PÉ NO PALCO ENCENA TEXTOS CLÁSSICOS EM AMBIENTE VIRTUAL

Em abril, tradicional escola de teatro de Curitiba apresenta “A Morte de Ivan Ilitch” e “A Revolução das Mulheres”.

A montagem virtual de dois textos históricos, “A Morte de Ivan Ilitch”, de León Tolstói, e “A Revolução das Mulheres”, de Aristófanes – é nova empreitada de artistas pesquisadores e residentes da Escola de Teatro Pé no Palco, que tem sede física em Curitiba e mais de 25 anos de existência. O grupo desafia os limites impostos pelo distanciamento social no fazer teatral e trabalha na construção e na pesquisa das possibilidades criativas no “mundo cibernético”.

As montagens, realizadas com recursos do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, deram um respiro para a equipe artística envolvida, que desde o início da pandemia está impulsionada a quebrar paradigmas do teatro, desbravar novos conceitos sobre a presença, o lugar da atriz e do ator e a recepção no teatro multimídia, além de estudar possibilidades do ensino do teatro na modalidade virtual.

É realmente desafiador entender como o teatro pode se adaptar ao virtual e alcançar um teor artístico que magnetize a plateia. E que sim, se configure como uma obra de arte. O intuito, neste momento, é proporcionar experiências artísticas significativas para quem quiser dar “uma chance” para experiências virtuais cênicas.

As duas peças contam com a participação de Fátima Ortiz, que em 2021 comemora seus 50 anos de carreira. A atriz e diretora teatral, muito conhecida por seus escritos e práticas dentro do teatro para crianças, é também a fundadora do Pé no Palco.

“A Morte de Ivan Iltich” é uma realização do ator Pedro Bonacin, em comemoração aos seus 20 anos de dedicação ao teatro. Na peça, o ator divide cena com ErtaAle (Alexandre Bonin) e Fátima Ortiz. Baseado na novela de León Tolstói, publicada em 1886, a história retrata com aguda profundidade o tema da morte e o sentido da vida. O acontecimento conta com trilha sonora de Saulo Soul em parceira com Gustavo Arthury, figurinos de Carmen Rodriguez e olhar cenográfico de Ricardo Albertti. A direção é de Fátima Ortiz e interlocução de direção e trabalho de corpo são de Vanessa Corina.

“A Revolução das Mulheres”, com direção de Vanessa Corina e parceria da Sim Companhia de Teatro, é uma adaptação das obras “A Greve do Sexo” e “A Revolução das Mulheres”, de Aristófanes, importante autor do teatro grego, considerado o maior representante da comédia antiga. Discutindo temas recentes pertinentes ao mundo caótico atual, o elenco leva o público a rir e talvez a chorar em reflexões irônicas sobre a condição da mulher na atualidade.

No espetáculo, oito mulheres se reúnem por meio de uma videoconferência para ocupar Atena. No elenco, Jordana Botelho, Alini Maria, Fabiene, Talyssa Mendes, Bruna Felizari, Aline Navarro, João Merlin, ErtaAle, Pedro Bonacin e Fátima Ortiz. Na direção de produção dos espetáculos está Giselle Lima, uma das dirigentes da escola.

Ambos os espetáculos têm entrada franca. Além disso, como contrapartida, o grupo oferece oficinas gratuitas que utilizam a metodologia dos cursos livres de teatro, coordenados por ErtaAle e Vanessa Corina. Para participar, é só entrar em contato direto com a escola por meio das redes sociais (Instagram ou Facebook). As vagas são limitadas.

Importante ressaltar que estes projetos se tornaram possíveis por meio dos recursos da Lei Aldir Blanc, e estão sendo vitais para a manutenção do trabalho dos artistas da casa. Entendemos que, em virtude da situação real de pandemia no Brasil, a lei precisa ser prorrogada e os editais precisam ser menos burocratizados, para atingir o maior número possível de artistas e técnicas (os) de teatro. O apoio e consciência da comunidade sobre a realidade dos artistas da cidade é essencial.

