SHOW MOVIMENTO PARABÓLICO 2

O compositor, violonista e produtor musical Luga Maluf, estará gravando o seu próximo DVD da sua carreira solo, no dia 09 de agosto de 2022, terça-feira, no Armazém Garagem Bar, na cidade de Curitiba.  O show terá início às 20:00 hs, e contará com a participação das cantoras convidadas Thaís Calderon e Bela Godoi. A banda de apoio é formada por Calebe Petrônio na bateria, Fernando Cavalaro no contrabaixo, Klaus Mamede no teclado/piano, Marcelo Oliveira nos sopros ( Clarineta/Flauta Transversal ), Rodrigo Mendes na percussão, além de Luga Maluf na voz, violão e guitarra.

O show intitulado “Movimento Parabólico 2”, é a continuação do resultado de uma parceria de quase 30 anos que remete ainda aos tempos de faculdade, entre Luga Maluf e o poeta e artista plástico, Péricles Zenzodiac, os artistas gravaram seu último trabalho autoral, em um show no Teatro Paiol, na cidade de Curitiba, em outubro de 2018 e agora se preparam para dar continuidade no registro das suas canções.

O repertório contém 13 músicas com os mais variados estilos, passando pelo Samba Rock, Reggae e Baião, porém, com um estilo próprio que dá sentido e marca toda a obra dos artistas. A valorização da “Brasilidade”, fica evidente nos arranjos de Luga Maluf e as letras são na sua maioria de Péricles Zenzodiac, porém não poderia faltar letras do próprio Luga, como podemos notar nas músicas “Ave César” e em “Todos os Valores do Mundo” e “África Latina América”. Neste segundo disco de sua carreira solo, intitulado “Movimento Parabólico 2”, Luga Maluf escolheu homenagear o compositor Itamar Assumpção, interpretando uma de suas canções, a consagrada música “Prezadíssimos Ouvintes”, do disco “Sampa Midnight – Isso Não Vai Ficar Assim”, lançado em 1983.

Sobre o organizador:
Luís Gabriel Maluf da Silva
Luga Maluf, é compositor, violonista e produtor musical, iniciou sua carreira em 1991, no curso de violão clássico, na cidade de Curitiba, Paraná. Desde então, participou de vários projetos artísticos nos mais variados estilos, que vai da música autoral, instrumental e música erudita. Na sua carreira solo, estará gravando seu segundo disco ao vivo em agosto de 2022.

Serviço:
 Show Movimento Parabólico 2
Data:  Dia 09 de agosto, terça-feira
Local: Armazém Garagem Bar, Rodovia Curitiba – Ponta Grossa, BR 277, nº 2630 – Santo Inácio – Curitiba. Pista Lateral (sentido Ponta Grossa-PR), no bairro mossunguê, em Curitiba – na entrada do conjunto Saturno, na altura da Copel.
Ingressos: R$40,00 (1ºlote), R$60,00 (2º lote)
Ingressos: https://www.sympla.com.br/luga-maluf-em-movimento-parabolico-2__1586038?share_id=en8c8

PRI LACERDA CELEBRA AS RENOVAÇÕES NO CLIPE EM ANIMAÇÃO “CAPRICORNIANA”

Faixa é o primeiro lançamento autoral em português da artista após EP de estreia

Pri Lacerda abre caminho para as renovações, celebra o presente e a vida em “Capricorniana”, primeiro single em português da artista paranaense. O colorido da canção bem-humorada é acompanhado por um clipe animado e anuncia a nova fase da cantora e compositora.

Pri Lacerda é conhecida como cantora, compositora e vocalista da banda de jazz e blues Snap Jazz. Depois de embarcar no seu projeto solo com o primeiro EP, lançado em 2018 com cinco canções que faziam a ponte entre a nostalgia do soul e a música pop atual. Além de canções próprias, o trabalho contou com “Catch the Ash” e “River of Stars”, ambas do americano Jesse Harris (autor do sucesso “Don’t Know Why”, de Norah Jones). Este ano, Pri olha para o futuro em nova fase.

