PROJETO BRASIS NO PAIOL 2020 SERÁ ONLINE E TERÁ 50 ATRAÇÕES

Novo formato quintuplica número de artistas participantes. Entre os nomes da edição de setembro estão Xênia França, Amaro Freitas e Brisa Flow.

Realizado em Curitiba desde 2012, o projeto Brasis no Paiol chega a sua oitava temporada com uma mudança no formato e número de apresentações. Os shows saem do tradicional Teatro do Paiol e passam a ser transmitidos pela internet, em cinco edições mensais com 10 atrações em cada, de setembro a janeiro de 2021. A principal razão para a alteração foi a impossibilidade de realização dos shows neste ano devido a pandemia.

A primeira edição vai ao ar nos dias 26 e 27 de setembro. No sábado, quem se apresenta é Xênia França, Brisa Flow, Alienação Afrofuturista convida Lemoskine, Sol.Katu Ê Maraca.Drum e a DJ Mitay. No domingo tem Amaro Freitas, Janine Mathias, Melina Mulazani, Ágatha Pradnik e Disco Veneno. As apresentações, de 30 minutos para shows e uma hora para discotecagem, serão no canal do Brasis no Paiol do Youtube e Twitch. Também serão transmitidos no perfil da Santa Produção do Instagram e Facebook.
As próximas datas do projeto serão nos dias 24 e 25 de outubro, 21 e 22 novembro, 19 e 20 de dezembro e 23 e 24 de janeiro.

Do teatro para a tela

Faltavam poucos dias para a divulgação da temporada 2020 do Brasis no Paiol quando a quarentena foi anunciada. O projeto, que contaria com 10 apresentações de abril a dezembro, no icônico Teatro do Paiol em Curitiba, entrou em pausa. Com a incerteza do retorno das atividades culturais ao vivo, o Brasis precisou ser reformulado.

“O Paiol é um local muito especial, os shows lá são sempre uma experiência incrível. Mas apesar de o projeto estar totalmente ligado ao espaço, não fazia sentido a gente esperar um retorno das atividades enquanto artistas e técnicos estão com sua atuação comprometida. Por isso nos esforçamos para que o evento fosse realizado ainda neste ano, adaptando seu formato”, explica a produtora Bina Zanette, uma das idealizadoras do projeto.

Com a alteração, o Brasis no Paiol teve a oportunidade de quintuplicar o número de artistas participantes, possibilitando monetizar um dos setores da economia mais prejudicado pelo isolamento social. Aumenta também sua abrangência, já que em vez dos 220 ingressos por show, poderá ser visto pelo público de qualquer lugar do mundo que tenha acesso à internet.

Brasis no Paiol

Desde 2012, os produtores Bina Zanette (Santa Produção) e Heitor Humberto (Fineza Comunicação e Cultura) realizam uma sequência de shows no Teatro do Paiol, com artistas de diferentes regiões do Brasil, bem como nomes da cidade. O objetivo é sempre apresentar novidades, lançamentos, estreias e projetos especiais de artistas com trabalhos de relevância artística, que gerem interesse do público curitibano. Até hoje, já foram mais de 70 apresentações.

Em 2020, o projeto é realizado com o Projeto de Apoio e Incentivo à Cultura, da Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura Municipal de Curitiba. Conta com o patrocínio do Ebanx e o apoio da Effex Tecnologia e Criação, Cliteriosa Comunicação e haharadio. 

Artistas que já passaram pelo projeto
Karol Conka (com Emicida e Kamau), Luedji Luna, Tulipa Ruiz, Anelis Assumpção, China, Siba, Aláfia, Metá Metá, Juçara Marçal, Pélico, Rael, Romulo Froes, Katia B, Ná Ozzetti, Passo Torto, Rico Dalasam, Trupe Chá de Boldo, Graveola, Alzira E, Fióti, Saulo Duarte e a Unidade, Patricia Bastos & Dante Ozzetti, Bianca Gismonti Trio, Macaco Bong, Felipe Cordeiro, Qinho, Badi Assad, Sambas do Absurdo, Janine Mathias, Hurtmold, Conde Baltazar, Rodrigo Campos, Melina Mulazani e Luciano Faccini, Apanhador Só, Naked Girls and Aeroplanes, Itaercio Rocha, Vitor Araújo, Trombone de Frutas, Du Gomide, Mundareu, Real Coletivo, Duofel com Carlos Malta e Robertinho Silva, Copacabana Club, entre outros.

