ESCRITOR VALÊNCIO XAVIER SERÁ TEMA DE DEBATES NESTA SEMANA

Evento extra do projeto Leituras Urbanas debate o livro “O Mez da Grippe” do escritor Valêncio Xavier; mediação será feita pelo ator, produtor e contador de histórias Cristiano Nagel

Encontros gratuitos incentivam a escrita e estimulam o gosto pela leitura

O projeto cultural “Leituras Urbanas: Literatura nas Ruas da Cidadania” – que desde novembro do ano passado se dedica a incentivar a escrita e o hábito da leitura no país de maneira virtual – acaba de ganhar mais uma atividade extra.

Trata-se de um Ciclo de Leituras em que será debatido o livro “O Mez da Grippe” do escritor Valêncio Xavier. Serão cinco encontros que começam hoje (dia 24) e vão até o dia 28 de maio, sempre às 19h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através deste link. A mediação será feita pelo ator, produtor e contador de histórias Cristiano Nagel.

Para participar, não é necessário leitura prévia e nem qualquer conhecimento anterior sobre o autor ou a obra. Basta gostar de livros, leitura e histórias. Quem desejar receber um certificado da organização precisa ter frequência mínima de 75% nos encontros.

Enredo
Publicado numa brochura em 1981, “O Mez da Grippe” é uma novela que tem, a princípio, o objetivo de narrar o período em que ocorreu o surto da gripe espanhola em Curitiba – do final de outubro ao início de dezembro de 1918; época em que também se desenrolava o fim da Primeira Guerra Mundial.

Parte do enredo é formado por uma mescla entre recortes de jornais, fotografias, depoimentos de sobreviventes, anúncios, quadras eróticas, colagem, deslocamentos temporais, absurdo, ironia, comicidade. Tudo escrito pela mão firme de Valêncio Xavier que, como poucos, alcançou excelência no tratamento da fragmentação.

Sua obra depura e atualiza o Nouveau Roman [movimento literário francês dos anos 1950 que diverge dos gêneros literários clássicos] e o coloca ao lado de escritores consagrados como Osman Lins, Julio Cortázar e outros.

Perfil
Valêncio Xavier nasceu em São Paulo, em 1933. Foi colaborador dos jornais Gazeta do Povo e Folha de S. Paulo. Também trabalhou na realização de filmes, vídeos e programas de televisão.

O livro “O Mez da Grippe” ganhou o Prêmio Jabuti de melhor produção editorial em 1999. O autor morreu em dezembro de 2008 por complicações de pneumonia.

O projeto “Leituras Urbanas: Literatura nas Ruas da Cidadania” foi viabilizado pelo Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura Municipal de Curitiba com auxílio da UNINTER e Instituto Joanir Zonta.

Serviço
O que: Ciclo de Leitura para debater a obra “O Mez da Grippe” do escritor Valêncio Xavier, com mediação de Cristiano Nagel.
Quando: Dias 24, 25, 26, 27 e 28 de maio, às 19h.
Quanto: As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site https://urbanasleituras.wixsite.com/leiturasurbanas/ciclos-de-leitura-on-line

Crédito das fotos e arte. Divulgação. Relacionamento com a imprensa
www.urbanasleituras.wixsite.com/leiturasurbanas
Mem & Mem Comunicação

João Alécio Mem – 41.99124-9748. E-mail: joaoalecioassessoria@gmail.com
Marlise Groth Mem – 41.99908-0511. E-mail: marliseassessoria@gmail.com
Jornalismo / Assessoria de Imprensa / Consultoria em Comunicação e Eventos / Produção e Revisão de Conteúdo

BATE-PAPO VIRTUAL CINE SESC: A MOVIDA MADRILEÑA E PEDRO ALMODÓVAR

O espanhol Pedro Almodóvar é sem dúvidas um dos maiores nomes do cinema mundial vivo. O diretor aos 71 anos de idade continua a todo vapor, em 2021 está trabalhando em sua nova produção cinematográfica: Madres Paralelas. A história retrata duas mulheres que dão a luz no mesmo dia, o longa metragem acompanha a rotina dessas duas mães durante os anos em que seus filhos crescem. O lançamento previsto para o ano de 2022 tem Penélope Cruz no papel protagônico, e também traz nomes renomados mundialmente como: Julieta Serrano e Rossy de Palma.

Em 2020 Almodóvar foi um dos primeiros diretores a rodar e lançar um material em meio à pandemia. O curta metragem The Human Voice, sua primeira direção na língua inglesa, protagonizado por Tilda Swinton.

