PROJETO CURITIBANO QUE ESTIMULA LEITURA E DOAÇÃO DE LIVROS BUSCA PARCERIAS PARA AMPLIAR AÇÕES

Freguesia do Livro cria pontos de leitura e estimula troca de obras gratuitamente. Organização quer que livros doados cheguem em locais onde as pessoas não têm acesso à leitura

Receber e doar livros, criar pontos de leitura, formar novos leitores e promover ações colaborativas são os principais objetivos do projeto curitibano Freguesia do Livro. A organização social está buscando parcerias para manter e ampliar as ações desenvolvidas, e, especialmente, fazer com que os livros doados cheguem aonde as pessoas não têm acesso à leitura. A meta é ter apoio para manter mais de 180 pontos de leituras ativos em Curitiba e região, por onde circulam pelo menos 2000 livros.

Fundada em 2011 por duas amigas apaixonadas por livros, a primeira biblioteca comunitária surgiu em uma escola na Vila Zumbi dos Palmares, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Desde então, alunos, funcionários e clientes de mais de 500 pontos de leituras criados em escolas, instituições beneficentes, bares, restaurantes, clínicas, entre outros foram beneficiados pelo projeto que já recebeu e doou mais de 90 mil livros.

Segundo Angela Duarte, idealizadora do projeto, a circulação de livros em pontos comerciais da cidade tem uma função ainda mais nobre, a de “tornar a Freguesia conhecida para que mais livros sejam doados e mais pessoas, com acesso limitado à leitura, possam ser beneficiadas”, ressalta.

Ainda de acordo com Josiane Bibas, também fundadora da Freguesia, a iniciativa propõe uma livre circulação literária que coloca livros em movimento, incentivando a leitura para todos em todos os lugares. “Como todo o trabalho é feito de forma voluntária e gratuita, buscamos apoio para dar continuidade a esse trabalho de transformação pela leitura”, conta.

Quando recebidos, os livros são higienizados e organizados em caixas, de acordo com o perfil do público do local que receberá o acervo. Para se cadastrar como um ponto de leitura ou fazer uma doação financeira ou de livros ou ajudar o projeto de outras formas, basta acessar o site da Freguesia na aba Participe e também a página www.apoia.se/freguesiadolivro

As coordenadoras da Freguesia do Livro: Josiane Mayr Bibas, Ângela Marques Duarte, e a voluntária Gabriela Carvalho.

Serviço
Participe da Freguesia do Livro
Informações:
– www.freguesiadolivro.com.br/participe/
– www.apoia.se/freguesiadolivro

CATÁLOGO DO SEBINHO #01 (DIA 03 DE JUNHO DE 2021)

#CatálogoDoSebinho #01 (dia 03 de junho de 2021)

Receba os livros do Sebinho FATO Agenda em casa via correios. Taxa de entrega para todo país: R$10,00 (por livro). Com opção de retirada (livre de taxa, lógico) no bairro Orleans, em Curitiba. Entregamos um dia por semana (sem taxa) no centro de Curitiba, combine. Pagamento via app MercadoPago, Pix, Nubank, PicPay, cartão crédito/débito, boleto e/ou transferência bancária. Combine por whats: 41 99745-5294 (leandro).

Títulos da foto (dia 03 de junho de 2021):

Livro 01: CONTOS REUNIDOS / NEWTON SAMPAIO. Imprensa Oficial do Paraná. Curitiba. 2001. 1ª reimpressão. 120 páginas. Preço: LIVRO VENDIDO.

Livro 02: RODIN. Autor: Rainer Maria Rilke / Tradução: Daniela Caldas. Tradução de: Auguste Rodin. Editora Relume Dumará. Rio de Janeiro. 1995. 2ª edição. 149 páginas. Preço: LIVRO VENDIDO.

Livro 03: A PRAGMÁTICA NA FILOSOFIA CONTEMPORÂNEA. Autor: Danilo Marcondes. Editora Zahar. Rio de Janeiro. 2005. 1ª Edição. 64 páginas. Preço: R$16,50.