SERVIÇO 
Brasis no Paiol em Casa – Edição de setembro
:: 26 de setembro, sábado, 18h
:: 27 de setembro, domingo, 18h

Transmissão:
twitch – /brasisnopaiol
youtube – Brasis no Paiol
facebook – /santaproducao
instagram – @santaproducao

PROFISSIONAIS DA CULTURA DO PARANÁ PROMOVEM APAGÃO DA ARTE POR UM DIA

“Meu silêncio é um grito” é um manifesto da classe artística por medidas emergenciais

Nesta terça, 23, mais de mil profissionais da cultura do Paraná estão mobilizados em uma ação digital que solicita do Governador Ratinho Jr. medidas compatíveis com a situação emergencial que atinge todos as trabalhadoras e trabalhadores artísticos na pandemia do coronavírus. Além de protocolar uma Carta Aberta, assinada por mais de 200 entidades, coletivos e profissionais, Contratempo Festival pede ajuda da sociedade civil através de um abaixo-assinado a favor da classe artística.

Entre às 9h e 21h, artistas realizarão manifestações silenciosas em seus perfis do Instagram. Com a premissa “Meu silêncio é um grito”, profissionais da cultura exaltam que não podem esperar mais: estão há três meses em isolamento social. Nas perspectivas mais otimistas, o retorno de atividades e espaços culturais estão previstas para 2021. O questionamento dos profissionais é que o Estado do Paraná tem feito para lidar com esta questão? Quais perspectivas de trabalho tem pensado para esta classe? 

Coragem, Rede de Profissionais da Música de Curitiba, articuladora do Contratempo Festival irá realizar bate-papos de hora em hora em seu perfil do Instagram (@coragemrede) com Leticia Sabatella, Luís Melo, Lio Soares (Tuyo), Rimon Guimarães, entre outres. 

PROPOSTAS PROFISSIONAIS DA CULTURA

A carta e abaixo-assinado propõe cinco pontos de diálogo com o Governo do Estado do Paraná.

1. Volta da Secretaria da Cultura com Autonomia e Independência de Outras Áreas. 

2. Saber se as metas do Plano Estadual de Cultura, especificamente no que diz respeito à destinação de 1,5% (um vírgula cinco por cento) da receita estadual para o Fundo Estadual de Cultura será cumprida por essa gestão. É necessário e urgente a suplementação de recursos para o Fundo Estadual de Cultura, de forma compatível com a capacidade econômica do Estado, independentemente da aprovação e implementação da Lei Aldir Blanc. 

3. Incluir os profissionais da cadeia produtiva da cultura nos programas Luz Fraterna e Tarifa Social da Sanepar sem necessidade de comprovação de renda. Esta inclusão seria transitória e por tempo limitado, durante o estado de pandemia. 

4. Que os projetos aprovados e em andamento no PROFICE possam sofrer modificações em seu objeto, aceitando adaptações para o ambiente virtual durante o período da pandemia e permitindo assim a realização das ações e a remuneração dos profissionais da cadeia produtiva de forma imediata.

5. Exigem uma reunião com Governador, Secretário de Comunicação e Superintendente de Cultura do Paraná.

APOIE AS/OS PROFISSIONAIS DA CULTURA DO PARANÁ.

Assine o abaixo-assinado: https://bit.ly/manifestoculturapr 
Compartilhe as artes em suas redes: https://bit.ly/artescontratempo 

Marque @governoparana  e @paranacultura 

Use as #contratempofestival #CulturaImportaPR 

PROGRAMAÇÃO BATE-PAPOS 

:: 09h30 – Teo Ruiz e Leticia Sabatella.
:: 10h30 – Isa Flores e Itaercio Rocha
:: 11h30 – Marcio Juliano e Luís Melo. 
:: 12h30 – Adriano Esturilho e Giselle Lima (Pé no Palco). 
:: 13h30 – Brenda e Rimon Guimarães
:: 14h30 – Nadja Naira e Semy Monastier. 
:: 15h30 – Marcio Juliano e Marcio Abreu (companhia brasileira de teatro). 
:: 16h30 – Brenda Santos e Lio Soares (Tuyo). 
:: 17h30 – Bina Zanette e Dalvinha Brandão
:: 18h30 – Isa Flores e Vinicius Nisi – A Banda Mais Bonita da Cidade.
:: 19h30 – Bina Zanete e Jaquelivre – Slam das Gurias. 
:: 20h30 – Adriano Esturilho e Jessica Candal. 

