PRODUTORA CULTURAL ISADORA FLORES LANÇA O “LABORATÓRIO GARRA!”, PROJETO QUE OFERECE CURSO PROFISSIONALIZANTE E OFICINAS GRATUITAS PARA JOVENS DA CULTURA

Terão prioridade nas inscrições agentes culturais com idade entre 16 e 25 anos, pretos, pardos, indígenas, mães solo, LGBTQIA+, Pessoas com Deficiência e de baixa renda. 

A primeira edição do projeto “Laboratório Garra!” acontece entre os meses de fevereiro e março de 2020 de forma online e gratuita. O projeto é um ambiente de formação voltado para pessoas interessadas em produção cultural, sobretudo da área da música. Além de um curso profissionalizante de maior duração com a produtora e idealizadora do projeto Isadora Flores, serão realizadas sete oficinas gratuitas de temas variados com profissionais atuantes da cena cultural: Bina Zanette, Brenda Santos, Carolina Wanderley, Gilmar Kaminski, Helena Sofia, Julie Fank e Luana Angreves.

As inscrições estão acontecendo pela página: www.lnk.bio/garralab, e vão até dia 29 de janeiro para o curso profissionalizante, e para as outras oficinas se estendem até dia 19 de março de acordo com o calendário de Oficinas. 

O curso de maior duração – com carga horária de 21h – dará direito ao registro profissional de “Diretor/a de Produção” emitido pelo SATED-PR (os custos com o Registro serão cobrados pelo SATED/PR). Terão prioridade nas inscrições agentes culturais com idade entre 16 e 25 anos, pretos, pardos, indígenas, mães solo, LGBTQIA+, Pessoas com Deficiência e de baixa renda. O projeto tem incentivo da Fundação Cultural de Curitiba, através da Lei de Incentivo à Cultura do Município e da Lei Aldir Blanc – Lei Federal de Emergência Cultural (Lei que dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública).

O nome do projeto, “Garra!” é um convite para agentes culturais que batalham na cena independente e são profissionais iniciantes, muitas vezes alheios às políticas de incentivo à cultura. O “Laboratório Garra!” também oferece a oportunidade para que mais pessoas tenham acesso a conteúdos de formação e direito a um registro profissional.

INFORMAÇÕES SOBRE AS OFICINAS
As inscrições para o Curso e todas as Oficinas acontecem pelo link: www.lnk.bio/garralab

1. “Curso de Produção” com a produtora Isadora Flores e participação de Gilmar Kaminski e Carolina Wanderley.
MÓDULO I: Leis de Incentivo, preparação de projetos, Mecenato Subsidiado e Lei Municipal de Incentivo de Curitiba)”
04 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h
11 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h
18 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h
MÓDULO II: Profice – Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Paraná”
04 de março de 2021, das 09h às 12h
MÓDULO III: Lei Federal de Incentivo à Cultura”
18 de março de 2021, das 09h às 12h

2. Oficina: “Aspectos jurídicos básicos da produção cultural” com a advogada e consultora em direitos culturais e propriedade intelectual Carolina Wanderley (São Sebastião Cultura e Propriedade Intelectual)
20 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h

3. Oficina: “Sonorização para produtores”, com a Produtora, cantora e compositora Helena Sofia (Estúdio Old Cat) – Dia 27 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h

4. Oficina: “Uma festa de verdade! – Produção Cultural como laboratório de Experiências”, com a produtora cultural, criativa e pesquisadora Brenda Santos (Um Baile Bom)
Dia 06 de março de 2021, das 09h às 12h

5. Oficina: “NEM TUDO SÃO LIKES: da superfície à profundidade da comunicação digital”, com a comunicadora, seletora musical e ativista Luana Angreves (Cliteriosa)
Dia 13 de março de 2021, das 09h às 12h

6. Oficina: “Curadoria para projetos de música”, com a produtora e curadora Bina Zanette (Santa Produção)
Dia 13 de março de 2021, das 14h às 17h

7. Oficina: “Gestão administrativa e prestação de contas de projetos culturais”, com o produtor cultural e técnico em contabilidade Gilmar Kaminski (Flutua Produções)
Dia 20 de março de 2021, das 09h às 12h

8. Oficina: “Escrita para quem se (in/e)screve” com a escritora, professora e artista visual Julie Fank (ESC. Escola de Escrita)
Dia 27 de março de 2021, das 09h às 12h

