SESC PARANÁ ABRE INSCRIÇÕES PARA OFICINA TEATRAL GRATUITA PARA SURDOS

As aulas acontecerão de 10 a 13 de agosto de 2021 de forma on-line

Na busca de ampliar o acesso, exercer a cultura da inclusão e garantir o direito de pessoas surdas a participarem de programações culturais, o Sesc Paraná abre inscrições para a Criação Teatral em Libras, uma oficina dedicada ao desenvolvimento de cenas curtas integralmente na linguagem de sinais.

A oficina possui a carga horária de 12 horas, e acontecerá de 10 a 13 de agosto, das 19h às 22h pela plataforma on-line Zoom. A atividade é gratuita e as vagas são limitadas. Podem participar pessoas surdas acima de 18 anos com interesses por artes cênicas, teatro, poesia em Libras, intérpretes, professores e demais pessoas que conhecem a Língua Brasileira de Sinais e que se interessam por teatro.

Ao longo da semana, nos encontros virtuais serão desenvolvidos exercícios introdutórios de composição cênica em Libras. Em quatro dias de vivência, os participantes desenvolverão uma cena curta e autoral, tendo como principal referência criativa a Poesia em Libras.

As atrizes Catharine Moreira e Helena Jorge Portela, surda e ouvinte, respectivamente, irão ministrar o conteúdo desenvolvido exclusivamente para a ação pela Cia. Fluctissonante, grupo teatral sediado em Curitiba que é composto por artistas e criadores surdos e ouvintes e pesquisa a união do Português e da Libras em cena.

Será disponibilizada declaração de participação no evento para os participantes que concluírem todas as aulas. Inscrições através deste link 

Esta atividade faz parte da Plataforma Cena, um projeto do Sesc Nacional que acontece num ambiente digital com o objetivo de promover a produção de conhecimento e a reflexão na área das artes cênicas. São disponibilizadas oficinas, produções e exibições de vídeos desmontagens, debates, escritas e compartilhamentos de artigos sobre os trabalhos cênicos de 17 grupos e companhias de todo o país, selecionadas de forma coletiva pelo Sesc Brasil e departamentos regionais do Sesc.

SESC-PR ABRE VAGA PARA ANALISTA DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA / CURITIBA

Sesc-PR abre vaga para analista de educação à distância. Inscrições até o dia 04 de junho de 2021.

O Sesc Paraná está com processo seletivo aberto para a contratação de um profissional para a gerência de educação. A vaga aberta seleciona um candidato para o cargo de Analista EAD, com carga horária de 40 horas semanais em Curitiba. A remuneração inicial é de R$4.847,00.

O processo é formado por duas etapas eliminatórias (análise curricular e prova objetiva) e uma etapa classificatória (entrevista). Caso o candidato aprovado não apresente os documentos exigidos, o mesmo também fica sob pena de eliminação.

Os interessados devem ter ensino superior completo, reconhecido e concluído em instituição de ensino superior credenciado pelo MEC, e comprovar experiência de, no mínimo, seis meses em implantação e/ou desenvolvimento de programas de educação à distância.

As inscrições vão até às 23h59 do dia 04 de junho de 2021 e devem ser realizadas exclusivamente pelo site www.sescpr.com.br/trabalhe-conosco/#edital-18750 , em que também é possível verificar os prazos, benefícios, consultar o edital completo e acompanhar todas as publicações do processo seletivo.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
:::::::::: PROPAGANDA FATO AGENDA ::::::::::
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Esta oportunidade é um oferecimento do nosso patrocinador, CHOCOLATES WEISSBURG. Se você aprecia chocolates especiais, visite a loja Chocolates Weissburg no 1º piso do Shopping Jardim das Américas, ao lado das lojas Americanas! O shopping fica na Av. Nossa Sra. de Lourdes, 63 – Jardim das Américas, em Curitiba. A loja virtual entrega em Curitiba, Pinhais e São José dos Pinhais-PR.

Loja Virtual:
www.chocolatesweissburg.com.br
Instagram: 

www.instagram.com/chocolatesweissburg

Loja dentro do Shopping Jardim das Américas: Av. Nossa Senhora de Lourdes, 63 – Jardim das Américas, em Curitiba. Atendimento das 10h às 19h de segunda à sábado.

Loja de Fábrica: Rodovia do Caqui, 744 – Campina Grande do Sul-PR. Atendimento das 9h30 às 17h30 de segunda à sábado.

Prestigie nossos patrocinadores! 🙂

JORNALISTA CURITIBANO LANÇA CURSO ON-LINE DE INTRODUÇÃO À CRÍTICA LITERÁRIA PELA PUCPR

Jornalista curitibano lança curso on-line de introdução à crítica literária pela PUCPR

O curso investigará a crítica como um estudo aprofundado da literatura e como gênero literário.

Como ler um livro em tempos tão velozes e em que toda informação está a um clique de distância? O crítico literário, jornalista e escritor curitibano Jonatan Silva oferece pela PUCPR, no dia 29 de maio, o curso Introdução à Crítica Literária. Totalmente on-line e ao vivo, o curso irá investigar e praticar a Crítica Literária como estudo das literaturas clássica e contemporânea, apresentando um panorama do gênero também como linguagem e desdobramento da própria literatura.

Para Silva, entretanto, o curso vai além da crítica literária em si, buscando, antes de tudo, a construção de uma visão singular sobre Arte e sobre o mundo. “A crítica é um movimento de leitura aprofundada, de mergulho na obra e percepção do outro”, afirma o crítico. “As técnicas que abordarei no encontro são dinâmicas, partem da literatura, mas podem ser aplicadas a qualquer outra área do conhecimento”.

