SUPER BINGO DE ABRIL AMIGO ANIMAL

A Amigo Animal promove super bingo beneficente neste domingo, dia 22 de abril, às 15h no Clube Círculo Militar, ao lado do Passeio Público, em Curitiba-PR. Estacionamento gratuito.

Mais de 100 prêmios, incluindo TV 39″, super cesta de alimentos Festval, tablet, micro-ondas, fogão cooktop, fritadeira sem óleo, processador de alimentos, forno elétrico, panelas elétricas, jogo de panelas, aspirador de pó, pipoqueira e muito mais.

Entrada R$ 10,00 com direito a 3 cartelas para as 10 rodadas normais. Para as demais rodadas você poderá comprar cartelas avulsas ou o kit promocional a R$ 65,00 com 24 cartelas e 1 número para o sorteio extra, além de 1 número bônus para quem compra o kit.

Cartelas avulsas a R$ 5,00 cada ou na promoção 3 por R$ 10,00.

Serão 20 rodadas no total do bingo, previsão para término 19h.

Dentre as 20 rodadas, 3 serão destinadas às ONG´s parceiras Gatos Mil, Cãoxonados e Cantinho da Jane do Sítio Cercado, que também abrigam vários animais e precisam dos recursos para a manutenção de seu trabalho. As cartelas custam 3 por R$ 5,00 de cada ONG e já estão inclusas no kit de R$ 65,00..

Teremos cantina com deliciosos salgados vegetarianos e bolos suculentos.

Também teremos boutique/bazar vendendo produtos novos da ONG.

Pode levar doações de notas fiscais do Paraná sem CPF emitidas desde 01/03/18, doações de ração, roupas e sapatos e objetos usados para nosso bazar que funciona diariamente no Campo Comprido. Pode também comprar ração para doação diretamente no stand do Rei dos Animais, dentro do bingo.

Mais informações 41-99975-2711 por whats msg ou áudio.

Confira a página do evento, aqui.

CIASENHAS ACIONA!

Ao longo de quatro meses, em diversos espaços de Curitiba, a CiaSenhas de Teatro promove CIASENHAS ACIONA!, projeto composto por diversas ações que contemplam Mostra de Repertório e Ações Formativas.

As ações integrantes do ACIONA! se desenham pelo desejo da companhia em investir na potência reflexiva e política do teatro, agindo esteticamente no mundo contemporâneo.

Para isso, estão programadas a volta de três peças que estão no repertório da CiaSenhas. Homem Piano (em abril), Obscura Fuga da Menina Apertando Sobre o Peito Um Lenço de Renda (em maio) e Os Pálidos (em julho). Os espetáculos selecionados para serem acionados em 2018, têm em comum uma excelente acolhida do público e crítica, são peças que passaram por diversas cidades do Brasil representando Curitiba em diversos circuitos teatrais. Os trabalhos (criados entre 2010 e 2015) representam um valoroso recorte da produção artística da Companhia, sobretudo no que diz respeito à relação do grupo com o público, mantendo-se atuais aos contextos vividos hoje. A entrada para os espetáculos é Pague Quanto Quiser.

Além da Mostra de Repertório, acontece Conexão- Teatro, que consiste em   três mesas redondas abertas a todos os públicos com entrada franca e participação de diversos artistas para pensar o teatro. No mês de abril,  os artistas Luah Guimarãez, Ali Freyer e Patrícia Saravy iniciam a ação,  a fim de  discutir sobre Limites e Transgressões na Atuação. A segunda mesa, que acontece em maio,  tem como tema O Corpo da Voz e da Palavra, com participações de Mônica Montenegro, Cinthia Kunifas e Marcio Mattana. Em junho, se reúnem Cristiane Paoli-Quito, Andrei Mosqueto e Fátima Ortiz para refletir sobre Encenação no Jogo e o Jogo na Encenação. O projeto também oferece oficinas com renomados artistas a fim de instrumentalizar e promover novos agenciamentos afetivos e de trabalho em Curitiba.

Vinculado a este projeto também acontecem  três Oficinas de Formação de Plateia destinadas ao público jovem e adulto estudantes do Ejas, que serão  ministradas por componentes do núcleo de artistas da CiaSenhas, além de bate-papo sobre os espetáculos após as apresentações. Esta é uma prática que o grupo desenvolve com a responsabilidade de quem acredita que é necessário criar mecanismos pedagógicos de aproximação e diálogo com os novos apreciadores da arte e do teatro.