ANOTE NA AGENDA:
A MORTE DE IVAN ILITCH
Apresentações ao vivo:
De 8 a 11 de abril (quinta a domingo)
Às 20h, pela plataforma de videoconferência ZOOM.
YOUTUBE:
Dias 12, 14, 19, 20 e 21 de Abril, às 20h, no canal oficial da Pé no Palco no YouTube, aqui

A REVOLUÇÃO DAS MULHERES
De 15 a 25 de abril (quinta a domingo), às 20h, ao vivo no Zoom (é necessário baixar o aplicativo no celular ou no computador).

PARA PARTICIPAR DAS OFICINAS GRATUITAS: Acompanhe o perfil da escola @penopalco no Instagram ou no Facebook. Nossa programação será amplamente divulgada por estes canais.

CRÉDITOS
Cartaz – A Revolução das Mulheres – Bruna Thimoteo
Cartaz – A Morte de Ivan Ilitch – Saulo Soul
Cartaz – Pé no Palco Virtual – Bruna Thimoteo
Release e comunicação – Zime Bagana
Contato para agendar entrevistas- (41)99679-4252 (WhatsApp – Zime Bagana)

OFICINA COMOVER 100 SOMBRA DE DÚVIDA

Luiz Rettamozo. Foto de Rodolpho Pajuaba.

Papel, lápis, canetas coloridas e até a lanterna do celular. Estes são alguns dos materiais a serem usados na oficina on-line dos artistas Luiz Rettamozo e Mayli Colla que acontecerá no dia 31/03, quarta-feira, às 15h.

A atividade é grátis e faz parte do projeto ComoVer 100 sombra de dúvida, selecionado pelo edital “Difusão, Formação e Reflexão em Artes Visuais” do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura do Fundo Municipal de Cultura.

O público-alvo são os apreciadores de arte que queiram compartilhar com Rettamozo um pouco do seu processo criativo e também exercitar a própria criatividade. A atividade dura 1 hora.

Com mais de 50 anos de carreira e vivência em diversas linguagens artísticas e na publicidade, Rettamozo é verbete do Dicionário de Artes Plásticas da crítica de arte, pesquisadora e professora Adalice Araújo. Mayli Colla, com quem ele dividirá a condução da oficina, também é artista plástica e arte educadora há 30 anos.

Para se inscrever, basta acessar o seguinte link: https://forms.gle/3VPx4d9hE5BeUar59

Serviço:
Oficina on-line com Luiz Rettamozo e Mayli Colla
Dia: 31/03/2021
Horário: 15h
Grátis todos os públicos
Inscrições através do formulário: https://forms.gle/3VPx4d9hE5BeUar59

PRODUTORA CULTURAL ISADORA FLORES LANÇA O “LABORATÓRIO GARRA!”, PROJETO QUE OFERECE CURSO PROFISSIONALIZANTE E OFICINAS GRATUITAS PARA JOVENS DA CULTURA

Terão prioridade nas inscrições agentes culturais com idade entre 16 e 25 anos, pretos, pardos, indígenas, mães solo, LGBTQIA+, Pessoas com Deficiência e de baixa renda. 

A primeira edição do projeto “Laboratório Garra!” acontece entre os meses de fevereiro e março de 2020 de forma online e gratuita. O projeto é um ambiente de formação voltado para pessoas interessadas em produção cultural, sobretudo da área da música. Além de um curso profissionalizante de maior duração com a produtora e idealizadora do projeto Isadora Flores, serão realizadas sete oficinas gratuitas de temas variados com profissionais atuantes da cena cultural: Bina Zanette, Brenda Santos, Carolina Wanderley, Gilmar Kaminski, Helena Sofia, Julie Fank e Luana Angreves.

