O REI LOUCO

O Rei Louco / foto: Elenize Dezgeniski

Interior do Paraná recebe adaptação de uma das principais obras-primas de Shakespeare, Rei Lear.

Em abril as cidades de Irati, Telêmaco Borba, São Mateus do Sul, Quedas do Iguaçu e Pato Branco irão receber o espetáculo “O Rei Louco – Uma Pequena Versão de Rei Lear, de William Shakespeare”. A peça faz parte do Projeto Shakespeare no Paraná, que, além das apresentações, oferece ainda debates e workshops. Todas as ações serão gratuitas. Ao todo serão 20 apresentações seguidas de debate, quatro em cada cidade (três para público dirigido e uma aberta) e um workshop em cada uma delas. A iniciativa é do ator e diretor Mauro Zanatta, da Ator Cômico Produções Artísticas, de Curitiba, e é voltada especialmente para alunos do ensino médio das escolas da rede pública do estado.

O projeto viabiliza uma parceria inédita entre Zanatta e o ator Ney Piacentini da Companhia do Latão de São Paulo, que foi convidado para dirigir o espetáculo. “O Mauro é um amigo de longa data, nos conhecemos há 35 anos, mas é a primeira vez que trabalhamos juntos, dirigi-lo tem sido um grande desafio e uma grande oportunidade”, conta o diretor. “Trabalhar com o Ney tem sido uma grande alegria”, retribui Zanatta. “Interpretar um personagem de Shakespeare é o sonho de todo ator, bem como levar uma obra dele ao palco. Com este projeto que tem como principal foco os adolescentes do interior do estado estamos permitindo o acesso à obra deste gênio. E quando nos aproximamos dele nos damos conta do quão universal ele é. Rei Lear dialoga muito com a atualidade”, opina.

Zanatta divide o palco com o ator Pedro Melo e eles se revezam e transitam em três registros de atuação: ora são contadores de história, ora personagens, ora arautos. “A narrativa da peça não é linear, é constantemente interrompida com inserções explicativas que contextualizam o tema. A ideia é aproximar o público, torná-lo nosso cúmplice”, explica Piacentini.

“Shakespeare é caracterizado pela liberdade e inventividade e nesta montagem  trabalhamos com o essencial e isto exige muita técnica do ator. É fundamental, neste caso, conseguir despertar o imaginário do público. Ou seja, o público tem que ver o que estamos imaginando ” relata Pedro.

Rei Lear foi escrita por volta de 1605 por um dos maiores gênios do teatro em seu período de apogeu. Trata-se de uma tragédia complexa e grandiosa que a partir de um drama familiar repercute questões sociais, políticas e metafísicas. Inspirada por antigas lendas britânicas, a obra conta a história de um rei que enlouquece após ser traído por duas de suas três filhas, às quais havia legado seu reino de maneira insensata.

A peça mostra a decadência de um rei em sua velhice que sofre as consequências de suas escolhas equivocadas por ser precipitado, arbitrário e vaidoso. Lear é um pai preso às aparências, incapaz de enxergar a adulação que o cerca. De acordo com a especialista em Shakespeare, Barbara Heliodora: “Lear torna-se responsável pela tragédia, na medida em que, abdicando, deixa como rei, de represar e manter sob controle o mal que aflora, explode e se expande. Esta peça investiga a natureza do mal em profundidade e expõe o conceito de uma ordem universal na qual o homem se integra e é responsável por suas ações.” 

A trajetória de Lear é o aprendizado pelo sofrimento e humilhação. O enredo aponta como o verdadeiro amadurecimento o indivíduo que deixa de ser primeiramente autocentrado e pensa também no outro. “As obras de Shakespeare espelham as nossas relações sociais e discutem questões profundas da existência humana. Uma das camadas deste texto nos remete à busca pelo sentido da vida”, pontua o diretor.

“Apesar de estarmos vivendo tempos difíceis, obscuros no cenário nacional e mundial, meu objetivo com este trabalho é trazer uma mensagem de esperança, de que ainda é possível viver com mais equilíbrio a partir da humildade e do amor, resgatando nossa humanidade, sem clichês”, complementa Zanatta.

Este projeto foi viabilizado com incentivo da Copel, Puma Brasil e a Alvorada Autopeças por meio do PROFICE (Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura), da Secretaria Estadual de Cultura do Paraná.

