ONU MULHERES SELECIONA ASSESSOR(A) EM MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO

Vaga para trabalhar em Brasília-DF. Inscrições até 21/01.

“A ONU Mulheres Brasil torna público processo seletivo para a contratação de Assessor/a em Monitoramento e Avaliação, para um posto nível SB4, a ser baseado em Brasília-DF, Brasil.

A contratada ou contratado será responsável pelas atividades de monitoramento e avaliação, no âmbito do programa regional “Win-Win: Gender Equality Means Good Business”, uma parceria entre ONU Mulheres Brasil e União Europeia.

A vaga é destinada para profissionais com o seguinte perfil: Mestrado ou formação equivalente em Administração Pública Economia, Ciências Sociais, Direitos Humanos, Direito, Estudos sobre Igualdade de Gênero ou áreas afins, ou 4 anos de experiência relevante comprovada, além do tempo mínimo de experiência profissional. É solicitada experiência mínima de 4 anos em monitoramento e avaliação de projetos de desenvolvimento. A vaga requer fluência em inglês, espanhol e português. Experiência anterior nas Nações Unidas é considerada uma vantagem.

O trabalho consiste em desenvolver e implementar ferramentas de monitoramento e avaliação para os componentes do programa regional, utilizando a Política de Avaliação de ONU Mulheres, bem como seus sistemas e procedimentos de monitoramento. De forma a concretizar os valores de igualdade de gênero, nacionalidade e cultura, ONU Mulheres incentiva a candidatura de mulheres, grupos indígenas, afrodescendentes, pessoas vivendo com HIV e pessoas com necessidades especiais. Todas as candidaturas serão tratadas com confidencialidade.

As candidaturas serão recebidas por meio eletrônico até 21 de janeiro de 2018, com envio do formulário P11 (preenchido em Inglês), para o e-mail unwomenbra.hr@unwomen.org / contendo no assunto da mensagem “Candidatura: Assessoria em M&A”. Dúvidas poderão ser enviadas para unwomenbra.hr@unwomen.org / contendo no assunto da mensagem “Dúvidas: Assessoria em M&A”.

Para informações sobre a vaga, acesse:
Termo de Referência

Formulário P11

fonte: ONU Mulheres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *