UNIANDRADE ABRE VAGA DE ESTÁGIO EM REDAÇÃO / CURITIBA

Universidade Uniandrade contrata estagiário em redação. Vaga para estagiar em Curitiba-PR, no bairro Santa Quitéria. Modo presencial.

Atividades:
– Produzir conteúdos e elaboração de artes para blog, e-mails e redes sociais.
– Acompanhar fluxos de relacionamento por e-mail.

Requisitos e qualificações:
– Superior cursando jornalismo, comunicação, letras e afins;
– Fácil Acesso a região de Santa Quitéria.

Informações adicionais:
– Salário: R$600,00 + VT
– Horário: 08:00 às 12:00 ou 13:00 ás 17:00 de segunda-feira a sexta-feira.

Encaminhar currículo atualizado para rh@uniandrade.edu.br informando no campo assunto o título da vaga.

Empresa contrata Pessoa com Deficiência (PCD) para todas as oportunidades.

UNIVERSIDADE UNIANDRADE CONTRATA ESTAGIÁRIO DE COMUNICAÇÃO / CURITIBA

Universidade Uniandrade contrata Estagiário de Comunicação. Vaga para estagiar em Curitiba-PR, no bairro Santa Quitéria. Modo presencial.

atividades:
– Produzir conteúdos e elaboração de artes para blog, e-mails e redes sociais.
– Acompanhar fluxos de relacionamento por e-mail.

requisitos e qualificações:
– Superior cursando jornalismo, comunicação, letras e afins;
– Fácil Acesso a região de Santa Quitéria.

Informações adicionais:
– Salário: R$600,00 + VT

Horário: 08:00 ás 12:00 ou 13:00 ás 17:00 de segunda-feira a sexta-feira de segunda-feira a sexta-feira

Encaminhar currículo atualizado para rh@uniandrade.edu.br informando no campo assunto o título da vaga.

Empresa contrata Pessoa com Deficiência (PCD) para todas as oportunidades.

EDITAL PRÊMIO TÉCNICOS E TÉCNICAS DA CULTURA (PARANÁ)

Governo do Estado do Paraná lança Edital Prêmio Técnicos e Técnicas da Cultura para reconhecer a contribuição, valorizar e premiar profissionais da área que colaboram com o fazer artístico-cultural de diversos agentes. O edital utiliza recursos da Lei Aldir Blanc e segue com inscrições até as 17h59 do dia 5 de novembro de 2021.

Serão 406 premiados com o valor individual de R$ 10 mil. O edital é destinado a pessoas físicas com mais de 18 anos, que residem no Paraná há no mínimo dois anos, atuando direta ou indireta na execução de produções culturais em geral, nas áreas de Áudio e Som; Luz; Maquinaria; Projecionista; Maquiagem; Contra-regra; Cenotécnico; Sonoplasta; Figurinista; Fotografia; Vídeo; Edição; Produção; Roadie; entre outros. 

Além dos documentos é necessário enviar um vídeo em que o técnico narre sua biografia profissional. O vídeo precisa ter entre três e dez minutos e estar postado no YouTube ou Vimeo. 

Cada proponente só pode se inscrever e ser contemplado em um projeto. Elas são feitas de forma on-line pelo sistema SIC.Cultura. Para proponentes já cadastrados como Agente Cultural no SIC.Cultura, é só entrar com login e senha. Caso contrário, é necessário fazer o cadastro. Basta entrar no site e clicar em “Acessar o sistema” no canto superior direito da tela e, no menu, escolher a opção “Clique aqui para se cadastrar”.

Confira todos os detalhes do edital, aqui.

Para mais informações:
e-mail: tecnicos@secc.pr.gov.br
Site: www.comunicacao.pr.gov.br
Lei Aldir Blanc: http://leialdirblanc.pr.gov.br
Facebook: www.facebook.com/ParanaCultura/
Instagram: @culturaparana

Fonte:  Governo do Estado lança edital para premiar técnicos e técnicas da cultura

CHORAR PRA QUÊ?

O manual de sobrevivência de Bruno Sant’Anna.