CiaSenhas Aciona! é promover encontros criativos com profissionais renomados do teatro no Brasil, é investir no consequente aprofundamento técnico, poético e reflexivo do grupo e no exercício de reafirmação de suas escolhas. É continuar vivo, em relação, investindo nas políticas do encontro e nas potências do teatro.

SOBRE CIASENHAS DE TEATRO
A CiaSenhas de Teatro de Curitiba, criada em 1999, é um coletivo de artistas que desenvolve trabalho continuado de pesquisa e criação teatral. Desde sua fundação a companhia têm se dedicado à investigação da linguagem cênica com enfoque no trabalho do ator-criador paralelo ao desenvolvimento de dramaturgia original em processos compartilhados de criação. A CiaSenhas procura  disponibilizar seus espetáculos às mais diferentes platéias e promover ações para o fortalecimento estético e político do teatro de grupo. É a partir destes fundamentos que a Companhia, através de seus integrantes, constrói uma trajetória de 19 anos de atividades em diálogo com a cena contemporânea brasileira. Acrescenta-se à realização dos espetáculos, ações que fomentam o encontro e o diálogo entre artistas e público. A Mostra Cena Breve Curitiba – a linguagem dos grupos de teatro, o CiaSenhas ACIONA! e o projeto Gilda são exemplos destas ações. Outro importante foco de atuação da CiaSenhas é o registro de seus processos criativos.

Obscura fuga / foto: Elenize Dezgeniski

SERVIÇO
CIASENHAS ACIONA!

Peças:

HOMEM PIANO – uma instalação para a memória
de 30/04 a 04/05 – de segunda a sexta,  às 18h e às 20h na sede da CiaSenhas (Rua São Francisco, 35)
Entrada: PAGUE QUANTO QUISER

OBSCURA FUGA DA MENINA APERTANDO SOBRE O PEITO UM LENÇO DE RENDA
de 24/05 a 03/06 – quinta a domingo às 20h no Teatro Novelas Curitibanas (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1222)
Entrada: PAGUE QUANTO QUISER

OS PÁLIDOS
de 03 a 07/07 – terça a sábado às 20h  no Centro Cultural SESI  Heitor Stockler de França (Mal. Floriano Peixoto, 458)
Entrada: PAGUE QUANTO QUISER

CIASENHAS ACIONA!
Conexão – Teatro (Mesas Rendodas)
Dia 24/04 (terça) às 19h na sede da CiaSenhas  (Rua São Francisco, 35) Limites e Transgressões na Atuação com Luah Guimarãez, Patricia Saravy e Ali Freyer. Mediação: Luiz Bertazzo e Sueli Araujo. ENTRADA GRATUITA

Dia 12/05 (sábado) às 16h na sede da CiaSenhas (Rua São Francisco, 35) O Corpo da Voz e da Palavra com Mônica Montenegro, Cinthia Kunifas e Marcio Mattana. Mediação: Greice Barros e Sueli Araujo. ENTRADA GRATUITA

Dia 16/06 (sábado) às 16h na sede da CiaSenhas (Rua São Francisco, 35) Encenação no Jogo e o Jogo na Encenação com Cristiane Paoli-Quito, Andrei Mosqueto e Fátima Ortiz. Mediação: Anne Celli e Sueli Araujo. ENTRADA GRATUITA

ESPETÁCULO CORAÇÃO FAZ VIAGEM À HISTORICIDADE PARA REFLETIR SOBRE TENSÕES ATUAIS

Grupo Obragem de Teatro estreia nova montagem em 19 de abril e segue em cartaz em Curitiba até 6 de maio. 

“Coração”, novo espetáculo do Grupo Obragem de Teatro, é uma resposta lírica para as angústias da realidade atual, originárias do comportamento humano e das manipulações políticas. A pesquisa partiu do estudo das obras do escritor e jornalista uruguaio Eduardo Galeano, autor de “As Veias Abertas da América Latina”, e o resultado é um texto original que chega ao palco reunindo elementos multiartes, leitura de fatos históricos, filosofia e uma boa dose de crítica. A temporada é de 19 de abril a 6 de maio, no Espaço Obragem – Criação e Compartilhamento Artístico, com ingressos a preços populares.