As inscrições estão acontecendo pela página: www.lnk.bio/garralab, e vão até dia 29 de janeiro para o curso profissionalizante, e para as outras oficinas se estendem até dia 19 de março de acordo com o calendário de Oficinas. 

O curso de maior duração – com carga horária de 21h – dará direito ao registro profissional de “Diretor/a de Produção” emitido pelo SATED-PR (os custos com o Registro serão cobrados pelo SATED/PR). Terão prioridade nas inscrições agentes culturais com idade entre 16 e 25 anos, pretos, pardos, indígenas, mães solo, LGBTQIA+, Pessoas com Deficiência e de baixa renda. O projeto tem incentivo da Fundação Cultural de Curitiba, através da Lei de Incentivo à Cultura do Município e da Lei Aldir Blanc – Lei Federal de Emergência Cultural (Lei que dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública).

O nome do projeto, “Garra!” é um convite para agentes culturais que batalham na cena independente e são profissionais iniciantes, muitas vezes alheios às políticas de incentivo à cultura. O “Laboratório Garra!” também oferece a oportunidade para que mais pessoas tenham acesso a conteúdos de formação e direito a um registro profissional.

INFORMAÇÕES SOBRE AS OFICINAS
As inscrições para o Curso e todas as Oficinas acontecem pelo link: www.lnk.bio/garralab

1. “Curso de Produção” com a produtora Isadora Flores e participação de Gilmar Kaminski e Carolina Wanderley.
MÓDULO I: Leis de Incentivo, preparação de projetos, Mecenato Subsidiado e Lei Municipal de Incentivo de Curitiba)”
04 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h
11 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h
18 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h
MÓDULO II: Profice – Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Paraná”
04 de março de 2021, das 09h às 12h
MÓDULO III: Lei Federal de Incentivo à Cultura”
18 de março de 2021, das 09h às 12h

2. Oficina: “Aspectos jurídicos básicos da produção cultural” com a advogada e consultora em direitos culturais e propriedade intelectual Carolina Wanderley (São Sebastião Cultura e Propriedade Intelectual)
20 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h

3. Oficina: “Sonorização para produtores”, com a Produtora, cantora e compositora Helena Sofia (Estúdio Old Cat) – Dia 27 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h

4. Oficina: “Uma festa de verdade! – Produção Cultural como laboratório de Experiências”, com a produtora cultural, criativa e pesquisadora Brenda Santos (Um Baile Bom)
Dia 06 de março de 2021, das 09h às 12h

5. Oficina: “NEM TUDO SÃO LIKES: da superfície à profundidade da comunicação digital”, com a comunicadora, seletora musical e ativista Luana Angreves (Cliteriosa)
Dia 13 de março de 2021, das 09h às 12h

6. Oficina: “Curadoria para projetos de música”, com a produtora e curadora Bina Zanette (Santa Produção)
Dia 13 de março de 2021, das 14h às 17h

7. Oficina: “Gestão administrativa e prestação de contas de projetos culturais”, com o produtor cultural e técnico em contabilidade Gilmar Kaminski (Flutua Produções)
Dia 20 de março de 2021, das 09h às 12h

8. Oficina: “Escrita para quem se (in/e)screve” com a escritora, professora e artista visual Julie Fank (ESC. Escola de Escrita)
Dia 27 de março de 2021, das 09h às 12h

Inscrições: https://lnk.bio/garralab

Ficha Técnica:
Coordenação: Isadora Flores
Coordenação de Produção e Gestão Financeira: Gilmar Kaminski
Produção Executiva: Vi Gabarda
Ministrantes: Isadora Flores, Bina Zanette, Helena Sofia, Julie Fank, Carolina Wanderley, Brenda Santos, Luana Angreves e Gilmar Kaminski
Videos: Alan Raffo
Design Gráfico: Brenda Santos
Assessoria de Imprensa: Luisa Bonin e Thays Cristine – Platea Comunicação e Arte
Realização: Isadora Flores I Produtora
Produção: Flutua Produções
Apoio: SATED-PR

PROJETO REALIZADO COM RECURSOS DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA, DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA E DO MINISTÉRIO DO TURISMO.