SOBRE:

Workshop O Jogo
O objetivo é compreender como a brincadeira é um elemento essencial na reintegração física e mental do indivíduo. Estimular a visão de jogo como resgate da vida em coletividade. Voltado para atores e não atores com idade mínima de 15 anos. 

A Ator Cômico Produções Artísticas
Fundada em 1994 tem papel importante na formação de atores em Curitiba. Além de criar e gerir projetos e eventos culturais, atualmente produz o Curso de Comédia Mauro Zanatta, o Espaço Excêntrico e a Sexta Cínica.
Visite: espacoexcentrico.com.br

FICHA TÉCNICA:
Realização: Ator Cômico Produções Artísticas
Elenco: Mauro Zanatta e Pedro Melo
Direção: Ney Piacentini 
Cenários e Figurinos: Cristine Conde
Diretora de Produção: Fabiana Ferreira
Produtor Executivo: Robinson Wilson
Produção Local: Paola Flessak
Trilha Sonora: Célio Savi
Fotografias: Elenize Dezgeniski e Robinson Wilson
Arte Gráfica: Ivana Lima
Operador de Som: Robinson Wilson
Assessoria de Imprensa: Glaucia Domingos

SERVIÇO:
Cronograma das Apresentações Abertas e Workshops

Irati
Apresentação aberta e bate-papo – 07/04 (sábado) às 20h
Workshop O Jogo – para atores e não atores – 07/04 das 9h às 12h
Local: Centro Cultural Clube do Comércio / Rua XV de Julho, 310 – Centro

Telêmaco Borba
Apresentação aberta e bate-papo – 14/04 (sábado) às 20h
Workshop O Jogo – para atores e não atores – 14/04 das 9h às 12h
Local: Auditório Professora Carmen Iolanda Dalecio – Anexo a Secretaria de Educação /Alameda Washington Luiz, 50

São Mateus do Sul
Apresentação aberta e bate-papo – 21/04 (sábado) às 19h
Workshop O Jogo – para atores e não atores – 21/04 das 9h às 12h
Local: Centro Cultural CEPE / Rua Manoel Cunha Bittencourt, 2100

Quedas do Iguaçu
Apresentação aberta e bate-papo – 27/04 (sexta-feira) às 20h
Workshop O Jogo – para atores e não atores – 28/04 das 9h às 12h
Local: Associação do Centro de Cultura e Sustentabilidade de Quedas do Iguaçu / Avenida Tarumã, 1880 – Centro

Pato Branco
Apresentação aberta e bate-papo – 28 e 29/04 (sábado e domingo) às 20h
Workshop O Jogo – para atores e não atores – 29/04 das 9h às 12h
Local: Teatro Naura Rigon / Rua Jacireta, 450

Obs.: Todas as atividades são gratuitas

CONTATOS:
Produção
Paolla Flessak
46 99111 9041
lolafleessak@gmail.com

Assessoria de Imprensa
Glaucia Domingos
41 99909 7837
glauciadomingos@hotmail.com

 

MOSTRA PARANAENSE DE DANÇA 2018

Mostra Paranaense de Dança. Crédito das fotos: Cayo Vieira

 ABABTG divulga cronograma de inscrições e seletivas

Em 11 anos de existência, a Mostra Paranaense de Dança – iniciativa da Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra (ABABTG) – se tornou o maior evento do gênero no Brasil. Em sua última edição, em 2017, reuniu cerca de 17 mil pessoas – entre público, artistas inscritos, bailarinos profissionais convidados, equipe técnica e alunos das oficinas e workshops. Ao todo, o Festival contou com a participação de grupos de 56 cidades, sendo três de Santa Catarina e o restante do Paraná. Ambos os estados reuniram 2360 artistas inscritos, que apresentaram 566 coreografias, sendo que, destas, 122 foram aprovadas para a Mostra Final. Em 2018, a Mostra dá continuidade à sua missão de promover apresentações artísticas de companhias profissionais convidadas, revelar o talento de artistas e grupos amadores, promover a interação entre profissionais e estudantes da dança, ofertar iniciativas de formação e trazer para o Brasil artistas internacionais para apresentações inéditas.

Todos os anos, estudantes de todos os estilos de dança do Paraná e de estados vizinhos aguardam ansiosos a divulgação do cronograma de atividades da Mostra e a revelação das cidades escolhidas para receber as seletivas. Este ano, além de Curitiba, a ABABTG passará por Campo Mourão, Pato Branco, Ponta Grossa e Arapongas. Grupos, escolas, academias e bailarinos poderão se inscrever a partir do dia 7 de abril (cronograma de inscrições abaixo). Os grupos inscritos se apresentarão para uma banca de profissionais convidados pela Associação e alguns trabalhos serão selecionados para a grande final realizada tradicionalmente no palco do Guairão.

Essas cidades ainda vão receber oficinas de aprimoramento técnico e artístico em modalidades variadas, ministradas por profissionais habilitados. A grande abertura da Mostra acontece no Guairinha no dia 2 de maio e contará com a apresentação de solistas finalistas e/ou premiados no Internationales Solo-Tanz-Theater Festival Sttutgart, que acontece anualmente na Alemanha.

Cronograma da edição 2018 da Mostra Paranaense de Dança da ABABTG

Período de inscrições de escolas, academias, grupos e artistas, via site: www.ababtg.org.br/mostra:

Curitiba: de 7 a 13 de abril
Campo Mourão: de 21 a 27 de abril
Pato Branco: de 28 de abril a 4 de maio
Ponta Grossa: de 5 a 11 de maio
Arapongas: de 12 a 18 de maio

Período de seletivas nas cidades do Paraná:
Curitiba: de 3 a 6 de maio
Campo Mourão: 19 e 20 de maio
Pato Branco: 26 e 27 de maio
Ponta Grossa: 2 e 3 de junho
Arapongas: 9 e 10 de junho

Abertura com os solistas internacionais:
· Dia 2 de maio, no Guairinha, em Curitiba.

Mostra Final com os grupos selecionados e profissionais convidados:
· Entre os dias 21, 23 e 24 de junho, no Guairão, em Curitiba.

Inscrições para oficinas de aprimoramento técnico e artístico, via site www.ababtg.org.br/mostra:
· Campo Mourão: 30 de abril a 13 de maio
· Pato Branco: 7 a 20 de maio
· Ponta Grossa: 14 a 27 de maio
· Arapongas: 21 de maio a 3 de junho
· Curitiba (Mostra Final): 4 a 17 de junho
*Investimento: R$20,00 por oficina. 

Regulamento e informações: mostra@ababtg.org.br 
www.ababtg.org.br/mostra  ///  www.facebook.com/ababtgoficial

ABABTG
Fundada em 2007, a Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra surgiu para fortalecer a dança e demais artes motivando uma ligação sinérgica entre os setores público e privado. Para tanto, tem desenvolvido projetos culturais que promovam ações de formação, atualização, divulgação e fomento da dança, em suas diversas linguagens. A formação de público e o apoio à gestão de carreira de seus associados bailarinos, ex-bailarinos e apoiadores do Balé Teatro Guaíra também estão entre os compromissos da ABABTG. Formalizada como uma agremiação artística e cultural de caráter civil e personalidade jurídica e recentemente qualificada como Organização Social, a Associação tem demonstrado uma atividade intensa desde a sua fundação. Entre os seus principais eventos está a Mostra Paranaense de Dança, realizada anualmente em diferentes cidades do Estado para incentivar e valorizar bailarinos e grupos amadores e promover apresentações profissionais a preços populares.

SESI CULTURA PARANÁ PRORROGA INSCRIÇÕES PARA EDITAIS 2018

Sesi Cultura – Crédito Foto Rei Santos

Serão selecionadas propostas de Artes Cênicas e Música até o dia 15 de janeiro

O Sesi Cultura Paraná ampliou o prazo para inscrição de projetos culturais nos Editais de Chamamento Público 2018/2019, nas categorias de Música e Artes Cênicas. As propostas poderão ser feitas até às 18h do dia 15 de janeiro de 2018. A seleção é de âmbito nacional, portanto, interessados e residentes de outras regiões do Brasil podem se inscrever.

Os trabalhos selecionados vão integrar a programação cultural de 2018 nos teatros das unidades do Sesi-PR em Curitiba, São José dos Pinhais, Londrina, Arapongas e Pato Branco, ou nos espaços parceiros das secretarias municipais e fundações de cultura.

De acordo com a Gerente de Cultura do Sistema FIEP, Anna Zétola, os editais oferecem transparência e competitividade aos artistas locais. “O Sesi Cultura Paraná oportuniza o conhecimento de projetos artísticos novos, de nomes desconhecidos da maximídia e também promove a profissionalização de jovens produtores, desenvolvendo a economia da cultura localmente”, declara.

O objetivo da área de Cultura do Sesi-PR é identificar projetos artísticos para públicos de todas as idades com o intuito de democratizar e ampliar o acesso à cultura, bem como incentivar e difundir a multiplicidade e a diversidade das linguagens e tendências artísticas para a formação e a valorização do indivíduo e sua comunidade.

Todos os procedimentos legais para a apresentação de projetos e envio da documentação solicitada estão descritos para consulta no site www.sesipr.org.br em Licitações, no número 206/2014. Os chamamentos em aberto estão listados logo abaixo. Os projetos serão selecionados por uma comissão avaliadora e os resultados serão divulgados exclusivamente no site do Sesi Paraná, no primeiro semestre de 2018.

• 10º EDITAL DE PROGRAMAÇÃO:
CENTRO CULTURAL CASA HEITOR STOCKLER DE FRANÇA / MÚSICA 2018

Modalidade A – Vozes da Cidade e de Outras Cidades

Podem participar do projeto “Vozes da Cidade”: compositores, músicos e intérpretes locais de música popular urbana ou de outras regiões, que desenvolvem seus trabalhos autorais num formato mais intimista, seja individual ou em duos e trios.

Modadalidade B – Acordes na Casa

Podem participar do projeto “Acordes na Casa”: artistas profissionais da música instrumental brasileira, internacional e étnica. O objetivo é formar uma programação musical contínua durante o ano, proporcionando à comunidade o acesso a diferentes gêneros da música instrumental, bem como fortalecer a cultura da região.

Para mais informações, acesse o edital: aqui

• 11º EDITAL DE PROGRAMAÇÃO:
SESI CULTURA PARANÁ – EQUIPAMENTOS CULTURAIS 2018/2019

A área de Cultura do SESI seleciona projetos culturais nas modalidades de: Artes Cênicas (Teatro, Dança e Circo) e Música para o ano de 2018 e 2019. O público alvo é, além do trabalhador da indústria e seus familiares, a comunidade da região. Os locais de realização são os Equipamentos Culturais do SESI que estão distribuídos pelo Estado do Paraná. Para mais informações, acesse o edital: aqui

• 12º EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESPETÁCULOS:
CIRCUITO CULTURAL SESI/PR 2018

Para o Circuito Cultural, os projetos que serão selecionados são os de Artes Cênicas e de Música para apresentação em teatros parceiros das secretarias municipais, fundações de cultura municipais ou nas dependências dos auditórios e teatros das unidades do SESI-PR. As cidades pelas quais o Circuito Cultural é realizado podem ser consultadas no edital. Serão selecionados 7 grupos, sendo 3 grupos para o primeiro semestre de 2017 e 4 grupos para o segundo semestre de 2017. Para mais informações, acesse o edital: aqui

• 13º EDITAL DE PROGRAMAÇÃO:
SESI MÚSICA 2018

Para 2018, o projeto SESI Música pretende apresentar ao público da indústria e comunidade das cidades de Toledo, Ponta Grossa, Maringá e Londrina, artistas de diferentes gêneros musicais do país e também artistas da cena musical local. As apresentações acontecem no seguinte formato: show do(a) artista local, nascido(a) ou radicado(a) no Paraná, o(a) qual convida um(a) artista de renome nacional com carreira consolidada. Para mais informações, acesse o edital: aqui

Mais informações:
www.sesipr.com.br/cultura/
www.facebook.com/sesiculturapr/

SESI CULTURA – Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2016, mais de 927 mil espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 7,5 mil eventos realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de um forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro.

O OLHAR DE NEUZA

A Tecer Teatro leva ao interior do Paraná o premiadíssimo monólogo, que discute o envelhecimento feminino.