Pedro Almodóvar tem uma vasta cinebiografia como diretor e roteirista com cerca de 14 curtas metragens e 22 longas metragens. Também é dono da Produtora Cinematográfica El Deseo, que produz seus filmes e uma série de outras grandes produções em âmbito mundial.

Em sua larga carreira cinematográfica ganhou 2 Oscars, 2 Globos de Ouro, 4 BAFTA e 4 premiações em Cannes.

“Porém antes de todo esse caminho de sucesso Pedro Álmodovar foi um jovem revolucionário na Espanha dos anos 80. Um dos integrantes mais expressivos do movimento transgressor: La Movida Madrileña. E é sobre este tema que iremos falar em nosso primeiro encontro sobre o diretor espanhol no dia 17 de abril às 15h no Bate-papo Virtual CineSesc: Pedro Almodóvar e a Movida Madrileña, via a plataforma Microsoft Teams”. (Edson Godinho, Técnico de Atividades Sesc Paranavaí)

Nas semanas sequentes no dia 24 de abril e 1º de maio iremos destrinchar sua cinebiografia em duas partes. Os eventos são gratuitos e promovidos pelo Sesc de Paranavaí, mas podem ser acessados por todos os lugares do estado e do país. As inscrições devem ser efetuadas via site do Sesc Paraná, até 3 dias antes da realização de cada evento e a classificação indicativa de todos os bate-papos é 18 anos.

Abaixo links para as inscrições dos eventos por data:

A Movida Madrileña e Pedro Almodóvar (17/04)
www.sescpr.com.br/atividade/a-movida-madrilena-e-pedro-almodovar-17-04-2021-1500/

O Cinema de Pedro Almodóvar – Parte 1 (24/04)
www.sescpr.com.br/atividade/o-cinema-de-pedro-almodovar-parte-1-24-04-2021-1500/

O Cinema de Pedro Almodóvar – Parte 2 (01/05)
www.sescpr.com.br/atividade/o-cinema-de-pedro-almodovar-parte-2-01-05-2021-1500/

Mais informações:
SAC Sesc Paranavaí (44) 3474-8500

GRUPO OBRAGEM ESTREIA “AS TRAMOIAS DE JOSÉ NA CIDADE LABIRÍNTICA” EM FORMATO ONLINE

As tramoias de José na cidade labiríntica / Eduardo Giacomini. Foto de Elenize Dezgeniski.

O premiado espetáculo já circulou por diversas cidades brasileiras e agora retorna para o repertório da companhia.

Para celebrar os 10 anos de diferentes temporadas e a circulação em mais de 30 cidades brasileiras, no dia 06 de março às 20h o Grupo Obragem de Teatro apresenta o espetáculo “As tramoias de José na cidade labiríntica” em uma versão inédita no formato teatro filmado que será exibido gratuitamente através da plataforma da companhia no Youtube. A fim de compartilhar com a audiência o processo criativo desta premiada obra, a apresentação será seguida de uma conversa com a equipe de criação do trabalho.

“Nós, do Grupo Obragem, estamos muito felizes com essa versão de teatro filmado da peça “As tramoias de José na cidade labiríntica”. A gente estreou essa peça há exatos 10 anos atrás, já apresentamos ela em festivais, mostras e temporadas em Curitiba e me parece que a cada sessão ela se atualiza e propõem novas reflexões sobre o comportamento humano e a sociedade que a gente vive”, ressalta o ator Eduardo Giacomini.

A montagem é um monólogo sobre um homem errante – José, nas ruas de uma grande cidade e sua experiência de reinvenção. O personagem José, interpretado com maestria pelo ator Eduardo Giacomini, reconfigura sua trajetória de vida, combinando ficções por ele arranjadas, aos seus insucessos. Ao refletir sobre momentos importantes de sua vida, como a experiência da perda do amor, do abandono ou sobre os sentimentos de vergonha e impotência, “José” discute situações que caracterizam um homem errante: A FOME; A SOLIDÃO; A INVISIBILIDADE e a PROMISCUIDADE, por exemplo.

A principal ideia da encenação é apresentar o estado de isolamento e desvio da realidade de “José”, por meio de um ambiente vazio e indeterminado. Essa proposta pretende criar identificação com a nossa sociedade e com os sentimentos de vazio e inadequação de muitas pessoas.

Além disso, no dia 08 de março às 9h será realizada uma oficina online sobre dramaturgia com Olga Nenevê, autora e diretora da peça. A ação formativa é gratuita e aberta à comunidade. Os interessados podem se inscrever pelo e-mail obragem@grupoobragemdeteatro.com.br enviando uma mini bio até o dia XX de março.