PROGRAMAÇÃO LIVES 

:: 09h às 10h 
09h às 09h15 – Leticia Sabatella 
09h15 às 09h30 – Bia Figueiredo / Parabolé 
09h30 às 09h45 – Fotofolia / Iria Braga 
09h45 às 10h – Katiuscia Canoro / Itaercio Rocha 

:: 10h às 11h 
10h às 10h15 – Baque Mulher / Mano a Mano Trio 
10h15 às 10h30 – Maureen Miranda e Necos Yaros / Pé no Palco 
10h30 às 10h45 – Adri Menegale / Cia Portátil 
10h45 às 11h – Leonardo Cruz e Laremi Paixão / Alexandre Nero 

:: 11h às 12h 
11h às 11h15 – Cia Brasileira de Teatro / Diego Perin
11h15 às 11h30 – Aminoácido / Jossane Ferraz 
11h30 às 11h45 – Léo Fressato / Luis Mello 
11h45 às 12h – Rogeria Holtz / Rubyhoo 

:: 12h às 13h 
12h às 12h15 – Raissa Fayet / Abacate Contemporaneo 
12h15 às 12h30 – Amanda Lyra / Partigianos 
12h30 às 12h45 – Conde Baltazar / O Tiziu 
12h45 às 13h – Rimon Guimarães / Francisco Mallmann 

:: 13h às 14h 
13h às 13h15 – Antropofocus / Bea Gerolin 
13h15 às 13h30 – Cultucada / Davi Henn 
13h30 às 13h45 – A banda mais bonita da cidade / Um baile bom 
13h45 às 14h – Dow Raiz / Mahallo 

:: 14h às 15h 
14h às 14h15 – Fabiula Nascimento / Tuyo 
14h15 às 14h30 – Ave Lola / Bernardo Bravo 
14h30 às 14h45 – Festival Saliva 
14h45 às 15h – Londrina Ska Clube / Marcel Szymanski 

:: 15h às 16h 
15h às 15h15 – Leandro Daniel / Caburé Canela 
15h15 às 15h30 – De um filho, de um cego / 
15h30 às 15h45 – Chico Paes / Marcio Juliano Outro Samba 
15h45 às 16h – Súbita / Casa do Suingue 

:: 16h às 17h 
16h às 16h15 – Ethnya / Raquel Bombieri 
16h15 às 16h30 – Hause of X / Murillo Mongelo 
16h30 às 16h45 – Saulo Soul / Dalvinha Brandão 
16h45 às 17h – Sofar Curitiba / Kendri Albuquerque 

:: 17h às 18h 
17h às 17h15 – Gal Freire / Esperanza 
17h15 às 17h30 – Vigor Mortis / Grupo Fato 
17h30 às 17h45 – Central Sistema de Som / Trupe da Periferia 
17h45 às 18h – Goat Fest / Siamese 

:: 18h às 19h 
18h às 18h15 – Slam das Gurias 
18h15 às 18h30 – Familia Estranha / Obragem
18h30 às 18h45 – Juana Profunda / Rubia Divino 
18h45 às 19h – Janine Mathias / Babi Oeiras 

:: 19h às 20h 
19h às 19h15 – Curitiba Jazz Festival / Cia Senhas / Juliana Cortes 
19h15 às 19h30 – Mulamba / Cia dos Palhaços 
19h30 às 19h45 – Ricardo Pozzo / Roseane Santos 
19h45 às 20h – Karol Conka / Selvátiva 

:: 20h às 21h 
20h às 20h15 – Estrela Leminski e Teo Ruiz / Bloco Afropretinhosidade 
20h15 às 20h30 – Cia Stavis Damaceno / Mandicuera 
20h30 às 20h45 – Cultucada / Mano Cappu 
20h45 às 21h – Miss G / MUV

SERVIÇO
Contratempo Festival
data: 23 de junho, terça-feira.
horário: 9h às 21h
Página do evento no facebook, aqui
Organização: Coragem – Rede de Profissionais da Música de Curitiba

Local: conta do Instagram de cada artista. 
www.instagram.com/karolconka/ 
www.instagram.com/leticia_sabatella/ 
www.instagram.com/alexandrenero/ 
www.instagram.com/bandamaisbonita/ 
www.instagram.com/katiusciacanoro/ 
www.instagram.com/ave_lola/ 
www.instagram.com/selvaticaoficial/ 
www.instagram.com/missgburlesca/ 
www.instagram.com/luismeloficial/ 
www.instagram.com/baquemulhercwb/ 
www.instagram.com/associacao_mandicuera/ 
www.instagram.com/rochaitaercio/ 
www.instagram.com/mulambaoficial/ 
www.instagram.com/slamdasguriascwb/ 
www.instagram.com/ciadospalhacos/ 
www.instagram.com/dowraizoficial/ 
www.instagram.com/janinemathias/ 
www.instagram.com/foto_folia/ 
www.instagram.com/rimonguimaraes/ 
www.instagram.com/caburecanela/ 
www.instagram.com/deumfilhodeumcego/ 
www.instagram.com/abacate.contemporaneo/ 
www.instagram.com/ciabrasileira/ 
www.twitter.com/fabiunascimento

fonte: 
Cliteriosa Comunicação 
Santa Produção

ARGENTINOS FAZEM VIAGEM DE CARRO CRUZANDO AS AMÉRICAS, PARTICIPAM DO PSYCHO CARNIVAL EM CURITIBA E DEPOIS SEGUEM RUMO AO ALASKA

Por Rodrigo Juste Duarte, Curitiba 21 de fevereiro de 2020.