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA AS OFICINAS DO GRIOT – III FESTIVAL DE CINEMA NEGRO CONTEMPORÂNEO

Concurso de críticas irá premiar 1° e 2° lugar com R$ 300 e R$ 200 reais respectivamente

Já estão abertas as inscrições para as oficinas do Griot – III Festival de Cinema Negro Contemporâneo. Serão três oportunidades formativas com o intuito de valorizar o processo criativo do audiovisual, direcionando profissionais com mais profundidade do que se passa e ouve na tela. A oficina ministrada pelo crítico e curador Fabio Rodrigues Filho, promoverá um concurso de críticas com premiação para o primeiro e segundo lugar.

A oficina “Uma Conversada Inacabada com Imagens” é apoiada pela Associação de Vídeo e Cinema do Paraná (AVEC – PR) e é destinada somente para residentes do Paraná. E tem o objetivo de estimular novos criadores do estado a falar sobre cinema. A proposta segundo, Filho, é “abordar a crítica como lugar de conversa com os filmes, entre imagens e pessoas, e entre cinema e as coisas do mundo – reconhecendo as partes em diálogo como agentes ativos”.

As oficinas “Produção audiovisual para mídias digitais”, ministrada por Caio Franco, e “Como o som se articula no cinema”, ministrada por Evelyn Santos, são para interessados de todo o Brasil. As três oficinas possuem vagas preferenciais para pessoas negras ou indígenas.

As inscrições são gratuitas e vão até 4 de dezembro. As oficinas têm início no dia 12 de dezembro e fazem parte do Griot – III Festival de Cinema Negro Contemporâneo que acontece de 11 a 20 de dezembro de 2020. O evento é gratuito e contemplará todo o Brasil, promovendo as narrativas da atuação, realização, e produção do audiovisual negro.

A programação completa está disponível no site do Festival, incluindo as atividades que acontecem simultaneamente no evento.

O Griot – III Festival de Cinema Negro Contemporâneo tem o apoio da TODESPLAY, Olhar Distribuição, O2 Pós, Mubi, Projeto Paradiso, AVEC-PR, ABRACCINE. Incentivo da Celepar e Ebanx. Projeto realizado com apoio do programa de apoio e incentivo à cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Serviço:
Realização: Cartografia Filmes
Oficinas do Griot – III Festival de Cinema Negro Contemporâneo.
Inscrições até o dia 4 de dezembro.
Inscreva-se gratuitamente, aqui

Sobre o Festival Griot
O Griot – Festival de Cinema Negro Contemporâneo começou em 2018 como Mostra de Cinema Negro Brasileiro, com o objetivo de criar um espaço onde pudessem exibir filmes pensados, realizados e protagonizados por pessoas pretas em território nacional. Nas edições anteriores foram exibidos com lotação máxima de público 61 curtas, dois longas e um média. As edições aconteceram com financiamento coletivo.
www.festivalgriot.com.br

Sobre a Associação de Vídeo e Cinema do Paraná – AVEC – PR
A AVEC-PR tem sua origem no final da década de 70, com o surgimento em Curitiba do movimento de produção em cinema Super 8, com os festivais nacionais da Escola Técnica, com o núcleo de realizadores da Cinemateca, e finalmente com o movimento Vídeo-Vive, já nos anos 90.

Nessa sua trajetória a AVEC se destacou por ser a principal interlocutora dos produtores de cinema e vídeo paranaenses junto às esferas municipais e estadual na área da cultura.

