ESTUDANTES DE JORNALISMO DA PUCPR VALORIZAM MANIFESTAÇÃO AFRO-BRASILEIRA EM TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

O enredo é formado por dois grupos, o do Rei do Congo e o da Rainha da Ginga e remonta o período da escravidão. Foto por: Julia Favaro

O projeto tem como objetivo registrar jornalisticamente os aspectos históricos da manifestação afro-brasileira da Congada Ferreira da Lapa

Uma pesquisa realizada pelos estudantes da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) Ema Cristina, Giovanna Rell, Hanna Siriaki, Igor Arendt e Julia Favaro identificou que a manifestação afro-brasileira da Congada Ferreira da Lapa é desconhecida por 61% dos respondentes em uma amostra de 383 participantes de diversas regiões do país.

A Congada Ferreira está localizada na Lapa-PR e é composta principalmente pela própria família Ferreira, justamente pelo fato dessa tradição ser passada de geração a geração. Atualmente ela é formada por mais de 40 integrantes, composto pelo grupo da dança e músicos. Não se sabe ao certo a data efetiva de seu início, mas estima-se que em 2020 a Congada complete 200 anos.

Giovanna Rell, uma das integrantes do grupo, explica que a escolha do tema surgiu após a realização de outros trabalhos relacionados à temática da cultura negra durante a graduação. “Identificamos o quanto esse tema não tem a representatividade que deveria e por isso, decidimos trabalhar com a congada e lutar por sua valorização”, afirma.

“Para valorizar a Congada estamos realizando uma produção jornalística transmídia que refere-se a um processo de narrativa construído através de diversas plataformas e múltiplos canais. Cada uma delas tem como propósito acrescentar algo de novo à narrativa da plataforma principal, contribuindo com novos elementos e tornando o enredo mais rico. Para tornar nosso projeto uma narrativa transmídia elaboramos um fotolivro, documentário fragmentado, ação na ONG De Mãos Unidas, infográfico 360º e interação via Instagram”, explica Hanna Siriaki, integrante da equipe.

Segundo o atual Embaixador e representante da Congada Ferreira da Lapa, Ney Ferreira, participante desde os seus seis anos de idade a tradição é passada de geração em geração: “Tudo começou com meus bisavós, avós, pais, irmãos mais velhos e hoje eu, um dos mais novos a assumir o grupo. Eu era Conguinho quando virei Embaixador e logo após passei a gerenciar tudo, mesmo tendo todos os outros irmãos mais velhos que não quiseram assumir”.

De acordo com o historiador Geraldo Silva é importante ressaltar que a congada surgiu em um período em que havia o controle dos portugueses católicos, o que justifica a presença de São Benedito, que recebe homenagens na apresentação.

“O elemento central é o santo católico, mas convém observar que há uma junção de elementos culturais, como o vestuário, coroas e demais acessórios, remetem à representação das cortes europeias e por isso, há no processo todo uma mistura”, afirma.

A Congada e seu rico enredo foi muito prestigiada por toda a população da Lapa e cidades no entorno. Após o momento de auge e encanto passar, os representantes ficaram por 17 anos longe de suas tradições. Graças aos esforços dos membros do último reinado a Congada voltou a se reunir e deu continuidade às encenações.

É possível acompanhar o desenvolvimento do projeto no Instagram @herdeirosdocongo, Facebook e no site www.herdeirosdocongo.com

IPHAN ABRE CONCURSO: 411 VAGAS PARA TODO O PAÍS, COM 9 VAGAS PARA JORNALISTA/RELAÇÕES PÚBLICAS

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional abre concurso público com 411 vagas em todo o país. Inscrições acabam as 18 horas do dia 9 de julho (HOJE!) de 2018 (horário oficial de Brasília/DF).:

– 104 para Analista I
– 176 para Técnico I
– 131 para Auxiliar Institucional I

Com vagas para jornalismo, relações públicas (MG: 1 vaga, DF: 7 vagas, e RJ: 1 vaga), antropologia, economia, tecnologia da informação, relações internacionais, administração, arqueologia, geoprocessamento, biblioteconomia, botânica, agronomia, engenharia civil, história, arquivologia, arquitetura e urbanismo, dentre outras!

ANALISTA I – ÁREA COMUNICAÇÃO SOCIAL:
DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: desenvolver atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas que compreendam o assessoramento especializado voltado para a gestão dos processos relativos à salvaguarda e à preservação do patrimônio cultural; acompanhar e se manifestar em processos relacionados a políticas intersetoriais e temáticas transversais ao patrimônio cultural; desenvolver e participar das atividades de articulação e mobilização social necessárias às ações institucionais; participar
em conselhos representativos, comissões, grupos e equipes de trabalho de interesse da administração; elaborar e analisar orçamentos; executar atividades de gestão administrativa, orçamentária e financeira; acompanhar

e fiscalizar projetos e(ou) serviços; elaborar termos de referência, projetos e editais; fiscalizar contratos, convênios e instrumentos congêneres; e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

REMUNERAÇÃO: R$ 5.035,29.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

ÁREA 1

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Comunicação Social, Jornalismo ou Relações Públicas, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

As inscrições serão abertas em 18 de junho.

Taxa: Nível superior: R$ 117,00. Nível médio: R$ 84,00.

Horário: Será admitida a inscrição somente via internet, através deste link / solicitada no período entre 10 horas do dia 18 de junho de 2018 e 18 horas do dia 9 de julho de 2018 (horário oficial de Brasília/DF).