A peça é dividida em dois atos independentes, porém conectados. O primeiro, “Coração”, é um solo interpretado pela atriz convidada Greice Barros, no qual real e fantástico se misturam no devaneio de um anjo perturbado, que incansavelmente busca religar o ser humano as suas qualidades essenciais. Em “O Céu de Valentim”, segundo ato, Eduardo Giacomini e Olga Nenevê encenam a jornada fantástica de um menino que recebe a visita de um anjo e parte em busca de seu pai, na companhia de sua avó. O confronto entre a pobreza e as surpresas do caminho redimensionam os espaços do corpo, da natureza e da possibilidade de reescrever a própria história.

O texto e a direção são de Olga Nenevê, que acredita na pertinência do espetáculo frente ao momento de violência e intimidação contra a oposição política e os defensores de direitos humanos no Brasil. “Em 2014, quando começamos a pesquisa, as tensões sociopolíticas da época direcionaram nossas escolhas, os recortes que foram a base da criação. Mas agora, diante dos acontecimentos mais recentes no Brasil, é fundamental levar “Coração” aos palcos”, comenta Nenevê.

Dramaturga, diretora e atriz, considerada uma das principais referências do teatro curitibano contemporâneo, O. Nenevê encabeça a Obragem ao lado de Eduardo Giacomini, figurinista, cenógrafo e ator. Para ele, um dos pontos determinantes na produção de “Coração” são as parcerias: “A artista Marila Velloso, há mais de 14 anos, desenvolve conosco interações entre o Body Mind Centering – BMC, a dança contemporânea e os escritos de A. Artaud, para endossar a ideia de que é o corpo o lugar dos acontecimentos. Os outros envolvidos no projeto já possuem uma forte relação com a companhia ou foram convidados porque admiramos os seus trabalhos. A ideia é que a troca faça da criação algo pulsante.”

Além de Vadeco Schettini nas composições originais, profissional com um vasto portfólio onde se destacam as trilhas e sonoplastias para cinema, teatro, dança e seriados de TV no Brasil e exterior, a equipe da peça “Coração” ainda conta com: Paulo Vinícius nos Figurinos; Lídia Ueta nas projeções e fotos; Elenize Dezgeniski em teaser e fotos; Lucas Amado na Iluminação; Maria Adélia na confecção dos bonecos; Alessandra Nenevê como designer gráfico; e Luciana Melo como assistente de produção e assessora de comunicação.

A produção ofertará uma oficina gratuita de 28 a 30 de maio, a partir da experiência de montagem da peça, intitulada “A vibração das camadas de presença do intérprete criador para a construção da cena”. O espetáculo também fará 10 sessões gratuitas, ofertadas para escolas e instituições indicadas pelas Regionais da capital. A realização é do Grupo Obragem de Teatro, com produção da EGM Produções Artísticas. “Coração” tem apoio da BDrops, incentivo do Grupo Positivo e do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura Municipal de Curitiba.

GRUPO OBRAGEM DE TEATRO
Criado pelos artistas Eduardo Giacomini e Olga Nenevê, o Grupo Obragem de Teatro é caracterizado por seu perfil investigativo e pela construção de uma linguagem particular de expressão artística. Trabalha em ações integradas de criação, intercâmbios artísticos e formação de plateia, sempre acreditando na arte como meio de transformação dos modos de agir, pensar e participar da sociedade. Com sede em Curitiba, surgiu em 2002 e totaliza 21 produções entre público adulto e infantil, circulou por várias cidades do Brasil e, também em Lisboa/Portugal.

Participou de importantes eventos culturais como: Festival Internacional de São José do Rio Preto; Festival Internacional de Londrina – Filo; circulou pela Caixa Cultural, SESI/SP e SESI/PR. Realizou, com o Prêmio Myriam Muniz de Teatro da Funarte, as ações “Dossiê Buchner – pesquisa e montagem” em 2010 e “Obragem Circula Presenças” em 2015. Ganhou o Prêmio Arte Paraná da Seec-PR e o Prêmio Funarte Myriam Muniz de Teatro com a montagem “Essencial” de 2014; e o Troféu Gralha Azul nas categorias de melhor texto original e melhor iluminação com “As Tramoias de José na Cidade Labiríntica” de 2012. Entre suas produções de destaque está “Cristiano – O Cão Louco” de 2013, com participação especial do ator Leandro Daniel, hoje no elenco da novela “Deus Salve o Rei”. Para mais informações, acesse www.grupoobragemdeteatro.com.br

