VENDIDO ::: VIOLÃO TAGIMA DALLAS ELETROACÚSTICO COR SUNBURST C/ AFINADOR EMBUTIDO

Violão em ótimo estado! Muito gostoso de tocar. Braço fino. Cordas suaves, de nylon. Belo som.

Vai com afinador embutido, vai com cordas de nylon.

Não acompanha case.

Obs.: tem um risco na parte de trás; e vai sem bateria no afinador.

Detalhes técnicos do site da fabricante Tagima:
BRAÇO: Natowood
ESCALA: 25.5
CAPTAÇÃO: Piezo
PRÉ: Tagima TEQ-5, ativo de 5 bandas e afinador ou Tagima TEQ-8 ativo de 4 bandas e afinador.
CONTROLES: Tagima TEQ-5: volume, médio, grave, agudo, presence e brilliance ou Tagima TEQ-8: volume, médio, grave, agudo e presence.
TARRAXAS: Cromadas e blindadas
CORES: Sunburst
BOJO: 96 mm x 102 mm     

Preço: R$450,00 (aceitamos cartão!) Aproveite!!! Você também pode comprá-la direto no MercadoLivre através deste link

LOJA DAS PULGAS! Rua Padre Paulo Warkocz, 29, CIC / Orleans – próximo ao cemitério/viaduto do Orleans e Escola Estadual Santo Antonio. Mencione que viu este anúncio no FATO Agenda, ajuda nozes!

Mais informações: Leandro H: (41) 99745-5294 (tim/WhatsApp)

Muito obrigado!!!

Confira as fotos:






FINAL DA MOSTRA PARANAENSE DE DANÇA TERÁ PALCO ALTERNATIVO

Mostra Paranaense de Dança / todas as fotografias deste post são de Cayo Vieira

Além dos espetáculos no Guairão, evento vai promover apresentações gratuitas em diferentes espaços culturais de Curitiba e oficinas.

Desde o mês de maio, a Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra (a ABABTG) tem circulado pelo Paraná com o propósito de selecionar companhias, escolas, grupos e artistas da dança que terão a oportunidade de apresentar o seu trabalho na grande final da Mostra Paranaense de Dança. O evento será realizado em Curitiba entre os dias 16 e 18 de junho. Uma das novidades desta 10ª edição é que, além das apresentações de companhias profissionais e dos grupos selecionados no Guairão, há o retorno do Palco Alternativo (iniciativa realizada de 2010 a 2013), com espetáculos gratuitos em locais diversos da cidade, em parceria com a Fundação Cultural de Curitiba.

A ABABTG escolheu estrategicamente cinco cidades do Estado para realizar seletivas e identificar talentos da dança pelo Estado. Curitiba, Ponta Grossa, Campo Mourão, Francisco Beltrão e Arapongas receberam a Mostra Paranaense de Dança entre os meses de maio e junho. Diversos grupos e artistas de cidades vizinhas se inscreveram para participar deste processo. Agora, as coreografias selecionadas serão apresentadas na capital paranaense no Guairão, no Memorial de Curitiba e na Casa Hoffmann entre os dias 16 e 18 de junho.

“A ideia desta ação adicional, com a apresentação de trabalhos que participaram das seletivas realizadas nas cinco cidades, é divulgar o trabalho dos grupos participantes e levar a dança além dos espaços convencionais, aproximando o público dos artistas e contribuindo com o processo de formação de plateia para as artes”, explica a presidente da ABABTG e coordenadora da Mostra, Simone Bönisch.

A organização do Festival espera a participação de 600 artistas de diferentes municípios do Paraná e até de cidades vizinhas ao Estado na final. Eles se apresentarão em três dias de espetáculos. Companhias profissionais também foram convidadas para realizar a abertura dessas noites de apresentações. Já estão confirmadas a Curitiba Cia de Dança e a EF Jazz Company. No mesmo fim de semana da Mostra Final, ainda serão ofertadas oficinas de balé clássico, jazz, dança contemporânea, standing pilates e alongamento e realinhamento postural, além de apresentações gratuitas em espaços públicos da cidade. Um bailarino, um coreógrafo e um grupo que se destacaram durante as seletivas também serão homenageados com o Prêmio ABABTG de Incentivo à Dança.

Em sua edição de 2016, o evento reuniu uma média de 15 mil pessoas (entre público, artistas e participantes das oficinas). Para este ano, a estimatima é que o festival encerre com o envolvimento de cerca de 17 mil pessoas.