Com grande bagagem no jornalismo cultural, Jonatan Silva enxerga no curso uma oportunidade de rompimento com a visão pragmática da crítica, estreitando os laços da literatura com outras linguagens artísticas e permitindo uma relação mais ampla com o sujeito e o cotidiano. “A literatura, assim como qualquer expressão artística, é um reflexo social, um espelhamento do que – enquanto humanidade – fomos, somos e seremos. Compreender esses elementos na literatura é estar preparado para os desafios mais corriqueiros.”

Se a literatura é um espelho do mundo, a crítica é uma colagem de experiência e vivências dentro e fora do domínio das artes. O curso será um caminho trilhado em conjunto, percorrendo as análises de Terry Eagleton, Umberto Eco, Nuno Ramos, Leonardo Villa-Forte, Ítalo Calvino, Jorge Luis Borges e tantos outros.

Segundo Silva, o crítico literário é um leitor contumaz, alguém capaz de identificar os instrumentos narrativos e relacioná-los com o seu próprio universo. “A boa crítica, e também a leitura de qualidade, nasce da compreensão da obra e da sua possibilidade de ressignificá-la diante de algo exterior a ela”.

Sobre Jonatan Silva
Jonatan Silva é jornalista, crítico literário e escritor. Passou pelas redações da Tribuna do Paraná e Paraná Online. Foi editor da revista Mediação, do Colégio Medianeira. Na mesma instituição, idealizou, produziu e apresentou o podcast MedCast, que tratava de temas que iam da educação à cultura, passando por questões da atualidade e da filosofia. Atua como professor convidado na especialização da Escola de Belas Artes da PUCPR.

Escreve regularmente para os jornais Rascunho e Cândido, e para o portal de cultura Escotilha. Colabora com as editoras Rádio Londres e Olho de Vidro, além de ter textos publicados nas revistas Flaubert e Tinteiro, e no jornal RelevO. Foi um dos selecionados para integrar a coletânea Parem as máquinas, editada pelo selo OffFlip, em 2020. É autor dos livros “O Estado das coisas” (2015) e “Histórias mínimas” (2019).

Sobre o curso
Introdução à Crítica Literária – on-line ao vivo
Data: 29 de maio
Horário: das 8h às 17h30
Carga horária: 8h
Inscrições: https://bit.ly/3e4GMFr

CANAL “HISTÓRIAS DA AILÉN” ESTREIA PROGRAMAÇÃO INÉDITA COM CONTAÇÕES DE HISTÓRIAS DE AUTORES CURITIBANOS

Canal “Histórias da Ailén” estreia programação
inédita com contações de histórias de autores curitibanos

O projeto, idealizado pela artista Ailén Roberto, reunirá 10 contações de histórias de livros escritos por autores curitibanos com tradução para libras e bate-papos sobre literatura para crianças.

Já que não podemos sair de casa, que tal viajar pelas histórias de autoras e autores de Curitiba? Esse é o convite do projeto inédito “Curitiba – literatura e histórias”, que acontecerá de 05 a 24 de abril de 2021 através do canal do YouTube Histórias da Ailén. Ao todo, serão publicadas 10 contações de histórias inéditas com tradução para libras e bate-papos online com os autores participantes.

A curadoria dos livros que integram o projeto foi realizada pela atriz e contadora Ailén Roberto a partir do acervo do Coletivo Era Uma Vez, grupo colaborativo de escritores e ilustradores de literatura infantil e juvenil, que produz em Curitiba para leitores de toda parte do mundo. “Eu já tinha uma aproximação com alguns autores do Coletivo Era Uma Vez, mas a partir deste projeto pude conhecer a fundo a produção dos autores e ilustradores contemporâneos de Curitiba que se dedicam com muita seriedade e sensibilidade à literatura para crianças. O projeto tem o objetivo de criar uma ponte entre os autores e os pequenos leitores / espectadores por meio das novas tecnologias”, explica a atriz Ailén Roberto.

As histórias selecionadas apresentam diferentes personagens e paisagens: de leão mandão que só sabe dizer não que surge por meio das rimas da escritora Delma Maria Lucchin no livro “Onde tem ão tem confusão” à delicadeza de uma menina que tenta desvendar os mistérios do amor e do mar no livro “Coração Submarino”, do escritor Lucas Buchile. Diferente do mundo real, a imaginação não tem limites geográficos nem pandêmicos.

Além disso, a programação do projeto “Curitiba – Literatura e histórias” realizará bate-papos com os autores dos livros nos dias 10, 17 e 24 de abril no formato live através do canal Histórias da Ailén. “Essa é uma forma de dialogar com crianças, pais e educadores sobre a produção literária da nossa cidade. ”, considera Ailén Roberto, que também fará a mediação dos encontros.

No dia 26 de março de 2021, o projeto já promoveu uma oficina formativa para os professores da rede municipal de ensino de Curitiba ministrada pelo Prof. Dr. Cleber Fabiano sobre Literatura Moderna Infantil e no dia 09 de abril de 2021 realizará a oficina “Poemagia, Poesia e Infância”, que será ministrada pela Adriana Barretta Almeida ação está também voltada para os professores da rede municipal de ensino.

