SUPERCOLISOR CANTA O DESEJO E A AMBIGUIDADE EM “SEMPRE” COM LEO FRESSATO

Delicada balada antecipa disco da banda

Antecipando seu novo álbum “Viagem ao Fim da Noite”, a banda Supercolisor reflete o amor, o desejo e a ambiguidade na balada “Sempre”, que conta com a participação de Leo Fressato. No clipe, Fressato surge se transformando em sua drag Rita Lina. A música está disponível em todas as plataformas de streaming.

“‘Sempre’ significa pra nós, em termos musicais, talvez o ponto mais espontâneo de todo o disco: a canção é basicamente um one-take de todos os instrumentos e vozes, que a princípio estruturamos para depois sofisticar, mas que nos viciou na sua forma mais pura. Até aos ruídos ambientes (característico de guias) nós nos apegamos”, adianta o vocalista, pianista e compositor Ian Fonseca. Além dele, tocam na faixa Jérôme Gras (baixo e produção musical); Henrique Meyer (violão); Charles Tixier (bateria) e Denis Mariano (percussão).

Após “Incêndios”, que teve participação de Victor Meira (Bratislava, Godasadog) e “Um e Meio”, faixa ao lado da banda Tuyo, o novo single traz uma parceria, de um modo leve como um respiro no álbum, com Leo Fressato. Com mais de 15 anos de carreira, o cantor e compositor é um artista prolífico, marcado por canções que tratam de amor ou de sua ausência.

Assista ao clipe “Incêndios”: aqui
Assista ao clipe “Um e Meio”: aqui

“Desde a primeira demo piano e voz que o Ian mostrou, ficamos entusiasmados para imortalizá-la em fita. E como na grande tradição da MPB, duetos (Bethânia e Chico, Elis e Tom, Caetano e Gil) sempre foram marcantes e muito cinematográficos, queríamos explorar esse campo com o Leo e sua drag queen Rita Lina. E queríamos destacar esta terceira parceria do disco, desta vez com o Leo, um amigo e colaborador de longa data. Neste momento social e tecnológico onde todos sofremos com a individualização extrema, a gente entende que parcerias e encontros são mais do que necessários, fundamentais para qualquer gesto criativo”, reflete Jérôme Gras, que produziu os dois álbuns de estúdio de Fressato. O último deles, “Louco e Divertido”, foi realizado junto de Ian Fonseca.

Leo Fressato por Duane Carvalho

Transformando sentimentos íntimos em performance, Fressato ganhou notoriedade nacional como compositor (e intérprete na sua versão mais famosa) do hit “Oração”, d’A Banda Mais Bonita da Cidade, e com a faixa “Coisa Linda”, uma parceria com Tiago Iorc.

“Estávamos trabalhando no meu disco ao mesmo tempo que o Jérôme e o Ian trabalhavam no disco do Supercolisor. Foi quando surgiu a ideia de fazermos esse trabalho juntos. Fico feliz de poder trazer a Rita Lina e não eu como estrela do clipe”, conta Fressato que só tinha personificado a drag no vídeo de sua canção “Adeus”.

Após os elogiados álbuns “Paranormal Songs” (2012) e “Zen Total do Ocidente” (2015), o Supercolisor está pronto para se reinventar em seu novo e terceiro álbum, “Viagem ao Fim da Noite”. A sonoridade da banda se modificou bastante junto de sua nova formação, trazendo mais elementos e um caminho menos hermético e mais direto no trabalho das canções, com temas amadurecidos. Para a construção sonora, eles buscaram múltiplos colaboradores que trouxeram novas camadas para o projeto. O single está disponível em todas as plataformas de streaming.

Ouça “Sempre”: aqui

Supercolisor por Duane Carvalho

Ficha técnica:
Dirigido, fotografado e editado por Alberto Whyte
Iluminação por Daniel Rasta
Assistência de produção por Duane Carvalho
Participação especial: Mariana Tabacow
Produzido por Ian Fonseca e Jérôme Gras
Co-produzido por Henrique Meyer
Arranjo por Jérôme Gras
Engenharia de áudio por Ian Fonseca
Captação adicional por Hugo Silva e Henrique Meyer
Gravado nos estúdios Invern, Family Mob e Cordel – São Paulo
Mixado e masterizado por Bruno Giorgi no estúdio O Quarto – Rio de Janeiro
Leo Fressato – voz
Ian Fonseca – voz, piano
Jérôme Gras – baixo, coro
Henrique Meyer – violão
Marc Thiessen – sanfona
Charles Tixier – bateria
Denis Mariano – percussão

Letra:
SEMPRE
(Ian Fonseca)
sempre que eu penso em rever
um pedaço de você
farei com calma, amor
farei como não fosse nada
eu fecho os olhos e arrisco teu rosto
teremos tudo se tudo tem gosto
real
vai surgir
sempre que eu quiser rever
um pedaço de você
farei com calma, amor
farei como não fosse nada
eu fecho os olhos e arrisco teu rosto
teremos tudo se tudo tem gosto
real
vai surgir