Atuando no cenário musical de Curitiba desde 2013, Priscilla soma a uma trajetória profissional como jurista, mestre em Direito Econômico, professora universitária há mais de 10 anos e escritora, tendo publicado um livro de Direito sobre igualdade e, recentemente, participou da Bienal do Livro com o seu primeiro livro infantil “O Mundo Colorido da Girafa Zazá”. A música foi rapidamente de uma paixão dormente e hobby a alguns dos principais festivais e palcos da região, participando inclusive do Sofar Curitiba.

Este ano, Pri Lacerda está pronta para dar mais um passo em sua carreira musical, absorvendo o amadurecimento de seu primeiro trabalho e as reflexões diante de acontecimentos que têm nos colocado em contato com questões íntimas e emocionais.

“A pandemia pra mim foi um processo muito louco. Cada um absorveu esse momento de uma maneira diferente e tudo bem! Alguns desengavetando projetos esquecidos até então, outros aprendendo a fazer nada. E outros estão entendo que o fato de a gente estar ainda aqui é um presente. Talvez seja o momento oportuno de fazer uma viagem interna e deixar aqueles julgamentos, aquelas cobranças de lado e simplesmente ser você. É isso que estou tentando fazer, ser EU. A música foi um presente e agora em 2022 quero mostrar a compositora”, reflete Pri.

Nada melhor do que começar essa nova fase apresentando a potente “Capricorniana”, uma canção que abraça nossas contradições e trata com bom humor as características mais marcantes de ser quem somos – independentemente do signo do zodíaco. A nova série de lançamentos de Pri Lacerda ganha um pontapé inicial igualmente inventivo com um clipe assinado por Izabella Francheschi e Rosano Mauro Jr repleto de cores e texturas, com direção de arte e animação de Nathalia Okimoto – um testamento da própria versatilidade da artista.

“Escolhi começar com ‘Capricorniana’, pois é uma música que eu escrevi em casa, bebendo uma taça de vinho tirando sarro de mim, do meu jeito de ser, do que é relevante ou engraçado. O clipe vem para mostrar de uma maneira leve, divertida, que a vida pode ter várias facetas, que podemos sim fazer inúmeras coisas. A girafa foi escolhida fazendo um link direto com o meu livro infantil, mas principalmente pelo fato de a girafa ser o símbolo da comunicação não violenta. A girafa tem orelhas grandes para escutar com empatia; um longo pescoço para ver além dos julgamentos e partilhar esta consciência; nos cascos a girafa expressa sua necessidade de autenticidade, além de ter o maior coração dos mamíferos terrestres”, completa.

“Capricorniana” chega às principais plataformas de streaming através do selo Pomar e o clipe, ao canal de YouTube da artista.

Ficha técnica
Voz/composição – Pri Lacerda
Produção/guitarra/baixo/teclas/samples – Eduardo Rozeira
Bateria – Luís Bourscheidt
Mix e Master – Guigo Berger
Selo Pomar
Gravado por Eduardo Rozeira no Estúdio Gota e Francisco Desalv
Direção. Izabella Francheschi e Rosano Mauro Jr
Roteiro. Izabella Franceschi
Dir. de Fotografia. Rosano Mauro jr
Ass. de câmera. João Fincatto
Figurino. Isbella Brasileiro
1 ass. de figurino. Nathalia Mendes
2 ass. de Figurino. Clara Faraco
Make up. Carol Suss
Produção. Selecta Studio
Produção de Set. Gisela Garcia
Equipe de Pós-Produção
Direção de pós-produção:
Nathalia Okimoto
Ilustração:
Cassia Roriz
Astronauta
Nathalia Okimoto
Thais Perissinotto
Direção de animação:
Nathalia Okimoto
Animação:
Nathalia Okimoto
Thais Perissinotto
Fabio Gular