Conheça a AVEC-PR

Sobre Fabio Rodrigues Filho
Atua na crítica, curadoria, pesquisa e realização em cinema. Mestrando em comunicação na UFMG. Graduou-se na mesma área na UFRB. Membro dos grupos Áfricas nas Artes (Cahl/UFRB) e Poéticas da Experiência (UFMG). Cineclubista, participou do Cineclube Mário Gusmão, Cine Tela Preta e do Cinema em Vizinhança. Compôs a comissão de seleção de festivais, mostras e laboratórios, a exemplo do FestCurtasBh (2019/2020), Diáspora Lab (2018), FIANB (Festival Internacional do Audiovisual Negro do Brasil, 2020), entre outros. Atualmente faz parte da equipe de curadoria do IX CachoeiraDoc, festival junto ao qual vem contribuindo ao longo dos últimos anos.

Sobre Evelyn Santos:
É formada em Produção de Áudio e Vídeo, Operação de Som e Direção Cinematográfica. Trabalha há quatro anos com Captação de Som direto, Microfonista e Assistente em diversas produções que já rodaram em vários festivais. Dirigiu seu primeiro curta-metragem ”Dádiva”.

Sobre Caio Franco:
Caio Franco é cineasta e fotógrafo. Após se formar em comunicação pela PUC-Rio, trabalhou em produtoras como assistente de produção e assistente de pesquisa até 2015, quando começou a trabalhar no canal Jout Jout Prazer, no youtube. Seu primeiro filme, Antes de Ontem, rodou por diversos festivais no Brasil em 2019.

PALESTRA INAUGURAL – O MÉTODO EM MARX

Terça-feira, 3 de março, em Curitiba, no miniauditório da UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Inscrições gratuitas.

“Palestra de abertura do curso de extensão “Leituras d’O Capital”.

Palestrante: Professor Claus Germer, departamento de economia da UFPR.

Curso de extensão – Leituras d’O Capital (2020)
Oficina gratuita de leitura dos 3 livros, com encontros quinzenais:

Livro 1: segundas (UTFPR/CENTRO), início 09/03
Livro 2: terças (UFPR/BOTÂNICO), início 10/03
Livro 3: quartas (UFPR/BOTÂNICO), início 11/03

Inscrições gratuitas: aqui

Mais informações:
leiturasdocapital@gmail.com
www.facebook.com/circmarx

Serviço:
Palestra inaugural – O método em Marx
Local: Miniauditório UTFPR Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Av. Sete de Setembro, 3165 – Rebouças, Curitiba
Data: 3 de março, terça-feira, das 19:00 às 22:00
Entrada gratuita
Página do evento, aqui
Organizado por Círculo Marx

I FESTIVAL CORPO, EXPRESSÃO E MOVIMENTO (CEM) / UFPR / PONTAL DO SUL-PR

O I Festival Corpo, Expressão e Movimento (CEM) acontece dia 26 de outubro (sábado), das 11h às 17h,  no Centro de Estudos do Mar da Universidade Federal do Paraná, localizado nos balneários de Pontal do Sul e Mirassol, município de Pontal do Paraná. Mas terá ônibus gratuito partindo de Curitiba.

Evento gratuito para alunos, servidores e comunidade. 

O Festival é organizado pelo Núcleo de Saúde Mental da Pró Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), em parceria com o Projeto (In)gresso, a Liga Acadêmica de Práticas Integrativas e Suplementares (LAPIS), a Faculdade Espírita, o Curso de Terapia Ocupacional da UFPR e a Direção do Campus Pontal do Paraná (CPP).

O evento destinado a estudantes, servidores do Campus Pontal do Paraná (CPP) e moradores da região, terá como objetivo o desenvolvimento e instrumentalização dos participantes quanto a práticas ligadas à medicina tradicional e alternativa, de modo que as pessoas consigam realizar posteriormente estas práticas no seu cotidiano.

Assim, no dia 26 de outubro de 2019, das 11h00min às 17h00min, propõe-se um sábado diferente para o Centro de Estudos do Mar (CEM), com a realização de um Festival gratuito contando com atendimentos gratuitos à comunidade, palestras, oficinas e vivências.