Inscrições: https://lnk.bio/garralab

Ficha Técnica:
Coordenação: Isadora Flores
Coordenação de Produção e Gestão Financeira: Gilmar Kaminski
Produção Executiva: Vi Gabarda
Ministrantes: Isadora Flores, Bina Zanette, Helena Sofia, Julie Fank, Carolina Wanderley, Brenda Santos, Luana Angreves e Gilmar Kaminski
Videos: Alan Raffo
Design Gráfico: Brenda Santos
Assessoria de Imprensa: Luisa Bonin e Thays Cristine – Platea Comunicação e Arte
Realização: Isadora Flores I Produtora
Produção: Flutua Produções
Apoio: SATED-PR

PROJETO REALIZADO COM RECURSOS DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA, DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA E DO MINISTÉRIO DO TURISMO.

PRÊMIO JORNADA EM RECONHECIMENTO À TRAJETÓRIA

Prêmio Jornada em Reconhecimento à Trajetória

O reconhecimento à importantes trajetórias de vida intimamente conectadas ao desenvolvimento artístico ou cultural do Paraná é o objetivo do Prêmio Jornada. Nele, serão selecionados artistas, mestras, mestres, grupos e coletivos do território paranaense que tenham prestado relevantes contribuições ao desenvolvimento cultural do Estado a longo prazo.

Cada trajetória contemplada receberá o valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais). A premiação será dividida em 20 (vinte) diferentes áreas, buscando contemplar o máximo de atuações possíveis: Cultura Tradicional, Cultura de Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais, Cultura Afro, Cultura LGBTQIA+, Cultura de Refugiados, Migrantes e Apátridas, Cultura Hip Hop, Fanfarras, Bandas Marciais, Dança, Cultura Alimentar, Teatro, Música, Literatura, Artes Visuais, Circo, Audiovisual, Ópera, Arte Educação e Técnicos.

Para a inscrição, os participantes precisam gravar um vídeo de 04 a 10 minutos de duração, contando sua história de atuação no setor cultural do Paraná. Também é necessário encaminhar documentos que comprovem a atuação.

Inscrições até 23 de novembro.

Confira os editais, aqui

fonte: Superintendência da Cultura

LIBÉLULA FESTIVAL ANUNCIA ANA FRANGO ELÉTRICO, GALI, BIKE E CHARME CHULO NO CARNAVAL 2020

Chico César, Trupe Chá de Boldo, Raissa Fayet, Dow Raiz também são atrações confirmadas no festival. O Libélula Festival será entre os dias 21 e 26 de fevereiro, na Chácara do Tio Miro, em São José dos Pinhais-PR. 

Após uma primeira edição memorável nesta virada de 2019 para 2020, o Libélula segue com a produção e divulgação do seu segundo festival, já neste Carnaval. Com a proposta de apresentar shows inéditos na região, Libélula traz pela primeira vez ao Paraná, a compositora Ana Frango Elétrico com seu segundo disco, “Little Electric Chicken Heart”, que a colocou em praticamente todas as listas de melhores álbuns e shows de 2019. Engrossando o caldo musical e autoral também estão confirmadas as/os paulistas Gali e Bike e os curitibanos na Charme Chulo.

“No Rio, já circulei por várias cenas e cada vez mais quero trocar com diferentes cenas. O Rio tem muita coisa boa em todos os estilos musicais, mas sinto que a gente não está muito nos festivais, por exemplo. Quero que a gente tenha ambição de circulação, comentou a cantora em entrevista ao O Estado de S. Paulo. O desejo da Ana casa com a proposta do Libélula Festival de apresentar novos artistas e shows inéditos para o seu público. 

Ao todo serão 30 shows autorais, divididos em dois palcos, além de intervenções, peças de teatro, mostra de cinema, oficinas, rodas de conversa e espaços para manifestações artísticas espontâneas. Chico CésarTrupe Chá de BoldoRaissa FayetDow Raiz, Dandara Manoela, Bananeira Brass Band, Pássaro Vivo, Caburé Canela, Casa de Orates, Čao Laru, Pallets, Wes Ventura, Amanda Lyra e o Trilho já são presença garantida no Libélula Festival. 

LOCAL 
O Libélula Festival será entre os dias 21 e 26 de fevereiro, na Chácara do Tio Miro, em São José dos Pinhais. Inicialmente o evento seria na Fazenda Evaristo, mas devido ao sucesso da primeira edição e do local onde foi realizado, a mudança foi vista como necessária para garantir o conforto e integridade do público evento. 