A peça O Olhar de Neuza, vencedora do prêmio paranaense “Troféu Gralha Azul” (2013) nas categorias de melhor espetáculo, melhor atriz, direção e texto, será encenada em cinco cidades paranaenses: Lapa, Castro, Paranavaí, Pato Branco e Francisco Beltrão.

A turnê teve início em agosto, na Lapa e chega agora em Castro. As apresentações serão nos dias 01/09 (apresentações fechadas às 9h30 e às 16h) e 02/09 (apresentação aberta às 20h), no Teatro Bento Mossorunga. Endereço: Praça Manoel Ribas, 43 – Centro. ENTRADA GRATUITA.

A iniciativa é da Tecer Teatro, de Curitiba e foi viabilizada com incentivo da Copel e da Havan por meio do PROFICE (Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura), da Secretaria Estadual de Cultura do Paraná.

Inspirada no livro A Mulher Que Cai, do escritor curitibano Guido Viaro (neto do pintor), a peça narra a história de uma mulher de meia-idade que atravessa, em crise, a fase da menopausa. A professora aposentada vivida pela atriz Fabiana Ferreira ao refletir sobre sua existência e suas angústias expõe os conflitos psicológicos, sociais e físicos do universo da mulher madura.

“A peça não aborda apenas a menopausa. Menopausa é mero detalhe para uma mulher que chega a maturidade e coloca em questão sua própria vida e suas dores. O questionamento principal de Neuza está muito além dos calorões sentidos pelo seu corpo, está em viver e questionar”, explica Fabiana.

O espetáculo trata de apenas um dia na vida de Neuza, que poderia ser igual a tantos outros, não fosse sua disposição de torná-lo uma nova etapa.

“A juventude é a moeda de troca da mulher. Na menopausa, a mulher perde o valor social e o valor humano. É o momento em que precisa vestir a fantasia de ‘titia’ ou ‘vovó’, um papel assexuado e se contentar com as sobras sociais”, comenta Viaro.

O Olhar de Neuza expõe uma ferida social: que sentido a mulher tem para a sociedade depois do ápice da maturidade?

Desde a sua estreia em 2013, O Olhar de Neuza, realizou mais de 50 apresentações em Curitiba e em outras cidades brasileiras.

“O tema é profundo, existencialista, mas a comunicação com o público é fácil. Trata-se de um espetáculo de gênero, mas o tema, na verdade, é universal uma vez que expõe os conflitos de quem chega à meia idade e fatalmente revê sua vida, provocando no espectador, ora uma identificação, um espelhamento, ora a reflexão da importância das escolhas que fazemos durante nossa trajetória”, comenta a atriz.

Após cada apresentação, haverá um bate papo sobre o trabalho e o conteúdo abordado na peça. O projeto prevê também a realização de encontros com grupos teatrais de cada cidade para troca de experiências entre os profissionais da área e ainda oficinas voltadas para atores profissionais e amadores.

Todas as ações do projeto serão gratuitas.

TECER TEATRO

O teatro manifestado por forte fisicalidade tem sido característica do trabalho da Tecer Teatro que iniciou suas atividades em 2004 com o objetivo de fomentar, focar, aprofundar e ampliar a investigação cênica do teatro e da dança, bem como da linguagem audiovisual. Tais áreas culturais fazem parte dos vinte e sete anos de carreira de sua fundadora, Fabiana Ferreira, também sócia fundadora da Cia do Abração, empresa parceira por dez anos. A Tecer tem como foco proporcionar um espaço de aprofundamento de dramaturgias para realizar produções artísticas de experiências inovadoras, com temas que versem pelos interesses contemporâneos, de forma a contribuir para o enriquecimento cultural da comunidade da qual faz parte. Os trabalhos desenvolvidos buscam compartilhar a fusão de linguagens, agregando artistas de diferentes áreas.

Ficha Técnica da peça O Olhar de Neuza: Direção: Cristine Conde e Fabiana Ferreira; Texto: Criação Colaborativa; Elenco: Fabiana Ferreira; Coreografia: Wal Mayans; Iluminação: Anry Aider; Cenografia: Criação Colaborativa; Figurinos: Cristine Conde; Composição Musical: Tiago Constante; Cantora: Mariá Sallum, Cenotécnico e Operador de Luz: Frank Sousa; Operador Som: Paulo de Tarso ou Tiago Constante.

