JANINE MATHIAS APRESENTA O SHOW EU QUERO MERGULHAR NESTA QUARTA-FEIRA

Após levar a turnê pelo Paraná a cantora e compositora apresenta show único no Doce de Cidra

A cantora e compositora, Janine Mathias sobe ao palco do Doce de Cidra – Café e Restaurante, nesta quarta-feira (09), às 21h, para apresentar o show “Eu Quero Mergulhar”, nome homônimo do EP lançado por ela em 2012, pelo selo Track Cheio. Recentemente, a artista apresentou a turnê onde levou este show em 14 cidades do Paraná. Ao lado de Janine se apresentam os músicos Matheus Braga, Fred Pedrosa e DJ Zost.

No show “Eu Quero Mergulhar”, além dos hits “No Flow”, “Posso lhe Dizer” e “Filha da Noite”, faixas do próprio EP, Janine Mathias apresenta as músicas, “Quando Encontro o Amor” (primeiro single lançado pela cantora com a produção de Nel Sentimentum e Jorge Dubman, um dos fundadores do grupo I.F.Á) “Só Você”, “Me Fez Canção” e “Se Pudesse Voltar no Tempo”, alguns dos singles lançados ao longo de sua carreira.

Janine Mathias é conhecida por sua cadência musical. Do samba ela não nega suas raízes, é filha de sambista do berço boêmio de Brasília, cidade onde nasceu. Começou sua carreira musical, em Curitiba onde mora desde 2009. “Eu Quero Mergulhar” é considerado pela crítica por ser um EP repleto de personalidade por trazer boas letras e o tradicional flow do RAP em instrumentais bem construídos nas bases da MPB e no groove do Hip Hop. 

Com quatro clipes e cinco singles lançados, recorrentemente Janine é convidada para participar do disco de músicos e coletâneas. Destas parcerias, Janine já se apresentou ao lado de artistas nacionais e internacionais como, Mamy The Skills (Angola), Gól Wayne (Cabo Verde), Tássia Reis, Eduardo Brechó, MC Magú, Léo Fé, As Bahias e a Cozinha Mineira, Cida Airam, Mental Abstrato, Aláfia, Michele Mara, Karla da Silva, Toninho Geraes, Mv Hemp, Iria Braga entre outros.

Recentemente, além de ter estrelado a convite de Karol Conka junto com Tássia Reis uma mini turnê que levaram para o centro da cidade de Curitiba mais de 40 mil pessoas no show dirigido por Marcelo Cabral (produtor do aclamado disco “Nó Na Orelha”, do rapper Criolo). Janine Mathias realizou ainda, a abertura da turnê da rapper americana, Akua Naru, e também, para o “rei do DUB”, Mad Professor. Atualmente, a cantora tem trabalhado na produção do “Dendê” seu novo disco com produção e direção musical de Eduardo Brechó. A previsão de lançamento é para o segundo semestre deste ano.

SERVIÇO
Show Eu Quero Mergulhar com Janine Mathias
Onde: Doce de Cidra – Café e Restaurante
Local: Rua Cândido Xavier – 521 – Água Verde, Curitiba (quase esquina com Av. Iguaçu)
Quando: 09 de agosto (quarta-feira)
Horário: A casa abre a partir das 19h (o show tem início às 21h)
Informações: 41-3408-1828 ou docedecidra@docedecidra.com.br
Ingressos: R$20 pela plataforma Sympla (aqui)

Página do evento, aqui

EM SHOW SENSORIAL, CANTORA CURITIBANA RAISSA FAYET APRESENTA PRÉ-LANÇAMENTO DO ÁLBUM RÁ

No dia 13 de julho, público poderá conhecer disco gravado na Alemanha com direção musical do produtor Christian Lohr

Resultado de miscigenações musicais e do encontro com as raízes brasileiras, o álbum RÁ tem seu pré-lançamento marcado para o dia 13 de julho, às 20h, no Espaço Fantástico das Artes (antiga Cia dos Palhaços). Com uma proposta sensorial, o show é apresentado em primeira mão na capital paranaense, onde a cantora e compositora Raissa Fayet nasceu e começou a desbravar linguagens artísticas como a música e o teatro.

Reunindo composições inéditas e canções já conhecidas, a apresentação perpassa temas como fé, coragem e amor, tendo como foco o segundo álbum de sua carreira. Gravado na Alemanha, o trabalho conta com direção musical do produtor Christian Lohr, consagrado por trabalhos com artistas como Mick Jagger e Joss Stone. “Ele foi um mestre genial, captando como ninguém a interpretação da voz, as sonoridades e a alma”, observa a cantora.

O show terá uma banda formada por Érica Silva (baixo), Ian Giller (bateria), Gianlucca Azevedo (guitarra) e Eugênio Fim (guitarra). Para Raissa, a intenção é proporcionar uma experiência que transborde a música, instigando todos os sentidos. “Esse conceito inclui desde performance e figurino até a degustação da cachaça artesanal feita em Minas Gerais pela minha avó, dona Maria da Paz”.

Aliás, a música “Maria da Paz”, em homenagem à avó, é uma das faixas que integram o álbum. Outro destaque é o single “São Jorge”, inspirado na mística Vila de São Jorge (GO). A música é acompanhada por um minidocumentário que leva o mesmo nome, registrado durante o XIII Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. O filme narra a jornada criativa do próprio disco, mesclando entrevistas e paisagens icônicas.