Ficha Técnica
Direção, atuação e roteiro: Ailén Roberto
Captação e edição de imagens: Daniel Santoro
Tradução para libras: Fluindo Libras (Viviana Rocha)
Produção: Surya Roberto
Designer gráfico: Gabriel Rischbieter
Web designer: Penta Kill
Assessoria de imprensa e redes sociais: Larissa de Lima
Apoio: Coletivo “Era uma vez”
Coordenação Coletivo Era Uma Vez: Josiane Mayr Bibas
Realização: Colorín Colorado Produções Artísticas

Serviço
Curitiba – literatura e histórias
> Contações inéditas e bate-papos com autores curitibanos disponibilizados gratuitamente no canal do YouTube Histórias da Ailén.

Programação Completa | De 05 a 24 de abril de 2021

Contação: Onde tem ão tem confusão
Autora: Delma Maria Lucchin
Quando? 05 de abril às 11h

Contação: À espera do Sol
Autora: Rapha Nunes
Quando? 07 de abril às 11h

Contação: Cheiros
Autora: Celia Cris Silva
Quando? 09 de abril às 11h

Bate-papo: Célia Cris Silva, Ana Rapha Nunes e Delma Maria Lucchin
Mediação: Ailén Roberto
Quando? 10 de abril às 19h

Contação: A coceira de Bartolomeu
Autora: Josiane Mayr Bibas
Quando? 12 de abril às 11h

Contação: Pitico e a Gata Branca
Autora: Rosy Greca
Quando? 14 de abril às 11h

Contação: O ovo do bolo
Autora: Marilza Conceição
Quando? 16 de abril às 11h

Bate-papo: Marilza Conceição, Rosy Greca e Josiane Mayr Bibas
Mediação: Ailén Roberto
Quando? 17 de abril às 19h

Contação: Passarinho às oito e pouco
Autora: Jaqueline Conte
Quando? 19 de abril às 11h

Contação: Coração Submarino
Autora: Lucas Buchile
Quando? 21 de abril às 11h

Contação: Meu amigo Boris
Autora: Veronica Fukuda
Quando? 22 de abril às 11h

Contação: Viagem pelo Jardim
Autora: Álvaro Posselt
Quando? 23 de abril às 11h

Bate-papo: Álvaro Posselt, Veronica Fukuda, Lucas Buchile e Jaqueline Conte
Mediação: Ailén Roberto
Quando? 24 de abril às 18h

Instagram: @historiasdaailen
Facebook: https://www.facebook.com/historiasdaailen
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCAz42sUWVKaC3rpZo97E5-g

Assessora de Imprensa: Larissa de Lima | 41-98510-6389. Crédito fotografia:  Daniel Santoro

PROJETO REALIZADO COM RECURSOS DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA, DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA E DO MINISTÉRIO DO TURISMO.

TODAS AS INFORMAÇÕES CONSTANTES NESTA OBRA SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DO AUTOR.

NÚCLEO DE PROJETOS AUDIOVISUAIS DE CURITIBA (NPA) ABRE INSCRIÇÕES PARA A EDIÇÃO 2021

Roteiristas de Séries, de Longas e de Curtas poderão inscrever seus projetos até 26 de março. A participação é gratuita. 

Apesar dos desafios, 2020 foi um ano de expansão para o NPA – Núcleo de Projetos Audiovisuais de Curitiba. As limitações impostas pelo isolamento social felizmente não impediram a realização do projeto. Os encontros foram todos online e bem produtivos. O amplo alcance da internet possibilitou não só um maior número de participantes nos eventos abertos promovidos pelo Núcleo, como oportunizou a participação de pessoas de diversos estados do Brasil e também do exterior. O saldo positivo trouxe novidades para a Edição 2021, que seguirá online, além de receber projetos de Séries e de Longas, este ano o NPA irá abrir também um grupo para roteiristas de Curtas desenvolverem suas ideias, neste caso 50% das vagas serão voltadas para realizadores periféricos. No total, serão selecionados 36 projetos de roteiro, 12 para cada grupo de trabalho. As inscrições são gratuitas e estão abertas até 26 de março, neste link

“A cada ano, aprendemos algo, localizamos uma demanda ou tendência que buscamos atender na edição do ano seguinte. Essa é a vantagem de ter um projeto contínuo. O novo Núcleo de Curtas, por exemplo, vem para atender realizadores e roteiristas que estão construindo um campo estético e temático próprios e precisam de um formato de produção mais acessível e ágil. O processo de desenvolvimento, viabilização, produção e distribuição de um curta-metragem é possível em um a dois anos, enquanto que longas e séries demandam muito mais tempo, além de exigirem um portfólio, que é, em geral, preenchido inicialmente por alguns curtas-metragens”, comenta Marcelo Munhoz, um dos coordenadores do Núcleo. 

Os selecionados de Longas e Séries terão encontros mensais, de abril a setembro e os de Curtas encontros quinzenais, de abril a junho, com os orientadores dos projetos. São eles: Daniel Tavares, roteirista e professor da renomada escola de cinema latino-americana, EICTV-Cuba; Laís Melo, roteirista, diretora, diretora de arte e educadora em cinema e Renata Sofia, autora e roteirista da TV Globo.   A cada encontro os orientadores, de forma individual, direcionam os participantes em prol de melhorias dos projetos inscritos, pretendendo que, ao final, tenhamos roteiros prontos ou argumentos muito bem desenvolvidos. 