FICHA TÉCNICA:
CORAÇÃO
Texto e Direção: Olga Nenevê
Assistente de Direção e Cenário: Eduardo Giacomini
Interpretação: Greice Barros
Direção de Movimento e Preparação Corporal: Marila Velloso
Trilha Musical Original: Vadeco Schettini
Figurino: Paulo Vinícius
Iluminação e Operação de Luz: Lucas Amado

O CÉU DE VALENTIM
Texto: Olga Nenevê
Direção e Interpretação: Eduardo Giacomini e Olga Nenevê
Projeções: Lídia Ueta
Preparação Corporal: Marila Velloso
Trilha Musical Original: Vadeco Schettini
Figurino: Eduardo Giacomini
Confecção de Boneco (cobra-dragão): Maria Adélia
Iluminação e Operação de Luz: Lucas Amado

EQUIPE DO PROJETO
Teaser e Fotos (divulgação e registro): Elenize Dezgeniski
Registro em Vídeo: Lídia Ueta
Assistente de Produção e Assessoria de Comunicação: Luciana Melo
Designer Gráfico: Alessandra Nenevê
Responsável Técnico de Som e Luz: Lúcio Nogueira
Produção: EGM Produções Artísticas

Coração / foto: Elenize Dezgeniski

Serviço
Espetáculo Coração
Local: Espaço Obragem
Alameda Júlia da Costa, 204. São Francisco. Curitiba-PR
Temporada: 19 de abril a 06 de maio (quinta a domingo)
Horário: 20h
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia).
Pagamento: Cartões e dinheiro.
Lotação: 40 lugares
Duração: 1h30
Classificação indicativa: Livre
Informações e reservas: 41 3077-0293 ou por WhatsApp 41 99206-0284
Facebook: @obragem

Serviço
Oficina Gratuita
A vibração das camadas de presença do intérprete criador
para a construção da cena
A partir da experiência de montagem da peça CORAÇÃO, os artistas Olga Nenevê e Eduardo Giacomini compartilham procedimentos, referências e criam condições para a experimentação teórica e prática artística dos participantes.
Local: Espaço Obragem
Alameda Júlia da Costa, 204. São Francisco. Curitiba-PR
Data: de 28 a 30 de maio (segunda a quarta)
Horário: das 18h às 21h
Lotação: 20 vagas
Público-alvo: adultos, interessados em geral (artistas e não artistas).
Pré-requisito: ter assistido a peça “Coração” ou “O céu de Valentim”
Inscrições: enviar minibiografia com manifestação de interesse para o e-mail
obragem@grupoobragemdeteatro.com.br até 15 de maio.

O REI LOUCO

O Rei Louco / foto: Elenize Dezgeniski

Interior do Paraná recebe adaptação de uma das principais obras-primas de Shakespeare, Rei Lear.

Em abril as cidades de Irati, Telêmaco Borba, São Mateus do Sul, Quedas do Iguaçu e Pato Branco irão receber o espetáculo “O Rei Louco – Uma Pequena Versão de Rei Lear, de William Shakespeare”. A peça faz parte do Projeto Shakespeare no Paraná, que, além das apresentações, oferece ainda debates e workshops. Todas as ações serão gratuitas. Ao todo serão 20 apresentações seguidas de debate, quatro em cada cidade (três para público dirigido e uma aberta) e um workshop em cada uma delas. A iniciativa é do ator e diretor Mauro Zanatta, da Ator Cômico Produções Artísticas, de Curitiba, e é voltada especialmente para alunos do ensino médio das escolas da rede pública do estado.

O projeto viabiliza uma parceria inédita entre Zanatta e o ator Ney Piacentini da Companhia do Latão de São Paulo, que foi convidado para dirigir o espetáculo. “O Mauro é um amigo de longa data, nos conhecemos há 35 anos, mas é a primeira vez que trabalhamos juntos, dirigi-lo tem sido um grande desafio e uma grande oportunidade”, conta o diretor. “Trabalhar com o Ney tem sido uma grande alegria”, retribui Zanatta. “Interpretar um personagem de Shakespeare é o sonho de todo ator, bem como levar uma obra dele ao palco. Com este projeto que tem como principal foco os adolescentes do interior do estado estamos permitindo o acesso à obra deste gênio. E quando nos aproximamos dele nos damos conta do quão universal ele é. Rei Lear dialoga muito com a atualidade”, opina.