Voz/composição – Pri Lacerda (@aprilacerda)
Produção/guitarra/baixo/teclas/samples – Eduardo Rozeira (@rozeiracomz)
Bateria – Luís Bourscheidt (@gauspa)
Mix e Master – Guigo Berger (@guigoberger)
Preparadora vocal – Paola Pagnosi (@lolapagnosi)


Asssita a “Capricorniana”: https://youtu.be/ZXCozxDgnE4
Ouça “Capricorniana”: https://pomar.fanlink.to/capricorniana 

Siga Pri Lacerda:
facebook:
https://www.facebook.com/aprilacerda/
instagram:
https://www.instagram.com/aprilacerda/
Canal no Youtube: Pri Lacerda

Letra:
CAPRICORNIANA
Sou capricorniana
Às vezes um tanto insana
Gosto do certo
Do que é correto
Quando o que importa
É o que está por perto

Eu tenho TOC
Isso é comum
Mas nenhum deles
Faz mal algum
Gosto da vida
Gosto da arte
De um leve caos
Antes da morte

Sou capricorniana
Às vezes um tanto insana
Gosto do certo
Do que é correto
Quando o que importa
É o que está por perto

Gosto do outro
Do que ele trás
Ensinamentos
Que a luz atrai
Viver o hoje
Agora eu sei
E dar a pausa
Faz bem também

Mudar um móvel ali
Outro acolá
Pra me aquietar
Sentar no mesmo lugar

Mudar um móvel ali
Outro acolá
Pra desestressar
Sentar no mesmo lugar

Mudar um móvel ali
Outro acolá
Pra me desligar
Sentar no mesmo lugar
Como se pudesse me acalmar

BANDA CURITIBANA TROY E OS CALVOS LANÇA VIDEOCLIPES E PROMOVE LIVE NO DIA 04/11

Projeto foi gravado em casa, e traz três músicas conhecidas e uma inédita

A banda Troy e Os Calvos realiza durante o mês de novembro de 2021 o lançamento do seu mais recente trabalho, a produção de videoclipes do repertório autoral. Cada músico gravou de sua casa, respeitando os protocolos de segurança neste período de distanciamento social, tendo a sua finalização executada pela Rockout Magic Estúdio.

As canções selecionadas fazem parte do repertório, sendo três já executadas pela banda em shows autorais e eventos culturais de Curitiba, e uma inédita ao público. São elas: Reza para um Querubim, Se Eu Corro, Inimaginável e Inútil Solidão.

Para apresentar o trabalho e conversar com o público, a banda realiza no próximo dia 04 de novembro, às 20h, uma live pelo canal no Youtube. E cada videoclipe será lançado, semanalmente, em todas as redes sociais da banda.

Troy e os Calvos é uma banda de repertório autoral, e faz parte da cena Curitibana há mais de 12 anos, levando a boa música ao público, destacando-se pela qualidade artística e profissionalismo. Formada por Troy Rossilho, que já teve suas canções gravadas por inúmeros artistas, usadas também como trilhas para peças de teatro e cinema, acompanhado da banda os Calvos, com Leo Barros (voz e guitarra), Mauro Castilhos (bateria) e Thiago Menegassi (voz, baixo e direção musical). A diretora de produção da banda é a jornalista e produtora Mariane Antunes.

“PROJETO REALIZADO COM RECURSOS DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA E DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA.

Serviço:
Live: 04/11 – 20h
Lançamentos dos videoclipes:
11/11, 18/11, 25/11 e 02/12
Facebook e instagram: @troyeoscalvos
Youtube: https://www.youtube.com/user/troyrossilho

FRANCISCO OKABE LANÇA MADRUGADA, SEU NOVO SINGLE

Composta e gravada em casa, canção faz parte de “8”, próximo álbum do músico

Madrugada, o novo single de Francisco Okabe, está disponível em plataformas como Spotify, Deezer, YouTube e Bandcamp a partir desta sexta-feira, 24 de setembro. A canção faz parte de “8”, o próximo álbum do multi-instrumentista, que vai ao ar em outubro em lançamento da Queda Livre Coletiva e do selo Onça Discos.

