CIRCUITO CULTURAL ÁRABE

Nos dias 04, 05, 11 e 12 de agosto, o Memorial de Curitiba recebe o 1º Circuito Cultural Árabe, com diversas atrações gratuitas para a população curitibana.

O evento estimula e valoriza as tradições árabes através de exibições artísticas e integração entre os participantes, assim como, o incentivo para troca de experiências entre antigos e novos talentos a fim de manter viva a tradição dos povos árabes na capital.

O Circuito Cultural Árabe terá em sua programação palestras, apresentações culturais e exposições sobre a cultura árabe.

O palco externo do Memorial receberá as apresentações dos três maiores estúdios de danças árabes de Curitiba, que são: Estúdio Hathor, cuja a coreógrafa e bailarina Linda Hathor é premiada internacionalmente; Estúdio Flor de Lotus, coordenado por Suzi Ribeiro e Kadosh Arte e Movimento, sob a orientação de Shara Kadosh, que levarão ao público dança do ventre, dança com véus, dança com espadas, dabke, khalije, shaabi, said, entre outras.

As palestras acontecerão no auditório do Memorial, Teatro Londrina, e são abertas ao público bastando somente inscrição no local. Os temas são os seguintes: ‘’A Beleza e o Encanto do Trajes Árabes, ministrada por Alessandra Amid; ‘’Acolhimento aos Refugiados Árabes’’, pelo professor Marcos Stier Calixto, ‘’Hábitos e Costumes da Cultura Árabe’’, pelo professor Gamal Fouad El Oumairi e ainda a Oficina de Caligrafia Árabe, ministrada pelo libanês Moafak Mohamed Did Heilaihel.

Teremos ainda stands decorados com exposição de obras literárias, exposição de indumentária e acessórios que compõem a vestimenta dos povos árabes, e exposição de culinária, objetos e curiosidades sobre cultura e costumes e tradições.

As atividades serão totalmente gratuitas e irão chamar a atenção pela diversidade de elementos que enriquecem e contribuem para reforçar a memória e identidade cultural árabe em Curitiba.

O projeto está sendo realizado através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Curitiba, com incentivo da Ademilar. A produção é de Angela Meschino. Realização Fátima Esper.

Serviço:
Circuito Cultural Árabe
04,05,11 e 12 de agosto no Memorial de Curitiba- Largo da Ordem
Informações: (41) 98511-9934 whats e circuitoculturalarabe@gmail.com
A programação completa pode ser conferida no blog www.circuitoculturalarabe2018.blogspot.com e no facebook Circuito Árabe, aqui.

Programação:

04\08 SÁBADO
14h00- Abertura para visitação dos Expositores
14h30- Apresentação Cultural na Praça Iguaçu – Estúdio Kadosh
15h30- Palestra (Teatro Londrina) – Professora: Alessandra Amid
Tema: “A beleza e o encanto dos trajes árabes ”
17h00- Encerramento para visitação

05\08 DOMINGO
10h00- Abertura para visitação dos Expositores
10h00- Apresentação Cultural na Praça Iguaçu – Estúdio Flor de Lótus
11h00- Palestra (Teatro Londrina) – Professor: Marcos Stier Calixto
Tema : “Acolhimento aos refugiados árabes na grande Curitiba”
14h30- Apresentação Cultural na Praça Iguaçu – Estúdio Flor de Lótus
15h10- Palestra (Teatro Londrina) – Professor: Gamal Fouad El Oumairi
Tema : “Hábitos e costumes na cultura árabe”
17h00- Encerramento para visitação

11\08 SÁBADO
13h00- Abertura para visitação dos Expositores
13H30 – OFICINA e Palestra de CALIGRAFIA Árabe – Professor: Moafak Mohamed Dib Helaihel
14h30- Apresentação Cultural na Praça Iguaçu – Estúdio KADOSH
15h30- Palestra (Teatro Londrina) – Professora: ALESSANDRA AMID
Tema: “A beleza e o encanto dos trajes árabes ”
17h00- Encerramento para visitação