Trajetória da obra e ficha técnica

“As tramoias de José na cidade labiríntica” estreou em maio de 2011, na cidade de Curitiba, no Espaço do Grupo Obragem. A obra já fez inúmeras temporadas e circulou em mais de 30 cidades brasileiras. Ganhou Troféu Gralha Azul – Prêmio Melhores do Paraná 2012 – na categoria TEXTO ORIGINAL e ILUMINAÇÃO, além das indicações para CENÁRIO e SONOPLASTIA. Integrou importantes eventos culturais, tais como:

– Participou da Circulação SESI-PR 2014 – 1º e 2º semestre. Participou do FILO 2014;
– Participou da Semana Literária 2014 e 2015 da FCC e Secretaria de Educação do Paraná;
– Realizou apresentações para público das Regionais de Curitiba – Edital Difusão 2015;
– Participou do Projeto MOVE – solos de teatro e dança promovido pelo Grupo Obragem – 2015;
– Ganhou o Prêmio Arte Paraná da SEEC-PR em 2016.

Ficha técnica da obra
Olga Nenevê – dramaturga/diretora
Eduardo Giacomini – ator/figurinista/cenógrafo
Edith de Camargo – trilha musical
Lucas Amado – iluminador
Elenize Dezgeniski – direção de fotografia/projeções/fotos
Mariana Gómez – preparadora corporal
Alan Raffo – transmissão ao vivo/operador de câmera
Lídia Ueta – operadora de câmera/editora de vídeo
Francisco Santarosa Esmanhoto – técnico de som
Alessandra Nenevê – designer gráfico
Rose Matias e Andria Nenevê – costureira
Jonatas Medeiros – intérprete de libras
Larissa de Lima – assessora de imprensa

Serviço:
AS TRAMOIAS DE JOSÉ NA CIDADE LABIRÍNTICA – teatro filmado
Quando? 06 de março de 2021 às 20h
Onde? Transmissão da peça seguida de conversa aberta com os criadores através do YouTube da companhia:
www.youtube.com/user/Eduolga/featured

Oficina: Dramaturgia – teatro e teatro filmado – com Olga Nenevê
Quando? 08 de março de 2021 das 9h às 13h.
Onde? A oficina será realizada em plataforma online. Inscrições pelo e-mail obragem@grupoobragemdeteatro.com.br com envio de mini bio até o dia 07 de março de 2021.

Instagram: @grupoobragemdeteatro
Facebook: www.facebook.com/obragem
Site: www.grupoobragemdeteatro.com.br
Assessora de Imprensa: Larissa de Lima | 41-98510-6389

PROJETO REALIZADO COM RECURSOS DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA, DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA E DO MINISTÉRIO DO TURISMO.

TODAS AS INFORMAÇÕES CONSTANTES NESTA OBRA SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DO AUTOR.

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA AS OFICINAS DO GRIOT – III FESTIVAL DE CINEMA NEGRO CONTEMPORÂNEO

Concurso de críticas irá premiar 1° e 2° lugar com R$ 300 e R$ 200 reais respectivamente

Já estão abertas as inscrições para as oficinas do Griot – III Festival de Cinema Negro Contemporâneo. Serão três oportunidades formativas com o intuito de valorizar o processo criativo do audiovisual, direcionando profissionais com mais profundidade do que se passa e ouve na tela. A oficina ministrada pelo crítico e curador Fabio Rodrigues Filho, promoverá um concurso de críticas com premiação para o primeiro e segundo lugar.

A oficina “Uma Conversada Inacabada com Imagens” é apoiada pela Associação de Vídeo e Cinema do Paraná (AVEC – PR) e é destinada somente para residentes do Paraná. E tem o objetivo de estimular novos criadores do estado a falar sobre cinema. A proposta segundo, Filho, é “abordar a crítica como lugar de conversa com os filmes, entre imagens e pessoas, e entre cinema e as coisas do mundo – reconhecendo as partes em diálogo como agentes ativos”.

As oficinas “Produção audiovisual para mídias digitais”, ministrada por Caio Franco, e “Como o som se articula no cinema”, ministrada por Evelyn Santos, são para interessados de todo o Brasil. As três oficinas possuem vagas preferenciais para pessoas negras ou indígenas.

As inscrições são gratuitas e vão até 4 de dezembro. As oficinas têm início no dia 12 de dezembro e fazem parte do Griot – III Festival de Cinema Negro Contemporâneo que acontece de 11 a 20 de dezembro de 2020. O evento é gratuito e contemplará todo o Brasil, promovendo as narrativas da atuação, realização, e produção do audiovisual negro.