O novo trabalho dá sequência à discografia de Francisco, nascido em Bauru (SP) e radicado em Curitiba, e mais um passo na pesquisa de sonoridades realizada no ep “80” (2019), além de seus primeiros lançamentos realizados já em período pandêmico no Brasil.

Ao longo de quase 10 anos de carreira, Chico também já produziu outros dois álbuns – “Ah não ser eu toda a gente e toda a parte!” e “Vital” (2015 e 2018) –, além de uma série de singles e participações em projetos musicais independentes, como as bandas Charles Racional, e/ou, Obake, o duo de violões DayChi, a banda ímã e o trabalho autoral da cantora Roseane Santos.

Entre questões e conclusões parciais­. O novo single propõe um passeio por linguagens e parte de uma atmosfera minimalista e gravada em fita cassete para acessar referências contemporâneas e digitais, com melodias se conectando entre violão, flauta e violoncelo, beat e vozes.

“No ep ‘80’, o fluxo era mais de dentro pra fora. Nos últimos singles e agora em ‘Madrugada’, estamos experimentando o caminho contrário, inclusive como tônica do próximo álbum, que está pronto”, conta Francisco. “Um traço comum com as faixas anteriores é a autoprodução, a descoberta de como fazer álbuns em casa. Talvez seja um tipo brasileiro de ‘bedroom pop’, esse som feito em home studio, com referências atuais e usando ferramentas acessíveis, como samplear do YouTube”, destaca. “Esse processo autônomo acaba sendo propício para criar uma mistura de todas referências que temos”.

Queda Livre. Os lançamentos de “Madrugada” e “8” (final de outubro) são realizações da Queda Livre coletiva da qual Francisco Okabe é colaborador: uma movimentação de artistas que já resultou nos discos “Fronteiriça”, de Roseane Santos, e “Ímã de Nove Pontas”, da banda ímã (lançados em 2020), e que também produziu o ep “Livro Vivo”, parceria de Luciano Faccini e Roseane Santos (de 2021). A Queda Livre surge como uma forma de nomear uma rede de apoio e criação múltipla, com trabalhos influenciados e permeados pela inspiração vinda de artistas visuais, poetas, atrizes, palhaças e outras manifestações artísticas.


Gabriel Faccini: Crédito Foto/divulgação

_ Madrugada | Ficha técnica:
Francisco Okabe: composição, arranjo, produção, violão, flauta, teclados e voz
Acácio Guedes: contrabaixo, mixagem e masterização
Day Battisti: violoncelo
Matheus Mantovani: arte
Gabriel Faccini: Crédito Foto/divulgação

Ouça _ Madrugada 
https://onerpm.link/992978221726

_ Francisco Okabe | contato
https://www.franciscookabe.com/
+55 (41) 997 765 500 (whatsapp/telefone)

francisco.okabe@gmail.com

+        Spotify
+        Facebook
+        Instagram
+        YouTube – canal Onça Discos

_ Queda Livre Coletiva | conheça
https://linktr.ee/QuedaLivreColetiva

FCC LANÇA EDITAL PARA VIDEOCLIPES

Fundação Cultural de Curitiba lança edital, em caráter excepcional, para selecionar e apoiar financeiramente agentes culturais residentes em Curitiba que tenham Videoclipes (Solos ou Coletivos) na área da Música que, ao serem contemplados, venham a ser disponibilizados nas redes sociais da Fundação Cultural de Curitiba ou no Coreto Digital do Passeio Público – como forma de promoção e dinamização da economia da cultura no Município de Curitiba. INSCRIÇÕES ATÉ AS 12H DO DIA 21 DE SETEMBRO DE 2020.

Com relação às propostas de Videoclipes Coletivo, serão aceitas as produzidas até 15 de março de 2020, véspera da data na qual foi declarada Situação de Emergência em Saúde Pública no Município de Curitiba, em decorrência da infecção humana pelo novo Coronavírus (COVID-19), conforme disposto no Decreto Municipal nº. 421 de 16 de março de 2020.

Propostas elaboradas após 15 de março de 2020 com a participação de mais de um artista, gravadas em cenas individuais e editadas em um único material, deverão ser inscritas na categoria Videoclipes Solo.

Será disponibilizado para o presente Edital o valor de R$ 202.500,00 (duzentos e dois mil e quinhentos reais) destinados à contemplação de até 135 (cento e trinta e cinco) projetos, no valor R$ 1.500,00 (hum mil e quinhentos reais) cada.

As inscrições deverão ser realizadas no período entre as 18h do dia 16 de setembro de 2020 até as 12h do dia 21 de setembro de 2020, devendo o proponente respeitar os procedimentos estabelecidos neste Edital, aqui.

CONTINUE A VIVER O TATÁRA


DIA 14/08/2020, às 19h, no canal do YouTube VIVA O TATÁRA, um programa em homenagem ao nosso grande artista João Gilberto Tatára e continuar mantendo viva toda sua obra e legado.

Músicas, poemas e depoimentos EMOCIONANTES com histórias da vida do Tatára.

Então se inscreva no canal VIVA O do YouTube (aqui), ative as notificações e no dia 14/08, às 19h VIVA O TATÁRA.

Vídeo de abertura do canal. Uma obra original gravada ao vivo no Bardo Tatára na madrugada de 14 de julho de 2014.

LEO FRESSATO RETRATA A SOLIDÃO EM MEIO À MULTIDÃO NO CLIPE DE “NEXO”


O cantor e compositor Leo Fressato canta a solidão e os amores mal fadados no clipe “Nexo”. A faixa faz parte do EP “Canções Pra Você Me Perder de Vista” e o vídeo está no canal do YouTube do artista.

“Este vídeo foi gravado no festival Psicodália em fevereiro de 2019 e nunca havíamos finalizado. De certa forma esse clipe vai finalizar os projetos de 2019 definitivamente. ‘Nexo’ é a minha favorita do EP e este clipe vem pra dar mais ouvidos a esta canção e pra falar um pouco da solidão e do abandono que muitas vezes sentimos em momentos como este da pandemia”, conta ele.

Com mais de 15 anos de carreira, o cantor e compositor brasiliense de nascença e curitibano de coração é um artista prolífico, marcado por canções que tratam de amor ou de sua ausência. Transformando sentimentos íntimos em performance, Leo ganhou notoriedade nacional com o hit “Oração”, d’A Banda Mais Bonita da Cidade, e com a faixa “Coisa Linda”, uma parceria com Tiago Iorc.

Em 2013, lançou “Canções para o Inverno Passar Depressa” (Ouça aqui), com produção musical de Jérôme Gras, um álbum que trazia melodiosidade, romantismo e rancor. Esse espírito está presente no disco “Louco e Divertido” (Ouça o álbum: aqui), que se utiliza de leveza para celebrar o amor, uma inaptidão ao mundo moderno e os términos e foi lançado no ano passado.

O EP traz uma interpretação minimalista de três canções em um complemento do universo do trabalho principal. O clipe da principal faixa, “Nexo”, foi dirigido por Juliana Sanson. “Canções Pra Você Me Perder de Vista” está disponível em todas as plataformas de música digital.