Depois de andar por três dias seguidos através da linha do trem, dormindo no mato ou em casas abandonadas que encontrava pelo caminho, Bruno Sant’Anna, com seus cabelos longos – algo entre Descartes e Keanu Reeves – e o corpo magro e fino, se deu conta de que havia chegado a Paranaguá. O aviso de que estava na cidade portuária veio pelo ar: sentiu o cheiro úmido da soja que caíra dos caminhões e agora apodrecia nas ruas que levavam ao porto. Aos 21 anos, Sant’Anna percorrera 110 km em um estado de quase inconsciência. Os calçados estavam forrados por folhas e a mochila recheada com chocolate, ovos (que se quebrariam mais tarde e fariam uma grande bagunça), bolacha, latas de sardinha Pescador, duas velas, duas cervejas e um pão fatiado – que somavam R$15,98 e foram comprados em um mercadinho em Piraquara, nas primeiras horas de viagem – davam o tom do seu estado de espírito.

A fuga surgiu sem que o estudante de Filosofia soubesse que estava fugindo, escapando de uma realidade que dia após dia lhe escarrava no rosto. Bruno passara a noite com os colegas de faculdade no Academia do Lanche, um bar tradicional ao lado da Reitoria da UFPR, comumente chamando de Zarabata, e havia pouco que perdera o emprego como professor em um cursinho particular de Curitiba depois de retrucar um aluno – que o mandara para lugares de luminosidade irregular – em tentativas constantes de criar uma rebelião na sala.

Com o celular na mão, o lendário Nokia 3310, o professor calculou quanto o garoto valia no seu salário: pouco mais de seis centavos.

– Não precisa mais aparecer na minha aula –, disse em um tom entre a súplica e a camaradagem, como se fizesse um bem para o adolescente, e estendeu uma moeda de um real, mais que o suficiente para que desaparecesse durante todo o resto do ano.

Não demorou para que o pai do garoto soubesse da história e, advogando em favor do filho, fosse em busca de reparações. Estaria tudo bem se o professor, já despido do seu próprio arroubo rebelde, pedisse desculpas. “Eu me neguei e pedi demissão”, conta – passados já treze anos. “Eu devia ter esperado que me mandassem embora.” Tentando esquecer o aluguel, tomou algumas cervejas e fumou um baseado, o bastante para lhe tirar de órbita.

***

– Você é louco –. O homem, um negro que encontrara poucos minutos antes na estrada de ferro, tentava dissuadir o amigo desconhecido da ideia, genuinamente estranha, de andar pelos dormentes do trem.

Bruno não se recorda como chegou à casa daquele sujeito. A construção era simples, um bocado de madeira pregada que deixava passar o frio do inverno curitibano. Quando, finalmente, convenceu o anfitrião a levá-lo, em um carro velho e amassado, até certo ponto da ferrovia, pode voltar aos trilhos, onde – ao menos, era o que imaginava – seguiria sozinho.

Na verdade, encontrou outras pessoas pelo caminho, como os funcionários da estrada de ferro que tentaram embarcá-lo à força em um comboio e enviar o peregrino de volta à capital. Esse episódio é nebuloso – como é nebulosa a noite em que dormiu numa casa prestes a desmoronar e que já foi abrigo para o pintor Alfredo Andersen, quando retratava a Serra do Mar –, mas Bruno lembra que conseguiu se desvencilhar dos homens de alguma maneira. Quase no final da viagem, esbarraria com um vendedor de ovos que lhe deu carona em sua Belina e lhe adiantou uns passos até o destino misterioso.

De todas os flashes que aparecem na sua mente, como se fossem uma memória picotada, o mais forte e frequente é o dos pés adormecidos, anestesiados pela caminhada. Uma década mais tarde, Bruno experimentaria essa sensação novamente, desta vez sem se mexer, sem conseguir colocar o corpo para fora da cama. Essa espécie de petrificação jamais o abandonaria. Seria preciso aprender a conviver com ela.

Para ler o texto na íntegra, clique aqui.

Fonte: Texto de Jonatan Silva publicado dia 20 de setembro de 2021 no site Medium

BOLSA QUALIFICAÇÃO 2021 ::: EDITAL RETIFICADO

A Secretaria da Comunicação Social e da Cultura (SECC) do Paraná, por meio da Superintendência-Geral da Cultura, informa que estão abertas as inscrições para as 12 mil vagas do Programa Bolsa Qualificação Cultural – Lei Aldir Blanc 2021. Para macrorregião de Curitiba serão 3.784 vagas.  As inscrições vão de 15 a 04 de outubro de 2021.