Além dos projetos selecionados, o NPA disponibiliza, abertas ao público, mediante inscrição, masterclasses com assuntos acerca do fazer audiovisual. Ao longo deste ano serão oferecidas cinco (5) masterclasses. A primeira será a Masterclass de Roteiro para Curtas-Metragens com Laís Melo, dia 13 de março. As inscrições já estão abertas. O objetivo será investigar as estruturas das histórias, como escrever em imagens e roteirizar as ideias, as etapas de desenvolvimento, criação dos personagens e pensar sobre a importância do curta como processo de amadurecimento do olhar e caminho para entrada no mercado cinematográfico.  

Ainda em março, dia 20, o Núcleo irá oferecer a Masterclass de Roteiro com Daniel Tavares. Nesta masterclass, Tavares vai apresentar uma metodologia de análise da articulação entre drama e tema nas premissas norteadoras de um projeto de ficção e relacionar os três ângulos da dramaturgia audiovisual e seus paradigmas: estruturas, personagens e gêneros dramáticos.  

Em abril, dias 10 e 17, está programada a Masterclass de Séries com Camila Agustini, roteirista e script doctor formada pela EICTV-Cuba, com passagem pela Concordia University (Canadá), por meio do Emerging Leaders in the Americas Program. A aula vai tratar os principais temas relacionados à escrita de narrativas seriadas tais como conceito, premissa, formatos, universo, motor, personagens, estrutura, arco da temporada, tramas, piloto, episódios e bíblia, além de questões relativas ao trabalho coletivo desenvolvido nas salas de roteiro. 

 A inscrição para todas elas será aberta e gratuita pelo site www.tambormultiartes.com, com vagas limitadas. 

O NPA é o desdobramento e a consolidação de Núcleos de Desenvolvimento já realizados anteriormente pela Tambor Multiartes desde 2012, em iniciativas que já contribuíram para a formação de mais de 160 roteiristas e realizadores audiovisuais, com pitchings simulados, mostras de projetos, encontros de orientação para inscrição em editais, além de palestras e outras capacitações para seus participantes. Muitos destes projetos já tiveram desde roteiros aprovados em editais de desenvolvimento até filmes em produção ou que se encontram em fase de distribuição. A finalidade do Núcleo é tornar-se referência na área audiovisual no Brasil oferecendo um processo de excelência de longo prazo focado no aprimoramento de talentos em elaboração de argumentos, roteiros e projetos audiovisuais. 

 “A cada ano sentimos um amadurecimento das propostas, das discussões. Isso se mostra nas inscrições, no processo e nos resultados. Com a concentração das janelas de exibição nas mãos de um grupo cada vez menor de corporações, vivemos uma luta feroz por espaço e atenção do público. Temos a percepção de que o enfrentamento dessa situação passa, de um lado, por compreender o que está sendo produzido e visto, e, de outro lado, estar cada vez mais atento às questões locais e vozes que expressam essas questões de forma viva e sensível. Há aí um equilíbrio que possibilita um campo de produção e distribuição sustentável e de fato relevante”, comenta Marcelo. “É importante ter em mente que o se produz no audiovisual hoje tem um papel importante na construção do campo simbólico que está regendo e vai reger nossas escolhas como sociedade. Sentimos que o NPA deve ser, através da discussão e da poética próprias do audiovisual, um espaço de fortalecimento e respeito à diversidade e a novos protagonismos, mas também um espaço de acolhimento”, completa.

Assim como no ano passado, a Mostra Final dos projetos desenvolvidos na edição 2021 será realizada à distância, em um formato similar ao de um pitching, possibilitando aos participantes a apresentação dos seus projetos às principais produtoras de cinema e players do país e abrindo espaço para parcerias e coproduções. 

Projeto realizado com o apoio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura de Curitiba

Sobre a Tambor Multiartes: 

O NPA é uma inciativa da Tambor Multiartes e teve origem no Núcleo de Dramaturgia Cinematográfica do SESI/PR e no Núcleo Audiovisual SESI/PR que formou roteiristas e ajudou a desenvolver projetos de 2012 a 2015. O Núcleo de Crítica de Cinema em 2016 veio consolidar a formação de pensamento sobre a realização audiovisual. Outro projeto realizado pela Tambor foi o Ficção Viva que trouxe importantes cineastas ibero-americanos para ministrar oficinas de roteiro em Curitiba, como Karim Aïnouz, Kleber Mendonça, Guillermo Arriaga (México), Lucrecia Martel (Argentina) e Pedro Costa (Portugal).  

Marcelo Munhoz, um dos coordenadores do NPA, além de fundador da Tambor, foi um dos idealizadores do Projeto Olho Vivo que realizou o Ponto de Cultura Minha Vila Filmo Eu, trabalho de ensino de cinema na Vila das Torres, em Curitiba, que obteve reconhecimento nacional. A Tambor Multiartes realizou ainda o documentário A Grande Nuvem Cinza, com direção de Marcelo Munhoz. Para saber mais visite o site: www.tambormultiartes.com 

Municipal de Curitiba. Incentivo: Barigui Veículos e Heads

Sobre os Orientadores e Ministrantes das Masterclasses:

DANIEL TAVARES (orientador e ministrante da Masterclass de Roteiro)
Roteirista, graduado pela UFRJ e pela Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antonio de los Baños/EICTV, Cuba e mestre em Estudos Latino-americanos pela Universidade Federal da Integração Latino-americana/UNILA. Coordenou a cátedra do curso regular de Roteiro da EICTV entre 2011 e 2013. Participou em laboratórios de desenvolvimento como consultor (Nuevas Miradas, 34o Festival de Cinema de Havana, 2012) e como coordenador (I Festival Latino-americano de Cinema 3 Margens, Foz do Iguaçu, 2017); bem como em comissões técnicas de avaliação de projetos de longa-metragem em editais regionais brasileiros (Funcultura, Pernambuco, 2015; FAC, Distrito Federal, 2016; Polo de Cataguases, Minas Gerais, 2019). Atualmente, mantém atividades docentes no Brasil (Porto Iracema das Artes/CE e Universidade de Fortaleza, UNIFOR) e em Cuba (Curso Regular de Roteiro, EICTV). Em paralelo aos Núcleos Criativos dos quais participa (Muiraquitã Filmes/SP, 2016; Cinema Inflamável/CE, 2017; Videofilmes/RJ, 2018-2020) e as consultorias profissionais de roteiro para ficção e documentário, escreve e desenvolve projetos em parceria com roteiristas, produtorxs e diretorxs do Brasil e das mais diversas latitudes da América Latina.

RENATA SOFIA (orientadora)
Roteirista da TV Globo. Autora e roteirista dos longas originais “MC Estrela” em pré-produção pela Kromaki e “Dunas do Abaeté”, selecionado para o 10˚ Laboratório Novas Histórias Sesc. Dramaturga colaboradora da peça “A protagonista”, roteirista colaboradora da série infantil “Detetives do Prédio Azul” (12 e 13 temporadas); desenvolvimento de série de humor para Netflix; piloto de sitcom inédito pro canal Multishow; das séries de ficção em desenvolvimento “Ladrão que Rouba Ladrão”, “Paixão FC”, “Sonhos Suburbanos” e “Dissonantes”; das séries animadas “Arabela”, “Get Along Gang” e do desenvolvimento do Núcleo Criativo da 2Dlab. Participou do painel “Afrobrasilidades” com o projeto original de série infantil “O Laboratório do Porão” no Rio Content Market 2017. Selecionada para o 1º Laboratório de Narrativas Negras para o Audiovisual – Flup, Film2B e TV Globo. Formada pela UERJ em Comunicação Social, trabalhou por quatro anos na TV Globo como produtora de conteúdo web.

LAÍS MELO (orientadora e ministrante da Masterclass de Roteiro para Curtas-Metragens)
Roteirista, diretora, diretora de arte e educadora em cinema. Em 2017 estreou seu primeiro filme, “Tentei”, que percorreu festivais de cinema, ganhando alguns prêmios, incluindo o de melhor filme, fotografia e atuação no 50º Festival de Cinema Brasileiro, em Brasília (DF). Agora finaliza seu segundo curta-metragem autoral, “Me deixei ali”; desenvolve o projeto de longa-metragem ficcional “Histeria”, contemplado no Edital de Produção e Desenvolvimento de Obras Audiovisuais 2019; e o projeto “Filmes-Cartas para o futuro”, para a National Geographic, onde atua como co-roteirista e co-diretora. Laís foi diretora assistente do longa-metragem “Deserto Particular”, com direção de Aly Muritiba e diretora de arte na série “Fim de Comédia”, dirigida por Jéssica Queiroz; no longa “Tantas Almas”, dirigido por Nicolás Rincón; na série “É Nóis por Nóis”, dirigida por Aly Muritiba e Jandir Santin; além de diversos curtas-metragens.

CAMILA AGUSTINI (ministrante da Masterclass de Séries)
Roteirista e script doctor formada pela EICTV-Cuba com passagem pela Concordia University (Canadá), por meio do Emerging Leaders in the Americas Program. Participou do Talent Campus da Berlinale no Festival de Guadalajara e no Bafici, do Docs Accelerator no HotDocs e do Taller Andino do Ibermedia. Seu roteiro de longa “O Homem Descalço” venceu o Festival Guiões em 2014. Atuou no desenvolvimento de vários projetos transmídia da TV Globo onde também foi analista de projetos de filmes e séries. Escreveu diversos roteiros de longa-metragens e projetos de séries, tendo trabalhado com Karim Ainouz, Guillermo Arriaga, Marcos Schechtman, Ana Luiza Azevedo, entre outros. Como consultora de roteiro já atuou em mais de 20 projetos no Brasil e no exterior (Canadá, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha e Uruguai). Foi mentora da Incubadora Paradiso. Atualmente é chefe de sala em uma série em desenvolvimento para a Amazon. É produtora associada do FRAPA (Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre).

SERVIÇO:
Lançamento do Núcleo de Projetos Audivisuais de Curitiba – NPA – Edição 2021 – Abertura de inscrições
Data: de 02 a 26 de março
Inscrições: www.tambormultiartes.com

Masterclass de Roteiro para Curtas-Metragens (online) 
Data e Horário: 13 de março, das 10h às 12h e das 14h às 16h 
Ministrante: Laís Melo 
Inscrições: neste link

Masterclass de Roteiro (online)
Data e Horário: 20 de março, das 10h às 12h e das 14h às 16h
Ministrante: Daniel Tavares

Masterclass de Séries (online)
Data e Horário: 10 e 17 de abril, das 10h às 12h.
Ministrante: Camila Agustini
Todas serão gratuitas / com vagas limitadas
Inscrições: www.tambormultiartes.com

CONTATOS:

Assessoria de Imprensa
Glaucia Domingos
41 99909 7837
glauciadomingos@hotmail.com 
Fanpage: @glauciadomingosassessoria

Produção e Coordenação
Marcelo Munhoz
41 99903 5516

Vivian Britsch: 41 98414 4004
Bruna Junskowski: 41 99526 0791
Marianna Holtz: 41 99811 0212
E-mail: contato@tambormultiartes.com
Fanpage: www.facebook.com/npacuritiba/
Instagram: @npacuritiba

PROGRAMA DE ESTÁGIO EBANX – EXCLUSIVO PARA PESSOAS NEGRAS

EBANX abre processo de Recrutamento e Seleção do Estágio. Esta edição é exclusiva para pessoas negras, a iniciativa da empresa é parte do compromisso de valorização e incentivo da diversidade e da equidade. A EBANX reconhece que tem poucos profissionais negras e negros e quer mudar essa realidade. 