12\08 DOMINGO
10h00- Abertura para visitação dos Expositores
10h00- Apresentação Cultural na Praça Iguaçu – Estúdio Hathor
11h00- Palestra (Teatro Londrina)- Professor: Marcos Stier Calixto
Tema : “Acolhimento aos refugiados árabes na grande Curitiba”
14h30- Apresentação Cultural na Praça Iguaçu – Estúdio Hathor
15h10- Palestra (Teatro Londrina) – Professor: Gamal Fouad El Oumairi
Tema : “Hábitos e costumes na cultura árabe”
17h00- Encerramento para visitação

GUARDIÃS DO TEMPO TEM APRESENTAÇÕES GRATUITAS NO CENTRO CULTURAL BOQUEIRÃO

Guardiãs do Tempo. Foto Márcia Kohatsu

Espetáculo de pré-estreia será fechado para crianças de projetos filantrópicos do bairro.

CURITIBA – Começam dia 27 de julho às apresentações de Guardiãs do Tempo, peça infantil escrita e dirigida por Mariana Zanette. O espetáculo multimídia conta a história de menine, uma criança que perdeu o pai muito pequena e se sente abandonada pela mãe que precisa trabalhar em um domingo. A apresentação mistura música ao vivo, teatro e circo e aborda temas como morte e saudade, de forma poética e lúdica, reforçando a necessidade de valorizarmos o presente. As sessões dos dias 27 a 29 de julho serão realizadas no Centro Cultural Boqueirão e a entrada é gratuita. De 2 a 13 de agosto a peça infantil fará uma turnê por escolas da rede pública de ensino e regionais de bairros afastados do centro de Curitiba.

A inspiração para criar o enredo do espetáculo veio de um sonho da filha de Mariana Zanette. “A Luma me contou que foi parar em um lugar onde só existiam mulheres e que elas cuidavam de vários relógios. A partir daí eu fui inventando a história”, explica a diretora, que também atua na peça como Ampulheta. As irmãs e atrizes mirins Luma e Malu Zanette Domingues, interpretam e intercalam o papel de menine nos espetáculos. “Ter uma criança na peça torna a história mais crível para outras crianças”, reforça a Mariana.

Também  fazem parte do elenco a bailarina, atriz e artista circense, Marina Prado; a cantora, instrumentista, bonequeira e responsável pela preparação vocal do elenco, Doriane Conceição e a instrumentista e palhaça, Marcela Zanette. Bina Zanette assina a direção de produção do espetáculo.

Enredo
Menine literalmente mergulha na tristeza quando sua mãe sai para trabalhar em pleno fim de semana. Suas lágrimas formam um rio muito fundo. Por sorte, um barco aparece e a leva até a caverna das lamentações, onde um portal se abre, transportando-a para um mundo mágico. Nesse universo paralelo, humanos com cabeças de pássaros cuidam de um enorme relógio. Lá ela conhece as Guardiãs do Tempo, seres míticos que preservam a história da civilização, e faz amizade com Ampulheta. Após algumas horas desbravando o local e brincando, menine precisa voltar para casa antes da mãe chegar, mas não sabe como. Aí começa sua busca por autoconhecimento. 

A peça teatral usa projeções para transportar o público para o universo paralelo da menine. As canções envolvem e incentivam crianças e adultos a participarem do espetáculo que também conta com bonecos.

Teatro vai à escola
De 2 a 13 de agosto as apresentações passam pelas Regionais e Redes Públicas de Ensino de Santa Felicidade, CIC, Tatuquara, Portão, Boa Vista, Cajuru e Bairro Novo. De acordo com a diretora, “se o público está nas escolas e em bairros afastados do centro, é lá que o teatro precisa estar”.

Espetáculo foi realizado através do Programa de apoio Incentivo a Cultura da Fundação Cultural de Curitiba, Mecenato Subsidiado de Curitiba. Incentivo Pátio Batel e apoio do Centro Cultural Boqueirão, Associação de Cultura Popular Mandicuera Realização, A Fantástica Cia de Teatro e Santa Produção Ltda.