A programação completa está disponível no site do Festival, incluindo as atividades que acontecem simultaneamente no evento.

O Griot – III Festival de Cinema Negro Contemporâneo tem o apoio da TODESPLAY, Olhar Distribuição, O2 Pós, Mubi, Projeto Paradiso, AVEC-PR, ABRACCINE. Incentivo da Celepar e Ebanx. Projeto realizado com apoio do programa de apoio e incentivo à cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Serviço:
Realização: Cartografia Filmes
Oficinas do Griot – III Festival de Cinema Negro Contemporâneo.
Inscrições até o dia 4 de dezembro.
Inscreva-se gratuitamente, aqui

Sobre o Festival Griot
O Griot – Festival de Cinema Negro Contemporâneo começou em 2018 como Mostra de Cinema Negro Brasileiro, com o objetivo de criar um espaço onde pudessem exibir filmes pensados, realizados e protagonizados por pessoas pretas em território nacional. Nas edições anteriores foram exibidos com lotação máxima de público 61 curtas, dois longas e um média. As edições aconteceram com financiamento coletivo.
www.festivalgriot.com.br

Sobre a Associação de Vídeo e Cinema do Paraná – AVEC – PR
A AVEC-PR tem sua origem no final da década de 70, com o surgimento em Curitiba do movimento de produção em cinema Super 8, com os festivais nacionais da Escola Técnica, com o núcleo de realizadores da Cinemateca, e finalmente com o movimento Vídeo-Vive, já nos anos 90.

Nessa sua trajetória a AVEC se destacou por ser a principal interlocutora dos produtores de cinema e vídeo paranaenses junto às esferas municipais e estadual na área da cultura.

Conheça a AVEC-PR

Sobre Fabio Rodrigues Filho
Atua na crítica, curadoria, pesquisa e realização em cinema. Mestrando em comunicação na UFMG. Graduou-se na mesma área na UFRB. Membro dos grupos Áfricas nas Artes (Cahl/UFRB) e Poéticas da Experiência (UFMG). Cineclubista, participou do Cineclube Mário Gusmão, Cine Tela Preta e do Cinema em Vizinhança. Compôs a comissão de seleção de festivais, mostras e laboratórios, a exemplo do FestCurtasBh (2019/2020), Diáspora Lab (2018), FIANB (Festival Internacional do Audiovisual Negro do Brasil, 2020), entre outros. Atualmente faz parte da equipe de curadoria do IX CachoeiraDoc, festival junto ao qual vem contribuindo ao longo dos últimos anos.

Sobre Evelyn Santos:
É formada em Produção de Áudio e Vídeo, Operação de Som e Direção Cinematográfica. Trabalha há quatro anos com Captação de Som direto, Microfonista e Assistente em diversas produções que já rodaram em vários festivais. Dirigiu seu primeiro curta-metragem ”Dádiva”.

Sobre Caio Franco:
Caio Franco é cineasta e fotógrafo. Após se formar em comunicação pela PUC-Rio, trabalhou em produtoras como assistente de produção e assistente de pesquisa até 2015, quando começou a trabalhar no canal Jout Jout Prazer, no youtube. Seu primeiro filme, Antes de Ontem, rodou por diversos festivais no Brasil em 2019.

PROFISSIONAIS DA CULTURA DO PARANÁ PROMOVEM APAGÃO DA ARTE POR UM DIA

“Meu silêncio é um grito” é um manifesto da classe artística por medidas emergenciais

Nesta terça, 23, mais de mil profissionais da cultura do Paraná estão mobilizados em uma ação digital que solicita do Governador Ratinho Jr. medidas compatíveis com a situação emergencial que atinge todos as trabalhadoras e trabalhadores artísticos na pandemia do coronavírus. Além de protocolar uma Carta Aberta, assinada por mais de 200 entidades, coletivos e profissionais, Contratempo Festival pede ajuda da sociedade civil através de um abaixo-assinado a favor da classe artística.

Entre às 9h e 21h, artistas realizarão manifestações silenciosas em seus perfis do Instagram. Com a premissa “Meu silêncio é um grito”, profissionais da cultura exaltam que não podem esperar mais: estão há três meses em isolamento social. Nas perspectivas mais otimistas, o retorno de atividades e espaços culturais estão previstas para 2021. O questionamento dos profissionais é que o Estado do Paraná tem feito para lidar com esta questão? Quais perspectivas de trabalho tem pensado para esta classe? 