O programa de estágio do EBANX está com vagas nas áreas de negócios: comercial, finanças, marketing, produto e pessoas. As vagas são para trabalhar em Curitiba.

O PROGRAMA
Em 2021, o nosso programa de estágio em negócios será exclusivo para pessoas negras. Essa escolha é parte do nosso compromisso de valorização e incentivo da diversidade e da equidade. Reconhecemos que temos poucos profissionais negras e negros e queremos mudar essa realidade. Queremos enegrecer o EBANX. Com histórias, vivências, experiências, conhecimentos, referências e pensamentos. E precisamos aprender com você para continuar.

Aproveite esta oportunidade e tenha uma verdadeira experiência de mercado com a gente. Desde o primeiro dia, você participa de um ciclo de aprendizados e desafios em uma empresa que tem a inovação em seu DNA. Venha e escreva sua história com quem está fazendo história no mercado de pagamentos.

QUEM PROCURAMOS
Inscreva-se em um programa de estágio que, neste ano, busca pessoas negras, suas vivências, referências, experiências, sua história e seu olhar. Gente de todos os cursos com disposição para aprender, compartilhar, sonhar grande e encarar desafios. Se está cursando até o penúltimo ano de uma faculdade (bacharel ou tecnólogo) ou está em curso técnico, você pode participar.

O EBANX
é uma empresa de tecnologia financeira que processa pagamentos de empresas internacionais na América Latina. Aqui, a cultura de diversidade faz parte da nossa estratégia de crescimento. Pois acreditamos que só assim é possível sonhar grande, mudar o mundo, derrubar barreiras e conectar pessoas e negócios todos os dias. Dar acesso é a nossa missão. 

Interessados cadastrem-se através deste link

Nesta edição, EBANX conta com a expertise de especialistas. A Eureca contribui com o processo de seleção e trilha de conhecimento, e o programa foi criado em conjunto com ebankers negros. Além disso, as peças contam com ilustrações de Rayssa Dapenha e Rimon Guimarães

Ilustração de Rayssa Dapenha.
Ilustração de Rimon Guimarães.

OUTRAS OPORTUNIDADES:
VAGA EXCLUSIVA PARA PESSOAS NEGRAS
Além do Estágio EBANX, temos outra vaga exclusiva para pessoas negras: Líder de Time de Engenharia de Software. A posição é para estar à frente de uma equipe de desenvolvedores experientes e ser responsável por manter a nossa plataforma. Clique aqui para saber mais. 

UM CANTO ANAERÓBICO / WELLINGTON MÜLLER BUJOKAS

Copiamos texto e foto do site da Editora Quelônio

Você pode adquirir o segundo livro do poeta Wellington Müller Bujokas através do site da Editora Quelônio, aqui. O lançamento será dia 6/3, pelo Instagram da Quelônio

Um canto anaeróbico
Wellington Müller Bujokas
Editora Quelônio
Gênero: Poesia
Capa: Julia Contreiras
Posfácio: Roberto Medina
ISBN: 978-65-87790-06-0
Formato: 21,5 x 15,6 cm
104 pp.
Valor:
Preço normal: R$48.00.
Preço promocional:  R$36.00 (está com 25% de desconto por ser pré-venda)
Através do site da Quelônio, neste link

“Um canto anaeróbico é um conjunto de poemas ou de fragmentos poéticos que se entrelaçam em um longo poema, dialogando de maneira inventiva com a tradição épica, com as vanguardas e com a poesia concreta. Segundo livro de poemas do escritor e diplomata Wellington Müller Bujokas, combina a dicção de um épico abreviado, que pode ser lido de um só fôlego, a uma investigação pessoal sobre as dimensões formais da palavra poética, o sentido do vivido e os limites da comunicação verbal.

O conjunto reúne uma produção poética de alta voltagem experimental, conjugando a disposição dos signos verbais no espaço da página com um ritmo intenso e não musical. A poesia do autor promove a investigação minuciosa das palavras por meio de neologismos, polissemia, contrações e outras formas de renovação do léxico.

Os versos se dispõem em tamanhos e andamentos variados, em um estilo que envereda pela dicção paródica das vanguardas e da poesia moderna e também explora o branco das páginas, em diálogo com o concretismo.

A sonoridade desse canto poético contemporâneo inclui elementos da oralidade e contempla a visualidade experimental dos poemas, dispostos na página de acordo com o ritmo e com os efeitos de um verbo que se revela falho, mas sempre tateante, em busca de uma palavra original, mesmo que o sentido do que se diz não esteja clarividente.

A poética do autor traduz, por meio de procedimentos incomuns, temas de grande atualidade e ao mesmo tempo seculares: a relação do eu com o mundo, a (in)comunicabilidade, a subjetividade, o tempo, a memória, o padecimento, o sufocamento, a sobrevivência, a reflexão sobre o próprio fazer literário.

