TRUPE AVE LOLA CELEBRA 10 ANOS DE HISTÓRIA COM ESTREIA ONLINE NO FESTIVAL ARTE COMO RESPIRO

Manaós. Crédito Maringas Maciel

O espetáculo teatral Manaós – Uma Saga de Luz e Sombra será exibido no próximo domingo (06) às 20h. Após a estreia, os artistas da trupe farão um bate-papo online para falar sobre o percurso artístico da companhia nesta primeira década.

Curitiba, 30 novembro de 2020 – A partir do dia 06 de dezembro às 20h, a filmagem do espetáculo teatral Manaós – uma saga de luz e sombra (2019), da Trupe Ave Lola, ficará disponível gratuitamente na plataforma online do Itaú Cultural (IC) durante 24h, integrando a programação nacional do Festival Arte como Respiro – 4ª edição – uma ação que reúne diversos artistas aprovados pelo edital Arte como Respiro: Múltiplos Editais de Emergência.

Essa será a primeira vez que a Trupe Ave Lola disponibilizará uma peça online para a sua audiência e também será a primeira vez que a companhia celebrará o seu aniversário de forma remota. “Todos os anos temos o hábito de reunir os artistas da cidade e a nossa audiência para brindar mais um ano de trabalho e arte. Porém, por causa da pandemia faremos um bate-papo online após a exibição do espetáculo dentro da programação do Festival Arte como Respiro. É uma forma de nos encontrarmos e refletirmos juntos sobre a nossa trajetória”, explica a diretora teatral Ana Rosa Tezza.

Reinventar as formas de dialogar com a sua audiência tem sido um desafio constante para os artistas de todo o mundo. É nesse contexto que a linguagem do audiovisual tornou-se um recurso fundamental para o teatro.

“A Trupe Ave Lola de teatro está honrada por ter sido selecionada pelos curadores do “Arte como Respiro”. Vivemos `um momento onde temos que unir força e encontrar novas formas, mesmo sabendo que a arte do teatro reivindicará sempre a presença, a corporeidade e o outro. Mas, enquanto não podemos desfrutar dessa bela característica das artes cênicas, aproveitemos as possibilidades das tecnologias e do engenho humano para resistirmos e atravessarmos esse momento de crise. Esperamos estar logo com nossas portas abertas e a casa cheia de pessoas celebrando o “estar juntos”, em segurança”, ressalta a diretora Ana Rosa Tezza.

UMA TRUPE DE TEATRO EM TEMPOS DE PANDEMIA
Compartilhar com a audiência o processo criativo de um espetáculo que deveria ter estreado em abril de 2020 foi a primeira forma que a Trupe Ave Lola encontrou para continuar falando sobre teatro no período de quarentena. Já nas primeiras semanas de isolamento social, a companhia lançou a websérie Sobre VIVER no teatro em tempos de reclusão, que é composta por 10 episódios no qual artistas de diferentes áreas do teatro (interpretação, figurino, música, produção, dramaturgia e direção, preparação vocal e corporal, iluminação) contam as especificidades do seu ofício. Todos os episódios da primeira temporada estão disponíveis gratuitamente no canal do YouTube e na IG TV da Trupe Ave Lola.

Além disso, a companhia lançou no mês de agosto de 2020 o Podcast Ave Lola composto por uma programação semanal de entrevistas (Conversas na Coxia) e leituras musicadas de textos da literatura universal (Boca de Cena). Todos os episódios do Podcast Ave Lola estão disponíveis em diversas plataformas e também pelo YouTube.

Serviço:

Manaós, uma saga de luz e sombra
>> Disponibilização online do espetáculo teatral no dia 06 de dezembro às 20h pela plataforma https://www.itaucultural.org.br/ dentro da programação do Festival Arte como Respiro – 4ª Edição. O espetáculo ficará disponível durante 24h.
Duração: 1h20
Classificação Indicativa: 14 anos | Não recomendado para menores de 14 anos por conter cena de insinuação de estupro.