O Festival Psycho Carnival é realizado há 21 anos em Curitiba, com uma programação repleta de shows de rock durante as festividades carnavalescas, com dedicação ao gênero psychobilly e outros estilos relacionados. Desde as primeiras edições o evento tem caráter internacional, trazendo não só artistas de vários países mas também um público de fora do Brasil para apreciar o festival.

Nesta edição de 2020, o Psycho Carnival receberá a visita de duas pessoas da Argentina que estão em uma grande viagem cruzando as Américas, tendo como destino final o Alaska. Davi e Ludmila (que costumam ser chamados como Dash e Vampi) saíram de Buenos Aires e iniciaram esta aventura, adotando um estilo de vida alternativo, nômade e minimalista. 

Esta viagem, realizada a bordo de uma van, ganhou o nome de Contemplando América e vai passar pelo maior número de países possíveis. O primeiro destino é o Brasil, onde estão desde setembro do ano passado, quando cruzaram a fronteira em São Borja, no Rio Grande do Sul, e seguiram para Santa Catarina. 

Por ser realizada por vias terrestres, o roteiro pode variar conforme os viajantes vão conhecendo o país, gerando a vontade de conhecer determinados locais e eventos. Foi assim que o festival curitibano se tornou uma das escalas. “O Psycho Carnival nos entusiasmou desde que chegamos ao Brasil”, afirma Vampi, que assim como Dash, são apreciadores de gêneros como psychobilly e rockabilly. “Dessa vez, viajamos de Florianópolis a Curitiba para curtir e conhecer outras bandas que participam do festival, em especial Guana Batz”, comenta, referindo-se aos britânicos que são a principal atração do evento.

Companheiros, viajantes e aventureiros, Dash e Vampi são veganos e defensores dos direitos dos animais. Eles difundem relevantes informações sobre este tema durante a viagem, buscando expandir a empatia e o respeito aos animais. “Desenvolvemos atividades diferentes nesta área e levamos esse trabalho conosco aonde quer que vamos, procuramos transmitir uma mensagem em favor do respeito e do amor por outros seres”, afirma. Os relatos de viagem são registrados nas redes sociais do Contemplando América (no Facebook e Instagram) e também eu um fanzine impresso chamado Travelzine. 

Confira a entrevista completa com Vampi:

Qual a imagem que vocês tem do carnaval brasileiro? E do Psycho Carnival, que é um evento diferenciado no Carnaval?
Quanto ao renomado Carnaval do Brasil, temos uma imagem com forte conotação cultural e tradicionalista, em que também encontramos a maior diversidade sexual, assim como as diferentes etnias que habitam o país, vivida de forma livre e aceita pela sociedade como algo natural, como deveria ser em qualquer outro lugar do mundo. Também está claro o espírito dos nativos dessas terras, de alegria, muita dança e cores.

O Psycho Carnival nos entusiasmou desde que chegamos ao Brasil. Já que eu (Vampi) nunca pude frequentar na Argentina por diferentes razões. Contei a Dash sobre o festival, do que se trata, já que compartilhamos um gosto pela cena e cultura rockabilly / psychobilly, ele gostou da ideia de visitar Curitiba para participar e aqui estamos, aguardando pelo evento.

Desde que chegaram ao Brasil, quais cidades vocês visitaram? Depois de Curitiba, para onde vocês irão?
Cruzamos a fronteira em 18 de setembro pela cidade de São Borja tendo como primeiro destino Florianópolis, atravessando o Rio Grande do Sul. Visitamos a ilha quase inteiramente onde aproveitamos a oportunidade para trabalhar na temporada, também visitamos Camboriú e todas as suas praias. No caminho para o Psycho Carnival de Curitiba, visitamos as cidades de Blumenau e Pomedore.

No final do festival, continuaremos percorrendo um pouco mais do Brasil. Estamos indo para São Paulo, onde visitaremos o Santuário Terra dos Bichos, entre outros lugares. Depois vamos para o Rio de Janeiro visitando as diferentes praias no caminho e de lá vamos para o Peru, passando por destinos como Belo Horizonte, Brasília e parte do Mato Grosso. Será uma aventura.

Depois do Brasil, quais outros países vocês pretendem visitar?
Contemplando a América, como chamamos essa travessia, propõe-se atravessar o continente do país mais ao sul de onde viemos (Argentina) até a última fronteira ao norte (Alasca, EUA), visitando todos os países possíveis, com exceção da Guiana, Suriname e Guiana Francesa por uma questão de vistos.