Além de uma obra musical, RÁ se configura como um movimento proposto :pela artista. “É a ideia de criar uma rede de seres, cada um com sua habilidade para uma transformação sustentável e consciente, despertando para um novo momento”, explica. O trabalho desembarca no próximo Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, no final de julho, e segue em turnê pelo Brasil.

Serviço:
Show de pré-lançamento do álbum RÁ
Quando: 13 de julho (5ª), às 10h
Onde: Espaço Fantástico das Artes (Cia dos Palhaços)
Endereço: Alameda Princesa Izabel, nº 465, São Francisco, Curitiba
Entrada: R$ 10 – compra antecipada pela plataforma Sympla

Sobre Raissa Fayet
Da fusão de influências entre a música do mundo e a música brasileira, nasce o som de Raissa Fayet, talentosa compositora curitibana, que desponta como uma das grandes revelações da nova MPB. Versatilidade é sua marca: faz trompete de boca, beatbox e toca violão, além de compor maior parte das músicas que interpreta. Sua veia teatral é parte integrante da sua personalidade e performance no palco, além de um enorme carisma aliado a um timbre forte e doce, que agrada diversos públicos e ouvidos exigentes. Seu primeiro disco foi produzido e arranjado pelo conceituado produtor Tom Sabóia e por Alexandre Menezes, O Xandão, da banda O Rappa.

As vivências no exterior e trocas com artistas estrangeiros também trouxeram essa musicalidade rica e diversa. Em 2015, por intermédio do produtor Christian Lohr, gravou com o artista Gregor Meyle uma versão bossa nova da música HeuteNacht. O duo, em português e alemão, tem arranjo de cordas e a participação de músicos renomados, como Antônio Sánchez, autor da trilha do premiado filme Birdman. A canção foi sucesso no iTunes desde seu lançamento e resultou na participação de Raissa na turnê de Gregor em 2015.

No mesmo ano, ganhou o prêmio de melhor letra no Festival Botucanto, em Botucatu (SP), com a música Lavar a Louça, que está no álbum RÁ. Em seguida, foi selecionada pela Red Bull como um dos talentos da América Latina para participar do Red Bull Music Academy Bass Camp, a qual escolheu Raissa Fayet e Russo Passapusso, do Baiana System, para representar o Brasil na edição que ocorreu em fevereiro de 2016, no Chile. Desse encontro nasceram duas músicas, as quais fazem parte de um EP que pretendem gravar e lançar em parceria com a Red Bull.

Para saber mais:
Facebook / Instagram / YouTube / Spotify

SESI CULTURA LEVA NOEL ROSA A SÃO JOSÉ DOS PINHAIS

foto: Leandro Taques

Espetáculo da Cia Ilimitada une a música e as artes cênicas para revelar múltiplas faces do Poeta da Vila

Diferentes faces de um dos mais importantes artistas da música brasileira são apresentadas no espetáculo Noël – homenagem a Noel Rosa. Idealizado pela Cia Ilimitada, o roteiro do musical passeia por 15 das mais de 250 composições do chamado “Poeta da Vila”, canções selecionadas que revelam as múltiplas possibilidades de leitura da obra do sambista. O trabalho conta com a participação de uma equipe multidisciplinar de artes cênicas e música e uma sequência dramatúrgica composta pela alternância entre canções e a interação de músicos e atores. O Sesi Cultura Paraná traz o espetáculo para São José dos Pinhais neste sábado (8).

Ele conseguiu marcar a história da música popular brasileira mesmo falecendo precocemente, aos 26 anos de idade. Foi compositor, cantor, sambista, bandolinista e violonista. Para homenagear Noel Rosa, a Cia Ilimitada apresenta arranjos únicos que dialogam com referências musicais das mais diversas (clássicas, contemporâneas e populares). A mesma variedade se encontra na escolha dos instrumentos nada convencionais: teremim, bateria, ciarone e até pente, lixa, rodas de bicicleta e latas de alumínio. O grupo ainda chamou um time de peso para a direção. O experiente clarinetista e maestro Sérgio Albach assina a direção musical, enquanto Márcio Abreu, ganhador do prêmio Shell junto com Renata Sorrah em 2013, cuida da direção dramatúrgica.

O espetáculo Noël – homenagem a Noel Rosa já fez ampla temporada em Curitiba se tornando sucesso de crítica e público. Este fim de semana, ele é apresentado no Teatro Sesi de São José dos Pinhais com a participação especial da cantora curitibana Michelle Pucci. O musical dura aproximadamente 1h20 e possui classificação etária de 14 anos.

Serviço:
SESI São José dos Pinhais apresenta
Espetáculo “Noël – homenagem a Noel Rosa”
Data: 8 de julho, sábado
Hora: às 20h
Local: Teatro Sesi São José dos Pinhais
Endereço: Rua Quinze de Novembro, 1800 – Centro de SJP-PR
Ingresso: R$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (meia)

Mais informações:
www.sesipr.com.br/cultura/EventAgenda27805content340736.shtml
www.sesipr.com.br/cultura/
www.facebook.com/sesiculturapr/

SESI CULTURA
Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2016, mais de 927 mil espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 7,5 mil eventos realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de um forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro.

www.sesipr.com.br/cultura/

www.facebook.com/sesiculturapr/