Coragem, Rede de Profissionais da Música de Curitiba, articuladora do Contratempo Festival irá realizar bate-papos de hora em hora em seu perfil do Instagram (@coragemrede) com Leticia Sabatella, Luís Melo, Lio Soares (Tuyo), Rimon Guimarães, entre outres. 

PROPOSTAS PROFISSIONAIS DA CULTURA

A carta e abaixo-assinado propõe cinco pontos de diálogo com o Governo do Estado do Paraná.

1. Volta da Secretaria da Cultura com Autonomia e Independência de Outras Áreas. 

2. Saber se as metas do Plano Estadual de Cultura, especificamente no que diz respeito à destinação de 1,5% (um vírgula cinco por cento) da receita estadual para o Fundo Estadual de Cultura será cumprida por essa gestão. É necessário e urgente a suplementação de recursos para o Fundo Estadual de Cultura, de forma compatível com a capacidade econômica do Estado, independentemente da aprovação e implementação da Lei Aldir Blanc. 

3. Incluir os profissionais da cadeia produtiva da cultura nos programas Luz Fraterna e Tarifa Social da Sanepar sem necessidade de comprovação de renda. Esta inclusão seria transitória e por tempo limitado, durante o estado de pandemia. 

4. Que os projetos aprovados e em andamento no PROFICE possam sofrer modificações em seu objeto, aceitando adaptações para o ambiente virtual durante o período da pandemia e permitindo assim a realização das ações e a remuneração dos profissionais da cadeia produtiva de forma imediata.

5. Exigem uma reunião com Governador, Secretário de Comunicação e Superintendente de Cultura do Paraná.

APOIE AS/OS PROFISSIONAIS DA CULTURA DO PARANÁ.

Assine o abaixo-assinado: https://bit.ly/manifestoculturapr 
Compartilhe as artes em suas redes: https://bit.ly/artescontratempo 

Marque @governoparana  e @paranacultura 

Use as #contratempofestival #CulturaImportaPR 

PROGRAMAÇÃO BATE-PAPOS 

:: 09h30 – Teo Ruiz e Leticia Sabatella.
:: 10h30 – Isa Flores e Itaercio Rocha
:: 11h30 – Marcio Juliano e Luís Melo. 
:: 12h30 – Adriano Esturilho e Giselle Lima (Pé no Palco). 
:: 13h30 – Brenda e Rimon Guimarães
:: 14h30 – Nadja Naira e Semy Monastier. 
:: 15h30 – Marcio Juliano e Marcio Abreu (companhia brasileira de teatro). 
:: 16h30 – Brenda Santos e Lio Soares (Tuyo). 
:: 17h30 – Bina Zanette e Dalvinha Brandão
:: 18h30 – Isa Flores e Vinicius Nisi – A Banda Mais Bonita da Cidade.
:: 19h30 – Bina Zanete e Jaquelivre – Slam das Gurias. 
:: 20h30 – Adriano Esturilho e Jessica Candal. 

PROGRAMAÇÃO LIVES 

:: 09h às 10h 
09h às 09h15 – Leticia Sabatella 
09h15 às 09h30 – Bia Figueiredo / Parabolé 
09h30 às 09h45 – Fotofolia / Iria Braga 
09h45 às 10h – Katiuscia Canoro / Itaercio Rocha 

:: 10h às 11h 
10h às 10h15 – Baque Mulher / Mano a Mano Trio 
10h15 às 10h30 – Maureen Miranda e Necos Yaros / Pé no Palco 
10h30 às 10h45 – Adri Menegale / Cia Portátil 
10h45 às 11h – Leonardo Cruz e Laremi Paixão / Alexandre Nero 

:: 11h às 12h 
11h às 11h15 – Cia Brasileira de Teatro / Diego Perin
11h15 às 11h30 – Aminoácido / Jossane Ferraz 
11h30 às 11h45 – Léo Fressato / Luis Mello 
11h45 às 12h – Rogeria Holtz / Rubyhoo 

:: 12h às 13h 
12h às 12h15 – Raissa Fayet / Abacate Contemporaneo 
12h15 às 12h30 – Amanda Lyra / Partigianos 
12h30 às 12h45 – Conde Baltazar / O Tiziu 
12h45 às 13h – Rimon Guimarães / Francisco Mallmann 

:: 13h às 14h 
13h às 13h15 – Antropofocus / Bea Gerolin 
13h15 às 13h30 – Cultucada / Davi Henn 
13h30 às 13h45 – A banda mais bonita da cidade / Um baile bom 
13h45 às 14h – Dow Raiz / Mahallo 