O objetivo geral do Programa Bolsa-Qualificação é a oferta de cursos de qualificação e concessão de bolsas para até 12.000 (doze mil) trabalhadores e trabalhadoras da Cultura, pessoas físicas, residentes no Estado do Paraná. 

Os objetivos específicos do Programa Bolsa-Qualificação são:
– Incentivar a participação destes trabalhadores no processo de formação;
– Garantir conhecimentos mínimos necessários para participação em editais e ações desenvolvidas pela Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura-SECC;
– Qualificar os trabalhadores e trabalhadoras no segmento cultural em que atuam, deixando assim um legado de aperfeiçoamento do fazer Cultural e a possibilidade de geração de trabalho, emprego e renda.

Os cursos do Programa Bolsa-Qualificação Cultural serão ofertados na modalidade de Educação a Distância. Os cursos terão duração total de 120 (cento e vinte) horas, divididos em 03 (três) Módulos de 40
(quarenta) horas cada, no período de no período de 19 de outubro a 08 de dezembro de 2021.

São 3 módulos de 40 horas cada, onde você vai estudar sobre cultura e no final de cada módulo ganha R$1.000,00. 

Os cursos do Programa Bolsa-Qualificação Cultural serão ofertados na modalidade de Educação a Distância.
Os cursos contém 03 Módulos:
MÓDULO 1 – comum a todos os Segmentos do Setor Cultural;
MÓDULO 2 e MÓDULO 3 – Qualificação específica para cada segmento do setor cultural: Artes Visuais / Audiovisual / Circo/ Dança / Literatura, Livro e Leitura / Música / Ópera / Povos, Comunidades Tradicionais e Culturas Populares / Teatro / Técnicos que atuam na cadeia produtiva da cultura.

O pagamento das bolsas será realizado ao fim de cada módulo, em três parcelas de R$ 1.000,00 (um mil reais), totalizando R$ 3.000,00 (três mil reais) por bolsista. O pagamento das bolsas está condicionado ao bom desempenho no curso, ou seja, para receber a bolsa referente ao módulo concluído é preciso que o participante seja aprovado e receba o seu certificado de conclusão do módulo.

As inscrições serão realizadas online exclusivamente no endereço eletrônico no período no período de 00h00min do dia 15 de setembro de 2021 até às 23h59min do dia 04 de outubro de 2021. Os interessados devem acessar o link: https://inscricoes.apps.uepg.br/ 

Entre no site da Lei Aldir Blanc para saber mais sobre o programa, neste link.

Bolsa
CONFIRA O EDITAL RETIFICADO,  Edital Bolsa Qualificação Cultural – Lei Aldir Blanc, neste link.

fonte: Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura

Confira a
REUNIÃO COM OS DIRIGENTES MUNICIPAIS DE CULTURA
14 DE SETEMBRO DE 2021 | 9h30 às 11h30min


fonte: Cultura Paraná

UNIVERSIDADE UNIANDRADE CONTRATA ESTAGIÁRIO DE MARKETING / CURITIBA

Universidade Uniandrade contrata Estagiário de Marketing. Vaga para estagiar em Curitiba-PR, no bairro Santa Quitéria. Modo presencial.

Atividades:
– Produzir conteúdos e elaboração de artes para blog, e-mails e redes sociais.
– Acompanhar fluxos de relacionamento por e-mail.

Requisitos e qualificações:
– Superior cursando marketing, jornalismo, comunicação, letras e afins;
– Fácil Acesso a região de Santa Quitéria.

Informações adicionais:
– Salário: R$900,00 + VT

Horário: 08:00 ás 14:15 ou 13:00 ás 19:15 de segunda-feira a sexta-feira

Encaminhar currículo atualizado para rh@uniandrade.edu.br informando no campo assunto o título da vaga.

Empresa contrata Pessoa com Deficiência (PCD) para todas as oportunidades.