Quanto tempo vai levar para chegar ao Alaska? O retorno à Argentina será mais rápido ou haverá muitas paradas?
Contando a partir de agora, acreditamos que em dois anos e meio estaremos no Alaska. Não temos nenhum tipo de planejamento em relação ao retorno, acreditamos que será mais rápido. Neste modo de vida, muitas coisas surgem o tempo todo, o que torna a viagem muito incerta. Também gostaríamos de conhecer outros continentes.

Como vocês planejaram a viagem? Qual o veículo utilizado? À noite vocês acampam, dormem no carro ou ficam em hotéis?
O planejamento de viagens baseia-se em viver a vida da mesma maneira que em qualquer outra alternativa padrão, embora optemos por ficar longe de laços e estagnação. Viajamos e trabalhamos na estrada. Somos surpreendidos dia após dia, não apenas por regiões com seus habitantes e suas paisagens, mas também pela capacidade de sermos uma espécie com adaptabilidade. Viajamos e vivemos o que é conhecido como VanLife, em um VW Transporter T4 modelo 2000 (Albita), que foi equipada com tudo o que é necessário para esse fim, com isolamento térmico e possui uma agradável sala de estar que se converte em uma cama à noite. Também temos um banheiro químico, uma cozinha completa e um chuveiro de mão. Portanto, dormimos onde gostamos, evitando despesas desnecessárias para nós, como hotéis, camppings, etc.

Vocês trabalham nas cidades que viajam para pagar as despesas de viagem?
Sim, não temos outra forma de financiamento no momento, nem somos ricos, portanto usamos nossa criatividade para gerar renda para pagar a viagem ao longo do percurso. Carregamos conosco uma TravelZine, uma revista de viagem autogerenciada e adesivos com nosso logotipo. Este material está disponível e todas as vendas são úteis para seguirmos adiante.

Vocês são ativistas veganos e defensores dos direitos dos animais. Fale mais sobre essa causa.
Este ponto é muito importante para nós, pois nos motiva e nos une além da viagem como uma aventura. Nos conhecemos em Buenos Aires, Argentina, em um trabalho pela causa dos direitos dos animais, independentemente das espécies. Como ativistas, desenvolvemos atividades diferentes nesta área e levamos esse trabalho conosco aonde quer que vamos, procuramos transmitir uma mensagem em favor do respeito e do amor por outros seres sencientes com quem compartilhamos o planeta, conscientizando as pessoas sobre a situação que os animais e o planeta estão sofrendo por causa do nosso consumo, que são altamente substituíveis nesses tempos.

É difícil fazer o ser humano entender a diferença entre um algo e um ALGUÉM. No entanto, as mentes estão mudando e trabalhamos para isso, essa cruzada também é um alerta, para desenvolver empatia e igualdade. Qualquer pessoa pode viver sem prejudicar os outros, independentemente da situação em que vive, da região, do clima e de outros fatores. Só é necessário ter consciência sobre o sofrimento que causamos em cada escolha que fazemos.

Convidamos todos a conhecer mais sobre esse problema assistindo a documentários como “Dominion” e “Cowspiracy”.

O Psycho Carnival já recebeu várias bandas argentinas, inicialmente com artistas de neorockabilly (como Motorama e Los Primitivos), até o surgimento das primeiras bandas psychobilly portenhas (como Jinetes Fantasmas). Qual a experiência de vocês nesse cenário musical?
Nossa experiência nesta cena começou assistindo aos shows destas bandas em Buenos Aires ou cidades costeiras da Argentina. Jinetes Fantasmas, Los Cianuros, The Broken Toys, Los Peyotes, Ghost Bastards, etc. Uma das nossas bandas favoritas é o Sick Sick Sinners (de Curitiba), uma ótima referência local. Dessa vez, viajamos de Florianópolis a Curitiba para curtir e conhecer outras bandas que participam do festival, em especial Guana Batz (da Inglaterra).

O que vocês esperam da estadia em Curitiba durante o Psycho Carnival?
É a nossa primeira visita à cidade, esperamos que seja uma estadia segura e muito divertida. Estamos na expectativa por onde estacionar nossa van para ir tranquilamente ao festival, visitar o local, conhecer novas pessoas e voltar para descansar em nossa casa sobre rodas. Estamos empolgados com a chegada antecipada e sabemos que vamos ter experiências positivas e muitas outras histórias para contar.

COM SHOW GRATUITO NA PRAÇA GENEROSO MARQUES, ÍMÃ FAZ A QUARTA E ÚLTIMA EDIÇÃO DO PROJETO AINDA ASSIM NESTE SÁBADO (14/12)

Apresentação ocorre às 17h em frente ao SESC Paço da Liberdade; banda apresentará canções de seu primeiro álbum, incluindo os singles Memória do Chão e Mangueador

Com o objetivo de aproximar produtores e artistas ligados à música independente latino americana, a série Ainda Assim chega à sua quarta e última edição, após ter recebido shows e oficinas de Soema Montenegro (AR), Joana Queiroz (RJ/SP) e Roseane Santos (PR) desde março deste ano. Realizado pelo Água Viva Concentrado Artístico, em parceria com Girolê Produções (PR), Bambaê Produções (PR), Riacho (RS), Onça Discos, Ocitocina – Largo das Artes e SESC Paço da Liberdade, o projeto neste próximo sábado apresentará gratuitamente a banda Ímã às 17h.