:: 14h às 15h 
14h às 14h15 – Fabiula Nascimento / Tuyo 
14h15 às 14h30 – Ave Lola / Bernardo Bravo 
14h30 às 14h45 – Festival Saliva 
14h45 às 15h – Londrina Ska Clube / Marcel Szymanski 

:: 15h às 16h 
15h às 15h15 – Leandro Daniel / Caburé Canela 
15h15 às 15h30 – De um filho, de um cego / 
15h30 às 15h45 – Chico Paes / Marcio Juliano Outro Samba 
15h45 às 16h – Súbita / Casa do Suingue 

:: 16h às 17h 
16h às 16h15 – Ethnya / Raquel Bombieri 
16h15 às 16h30 – Hause of X / Murillo Mongelo 
16h30 às 16h45 – Saulo Soul / Dalvinha Brandão 
16h45 às 17h – Sofar Curitiba / Kendri Albuquerque 

:: 17h às 18h 
17h às 17h15 – Gal Freire / Esperanza 
17h15 às 17h30 – Vigor Mortis / Grupo Fato 
17h30 às 17h45 – Central Sistema de Som / Trupe da Periferia 
17h45 às 18h – Goat Fest / Siamese 

:: 18h às 19h 
18h às 18h15 – Slam das Gurias 
18h15 às 18h30 – Familia Estranha / Obragem
18h30 às 18h45 – Juana Profunda / Rubia Divino 
18h45 às 19h – Janine Mathias / Babi Oeiras 

:: 19h às 20h 
19h às 19h15 – Curitiba Jazz Festival / Cia Senhas / Juliana Cortes 
19h15 às 19h30 – Mulamba / Cia dos Palhaços 
19h30 às 19h45 – Ricardo Pozzo / Roseane Santos 
19h45 às 20h – Karol Conka / Selvátiva 

:: 20h às 21h 
20h às 20h15 – Estrela Leminski e Teo Ruiz / Bloco Afropretinhosidade 
20h15 às 20h30 – Cia Stavis Damaceno / Mandicuera 
20h30 às 20h45 – Cultucada / Mano Cappu 
20h45 às 21h – Miss G / MUV

SERVIÇO
Contratempo Festival
data: 23 de junho, terça-feira.
horário: 9h às 21h
Página do evento no facebook, aqui
Organização: Coragem – Rede de Profissionais da Música de Curitiba

Local: conta do Instagram de cada artista. 
www.instagram.com/karolconka/ 
www.instagram.com/leticia_sabatella/ 
www.instagram.com/alexandrenero/ 
www.instagram.com/bandamaisbonita/ 
www.instagram.com/katiusciacanoro/ 
www.instagram.com/ave_lola/ 
www.instagram.com/selvaticaoficial/ 
www.instagram.com/missgburlesca/ 
www.instagram.com/luismeloficial/ 
www.instagram.com/baquemulhercwb/ 
www.instagram.com/associacao_mandicuera/ 
www.instagram.com/rochaitaercio/ 
www.instagram.com/mulambaoficial/ 
www.instagram.com/slamdasguriascwb/ 
www.instagram.com/ciadospalhacos/ 
www.instagram.com/dowraizoficial/ 
www.instagram.com/janinemathias/ 
www.instagram.com/foto_folia/ 
www.instagram.com/rimonguimaraes/ 
www.instagram.com/caburecanela/ 
www.instagram.com/deumfilhodeumcego/ 
www.instagram.com/abacate.contemporaneo/ 
www.instagram.com/ciabrasileira/ 
www.twitter.com/fabiunascimento

fonte: 
Cliteriosa Comunicação 
Santa Produção

A PREPARAÇÃO DO ATOR / CONSTANTIN STANISLAVSKI

Livro A PREPARAÇÃO DO ATOR / Autor: Constantin Stanislavski. Livro em bom estado. 14ª Edição. Editora: Civilização Brasileira. Valor: R$43,00. Receba os livros do SEBINHO livros em casa via correios. Taxa de entrega para todo país: R$10,00 (por livro). Com opção de retirada (livre de taxa, lógico) no bairro Orleans, em Curitiba. Pagamento via app MercadoPago, Nubank, cartão crédito/débito, boleto e/ou transferência bancária.

Sinopse:
Este é um livro-fonte para os que se dedicam ao teatro como profissionais, amadores ou espectadores ativos, e também é um trabalho literário, pois o autor adota recursos emprestados da ficção para transmitir seus conceitos e sugestões. Ao ler este livro, o leitor irá descobrir que o ser humano é um só em todo o mundo, e suas emoções básicas são as mesmas, por mais diferentes que sejam as motivações capazes de despertá-las.