Zanatta divide o palco com o ator Pedro Melo e eles se revezam e transitam em três registros de atuação: ora são contadores de história, ora personagens, ora arautos. “A narrativa da peça não é linear, é constantemente interrompida com inserções explicativas que contextualizam o tema. A ideia é aproximar o público, torná-lo nosso cúmplice”, explica Piacentini.

“Shakespeare é caracterizado pela liberdade e inventividade e nesta montagem  trabalhamos com o essencial e isto exige muita técnica do ator. É fundamental, neste caso, conseguir despertar o imaginário do público. Ou seja, o público tem que ver o que estamos imaginando ” relata Pedro.

Rei Lear foi escrita por volta de 1605 por um dos maiores gênios do teatro em seu período de apogeu. Trata-se de uma tragédia complexa e grandiosa que a partir de um drama familiar repercute questões sociais, políticas e metafísicas. Inspirada por antigas lendas britânicas, a obra conta a história de um rei que enlouquece após ser traído por duas de suas três filhas, às quais havia legado seu reino de maneira insensata.

A peça mostra a decadência de um rei em sua velhice que sofre as consequências de suas escolhas equivocadas por ser precipitado, arbitrário e vaidoso. Lear é um pai preso às aparências, incapaz de enxergar a adulação que o cerca. De acordo com a especialista em Shakespeare, Barbara Heliodora: “Lear torna-se responsável pela tragédia, na medida em que, abdicando, deixa como rei, de represar e manter sob controle o mal que aflora, explode e se expande. Esta peça investiga a natureza do mal em profundidade e expõe o conceito de uma ordem universal na qual o homem se integra e é responsável por suas ações.” 

A trajetória de Lear é o aprendizado pelo sofrimento e humilhação. O enredo aponta como o verdadeiro amadurecimento o indivíduo que deixa de ser primeiramente autocentrado e pensa também no outro. “As obras de Shakespeare espelham as nossas relações sociais e discutem questões profundas da existência humana. Uma das camadas deste texto nos remete à busca pelo sentido da vida”, pontua o diretor.

“Apesar de estarmos vivendo tempos difíceis, obscuros no cenário nacional e mundial, meu objetivo com este trabalho é trazer uma mensagem de esperança, de que ainda é possível viver com mais equilíbrio a partir da humildade e do amor, resgatando nossa humanidade, sem clichês”, complementa Zanatta.

Este projeto foi viabilizado com incentivo da Copel, Puma Brasil e a Alvorada Autopeças por meio do PROFICE (Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura), da Secretaria Estadual de Cultura do Paraná.

SOBRE:

Workshop O Jogo
O objetivo é compreender como a brincadeira é um elemento essencial na reintegração física e mental do indivíduo. Estimular a visão de jogo como resgate da vida em coletividade. Voltado para atores e não atores com idade mínima de 15 anos. 

A Ator Cômico Produções Artísticas
Fundada em 1994 tem papel importante na formação de atores em Curitiba. Além de criar e gerir projetos e eventos culturais, atualmente produz o Curso de Comédia Mauro Zanatta, o Espaço Excêntrico e a Sexta Cínica.
Visite: espacoexcentrico.com.br

FICHA TÉCNICA:
Realização: Ator Cômico Produções Artísticas
Elenco: Mauro Zanatta e Pedro Melo
Direção: Ney Piacentini 
Cenários e Figurinos: Cristine Conde
Diretora de Produção: Fabiana Ferreira
Produtor Executivo: Robinson Wilson
Produção Local: Paola Flessak
Trilha Sonora: Célio Savi
Fotografias: Elenize Dezgeniski e Robinson Wilson
Arte Gráfica: Ivana Lima
Operador de Som: Robinson Wilson
Assessoria de Imprensa: Glaucia Domingos

SERVIÇO:
Cronograma das Apresentações Abertas e Workshops

Irati
Apresentação aberta e bate-papo – 07/04 (sábado) às 20h
Workshop O Jogo – para atores e não atores – 07/04 das 9h às 12h
Local: Centro Cultural Clube do Comércio / Rua XV de Julho, 310 – Centro

Telêmaco Borba
Apresentação aberta e bate-papo – 14/04 (sábado) às 20h
Workshop O Jogo – para atores e não atores – 14/04 das 9h às 12h
Local: Auditório Professora Carmen Iolanda Dalecio – Anexo a Secretaria de Educação /Alameda Washington Luiz, 50