No posfácio, Roberto Medina destaca que, nessa poética, o esgarçamento da palavra é também o esgarçamento do mundo, um mundo a que os poemas se referem e que buscam traduzir, mas sem verdade cabal.

A edição da Quelônio procura intensificar o efeito visual dos poemas por meio de algumas soluções propostas pelo autor e que foram trabalhadas no projeto gráfico. O livro é impresso em off-set, com texto em preto e algumas ocorrências de pantone vermelho. Utilizou-se um carimbo para agregar uma terceira cor, o verde utilizado pelo autor em uma palavra de um dos poemas. Os 300 exemplares do livro foram carimbados, tornando cada exemplar único. A designer Júlia Contreiras utiliza as fontes Futura e Garamond para potencializar a visualidade e a legibilidade dos poemas, que investigam justamente o esgarçamento do signo verbal.

SOBRE O AUTOR:
Wellington Müller Bujokas nasceu em 1982 em Itararé (SP) e passou a infância em Barão de Antonina, interior de São Paulo. Na juventude, transferiu-se para Curitiba, onde se formou em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná. Posteriormente tornou-se diplomata e mudou para Brasília. Trabalhou em Astana (hoje Nur-Sultan) no Cazaquistão, e em Moscou. Atualmente mora em Baku, no Azerbaijão. É autor de Estudos (Travessa dos Editores, 2012). Um canto anaeróbico é seu segundo livro de poemas.

SORTEIO DE LIVROS > SEBINHO FATO AGENDA

Sorteio válido para todo o Brasil. Para participar, basta seguir nosso insta (@sebinhofatoagenda), curtir ESSA POSTAGEM DO INSTAGRAM AQUI e comentar “quero” indicando o número do livro (1,2 ou 3) que deseja até às 16h do dia 26/02. Ah, e seria bem legal mesmo se você marcasse nos comentários desse post, pelo menos, um amigo! Não é obrigatório marcar, mas isso ajudaria bastante a divulgação do nosso sebinho. Obrigado. 😉

Serão TRÊS sorteados dia 26 de fevereiro de 2021, sexta-feira. Divulgaremos por aqui, entraremos em contato pela dm e enviaremos os livros para os sortudos em qualquer lugar do país.

Sobre o sorteio: na verdade, serão 3 mini sorteios. Onde cada pessoa entra no pote do livro que indicou. Exemplo: a pessoa indicou “quero o 3”, logo ela vai concorrer com todos que também querem o livro 3. Ok?

Prêmios:

Livro 1: EDUCAÇÃO E ATUALIDADE BRASILEIRA. Autor: Paulo Freire. Organização: José Eustáquio Romão. Editora Cortez / Instituto Paulo Freire. São Paulo. 2003. 3ª Edição. 1ª reimpressão. 400 páginas.

Livro 2: MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA (1848). Autores: Karl Marx, Friedrich Engels. Editora L&PM Pocket. Porto Alegre. 2010. 131 páginas.

Livro 3: CUCA FUNDIDA. Autor: Woody Allen. Editora L&PM. Porto Alegre. 1971. 8ª Edição. 149 páginas.

Boa sorte!

Prestigie o Sebinho FATO Agenda,  nossa loja de livros e discos de vinil que ajuda financiar o blogue FATO Agenda.

– Loja virtual de livros (no mercado livre): https://bit.ly/2pWvbU2
– Instagram (catálogo com outros livros e discos): www.instagram.com/sebinhofatoagenda
– Fanpage: www.facebook.com/sebinhoFATOagenda
– Discos de vinil: https://bit.ly/3iNp5fM

FRETE: Receba nossos livros em casa, via correios. Taxa de entrega: R$10,00 (por livro), válida para todo Brasil. Com opção de retirada (livre de taxa, lógico) na Travessa Isaacson Chinasso, número 37, bairro Orleans, em Curitiba. Contato: whats: 41 99745-5294 (leandro)

PAGAMENTO via app MercadoPago, Nubank, Pix, PicPay, cartão crédito/débito, boleto e/ou transferência bancária.

PRODUTORA CULTURAL ISADORA FLORES LANÇA O “LABORATÓRIO GARRA!”, PROJETO QUE OFERECE CURSO PROFISSIONALIZANTE E OFICINAS GRATUITAS PARA JOVENS DA CULTURA

Terão prioridade nas inscrições agentes culturais com idade entre 16 e 25 anos, pretos, pardos, indígenas, mães solo, LGBTQIA+, Pessoas com Deficiência e de baixa renda. 

A primeira edição do projeto “Laboratório Garra!” acontece entre os meses de fevereiro e março de 2020 de forma online e gratuita. O projeto é um ambiente de formação voltado para pessoas interessadas em produção cultural, sobretudo da área da música. Além de um curso profissionalizante de maior duração com a produtora e idealizadora do projeto Isadora Flores, serão realizadas sete oficinas gratuitas de temas variados com profissionais atuantes da cena cultural: Bina Zanette, Brenda Santos, Carolina Wanderley, Gilmar Kaminski, Helena Sofia, Julie Fank e Luana Angreves.

As inscrições estão acontecendo pela página: www.lnk.bio/garralab, e vão até dia 29 de janeiro para o curso profissionalizante, e para as outras oficinas se estendem até dia 19 de março de acordo com o calendário de Oficinas. 