“A primeira edição do Libélula foi algo totalmente fora do normal, tanto pelo lançamento meteórico do festival, que alcançou o soldout em menos de 12 horas, como o evento em si, que ultrapassou todas as expectativas. O público estava claramente extasiado com o local, as belezas naturais e toda a estrutura oferecida”, comenta o idealizador do Libélula, Alexandre Osieski. 

INGRESSOS
Os ingressos do primeiro lote estão sendo vendidos por R$280 + taxas e a entrada para menores de 18 anos terá um valor diferenciado. Crianças de até 5 anos não pagam, entre 6 e 11 anos, R$100 + taxas e adolescentes entre 12 e 17 anos, R$200 + taxas. O ingresso dá direito a 30 shows autorais, oficinas, intervenções artísticas, mostras espontâneas, palco livre, skibunda, recreação, estrutura do local com camping (por seis dias), banheiros, lagos, piscinas, trilhas, equipe de limpeza, segurança e mais.

SERVIÇO
Libélula Festival de Carnaval 2020
data: 21 a 26 de fevereiro
local: Chácara do Tio Miro – Estrada da Roça Velha, s/n – Roça Velha, São José dos Pinhais
Ingressos à venda no site do Ingresso Nacional e nos quiosques do Disk Ingressos.
Mais informações: www.libelulafestival.com.br
Página do evento no facebook, aqui

fonte: Cliteriosa Comunicação

EXAGERO E MONSTRUOSIDADE SÃO TEMA PARA LIVRO QUE SERÁ LANÇADO EM DEZEMBRO NA CASA HOFFMANN

Após três anos de pesquisa, projeto Mil Besos, do artista Gabriel Machado, lança publicação pela editora Medusa, na Casa Hoffmann, em Curitiba. 

“Como se dança um exagero?” essa tem sido a pergunta motriz do projeto MIL BESOS, solo do artista selvático Gabriel Machado, que dia 3 de dezembro lança uma publicação inédita pela editora Medusa, que reúne registros do processo e reflexões críticas de Amabilis de Jesus, Francisco Mallmann, Jussara Belchior, Paula Lice, Princesa Ricardo Marinelli e Ricardo Nolasco. A proposta que teve ínicio em Madrid, no ano de 2016, através do Programa Iberescena de Criação Coreográfica em Residência e posteriormente realizou outras duas residências em Santiago – CL e na Casa Hoffmann, atualmente está em desenvolvimento a partir do Edital do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná (PROFICE).

Segundo o artista é um projeto aberto desenvolvido através do intercâmbios com os mais diversos artistas e comunidade, em ações como oficinas de dança, escrita e laboratórios de criação compartilhada. Partindo de um material autobiográfico e também de estudos do corpo ciborgue o projeto aborda as relações cibernéticas e a infiltração de tecnologias e recursos midiáticos no corpo humano. “Venho investigando as diversas sexualidades, as transformações do corpo enquanto objeto virtual, a cibernética e próteses na tentativa de conjugar o low-tech e o high-tech em busca do grotesco, do robótico, do inumano, do monstruoso, do superhumano”, comenta Gabriel Machado.

Para o livro, o artista convidou colaboradores do projeto e pesquisadores do assunto para escreverem textos a partir das suas percepções da obra. São textos inéditos e reflexivos que versam sobre diversos temas como futuro, monstruosidade, latinidade, decolonialidade. “A ideia era criar um material de registro desse período de pesquisa mas que também pudesse existir como uma obra artística em si, ou seja, que pessoas que não puderam assistir ao espetáculo também possam se envolver com os textos ali apresentados” finaliza Gabriel. O lançamento será na Casa Hoffmann – Centro de Estudo do Movimento, às 19h30, a entrada e a distribuição do livro são gratuitas e a programação da noite conta também com performances de Gabriel Machado, Gladis dos Santos, Jussara Belchior e Princesa Ricardo Marinelli.