Composta por nove artistas do cenário curitibano, Ímã mistura as estéticas trazidas por cada integrante em torno da música brasileira. O magnetismo das várias vozes e da instrumentação diversificada (violão, violoncelo, cavaquinho, flauta, clarinete, sintetizador, baixo, guitarra, bateria e percussões) atrai o rock, o samba, o funk, o ijexá, o boi, entre outros ritmos, gerando um campo sonoro rico em texturas e de cheio possibilidades.

O grupo está junto desde 2017 explorando novos territórios no campo da canção, permeado pela inventividade e incertezas de seu tempo. Com dois singles lançados em 2019, “Memória do Chão” e “Mangueador” (com participação de Cacau de Sá), a banda se prepara para o lançamento do primeiro álbum. Com previsão de lançamento para o início de 2020, o futuro disco também contará com participações de Soema Montenegro, Roseane Santos, Melina Mulazani e Matê Magnabosco.

Serviço:
Ímã na Praça Generoso Marques (centro de Curitiba)
Sábado, 14 de dezembro
Entrada livre
Mais informações no evento: aqui

CURITIBA CUSTOM DAY 2019

Neste final de semana, sábado e domingo, 13 e 14 de dezembro, o Sebinho FATO Agenda participa do Curitiba Custom Day 2019. Vamos expor livros, discos e também antiguidades (em parceria com a Loja das Pulgas).

Serão 25 bandas! Banda Blindagem, Relespública, MOTOROCKER , HILLBILLY RAWHIDEBanda BlindagemTN ϟ She – AC/DC Tributo Feminino , Old ChevyLegião Urbana Cover CuritibaMUSEOS ROCK BANDCreedence Cover CuritibaFulvio Oliveira +bandas a confirmar. 

Tudo isso em 3 palcos, discotecagem 100% vinil, exposição de carros e motos, ampla área coberta, vila gastronômica, 7 estilos de chope artesanal, espaço kids, área para comercialização de produtos e exposição de serviços.

Serviço: 
Curitiba Custom Day 2019
Local: Bosque São Cristóvão, R. Margarida Ângela Zardo Miranda, 85 – Santa Felicidade, Curitiba. 

Data: 14 e 15 de dezembro
Horário: sábado (14/12) – 10 as 22h
Domingo (15/15) – 10 as 21h
Página do evento: aqui

Ingresso antecipado: Ingressos antecipados limitados a R$20,00 os dois dias ou R$15,00 por dia – com copo de brinde na hora 15,00 antes das 13h, após 25,00 – sem brinde

Pontos de venda (apenas em dinheiro sem taxa de conveniência):
– Armazém Santos (Av. Três Marias, 135 – São Braz)
– Barbearia Visconde (R. Visconde do Rio Branco, 1655 – Centro)
– Ou pelo site (com taxa de conveniência): www.customday.com.br

Realização: The MillArmazém Santos
Patrocínio: GaudenGaragem Instrumentos Musicais

COM DOIS SHOWS EM CURITIBA, ROSEANE SANTOS FAZ O PRÉ-LANÇAMENTO DO SEU PRIMEIRO ÁLBUM – FRONTEIRIÇA

Com dois shows em Curitiba, Roseane Santos faz o pré-lançamento do seu primeiro álbum – Fronteiriça 

Cantora se apresenta acompanhada de sua banda na Alfaiataria (Rua Riachuelo – 274, centro de Curitiba) dias 6 e 7 de dezembro; ingressos serão vendidos no local > R$ 30 inteira e R$ 15 meia-entrada

A estreia em disco de Roseane Santos como compositora está prestes a ser lançada! E neste primeiro final de semana de dezembro a cantora apresenta as 10 músicas de Fronteiriça, com letras escritas pela própria artista e parcerias com amigas e amigos artistas da música, teatro, literatura e dança (como Luciano Faccini, Leonarda Glück, Ary Giordani, Francisco Mallmann, Bia Figueiredo e Ana Modesto). 

Na banda estarão Victoria Vilandez, Francisco Okabe, Gabriela Bruel, Daniel D’Alessandro e Luciano Faccini, que assina também a direção musical do disco ao lado de Rose e a produção musical junto com Leonardo Gumiero. A equipe ainda conta com Moira Albuquerque na produção executiva. Para esses shows, Roseane recebe como convidadas as musicistas Nat Bermudez e Matê Magnabosco. 