Mostra Final com os artistas e grupos selecionados:
Data e hora: dias 16 e 17 de junho, às 20h. Dia 18 de junho, às 18h
Local: Guairão – Rua XV de Novembro, 971 – Centro de Curitiba
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Aquisição pelo Disk Ingressos ou na bilheteria do espaço

Projeto Palco Alternativo:
Local: Memorial de Curitiba
Data: dia 17 de junho, às14h30
 Local: Casa Hoffmann
Data: dia 18 de junho, às 10h
As apresentações são gratuitas

Oficinas de aprimoramento técnico e artístico
Informações e inscrições no site do evento: www.ababtg.org.br/mostra

Regulamento e mais informações:
mostra@ababtg.org.br
www.ababtg.org.br/mostra
www.facebook.com/ababtgoficial
www.instagram.com/ababtg

ABABTG – Fundada em 2007, a Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra surgiu para fortalecer a dança e demais artes motivando uma ligação sinérgica entre os setores público e privado. Para tanto, tem desenvolvido projetos culturais que promovam ações de formação, atualização, divulgação e fomento da dança, em suas diversas linguagens. A formação de público e o apoio à gestão de carreira de seus associados bailarinos, ex-bailarinos e apoiadores do Balé Teatro Guaíra também estão entre os compromissos da ABABTG. Formalizada como uma agremiação artística e cultural de caráter civil e personalidade jurídica e recentemente qualificada como Organização Social, a Associação tem demonstrado uma atividade intensa desde a sua fundação. Entre os seus principais eventos está a Mostra Paranaense de Dança, realizada anualmente em diferentes cidades do Estado para incentivar e valorizar bailarinos e grupos amadores e promover apresentações profissionais a preços populares. 

NÚCLEO DE COMPOSIÇÃO SESI/PR

O Núcleo de Composição SESI/PR, faz parte dos Núcleo Criativos SESI/PR um programa de formação para artistas iniciantes e não iniciantes que pretendem ampliar seus conhecimentos e desenvolver processos artísticos contemporâneos em interlocução com agentes culturais com atuação em âmbito nacional. Período de Inscrições: 01 de junho a 12 de junho de 2017; Início dos encontros: junho de 2017

Em 2017 o programa será ofertado em Curitiba e, no segundo semestre, na cidade de Arapongas, com a pesquisa em produção musical direcionada para o desenvolvimento de trilha sonora para espetáculo circense.

Em Curitiba o projeto oferecerá 12 vagas para artistas de todo o território nacional, que ao longo de 6 meses desenvolverão seus processos criativos em composição e produção musical orientados pelo artista e produtor Vadeco Schettini e outros profissionais de destaque em âmbito regional e nacional. Além de encontros coletivos e individuais de formação e orientação, serão ofertados workshops e master class com convidados. O Núcleo de Composição tem o intuito de encontrar diálogos entre a música e sua funcionalidade nos diversos produtos ou meios culturais e artísticos.

OBJETIVOS:
– Oferecer capacitação em composição musical para artistas que buscam aperfeiçoamento profissional.
– Propiciar uma espaço para experimentações e desenvolvimento de linguagens para que o participante possa atuar possa atuar nos diversos processos de criação e manifestação artística e do conhecimento musical.
– Oferecer, gratuitamente, um processo de aperfeiçoamento de excelência em composição musical.
– Tecer uma rede de trocas entre os artistas e agentes de outras localidades.
– Promover a democratização da cultura e acesso aos bens culturais.
– Incentivar e promover o cenário da música no estado.

Período de Inscrições: 01 de junho a 12 de junho de 2017
Início dos encontros: junho de 2017
Mais informações: nucleodecomposicao@sesipr.org.br  / (41) 3322-2111

Editais:  aqui / Retificação do edital   / Ficha de Inscrição

fonte

TIRO DE PAZ (CASTAÑA)

Acaba de ser lançado “Tiro de Paz”, o EP de estreia da cantora/MC Castaña em colaboração com o produtor e beatmaker Bface.

Rap (muito foda!) daqui! Confira que vale a pena!


Downloads free limitado: aqui

Outra música dela que não está no EP, mas vale a pena conhecer é “Nicotina” – gravado pela Akimemu Produções. Então segue:


Sem falar da SEXTAPE: um ménage à trois de singles de Bface, Castaña e Lyn’C. Uma celebração ao sexo em 4 abordagens diferentes – sendo uma delas a arte feita por Fiedler Marcelo.