Livro 04: JUSTINO, O RETIRANTE. Autora: Odette de Barros Mott. Ilustrações de Marcelo Campos. Atual Editora. São Paulo. 46ª Edição. 2009. 144 páginas. Preço: R$16,90.

Temos centenas de livros à pronta-entrega, consulte via whats 41 99745-5294. Também temos loja virtual, se interessar:
– Instagram (catálogo com livros e discos): www.instagram.com/sebinhofatoagenda
– Loja virtual de livros mais raros (no mercado livre): https://bit.ly/2pWvbU2
– Discos de vinil: https://bit.ly/3iNp5fM

– Blogue de vagas de emprego: www.fatoagenda.com.br 


ESCRITOR VALÊNCIO XAVIER SERÁ TEMA DE DEBATES NESTA SEMANA

Evento extra do projeto Leituras Urbanas debate o livro “O Mez da Grippe” do escritor Valêncio Xavier; mediação será feita pelo ator, produtor e contador de histórias Cristiano Nagel

Encontros gratuitos incentivam a escrita e estimulam o gosto pela leitura

O projeto cultural “Leituras Urbanas: Literatura nas Ruas da Cidadania” – que desde novembro do ano passado se dedica a incentivar a escrita e o hábito da leitura no país de maneira virtual – acaba de ganhar mais uma atividade extra.

Trata-se de um Ciclo de Leituras em que será debatido o livro “O Mez da Grippe” do escritor Valêncio Xavier. Serão cinco encontros que começam hoje (dia 24) e vão até o dia 28 de maio, sempre às 19h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através deste link. A mediação será feita pelo ator, produtor e contador de histórias Cristiano Nagel.

Para participar, não é necessário leitura prévia e nem qualquer conhecimento anterior sobre o autor ou a obra. Basta gostar de livros, leitura e histórias. Quem desejar receber um certificado da organização precisa ter frequência mínima de 75% nos encontros.

Enredo
Publicado numa brochura em 1981, “O Mez da Grippe” é uma novela que tem, a princípio, o objetivo de narrar o período em que ocorreu o surto da gripe espanhola em Curitiba – do final de outubro ao início de dezembro de 1918; época em que também se desenrolava o fim da Primeira Guerra Mundial.

Parte do enredo é formado por uma mescla entre recortes de jornais, fotografias, depoimentos de sobreviventes, anúncios, quadras eróticas, colagem, deslocamentos temporais, absurdo, ironia, comicidade. Tudo escrito pela mão firme de Valêncio Xavier que, como poucos, alcançou excelência no tratamento da fragmentação.

Sua obra depura e atualiza o Nouveau Roman [movimento literário francês dos anos 1950 que diverge dos gêneros literários clássicos] e o coloca ao lado de escritores consagrados como Osman Lins, Julio Cortázar e outros.

Perfil
Valêncio Xavier nasceu em São Paulo, em 1933. Foi colaborador dos jornais Gazeta do Povo e Folha de S. Paulo. Também trabalhou na realização de filmes, vídeos e programas de televisão.

O livro “O Mez da Grippe” ganhou o Prêmio Jabuti de melhor produção editorial em 1999. O autor morreu em dezembro de 2008 por complicações de pneumonia.

O projeto “Leituras Urbanas: Literatura nas Ruas da Cidadania” foi viabilizado pelo Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura Municipal de Curitiba com auxílio da UNINTER e Instituto Joanir Zonta.

Serviço
O que: Ciclo de Leitura para debater a obra “O Mez da Grippe” do escritor Valêncio Xavier, com mediação de Cristiano Nagel.
Quando: Dias 24, 25, 26, 27 e 28 de maio, às 19h.
Quanto: As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site https://urbanasleituras.wixsite.com/leiturasurbanas/ciclos-de-leitura-on-line

Crédito das fotos e arte. Divulgação. Relacionamento com a imprensa
www.urbanasleituras.wixsite.com/leiturasurbanas
Mem & Mem Comunicação