Serviço:
Espetáculo Infantil Guardiãs do Tempo
Data: 28 de julho às 10h e 16h | 29 de julho às 11h e 16h.
Local: Centro Cultural Boqueirão – R. José Guercheski, 299, Boqueirão, Curitiba.
Aberto ao Público.
Entrada Gratuita.
Confira a página do evento, aqui

III FEIRA CULTURAL E DO AFROEMPREENDEDORISMO 2018

Entrada gratuita, neste domingo, 22 de julho, em Curitiba.

A Feira Cultural e de Afroempreendedorismo tem a finalidade de evidenciar a representatividade da população negra, elevando a sua auto-estima, quanto ao seu pertencimento, sua raça, sua cor, sua ancestralidade, incentivando políticas públicas, ações afirmativas e atitudes positivas através de práticas que fortaleçam o étnico empreendedorismo como forma de desenvolver atividades que visem implementar a renda familiar e consequentemente melhorar a qualidade de vida estimulando a auto valorização, buscando compreender que a desigualdade social pode ser passível de mudança.

Congregar seus pares e a sociedade na sua amplitude a fim de valorizar, conhecer e expressar suas intervenções culturais, considerando e respeitando suas tradições, diferenças e sua historicidade.
Reconhecer que as desigualdades sociais contribuíram e contribuem para a exclusão de uma grande parcela da população afrodescendente porém não aceitar isso como verdade.
Compreendemos que as atividades culturais são de suma importância visto que a cultura negra brasileira vem implementada de riqueza, diversidade e talentos. Este evento é em Homenagem ao Dia Internacional das Mulheres Negras, Latino-americanas e Caribenhas, realizado em conjunto com “O JULHO DAS PRETAS” que é a união de vários coletivos de Mulheres Negras da Capital e interior do Estado.

Será realizada uma Oficina com a Professora Silvia Nogueira, Corpo, Voz e Movimento, vamos ter um Desfile de Mulheres Negras com acessórios da própria Feira, muita musica, muita animação.

Todas as ações, são desenvolvidas para contribuir na construção da personalidade dos afrodescendentes incluindo todos os setores da população, para uma sociedade mais democrática, que valorize a igualdade racial, respeitando as diferenças e garantindo a cidadania multirracial.

Serviço:
III Feira Cultural e do Afroempreendedorismo 2018

Data: 22 de julho, domingo, das 13:00 às 18:00
Local: Praça Zumbi dos Palmares
Rua Lothário Boutin, 72, Pinheirinho, Curitiba
Entrada gratuita
Confira a página do evento, aqui

A BIENAL (TE) PUBLICA!

Participe da Bienal de Quadrinhos de Curitiba, confira todas as informações na fonte, aqui

BIENAL DE QUADRINHOS DE CURITIBA

O maior evento de quadrinhos do sul do país retoma as atividades neste ano. Entre os dias 6 e 9 de setembro, no Museu Municipal de Arte (MuMA), acontece a 5ª edição da Bienal Internacional de Quadrinhos de Curitiba, com palestras, debates, feira de HQs, sessão de autógrafos, oficinas e exposições simultâneas. Todas as atividades serão gratuitas.

Sob o tema “A Cidade em Quadrinhos”, mais de 30 convidados locais, nacionais e internacionais apresentam palestras, oficinas e exposições.

A curadoria é de Mitie Taketani, proprietária da loja Itiban Comic Shop, reduto dos leitores e amantes da nona arte em Curitiba que há 29 anos debate, divulga e movimenta a arte na cidade e de Érico Assis, jornalista especializado em quadrinhos e tradutor de HQs como “Retalhos” e “Habibi”, de Craig Thompson, “O Escultor”, de Scott McCloud, “Meu Amigo Dahmer”, de Derf Backderf , “Aqui”, de Richard McGuire, e muitas outras.

A Bienal de Quadrinhos de Curitiba conta com Incentivo de Sanepar, Divesa e Elejor através da Lei Rouanet – Ministério da Cultura, Governo Federal, parceria da Fundação Cultural de Curitiba e Secretaria de Estado da Cultura do Paraná.

