Os dois pesquisam muito essas vertentes da música brasileira e vão trazer música pra gente dançar até ficar sem pé”, conta Dalvinha.

Fernanda Fuchs. Fotografia: Luizo Cavet

Serviço:
Breguenaits
DATA/HORA: 13 de abril, às 21h.
LOCAL: Basement. R. Des. Benvindo Valente, 260. São Francisco, Curitiba, PR.
INGRESSOS: R$40 e R$20 reais (meia entrada).
Antecipados: aqui
Página do evento: aqui
Facebook: www.facebook.com/breguenaits/

Etruska Waters. Fotografia: Luizo Cavet

FICHA TÉCNICA
Concepção e Produção: Luciano Faccini e Dalvinha Brandão
Elenco: Jo Mistinguett, André Garcia, Amira Massabki, Luciano Faccini,
Simone Magalhães, Leo Fressato, Etruska Waters, Daniel D’Alessandro,
Juana Profunda, Fernanda Fuchs, Amira Massabki, Acácio Guedes, Melina Mulazzani, Barbie Égua, Patrícia Cipriano, Darlene Lepetit.
Direção de cena: Cândida Monte
Preparação vocal: Roseane Santos
Fotos (Divulgação): Luizo Cavet
Vídeos (Divulgação): Carol Winter

Dalvinha Brandão. Crédito foto: Luizo Cavet

Contato imprensa: Gustavo Bitencourt. E-mail: gustavobits@gmail.com / Tel.: 41 99848 4900.

Luciano Faccini. Crédito foto: Luizo Cavet