Acompanhe: http://oolhardeneuza.blogspot.com.br/
Visite: https://www.tecerteatro.com/
Link vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=xJu0GCg7sD8
Realização: Tecer Teatro – Arte, Educação e Cultura.

SERVIÇO/CRONOGRAMA APRESENTAÇÕES:

CASTRO-PR
APRESENTAÇÕES SEGUIDAS DE BATE-PAPO
· dia 01/09 (sexta), às 9h30 e às 16h (*apresentações fechadas, agendamento prévio)
· dia 02/09 (sábado), às 20h (*apresentação aberta)
Local: Teatro Bento Mossurunga – Praça Manoel Ribas, 43 – Centro. Telefone: (42) 2122 5533
OFICINA “Ser Ator- A Prática Criativa” – dia 31/08 das 19h às 22h, dia 01/09 das 19h às 22h e dia 02/09 das 9h às 12h.
ENCONTRO com os fazedores de teatro locais – dia 02/09, às 14h.
Local: Teatro Bento Mossurunga – Praça Manoel Ribas, 43 – Centro

PARANAVAÍ -PR
APRESENTAÇÕES SEGUIDAS DE BATE-PAPO
· dia 19/09 (terça), às 8h e às 10h (*apresentações fechadas, agendamento prévio)
· dia 20/09 (quarta), às 20h (*apresentação aberta)
Local: Teatro Municipal Dr. Altino Afonso Costa – Praça Rodrigo Ayres de Oliveira – Centro
Telefone: (44) 3902 1128
OFICINA “Ser Ator- A Prática Criativa” – dia 18 e 19 das 19h às 22h e dia 20 das 9h às 12h.
ENCONTRO com os fazedores de teatro locais – dia 20, às 14h.
Local: Teatro Municipal Dr. Altino Afonso Costa – Praça Rodrigo Ayres de Oliveira – Centro

PATO BRANCO – PR
APRESENTAÇÕES SEGUIDAS DE DEBATES –
· dia 29/09 (sexta), às 10h e às 15h (*apresentações fechadas, agendamento prévio)
· dia 30/09 (sábado), às 19h (*apresentação aberta)
Local: Centro Cultural Sesi Pato Branco – Rua Xingu, 833 – Amadori
Informações – SESI Pato Branco: (46) 3220 5524
OFICINA “Ser Ator- A Prática Criativa” – dia 28 e 29 das 19h às 22h e dia 30 das 9h às 12h.
ENCONTRO com os fazedores de teatro locais – dia 30, às 14h.
Local: Teatro Municipal Naura Rigon – Rua Jaciretã, 976 – Bairro Parzianello.

FRANCISCO BELTRÃO -PR
APRESENTAÇÕES SEGUIDAS DE BATE-PAPO
· dia 01/10 (domingo), às 20h (*apresentação aberta)
· dia 02/10 (segunda) – às 10h e às 15h (*apresentações fechadas, agendamento prévio)
Local: TEATRO MUNICIPAL EUNICE SARTORI – Rua Octaviano Teixeira dos Santos, 1.121.
OFICINA “Ser Ator- A Prática Criativa” – dia 02 das 19h às 22h e dia 03 das 9h às 12h e das 13h às 16h.
ENCONTRO com os fazedores de teatro locais – dia 03, às 19h.
Local: TEATRO MUNICIPAL EUNICE SARTORI – Rua Octaviano Teixeira dos Santos, 1.121.
Informações: (46) 3524 4441

CONTATOS:
Assessoria de Imprensa:  Glaucia Domingos (41) 99909 7837  /
glauciadomingos@hotmail.com

Produção Executiva: Fabiana Ferreira (41) 3434 2992 / 99243 0322 /
tecerteatro@gmail.com

Produção Local nas cidades: Lapa, Francisco Beltrão, Pato Branco e Paranavaí
Paolla Cristina (Lola) Flessak
(46) 99111 9041  / lolafleessak@gmail.com

Produção Local na cidade de Castro
Ana Madureira (41) 99701 8006  / madureira.ana@gmail.com

“PROJETO REALIZADO COM O APOIO DO PROGRAMA ESTADUAL DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA/PROFICE – SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA – GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ”.