Serviço:
Bienal de quadrinhos de Curitiba
Local: Museu Municipal de Arte, Avenida República Argentina 3.430, Portão, Curitiba.
Data: Entre os dias 6 e 9 de setembro
Entrada gratuita
Página do evento no facebook, aqui

Dica do incrível artista Fábio Biondo (biondo artwork)

COMBO DRAG WEEK

VEM AÍ A 1a COMBO DRAG WEEK!
oficinas / conversa / cinema / feira / happyhour / festas

PROGRAMAÇÃO

17DEJULHO / 3AFEIRA – Casa Quatro Ventos
19h-22h Oficina Drag Queen com Dalvinha Brandão e Juana Profunda
19h-22h Oficina Drag King com Rubão (Ruby Hoo)

22h Happy Hour Delas

18DEJULHO / 4AFEIRA – Casa Quatro Ventos
19h-22h Oficina Drag Queen com Dalvinha Brandão e Juana Profunda

19h-22h Oficina Drag King com Rubão (Ruby Hoo)
22h Happy Hour Delas

19DEJULHO / 5AFEIRA – Ginger Bar
20h Festa Kings of the Night

20DEJULHO / 6AFEIRA – Casa Quatro Ventos
16h-22h Feira Drag com venda e troca de produtos
16h-19h Mostra de Cinema
19h-20h Roda de Conversa
20h Sopão da meia da Juana
22h Happy Hour Delas com Drag Shows

21DEJULHO / SÁBADO – Basement Cultural
22h-04h Festa de Encerramento com O Maravilhoso Cabaré das Divinas Divas – Especial PsicoDrags

VALORES
Oficina $150
6a feira – entrada franca
Festa Kings of the Night $20
Festa de Encerramento $30
* ENTRADA FREE PARA DRAGS NAS FESTAS!

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES OFICINAS: ruidocwb@gmail.com

CASA QUATRO VENTOS – Rua da Paz, 51
GINGER BAR – Rua Saldanha Marinho, 1220
BASEMENT CULTURAL – Rua Benvindo Valente, 260

REALIZAÇÃO Juana Profunda / Kings of the Night / Ruído Cwb

Serviço:
Local: Casa Quatro Ventos
Rua da Paz, 51, Curitiba
Data: 17 a 21 de julho, das às 18:00 às 23:00
Confira a página do evento, aqui

BATUCADA – ROSEANE SANTOS & BRASEIRO NO QUINTAL DA CAIÇARA

O grupo Braseiro surgiu em 2013 com o intuito de defender as composições de sambistas da cena local que estabelecem, em suas melodias e letras, um diálogo direto com os mestres sambistas fundadores das escolas de samba, como Colorado, Portela, Mangueira, Império Serrano, Estácio e outras.

Se apresenta nA Caiçara, acompanhado da cantora e compositora Roseane Santos, para interpretar o trabalho de alguns músicos que dialogam com esse gênero: Clementina de Jesus, Roque Ferreira, Paulinho da Viola e outros.

Vem sambar com a gente! 

Serviço:
Grupo Braseiro & Roseane Santos
Data: 14/07/2018
Horário: 20h00
Local: A Caiçara – Rua Dr. Claudino dos Santos, 90 – Largo da Ordem, Curitiba
Valor: $ 15
Confira a página do evento, aqui

O PROJETO NARRATIVAS ITINERANTES INCENTIVA A LEITURA E A NARRAÇÃO DE TEXTOS LITERÁRIOS EM ESPAÇO PÚBLICOS DE CURITIBA

Serão 20 oficinas, 4 saraus e mais 350 encontros de contações de histórias promovidas pelo Circuito Cultural Ademilar

As crianças moradoras da periferia são o foco principal do projeto Narrativas Itinerantes, promovido pelo Circuito Cultural Ademilar, com oficinas, contações de histórias e saraus que passarão por todas as regiões de Curitiba. A primeira delas, o encontro de contação de histórias começa no próximo dia 07 de julho, na Casa da Leitura Wilson Bueno no Portão Cultural e vai até 24 de novembro, sempre aos sábados. A classificação é livre e a entrada é gratuita.