Sobre o Autor:
Constantin Stanislavski nasceu na cidade de Moscou em 5 de Janeiro de 1863. Vindo de uma família de comerciantes abastados, seu pai construiu um pequeno teatro dentro de sua própria casa, onde haviam apresentações de peças para o seleto grupo de amigos da família, bem como encontros de intelectuais conhecidos da época.

Aos 25 anos, funda a Sociedade Literária de Moscou. Dez anos mais tarde, Stanislavski e Vladímir Dântchenco fundam o Teatro de Arte de Moscou com objetivo a busca de uma unidade teatral, inovando na forma de interpretação dos atores e proporcionando à platéia uma apresentação da realidade nos palcos, quebrando paradigmas pré-impostos, baseando-se em sérios e aprofundados estudos sobre expressão corporal, vocal e técnicas de preparação do ator. Dentre os vários métodos experimentados neste local, alguns deles foram levados mais afundo, resultando em uma série de exercícios e técnicas dos quais foram chamados mais tarde de “Sistema”, por Constantin Stanislavski. Fonte: InfoEscola / Bruna Meldau Benites.

Temos centenas de livros à pronta-entrega, consulte via whats 41 99745-5294. Também temos loja virtual, se interessar, confira nossa loja virtual: https://bit.ly/2pWvbU2

+ INFORMAÇÕES:

– Sebinho FATO Agenda é a loja de livros e discos que ajuda financiar o blogue FATO Agenda, blogue de vagas de emprego e agenda cultural de Curitiba.

– Atendimento (SUSPENSOS DURANTE A QUARENTENA): sextas e sábados, das 19h a meia noite. Rua Paula Gomes, 380, São Francisco, Curitiba – dentro da Erva Doce Doceria Bar.

– Agende visitas ao sebinho, consulte e/ou encomende livros e discos pelo whatsApp: 41 99745-5294 (leandro).

Fanpage: www.facebook.com/sebinhoFATOagenda
Instagram: www.instagram.com/sebinhofatoagenda

Loja virtual: https://bit.ly/2pWvbU2
(Taxa de entrega: R$10,00 (por livro) – válida para todo Brasil. Via MercadoPago e/ou dep./transferência bancária. Se interessar, combine por whats (41) 99745-5294.

#CatálogoDoSebinho


COM NECROFILIA E MUITO SANGUE, DRAG QUEEN DALVINHA BRANDÃO LANÇA SEU PRIMEIRO CLIPE

Psicopata do Amor lembra os clássicos da música brega com uma pegada disco 80

O que você faria se matasse alguém? Segundo a drag queen Dalvinha Brandão, foi dessa pergunta que surgiu “Psicopata do Amor”, cujo clipe será lançado quinta (17). Na letra, uma mulher mata o companheiro e divaga sobre como vai ser sua vida a partir desse momento. Num diálogo imaginado com o morto, ela se prepara mentalmente pra abrir mão de tudo o que tinha na vida.

“Eu sempre gostei de músicas que contam histórias tristes. Na música brasileira tem muito disso, essas letras trágicas, Teixeirinha, Diana, Amado Baptista. Eu escuto muito esse tipo de música, são as primeiras referências que me apareceram na hora de compor”, conta Dalvinha. “Tem um humor nisso, que é do over, do exagero, mas que ao mesmo tempo eu acho realmente bonito e comovente”, continua a drag, que há 10 anos atua como comediante e agitadora cultural.

Como contraponto, a produção musical de Jo Mistinguett trouxe uma mistura de referências, como o ska e a disco music dos anos 1980. O objetivo era criar uma sonoridade que remetesse a muitas coisas que as pessoas já ouviram, mas ao mesmo tempo não coubesse em nenhuma categoria definida. A gravação ainda contou com a participação de Amira Massabki, que tocou baixo e guitarra, e Simone Magalhães que fez os vocais.

Entre o início das gravações e a finalização da faixa foram quase três anos. “O trabalho que elas fizeram era impecável, só que eu canto muito mal, então quando colocava a minha voz em cima dos instrumentos era quase outro assassinato, eu não gostava do resultado. Acabei dando uma pausa na ideia até sentir firmeza pra cantar e entender o meu jeito de fazer aquilo”.

Doce de fígado
O clipe, dirigido pela cineasta Juliana Sanson, mostra o momento após o assassinato, em que a personagem interage com o cadáver, interpretado pelo ator Luiz Bertazzo, numa cozinha típica de classe média. Com o corpo do companheiro à sua disposição, ela aproveita pra se despedir, enquanto elucubra sobre qual será o seu futuro.