RAÍZES DA POESIA PARANAENSE (RÉCITA/MOSTRA) – PARTE 1

Raízes da Poesia Paranaense é um projeto que reúne em vídeorécitas de poemas alguns dos grandes poetas e poetisas do Paraná interpretados por atores e atrizes também paranaenses. As récitas, organizadas em dois episódios, buscam aproximar o público da vida e obra de nomes que fazem parte da história da literatura no Estado do Paraná, mas que, nem sempre, são conhecidos.

O projeto, realizado com recursos do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba, foi concebido por Ana Paula Taques, que acumula a direção artística com Claudecir de Oliveira Rocha, e por Ivan Justen Santana.

Junto a eles, atores e atrizes convidados como Geyisa Costa, Luíz Felipe Leprevost, Ricardo Pozzo e Thadeu Peronne, deram vida a doze poetas e poetisas.

Com fotos antigas e raras dos poetas e das cidades em que nasceram, cenário intimista, iluminação cuidadosa e dramática, à “La Caravaggio”, e a música incidental de José Itiberê de Lima, executada pela pianista Gisele Rizental, as récitas “transportam o espectador para meados do século XIX e mostram o trovador Bento Cego. Vão para o início do século XX, passando por Emiliano Perneta até chegar na poeta Laura Santos”, afirma o professor Doutor Claudecir Rocha.

RAÍZES DA POESIA PARANAENSE é uma boa oportunidade não só para professores ilustrarem suas aulas, mas também para todos conhecerem um pouco da literatura feita no Paraná. “Quantas vezes a gente passa pelas ruas Júlia da Costa, Silveira Neto, sem nem imaginar o que essas pessoas escreveram? As récitas dão um gostinho da nossa poesia. São uma forma de incentivar o público a pesquisar mais sobre os grandes nomes da nossa literatura!”, conclui a idealizadora do projeto, Ana Paula Taques.

Poetas paranaenses que fazem parte das Récitas por ordem cronológica:
Bento Cego, Júlia da Costa, Emílio de Menezes, Emiliano Perneta, Dario Velozo, Silveira Neto, Ricardo de Lemos, Leite Junior, Ismael Martins, Rodrigo Junior, Ada Macaggi e Laura Santos.

Parte 1:
Bento Cego: 00:35 – 05:18
Júlia da Costa: 05:19 – 08:38
Emílio de Menezes: 08:39 – 12:54
Emiliano Perneta: 12:55 – 16:26
Dario Velozo: 16:27 – 19:37
Silveira Neto: 19:38 – 21:59

FICHA TÉCNICA
Elenco:
Ana Paula Taques: Júlia da Costa e Ada Macaggi.
Claudecir de Oliveira Rocha: Emiliano Perneta e Rodrigo Júnior.
Geyisa Costa: Laura Santos
Luiz Felipe Leprevost: Emílio de Menezes e Ismael Martins.
Ricardo Pozzo: Dario Velozo e Leite Júnior.
Thadeu Perrone: Bento Cego, Silveira Neto e Ricardo de Lemos

Produção Executiva e Direção Artística: Ana Paula Taques
Produção Executiva e Coordenação: Lucas Marcelli
Pesquisa e Curadoria: Claudecir de Oliveira Rocha
Pesquisa e Curadoria: Ivan Justen Santana
Captação e Edição de Vídeo: Vitral Produções
Direção de corte: Ricardo Janotto
Operação de câmera: Diogo Luiz Schechtel
Designer de Luz: Erica Mityko
Fotógrafia: Eliete Silva
Cenografia: Adriana “Russa” de Lucca
Adereços e Maquiagem: Marcelino de Miranda
Figurinos: Trícia de Almeida
Assessoria de comunicação: Karen Monteiro
Designer Gráfico/ Digital e Ilustração: Pedro Henrique Spolador
Ilustração Digital: Andrew Adriano Kostiuk
Transporte: Abiderman Brito

Locação: Espaço Excêntrico

Trilha Sonora:
Composição Musical sobre trova de Bento Cego (00:35 – 03:40) Thadeu Peronne. Arranjo instrumental: Lucas Marcelli.
Música Incidental – José Itiberê de Lima. Intérprete: Gisele Rizental.

PROJETO REALIZADO COM RECURSOS DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA E DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA.