ME PEGA
(Castaña; Prod. Bface)

Me pega pela cintura
Sussurra que eu sou sua
Me surra que eu tô na tua
Cê sabe que eu sou tua lua
No meu corpo cê flutua
Sou tua casa, tua rua
Tua seringa, tua agulha
Sou da pura, sou fagulha
Faísca da brasa gasta
Cê arrisca, me adora brava
Até disso cê dá risada
É visto que sou tua cara
É visto que sou sua tara
Sou tua água no Saara
Me cala com um beijo longo
Dá tapa quando tá louco
Me chapa, me racha o coco
Vicia meus pensamentos
Vigia meus movimentos
Me via voar ao vento
Perdida em sentimos
Momentos marcantes
Depois da sua chegada
Veio igual tsunami
Me vi cercada e molhada
Que habilidade é essa
Fiquei ilhada e pelada
Desde quando o leão
Virou o brinquedo da águia?
Eu já não sei de nada

Me pega me deixa louca,
fala com essa sua voz rouca,
da mordida na minha boca, forte pra eu reclamar
Me pega me deixa boba, fala com essa sua voz rouca,
da mordida na minha boca espera que eu vou g…

Me pega desprevenida
Só mordida na barriga
Minha risada te excita
Cê grita pra me assustar
Cê xinga pra me agradar
Cê pisca pra me pirar
Avanço sem pensar
Você pensa por nós dois
Se agora não é a hora,
a gente deixa pra depois
Te dou uma massagem
Beijo suas tatuagens
Ouvindo um blues
Tô vendo tudo azul
Adoro seu corpo nú
No quarto ou na sala
Em tarde ensolarada
Ou virando a madrugada
Me deixa descabelada
Me deixa desnorteada
Te pego pelo cangote
Curto quando me sacode
Faz comigo o que pode
O que não pode
Deixa comigo
Faço tudo certinho
Tenho sempre carinho
Não bebo mas contigo
Até aceito um vinho
Eu canto pra você
até a noite morrer
Outro dia a gente se vê

MUSICAL “VOZES DE ABRIGO” VOLTA À CURITIBA

MUSICAL VOZES DE ABRIGO / Foto de Juliana Luz

De forma poética e por meio do teatro de animação, espetáculo conta a história de crianças que vivenciaram situações de abandono

É uma peça sobre infância, mas se distingue dos contos de fadas tradicionais. O espetáculo Vozes de Abrigo, por meio do teatro de animação e da linguagem dramático-musical, coloca em cena histórias reais e inspiradas de crianças em contexto de abandono. A montagem revive essas situações tão duras da realidade de forma poética, transformando essas vivências em metáforas e fazendo-as passar pelo filtro da fantasia infantil. O musical, que foi sucesso de público na última edição do Festival de Curitiba, volta à capital paranaense em temporada no Teatro José Maria Santos, entre os dias 1 e 18 de junho.

Dirigido por Fábio Nunes Medeiros, Doutor em Artes e profundo pesquisador dos cruzamentos entre teatro de animação e outras linguagens, “Vozes de Abrigo” conta a história de vários tipos de abandono. Fábio explica que o texto do espetáculo teve como ponto de partida histórias reais com as quais teve contato em visitas a abrigos e com pessoas que passaram por situações de abandono.

“O espetáculo revive essas histórias abrindo caminho para várias reflexões, em especial sobre a nossa responsabilidade perante a situação de abandono e abrigo. Acredito que esse rio de histórias paralelas que muitas vezes corre do nosso lado, mas que não conhecemos ou não olhamos por opção, é o rio de nossa história também, enquanto seres humanos”, relata Medeiros.

Recentemente selecionado para participar da 11ª edição de Teatro de Animação de Florianópolis, “Vozes de Abrigo” se diferencia por sua trilha sonora original. Composta pelo diretor musical André de Souza, o compositor explica que as músicas do espetáculo promovem uma unidade estilística entre as partes faladas e cantadas da peça.

“Vozes de Abrigo” é uma produção da Cia LAICA. O grupo, desde seu surgimento, se propõe a investigar e experimentar técnicas e estéticas da arte de animação (tanto no teatro quanto no cinema). Faz isso a partir do agrupamento de artistas independentes e com experiências variadas em diversas linguagens artísticas.