Os atendimentos gratuitos à comunidade, envolvem práticas de auriculoterapia, cromoterapia, reflexologia das mãos, reiki e autoreflexologia. Para participar dos atendimentos, não é necessário inscrição anterior.

As oficinas envolvem práticas de horta, alimentação consciente, meditação, arteterapia, rodas de conversa para estudantes calouros, qi gong, hatha yoga e dançaterapia.

A inscrição na palestra e oficinas deverá ser realizada anteriormente através deste link – O período de inscrição nas oficinas é de 14 a 24 de outubro de 2019.

Participem desta grande festa de autocuidado, cultura e integração!

Mais informações: 
www.prae.ufpr.br / (41) 3888-7777

fonte

PASSEIO AUDIOVISUAL – INVESTIGAÇÕES AUDIOVISUAIS PELO CENTRO DE CURITIBA

Passeio Audiovisual é uma oficina de realização audiovisual com sessões teóricas e práticas de direção de arte, direção de fotografia e realização visando a construção de narrativas fílmicas pelo centro de Curitiba. 

Os vídeos produzidos pelos alunos serão exibidos em uma mostra pública no Cine Passeio e no SESI Paula Gomes.

A oficina acontece de 17/09 à 31/10 todas as terças e sextas das 18:30 às 22:00 no Cine Passeio (60h) e é gratuita mediante seleção.

Os interessados devem realizar inscrição até o dia 10/09. A oficina é aberta à todas as pessoas acima de 16 anos. São 30 vagas.

O resultado da seleção sai no dia 11/09. Mais informações no email: passeioaudiovisual@gmail.com e/ou na fanpage, aqui

1ª OFICINA GRATUITA DOS 4 ELEMENTOS DO HIPHOP NO PAROLIN

“Seja bem vindo, e gratidão pelo interesse!

O HIPHOPMOVE é uma associação que nasceu em Agosto deste ano, e tem como objetivo alterar a realidade da comunidade através da arte, oferecendo Oficinas dos 4 elementos do HipHop para Crianças a partir de 08 anos de idade, até Jovens de 16 anos.

As oficinas fazem parte de um projeto de movimento itinerante, ou seja, as oficinas podem acontecer em qualquer lugar do Brasil e do Mundo.

No dia 07 e 08 de Setembro estaremos oferecendo Oficinas para a comunidade do Parolin, nossa equipe é composta por Voluntários Remunerados que tem afinidade e vivem a Cultura do HipHop, e acreditam que a arte pode alterar a realidade da comunidade.

Se você se identifica e gostaria de ensinar sua arte para crianças e jovens, ou ajudar na realização com produção e logística do evento, preencha o formulário, e venha somar conosco, neste link

As oficinas são oferecidas de graça para a comunidade, e este evento é financiado através da captação de recursos feita pelos próprios membros da associação HIPHOPMOVE.

A remuneração dos Voluntários existe com a intenção de valorizar o trabalho e a arte oferecida, pois a maioria dos envolvidos no projeto são Artistas independentes.

>>>> Cronograma das Oficinas: <<<<<
DIA 07 DE SETEMBRO PELA MANHÃ
09:00 – 09:30: CAFÉ DA MANHÃ COM RODA DE CONVERSA ABERTA E INSCRIÇÕES:
* Recepção dos Pais e Crianças
——————————————

09:30 – 10:30: RODA DE CONVERSA COM PAIS E ALUNOS:
* Apresentando os Artistas Presentes na equipe, seus talentos e as Oficinas que serão oferecidas.
* Teórica: A História do HIPHOP.
* Educando e Conscientizando crianças através da Cultura de rua.
* Na Prática: Utilizando o HIPHOP como ferramenta de liberdade de expressão e inclusão social.
——————————————

11:00 – 12:00:
INSCRIÇÃO PARA AS OFICINAS QUE ACONTECERÃO NA PARTE DA TARDE

>>>>>ATENÇÃO<<<<<

Limite de 7 crianças por turma, oferecendo preferência para os que chegarem primeiro.