O projeto entende a contação de histórias como uma ponte que aproxima as pessoas da literatura. De fácil acesso e baixo custo, é um estímulo para que a comunidade se mobilize para compartilhar histórias e movimentar as Casas da Leitura de Curitiba.

Contação de Histórias
As contações de histórias utilizam três abordagens diferentes: o livro em mãos, a história decorada e o reconto ー a reconstrução oral de um texto já existente. Ao término o participante tem a oportunidade de levar consigo os livros apresentados, que serão emprestados nas Casas de Leitura.

Os encontros duram cerca de uma hora e, segundo a idealizadora do projeto, Fabiane de Cezaro, os contos selecionados foram escolhidos a partir da versatilidade literária: “A curadoria de histórias foi realizada por profissionais com vasta experiência no trabalho de incentivo à leitura, dentro de Curitiba e em outras cidades do Paraná”, afirma Cezaro. Foram indicados autores como Luís da Câmara Cascudo, Malba Tahan e Ricardo Azevedo, entre outras versões e releituras de contos populares.

Os mais de 350 encontros de contação serão divididos entre as 10 regionais de Curitiba. Além disso, 5 deles acontecerão dentro de Casas de Leituras: espaços públicos que visam aumentar o índice de leitura em crianças, jovens e adultos.

Até o dia 24 de novembro, durante todos os sábados acontecerão contações na Casa da Leitura Wilson Bueno, no Portão Cultural. Todas abertas ao público.

Saraus
Organizados pela Inominável Companhia de Teatro, serão realizados quatro saraus literários, que têm como objetivo democratizar o acesso a literatura e divulgar o trabalho dos artistas das comunidades. Logo após as apresentações programadas, o espaço fica aberto para quem quiser compartilhar suas próprias narrativas.

Os saraus acontecerão nas regionais Matriz, Portão, Santa Felicidade e Boa Vista, todos abertos à comunidade.

Oficinas
O projeto Narrativas Itinerantes conta ainda com a realização de 20 oficinas, que têm a finalidade de explorar a arte da narrativa por meio da contação de histórias.

A proposta das oficinas é possibilitar os meios práticos para explorar a palavra como forma de se aproximar do ouvinte. Segundo Fabiane de Cezaro, uma das ministrantes da oficina, a ação é importante pois cria uma familiaridade entre o contador e a narrativa. “Isso possibilita uma apresentação mais sincera e orgânica, que permite alcançar o público mais intimamente”, explica.

As oficinas serão ministradas pelas contadoras de histórias Lilyan de Souza e Fabiane de Cezaro, têm duração de 4 horas e são destinadas a professores e pessoas interessadas em aprender a arte da contação de histórias.

Circuito Cultural Ademilar
Narrativas Itinerantes é uma das apostas da segunda edição do Circuito Cultural Ademilar, uma iniciativa que fomenta a cena artística da cidade e incentiva cerca de 20 projetos de música, arte, teatro e dança. O projeto foi viabilizado via Lei do Mecenato Municipal pela Ademilar, uma das maiores incentivadoras da área privada de Curitiba.

Serviço:
Contação de História – Narrativas Itinerantes
De 07 de julho a 24 de novembro
Horário: 15h
Local: Casa da Leitura Wilson Bueno – Portão Cultural
Entrada gratuita

MEMÓRIA, CORPO DE LUTA

• AIREZ • Galeria de Artistas Independentes convida para abertura da exposição “MEMÓRIA, CORPO DE LUTA, por Bianca Turner.

Primeira individual da artista paulistana que tem passagem pela Royal Central School of Speech and Drama, de Londres, acontece dia 12 em Curitiba na Galeria AIREZ.

A exposição exibirá vídeo instalações e uma ação multimídia ao vivo com a artista que acontece na noite de abertura.

As obras remetem ao lapso de memória política recente e visitam temas sensíveis no que se refere à ausência de reverberação desta memória faltante na sociedade atual.

A mostra integra a seleção de artistas da AIREZ, que proporciona um recorte de artistas lens-based, ou seja, que trabalham com foto e vídeo em seus processos criativos.