MUSICAL VOZES DE ABRIGO / Foto de Juliana Luz

Serviço:
Vozes de Abrigo
Datas: de 1 a 18 de junho
Horários: de quinta a sábado, às 20h. Domingos, às 19h.
Local: Teatro José Maria Santos
Endereço: Rua Treze de Maio, 655. São Francisco, Curitiba
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

Aquisição na bilheteria do espaço

.

A&B: O AMOR E A ARTE AINDA FARÃO REVOLUÇÃO!

Entrada Gratuita. Em Curitiba, na Casa 102.

O papo entre A e B sobre X em edição especial!

O artista e curador Guilherme Zawa conduz bate-papo com artistas locais sobre processo, planejamento e resultado. E processo. E criação.
Na quinta-feira, dia 8 de junho, o assunto é amor, literatura, artes plásticas, música, publicações de arte, cervejas no boteco, mas também é sobre a arte e o que se pode fazer com ela. E os convidados são: Antonio Thadeu Wojciechowski, Iria Braga, Luiz Rettamozo e Vinicius Ferreira Barth.

O evento é gratuito e terá transmissão ao vivo feita pela Radio Treze.

A & B sobre X é:
Produção:
W.Imago – Ateliê de Criação
Streaming:
CasaTreze Studio
Housing:
Casa 102
Saideira:
Costela assada no Gato Preto

mais informações: contato@wimago.org

local: Casa 102, Julia da Costa 102, São Francisco, Curitiba
data: Quinta, 8 de junho, das 19:30 às 22:00

Confira a página do evento, aqui

JOAQUIM APRESENTA BATE-PAPO MUSICAL COM ESTRELA LEMINSKI E TÉO RUIZ!

Joaquim Livros & Discos  apresenta bate-papo musical com a presença especial de Estrela Leminski e Téo Ruiz!

Após três anos se apresentando com o show Leminskanções, Estrela Leminski e Téo Ruiz retomam seu projeto autoral e lançam “Tudo Que Não Quero Falar Sobre Amor”, álbum que chega desconstruído ao público. Foram sete produtores musicais para as doze canções, todas assinadas pela dupla e algumas parcerias, e cada uma vai ganhar um videoclipe próprio. Os cinco primeiros já saíram: “Biografia”;“Blues do Encanto”; “Nosso Livro”, esse último também um mini-doc; “Poliamor” e “Quase Feliz’ com participação de Leo Fressato, o autor de “Oração”, música consagrada pela A Banda Mais Bonita da Cidade.

Entre os que assinam a parte de produção musical, estão Guilherme Kastrup (produtor e diretor artístico do disco “A Mulher do Fim do Mundo”, de Elza Soares), Dante Ozzetti (compositor e produtor reconhecido nacionalmente), Rodrigo Lemos (ex-banda mais bonita da Cidade e Poléxia, atual Lemoskine e Naked Girls and Aeroplanes), Marcelo Fruet (produtor dos discos das bandas Apanhador Só e Dingo Bells), Fred Teixeira, John Ulhoa (Pato Fu) e Pupillo (Nação Zumbi). O rock-poético, de ênfase na canção, ganhou visões diferentes, mas sem perder a unidade e coesão dentro dessa diversidade de nomes. O som é pop com ruído, urbano e contemporâneo, e o título não poderia ser mais direto: apesar de Estrela e Téo serem um casal, não espere canções fofas de amor.

Já o projeto visual conta com doze vídeoclipes assinados por dez diretores: Luciano Coelho, Gustavo Guimarães, Juliana Sanson, Bernardo Rocha, Carol Winter, Marta Souza, João Marcelo Gomes, Carlon Hardt, Lucas Fernandes e Paulo Biscaia. O conceito transmidiático da junção do som com imagem convida o público a participar ativamente, já que os videoclipes serão lançados a partir do fim de abril até agosto, e o álbum completo só estará disponível, tanto nas plataformas digitais quanto fisicamente, após o show no final de setembro.

Venha conhecer o trabalho sensacional da dupla no ambiente intimista de livros & discos.

Entrada franca!