O curso de maior duração – com carga horária de 21h – dará direito ao registro profissional de “Diretor/a de Produção” emitido pelo SATED-PR (os custos com o Registro serão cobrados pelo SATED/PR). Terão prioridade nas inscrições agentes culturais com idade entre 16 e 25 anos, pretos, pardos, indígenas, mães solo, LGBTQIA+, Pessoas com Deficiência e de baixa renda. O projeto tem incentivo da Fundação Cultural de Curitiba, através da Lei de Incentivo à Cultura do Município e da Lei Aldir Blanc – Lei Federal de Emergência Cultural (Lei que dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública).

O nome do projeto, “Garra!” é um convite para agentes culturais que batalham na cena independente e são profissionais iniciantes, muitas vezes alheios às políticas de incentivo à cultura. O “Laboratório Garra!” também oferece a oportunidade para que mais pessoas tenham acesso a conteúdos de formação e direito a um registro profissional.

INFORMAÇÕES SOBRE AS OFICINAS
As inscrições para o Curso e todas as Oficinas acontecem pelo link: www.lnk.bio/garralab

1. “Curso de Produção” com a produtora Isadora Flores e participação de Gilmar Kaminski e Carolina Wanderley.
MÓDULO I: Leis de Incentivo, preparação de projetos, Mecenato Subsidiado e Lei Municipal de Incentivo de Curitiba)”
04 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h
11 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h
18 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h
MÓDULO II: Profice – Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Paraná”
04 de março de 2021, das 09h às 12h
MÓDULO III: Lei Federal de Incentivo à Cultura”
18 de março de 2021, das 09h às 12h

2. Oficina: “Aspectos jurídicos básicos da produção cultural” com a advogada e consultora em direitos culturais e propriedade intelectual Carolina Wanderley (São Sebastião Cultura e Propriedade Intelectual)
20 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h

3. Oficina: “Sonorização para produtores”, com a Produtora, cantora e compositora Helena Sofia (Estúdio Old Cat) – Dia 27 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h

4. Oficina: “Uma festa de verdade! – Produção Cultural como laboratório de Experiências”, com a produtora cultural, criativa e pesquisadora Brenda Santos (Um Baile Bom)
Dia 06 de março de 2021, das 09h às 12h

5. Oficina: “NEM TUDO SÃO LIKES: da superfície à profundidade da comunicação digital”, com a comunicadora, seletora musical e ativista Luana Angreves (Cliteriosa)
Dia 13 de março de 2021, das 09h às 12h

6. Oficina: “Curadoria para projetos de música”, com a produtora e curadora Bina Zanette (Santa Produção)
Dia 13 de março de 2021, das 14h às 17h

7. Oficina: “Gestão administrativa e prestação de contas de projetos culturais”, com o produtor cultural e técnico em contabilidade Gilmar Kaminski (Flutua Produções)
Dia 20 de março de 2021, das 09h às 12h

8. Oficina: “Escrita para quem se (in/e)screve” com a escritora, professora e artista visual Julie Fank (ESC. Escola de Escrita)
Dia 27 de março de 2021, das 09h às 12h

Inscrições: https://lnk.bio/garralab

Ficha Técnica:
Coordenação: Isadora Flores
Coordenação de Produção e Gestão Financeira: Gilmar Kaminski
Produção Executiva: Vi Gabarda
Ministrantes: Isadora Flores, Bina Zanette, Helena Sofia, Julie Fank, Carolina Wanderley, Brenda Santos, Luana Angreves e Gilmar Kaminski
Videos: Alan Raffo
Design Gráfico: Brenda Santos
Assessoria de Imprensa: Luisa Bonin e Thays Cristine – Platea Comunicação e Arte
Realização: Isadora Flores I Produtora
Produção: Flutua Produções
Apoio: SATED-PR

PROJETO REALIZADO COM RECURSOS DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA, DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA E DO MINISTÉRIO DO TURISMO.

ABERTAS INSCRIÇÕES PARA A NOVA TURMA DO PRÉ-PÓS UFPR

O curso Pré-pós da Superintendência de Inclusão, Políticas Afirmativas e Diversidade da Universidade Federal do Paraná (Sipad) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) abre inscrições para a sua quarta turma, que terá aulas de fevereiro a junho de 2021.

O curso tem o objetivo de preparar membros de grupos sociais vulneráveis interessados em cursar mestrado ou doutorado. Serão selecionados 100 alunos.

As aulas começam em 25 de fevereiro e serão on-line, como no curso de 2020.

As inscrições vão até 5 de fevereiro!

Sobre o curso Pré-pós da Sipad
O Pré-pós da Sipad tem raízes em uma iniciativa de 2013 do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (Neab) que, a partir de 2018, passou a fazer parte da então recém-criada Sipad.

O curso tem o objetivo é preparar estudantes negras e negros, quilombolas, indígenas e pessoas LGBTI para concorrer aos processos seletivos oferecidos por programas de pós-graduação no país. O projeto está na sua quinta edição.

A primeira edição do Pré-Pós ocorreu em 2013. A segunda edição em 2014 com a oferta de duas turmas. A terceira edição foi realizada em 2017 e, a quarta, em 2019. Em 2020, a oferta é integralmente remota.

SERVIÇO
Inscrições para o Curso Pré-Pós da Sipad UFPR
Quando: de 20 de janeiro a 5 de fevereiro.
Onde: por meio de formulário on-line.
Mais informações: pelo e-mail cursopreposufpr@gmail.com ou pelo WhatsApp (41) 98418-6137.

Mais detalhes neste link