Leo Fressato. Crédito foto: Matheus Wittkowski

Ficha técnica:
Violão e voz – Leo Fressato
Mixagem e masterização – Ian Fonseca
Direção e Edição – Juliana Sanson 
Direção de Fotografia – Gustavo Castro 
Produção – Fabulário Filmes

Letra:
Não Precisa se Preocupar
Meu amor já foi teu
Mas agora acabou, não aguentou o vazio
Não Precisa lembrar
Muito menos telefonar
Já que nunca telefonou
Pra saber como está o lado de cá
E aqui tudo mudou
Mas eu continuo a ser amor
Mesmo que você com tanta imaturidade 
Tenha dispersado um amor de verdade
Que era mais Que teu corpo
Que não era o teu sexo
Eu contigo era Canção
E os teus olhos silêncio
Não faziam nexo

ROSEANE SANTOS LANÇA “GUELRAS”, CANÇÃO DO INÉDITO FRONTEIRIÇA, SEU PRIMEIRO ÁLBUM

Roseane Santos por Luciano Faccini

A artista dá início à sua própria abertura enquanto compositora e letrista

Está disponível nas plataformas digitais a canção “Guelras”, parceria de Roseane Santos com Luciano Faccini que inicia a sequência de lançamentos de músicas do álbum Fronteiriça — em seguida vêm “A Sereia e a Fiandeira” dia 1º e “Ancestralidade” em 8/7.

Guelras é assinada por Leonardo Gumiero e Luciano na produção musical, assim como as outras faixas do disco, e conta com participação de Klüber no piano. As artes de capa (single e álbum) são de Thalita Sejanes, também criadora do lyric vídeo que conduz a música no YouTube, com desenho feito por Roseane.

“O texto foi construído a partir de um diálogo que tive. Deixei isso em um caderno com escritos que muitas vezes nem volto a ler, em outras leio muito tempo depois. Neste caso, em 2018, mostrei algumas anotações para o Luciano Faccini, que mais tarde apareceu com a ideia da música tirada dali. Ainda passei por um certo processo interno ao me despedir do texto enquanto texto, e encarar a canção, que no fim chegou a este resultado que me agrada muito”, explica Roseane.

Novo momento
Com mais de 16 anos de carreira, Roseane Santos é reconhecida como uma das vozes mais marcantes da cena curitibana e intimamente ligada aos universos do samba e ritmos afro-brasileiros. Tem passagens marcantes por projetos como Serenô, Orquestra Maria Faceira, grupo vocal Noivas de Allfreddo.

A nova faixa é o único samba de Fronteiriça, ainda que a construção do arranjo o coloque em contato com outras linguagens escolhidas ao longo dos encontros de gestação do álbum.

Ficha técnica de Guelras:
Voz: Roseane Santos
Bateria: Daniel D’Alessandro
Violão de 6: André Garcia
Percussão: Gabriela Bruel e Matê Magnabosco
Baixo: Vic Vilandez
Piano: Klüber
Pandeiro e tamborim: Raphael Araujo
Produção Musical: Leonardo Gumiero e Luciano Faccini
Direção Artística: Roseane Santos e Luciano Faccini
Gravação, edição, mixagem e masterização: Leonardo Gumiero
Produção Executiva: Moira Albuquerque
Coro: Alisson Santos, André Amorim, Caroline Casagrande, Daniel D’Alessandro, Dayane Battisti, Desireé dos Santos, Gabriela Bruel, Guilherme Mendes Muniz, Klüber, Leonardo Gumiero, Luciano Faccini, Má Ribeiro, Moira Albuquerque, Monique Portela, Nati Bermúdez e Thalita Sejanes.

Arte: Thalita Sejanes

Ouça Guelras agora: 
Spotify – https://spoti.fi/2Bd20Sd 
Deezer – https://bit.ly/2VlGSjz 
Apple Music – music.apple.com/us/artist/roseane-santos/1489426767 
Youtube – www.youtube.com/watch?v=K76UOAF_EPI 

Ouça as já lançadas Pedras e Escritos e Não Obedeço e faça pré-saves de A Sereia e a Fiandeira e Ancestralidade: linktr.ee/Fronteirica 

CONTRATEMPO FESTIVAL

Artistas do Paraná se unem para a primeira edição do Contratempo Festival, um evento online, com mais de 100 ações ao vivo durante 12 horas consecutivas. As transmissões serão entre 9h e 21h, de terça-feira, dia 23 de junho, no canal do Instagram das/dos artistas. 