SERVIÇO:
Lançamento do livro “Mil Besos” na Casa Hoffmann
3 de dezembro às 19h30
Casa Hoffmann – Centro de Estudo do Movimento, Rua Claudino Dos Santos 58 São Francisco – Curitiba
Página do evento, aqui
Entrada Franca

Organização:
Selvática Ações Artísticas
Editora Medusa

Ficha técnica do livro:
Copyrigth desta edição 
2019 Medusa
Copyrigth dos textos 
2019 Amabilis de Jesus, Francisco Mallmann, Gabriel Machado, Jussara Belchior, Paula Lice, Ricardo Nolasco e Princesa Ricardo Marinelli
Edição: Eliana Borges e Ricardo Corona
Projeto gráfico e ilustrações: Thalita Sejanes
Revisão: Renata Cunali

Ficha técnica do projeto:
Conceito, criação/atuação e pesquisa: Gabriel Machado
Performers convidados: Gladis dos Santos, Jussara Belchior e Princesa Ricardo Marinelli
Interlocução coreográfica: Princesa Ricardo Marinelli
Interlocução dramatúrgica/cênica: Paula Lice
Interlocução/produção: Ricardo Nolasco
Iluminação/design de luz: Semy Monastier
Design sonoro/trilha original: Jo Mistinguett
Figurino: Cali Ossani e Patricia Cipriano
Produção e assessoria de imprensa: Giovana Lago
Residências e mostras de processo: Espacio Labruc (Madrid – ES), Nave – Centro de Creación y Residencia (Santiago – CL), Transborda Mostra de Performance(Curitiba – BR) Reinvenção do Cabaré – Casa Selvática (Curitiba – BR) e Casa Hoffmann (Curitiba – BR).

MAMUTE#1 – A FEIRA DA PRODUÇÃO GRÁFICA–LITERÁRIA–ARTESANAL–AUTORAL

Mamute#1 – A feira da produção gráfica–literária–artesanal–autoral.

Edição #1
10.nov.2018
Entrada gratuita
Alameda Julia da Costa
Curitiba

Vem ocupar a rua e celebrar o universo gráfico-visual (do impresso e além) com muita música, gastronomia e boas conversas!

— Que paquiderme é essa? 
MAMUTE, a feira gráfica, quer aproximar público e artista, reunindo num mesmo espaço o universo da produção autoral de editoras, coletivos e artistas independentes com trabalhos embasados na experimentação gráfico–visual que extrapolam os limites do papel e exploram os mais diversos suportes. Além dos expositores, a programação contará com shows de música, oficinas, mesas redondas, lançamentos de livros, exposições artísticas e práticas gráficas.

— Onde? Quando? 
O evento acontecerá na Alameda Julia da Costa, no dia 10/11, sábado, das 11h às 20h, ocupando a rua, a Casa 102, o Soy Latino Bar e envolvendo o comércio local dos arredores.

— É open de cultura! 
A grana ta curta? Não tem problema, só vem! A entrada do evento será GRATUITA! Tudo numa rua com muita música, bares ao redor, bate papos e oficinas.

— Tem espaço pra levar os pequenos? 
Sim, a Mamutinha! Uma programação especial com um espaço todo voltado à infância. Lá os pequenos poderão conhecer e experimentar várias técnicas artísticas, como carimbos, serigrafia, gravuras, stencils e muito mais. Além disso, a programação contará com espaço de leitura e lançamentos de livro infantil. A Mamutinha, é parte da programação de abertura da Mostra Espetacular 2018, que é uma das maiores mostras de artes do Brasil para crianças. Seu filho/a vai amar ♥

— O que vou encontrar na feira? 
Produtos que transbordam criatividade, ousadia e experimentação pra você levar pra casa:
GRAVURAS 
ILUSTRAÇÕES
CARTAZES 
POSTAIS 
ADESIVOS
PÔSTERES 
PAPELARIA
ENCADERNAÇÃO
LIVROS
HQ´s
ZINES
FOTOGRAFIAS 
TATUAGEM
MODA AUTORAL
ARTE GRÁFICA PARA CRIANÇAS
( entre outras experimentações de formatos e suportes )

— Quer mais motivos ainda? ♥ 
– Bate papo
– Lançamentos de livros
– Tenda para crianças
– Discotecagem de Vinil
– Show musical 
– Chopp artesanal: Cervejaria Xamã

— Quem mais tá apoiando o rolê? ♥ ♥ ♥ 
Casa 102
Soy Latino bar
Mostra Espetacular 2018
Sociedade Operária Beneficente 13 de Maio – Curitiba

Venha conhecer artistas.
Vem comprar de quem faz.
Vem movimentar o mercado local.
Vem se divertir.
Vem ocupar a cidade.

— E depois da feira? Tem festa OFICIAL! Cola aqui:
Botequim do 13 | Candeia e granes Quilombo

Compartilhe e convide todo mundo! 

Confira a página do evento, aqui