Novo projeto 
Com mais de quinze anos de carreira, reconhecida como uma das vozes mais marcantes da cena curitibana e intimamente ligada aos universos do samba e ritmos afro-brasileiros, Roseane Santos compartilha com o mundo um novo diálogo com suas próprias origens. “Lançar esse trabalho é mostrar ao mundo um cruzamento de regiões da minha própria existência. São anos de pesquisa na minha caminhada entre a música tradicional e a canção contemporânea revelados ali. O disco tem um pouco de cada coisa que fiz ao longo da minha história e não é experimental no sentido de buscar algo que nunca fiz. Me assumir como compositora é a ruptura mais importante para mim neste momento, meu divisor de águas”, conta. 

Roseane Santos – Fotografia Pretícia Jeronimo Photographer

Serviço 
Roseane Santos > pré-lançamento de Fronteiriça 
Dias 6 e 7 de dezembro, 20h 
Local: Alfaiataria (Rua Riachuelo – 274, centro de Curitiba) 
Entrada: R$ 30 e R$ 15
Página do evento, aqui

SHOW DE LANÇAMENTO DO CD DE NÉLIO WALDY

Show de lançamento do cd do músico Nélio Waldy no dia 9 de dezembro, segunda-feira, às 20h, no Teatro Fernanda Montenegro, Shopping Novo Batel, R. Cel. Dulcídio, 517 – Batel, em Curitiba!!!

Aproveite para escutar o programa Curitibaneando, da Radio Cultura 930, com o Nélio Waldy, encantador de multidões, músico e compositor que deixou suas pegadas bem imprimidas na cena curitibana, neste link (aqui você pode ouvir músicas do álbum em primeira mão!)

Confira o texto, os agradecimentos, a apresentação da Barbara Kirchner:

“Vamos ouvir em primeiríssima mão o álbum que o nosso convidado está lançando, em um papo-revival incrível da capital dos pinheirais nos anos 80, com a participação na condução da entrevista do Flavio Jacobsen.

Desde já agradecemos à vida que une pessoas como a Patty Souto, Murillo Da Rós, Paulo Branco e depois vai amalgamando com o passar dos anos gente tão importante para esse momento histórico que o Nélio vive e nós podemos celebrar ouvindo juntos. Sintam-se todos abraçados em Sol Maior pelo nosso compositor!

Agradecimento especial a Eldo Ferreira e todos os que participaram da gravação, a começar pela dupla Andre Mares e Marcio Weil, por Luciano Madalozzo, Marcelo Darcini, Fábio Banks, Coelho, seguindo para cada nota, cada tom, de Daio Baroni, Maristela Ávila, Alexandre Toniolo, Amaranta de Paula, Freddy Branco, Audryn Souza, Guto Calazans, Negreth, O Lendário Chucrobilly Man, Big Dog Blues, Ricardo Moura, Antoniel de Oliveira, Dirceu Wolf L. Júnior, Paulo H. de Almeida, Katia S. Guimarães, Eddie Voccaccy, Rosana Barroso, Jaime Stropoli, Laertes Souza e a linda letra de Olhos do Parcifal Carlos Dias de Miranda.

Para você, amante do prog, um bloco de presente, só no podcast!

Uma hora inteirinha com os compositores que têm raízes na capital dos pinheirais só na Rádio Cultura de Curitiba, a mais livre de todas!

Sintonize a AM930 ou ouça de qualquer lugar do planeta no https://www.cultura930.com.br/curitibaneando

#curitibaneando #cultura930

BANDA SINCOPÉ APRESENTA SHOW DE LANÇAMENTO DO EP TEIÁ

Foto Isabelle Neri

Para lançar três canções inéditas de seu novo EP, banda Sincopé apresenta seu novo show Teiá no Teatro Rodrigo D’Oliveira neste domingo 

Neste domingo, dia 1 de de dezembro às 16h, a banda Sincopé apresenta o show de lançamento de seu novo EP, Teiá no Teatro Rodrigo de Oliveira. Formada por Isaac Dias (violão e guitarra), Gabriela Bruel (bateria e percussão), Érica Silva (baixo, guitarra e voz), Natalia Bermúdez (voz e flauta transversal), e Camila Cardoso (bateria, marimba), a banda apresenta uma sonoridade com referências da música popular em seus mais variados conceitos, desde a organicidade do samba de raiz e da ciranda até as distorções de guitarras elétricas e efeitos percussivos inusitados. 

O show Teiá apresenta uma formação instrumental diversa, com músicos multi-instrumentistas tocando ritmos como samba, ska, ciranda, xote e rock em arranjos que trazem tanto sonoridades cruas e tradicionais como timbres sintéticos pós-modernos. Com as canções que integram o CD e o EP, o espetáculo traz a estética de uma linguagem inovadora, misturando ritmos e influências em canções que refletem sobre o modo de vida na sociedade atual, sem perder a leveza na musicalidade e a dinâmica de um grupo coeso e experiente. 