Uma criança poderá se matricular em apenas 2 modalidades no máximo.

Caso aconteça a Lotação das Oficinas, o Aluno ficará na lista de espera para próxima edição das Oficinas que tem previsão de acontecer dentro de 15 dias.
——————————————

DIA 07 DE SETEMBRO PELA TARDE:
14:00 – 15:30: OFICINA DE RAP (RITMO E POESIA)
* Teórica: Rappers e Poetas ao longo da história
* Poesia, Métrica e rima
* Ritmo e Flow
* Aprendendo a Improvisação (técnica de freestyle)
* NA PRÁTICA: Batalha de Conhecimento (MC de improvisação) ou Compondo um RAP

OBS:
* O Aluno será livre para escolher quais das atividades práticas deseja realizar.
* O Aluno que apresentar facilidade na atividade prática será convidado para apresentar a arte que foi aprendida no dia seguinte.
* Se o número de Alunos MC’s for predominante, no dia seguinte acontecerá a Iº Batalha de Conhecimento dos Alunos do HIPHOPMOVE.
——————————————

14:00 – 15:30: OFICINA DE BREAKDANCE:
* Teórica: Cultura do Bboy e Bgirl
* Vídeos de Referências pelo mundo
* Toprock, Footwork, Power Moves, Freeze e outros
* Na prática: Coreografia

OBS:
* O Aluno que apresentar facilidade na atividade prática será convidado para apresentar a arte que foi aprendida no dia seguinte.
——————————————

15:30 – 16:00: LANCHE DA TARDE E RODA DE CONVERSA

Será oferecido Lanche para os Alunos durante a Roda de conversa, e será proposto os seguintes assuntos:

Apresentação do Aluno, e o que ele achou da experiência que teve na oficina ou que ainda terá (no caso dos alunos de DJ e GRAFFITI)

Conscientização, e suporte sobre como utilizar a sua arte como uma forma de liberdade de expressão, construção de caráter.
Será entregue um certificado de participação e um bride para cada Aluno.
——————————————

16:00 – 17:30: OFICINA DE GRAFFITI:
* Teórica: História e Conceitos
* Grafiteiros renomados
* Termos e gírias
* Técnicas de pintura
* Na prática: Desenhando e Pintando em um muro com Spray e tinta com auxílio dos professores.
——————————————

16:00 – 17:30: OFICINA DE DJ:
Com muita satisfação, o Profissional DJ Rodrigo Rodrigo foi o convidado dessa edição para ser o Instrutor da nossa Oficina de DJ!

Rodrigo é integrante ativo da cultura Hip Hop desde 2010, integrou e ajudou a fundar alguns grupos de RAP trabalhando como MC. Em 2012 fundou um Home estúdio próprio, e em 2013 Idealizou e ajudou a fundar o programa de rádio como “Sintonia RAP” na radio Vila Torres. Em 2015 se formou pela escola de Turntablism Capão House, e em 2016 ajudou a fundar o Projeto LAB Central. Atualmente vem se dedicando no seu trabalho solo como Beatmaker e tocando em festa locais.

Cronograma da Oficina de DJ:
* Teórica: História do Dj, Disc Jockey e Disco de Vinil
* Técnicas, Estilos e Influências
* Na prática: Movimento Back to Back (noção de tempo e produção)

OBS:
O Aluno que apresentar facilidade na atividade prática será convidado para apresentar a arte que foi aprendida no dia seguinte.
——————————————

COMO EU POSSO COLABORAR?
Se você se identificou com este evento e gostaria de estar fortalecendo, confira a lista de voluntários que estamos precisando, e preencha o formulário, entraremos em contato em breve!
No dia seguinte, 08 de Setembro, irá acontecer um evento com uma Batalha de Conhecimento com Alunos na chave, e MC’s experientes, Alunos de outras oficinas também irão apresentar o que foi aprendido em sala, e teremos uma Line Up de artistas independentes convidados que querem mostrar seus talentos!
Em breve disponibilizamos o link do evento do dia 08 de setembro!