São Mateus do Sul
Apresentação aberta e bate-papo – 21/04 (sábado) às 19h
Workshop O Jogo – para atores e não atores – 21/04 das 9h às 12h
Local: Centro Cultural CEPE / Rua Manoel Cunha Bittencourt, 2100

Quedas do Iguaçu
Apresentação aberta e bate-papo – 27/04 (sexta-feira) às 20h
Workshop O Jogo – para atores e não atores – 28/04 das 9h às 12h
Local: Associação do Centro de Cultura e Sustentabilidade de Quedas do Iguaçu / Avenida Tarumã, 1880 – Centro

Pato Branco
Apresentação aberta e bate-papo – 28 e 29/04 (sábado e domingo) às 20h
Workshop O Jogo – para atores e não atores – 29/04 das 9h às 12h
Local: Teatro Naura Rigon / Rua Jacireta, 450

Obs.: Todas as atividades são gratuitas

CONTATOS:
Produção
Paolla Flessak
46 99111 9041
lolafleessak@gmail.com

Assessoria de Imprensa
Glaucia Domingos
41 99909 7837
glauciadomingos@hotmail.com

 

IN COMPANY ABRE VAGA DE MÍDIA DIGITAL

In Company abre vaga de MÍDIA DIGITAL. Vaga para trabalhar em Curitiba.

“Somos uma assessoria de marketing e comunicação integrada, que Planeja, Implementa e Mantém as ações dos projetos dos clientes todos os dias no ar.
Estamos há mais de 13 anos no mercado atendendo sociedades de advogados, empresas, médicos e profissionais ligados à saúde em geral.

requisitos:
Se você tem experiência em criação de conteúdo, anúncios em redes sociais (Facebook, Instagram e Linkedin) e conhecimento avançado em links patrocinados no Google AdWords, envie seu currículo para atendimento@incompanypr.com.br

fonte

TECNICON CONTRATA DESIGNER GRÁFICO

A desenvolvedora de software TECNICON, eleita uma das Melhores Empresas para Trabalhar do Brasil, segundo o Great Place to Work®, está em busca de um novo talento para integrar a equipe de Marketing, na unidade de Curitiba/PR.

Para fazer parte da equipe é preciso ser criativo, persistente, motivado por desafios, aprender rápido, sonhar em construir uma trajetória de sucesso e estar preparado para vestir a camisa da empresa.

Confira mais informações sobre a vaga: Designer Gráfico

Responsabilidades: Criação, diagramação, finalização e acompanhamento da produção de materiais gráficos Direção de arte que ofereça soluções visuais adequadas para meios online e offline Criação e programação de peças em HTML Criação e acompanhamento de produção de brindes Edição de imagens Atendimento ao público interno e externo

Requisitos: Formação em Design Gráfico ou áreas afins Experiência em criação de conteúdo gráfico para diferentes plataformas (on/offline) Conhecimento sobre programação em HTML Conhecimento das ferramentas Adobe Conhecimento sobre UX Design e design responsivo serão considerados diferenciais

Quer fazer parte desse time? Envie seu currículo para o e-mail marketing@tecnicon.com.br e participe do processo seletivo.

OZZ EXPERIMENTAÇÕES CULTURAIS

Sábado, dia 21 de abril, será lançado em Curitiba o projeto Ozz Experimentações Culturais! E você está convidadíssimo!

“Saca só a pira! Um ciclone atingirá a casa verde e irá leva-la para outro mundo!! Mas antes que alguém se sinta órfão deste role… NÃO SE PREOCUPEM!! A turma do Mágico de Oz vai chegar para levantar o astral de todos!

Assim como o universo de Oz, rico em histórias e fantasias, teremos diversas atrações iradas para vocês:

– Música ao vivo e no Toca-Disco!
Franco Das Camélias (www.francodascamelias.wordpress.com.)
VINYL Rap (www.facebook.com/vinylcwb/)
Banda Freeling (www.facebook.com/freeling.music/)

– Record Store Day, Feira de Vinil e Livrozz

– Culinárias (rangos veganos e não veganos, docess, tortas, muita coisa)
Sorvetes (www.facebook.com/QuebraGeloSorveteria/)

– Expozzições (ilustrações, fotos, pinturas)
Lucas Chierigatti (www.facebook.com/lchierigatti)
Ana Carolina Marinho (www.facebook.com/anacwbb)
Caliel Hauffe (www.facebook.com/caliel.hauffe – instagram @peaceflow.artes)