Trazendo canções de seu primeiro trabalho e de seu último EP, todas de autoria dos integrantes do grupo e de parceiros, o Show Teiá é resultado de intercâmbios e experimentações musicais, com canções cujas temáticas passeiam pelos universos urbano e sentimental, bem como o debate de assuntos como a solidão humana e a paixão. Sincopé oferece ao público um espetáculo completo, cujo fio condutor é a busca de palavras que expressem a mistura e integração de diversas linguagens. 

A banda Sincopé vem mostrando seu trabalho inteiramente autoral utilizando as diversas possibilidades instrumentais de cada um dos integrantes aliadas a uma forma original de arranjar e compor. O grupo cria sonoridades a partir de inspirações variadas e em suas letras busca revelar o que há de mais verdadeiro no ser humano, utilizando variações rítmicas, inserções percussivas extremamente visuais, melodias que fogem às fórmulas costumeiras da música pop, dinâmicas instrumentais ricas e combinações variadas de instrumentos em uma mesma música. O som da banda configura-se num autêntico estilo contemporâneo, que mescla o que há de mais orgânico na cultura popular brasileira a timbres sintéticos e espaciais. 

Desde sua criação, a banda vem mostrando seu trabalho em eventos, festivais, teatros e casas de show, sempre alcançando diversos públicos e faixas etárias. Suas principais apresentações foram o FEMUCIC, Festival da Canção de Maringá em 2007, Festival de Cultura da Universidade Federal do Paraná, Teatro Paiol em Curitiba, Oficina de Música de Curitiba e WebFest Valda 2012, no Rio de Janeiro. Neste último, o grupo alcançou o segundo lugar geral entre 500 inscritos, e recebeu o prêmio de vocalista revelação para Natalia Bermúdez. Em 2017 o grupo realizou shows em 8 cidades do Paraná através do Prêmio Arte Paraná, entre elas Maringá, Londrina e Guarapuava. Também em 2017 o grupo lançou uma série de 3 videoclipes, contemplada no edital “Medianeira Nossa Música”. 

SERVIÇO: 
SHOW DE LANÇAMENTO DO EP TEIÁ 
Domingo, 1 de dezembro às 16h 
Teatro Rodrigo D’Oliveira (Rua Trajano Reis, 41, São Francisco, Curitiba) 
Ingressos: R$10 (ANTECIPADO) R$15 (NA HORA) 
Página do evento, aqui

INAUGURAÇÃO SEBINHO FATO AGENDA ::: DOMINGO, DIA 10

Domingo, dia 10 de novembro, a partir das 14h, faremos uma festinha para inaugurar oficialmente nosso sebinho FATO Agenda. Já atendemos há alguns finais de semana, sexta e sábados, mas é importante fazer uma festa marco zero, né?

Então vamos lá. A festa será no domingo da próxima semana, dia 10. Teremos um trio de jazz, discotecagem de vinil, e uns shows artistas solo para abrir os trabalhos! Logo, logo anunciaremos nomes! Com a possibilidade do povo da festa se apresentar também. Me gusta!

Palco livre pra poesia, música, bate-papo, comidinhas maravilhosas, drinks, cervejas, discos de vinil e CENTENAS de livros!!! Livros a partir de 2 reais. Sim, 2 reais!!! 2 reais!!! Então venha nos prestigiar e trazer boa sorte!!!

O Sebinho FATO Agenda fica na rua Paula Gomes, 380, bairro são francisco. O sebinho fica dentro da Erva Doce Doceria Bar. Paula Gomes quase esquina com Duque de caxias. O Erva Doce tem um jardim. Pet Friendly.

Nesse evento de abertura do Sebinho FATO Agenda, contaremos também com os desapegos do Digão Duarte, jornalista conhecido no meio cultural da cidade, que colocará à venda uma boa seleção de CDs, livros e DVDs.

O Sebinho FATO agenda é a loja de livros e discos que ajuda a financiar o FATO Agenda, um blogue que divulga agenda cultural e oportunidades de emprego em comunicação, mkt, design em Curitiba. 

Programação (até agora):
– Show do Franco das Camélias às 15h30
– Show do Felipe Pacheco Brüschz (da banda Skarrei) musicando Augusto do Anjos + lançamento da Revista Arroto

– Trio de jazz – um maravilhoso no improviso

Serviço:
Inauguração Sebinho FATO Agenda 
data: domingo, dia 10 de novembro, a partir das 14h
local: Erva Doce Doceria Bar, Paula Gomes, 380, São Francisco, Curitiba.
Aberto ao público.
Página do evento: aqui
Fanpage: www.facebook.com/sebinhoFATOagenda
Instagram: www.instagram.com/sebinhofatoagenda