FESTIVAL DE MÚSICA DO SISTEMA FIEP PRORROGA INSCRIÇÕES

Talentos da indústria e das escolas do SESI, SENAI e IEL podem se inscrever até o dia 25 de agosto

Está prestes a começar a edição 2017 do Festival de Música do Sistema FIEP que, neste ano, está em novo formato. Podem participar colaboradores das indústrias, dependentes diretos (filhos e cônjuges) e todos os alunos SESI, SENAI e IEL do Estado do Paraná, a partir de 14 anos. Serão seis etapas regionais que acontecerão por meio de oficinas e finalizadas em um grande Sarau aberto ao público. Para atender aos interessados, o Sesi Cultura prorrogou as inscrições até o dia 25 de agosto.

A etapa final (estadual) do Festival contará com 24 cantores selecionados dentre todas as etapas regionais. Os vencedores receberão troféu e premiação em dinheiro entregues durante um grande show que acontece em Curitiba, no Teatro SESI do Campus da Indústria.

Realizado pelo Departamento Regional do Sesi Paraná por meio de sua Gerência de Cultura, o Festival de Música, além de promover a cultura local e revelar talentos paranaenses, visa fomentar e difundir a produção musical no país, fortalecendo a participação ativa na formação cultural dos participantes e colaboradores da indústria. Para participar desse grande festival, é possível se inscrever gratuitamente. Para tanto, o regulamento pode ser consultado no site www.sesipr.org.br/cultura, em: Inscrições Festival de Música / Edital 511/2017.

Interessados em participar, podem se inscrever como intérpretes nas categorias Música Regional, Música Sacra e Música Popular Brasileira. Cada candidato pode participar de apenas uma etapa regional, em uma categoria e com apenas uma música, individualmente ou em dupla.

As etapas regionais acontecerão nas cidades de Maringá, Toledo, Pato Branco, São José dos Pinhais, Guarapuava e Arapongas (calendário abaixo). A grande final acontece no mês de novembro em Curitiba.

PERÍODO DE INSCRIÇÕES:
As inscrições são GRATUITAS e podem ser realizadas até o dia 25 de agosto. Saiba mais consultando o regulamento no Edital 511/2017, disponível no site www.sesipr.org.br/cultura 

QUEM PODE SE INSCREVER? 
Trabalhadores das indústrias do Estado, seus dependentes diretos (filhos e cônjuges), alunos do SESI, alunos do SENAI e alunos do IEL no Paraná (a partir de 14 anos).

DATAS E LOCAIS DAS ETAPAS CLASSIFICATÓRIAS:
23 de setembro: Maringá-PR – SESI Maringá 
Rua Antônio Carniel, nº 499 – Zona 5

30 setembro: Toledo-PR – Casa da Cultura
Rua XV de Novembro, nº 1.638 – Jardim La Salle

07 de outubro: Pato Branco-PR – Teatro SESI
Rua Xingu, nº 833 – Amadori 

21 de outubro: São José dos Pinhais-PR – Teatro SESI 
Rua XV de Novembro, nº 1.800 – Centro

28 de outubro: Guarapuava-PR- Teatro SESI 
Rua Coronel Lustosa, nº 1.736 – Centro 

04 de novembro: Arapongas-PR- Arena Arte e Cultura SESI
Avenida Maracanã, nº 3.260 – Vila Bernardes

24 e 25 de novembro (etapa final): Curitiba – Campus da Indústria
Av. Comendador Franco, nº 1.341 – Jardim Botânico

Mais informações:
www.sesipr.com.br/cultura/
www.facebook.com/sesiculturapr/

SESI CULTURA – Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2016, mais de 927 mil espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 7,5 mil eventos realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de um forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro.

SESI CULTURA TRAZ A CURITIBA ‘PROCESSO DE CONSCERTO DO DESEJO’

Em emocionante atuação, Matheus Nachtergaele recita poesias escritas pela mãe. Peça vai circular por quatro cidades do Paraná

Poesia, música, lirismo e paixão. Esses elementos se concentram na emocionante atuação de Matheus Nachtergaele em “Processo de Conscerto do Desejo”, espetáculo onde o ator expressa em cena a essência de sua mãe de forma intimista. A montagem que estreou no Rio de Janeiro e já passou por Brasília, Minas Gerais, São Paulo e Curitiba (durante a última edição do Festival de Teatro), faz temporada em quatro cidades do Paraná por meio do SESI Cultura. A peça passa por Curitiba entre os dias 10 e 11 de junho, no Teatro SESI Portão.