João Alécio Mem – 41.99124-9748. E-mail: joaoalecioassessoria@gmail.com
Marlise Groth Mem – 41.99908-0511. E-mail: marliseassessoria@gmail.com
Jornalismo / Assessoria de Imprensa / Consultoria em Comunicação e Eventos / Produção e Revisão de Conteúdo

CANAL “HISTÓRIAS DA AILÉN” ESTREIA PROGRAMAÇÃO INÉDITA COM CONTAÇÕES DE HISTÓRIAS DE AUTORES CURITIBANOS

Canal “Histórias da Ailén” estreia programação
inédita com contações de histórias de autores curitibanos

O projeto, idealizado pela artista Ailén Roberto, reunirá 10 contações de histórias de livros escritos por autores curitibanos com tradução para libras e bate-papos sobre literatura para crianças.

Já que não podemos sair de casa, que tal viajar pelas histórias de autoras e autores de Curitiba? Esse é o convite do projeto inédito “Curitiba – literatura e histórias”, que acontecerá de 05 a 24 de abril de 2021 através do canal do YouTube Histórias da Ailén. Ao todo, serão publicadas 10 contações de histórias inéditas com tradução para libras e bate-papos online com os autores participantes.

A curadoria dos livros que integram o projeto foi realizada pela atriz e contadora Ailén Roberto a partir do acervo do Coletivo Era Uma Vez, grupo colaborativo de escritores e ilustradores de literatura infantil e juvenil, que produz em Curitiba para leitores de toda parte do mundo. “Eu já tinha uma aproximação com alguns autores do Coletivo Era Uma Vez, mas a partir deste projeto pude conhecer a fundo a produção dos autores e ilustradores contemporâneos de Curitiba que se dedicam com muita seriedade e sensibilidade à literatura para crianças. O projeto tem o objetivo de criar uma ponte entre os autores e os pequenos leitores / espectadores por meio das novas tecnologias”, explica a atriz Ailén Roberto.

As histórias selecionadas apresentam diferentes personagens e paisagens: de leão mandão que só sabe dizer não que surge por meio das rimas da escritora Delma Maria Lucchin no livro “Onde tem ão tem confusão” à delicadeza de uma menina que tenta desvendar os mistérios do amor e do mar no livro “Coração Submarino”, do escritor Lucas Buchile. Diferente do mundo real, a imaginação não tem limites geográficos nem pandêmicos.

Além disso, a programação do projeto “Curitiba – Literatura e histórias” realizará bate-papos com os autores dos livros nos dias 10, 17 e 24 de abril no formato live através do canal Histórias da Ailén. “Essa é uma forma de dialogar com crianças, pais e educadores sobre a produção literária da nossa cidade. ”, considera Ailén Roberto, que também fará a mediação dos encontros.

No dia 26 de março de 2021, o projeto já promoveu uma oficina formativa para os professores da rede municipal de ensino de Curitiba ministrada pelo Prof. Dr. Cleber Fabiano sobre Literatura Moderna Infantil e no dia 09 de abril de 2021 realizará a oficina “Poemagia, Poesia e Infância”, que será ministrada pela Adriana Barretta Almeida ação está também voltada para os professores da rede municipal de ensino.

Ficha Técnica
Direção, atuação e roteiro: Ailén Roberto
Captação e edição de imagens: Daniel Santoro
Tradução para libras: Fluindo Libras (Viviana Rocha)
Produção: Surya Roberto
Designer gráfico: Gabriel Rischbieter
Web designer: Penta Kill
Assessoria de imprensa e redes sociais: Larissa de Lima
Apoio: Coletivo “Era uma vez”
Coordenação Coletivo Era Uma Vez: Josiane Mayr Bibas
Realização: Colorín Colorado Produções Artísticas

Serviço
Curitiba – literatura e histórias
> Contações inéditas e bate-papos com autores curitibanos disponibilizados gratuitamente no canal do YouTube Histórias da Ailén.