FONTES DE PESQUISA PARA REALIZAÇÃO DO PROJETO
Acervo Instituto Moreira Salles
Acervo Museu Paranaense
Acervo: Júlia Wanderley IHGPR
Acervo Cid Destefani
Acervo Gazeta do Povo
Acervo Casa da Memória
Acervo INP
Acervo Paulo José da Costa.
CASTRO, Nestor de. Bento Cego. Curitiba: Impressora Paranaense / Correia & C., 1902
MURICY, J. C. de Andrade. Panorama do movimento simbolista brasileiro. [2 vols] 3ª. ed. São Paulo: Perspectiva, 1987.
MENEZES, Emílio. Obra reunida. [Org. Cassiana Lacerda Carollo] Rio de Janeiro: José Olympio; Curitiba: Sec. da Cultura e do Esporte do Est. do Paraná, 1980.
NETO, Silveira. Luar de Hinverno. Curitiba: Farol do Saber, 1996.
PERNETA, Emiliano. Ilusão e outros poemas. Curitiba: col. Farol do Saber, 1996.
ROCHA, C. O. Quadros Provincianos: A Obra de Rodrigo Júnior. Tese. Curitiba: UFPR, 2019.
RODRIGO JÚNIOR. Poesia Completa. Curitiba: Anticítera, 2015.
SABÓIA, A.; FERNANDES, H. V.(orgs.) Antologia didática de escritores paranaenses.. Curitiba: Imprensa Oficial.
SANTANA, Ivan Justen. Emiliano Perneta: vida e poesia de província? Tese. Curitiba: UFPR, 2015.
SANTOS, Laura. Poemas. Curitiba: SEEC, 1990.
SANTOS, Pompília. L. S. (org.) Sesquicentenário da Poesia Paranaense. (antologia). Curitiba: Secretária da Cultura e do Esporte do Paraná, 1985.
SOUSA, Colombo & RAITANI NETO, Felício.(orgs.) Letras Paranaenses. Curitiba: Ocyron Cunha, 1971.
VELOZO, Dario. Cinerário & outros poemas. Curitiba: Farol do Saber, 1996.

Fonte: Canal do Youtube Raízes da Poesia Paranaense

BOLSA QUALIFICAÇÃO 2021 ::: EDITAL RETIFICADO

A Secretaria da Comunicação Social e da Cultura (SECC) do Paraná, por meio da Superintendência-Geral da Cultura, informa que estão abertas as inscrições para as 12 mil vagas do Programa Bolsa Qualificação Cultural – Lei Aldir Blanc 2021. Para macrorregião de Curitiba serão 3.784 vagas.  As inscrições vão de 15 a 04 de outubro de 2021.

O objetivo geral do Programa Bolsa-Qualificação é a oferta de cursos de qualificação e concessão de bolsas para até 12.000 (doze mil) trabalhadores e trabalhadoras da Cultura, pessoas físicas, residentes no Estado do Paraná. 

Os objetivos específicos do Programa Bolsa-Qualificação são:
– Incentivar a participação destes trabalhadores no processo de formação;
– Garantir conhecimentos mínimos necessários para participação em editais e ações desenvolvidas pela Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura-SECC;
– Qualificar os trabalhadores e trabalhadoras no segmento cultural em que atuam, deixando assim um legado de aperfeiçoamento do fazer Cultural e a possibilidade de geração de trabalho, emprego e renda.

Os cursos do Programa Bolsa-Qualificação Cultural serão ofertados na modalidade de Educação a Distância. Os cursos terão duração total de 120 (cento e vinte) horas, divididos em 03 (três) Módulos de 40
(quarenta) horas cada, no período de no período de 19 de outubro a 08 de dezembro de 2021.

São 3 módulos de 40 horas cada, onde você vai estudar sobre cultura e no final de cada módulo ganha R$1.000,00. 

Os cursos do Programa Bolsa-Qualificação Cultural serão ofertados na modalidade de Educação a Distância.
Os cursos contém 03 Módulos:
MÓDULO 1 – comum a todos os Segmentos do Setor Cultural;
MÓDULO 2 e MÓDULO 3 – Qualificação específica para cada segmento do setor cultural: Artes Visuais / Audiovisual / Circo/ Dança / Literatura, Livro e Leitura / Música / Ópera / Povos, Comunidades Tradicionais e Culturas Populares / Teatro / Técnicos que atuam na cadeia produtiva da cultura.