“Bianca Turner tem muita relevância no que faz e seu trabalho é extremamente atual. A ausência da memória enquanto nação é um ponto pertinente ao debate hoje e seu trabalho é uma investigação desta questão traduzida em imagens e performances.”- comenta Guilherme Zawa, curador e responsável pela Galeria AIREZ.

Serviço:
Abertura dia 12 de julho, 19h30.
Período de exposição: de 12 de julho a 3 de agosto.
Horário: ter – sex / 13h – 19h
AIREZ GALERIA: Rua Treze de Maio 778, cj 15, São Francisco,  Curitiba
Entrada Gratuita
Confira a página do evento no facebook, aqui

2º FESTIVAL INTERNACIONAL DE PERCUSSÃO DE CURITIBA (FIP)

Festival volta a cidade para diversas ações relacionas ao campo da percussão. Projeto conta com ações formativas gratuitas e shows com entrada a R$2,00 (inteira) e R$1,00 (meia entrada)

Curitiba recebe, a partir do dia 16 de julho, a segunda edição do Festival Internacional de Percussão, o FIP Curitiba.

Ao longo de 7 dias, o público terá acesso a palestras, masterclasses, oficinas e shows ligados à música e ao universo da percussão.  Todas as ações formativas são gratuitas. Os concertos, que acontecem no Teatro Londrina (Memorial de Curitiba), custam R$2,00 (inteira) e R$1,00 (meia entrada).

O 2º FIP Curitiba é uma ação cultural que objetiva levar à cidade, um festival de música singular, absolutamente representativo para o Sul do Brasil, seguindo o formato de importantes festivais de música do mundo. O Festival mescla em suas atividades o ensino, a performance, a pesquisa e a formação de plateia. 

A segunda edição do FIP Curitiba, conta com uma programação composta por  importantes músicos do mundo, a fim de exibir um recorte do panorama mundial da música, através da percussão.

O palco do Teatro Londrina receberá todos os dias, a partir das 19h30, sete concertos com músicos exponenciais: Na primeira noite, o  Festival apresenta o Duo Desvio; no dia 17 de julho, sobe ao palco o projeto Pandeirada Brasileira, trazendo como solistas os músicos Marcos Suzano, Caíto Marcondes e Vina Lacerda. A terceira noite fica a cargo do concerto do duoUM2UO. Dia 19, é a vez do Duo Clavis, formado pelos músicos paranaenses Marcello Casagrande (vibrafone) e Mateus Gonsales (piano); na sexta- feira, 20 de julho, o show fica por conta do Grupo de Percussão da Patagônia (Argentina); dia 21 de Julho é a vez  de integrantes do grupo estadunidense  Hands On`semble, um dos maiores grupos de percussão do mundo, se apresentar no Teatro Londrina. E no dia 22 de julho, 12h00, o último show do Festival é do grupo curitibano Manoa Mano Trio. Os ingressos custam R$2,00 (inteira) e R$1,00 (meia entrada).

Os cursos, palestras e masterclasses acontecem no Conservatório de Música Popular Brasileira e no Teatro Londrina e são regidos por músicos que integram a programação do FIP e instrumentistas convidados da cidade. A entrada para as ações formativas é gratuita.

O FIP também promove, a fim de descentralizar suas ações, seis concertos e duas oficinas nas regionais de Curitiba, espalhando música por toda a cidade. Os concertos serão feitos pelo grupo Lapercutório Coletivo, grupo formado por importantes percussionistas curitibanos eas oficinas serão ministradas por Denis Mariano e Carlos Ferraz.

Em sua segunda edição, o Festival Internacional de Percussão de Curitiba, pretende alargar questões sobre a percussão e espalhar a todos os públicos música de qualidade, com acesso popular.

Este Projeto, uma idealização de Vina Lacerda com produção de Design Próprio, é realizado com o Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

SERVIÇO:
2º FIP Curitiba
CONCERTOS:

DUO DESVIO
16/07, às 19h30 no Teatro Londrina (rua Claudino dos Santos – s/n – Memorial de Curitiba, PR). Ingressos 2,00 (inteira) 1,00 (meia entrada)

Formado pelos músicos Leonardo Gorosito e Rafael Alberto, DESVIO desenvolve um trabalho autoral dedicado à música brasileira, mesclando as influências populares ao pensamento erudito. Em parceria com Pedro Durães, músico especializado na
criação e performance musical com recursos eletrônicos, apresentam o formato ” work in progress” da peça encomendada pelo Savassi Festival para o projeto Música Nova, a ser oficialmente estreada em agosto de 2018 em Belo Horizonte.