Programação Completa | De 05 a 24 de abril de 2021

Contação: Onde tem ão tem confusão
Autora: Delma Maria Lucchin
Quando? 05 de abril às 11h

Contação: À espera do Sol
Autora: Rapha Nunes
Quando? 07 de abril às 11h

Contação: Cheiros
Autora: Celia Cris Silva
Quando? 09 de abril às 11h

Bate-papo: Célia Cris Silva, Ana Rapha Nunes e Delma Maria Lucchin
Mediação: Ailén Roberto
Quando? 10 de abril às 19h

Contação: A coceira de Bartolomeu
Autora: Josiane Mayr Bibas
Quando? 12 de abril às 11h

Contação: Pitico e a Gata Branca
Autora: Rosy Greca
Quando? 14 de abril às 11h

Contação: O ovo do bolo
Autora: Marilza Conceição
Quando? 16 de abril às 11h

Bate-papo: Marilza Conceição, Rosy Greca e Josiane Mayr Bibas
Mediação: Ailén Roberto
Quando? 17 de abril às 19h

Contação: Passarinho às oito e pouco
Autora: Jaqueline Conte
Quando? 19 de abril às 11h

Contação: Coração Submarino
Autora: Lucas Buchile
Quando? 21 de abril às 11h

Contação: Meu amigo Boris
Autora: Veronica Fukuda
Quando? 22 de abril às 11h

Contação: Viagem pelo Jardim
Autora: Álvaro Posselt
Quando? 23 de abril às 11h

Bate-papo: Álvaro Posselt, Veronica Fukuda, Lucas Buchile e Jaqueline Conte
Mediação: Ailén Roberto
Quando? 24 de abril às 18h

Instagram: @historiasdaailen
Facebook: https://www.facebook.com/historiasdaailen
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCAz42sUWVKaC3rpZo97E5-g

Assessora de Imprensa: Larissa de Lima | 41-98510-6389. Crédito fotografia:  Daniel Santoro

PROJETO REALIZADO COM RECURSOS DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA, DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA E DO MINISTÉRIO DO TURISMO.

TODAS AS INFORMAÇÕES CONSTANTES NESTA OBRA SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DO AUTOR.

SEBINHO FATO AGENDA

Sebinho FATO Agenda é a loja de livros e discos que ajuda financiar o blogue FATO Agenda.

– Instagram (catálogo com livros e discos): https://instagram.com/sebinhofatoagenda
– Loja virtual de livros mais raros (no mercado livre): https://bit.ly/2pWvbU2
– Discos de vinil: https://bit.ly/3iNp5fM
– Fanpage: https://facebook.com/sebinhoFATOagenda

Temos centenas de livros e discos à pronta-entrega, consulte nosso acervo via insta e/ou whats 41 99745-5294 (com Lelê).

FRETE: Receba nossos livros em casa, via correios. Taxa de entrega: R$10,00 (por livro), válida para todo Brasil. Com opção de retirada (livre de taxa, lógico) na Travessa Isaacson Chinasso, número 37, bairro Orleans, em Curitiba.

PAGAMENTO via app MercadoPago, Pix, Nubank, PicPay, cartão crédito/débito, boleto e/ou transferência bancária.

DOCUMENTÁRIO HISTÓRIA DO BRASIL (BORIS FAUSTO)


“História do Brasil” é um livro escrito pelo historiador brasileiro Boris Fausto, cuja visão é narrada neste arquivo da TV Escola. O livro reflete a perspectiva de várias instituições brasileiras, com destaque para o Concurso de Admissão à Carreira Diplomática (CACD), que adotou o livro em sua bibliografia obrigatória do Guia de Estudos até o ano de 2010. 

Este arquivo — rico em depoimentos e documentos — foi disponibilizado originalmente em sete episódios pela emissora.

Fonte: TV Escola
Fonte: Fabiano Borges

INAUGURAÇÃO LOJA DAS PULGAS ::: 12 DE MARÇO/2021

Respeitando as normas e precauções contra a Covid, a Loja das Pulgas inaugura sua nova loja nesta sexta-feira, dia 12. O novo endereço é Rua Padre Francisco Chylaszek, 669 – Cidade Industrial De Curitiba, em Curitiba – a 300 metros da antiga loja. 