Contratempo Festival traz a multiplicidade e versatilidade do setor cultural: música, teatro, cinema, circo, literatura, performances, artes plásticas, dança, fotografia, juntas em um só evento. A cada hora, apresentações exclusivas que prometem surpreender as espectadoras e espectadores. 

Mais que apresentações, o evento é um manifesto, um pedido de socorro da classe artística, uma das primeiras a parar e não tem previsão de retorno presencial. Ao contrário de outros estados do Brasil, que logo no início da pandemia publicaram editais de auxílio emergencial ao setor, o Governo do Paraná segue sem ações efetivas. O pacote de medidas de “apoio e fortalecimento do setor cultural”, anunciado para maio, ainda não aconteceu, e quando questionada sobre recursos para o Fundo Estadual de Cultura, a Superintendente de Cultura, Luciana Casagrande Pereira desconversa e diz que estão aguardando a Lei Aldir Blanc, que que aguarda a sanção presidente até dia 1º de julho.

CONTRATEMPO FESTIVAL
O nome do festival é um indicativo para o momento que a classe artística está vivendo. Contratempo é uma circunstância ou incidente inesperado, que impede ou contraria o curso de um acontecimento, de um projeto. Na música, é um deslocamento do acento métrico natural do compasso. Onde o acento que seria no tempo forte (naturalmente) acontece no tempo fraco. Contratempo pode ser regular e irregular.

PROGRAMAÇÃO
Confira quem se apresenta no Festival e já vai seguindo todes no Instagram para receber a notificação do início das apresentações ao vivo:

:: 09h às 10h
09h às 09h15 – Leticia Sabatella 
09h15 às 09h30 – Bia Figueiredo / Parabolé
09h30 às 09h45 – Fotofolia / Iria Braga
09h45 às 10h – Katiuscia Canoro / Itaercio Rocha

:: 10h às 11h
10h às 10h15 – Baque Mulher / Mano a Mano Trio
10h15 às 10h30 – Maureen Miranda e Necos Yaros / Pé no Palco
10h30 às 10h45 – Adri Menegale / Cia Portátil
10h45 às 11h – Grupo Fato / Leonardo Cruz e Laremi Paixão

:: 11h às 12h
11h às 11h15 – Cia Brasileira de Teatro / Diego Perin
11h15 às 11h30 – Aminoácido / Jossane Ferraz
11h30 às 11h45 – Léo Fressato / Luis Mello
11h45 às 12h – Rogeria Holtz / Rubyhoo

:: 12h às 13h
12h às 12h15 – Raissa Fayet / Abacate Contemporaneo
12h15 às 12h30 – Amanda Lyra / Partigianos
12h30 às 12h45 -Conde Baltazar / O Tiziu
12h45 às 13h – Rimon Guimarães / Francisco Mallmann

:: 13h às 14h
13h às 13h15 – Antropofocus / Bea Gerolin
13h15 às 13h30 – Cultucada / Davi Henn
13h30 às 13h45 – A banda mais bonita da cidade / Um baile bom
13h45 às 14h – Dow Raiz / Mahallo

:: 14h às 15h
14h às 14h15 – Fabiula Nascimento / Tuyo
14h15 às 14h30 – Ave Lola / Bernardo Bravo
14h30 às 14h45 – Festival Saliva / Juliana Cortes
14h45 às 15h – Londrina Ska Clube / Marcel Szymanski

:: 15h às 16h
15h às 15h15 – Leandro Daniel / Caburé Canela
15h15 às 15h30 – De ym filho, de um cego
15h30 às 15h45 – Chico Paes / Marcio Juliano Outro Samba
15h45 às 16h – Súbita / Casa do Suingue

:: 16h às 17h
16h às 16h15 – Ethnya / Raquel Bombieri
16h15 às 16h30 – Hause of X / Murillo Mongelo
16h30 às 16h45 – Saulo Soul /
16h45 às 17h – Sofar Curitiba / Kendri Albuquerque