Serviço:
Iº OFICINA GRATUITA DOS 4 ELEMENTOS DO HIPHOP NO PAROLIN
Data: Sexta, 7 de setembro,  09:00 às 18:00
Local: Vila Parolin, Curitiba
Mais informações, aqui
Confira a página do evento, neste link

OFICINAS GRATUITAS DE MARBLING E CRÍTICA DE ARTE SÃO REALIZADAS EM CASTRO NESTE SÁBADO

Ações educativas são promovidas pela exposição Infinitos Campos Gerais com o intuito de aproximar o público da arte contemporânea

A exposição coletiva Infinitos Campos Gerais, em cartaz na Fazenda Capão Alto, promove ações educativas para aproximar o público da arte contemporânea e suas diversas linguagens. Além de visitas guiadas para grupos escolares, quatro oficinas acontecem durante o período expositivo, todas gratuitas e com materiais inclusos. As primeiras ações ocorreram no dia 21 de abril, com cerca de 30 participantes. Neste sábado (5), será realizada a “Oficina Criativa de Crítica de Arte”, além da “Oficina de Marbling – Formas e texturas dos Campos Gerais”.

A oficina inicial será ministrada pela arte-educadora Shana Lima, das 10 às 13h. As vagas são limitadas a 20 participantes, com faixa etária a partir de 18 anos. “A intenção é oferecer espaço para a construção de processos de compreensão e interpretação da arte a partir de conversas, trocas, rodas, exercícios, leituras e investigações. O encontro alterna atividades teóricas e práticas, tendo como principal objetivo ampliar a conversação sobre a crítica de arte por meio da criatividade”, explica Shana.

A segunda atividade ocorre das 14h30 às 17h30, com a arte-educadora e artista Ana Paula Luz. São 20 vagas disponíveis, para participantes acima de  13 anos. “Marbling é uma técnica turca de pintura orgânica na superfície da água através do contato das tintas com suportes como o papel e o tecido. Nesta oficina, iremos explorar as texturas presentes na vegetação e nas rochas dos Campos Gerais e reproduzir em Marbling estampas em papel”, conta Ana Paula.

Para facilitar a acessibilidade ao local, será disponibilizado transporte gratuito saindo da praça João Gualberto até a Fazenda Capão Alto, por meio de van, às 9h30 e às 14h. As inscrições devem ser realizadas pelo e-mail infinitoscamposgerais@gmail.com, informando nome, RG, telefone e se necessita de transporte. O ingresso para entrada na Fazenda Capão Alto custa R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia). As informações completas estão disponíveis no site do projeto.

Visitação
A exposição segue em cartaz até o 27 de maio de 2018, com visitação de terça a domingo, das 9h às 17h30, para públicos de todas as idades. A ocupação artística temporária apresenta obras de sete artistas visuais curitibanos: Constance Pinheiro, Fran Ferreira, Gio Soifer, Marcos Frankowicz, Maria Baptista, Ricardo Leiva e Willian Santos. Os trabalhos utilizam linguagens como pintura, instalação e intervenção.

A curadoria teve como base o conceito do site­-specific, uma abordagem em que as obras dialogam diretamente com o ambiente em que estão inseridas, seja o espaço construído, a natureza ao redor ou mesmo as camadas históricas, sociais, econômicas e simbólicas presentes no local. Segundo a coordenação do projeto, a escolha da Fazenda Capão Alto enquanto lugar específico também é um convite para se discutir a arte contemporânea em seus cruzamentos com a história, ecologia, patrimônio material e imaterial.

Infinitos Campos Gerais
Site | Instagram | Facebook