Sobre as gravações, ela conta: “Desde o começo eu sabia que a gente ia usar vísceras de bicho em algum momento. A Fabi (Melatte, diretora de arte) tinha preparado miúdos de galinha e de boi, com sangue cênico, de glucose, pra serem as tripas do cadáver. Eu falava ‘eu vou comer isso no clipe, eu não tenho frescura, eu sou artista’. Mas, olha, colocar um pedaço de fígado cru e doce na boca é uma sensação que não dá pra apagar da memória”.

Em outro plano, imaginário, uma boate disco, a personagem se imagina dançando acompanhada de drag queens e kings. Ali eles dançam uma coreografia, de Cleiton Demian e Lucas Valério, que traduz de forma bem literal trechos da letra.

O clipe será lançado em uma festa em Curitiba onde os fãs verão o trabalho em primeira mão. Será na próxima quinta-feira (17) no espaço mais tradicional da cena rock curitibana, o 92 graus. Os ingressos custam R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada) e serão vendidos apenas no dia direto na bilheteria do local.

Serviço:
Lançamento do clipe “Psicopata do amor”
Onde: Youtube e Facebook
Quando: 17/10
www.facebook.com/dalva.brand/
www.youtube.com/channel/UCvRkgSIZkwagbivkB-Q4mQg

Festa de lançamento em Curitiba
Dalvinha Brandão + Ankou + Jeruza Miller
Performances de Carmen Von Blue, Deborah Black, Dandara Swinton, Ayana Lua, Zeolda e AnaConda
MC: Juana Profunda
Discotecagem: W.H.O. e Juana Profunda
Dia 17/10, a partir das 21h30
92 Graus The Underground Pub
Av. Manoel Ribas, 108. Tel.: (41) 99919-1492
Ingressos a R$30 e R$15 (meia entrada)
FOTOS DE SHOW (por MONICA LACHMANN): 

EVENTO NO FACEBOOK: 
www.facebook.com/events/520538395181164/

OFICINA DE SELEÇÃO DE ELENCO

“Oficina de seleção de elenco para o curta metragem “Sobre Meninos e Bicicletas” de minha direção e com uma equipe linda linda linda. Precisamos de ajuda para encontrar duas crianças para serem nossos protagonistas! Não precisa ter experiência prévia com atuação. Agradeço a todos que puderem ajudar a divulgar e compartilhar 🙂

#ParaCegoVer
Na imagem, à esquerda temos uma bicicleta infantil preta com detalhes em verde, branco e amarelo, à direita, sobre uma parede de tijolos claros, lemos o seguinte texto: oficina de seleção de elenco para o curta metragem “Sobre Meninos e Bicicletas”. Crianças com deficiência visual entre 9 e 11 anos. Entrar em contato pelo e-mail meninosebicicletas@gmail.com ou whatsapp +55 34 99228-3822 / + 55 41 98403-2751

fonte: Julia Vidal

SELEÇÃO DE CASTING PRA UM PROJETO ACADÊMICO / CURITIBA

“Casting | Série Aurora
Oie, tudo bom?

Somos alunos de Publicidade e Propaganda na PUCPR (em Curitiba) e estamos desenvolvendo um projeto pra uma série de TV. Para isso, precisamos gravar o episódio piloto e é aí que vocês entram! Haha. Segue a sinopse abaixo:

“Uma faxineira ex-presidiária chamada Béa trabalha em uma biblioteca e encontra Carolina, uma moça já falecida escritora de um livro que foi apagado por uma organização-seita chamada O Clube. A organização apaga livros e substituí-os por outras obras, escrevendo e reescrevendo a história aos poucos.”

Temos ao todo 16 personagens, entre principais e outros que aparecem apenas uma ou duas vezes em cena. Precisamos de atores que se encaixem em cada um deles e tenham disponibilidade para gravar às sextas-feiras à noite (das 19h às 22h, aproximadamente). Para alguns papéis será necessário gravar de tarde no dia 18/10 e de manhã no dia 26/10. Como somos estudantes (sofredores) o trabalho não será remunerado, porém conseguimos dar horas complementares para os estudantes que se dispuserem a nos ajudar.

Se interessou? Deixe seus dados e selecione um ou mais personagens de interesse que entraremos em contato para os testes.

Ah,uma informação importante é que não será remunerado financeiramente, mas podemos dar horas complementares para estudantes.”

Link de inscrição: aqui

CASTING CURITIBA

Agência de modelo com apenas perfis negro de 03-80 anos em Curitiba (não precisa ter experiência) seleciona! Quem tiver interesse em fazer parte do casting, envie uma foto atual, nome, idade e telefone, no email: contato.tuttan@gmail.com