Local: Joaquim Livros & Discos, Rua Alfredo Bufren, 51, Centro de Curitiba
Data: Terça, 13 de junho, das 19:00 às 22:00

Página do evento, aqui

EVENTO SOLIDÁRIO EFIGÊNIA ROLIM

“Efigênia Rolim dispensaria apresentações, mas para quem ainda não conhece lá vai:

Artista, mulher, brasileira, sem estudo adequado, mãe, esposa, cuidadora, religiosa, inquieta e sonhadora com seus 86 anos já encarou muitas lutas na vida, nossa amiga é boa no combate, mas ainda assim, está passando por mais um momento difícil. Ela está com os pulmões comprometidos e proibida pelos médicos de trabalhar com lixo reciclável, consequentemente sua situação financeira está abalada, também cuida de um filho que depende de cuidados especiais e está muito debilitado. Conhecida Rainha do Papel de Bala consagrada por ter seus trabalhos expostos em vários lugares do mundo se prepara para mais um marco na sua carreira: 08/06 Exposição no MON abertura do 66º Salão Paranaense. Essa jovem artista tardia alcança vôos cada vez maiores apesar de todas as dificuldades.


O objetivo desse evento é reunir o maior número de pessoas pra comprar os trabalhos de Efigenia, criar uma rede de Solidariedade com o propósito de valorizar o artista vivo, uma das melhores formas de fazer isso é comprando seus trabalhos.


Os trabalhos estarão expostos a partir do dia 10/06 na loja Camargo Arte, são gravuras, desenhos, objetos de arte, mobiles, livro, camiseta, etc… os valores são a partir de R$ 50,00. Será aceito como pagamento apenas dinheiro ou cheque, pois os valores serão repassados integralmente para a artista.


Vamos nos solidarizar? afinal como diz Hélio Leites amigo e parceiro artístico de Efigênia: Solidariedade não dói!!


Ultima coisinha: quem não puder colaborar com dinheiro ajude na divulgação, qualquer tipo de ajuda faz bem ao coração!

Gratidão.”

Serviço:
EVENTO SOLIDÁRIO EFIGÊNIA ROLIM
local: Camargo Arte, Rua Itupava, 644 – Alto Da XV, em Curitiba
data: Sábado, 10 de junho, das 10:00 às 16:00
Página do evento, aqui

DRAG QUEENS PARODIAM BETTE DAVIS E JOAN CRAWFORD NESTA QUINTA E SEXTA EM CURITIBA

Com um formato que mistura as conversas bem humoradas de conhecidos programas de auditório da televisão brasileira – como o programa da Hebe e o Raul Gil – a números artísticos de dublagem, apresentações musicais e burlescas, O Maravilhoso Cabaré das Divinas Divas chega à sua terceira e quarta edição, nos dias 8 e 9 deste mês, quinta e sexta-feira, na Cia dos Palhaços.

Desta vez, as apresentadoras e drag queens Juana Profunda e Dalvinha Brandão trazem uma paródia do clássico do terror psicológico O que terá acontecido a Baby Jane?, encarnando as irmãs desequilibradas que no cinema foram vividas pelas atrizes Bette Davis e Joan Crowford.

Em cada uma das noites, um elenco de convidados totalmente diferente.

Na quinta, a entrevistada é a atriz, diretora e dramaturga Leonarda Glück, uma das maiores referências entre as artistas trans no país – e apresentam-se as drag queens Brigitte Beaulieu, Suzy Lüvcock e Mona Linda, a artista burlesca Ruby Hoo e o ator e diretor César Almeida, que desta vez aparece cantando uma composição ao vivo.

Na sexta, a entrevistada é a atriz e cantora Íria Braga, apresentadora do programa É-Cultura – além das drag queens Diana Dors, Lila Glam Toon, Tinna Simpson, além da atriz e cantora Jana Mundana, que acompanhada do colega Renet Lyon, apresenta um número musical.

O acompanhamento musical fica por conta da Maestra Rita Lina, personagem drag do músico e compositor Leonardo Fressato.

SERVIÇO:
O Maravilhoso Cabaré das Divinas Divas

Dia 8 de junho, quinta: Leonarda Glück, Brigitte Beaulieu, Suzy Lüvcock, Mona Linda, Ruby Hoo, César Almeida.

Dia 9 de junho, sexta: Íria Braga, Diana Dors, Lila Glam Toon, Tinna Simpson, Jana Mundana, Renet Lyon.

Horário: 20h
Cia dos Palhaços. Alameda Princesa Izabel, 465 – São Francisco, Curitiba. Telefone: (41) 3077-5009
Ingressos: R$20 (R$15 para quem for montada, ou levar a mãe, a avó ou bisavó)

Página do evento, aqui