– Bazar de Roupas
Mayara Mamede (www.facebook.com/mayara.correa.3705)

– Flash de Tattoo
Eloiza Montanha (www.facebook.com/eloteeeee)

– Massagista (isso mesmo que você leu!)
Pedro Wistuba (www.facebook.com/pedro.wistuba)

– Intervenções malucas

-Bera geladíssima e outrozz goles irados! (inclusive um especial feito para a ocasião)

*** Ao longo dos dias anunciaremos os artistas e colaboradores do evento, fiquem ligados!
*** Tragam seus copos e canecas para preservarmos pelo meio ambiente!
*** Cangas e cadeiras também serão bem vindas, sintam-se em casa!
*** O melhor amigo do homem está mais do que convidado também! Tragam seus pets!! (dogs, calopsitas, gatos, peixes, répteis)

Serviço:
Chalakazam! Adiós Casa Verde
Local: Piazinho BAR, Rua Nicaragua , 1319, Bacacheri, Curitiba
Data: 21 de abril (sábado)
Valores:
R$10,00 – Confirmando presença e nome no mural do evento!
R$15,00 – Na hora, sem confirmar presença.
Organização: Ozz Experimentações Culturais

Confira a página do evento, aqui

3ª EDIÇÃO DO PRÊMIO ALLTECH DE JORNALISMO DIVULGA FINALISTAS

Concurso recebeu 295 inscrições; vencedores serão anunciados durante o One: Simpósio de Ideias Alltech, nos EUA

A terceira edição do Prêmio Alltech de Jornalismo anuncia os 15 finalistas selecionados pela equipe organizadora. Ao todo, 133 jornalistas, de 99 veículos, provenientes de 22 estados e do Distrito Federal, inscreveram 295 trabalhos, entre materiais audiovisuais para rádio e televisão e reportagens de jornais, portais e revistas. Foram selecionados cinco trabalhos em cada uma das categorias, sendo elas Criação e Nutrição Animal, Agricultura e Ideias Inovadoras para o Agronegócio.

Os critérios utilizados na avaliação das reportagens foram: adequação ao tema, relevância, utilização de fontes, densidade e exatidão do conteúdo e qualidade editorial e técnica. Entre os materiais inscritos, se destacaram temáticas como bem-estar animal, integração lavoura-pecuária e lavoura-floresta, conservação e manejo do solo, cooperativismo, startups e soluções inteligentes para o agronegócio.

“A premiação se reveste de uma significação especial ao estimular a produção de trabalhos jornalísticos que destaquem a importância do universo do agronegócio, permitindo que o grande público seja informado sobre as novas tendências desse mundo ainda tão pouco conhecido dos leitores”, afirma o presidente da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Domingos Meirelles.

Os vencedores serão revelados ao público entre os dias 20 e 22 de maio, durante o One: Simpósio de Ideias Alltech, que ocorre na cidade de Lexington, no estado do Kentucky, nos Estados Unidos. O prêmio contempla a inscrição para o evento, passagem aérea e estadia de três noites em hotel cinco estrelas. A premiação é promovida em parceria pelas empresas Alltech e Alltech Crop Science, líderes em saúde e nutrição animal e vegetal, e recebe apoio institucional da ABI.

Confira os finalistas:

Categoria “Agricultura”:
– “Ouro rosa: as faces econômica, social e cultural da goiaba” – Ed Wanderley, Diário de Pernambuco;
– “Cultivo de melão no Piauí” – Izabel Helena Telles de Melo, TV Clube PI;
– “Como bancos de sementes podem proteger a biodiversidade” – Rogério Jefferson Coutinho Souza, TV Globo RJ
– “Fertilidade forjada pelo manejo” – Leandro Mariani Mittmann, A Granja
– “ESPECIAL-Tocantins, uma nova história da abertura da fronteira agrícola do Brasil” – Roberto Pereira da Silva Samora, Reuters

Categoria “Criação e Nutrição Animal”
– “Uma nova economia surge no campo” –  André Luiz Silva Clemente Torres, Diário de Pernambuco
– “Um oásis no Oeste Potiguar” – Jéssica Caroline do Nascimento, Revista Feed&Food
– “Onde o amanhã já chegou” – Joana Colussi, Zero Hora
– “Produtores de leite se profissionalizam e investem em novas tecnologias em Minas Gerais” – Erika Alves Ferreira Machado, TV Integração Uberaba
– “Tecnologia e Gestão: aliados da produtividade na suinocultura no nordeste” – Georgina Maynart Rabelo Montes, TV Bahia