Trupe Ave Lola de Teatro: 10 anos de história
>> Bate-papo online no dia 06/12 às 21h30 após a estreia do espetáculo Manaós – uma saga de luz e sombra no Festival Arte Como Respiro através deste link, aqui 

Instagram: @ave_lola
Facebook: www.facebook.com/avelolaespacaodecriacao/
Site: www.avelola.net.br/
Assessora de Imprensa: Larissa de Lima | 41-98510-6389

PROJETO TEMPO DE FORMAÇÃO TEATRAL OFERECE OFICINA GRATUITA COM EDSON BUENO E ANA ROSA TEZZA

Interessados podem se inscrever até o dia 25 de novembro para a oficina Do suor da ação à  tinta, pena e papel

Para aqueles que desejam se aproximar da escrita para o teatro, estão abertas as inscrições para a oficina Do suor da ação à  tinta, pena e papel – O estado do personagem e a situação vivida por ele levada à poesia, que será ministrada pelos dramaturgos e diretores teatrais Ana Rosa Tezza (Trupe Ave Lola) e Edson Bueno (Cia Delírio) no mês de dezembro na Ave Lola Espaço de Criação (Rua Marechal Deodoro, 1227).

Do suor da ação à  tinta, pena e papel propõe uma abordagem da prática dramatúrgica dirigida a artistas interessados na escrita teatral (dramaturgos, atores, diretores, etc.), tendo como objetivo o desenvolvimento de ideias teatrais, linguagens e narrativas.  O período de inscrição vai até o dia 25 de novembro às 23h59 e as aulas acontecem do dia 06 a 19 de dezembro. Clique aqui e faça a sua inscrição!

Tempo de Formação Teatral
Essa uma ação prevista pelo projeto “Tempo de Formação Teatral”, que tem como objetivo aprofundar e diversificar o conhecimento dos participantes na área do teatro por meio de ações formativas na cidade de Curitiba.  O projeto foi subsidiado pela Lei Rouanet, o principal mecanismo de fomento à cultura do Brasil. Por meio do patrocínio das empresas parceiras nesta ação, a Ave Lola Espaço de Criação tem a possibilidade de oferecer todas atividades formativas de forma gratuita e aberta à comunidade, fortalecendo o ensino das artes e do teatro no país.

“Nesta primeira edição do projeto, a dramaturgia será a principal área de pesquisa. No percurso da Ave Lola, tivemos muitas ações formativas voltadas para a interpretação e neste momento sentimos a necessidade de abrir um espaço maior para a dramaturgia – que na linguagem da Ave Lola caminha junto com a criação em cena”, explica Ana Rosa Tezza

Serviço
Do suor da ação à  tinta, pena e papel – O estado do personagem e a situação vivida por ele levada à poesia – com Ana Rosa Tezza e Edson Bueno
Período de Inscrição: 05 a 25 de novembro de 2018 | Gratuito
Oficina: 06 de dezembro a 19 de dezembro | segunda a sexta – das 19h às 22h30
Nº de vagas: 30 pessoas
Carga horária: 40 h/aula
Local de realização: Ave Lola Espaço de Criação (Rua Marechal Deodoro, 1227 – Centro de Curitiba)
Clique aqui e faça a sua inscrição!

ESPETÁCULO SOLO DE DANÇA-TEATRO BASEADO NA OBRA “THE HAMLETMACHINE”, DE HEINER MÜLLER, ESTREIA NESTE DOMINGO (04) NA MOSTRA SOLAR 2018

The Hamletmachine. Fotografia: Larissa de Lima

Com concepção e direção do bailarino Fábio Tavares, “Amanhã foi cancelado” propõem um estudo social e político de um corpo confuso e aflito lutando pela sobrevivência nos tempos modernos.