Em “Processo de Conscerto do Desejo”, Matheus Nachtergaele recita poesias escritas por Maria Cecília Nachtergaele – falecida em 1968 quando o ator era apenas um bebê de três meses. Na adolescência, Matheus teve contato com esses textos sendo profundamente impactado por eles. Agora, leva ao palco esses poemas intercalados pela interpretação de canções que de alguma forma também fizeram parte da vida de sua mãe. “Dela, me restaram seus poemas, lindos e maduros, escritos de uma jovem mulher moderna e triste. No espetáculo, temos um ator, um violão, lindos poemas e a canção. Tudo pequenininho para a grandeza do essencial”, declara o ator e diretor.

Matheus ainda explica que a palavra conscerto no nome do espetáculo foi escrita com “s” e “c” propositalmente com o objetivo de juntar os conceitos de conserto e concerto: “quero consertar meu desejo com poesia num concerto. Preciso das pessoas para tanto, como observadores emcionados disso tudo. Quero ir consertando meu desejo de acordo com essa emoção, dia após dia. Como na vida. Como no teatro. Isso, só o teatro pode nos trazer.”

O espetáculo tem duração de 60 minutos e classificação etária de 16 anos. Em Curitiba, as apresentações acontecem no dia 10, às 20h e no dia 11, às 19h, ao custo de R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), com ingressos a venda pelo Disk Ingressos. O espetáculo ainda passa por Londrina, Pato Branco e São José dos Pinhais (calendário abaixo).

Matheus Nachtergaele / Foto: Marcos Hermes

Circulação SESI Cultura

Espetáculo “Processo de Conscerto do Desejo”

Em Londrina
Datas: 7 (quarta-feira) e 8 (quinta-feira) de junho.
Horário: 19h.
Local: Centro Cultural SESI AML – Fone : (43) 3322-3231
Endereço: Rua Maestro Egídio Camargo do Amaral, 130 – Centro
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)
Quiosque Disk Ingressos do Pátio San Miguel
(41) 3315-0808 / www.diskingressos.com.br

Em Curitiba
Datas: 10 (sábado) e 11 (domingo) de junho.
Horário: dia 10, às 20h e dia 11 às 19h.
Local: Teatro SESI Portão – Fone: (41) 3271-8469
Endereço: Rua Padre Leonardo Nunes, 180 – Portão
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)
Quiosques do Disk Ingressos dos shoppings Palladium, Mueller e Estação
(41) 3315-0808 / www.diskingressos.com.br

Em Pato Branco
Datas: 14 (quarta-feira) e 15 (quinta-feira) de junho.
Horário: sempre às 19h.
Local: Teatro SESI Pato Branco – Fone: (46) 3225-4945
Endereço: Rua Xingu, 833 – Amadori
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)
Quiosque do Disk Ingressos na Ótica Diniz
(41) 3315-0808 / www.diskingressos.com.br

Em São José dos Pinhais
Datas: 17 (sábado) e 18 (domingo) de junho.
Horário: dia 19, às 20h e dia 18, às 19h.
Local: Teatro SESI de São José dos Pinhais – Fone: (41) 3398-4100
Endereço: Rua Quinze de Novembro, 1800 – Centro.
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)
Quiosques do Disk Ingressos dos shoppings Palladium, Müller e Estação
(41) 3315-0808 / www.diskingressos.com.br

Mais informações:
http://www.sesipr.com.br/cultura/
https://www.facebook.com/sesiculturapr/

SESI CULTURA
Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos Humanos, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o SESI Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural SESI, o Festival SESI Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Programa SESI Música são exemplos de programas desenvolvidos pelo SESI Cultura. De 2008 até 2016, quase 1 milhão de espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 7 mil ações culturais realizados pelo SESI Paraná. O objetivo da Gerência de Cultura do SESI é promover o acesso ao bem cultural ao trabalhador da indústria e seus dependentes e difundir a arte em todas as suas manifestações valorizando a diversidade e a pluralidade cultural do povo brasileiro.

www.sesipr.com.br/cultura/
www.facebook.com/sesiculturapr/