O pagamento das bolsas será realizado ao fim de cada módulo, em três parcelas de R$ 1.000,00 (um mil reais), totalizando R$ 3.000,00 (três mil reais) por bolsista. O pagamento das bolsas está condicionado ao bom desempenho no curso, ou seja, para receber a bolsa referente ao módulo concluído é preciso que o participante seja aprovado e receba o seu certificado de conclusão do módulo.

As inscrições serão realizadas online exclusivamente no endereço eletrônico no período no período de 00h00min do dia 15 de setembro de 2021 até às 23h59min do dia 04 de outubro de 2021. Os interessados devem acessar o link: https://inscricoes.apps.uepg.br/ 

Entre no site da Lei Aldir Blanc para saber mais sobre o programa, neste link.

Bolsa
CONFIRA O EDITAL RETIFICADO,  Edital Bolsa Qualificação Cultural – Lei Aldir Blanc, neste link.

fonte: Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura

Confira a
REUNIÃO COM OS DIRIGENTES MUNICIPAIS DE CULTURA
14 DE SETEMBRO DE 2021 | 9h30 às 11h30min


fonte: Cultura Paraná

UNIVERSIDADE UNIANDRADE CONTRATA SOCIAL MEDIA / CURITIBA

Universidade Uniandrade contrata Social Media. Vaga para trabalhar em Curitiba, no bairro Santa Quitéria. Modo presencial.

Atividades:
– Realizar postagem em redes sociais; acompanhar cobertura de eventos e atividades; realizar posts de blog; revisar materiais; realizar captação de fotografia e vídeo.

Requisitos:
– Ensino superior completo em Marketing, comunicação social, jornalismo ou letras;
– Experiência com redes sociais
– Conhecimento básico de algum programa de edição (canva, Photoshop);
– Conhecimento básico wordpress para postagens e atualização de conteúdo

Desejável:
– Noções de fotografia e captação de vídeos;
– Disponível para aparecer nos vídeos;

Informações adicionais:
– Salário à combinar;
– Auxilio educação – bolsa de 100% em cursos de graduação e pós-graduação, oferecidos pela Uniandrade (após a experiência); estendido à dependente, bolsa de 60% em cursos de graduação e pós-graduação;
– Vale transporte, estacionamento gratuito.
– Assistência gratuita a serviços de: Psicologia, fisioterapia e área jurídica, através de nossas clinicas – escolas.
– Desconto em academias e restaurantes, com parceiros da IES.

Encaminhar currículo atualizado para rh@uniandrade.edu.br informando no campo assunto o título da vaga. 

Empresa contrata Pessoa com Deficiência (PCD) para todas as oportunidades.

UNIVERSIDADE UNIANDRADE CONTRATA SOCIAL MEDIA / CURITIBA

Universidade Uniandrade contrata Social Media. Vaga para trabalhar em Curitiba, no bairro Santa Quitéria. Modo presencial.

atividades:
– Realizar postagem em redes sociais; acompanhar cobertura de eventos e atividades; realizar posts de blog; revisar materiais; realizar captação de fotografia e vídeo.

requisitos:
– Ensino superior completo em Marketing, comunicação social, jornalismo ou letras;
– Experiência com redes sociais;
– Conhecimento básico de algum programa de edição (canva, Photoshop);
– Conhecimento básico wordpress para postagens e atualização de conteúdo

Desejável:
– Noções de fotografia e captação de vídeos;
– Disponível para aparecer nos vídeos;

Informações adicionais:
– Salário a combinar;
– Auxílio educação – bolsa de 100% em cursos de graduação e pós-graduação, oferecidos pela Uniandrade (após a experiência); estendido à dependente, bolsa de 60% em cursos de graduação e pós-graduação;
– Vale transporte, estacionamento gratuito.
– Assistência gratuita a serviços de: Psicologia, fisioterapia e área jurídica, através de nossas clínicas – escolas.
– Desconto em academias e restaurantes, com parceiros da IES.

Encaminhar currículo atualizado para rh@uniandrade.edu.br informando no campo assunto o título da vaga. 

Empresa contrata Pessoa com Deficiência (PCD) para todas as oportunidades.