Confira o edital aqui

E todas as informações aqui

Atuação do Iphan
O quadro técnico do Iphan – distribuído entre a sede em Brasília, 27 superintendências estaduais, 37 escritórios técnicos, incluindo os Parques Históricos Nacionais e seis unidades especiais – é responsável por uma ampla gama de atribuições constitucionais e legais, como identificação, reconhecimento, salvaguarda e fiscalização do Patrimônio Cultural Nacional, proteção dos Sítios Arqueológicos e Reservas Técnicas, preservação de acervos documentais e bibliográficos, identificação da diversidade linguística, gestão do Patrimônio Genético, execução de projetos e obras de intervenção em bens e conjuntos tombados, gerenciamento dos programas PAC das Cidades Históricas e Agora é Avançar, aprovação, fiscalização e apuração de prestação de contas de Convênios e processos de Lei de Incentivo à Cultura, ações educativas, assistência técnica e monitoramento do Patrimônio Mundial, e definição da Política de Patrimônio Cultural no Brasil.

fonte

IPHAN ABRE CONCURSO: 411 VAGAS PARA TODO O PAÍS, COM 9 VAGAS PARA JORNALISTA/RELAÇÕES PÚBLICAS

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional abre concurso público com 411 vagas em todo o país:

– 104 para Analista I
– 176 para Técnico I
– 131 para Auxiliar Institucional I

Com vagas para jornalismo, relações públicas (MG: 1 vaga, DF: 7 vagas, e RJ: 1 vaga), antropologia, economia, tecnologia da informação, relações internacionais, administração, arqueologia, geoprocessamento, biblioteconomia, botânica, agronomia, engenharia civil, história, arquivologia, arquitetura e urbanismo, dentre outras!

ANALISTA I – ÁREA COMUNICAÇÃO SOCIAL:
DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: desenvolver atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas que compreendam o assessoramento especializado voltado para a gestão dos processos relativos à salvaguarda e à preservação do patrimônio cultural; acompanhar e se manifestar em processos relacionados a políticas intersetoriais e temáticas transversais ao patrimônio cultural; desenvolver e participar das atividades de articulação e mobilização social necessárias às ações institucionais; participar
em conselhos representativos, comissões, grupos e equipes de trabalho de interesse da administração; elaborar e analisar orçamentos; executar atividades de gestão administrativa, orçamentária e financeira; acompanhar

e fiscalizar projetos e(ou) serviços; elaborar termos de referência, projetos e editais; fiscalizar contratos, convênios e instrumentos congêneres; e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

REMUNERAÇÃO: R$ 5.035,29.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

ÁREA 1

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Comunicação Social, Jornalismo ou Relações Públicas, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

As inscrições serão abertas em 18 de junho.

Taxa: Nível superior: R$ 117,00. Nível médio: R$ 84,00.

Horário: Será admitida a inscrição somente via internet, através deste link / solicitada no período entre 10 horas do dia 18 de junho de 2018 e 18 horas do dia 9 de julho de 2018 (horário oficial de Brasília/DF).

Confira o edital aqui

E todas as informações aqui

Atuação do Iphan
O quadro técnico do Iphan – distribuído entre a sede em Brasília, 27 superintendências estaduais, 37 escritórios técnicos, incluindo os Parques Históricos Nacionais e seis unidades especiais – é responsável por uma ampla gama de atribuições constitucionais e legais, como identificação, reconhecimento, salvaguarda e fiscalização do Patrimônio Cultural Nacional, proteção dos Sítios Arqueológicos e Reservas Técnicas, preservação de acervos documentais e bibliográficos, identificação da diversidade linguística, gestão do Patrimônio Genético, execução de projetos e obras de intervenção em bens e conjuntos tombados, gerenciamento dos programas PAC das Cidades Históricas e Agora é Avançar, aprovação, fiscalização e apuração de prestação de contas de Convênios e processos de Lei de Incentivo à Cultura, ações educativas, assistência técnica e monitoramento do Patrimônio Mundial, e definição da Política de Patrimônio Cultural no Brasil.

fonte

VAGAS EM PROJETOS DA UNESCO NO BRASIL / ANTROPOLOGIA, HISTÓRIA OU CIÊNCIAS SOCIAIS

Os processos seletivos dos projetos são conduzidos diretamente pela coordenação executiva de cada projeto, cabendo à UNESCO do Brasil o acompanhamento e monitoramento dos processos de contratação.

As candidaturas deverão ser encaminhadas para o endereço indicado em cada anúncio, obedecendo os prazos determinados em cada edital.

PROJETO 914BRZ4013 – Edital 01/2017

Vagas Disponíveis: Nível Superior em Antropologia, História ou Ciências Sociais, preferencialmente com Pós-Graduação/especialização na área de preservação e/ou gestão do patrimônio cultural.

Responsável Técnico pela Seleção: UNESCO

Data limite para entrega do currículo: 14 Junho, 2017

Confira edital, neste link

Confira outros editas aberto, aqui na fonte

BOLSAS PARA MESTRADO EM INDÚSTRIA CRIATIVA

A Bath Spa University, no Reino Unido, oferece 3 bolsas para estudantes da América Latina em seus programas de mestrado. Está universidade é bastante voltada para áreas de criatividade, cultura e empreendedorismo.

São contemplados programas em diversas áreas da comunicação, artes e indústria criativa, incluindo dança, literatura, mídia, história e propaganda. Os mestrados na instituição têm duração de um ano e são em período integral.

Um estudante será contemplado com uma bolsa integral, que cobre todos os valores do curso, e dois com bolsas parciais de 50%.

As inscrições serão aceitas até o dia 22 de junho, e os cursos se iniciam em setembro de 2017.

Para concorrer, é preciso se candidatar ao curso desejado – enviando documentos como histórico acadêmico e comprovante de proficiência em inglês – e então enviar um formulário de candidatura à bolsa. Confira mais detalhes no site da instituição.

fonte: Estudar Fora