Bazar de roupas, decoração, móveis usados, eletrodomésticos, brinquedos, livros, móveis antigos, antiguidades, discos de vinil, e outras variedades.

A inauguração será nesta sexta-feira, 12 de março, das 9 às 18h, e continua sábado, das 9 às 13h. A loja das pulgas comercializa as doações da Ong Amigo Animal – que cuida de mais de mil animais resgatados.

Saiba mais:
LOJA DAS PULGAS – Tudo para sua casa, só que mais barato!
Fanpage: Loja das Pulgas
Instagram: www.instagram.com/lojadaspulgas29
– Endereço novo: Rua Padre Francisco Chylaszek, 669 – Cidade Industrial De Curitiba, Curitiba-PR, Cep: 81280-030 – Jardim Gabineto, em Curitiba. Próximo a Igreja do Orleans, Santuário Nossa Senhora do Equilíbrio, BR-277, essa região.

ASSOCIAÇÃO DO AMIGO ANIMAL
Associação sem fins lucrativos (sediada em Curitiba) que abriga mais de 1000 cachorros resgatados e os encaminha castrados e vacinados para adoção responsável.
site: www.amigoanimal.org.br
e-mail: amigoanimal@amigoanimal.org.br
facebook:

Amigo Animal
instagram: www.instagram.com/amigoanimalpr/

LIVE DE LAÇAMENTO DE UM CANTO ANAERÓBICO, DE WELLINGTON MÜLLER BUJOKAS

Live de lançamento do livro UM CANTO ANAERÓBICO, do Wellington Müller Bujokas. O lançamento será dia 6/3, sábado, às 17h, pelo Instagram da Quelônio: @editoraquelonio

O livro se constitui de um conjunto de poemas que exploram as possibilidades gráficas da página e a materialidade das palavras. Pode ser lido também como uma poema longo, dividido em três grandes partes (“Minha noção de mundo”, “Uma fábula de uma rosa e um narciso”, “Consciência quadrada”), com subdivisões internas. Os versos se dispõem em tamanhos e andamentos variados, em um estilo que envereda pela dicção paródica das vanguardas e da poesia moderna e também explora o branco das páginas, em diálogo com o concretismo. Posfácio de Roberto Medina. Capa de Júlia Contreiras.

Você pode adquirir o segundo livro do poeta Wellington Müller Bujokas através do site da Editora Quelônio.

Um canto anaeróbico
Wellington Müller Bujokas
Editora Quelônio
Gênero: Poesia
Capa: Julia Contreiras
Posfácio: Roberto Medina
ISBN: 978-65-87790-06-0
Formato: 21,5 x 15,6 cm
104 pp.
Valor:
– Preço normal: R$48.00.
– Preço promocional: R$36.00 (está com 25% de desconto por ser pré-venda)
Compra através do site da Quelônio, neste link

BAZAR LOJA DAS PULGAS / AMIGO ANIMAL

Se você tem itens na sua casa que não usa mais, doe para a Amigo Animal. As doações serão vendidas no bazar Loja Das Pulgas e assim a Amigo Animal consegue recursos para cuidar dos mais de 1000 cachorros resgatados e assistidos pela ong.

A associação recolhe doações em Curitiba e região, é só ligar ou mandar whats e combinar com o Junior: 41 99918-7040. 

Saiba mais:
LOJA DAS PULGAS:
fanpage: www.facebook.com/lojadaspulgas
instagram: www.instagram.com/lojadaspulgas29
– Endereço atual: Loja das Pulgas, Rua Padre Paulo Warcokz, 29, Jardim Gabineto, em Curitiba. Próximo a igreja do orleans, BR 277. Atendimento de segunda a sexta, das 8h às 18h. Sábado das 8h às 13h.