PANDEIRADA BRASILEIRA
17/07, às 19h30 no Teatro Londrina (rua Claudino dos Santos – s/n – Memorial de Curitiba, PR). Ingressos 2,00 (inteira) 1,00 (meia entrada)

Pandeirada Brasileira coloca em um mesmo palco, os percussionistas Vina Lacerda, Marcos Suzano e
 Caíto Marcondes ao lado de um grupo formado por importantes músicos da cena musical curitibana. O projeto expõe o pandeiro além do choro, na modernidade da música instrumental brasileira, pelo ritmo de seus percussionistas. Passeando  além do choro, também pelo repertório solo dos percussionistas Caito Marcondes e Marcos Suzano e Vina Lacerda, o concerto se dedica a obra “Concerto Pandeiros e Orquestra de Cordas”, de Tim Rescala.  A obra conta com  arranjo para 3 pandeiros e grupo,  formado pelo músicos  André Prodóssimo, violão de 7 cordas, Gabriel Schwartz, sopros, Rodrigo Marques, contrabaixo, Julião Boêmio, cavaquinho e André Ribas, acordeon. 

CONCERTO UM2UO
18/07, às 19h30 no Teatro Londrina (rua Claudino dos Santos – s/n – Memorial de Curitiba, PR). Ingressos 2,00 (inteira) 1,00 (meia entrada)

UM2UO (Um Duo) é formado por Luís Fernando Diogo, percussionista formado na Escola de Música e Belas Artes do Paraná e Vinícius Portes, atual graduando do mesmo curso. Amigos na vida e na música há mais de dez anos, entre os festivais, trabalhos acadêmicos e profissionais em que atuam juntos, trazem ao público o repertório de percussão duo e solo através do projeto UM2UO, abrindo espaço à música nova e aos seus ´clássicos`.

DUO CLAVIS
19/07, às 19h30 no Teatro Londrina (rua Claudino dos Santos – s/n – Memorial de Curitiba, PR). Ingressos 2,00 (inteira) 1,00 (meia entrada)

Duo Clavis é formado pelos músicos paranaenses Marcello Casagrande (vibrafone) e Mateus Gonsales (piano).  Com um repertório autoral, arranjos-releituras próprias e trabalho camerístico, caminham com liberdade entre a música popular, a música contemporânea, o jazz e a livre improvisação. A sintonia da parceria musical de alto nível vem recebendo elogios e aplausos do púbico em geral e do meio musical por suas intensas e sensíveis performances. Trabalham no sentido de incentivar a criação e divulgação da música instrumental brasileira e a sua formação instrumental pouco convencional.

ENSEMBLE DE PERCUSIÓN DE FUNDACIÓN CULTURAL PATAGONIA (ARG)
20/07, às 19h30 no Teatro Londrina (rua Claudino dos Santos – s/n – Memorial de Curitiba, PR). Ingressos 2,00 (inteira) 1,00 (meia entrada)

Criado em 1999 por Angel Frette o grupo se dedica a abordar o repertório de música de câmara para percussão com foco nas obras de compositores argentinos. Mantido pela Fundación Cultural Patagonia e sediado no Instituto Universitário Patagónico de Artes, o grupo já realizou concertos com grandes nomes da percussão mundial. Entre suas principais apresentações destacam-se  concertos no Teatro Cólon (Buenos Aires), Festival de Percussão de Montevideo (Uruguai), PASIC 2010 (EUA), Festival de Cajón Peruano (Peru), Festival de grupos de percussão da Costa Rica, Festival Tamborimba (Colômbia), Tamborimbando (Portugal) além de concertos na Croácia e Espanha. Em 2005 registrou seu primeiro CD com obras de compositores argentinos.  

