ESPETÁCULO DA VOZ AO JOVEM PARA FALAR DE AFETOS

“Nosso coração as vezes pesa, é incômodo, maior que o peito. As vezes treme quando não devia e não treme quando devia. Nosso coração é rebelde, indisciplinado, selvagem. As vezes parece, sobretudo, estranho”. Esta é a ideia norteia a encenação de “Love Fair

Voltado para o publico jovem, o espetáculo da Cia Poéticas (do Espírito Santo) trás testemunhos sobre o desejo escritos pelos próprios atores, que contracenam com corações de carne (de verdade) em um cenário de folhas cenas.

O espetáculo será apresentado pela Cia Poéticas da Cena Contemporânea, do Espírito Santo, no Auditório Brasílio Itiberê, as 20h do dia 31 de março em apresentação única. Os ingressos custam R$10,00 a meia, R$20,00 a inteira e R$5,00 a entrada promocional, para quem tem credencial do Festival.

É a terceira vez que a Cia Poéticas participa do FRINGE. Em 2017 trouxe “Alice Uma Quase Ópera Punk-rock Contemporânea” e em 2016 “Navalha na Carne”, “As Criadas”, “Romeu & Julieta” e “Quem tem medo de Plinio Marcos?”.  Neste ano, além de “Love Fair” a companhia também trás para o Festival, a peça infantil “Peter Pan”.

SERVIÇO:
O QUÊ: Espetáculo “Love Fair”
ONDE: Auditório Brasílio Itiberê – R. Mauá, 1100 – Alto da Glória, Curitiba
QUANDO: 31 de março as 20h
QUEM: Cia Poéticas da Cena  Contemporânea (Espírito Santo).
INDICAÇÃO: Livre.
DURAÇÃO: 16 min
QUANTO: R$10,00 a meia / R$20,00 a inteira / R$5,00 promocional
Ingressos disponíveis no site do Festival: aqui
MAIS INFORMAÇÕES: www.ciapoeticas.wixsite.com.br/lovefair

NEGRITUDE E HIBRIDISMO DO ESPÍRITO SANTO EMPRESTAM PERSONALIDADE À NOVA MONTAGEM DE PETER PAN

O Espírito Santo é um estado de misturas culturais marcantes. Há a forte presença de culturas de raiz, onde as ascendências negra e indígena  contrastam com as origens italiana e alemã.

Os jovens são especialmente marcados por estas misturas e as denunciam no seu semblante, corpo, em seu estilo e características cênicas, marcadas pelas culturas que trazem das periferias.

Desta vez a negritude e o hibridismo do Espírito Santo marcam a montagem de Peter Pan. Além de um Peter Pan e Wendy negros, o Rap onde os piratas se apresentam para o publico é um dos pontos altos, e completa a sonorização ao vivo constituída por narrativas, canções dos Beatles e cantigas populares tradicionais.

A direção é da atriz, encenadora e diretora da Cia Poéticas da Cena Contemporânea Rejane Arruda que, com formação pela Universidade de São Paulo, aposta em recursos como o jogo, a música e as brincadeiras com a plateia. É a terceira vez que a Cia Poéticas da Cena Contemporânea vem ao FRINGE.

SERVIÇO:
O QUÊ: Espetáculo “Peter Pan”
ONDE: TUC – Teatro Universitário de Curitiba – Travessa Nestor de Castro, s/nº Centro de Curitiba
QUANDO: 31 de março as 15h
QUEM: Cia Poéticas da Cena Contemporânea (Espírito Santo).
INDICAÇÃO: Livre.
DURAÇÃO: 50 min
QUANTO: R$10,00 a meia / R$20,00 a inteira / R$5,00 promocional
Ingressos disponíveis no site do Festival, aqui

Mais informações no site da peça: https://ciapoeticas.wixsite.com/peterpan