Categoria “Ideias Inovadoras”
“Série A Força do Campo dia 1” – Antonio Temóteo de Queiroz Elias, Correio Braziliense
– “Startup em campo” – Cassiano Ribeiro, Revista Globo Rural
– “São Benedito tem forte produção de pimentão mesmo em período de seca” – Mateus Ferreira de Sousa, TV Verdes Mares
– “O agronegócio “incubado” – Victor Lopes de Moraes, Folha de Londrina
– “Nanotecnologia avança no agronegócio brasileiro” – Cristiane Barbieri, O Estado de S. Paulo

EXPOSIÇÃO “A ESCURIDÃO QUE ME CLAREIA” CHEGA A CURITIBA

foto: Rei Santos

Obras da artista Carol W serão instaladas no Centro Cultural Sesi Heitor Stockler De França a partir de 17 de abril

O dia 29 de janeiro de 2016 marcou Porto Alegre. Depois de um intenso calor durante o dia, a noite chegou e trouxe uma tempestade atípica. Ventos fortíssimos derrubaram e arrancaram do solo centenas de árvores, deixando alguns bairros da cidade sem luz e água por alguns dias. O aprendizado da situação e a convivência com a escuridão, inspirou a artista visual Carol W, que decidiu transformar este momento de caos em arte, dando vida a exposição “A escuridão que me clareia”.

As esculturas de papel machê combinadas a materiais recolhidos da devastação provocada pelos temporais, como galhos e troncos de árvores, retratam figuras humanas e insetos multicoloridos que expressam o vendaval, a chuva intensa, o medo da escuridão e a sensação de vulnerabilidade, mas também a beleza da natureza e as possibilidades poéticas, lúdicas e até divertidas de enfrentar tais situações.

“Diante das árvores arrancadas pelas raízes que ficaram caídas por cerca de dois meses nas ruas e nos parques, fiquei pensando na força da natureza. Pensei na tempestade, no vento, na escuridão, no silêncio e na solidão… e decidi que ia ver um outro lado disso tudo. Por exemplo, é tão bonita a escuridão. Tudo muda no mundo escuro, pois outras habilidades são necessárias, outros sentidos ficam mais aguçados e isso é uma outra forma de entender as coisas. Esta experiência me trouxe o pensamento de que todos somos, penso eu, um pouco luz e um pouco sombra. Aí está anossa vulnerabilidade e ambiguidade, também presente na natureza: delicada, linda e sutil, mas também forte, violenta e implacável”, explica Carol.

Após período de exposição em Londrina, no Centro Cultural Sesi/AML, a instalação “A escuridão que me clareia”, selecionada no 8º Edital para Seleção de Projetos Culturais 2017/18 do Sesi Cultura Paraná, terá entrada franca e irá circular pelos espaços do Sesi-PR em Curitiba e Pato Branco, respectivamente. De 17 de abril a 26 de maio, permanece em Curitiba, na Casa Heitor Stockler de França e, de 8 de junho a 14 de julho, encerra sua passagem pelo estado no Teatro Sesi Pato Branco.

Há mais de 20 anos, Carol W transforma seus bonecos e esculturas em papel machê em obras de arte. Apaixonada pela técnica rústica e versátil, Carol produz suas peças com um toque de humor e uma dose de melancolia. “Adoro cores e estampas, então esses elementos aparecem com frequência nas minhas peças. O lúdico também é algo que procuro trazer para o meu trabalho, então sempre tento me inspirar no universo das crianças, conversando com elas e observando a forma livre com que vêem o mundo”, finaliza a artista.

foto: Rei Santos

Serviço:
Exposição “A escuridão que me clareia” de Carol W
Centro Cultural Sesi Heitor Stockler De França
Data: 17 de abril a 26 de maio
Horário: visitação de terça a sexta-feira, das 10h às 12h e das 13h às 17h. Sábados, das 10h às 13h
Classificação: livre
Valor: ingresso solidário (doação de 1 livro infantil ou 1 litro de leite)
Local: Centro Cultural Sesi Heitor Stockler De França
Endereço: Av. Mal. Floriano Peixoto, 458 – Centro – Curitiba
Observação: sujeito a lotação

Mais informações:
www.sesipr.com.br/cultura/ 
www.facebook.com/sesiculturapr/