HANDS ON`SEMBLE – RANDY GLOSS  E AUSTIN WRINKLE (EUA)
21/07, às 19h30 no Teatro Londrina (rua Claudino dos Santos – s/n – Memorial de Curitiba). Ingressos 2,00 (inteira) 1,00 (meia entrada)

Randy e Austin, Califórnia (EUA),fazem um concerto que mistura parte do repertório dos artistas com o trabalho que desenvolvem junto ao Hands On`Semble, grupo fundado pelo renomado percussionista John Bergamo e considerado um dos mais interessantes e inovadores grupos de percussão da atualidade, fundindo diversos instrumentos da percussão mundial em uma abordagem inovadora. 

CONCERTO MANO A MANO TRIO
22/07, às 12h00 – Teatro Londrina (Rua Claudino dos Santos, s/n, Memorial de Curitiba) entrada R2,00 (inteira) R$1,00 (meia entrada)

O grupo de música instrumental brasileira Mano a Mano Trio desenvolve um trabalho que valoriza a música brasileira através de um repertório de obras reconhecidas do cancioneiro popular e das vertentes modernas da música. Formado por Sérgio Albach (clarinete),Glauco Sölter (contrabaixo) e Vina Lacerda (percussão), o grupo apresenta uma formação não usual de sonoridade peculiar, distinguindo-se pelos arranjos elaborados mesclados a improvisação. Com dois CDs lançados o grupo já se apresentou ao lado de importantes artistas nacionais e excursionou em países da América Latina e Europa. 

AÇÕES FORMATIVAS E ATIVIDADES PARALELAS
***Todas as ações são gratuitas

16/07/2018
Workshop Marcos Suzano, às 10h00 no Conservatório de Música Popular Brasileira (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Workshop Caíto Marcondes, às 14h30 no Conservatório de Música Popular Brasileira (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

17/07/2018
Workshop Duo Desvio,às 10h00, no Teatro Londrina (Rua Claudino dos Santos, s/n, Memorial de Curitiba). Entrada Franca

Concerto com o grupo de percussão Lapercutório Coletivo,às 14h30, no Conservatório de Música Popular Brasileira (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Palestra Luciano Candemil, às 17h00, , no Conservatório de Música Popular Brasileira (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

18/07/2018
Palestra Aglaê Frigeri, 10h,  no Conservatório de Música Popular Brasileira (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Palestra Jorge Fálcon (ARG/BR), 14h30, no Conservatório de Música Popular Brasileira  (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Workshop Marcello Casagrande, 17h00, no Teatro Londrina (Rua Claudino dos Santos, s/n, Memorial de Curitiba). Entrada Franca

19/07/ 2018
Workshop Angel Frette (ARG) 10h00, no Conservatório de Música Popular Brasileira  (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca – CMPB

Mesa Redonda“O choro no CMPB” com Sérgio Albach, Ana Paula Peters e Lucas Mello, 14h30, no Conservatório de Música Popular Brasileira (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Roda de Choro, 17h00, no Conservatório de Música Popular Brasileira  (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca – CMPB

20/07/2018
Workshop Ensemble de Percusión de Fundación  Patagônia (ARG), 10h, no Conservatório de Música Popular Brasileira  (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Workshop Hands On`Semble (USA) – Randy Gloss e Austin Wrinkle (USA),14h30,no Conservatório de Música Popular Brasileira  (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca 

21/07/2018
Roda de Pandeiro com Vina Lacerda, 11h,  , no Conservatório de Música Popular Brasileira  (R. Mateus Leme, 66) Entrada Franca

Oficina Coletivo Nós em Traço “Corpo com som”(atividade para crianças)  16h,  Memorial de Curitiba (rua Claudino dos Santos s/n) Entrada Franca

22/07/2018
Concerto Curimba Treme Terra, 11h00, no Memorial de Curitiba (rua Claudino dos Santos s/n) Entrada Franca

Encerramento do Festival – Sarau do Julião Boêmio, 14:30  – Espaço Carmela (Rua Dr. Claudino dos Santos 72)Entrada R$10,00