Nos dias 04 e 09 de novembro às 19h, a programação da Mostra Solar 2018 recebe o espetáculo de dança-teatro “Amanhã foi cancelado”, do renomado bailarino Fábio Tavares, artista curitibano que nos últimos 20 anos consolidou a sua carreira na cidade de Nova York. A entrada para as apresentações é franca e os ingressos serão distribuídos 1h antes na bilheteria da Casa Hoffmann (R. Dr. Claudino dos Santos, 58 – São Francisco).

Inspirado na obra “The Hamletmachine”, do escritor alemão Heiner Müller (1929 – 1995), “Amanhã foi cancelado” é um estudo social e político de um corpo confuso e aflito lutando pela sobrevivência nos tempos modernos. “Por se tratar de uma dramaturgia crua, brutal e trágica, essa obra despertou o meu interesse como artista do corpo em falar de um fenômeno tão evidente na contemporaneidade: essa ideia de um corpo ausente, máquina, automático”, considera Fábio Tavares – que assina a concepção e direção geral do espetáculo.

Com direção coreográfica de Andrea Lerner e direção dramatúrgica de Ana Rosa Tezza, o solo de dança-teatro também se debruça sobre a figura icônica da Ofélia – personagem que se revolta diante de um universo de opressão e abuso. “Nesta obra, a Ofélia retrata uma imagem de todos aqueles indivíduos que precisam lutar por igualdade, respeito e liberdade”, ressalta Fábio Tavares.

Sobre a Mostra Solar 2018
Com o objetivo de lançar luz sobre os artistas e a linguagem da dança, a Mostra Solar 2018 composta por solos de dança de 7 artistas da cidade e um artista convidado de Santa Catarina que vive em Paris dança em festivais pelo mundo. A programação acontece de 27/10 a 11/11 de 2018.

Sinopse da obra:
Espetáculo baseado na obra “The Hamletmachine” do escritor Heiner Müller. Um estudo social e político de um corpo confuso e aflito lutando pela sobrevivência nos tempos modernos. A obra é dedicada a todas as Ofélias do planeta.

Sobre o artista:
Fabio Augusto Tavares é ator, bailarino, acrobata e coreógrafo radicado em NYC há mais de 19 anos. Seus trabalhos coreográficos já foram apresentados na St.

Marks Church, La Mama Theater, The Clemente, BRIC, Triskelions Arts, Streb at SLAM , Susan Klein School of Movement and Dance e no festival “Not a Festival “ no Brooklyn. Professor graduado na Técnica de Alexander pelo American Center for the Alexander Technique em NYC, professor formado em Klein Technique™ pela própria Susan Klein e terapeuta certificado no sistema de integração estrutural e energética do corpo chamado de Zero Balancing. Também foi integrante e Diretor Artístico Associado da companhia de teatro físico STREB-EXTREME ACTION por 14 anos; fez parte do corpo docente da Universidade PACE de Nova York de 2014-2017, onde ministrava aulas de movimento consciente para jovens atores.

Ficha técnica:
Concepção e Direção geral: Fábio Tavares
Direção Coreográfica: Andrea Lerner
Direção Dramatúrgica: Ana Rosa Tezza
Direção Musical: Béco Dranoff
Objetos Esculturais: Marcos Rosales
Figurino: Eduardo Giacomini
Iluminação: Beto Bruel
Comunicação e Registro Audiovisual: Larissa de Lima
Produção executiva: Laura Tezza
Produção: Dara Van Doorn
Realização: Ave Lola e as Meninas Produções Artísticas.

“PROJETO REALIZADO COM O APOIO DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA E DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA”

Serviço:
The Hamletmachine

Data da apresentação: 04 e 09 de novembro às 19h
Local: Casa Hoffmann (R. Dr. Claudino dos Santos, 58 – São Francisco, Curitiba)
Ingressos: Entrada franca | distribuídos 1h antes do espetáculo na bilheteria do teatro
Classificação Indicativa: 16 anos

Confira a programação completa da Mostra Solar 2018, aqui