– Endereço novo (em breve): Rua Padre Francisco Chylaszek, 669 – Cidade Industrial De Curitiba, Curitiba-PR, Cep: 81280-030

ASSOCIAÇÃO DO AMIGO ANIMAL 
Associação sem fins lucrativos (sediada em Curitiba) que abriga mais de 1000 cachorros resgatados e os encaminha castrados e vacinados para adoção responsável.

site: www.amigoanimal.org.br
e-mail: amigoanimal@amigoanimal.org.br
facebook: @AmigoAnimalCaes
instagram: www.instagram.com/amigoanimalpr/

fonte

UM CANTO ANAERÓBICO / WELLINGTON MÜLLER BUJOKAS

Copiamos texto e foto do site da Editora Quelônio

Você pode adquirir o segundo livro do poeta Wellington Müller Bujokas através do site da Editora Quelônio, aqui. O lançamento será dia 6/3, pelo Instagram da Quelônio

Um canto anaeróbico
Wellington Müller Bujokas
Editora Quelônio
Gênero: Poesia
Capa: Julia Contreiras
Posfácio: Roberto Medina
ISBN: 978-65-87790-06-0
Formato: 21,5 x 15,6 cm
104 pp.
Valor:
Preço normal: R$48.00.
Preço promocional:  R$36.00 (está com 25% de desconto por ser pré-venda)
Através do site da Quelônio, neste link

“Um canto anaeróbico é um conjunto de poemas ou de fragmentos poéticos que se entrelaçam em um longo poema, dialogando de maneira inventiva com a tradição épica, com as vanguardas e com a poesia concreta. Segundo livro de poemas do escritor e diplomata Wellington Müller Bujokas, combina a dicção de um épico abreviado, que pode ser lido de um só fôlego, a uma investigação pessoal sobre as dimensões formais da palavra poética, o sentido do vivido e os limites da comunicação verbal.

O conjunto reúne uma produção poética de alta voltagem experimental, conjugando a disposição dos signos verbais no espaço da página com um ritmo intenso e não musical. A poesia do autor promove a investigação minuciosa das palavras por meio de neologismos, polissemia, contrações e outras formas de renovação do léxico.

Os versos se dispõem em tamanhos e andamentos variados, em um estilo que envereda pela dicção paródica das vanguardas e da poesia moderna e também explora o branco das páginas, em diálogo com o concretismo.

A sonoridade desse canto poético contemporâneo inclui elementos da oralidade e contempla a visualidade experimental dos poemas, dispostos na página de acordo com o ritmo e com os efeitos de um verbo que se revela falho, mas sempre tateante, em busca de uma palavra original, mesmo que o sentido do que se diz não esteja clarividente.

A poética do autor traduz, por meio de procedimentos incomuns, temas de grande atualidade e ao mesmo tempo seculares: a relação do eu com o mundo, a (in)comunicabilidade, a subjetividade, o tempo, a memória, o padecimento, o sufocamento, a sobrevivência, a reflexão sobre o próprio fazer literário.

No posfácio, Roberto Medina destaca que, nessa poética, o esgarçamento da palavra é também o esgarçamento do mundo, um mundo a que os poemas se referem e que buscam traduzir, mas sem verdade cabal.

A edição da Quelônio procura intensificar o efeito visual dos poemas por meio de algumas soluções propostas pelo autor e que foram trabalhadas no projeto gráfico. O livro é impresso em off-set, com texto em preto e algumas ocorrências de pantone vermelho. Utilizou-se um carimbo para agregar uma terceira cor, o verde utilizado pelo autor em uma palavra de um dos poemas. Os 300 exemplares do livro foram carimbados, tornando cada exemplar único. A designer Júlia Contreiras utiliza as fontes Futura e Garamond para potencializar a visualidade e a legibilidade dos poemas, que investigam justamente o esgarçamento do signo verbal.

SOBRE O AUTOR:
Wellington Müller Bujokas nasceu em 1982 em Itararé (SP) e passou a infância em Barão de Antonina, interior de São Paulo. Na juventude, transferiu-se para Curitiba, onde se formou em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná. Posteriormente tornou-se diplomata e mudou para Brasília. Trabalhou em Astana (hoje Nur-Sultan) no Cazaquistão, e em Moscou. Atualmente mora em Baku, no Azerbaijão. É autor de Estudos (Travessa dos Editores, 2012). Um canto anaeróbico é seu segundo livro de poemas.