:: 17h às 18h
17h às 17h15 – Gal Freire / Esperanza
17h15 às 17h30 – Renara Melão / Vigor Mortis
17h30 às 17h45 – Central Sistema de Som / Trupe da Periferia
17h45 às 18h – Goat Fest / Siamese

:: 18h às 19h
18h às 18h15 – Alexandre Nero / Slam das Gurias
18h15 às 18h30 – Familia Estranha / Obragem
18h30 às 18h45 – Juana Profunda / Rubia Divino
18h45 às 19h – Janine Mathias / Babi Oeiras

:: 19h às 20h
19h às 19h15 – Curitiba Jazz Festival / Cia Senhas
19h15 às 19h30 – Mulamba / Cia dos Palhaços
19h30 às 19h45 – Ricardo Pozzo / Roseane Santos
19h45 às 20h – Karol Conka / Selvátiva

:: 20h às 21h
20h às 20h15 – Estrela Leminski e Teo Ruiz / Bloco Afropretinhosidade
20h15 às 20h30 – Cia Stavis Damaceno / Mandicuera
20h30 às 20h45 – Dalvinha Brandão / Mano Cappu
20h45 às 21h – Miss G / MUV

SERVIÇO
Contratempo Festival
data: 23 de junho, terça-feira.
horário: 9h às 21h
Página do evento no facebook, aqui
Organização: Coragem – Rede de Profissionais da Música de Curitiba

SHOW DE LANÇAMENTO DO CD DE NÉLIO WALDY

Show de lançamento do cd do músico Nélio Waldy no dia 9 de dezembro, segunda-feira, às 20h, no Teatro Fernanda Montenegro, Shopping Novo Batel, R. Cel. Dulcídio, 517 – Batel, em Curitiba!!!

Aproveite para escutar o programa Curitibaneando, da Radio Cultura 930, com o Nélio Waldy, encantador de multidões, músico e compositor que deixou suas pegadas bem imprimidas na cena curitibana, neste link (aqui você pode ouvir músicas do álbum em primeira mão!)

Confira o texto, os agradecimentos, a apresentação da Barbara Kirchner:

“Vamos ouvir em primeiríssima mão o álbum que o nosso convidado está lançando, em um papo-revival incrível da capital dos pinheirais nos anos 80, com a participação na condução da entrevista do Flavio Jacobsen.

Desde já agradecemos à vida que une pessoas como a Patty Souto, Murillo Da Rós, Paulo Branco e depois vai amalgamando com o passar dos anos gente tão importante para esse momento histórico que o Nélio vive e nós podemos celebrar ouvindo juntos. Sintam-se todos abraçados em Sol Maior pelo nosso compositor!

Agradecimento especial a Eldo Ferreira e todos os que participaram da gravação, a começar pela dupla Andre Mares e Marcio Weil, por Luciano Madalozzo, Marcelo Darcini, Fábio Banks, Coelho, seguindo para cada nota, cada tom, de Daio Baroni, Maristela Ávila, Alexandre Toniolo, Amaranta de Paula, Freddy Branco, Audryn Souza, Guto Calazans, Negreth, O Lendário Chucrobilly Man, Big Dog Blues, Ricardo Moura, Antoniel de Oliveira, Dirceu Wolf L. Júnior, Paulo H. de Almeida, Katia S. Guimarães, Eddie Voccaccy, Rosana Barroso, Jaime Stropoli, Laertes Souza e a linda letra de Olhos do Parcifal Carlos Dias de Miranda.

Para você, amante do prog, um bloco de presente, só no podcast!

Uma hora inteirinha com os compositores que têm raízes na capital dos pinheirais só na Rádio Cultura de Curitiba, a mais livre de todas!

Sintonize a AM930 ou ouça de qualquer lugar do planeta no https://www.cultura930.com.br/curitibaneando

#curitibaneando #cultura930