Assista a “Sempre”: https://youtu.be/Udx3aJ6_m-U
Ouça “Sempre”: https://smarturl.it/SempreSingle

DRAG QUEENS SATIRIZAM A FAMÍLIA TRADICIONAL BRASILEIRA

Jeruza, Dalvinha e Juana. Foto de Day Luiza

Música, dublagem e deboche esquentam a noite e oficina sobre arte drag prepara o ambiente

Entrando no seu terceiro ano de existência, O Maravilhoso Cabaré traz para o palco do teatro uma linguagem televisiva, com entrevistas, apresentações de dublagem, humor, dança e música ao vivo, de drag queens, drag kings, músicos e artistas burlescos – sob o comando das drags curitibanas Dalvinha Brandão e Juana Profunda.

Nessa edição – que acontece na sexta (8/2) no Espaço Fantástico das Artes – as divas do Cabaré prestam o que estão chamando de “uma homenagem à família tradicional brasileira” mas, pelo histórico do evento, já é possível imaginar uma noite cheia de deboche, ironia e forte crítica social. 

Unindo diferentes gerações e estilos do cenário das artes da noite, esse cabaré reúne jovens artistas, como as talentosíssimas Carmen Von Blue e Deborah Black e a icônica Tinna Simpson que há mais de 20 anos diverte a noite curitibana com seu humor rápido e ácido. Humor também é o foco do trabalho de Lourdes, persona do ator Bruno Lops, que mistura arte drag e palhaço.

Ainda, a noite conta com a presença de um dos nomes mais reconhecidos do burlesco no Brasil, Miss G, cocriadora do primeiro festival do gênero no país, o Yes! Nós temos burlesco. Da área da música, Jeruza Muller, drag e musicista brasileira radicada na Alemanha, criadora do show Piano Drag, e Rita Lina, persona criada pelo cantor e compositor Leo Fressato, trazem números musicais cantados e tocados ao vivo.

“Uma das principais características d`O Maravilhoso Cabaré é essa: misturar artistas que apesar de morar na mesma cidade, trabalham em circuitos muito diferentes e com estéticas muito particulares”, conta Juana Profunda. “Isso é o jeito que a gente achou de ajudar a fortalecer a cena da arte drag na cidade, que hoje conta quase que exclusivamente com esses espaços que as próprias drags criam”, completa.

A entrevistada desta vez é a militante trans Rafaelly Wiest, ex-presidente do Grupo Dignidade e do Transgrupo Marcela Prado, atual diretora administrativa da Aliança Nacional LGBTI.

Dalvinha fala da conotação política do evento: “apesar de ser um lugar para se divertir, nosso Cabaré também tem a liberdade de abordar temas espinhosos, como é da tradição dos cabarés”. E acrescenta: “Desde que surgiram no final do século 19, os cabarés eram o espaço dos artistas marginais, que não estavam na história da arte erudita, e que por isso tinham a liberdade de satirizar, debochar e criticar o que quisessem”. 

Esquentando os tamborins
Como preparação para o Cabaré, Juana e Dalvinha ministram ainda, a oficina Arte Drag, de segunda a quinta (4 a 7/2), na Casa Quatro Ventos. A oficina é prática, trazendo técnicas comumente usadas por drag queens, de maquiagem, customização de perucas e acessórios, criação de enchimentos e dicas de performance e presença de palco.

No entanto, alunos e alunas também terão acesso a conhecimentos teóricos e históricos sobre a arte drag e o transformismo no Brasil e no mundo, além de poderem criar suas personas e apresentações a partir das próprias referências e interesses.

SERVIÇO:
Oficina Arte Drag com Juana Profunda e Dalvinha Brandão
Datas: de 4 a 7 de fevereiro
Horário: 18h30 às 22h
Local: Casa Quatro Ventos. Rua da Paz, 51. Centro – Curitiba, PR. 
Preço: R$200,00
Inscrições: aqui
Página do evento no Facebook: aqui 

Dalvinha Brandão. Foto de Day Luiza

O MARAVILHOSO CABARÉ – FAMÍLIA TRADICIONAL BRASILEIRA

Elenco: Dalvinha Brandão, Juana Profunda, Déborah Black, Jeruza Muller, Rita Lina, Carmen Von Blue, Miss G, Lourdes, Tinna Simpson
Discotecagem: I.AM.WHO
Data: 8/2
Horário: a partir das 20h happy hour, 22h apresentações
Local: Espaço Fantástico das Artes. Al. Princesa Isabel, 465. São Francisco. Curitiba, PR.
Preço: R$30 e R$15 (estudantes, idosos, pessoas com deficiência, drag kings e queens montadas)
Evento no Facebook: aqui